Ativista sugere que pessoas deixem que mosquitos suguem o seu sangue: ‘Doação’

Aymeric Caron Foto: Reprodução/Twitter(AymericCaronOfficiel)

Um ativista dos direitos dos animais tem chamado atenção por uma campanha inusitada. Aymeric Caron, apresentador de TV na França, pediu que as pessoas deixem de matar mosquitos e permitam que os insetos suguem o seu sangue.

Aymeric, de 47 anos, afirmou, segundo o “Independent”, que insetos sugam o sangue humano para obter proteína para os seus ovos e que, por isso, não deveriam ser mortos.

“Não matem mosquitos, eles precisam do seu sangue para alimentar os filhotes”, disse.

O francês só fez uma ressalva: o apelo não vale para a África, onde mosquitos podem transmitir malária.

Para Aymeric, permitir que mosquitos piquem pode ser considerado uma “doação de sangue”.

Page Not Found – Extra

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando disse:

    Surreal, ele devia passar as férias aqui no estado, com certeza voltaria com Dengue, Chikungunya e Zika.

  2. Brasil acima de tudo disse:

    Se continuássemos sendo governado pelos PTRALHAS, matar mosquito seria crime inafiançável e esse imbecil se tornaria uma sumidade aqui.

  3. Edu braz disse:

    O que um idiota sem talento não faz para aparecer???

  4. Irany Gomes disse:

    Tem idiota para todos os gostos!!!

Hemonorte lança campanha de doação de sangue para o período junino

Foto: Ilustrativa

Em comemoração ao Dia Mundial do Doador, o Hemonorte lança nesta sexta-feira (14), às 9 horas, a campanha de doação de sangue para o período junino. Com o tema “Neste São João venha pro arrasta-pé da doação”, a campanha visa aumentar o número de doações e garantir o atendimento às demandas transfusionais para o período junino.

Atualmente o estoque do Hemonorte encontra-se baixo para atender as demandas do período. A meta é aumentar as doações e atingir um estoque de 800 a 1.000 bolsas/dia. Todos os anos, neste período, as necessidades transfusionais aumentam devido aos acidentes com fogos e várias situações de emergência, além dos pacientes hematológicos que fazem uso constante do sangue.

Para celebrar o Dia Mundial do Doador, que se comemora em 14 de junho, o Hemocentro preparou uma programação toda especial para parabenizar e agradecer aqueles que doam vida. O doador que comparecer ao Hemocentro será recebido com um lanche ao som do cantor Germano Luiz.

Além dessas ações, o Hemonorte, durante o mês de junho está intensificando as campanhas externas com a Unidade Móvel de Coleta para manter o estoque equilibrado no período junino e férias de julho.

O Dia Mundial do Doador de Sangue foi criado em 2005 pela Organização Mundial de Saúde com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da doação voluntária de sangue e homenagear aqueles que são doam vida.

Requisitos básicos para doar:

· Portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional)

· Estar bem de saúde

· Ter entre 16 e 69 anos

· Pesar no mínimo 50 Kg

· Não estar em jejum. Apenas evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação

Em Natal, Festival de Samba arrecada mais de 700 kg de alimentos para doação


FOTOS: AURINO NETO / CICLO FILMES / DIVULGAÇÃO

Três instituições cadastradas no Programa Mesa Brasil do SESC foram beneficiadas com arrecadação dos dois dias de evento na Arena das Dunas.

A primeira edição do Festival de Samba Ribeira Boêmia foi um sucesso de público, crítica e arrecadação. Em dois dias de evento na Arena das Dunas, mais de 2 mil pessoas compareceram para prestigiar 19 atrações locais e nacionais. Com o sistema de meia-entrada social e graças a uma parceria com o programa Mesa Brasil do SESC, foram arrecadados 720 kg de alimentos não-perecíveis.

Três instituições cadastradas no programa de segurança alimentar e nutricional foram beneficiadas. A Sociedade Professor Heitor Carrilho, que desenvolve um trabalho em prol das pessoas com deficiência, recebeu 300 kg; o Instituto Terapêutico Nova Aliança, que trata dependentes químicos, ficou com 270 kg e à Aldeias Infantis SOS Brasil, organização humanitária pela infância, foram destinados 150 kg.

“Tivemos o privilégio de participar do Mesa Brasil do Sesc, em parceria com a Fecomércio, para receber parte da arrecadação do Festival de Samba Ribeira Boêmia. Nossa demanda por alimento é muito alta. Por isso, a gente agradece essa parceria que já dura quase 15 anos”, disse Murilo Vieira do Amaral, coordenador do Instituto Nova Aliança.

No sistema de “ingresso solidário”, o espectador se compromete a levar 1kg de alimento não-perecível no dia do show para garantir o direito de comprar o ingresso com valor de meia-entrada.

O Festival

Na sexta-feira (29), se apresentaram os grupos potiguares Batuque de Um Povo e Samba Preto no Branco, com seus respectivos convidados. Na sequência, os anfitriões da Roda de Samba do Ribeira Boêmia, receberam Didi Assis, Renata Jambeiro e Diogo Nogueira. Atração mais esperada do evento, o cantor carioca levou o público ao delírio com sucessos como Pé na Areia e Clareou.

Com a mesma empolgação, começou o segundo dia de Festival, no sábado (30). As atrações locais foram Quarteto Linha e Família Além do Normal, também com convidados especiais. o Ribeira Boêmia fez seu show logo em seguida, acompanhando Josy Ribeiro, Reinaldo – o Principe do Pagode e Leandro Lehart. O vocalista do Art Popular proporcionou uma viagem no tempo com os hits Temporal e Fricote.

“Foi uma experiência única fazer esse festival. Conseguimos reunir em Natal talentos locais e artistas que não pisavam aqui há muito tempo ou até que nunca tinham vindo à cidade. É hora de agradecer a todos que acreditaram no nosso projeto”, comemorou Leonardo Galvão, um dos produtores da festa.

O Festival de Samba Ribeira Boêmia teve patrocínio da Prefeitura do Natal, pelo Programa Djalma Maranhão, e da Unimed Natal. Apoiaram o evento: ART&C, Guria Produtora, O Boticário, Consultor Express, Cachaça Papary e Agência Comunicato.

Socialite que promete doação de R$ 500 mil a Lula não paga nem condomínio

A socialite Roberta Luchsinger, de 32 anos, neta de um ex-acionista do banco Credit Suisse, que prometeu doar R$ 500 mil ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não paga o condomínio do apartamento onde mora, em um bairro nobre de São Paulo, desde dezembro de 2014.

Segundo a advogada que defende os interesses do prédio, a dívida já estaria em R$ 232 mil. “Ela não constituiu advogado para esse processo, que correu à revelia. Nós já estamos na fase de avaliação pericial. O apartamento deve ir a leilão em breve”, disse a advogada Ana Beatriz Cardoso de Souza.

O edifício, localizado em Higienópolis, tem um apartamento em cada um dos 11 andares. Os outros moradores estariam “loucos da vida” com a notícia da suposta doação ao ex-presidente – já que o não pagamento da dívida tem recaído sobre eles.

Procurada pela reportagem, Roberta, que é filiada ao PC do B e pretende se candidatar a deputada estadual, disse que estava em um jantar e não poderia falar. No Twitter e no Facebook, ela escreveu que poderia “dobrar a doação” ao ex-presidente. A reação de Roberta nas redes sociais foi em relação à reportagem publicada pelo jornal “Folha de S.Paulo”, que mostrou que ela já havia sido intimada a pagar uma dívida de R$ 62 mil com uma loja de decoração antes de fazer qualquer tipo de doação.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Isso tem que ser melhor investigado. Quanto a doar e não pagar. Nada temos haver com isso.

  2. Maria disse:

    Kkkkk vai ser mais um calote. Kkkkk essa promessa de doação a colocou na mídia. Era isso que a menina rica que "esquece" de pagar seus compromisdos queria.

  3. Antonio Leandro disse:

    É brincadeira

  4. Luciana o monteiro disse:

    Como todo comunista : sucesso no gogó !!dependem de holofotes … vai doar ??? Pague antes o que deve , antes querer aparecer ! Pilantra como todos outros da esquerda ! Na esquerda só tem iludido ou bandido !

  5. Roberto carlos disse:

    Essa vagaba aí, já conseguiu o que queria, os cinco minutos de fama! Graças a essa imprensa buceta que atua neste nosso país.
    Incluam-se aí os fofoqueiros de plantão, que se auto nominam "blogueiros".

  6. FELIZARDO ALEGRE disse:

    E TU QUE SÓ PAGOU O PINTA NATALENSE A FORÇA, CABRA DE PEIA BABÃO???

  7. arnaldo lopes disse:

    Socialista,lite de araque.Eh tudo a mesma "MMMMM".

  8. vilanir gurgel disse:

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  9. Santos disse:

    Milionária e veiaca, pode?

  10. Rolandolero disse:

    Essa é da Patota de Lula….

  11. Margareth disse:

    kkkkkkkkkk!

  12. Alf disse:

    Lula e ela tem então muito em comum.

    • Humilde Iconoclasta disse:

      Hahaha. Similares se atraem.

    • paulo disse:

      BG
      Isto é uma VIGARISTA querendo holofote, inclusive fala-se que será candidata a deputada. Só faltava isto, mais no brasil é moda ser corruPTo e ser candidato na maior cara de pau e ainda tem uns BABACAS para votar nelles e nellas.

  13. Joao disse:

    Depois ela vai dizer que o apt que mora nao é dela e nem é ela que frequenta, e que nao conhece de onde veio o dinheiro que estao falando. Aprendeu com o mestre.

  14. ventura disse:

    Mais uma comunista milionária graças ao capitalismo e que prefere visitar Miami do que Cuba. kkkkkkkk Socialismo só com o dinheiro dos outros.

Advogado baleado na Zona Leste precisa de doações de sangue

 

Uma campanha busca conseguir doações de sangue em nome de Rodrigo Fernandes de Paiva. O gesto em solidariedade ao advogado baleado em Natal durante tentativa de assalto neste fim de semana pode ser feito no Hemonorte, no bairro Tirol.

O advogado foi baleado no sábado, 12, no Barro Vermelho, Zona Leste. A vítima teve a bala alojada na região do abdômen, atingindo o fígado.

Ele foi rendido quando ia buscar um amigo de carro e foi surpreendido por dois bandidos armados. Rodrigo saiu do carro, um modelo Edge e com mãos para o alto. Os assaltantes entraram no carro e não conseguiram ligar no sistema automático e atiraram contra a vítima, mesmo sem reagir.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JCabral disse:

    Não é preciso ser especialista para perceber que há algo assustadoramente errado em tudo isso. Games, pobreza e reação da vítima são abordados e apontados como responsáveis pelo crime no Brasil, ao mesmo tempo em que o bandido é tratado como se fosse um ser autômato, desprovido de livre arbítrio, incapaz de fazer escolhas entre o certo e o errado. Em um discurso puramente rousseauniano e preconceituoso onde ora o pobre é um invejoso que não pode lidar com a “ostentação” dos mais abonados, ora é tratado de forma lombrosiana imputando-lhe a pecha de criminoso nato. Nada mais falso, mas se verdadeiro fosse, embasariam plenamente a ideia de que a punição não resolve, pois não se deve punir quem não é culpado.
    O bandido está plenamente justificado, seja pela existência dos bolsos, seja pela pobreza e resta para nós sermos pobres (ou pelo menos parecermos) e nunca reagir mesmo que nada disso signifique que você escapará ileso.

    O bandido está plenamente justificado, seja pela existência dos bolsos, seja pela pobreza e resta para nós sermos pobres (ou pelo menos parecermos) e nunca reagir mesmo que nada disso signifique que você escapará ileso.

    **Bene Barbosa é especialista em segurança pública.

[FOTO] Movimento pró-Dilma de Mossoró pede ajuda de R$ 500 pra bancar protestos

Carta pedidoEstá circulando por Mossoró um ofício da Frente Brasil Popular, que é o grupo que defende a permanência de Dilma Rousseff na Presidência da República, pedindo uma ajuda de R$ 500 para bancar os protestos em favor da presidente. O dinheiro seria destinado aos custeios das movimentações em Mossoró, Oeste potiguar.

A atividade intitulada “Mossoró Contra o Golpe” prevê debates, panfletagens e ocupação de locais públicos em favor de Dilma. O blog tentou confirmar a autenticidade do documento. Mesmo sem fontes oficiais confirmarem, pessoas ligadas ao movimento afirmaram ser autêntico e que as doações “ajudarão na luta pela democracia e na luta contra o golpe”. PT e PCdoB chamam o processo de impeachment de golpe.

A Frente Brasil Popular de Mossoró tem o apoio do vice-prefeito Luiz Carlos e é formada pelos partidos PT e PCdoB; pelas centrais sindicais CTB e CUT; além de outros movimentos e entidades estudandis como MST, MMM, PO, Ubes, UNE, USJ, JPT, Levante Popular, DCE/Ufersa, DCE/Uern e o Grêmio Estudantil do IFRN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elves Alves disse:

    Como tem caba-de-pêia em Mossoró!
    O pior é que se Lampião chegasse lá, nos dias de hoje, seria bem capaz de trocar seu gibão de couro por um casaco bordado de lentejoulas, e suas armas de cangaceiro por adereços coloridos à moda moçoilas do arco-íris.

  2. Salvador disse:

    Não cometam essa indelicadeza com o povo de Mossoro. Isso é feio.

  3. Gente o nosso $ pra bancar tudo isso já ta com eles, esse pedido é só jogo para justificar a dinheirama q tão despejando no país… Acorda Brasil

  4. Alguém disse:

    jkkkkkkkk peçam mesmo porque a porcaria desse partido já era!!!

  5. JOAO MARIA disse:

    SEM COMENTARIO, É A NOTICIA MAIS IDIOTA DO DIA

  6. Airport reader disse:

    PQP SÓ O QUE FALTAVA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, PEDE PARA TITIA DILMA !

  7. Ricardo disse:

    Para comprar pão e mortadela e pagar R$ 30,00 por pessoa para ir para o protesto.

REFORMA POLÍTICA: Senado reduz limite para doação de empresas a partidos

Foto: Arquivo / Agência Senado
Foto: Artigo / Agência Senado

O plenário do Senado aprovou na noite desta quarta-feira (2), em votação simbólica, o texto-base do projeto que reduz para R$ 10 milhões o limite de doação de empresas a partidos políticos. Os senadores alteraram o texto aprovado pela Câmara, que previa um limite de R$ 20 milhões.

Os senadores ainda terão de votar as propostas de alteração a trechos do texto-base. Após a conclusão da votação, se os senadores mantiverem as alterações no texto que veio da Câmara, o projeto terá de passar por nova análise dos deputados. Na Câmara, o projeto foi aprovado como um complemento à proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma política.

De acordo com o texto aprovado no Senado, as empresas ficam proibidas de doar a candidatos, mas podem doar a partidos políticos. Essas doações das pessoas jurídicas para os partidos devem ser de até 2% da receita da empresa no ano anterior à doação, considerando que o valor máximo é de R$ 10 milhões.

Além disso, a proposta estabelece que cada partido pode receber doações de até 0,5% da receita da empresa doadora. Ou seja, caso a empresa opte por doar o teto de 2% da receita, o valor deverá estar diluído entre ao menos quatro siglas.

Pelo texto, as pessoas físicas podem fazer doações, a candidatos ou partidos, de um valor que seja de até 10% dos rendimentos que elas tiveram no ano anterior à eleição.

Fonte: G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. kerginaldo disse:

    GILMAR MENDES é o PATRONO dessa causa.

  2. Ricardo disse:

    Ai está a maior porta da corrupção. O financiamento empresarial de campanhas já é sabidamente por onde entram os recursos para campanhas milionárias e tudo continuará como antes. A Empresa doa para depois receber o empréstimo com juros e correção monetária. E ninguém bate panela contra esses políticos que votam a favor de continuar esta maracutaia. Precisamos ir as ruas para lutar contra mais esta falcatrua oficializada.

  3. Vitor disse:

    Ver os políticos corruptos tentando manter as doações empresarias é muito esclarecedor.
    Esses políticos são tão corruptos que nem percebem o quanto são ridículos tentando justificar suas posições com argumentos falsos.

Líder do PMDB na Câmara dos Deputados recebe R$ 900 mil de fornecedora das teles

imageseudardocunha

Um dos principais protagonistas dentro do Congresso no debate do Marco Civil da Internet, o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), recebeu uma única doação na etapa inicial das eleições, originária justamente do setor de telecomunicações. A empresa Telemont, cuja principal atividade econômica é a construção de estações e redes de telecomunicações, contribuiu para a campanha do peemedebista com R$ 900 mil, segundo a primeira prestação de contas divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tornada pública ontem. O repasse foi feito via diretório estadual do PMDB.

Durante as discussões em torno do Marco Civil da Internet, considerado “a Constituição da rede”, Eduardo Cunha foi defensor dos interesses das teles, que, dentre outros pontos, não aceitavam o modelo de neutralidade da rede proposto pelo relatório do petista Alessandro Molon (RJ).

A neutralidade é o princípio segundo o qual os provedores de internet não podem oferecer preços diferenciados de acordo com o tipo de serviço acessado, como e-mails ou vídeos. Ao final, a redação convertida em lei garantiu que as companhias poderiam ter cobranças diferenciadas para a velocidade do serviço e pelo volume de dados utilizado. Com sede em Minas Gerais, Telemont divulga na internet ter entre seus clientes as principais empresas de telefonia e de serviços de internet que atuam no Brasil, entre elas Claro, Oi, Telefonica/Vivo, Tim, Embratel, Intelig e GVT.

Procurado, o deputado disse que, como recebeu a quantia pelo PMDB fluminense, “nem conhece a empresa”. “Foi uma doação partidária”, afirmou. “Não vejo nada de mais”. Ele destacou ainda que a doação não é das operadoras e sim de uma empresa apenas presta serviços de montagem para elas. A Telemont não se manifestou até o início da noite desta quinta-feira.

fonte: Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Olha que coincidência: é a mesma empresa que deu R$ 2.000.000,00 ao deputado Henriquinho Alves.

Cristiano Ronaldo bancará cirurgia a bebê de 10 meses; cerca de 60 mil euros

2014-02-26t215107z_627512514_gm1ea2r0g1801_rtrmadp_3_soccer-championsCristiano Ronaldo não é só craque dentro das quatro linhas. Na última segunda-feira, a imprensa europeia noticiou que o português doará cerca de 60 mil euros para bancar a cirurgia de Erik Ortiz Cruz, bebê espanhol de apenas 10 meses que sofre de displasia cortical, uma anomalia nos neurônios do cortex cerebral.

Há poucos meses, Ronaldo doou uma camisa e um par de chuteiras à família de Erik, com o intuito de que as peças fossem leiloadas e, assim, custear o procedimento.

Essa não é a primeira vez que Cristiano Ronaldo demonstra tamanha solidariedade. Em 2012, o craque financiou o tratamento de um garoto que sofria de câncer.

Revista Placar

FOTO: "Sei que Dirceu é leal, transparente e verdadeiro", explica professora aposentada que doou R$ 300 a mensaleiro

 9ejlzupwn1_ngi6045rt_file 1d1quv2jvy_s5v8gw4ji_fileSe há quem duvide da origem dos R$ 971 mil que ajudaram José Dirceu a pagar sua multa no mensalão, ao menos R$ 300 dessa bolada tem origem comprovada. Esse foi o valor que Maria Auxiliadora Galhano, professora de história aposentada, doou na campanha Apoio Zé Dirceu. A explicação de Dora para a doação é simples: “Dirceu é leal, transparente e verdadeiro”.

Colaborar financeiramente com condenados pela Justiça não é uma atitude comum no Brasil. Por isso, o R7 procurou a ex-professora para entender as razões que a levaram a doar para a campanha de Dirceu.

Dora, como é conhecida, tem 69 anos, não é filiada ao PT e não se considera militante política, mas ainda assim abriu mão do valor para colaborar com o acusado.

Também não tem ligação pessoal com Dirceu, a não ser pelo fato dela ter passado a infância em Passa Quatro, Minas Gerais, cidade natal do petista, e ter acompanhado sua trajetória desde o início.

Segundo ela, o que a fez tirar R$ 300 da sua renda para ajudá-lo foi ter acompanhado o processo do mensalão desde o início e acreditar na injustiça das condenações. Mesmo sem conviver com o ex-chefe da Casa Civil, ela é incansável ao defender sua honestidade.

— Acompanhei tudo do mensalão na íntegra. Li livros e matérias a favor e contra, e sei que José Dirceu é leal, transparente e verdadeiro. Uma das pessoas mais inteligentes desse País. Tenho certeza que ele faria tudo o que fez novamente pelo idealismo, ele é profundamente verdadeiro. Foi envolvido na história porque sua inteligência incomoda.

Quando ficou sabendo da arrecadação por meio do blog do Dirceu, Dora foi fazer a doação no mesmo dia. Ela, que só vai ao banco uma vez por ano, conta com orgulho que fez questão de ir pessoalmente realizar o depósito.

Sabendo das acusações de lavagem de dinheiro que cercam o partido, ela diz que enviou o comprovante da transferência para o PT e sabe que precisa declarar o valor no Imposto de Renda.

Outros envolvidos no caso, como José Genoino e Delúbio Soares, também receberam doações para quitar suas multas, mas não contaram com o apoio de Dora. Apesar de ter ficado na torcida, ela afirma que sua situação financeira não permitiu doações naquele momento.

A ex-professora não se queixa por ter ajudado um condenado e diz que nunca teve dúvida da integridade e honestidade dos envolvidos no caso.

— A justiça nesse País é muito parcial. Com Genoino foi a mesma coisa. Ele não pegou dinheiro de ninguém, sempre manteve o mesmo padrão de vida. Até hoje está sendo injustiçado e não está em regime semiaberto por perseguição. Conheço pessoas que acham que ele desviou o dinheiro, mas eu acompanhei tudo e vi o outro lado.

Dora doou a Dirceu por convicção e acredita que é por isso que as pessoas ajudam com qualquer valor: “fiquei sabendo de gente que colaborou com R$ 12”.

Depois de doar para a campanha, a ex-professora está agora na torcida para que o processo seja reavaliado pela Comissão de Direitos Humanos. Dora acredita que, em algum momento, as supostas injustiças serão reconhecidas.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carvalho disse:

    Essa coitada vive em que planeta?
    Não sabe ela (ou pelo menos finge que não sabe) que o PT se nutre de mentira e enganação.
    Se a mentira e a enganação não existissem, o PT também não existiria.

  2. Fina Ironia disse:

    Professora doa R$ 300 para um mensaleiro? Ainda vai reclamar que ganha pouco…

Vereadora Eleika Bezerra doará salário para 5 instituições neste primeiro semestre

A professora Eleika Bezerra Guerreiro (PSDC) doará seu salário de vereadora para cinco instituições filantrópicas de Natal durante os primeiros seis meses do ano de 2014. Casa do Bem, Espaço Solidário, Casa Crescer, Coopen e Apae foram os projetos escolhidos a serem beneficiados com o subsídio da parlamentar, que é doado todos os meses desde o início do mandato.

“No ano de 2013, doei meu salário de vereadora para várias instituições. Este ano, mudamos a estratégia e decidimos beneficiar, durante seis meses, projetos contínuos em cinco instituições diferentes. A aplicação dos recursos será avaliada por nossa equipe”, explicou a parlamentar.

Na Casa do Bem, o recurso doado servirá para a criação de duas turmas de reforço escolar, beneficiando a 40 crianças. No Espaço Solidário, o dinheiro será destinado à alimentação de 30 idosos que passam o dia na instituição. Na Casa Crescer, duas turmas de reforço escolar serão beneficiadas. Na Cooperativa Educacional de Natal (COOPEN), o recurso estimulará a leitura literária, por meio de melhorias na biblioteca do lugar. O coral da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) também receberá doação durante os seis meses de 2014.

O projeto “Autores Potiguares na Escola”, criado e desenvolvido pela vereadora também receberá

Em Natal, os parlamentares municipais recebem R$ 15.019,00. Com os descontos de Imposto de Renda e INSS, o valor líquido é de R$ 11.306,56. Cinco por cento deste valor é doado para o Partido Social Democrático Cristão (PSDC), previsto no estatuto do partido.

Eleika Bezerra é professora aposentada da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e está em seu primeiro mandato como vereadora de Natal. A decisão de doar o salário foi registrada em cartório, em agosto de 2012, durante a campanha eleitoral. A atitude inédita chamou a atenção da imprensa local e nacional.

“Felizmente, minha família e eu dispomos do necessário para termos uma vida digna. Por isso, me acho no dever de abdicar do salário como vereadora para lutar por uma causa que eu dediquei toda a minha vida, a educação”, explicou a vereadora.

TRANSPARÊNCIA

A vereadora professora Eleika Bezerra (PSDC) disponibiliza, por meio do seu site (www.professoraeleika.com.br), a prestação de contas das doações de seu salário e da verba de gabinete.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nilde disse:

    Parabéns !

  2. Mauro disse:

    Parabéns à vereadora pela iniciativa. Em meio a tantas más notícias, um bom exemplo vindo da política. Que prospere e sirva aos demais.

UNIÃO FAZ A FORÇA: Após arrecadar mais que o necessário, Genoino doa R$ 30 mil para Delúbio e já atingiu 85% do valor

1402052Após arrecadar mais dinheiro que o necessário para pagar a sua multa do mensalão, o ex-presidente do PT José Genoino decidiu nesta quarta-feira (29) doar R$ 30 mil para a campanha on-line de Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido.

Em um esforço anterior ao de Delúbio, o site criado para ajudar Genoino arrecadou R$ 761 mil, mais que o necessário para pagar a multa de R$ 667,5 mil. Com a doação do colega de sigla, o ex-tesoureiro já recebeu, ao todo, mais de R$ 400 mil.

O site de Genoino recebeu cerca de R$ 94 mil a mais do que era necessário para pagar a multa, estipulada em R$ 667,5 mil pela VEP (Vara de Execuções Penais) do Distrito Federal. Por isso, eles decidiram doar parte desse dinheiro à campanha do colega. O restante será usado para cobrir despesas tributárias.

De acordo com o coordenador do setorial jurídico do PT, Marco Aurélio Carvalho, o método será replicado para as demais campanhas criadas: sempre que for arrecadado valor superior, a sobra será doada para o próximo petista a ter um site.

A expectativa é que José Dirceu seja o próximo a ter uma campanha. Segundo Carvalho, um grupo de apoiadores do ex-ministro já está organizando a página. Em seguida, será a vez de João Paulo Cunha.

O site para Delúbio já alcançou mais de 85% do valor da multa. O ex-tesoureiro tem que pagar R$ 466.888,90 até a próxima sexta-feira (31). Ele cumpre pena de seis anos e oito meses em regime semiaberto por corrupção ativa.

A página “Solidariedade a Delúbio Soares” foi criada no último dia 21, após o sucesso da campanha “Parceiros da família Genoino”.

Folha

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    Recomendo a Polícia Federal investigar a origem dessas doações. Não seria o dinheiro sujo, proviniente das mutretas de José Dirceu, Genoíno, Delúbio, Lula e os seus comparsas?

  2. Elves Alves disse:

    Tais "arrecadações" petistas nada mais são do que uma verdadeira apologia ao crime de corrupção e formação de quadrilha. O STF deveria identificar e punir exemplarmente os contribuintes e protagonistas dessa campanha de xingamento às instituições brasileiras.

  3. sandoval disse:

    AQUI O CRIME COMPENSA!

  4. Fran disse:

    Pense numa facilidade, fazer caridade com um dinheiro que é da nação…. ou seja, devolveram parte do recebido no mensalão através de "doações" que agora retornam à Nação como pagamento de multas…. brincadeiraaaaaaaaaaaaaaa!!!!

  5. andrea disse:

    É uma safadeza institucional. Bando de ladrão.

Com estoques em níveis baixos, Hemonorte convoca população para doação de sangue

Os estoques de sangue do Hemonorte encontram-se em níveis baixos, tanto no Hemocentro de Natal, quanto nos de Mossoró e Caicó. Na semana passada, em Natal, a média era de 600 bolsas de sangue por dia, sendo o total necessário para esse período de 800 bolsas/dia, número que sobe para 1.000 bolsas/dia, durante a realização de grandes eventos.

Segundo a diretora do Hemonorte, Linete Rocha, os estoques estão baixos devido ao período de férias e veraneio, quando muitos dos doadores deixam de comparecer aos hemocentros. Ao mesmo tempo, durante o período de festas de fim de ano, houve, como de costume, um aumento da demanda por sangue.

Diante desse quadro, Linete Rocha, faz um apelo à população, chamando a atenção para a importância da doação: “doar sangue é um compromisso social e, antes de tudo, um ato de amor, porque permite àqueles que precisam de sangue manterem-se vivos”.

Requisitos básicos para doar sangue:

Estar bem de saúde;

Ter entre 16 e 69 anos – jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização dos pais e/ou responsáveis legais;

Pesar no mínimo 50 Kg;

Não estar em jejum. Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação;

Portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho certificado de reservista ou carteira do conselho profissional).

Locais para doação de sangue em Natal:

Sede – Avenida Alexandrino de Alencar, 1.800, Tirol, de segunda-feira a sábado, das 7h às 18h;

Unidade Móvel – Centro, em frente à Catedral Metropolitana, segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h;

Posto de Coleta da Zona Norte – Centro Cultural de Natal. Avenida João Medeiros Filho, Potengi, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h, e no sábado, das 8h às 12h.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcus disse:

    Convoca,mas a gente chega lã leva um chá de cadeira!
    Os funcionários pensam que estão fazendo um favor para quem vai doar.Pode fazer uma pesquisa q isso é facilmente comprovado!
    Por isso tão difícil encontrar doador!!

Fundação de Bill Gates concede US$ 100 mil a três pesquisadores brasileiros

Um projeto para acelerar a produção de medicamentos para parasitoses ainda comuns no Brasil e na África e dois para facilitar o plantio com técnicas de baixo custo receberão financiamento da fundação do bilionário Bill Gates, da Microsoft.

Cada um dos três pesquisadores brasileiros responsáveis pelos planos vai ganhar um patrocínio de US$ 100 mil (R$ 219 mil) que pode ser estendido a US$ 1 milhão (R$ 2,19 milhões) se a execução da ideia for bem-sucedida.

A indicação deles será anunciada em uma conferência promovida pela Fundação Bill e Melinda Gates, que começa hoje no Rio.

O encontro, realizado pela primeira vez no país, vai até quarta (30) e promete reunir mais de 600 pesquisadores já contemplados com o apoio financeiro dos programas batizados de Grand Challenges (grandes desafios), criados pela organização de Gates.

De 2.700 inscritos, 80 foram selecionados, entre eles o farmacêutico carioca Floriano Paes Silva Júnior, o engenheiro agrônomo paulista Mateus Marrafon e o engenheiro mecânico mineiro Ricardo Capúcio de Resende.

13299248“O projeto vai ajudar na produção de medicamentos para doenças causadas por parasitas, como esquistossomose e filariose”, disse Silva Júnior, 35, que trabalha na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio.

O farmacêutico propôs o desenvolvimento de um software capaz de interpretar imagens de parasitas feitas com microscópio para avaliar quais medicamentos já existentes podem ser úteis para combatê-los. Essa análise automatizada da reação do parasita à substância poderia ajudar até a dizer qual será a dose ideal para matá-lo.

Até agora, essa avaliação se dá por meio da observação e da interpretação, feitas por um pesquisador, das características do causador da doença, o que leva a conclusões nem sempre consistentes. “Hoje o método é manual e subjetivo”, disse Silva Júnior.

Mateus Marrafon, 29, pesquisador do Instituto Kairós, desenvolveu protótipos de uma fita biodegradável que envolve as sementes selecionadas para uma determinada plantação. Dentro da fita, que é enterrada no solo, as sementes são distribuídas de acordo com o espaçamento ideal para o crescimento.

“As máquinas agrícolas que distribuem sementes com o espaçamento adequado são caras. A fita é uma opção de baixo custo que vai ajudar o pequeno agricultor”, disse Marrafon, que começou a pensar no projeto em 2006, quando estava na faculdade.

“Tentei de todas as formas buscar parceiros para desenvolver meu projeto, mas não consegui. Foi preciso recorrer a uma instituição de fora do Brasil para levar minha ideia adiante.”

Ricardo Resende, 47, da Universidade Federal de Viçosa, também pensou em uma ferramenta que ajudasse no plantio. Projetou uma máquina com duas rodas, capaz de criar buracos no solo e, simultaneamente, lançar sementes. Seria a opção artesanal às semeadoras automatizadas usadas em grandes propriedades.

“É como um carrinho de mão que pode ser usado inclusive pelas mulheres, uma ferramenta ideal para a agricultura familiar.”

A Fundação Bill e Melinda Gates também firmou parceria com o governo brasileiro. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, deve ir hoje à abertura da conferência para formalizar um acordo entre a Fiocruz e a instituição americana para a produção de um vacina dupla viral contra sarampo e rubéola.

Segundo a fundação, a vacina deverá ser exportada para países africanos.

Folha

Após sofrer AVC, executivo brasileiro não consegue parar de doar dinheiro

Ele chefiou durante muitos anos o departamento de pessoal de uma grande cadeia nacional de lojas, reconhecido como funcionário exemplar em todos os sentidos. Até que um derrame cerebral o deixou entre a vida e a morte. Logo após sua alta, o executivo recifence, há 30 anos morando no Rio, começou a doar compulsivamente dinheiro e alimentos a quem via pela frente, desenvolvendo o que os médicos chamam de generosidade patológica. O quadro foi descrito por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Instituto D’Or de Pesquisa, num artigo publicado na edição de agosto da revista científica “Neurocase”.

– A generosidade causou prejuízos financeiros substanciais à família, a ponto de passarem a depender da ajuda da mãe do paciente, com a perda definitiva da capacidade de prover o sustento da família – conta o neurologista Ricardo de Oliveira, um dos médicos que analisou o paciente, morto em 1999, aos 49 anos, dez anos depois do derrame.

Segundo o médico, a hemorragia destruiu uma região do cérebro relacionada à tomada de decisão, à recompensa e à punição.

– Ao contrário das pessoas que passam por experiências de quase-morte, nosso paciente tornou-se generoso de um jeito inconsequente, causando sofrimento e danos materiais a sua família. Pacientes que enfrentam a experiência de quase-morte não se tornam inconsequentes, muito ao contrário – diz o pesquisador.

O neurologista Jorge Moll Neto, que também participou do estudo, explica que o executico sentia prazer em doar:

– A região subcortical regula o comportamento e o sistema de recompensa. O paciente sofreu uma mudança de comportamento muito radical, a ponto de afetar sua funcionalidade, por isso, é patológico. Ele arruinou as próprias finanças e se tornou incapaz de se sustentar – diz o neurocientista e presidente do Instituto D’Or.

Oliveira atendeu o executivo pela primeira vez em abril de 1990, ao Hospital Gaffrée e Guinle:

– Ele veio encaminhado por um dos meus professores da faculdade de medicina. Quando o vi pela primeira vez, já havia transposto a fase aguda da hemorragia cerebral que o acometera um ano antes, em maio de 1989, complicação da hipertensão arterial de vários anos.

Quando perguntado pelos pesquisadores se queria voltar ao trabalho, ele teria dito que já tinha trabalhado o suficiente e que era hora de “aproveitar a vida, que é muito curta”. O homem disse aos médicos que estava ciente das mudanças em seu comportamento e alegou que havia visto “a morte de perto” e queria “ser alto astral” a partir de então.

Em entrevista ao jornal “Huffington Post“, o neurologista Larry Goldstein, diretor do centro de estudos da Universidade de Duke, disse não é incomum observar mudanças de personalidade após a ocorrência de derrames:

– Mas este caso em particular é aparentemente novo. O acidente vascular cerebral (derrame) causar uma variedade de alterações neuropsicológicas e comportamentais – disse, acrescentando que os danos cerebrais causados ​​pela baixa oferta de oxigênio pode levar a mudanças emocionais, sendo a depressão a mais comum.

O interesse dos especialistas no caso, publicado apenas agora, é desvendar o que incentivou o comportamento filantrópico do executivo. Essa informação poderia ajudar a descobrir quais áreas são responsáveis pelo “delicado equilíbrio entre altruísmo e egoísmo, que consiste em um dos pilares da tomada de decisões”.

O Globo