Administradora de aeroporto em Mato Grosso diz que havia fumaça no momento do pouso de avião com Bolsonaro, arremetido por baixa visibilidade

Fotos: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta sexta-feira (18) que o avião em que ele estava teve de arremeter ao chegar a Sinop, em Mato Grosso, pois a visibilidade “não estava muito boa”. O Pantanal enfrenta uma onda recorde de incêndios, e a fumaça das queimadas já chegou a outras regiões do país.

“Hoje quando o avião foi aterrissar, ele arremeteu. Foi a 2ª vez na minha vida que acontece isso, uma vez foi no Rio de Janeiro, e, obviamente, algo anormal está acontecendo, no caso é que a visibilidade não estava muito boa.”

Segundo a administradora do aeroporto de Sinop, havia fumaça no momento do pouso, e o piloto não tinha 100% de visibilidade da pista.

A manobra de arremeter ocorre quando o piloto decide subir novamente com o avião quando a aeronave já está em operação de pouso, em direção ao solo.

A aterrissagem da comitiva, que levava ainda os ministros da Defesa, Augusto Heleno, da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, ocorreu normalmente na segunda tentativa.

Visita a Mato Grosso

Nesta sexta, no discurso a representantes do agronegócio no estado, Bolsonaro disse que há “alguns focos de incêndio pelo Brasil” e que isso acontece ao longo dos anos.

“Temos sofrido uma crítica muito grande. Porque, obviamente, quanto mais nos atacarem, mais interessa aos nossos concorrentes, para o que temos de melhor, que é o nosso agronegócio”, disse.

Em referência às críticas de outros países sobre as queimadas no Brasil, Bolsonaro rebateu.

“Países outros que nos criticam não têm problema de queimada, porque já queimaram tudo nos seus países”.

Depois do pronunciamento em Sinop, Bolsonaro seguiu de carro para Sorriso. De acordo com o cerimonial da Prefeitura de Sorriso, ele seguiria de helicóptero para a cidade. A assessoria do presidente, no entanto, não disse o motivo da mudança e negou que tenha sido por causa da fumaça. A distância entre as duas cidades é de 84 km. A viagem durou cerca de 1 hora.

Na cidade, ele entregou títulos rurais e em discurso voltado aos produtores do estado, voltou a criticar o isolamento social apontado por cientistas e médicos como uma das formas mais eficientes de conter o avanço do coronavírus. O Brasil é um dos países com maior número de infectados no mundo – 4,4 milhões – e soma mais de 135 mil mortes pela doença.

“Esse estado [Mato Grosso], um dos maiores de extensão, a sua vocação é o agro, cada dia, cada mês e ano estamos tendo prova disso. Vocês não pararam durante a pandemia,. Vocês não entraram na conversinha mole de fica em casa e a economia a gente vê depois. Isso é para os fracos’, afirmou.

Política ambiental

Nesta semana, oito países europeus enviaram uma carta ao vice-presidente da República, Hamilton Mourão, em que dizem que o aumento do desmatamento dificulta a compra de produtos brasileiros por consumidores do continente.

A declaração de Bolsonaro em defesa das políticas ambientais do país ocorre ainda um dia depois dele afirmar o país é um exemplo em preservação do meio ambiente. Nesta quinta-feira, em evento na Paraíba, Bolsonaro disse que “o país está de parabéns”.

“O Brasil é o país que mais preserva o meio ambiente. E alguns não entendem como é o país que mais sofre ataques vindo de fora no tocante ao seu meio ambiente. O Brasil está de parabéns da maneira como preserva esse seu meio ambiente”, declarou.

Com G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ciro Espítama disse:

    Isso é mentira! Como pode ter fumaça se não tem queimadas no Pantanal?

  2. Apir Pertinente disse:

    Será que com esse susto Bolsonaro vai dar importância às queimadas?
    Tomara!

  3. Pedro disse:

    Melhor se tivesse não emitido opiniao, escalados são uns poetas, falando se assemelham a ratos. Nove dedos parece com um.

  4. Jk disse:

    Vendo de perto o desastre ambiental que tá patrocinando!

    • Manoel disse:

      Quem patrocina são vcs esquerdopatas que estão botando fogo criminoso no Brasil pra culpar o presidente, a seca no nordeste deve ser culpa dele como foram os incêndios na Califórnia, na Austrália na África, em Portugal, tudo culpa de Bolsonaro, daqui a pouco ele é culpado por fazer calor em Mossoró

Bolsonaro diz que seu avião teve problema ao pousar em Mato Grosso: “É a segunda vez que acontece na minha vida”

Foto: TV Brasil / Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro contou nesta sexta-feira (18) que a aeronave presidencial teve problemas ao chegar ao Estado de Mato Grosso. “Aqui, quando nosso avião foi pousar hoje, ele arremeteu. É a segunda vez que acontece na minha vida. A outra foi no Rio de Janeiro. E obviamente sempre é algo anormal. No caso, é que a visibilidade não estava muito boa. Para nossa felicidade, na segunda vez, conseguimos pousar.”

Bolsonaro não fez a ligação de que a visibilidade ruim pode ser consequência das queimadas na região do Pantanal e da Amazônia, mas emendou o tema na sequência. “Estamos vendo alguns focos de incêndio acontecendo pelo Brasil. Isso acontece ao longo de anos. E temos sofrido um crítica muito grande. Obviamente, quanto mais nos atacarem mais interessa aos nossos concorrentes, contra aquilo que nós temos de melhor, que é o nosso agronegócio”, afirmou. “Países que nos criticam não têm problema de queimada porque já queimaram tudo que tinham.”

O presidente Jair Bolsonaro esteve na manhã desta sexta-feira (18) nos municípios de Sinop e Sorriso, ambos no Mato Grosso,

Os dois municípios são importantes produtores de soja no país e sofrem com as queimadas tanto na região do Pantanal, no sul do Estado, quanto na região Amazônica, na divisa norte.

Em uma plateia de representantes do agronegócio, Bolsonaro falou ainda ser contrário ao aumento das terras a grupos indígenas.

Também no evento, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, anunciou novas obras no Mato Grosso, como a entrega de ferrovias como Ferrogrão, que liga o Estado a Goiás, e a Ferronorte, e a duplicação da rodovia que liga Rondonópolis a Cuiabá.

Governador vaiado

O governo do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), vaiado quando começou a falar, afirmou que assumiu um estado “quebrado”. “Não é com medo de vaias e medo daqueles que não compreendem a realidade. Centenas de obras nesse Estado foram paralisadas. Hoje nós temos mais de mil quilômetros de rodovias sendo asfaltadas. Retomamos grande parte das obras paralisadas.”

Mendes ressaltou que seu governo não tem nenhum caso de corrupção, assim como no governo do presidente Bolsonaro.

Do início do ano até o último dia 16, o aumento das queimadas no Pantanal foi de 208%, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Ao menos 2,9 milhões de hectares do bioma já foram destruídos pelo fogo, ou seja, 19% da área total.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. riva disse:

    ​Defesa das drogas, aborto, convulsão social, destruição da família, a mentira como verdade e zombam das crenças; afinal de contas, qual a virtude do esquerdismo? Lula é o embusteiro por excelência da fina flor do esquerdismo que vive de forma capitalista e desonesta, todavia, caga comunismo como virtude. Sem falar do esquerdismo escravo, liso e pedante da marijuana.

  2. Micheque disse:

    Fumaça inventada pela Globo para derrubar o presidente, são os PTralhas que colocam pó no avião do Mito. "O Brasil está de parabéns, da maneira como preserva esse seu meio ambiente." #SQN

  3. Jailson disse:

    Será q a carga de cocaína estava muito pesada?
    O militar preso pela polícia espanhola ainda continua recebendo salário como militar! Pq será?

  4. Entregador De Pizza disse:

    Qualquer pessoa e máquina que esteja ao lado desse miliciano, vai dar pane.

  5. Edison Cunha disse:

    Porque tanto ódio no coração daqueles que dizem combater o ódio e a intolerância?

  6. Carlos Henrique Chal disse:

    Será que não tinha novamente, alguma carga estranha ?

  7. Papo_Reto disse:

    Que pena.

    • André disse:

      rapaz , com certeza vc é daqueles que não acreditam em Deus, não voto no Lula de jeito nenhum mas jamais desejaria sua morte , não misturo política com ódio, não conheço ele pessoalmente, mas politicamente o que tenho a fazer é não votar nele , quem julga a vida dele é Deus, só Deus, agora desejar a morte de um ser humano é pq com certeza vc não acredita em Deus.

      obs: não votei nesse presidente.

    • paulo disse:

      São as ratazanas ptrlhas sem as sinecuras e a lei Rouanet, vão trabalhar VAGABUNDOS. Esse meliantes não respeitam nem os correligionários, vejam o que aconteceu com Toninho do pt e Celso Daniel.

VÍDEO: Veja imagens de acidente que matou paraquedista militar no RJ

Um soldado paraquedista da Brigada Militar de Infantaria morreu na manhã desse sábado (20), após um acidente durante exercício perto da Base Aérea do Campo dos Afonsos, em Realengo, Zona Oeste do Rio.

A vítima, Pedro Lucas Ferreira Chaves, primeiro ficou preso em uma aeronave modelo C-105 Amazonas. Depois, quando se soltou, seu paraquedas não abriu corretamente e o soldado sofreu graves ferimentos ao cair.

O momento foi registrado nesse vídeo, postado no YouTube. Confira:

Em nota, o Comando Militar do Leste informou que foi instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias em que ocorreu o acidente.

Confira a íntegra do texto:

“A Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste informa que na manhã deste sábado, dia 20 de junho de 2020, lamentavelmente ocorreu um acidente fatal durante o lançamento de paraquedistas na Base Aérea dos Afonsos.

Durante o salto, o soldado Pedro Lucas Ferreira Chaves ficou preso à aeronave e, após os procedimentos de emergência, a abertura do paraquedas do militar não ocorreu adequadamente.

O soldado Chaves sofreu ferimentos graves por ocasião de sua chegada ao solo, recebendo, de imediato, os primeiros socorros por parte da equipe médica local. Foi conduzido, na sequência, ao Hospital Geral do Rio de Janeiro (HGeRJ), na Vila Militar, onde foi atendido, mas infelizmente foi a óbito.

Foi instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias em que ocorreu o acidente. Está sendo prestado todo o apoio psicológico e religioso à família do militar.

Os integrantes do Comando Militar do Leste e da Brigada de Infantaria Pára-quedista sentem-se consternados pela perda e rogam a Deus pelo conforto da família enlutada.”

Metrópoles

Animação mostra como coronavírus se espalha rapidamente dentro de avião

Como a Covid-19 se espalha dentro de um avião (Foto: Reprodução)

Enquanto o mundo espera ansiosamente voltar à normalidade, as empresas aéreas aguardam o fim da pandemia do coronavírus para colocar seus aviões no ar, mas isso pode demorar um pouco mais. Um pequeno vídeo publicado pelo jornal DailyMail mostra como a Covid-19 pode se espalhar rapidamente entre os passsageiros quando apenas uma pessoa infectada estiver no voo.

A Universidade Purdue, nos Estados Unidos, criou uma simulação que mostra que se uma pessoa contaminada pelo novo vírus tossir sem estar usando máscara, o o coronavírus pode se espalhar por toda a cabine e todos podem ficar doentes. A sequência explica que as pequenas gotas de saliva (em roxo) cheias do vírus atinge rapidamente as pessoas mais próximas e sepois segue para as outras dentro da aeronave.

A simulação é baseada em vírus aéreos que permanecem no ar e os cientistas ainda não têm certeza se o SARS-CoV-2, o vírus que causa a Covid-19, se encaixa nessa categoria. Os cientistas fizeram a simulação para estudar a transmissão de doenças infecciosas em aviões para ajudar a informar os sistemas de ventilação ideais e seguros.

“Doenças infecciosas, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e gripe aviária, podem causar perturbações sociais e econômicas significativas. O modelo foi baseado na suposição de que o vírus SARS de 2003 era uma doença transmitida pelo ar. Isso significa que os germes da respiração, espirro ou tosse de uma pessoa podem permanecer no ar e viajar porque as gotículas são muito pequenas”, comenta o pesquisador Qingyan Chen.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a Covid-19 é transmitida principalmente por meio de gotículas que viajam distâncias curtas antes de cair no chão, motivo pelo qual o distanciamento social impede a expansão.

O ar condicionado dentro dos aviões pode ajudar a impulsionar um vírus, já que o espaço é confinado e não tem janelas.

Globo, via Marie Claire

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Papa Jerry Moon disse:

    Tem paraquedas?

  2. Amadeu disse:

    Por que Bolsonaro insiste em dizer que não foi contaminado pelo Covid, se veio no mesmo avião e ao menos 20 pessoas da comitiva contrairam o vírus?????

    • Marcelo Barbosa disse:

      Não distorça as palavras dele. É um direito dele.
      Só isso.
      Ele, nós e você, acredito que temos mais com que se preocupar.
      Vamos ajudar o País a sair desse buraxo/crise/pandemia.
      Pense nisso.

  3. Ewerton disse:

    Fonte 100% confiavel. Pela ilustração perfeita, estamos perdidos.

Para evitar doenças como o coronavírus, saiba como desinfetar seu lugar no avião

Foto: Alyssa Schukar / The New York Times

Quando um vídeo de Naomi Campbell limpando o assento do avião e usando máscara e luvas foi compartilhado on-line no ano passado, ele chamou a atenção porque seu comportamento parecia exagerado. (“Limpe tudo o que tocar”, diz Naomi no vídeo.)

As principais companhias aéreas, incluindo a Delta Air Lines e a American Airlines, afirmam que limpam seus aviões em graus variados entre os voos, e que a higienização das cabines é uma prioridade. Mas alguns viajantes, incluindo aparentemente Naomi, preferem o conforto de saber que também tomaram medidas próprias para higienizar seu espaço no avião.

Houve uma atenção crescente a isso nas últimas semanas, com a disseminação perturbadora do novo coronavírus em todo o mundo.

– O avião e a poltrona são espaços públicos, e sabemos que os germes podem viver nas superfícies por um longo tempo. Portanto, não faz mal limpá-los – afirma Aaron Milstone, epidemiologista do Hospital Johns Hopkins, em Baltimore, nos Estados Unidos.

Aqui estão algumas dicas para limpar seu espaço no avião e manter-se saudável num voo.

Mantenha as mãos limpas e pare de tocar seu rosto

– Limpar superfícies num avião não vai doer, desde que não lhe dê uma falsa sensação de segurança – explica Andrew Mehle, professor associado de microbiologia médica e imunologia da Universidade de Wisconsin Madison, enfatizando que a higienização de seu espaço no avião deve ser feita em conjunto com a lavagem das mãos e outras práticas recomendadas.

As partículas virais, o veículo de transmissão do coronavírus, devem viajar dentro do muco ou da saliva e entrar por olhos, nariz ou boca. Enquanto o coronavírus pode durar em superfícies como bandejas, monitores touch screen, maçanetas e torneiras – um estudo descobriu que outros coronavírus, como SARS e MERS permanecem em metal, vidro e plástico por até nove dias -, um desinfetante numa superfície dura, ou sabão enquanto lava as mãos, mata o vírus.

No entanto, a maioria das pessoas tende a tocar o rosto com mais frequência do que imagina. Fazer isso depois de tocar uma superfície atingida por gotas provenientes de espirros e tosses pode levar o vírus a ser transmitido.

Antes de mais nada: lave as mãos

– É muito importante pensar onde suas mãos estiveram e lavá-las sempre – diz Mehle.

Lave as mãos com água e sabão por 20 segundos ou tempo suficiente para cantar “Parabéns a você” duas vezes e, se isso não for possível, use uma quantidade generosa de desinfetante para as mãos.

Escolha um assento na janela

Um estudo da Universidade Emory, em Atlanta, descobriu que, durante a temporada de gripe, o lugar mais seguro para se sentar num avião é por uma janela. Os pesquisadores estudaram passageiros e tripulantes em dez voos de três a cinco horas e observaram que as pessoas sentadas nos assentos das janelas tinham menos contato com pessoas potencialmente doentes.

– Reserve um assento na janela, tente não se mexer durante o voo, mantenha-se hidratado e mantenha as mãos afastadas do rosto – orienta Vicki Stover Hertzberg, professor de bioestatística e bioinformática da Escola de Saúde Pública Rollins da Universidade Emory e um dos os principais pesquisadores do estudo. – Seja vigilante com a sua higiene das mãos.

Desinfetar superfícies duras

Quando chegar ao assento e as mãos estiverem limpas, use lenços desinfetantes para limpar as superfícies duras do assento, como o apoio de cabeça e braço, a fivela do cinto de segurança, o controle remoto, a tela, o bolso traseiro do banco e a mesa da bandeja. Se o assento for duro e não poroso ou de couro (natural ou sintético), você também pode limpar isso. Usar toalhas umedecidas em assentos estofados pode levar a um assento úmido e à propagação de germes em vez de matá-los.

– Não é ruim limpar a área ao seu redor, mas vale lembrar que o coronavírus não vai pular do assento e entrar em sua boca – explica Milstone. – As pessoas devem ter mais cuidado ao tocar em algo sujo do que colocar as mãos no rosto.

Os lenços umedecidos desinfetantes costumam dizer na embalagem quanto tempo uma superfície precisa permanecer úmida para que funcionem. Esse tempo pode variar de 30 segundos a alguns minutos. Para que eles funcionem, é necessário seguir esses requisitos de tempo.

Hertzberg acrescenta que, se houver uma tela sensível ao toque, use um lenço de papel ao tocar na tela. O uso de uma toalha ou lenço de papel garante uma barreira entre uma superfície que pode ter gotículas e as mãos, o que provavelmente chegará ao seu rosto.

– Alguém que está doente e tossindo pode ter tocado a porta e a torneira. Portanto, use lenços umedecidos no banheiro, toalhas de papel para abrir a porta e fechar a torneira, depois jogue no lixo na saída – diz Bernard Camins, diretor médico de prevenção de infecções do sistema de saúde do Hospital Mount Sinai, em Nova York.

O Globo

Piloto é resgatado no litoral norte potiguar após ejetar em avião da FAB

Um piloto da FAB foi resgatado em alto mar, no litoral norte potiguar, na tarde desta terça-feira(03). A ocorrência se deu após ele ter sido ejetado da aeronave. Até a publicação desse post, não se tem informação da ação que resultou no ocorrido.

Informações preliminares dão conta que o piloto, que estava na aeronave com mais um segundo piloto, sobreviveu e foi resgatado inicialmente por uma pequena embarcação, e depois por uma equipe da Força Aérea em helicóptero.

A aeronave não teria caído e retornado à base com o outro piloto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Filhão do táxi disse:

    Acho que ele queria comprar peixe barato antes que os paquetes chegasse na costa da Redinha kkkk

  2. Filhão do táxi disse:

    Acho que ele queria comprar peixe barato antes que os paquetes chegasse na costa da Redinha kkkk

  3. GUILHERME disse:

    Ele pulou pois queria ver bbb

  4. Danilo disse:

    Era um soldado dúvido se não era 😂😂😂😂😂

  5. Evandro Batista disse:

    Procura se informar antes de dar a notícia, não caiu nenhum.

  6. Andinho disse:

    Dizem que o piloto estava ouvindo Jojó Todinho, Pablo Vitar e Anita, aí o copiloto ficou puto e achou melhor pular.

  7. Alexis disse:

    Piloto quis dar um mergulho

  8. Cadu disse:

    Foi ejetado pq soltou pum na cabina…

  9. Dudu disse:

    fala sério !!! Ele foi ejetado pq brigou com o outro? Ou ele estava testando o aparelho de ejeção?

  10. Que vê... disse:

    Quevê aparecer um botando culpa no pobi do BolsadeNalho.

  11. Antonio Barbosa Santos disse:

    O avião não caiu? E esse piloto saltou pq? Chegou na parada que ele desce é?

Pouco antes de pousar em Natal, avião da Gol desvia rota e vai para João Pessoa, destaca reportagem

Um voo da Gol que partiu de São Paulo com direção a Natal arremeteu ao se aproximar do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, e decidiu pousar em João Pessoa (PB). O caso aconteceu na madrugada desta segunda-feira (2) e foi confirmado ao Agora RN pela Inframérica, concessionária do terminal potiguar. O mau tempo pode ter sido uma das causas do incidente. Leia matéria na íntegra aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos araujo disse:

    O aeroporto ja a algum tempo é em São Gonçalo do Amarante.não chorem.aceitem.outras conquistas virao para São Gonçalo.preparem-se para o futuro

  2. nasto disse:

    O Aeroporto de PARNAMIRIM tem capacidade de atender o RN por no mínimo dez anos. Mudaram para S. Gonçalo por sacanagem de políticos com interesse próprio, que todos sabem quais foram. Antes da mudança o Governador Garibaldi havia gasto muito dinheiro na reforma.
    Os voos domésticos poderiam voltar para Parnamirim.

  3. Antonio Turci disse:

    Realmente os serviços prestados pelas empresas aéreas brasileiras são da pior qualidade. Falo com propriedade par ter conhecido, entre outras, a Panair do Brasil, a Varig, a Real Aerovias, a VASP. A TAM, hoje LATAM, no início, tinha um serviço de muito boa qualidade. A GOL, infelizmente, já nasceu um Lixo.

  4. Teotônio disse:

    No sábado a GOL disse a alguns passageiros que embarcavam de Fortaleza para Natal às 19 horas que o vôo tinha "sido transferido por problemas técnicos" para 23:30 min. Porém às 19 horas saiu o vôo da GOL de Fortaleza para Natal e depois saiu outro de Fortaleza para Natal às 23:30 min.
    Situação documentada que evidencia OVER BOOK da empresa.
    As companhias aéreas no Brasil estão prestando um serviço de ruim a muito ruim em quase todas suas rotas. Lamentável! Parece que tudo saiu do controle depois do tsunami dos governos corruptos

  5. Chile disse:

    KKKKKKKKK o piloto visualizou as gangues se preparando para os assaltos no caminho do aeroporto e para preservar seu passageiros arremeteu e foi para João Pessoa. Esse aeroporto vai fechar, virou um elefante branco junto com o Arena das Dunas.

    • frank disse:

      pois é, esse aeroporto foi pura politicagem, como se troca um aeroporto proximo de tudo , com acesso fácil por um que fica lá nas brenhas ? incrível isso , a população deveria fazer movimentos para que voltasse o aeroporto pra lugar onde ele era.

Apenas ministros titulares podem utilizar avião da FAB, diz Bolsonaro

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira(6) que apenas os ministros titulares do governo poderão utilizar as aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). “Suplente, ministro interino, não usa avião, a não ser que tenha uma coisa gravíssima para resolver e, assim mesmo, vai ter que chegar no meu conhecimento”, disse ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quinta-feira.

A decisão veio depois que o ex-secretário executivo da Casa Civil, Vicente Santini, usou um avião da FAB para ir de Davos, na Suíça, onde participou do Fórum Econômico Mundial, para Nova Delhi, durante visita de Bolsonaro à Índia. Na ocasião, Santini substituía o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no cargo. Ao retornar ao Brasil, o presidente exonerou o secretário.

De acordo com o presidente, entretanto, não haverá mudança nas normas que tratam do uso das aeronaves oficiais. “Vale a conscientização”, disse ele, destacando que várias vezes a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e mesmo o ministro da Economia, Paulo Guedes, já viajaram em companhias aéreas comerciais para fora do país.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Esse realmente só dá orgulho a Nação Brasileira.
    Parabéns Presidente Jair Messias bolsonaro.
    Enquanto isso teve um que levava até a amante no aerolulamotel. E ainda quer que o respeitem.
    JMB 2022 2026 2030 2034 2038 2042 ………….

  2. TIAGO disse:

    EU VOTEI E VOTO NESSE CARA, DÁ LHE MITO.

  3. PAULO disse:

    BG
    Tem que se acabar de uma vêz por toda essa FARRA com o dinheiro público, arrancado do Cidadão para financiar vagabundos fazendo turismo e politica nos estados, enquanto os hospitais se encontram sem nada para atender a população. O presidente deveria determinar leilão de 90% da frota de aviões que geram um custo altíssimo.

  4. Sidney disse:

    Arrochaaaaaaaaaa presidente ,😂😂😂😂😂😂😂😂.

FOTO: Avião sai da pista e se parte em dois após pouso em Istambul, na Turquia

Foto: (Reprodução/Twitter / Ansa – Brasil)

Um avião partiu em dois depois de sair da pista ao aterrissar nesta quarta-feira em Istambul, informou a imprensa turca, que não relatou vítimas neste primeiro momento.

A fuselagem da aeronave, da companhia privada Pegasus, partiu em dois e pegou fogo depois de sair da pista do aeroporto internacional Sabiha Gökçen, escorregadia em razão da forte chuva que cai em Istambul, segundo imagens transmitidas pelo canal CNN-Türk.

A mídia turca evocou um número indeterminado de feridos, mas o ministro dos Transportes, Cahit Turhan, citado pela televisão estatal TRT, disse que ninguém morreu no acidente.

A aeronave transportava 177 passageiros e seis tripulantes, segundo o ministro.

O avião, vindo da cidade de Izmir, no oeste da Turquia, provavelmente deixou a pista devido à forte chuva que cai na maior cidade do país.

Imagens transmitidas pela imprensa turca mostram pessoas no gramado ao redor do avião.

O incêndio que começou após o acidente foi controlado pelos bombeiros, informou a agência de notícias estatal Anadolu.

O aeroporto Sabiha Gökçen foi fechado para voos e todas as aeronaves redirecionadas para o aeroporto internacional de Istambul, localizado no lado europeu da capital econômica da Turquia.

Zero Hora, com AFP

Passageiro brinca que tem coronavírus e avião faz viagem de 1.600 km de volta ao Canadá

Foto: Daniel Slim/AFP

Um avião da WestJet que partia de Toronto, no Canadá, para Montego Bay, na Jamaica, foi forçado a dar a volta após um homem declarar que havia contraído o coronavírus. O piloto fez uma viagem de mais de 1.600 km para voltar à origem.

O passageiro disse que tinha feito uma viagem recente à China, segundo reportagem do site Business Insider. Assim que James Potok, 28, falou que tinha contraído a doença em voz alta, a tripulação do avião imediatamente tomou todas as precauções necessárias.

Ao chegar da viagem de retorno a Toronto, Potok foi examinado e foi constatado que ele não tinha sintomas da doença. O canadense foi acusado de crime contra a propriedade e vai responder à Justiça.

Segundo informações do site FlightRadar24, o avião iniciou o retorno próximo a Jacksonville, na Florida, após duas horas de voo.

A polícia do Canadá divulgou um comunicado na segunda-feira (3) anunciando que Potok informou no meio do voo que havia contraído um vírus mortal, “que matou, ao menos, 426 pessoas, e contaminou mais de 20 mil pessoas”.

A WestJet divulgou um comunicado pedindo desculpas pelo ocorrido, mas informou que a tripulação apenas seguiu os procedimentos corretos relacionados a casos de doenças infecciosas. O homem foi isolado no voo e o piloto decidiu cancelar a rota.

Para atender os cerca de 200 passageiros do avião, outro voo foi disponibilizado pela companhia para a Jamaica, segundo informou a AFP.

O Canadá registrou cinco casos de coronavirus, três em Toronto e dois em Vancouver. Pelo menos, 62 voos no Canadá com destino a China foram cancelados.

F5 – Folha de SP

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Barbosa disse:

    Imbecil. Brincadeira tem hora e lugar.
    Vai se ferrar

  2. Silva disse:

    Que fdp !!! Kkkkkkk

Mais uma fake news de queda de avião em Natal

Foto: Reprodução

Não tem jeito. Todo ano, espalha-se o boato de um acidente em aéreo em Natal e região. A temida queda de avião, mais uma vez, não se confirma. Enquanto isso, nas redes sociais, como de costume, pessoas assustadas tentam entender a “nova informação” após um vídeo de registro, com direito a “narração”, de chamas na área do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana. Como consequência, o desconhecimento seguido de boato foi compartilhado em massa.

Na imagem que circula nas redes sociais, especialmente, no Whatsapp, registra-se um suposto acidente aéreo nas imediações do aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante. A grade fumaça com chamas, nada mais foi, que um treinamento de rotina da equipe de brigada de combate a incêndio do aeroporto.

Fonte dos EUA diz que míssil do Irã pode ter abatido acidentalmente avião ucraniano com 176

Foto: AKBAR TAVAKOLI / AFP

Dois dias depois da queda do avião da Ukraine International perto de aeroporto internacional de Teerã, que deixou 176 mortos, autoridades do governo dos EUA disseram acreditar que a aeronave tenha sido abatida pelo sistema antiaéreo iraniano. Sem se identificar, um funcionário afirmou que foram identificados dois lançamentos de mísseis perto do horário em que o Boeing 737-800 caiu, seguidos por evidências de uma explosão.

Eles também acreditam que se tratou de um lançamento acidental. As informações foram reveladas pela imprensa americana e pela agência Reuters, mas ainda não confirmadas oficialmente pelo governo. Ao comentar a informação, o presidente Donald Trump disse a jornalistas que “alguém pode ter cometido um erro”, e disse ter suspeitas de que “algo muito terrível pode ter acontecido”.

Mais cedo, o governo da Ucrânia dissera que investiga quatro cenários para a queda do avião ucraniano,incluindo um atentado terrorista e que a aeronave tenha sido atingida acidentalmente por um míssil de defesa antiaérea. Kiev disse que quer fazer buscas no local da queda para verificar se há destroços de um míssil russo usado pelos militares do Irã. As outras hipóteses são uma explosão do motor ou uma colisão.

Uma equipe de especialistas ucranianos chegou a Teerã antes do amanhecer para participar da investigação da queda, que matou todas as 176 pessoas a bordo.

Nesta quinta-feira, a Organização da Aviação Civil (OAC) iraniana disse que o avião fez meia-volta para retornar ao aeroporto devido a um problema. “O avião desapareceu dos radares no momento em que atingiu uma altitude de 2.400 metros. O piloto não transmitiu nenhuma mensagem de rádio sobre circunstâncias incomuns”, disse a OAC no primeiro relatório da investigação preliminar do acidente. “De acordo com testemunhas oculares, houve um incêndio no avião que se tornou mais intenso.”

O chefe da organização, Ali Abedzadeh, considerou “ser impossível” o avião ter sido abatido, e que dezenas de aviões nacionais e estrangeiros estavam sobrevoando o território naquele momento.

As testemunhas oculares citadas pela OAC são pessoas em terra que observavam o avião decolar e outras que estavam em um avião que voava a uma altitude mais alta do que o Boeing no momento da tragédia. “O avião que se dirigia, a princípio, para o oeste para sair da zona do aeroporto virou à direita, devido a um problema, e estava voltando para o aeroporto quando caiu”, relatou a OCA.

Segundo o secretário do Conselho de Segurança da Ucrânia, Oleksiy Danylov, os investigadores pediram para procurar possíveis mísses russos após verem informações na internet. Ele referia-se a informações que circulam nas redes sociais iranianas que, supostamente, mostram destroços de um foguete russo terra-ar Tor-M1, tipo usado pelos militares iranianos.

O presidente ucraniano, no entanto, alertou contra todas as “especulações” sobre a tragédia. Nesta quinta-feira, Zelenski decretou um dia de luto nacional e prometeu estabelecer “a verdade” sobre o episódio. Zelenski, disse que falou com o colega do Irã, Hassan Rouhani, e que este lhe garantiu que especialistas do seu país terão “acesso completo” à investigação.

A avaliação inicial de agências de inteligência ocidental era a de que o avião teve um problema técnico e não foi alvo de um atentado ou um míssil.

O voo PS752 da UIA decolou às 6h10 (23h40 de terça-feira no horário de Brasília) do aeroporto Imam Khomeiny, de Teerã, com destino ao aeroporto Boryspil, de Kiev. A decolagem aconteceu quase cinco horas depois do ataque iraniano com mísseis a bases iraquianas que abrigam soldados americanos, que ocorreu à 1h20 de quarta-feira, no horário local.

Segundo a diplomacia ucraniana, havia 82 iranianos, 63 canadenses, dez suecos, quatro afegãos e três britânicos a bordo do Boeing. Outros 11 eram ucranianos, incluindo nove tripulantes.

A CAO indicou que 146 passageiros tinham passaporte iraniano; 10, passaporte afegão; cinco, passaporte canadense; quatro, sueco; e 11, ucraniano.

A diferença é explicada pela presença de inúmeras pessoas com dupla nacionalidade (entre elas, a priori, 140 iraniano-canadenses), que podem entrar e sair da República Islâmica apenas mediante a apresentação de seu passaporte iraniano.

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, pediu uma “investigação completa” da catástrofe aérea, a mais mortal para os canadenses desde o ataque a um Boeing 747 da Air India em 1985. Neste episódio, 268 cidadãos morreram.

Teerã se recusa a entregar as caixas-pretas da aeronave à fabricante americana Boeing. A OAC anunciou, porém, que as mesmas, recuperadas já na quarta-feira, serão enviadas “para o exterior”. Apenas alguns países, incluindo Estados Unidos, Alemanha e França, têm capacidade técnica para analisar caixas-pretas.

Pelas normas que regem investigações internacionais sobre acidentes aéreos, o Irã tem o direito de comandar o inquérito e de negar ou autorizar a participação de outros países.

Este é o primeiro acidente fatal da Ukraine International, uma empresa que pertence, em parte, ao oligarca Igor Kolomoiski, conhecido como próximo ao presidente Zelenski. Afetada por um escândalo em torno de seu 737 MAX, a Boeing disse que está “disposta a ajudar por todos os meios necessários”.

O Globo

 

Ucrânia não descarta ataque com míssil a avião que caiu em Teerã

FOTO: WANA NEWS AGENCY

O governo ucraniano não descarta a hipótese de o avião civil, que transportava 176 pessoas e que caiu nessa quarta-feira (8) na capital iraniana, ter sido atingido por um míssil russo.

O secretário de Segurança de Kiev disse que está analisando vários cenários, como um ataque terrorista, a explosão do motor ou a possibilidade de o boeing ter sido alvo de um míssil antiaéreo.

Os investigadores ucranianos pretendem fazer buscas no local da queda do aparelho, à procura de destroços de um míssil.

O secretário de Segurança da Ucrânia, Oleksi Danylov, informou que participam do inquérito peritos que estiveram envolvidos na investigação da queda do voo MH17, da companhia aérea da Malásia, avião que foi abatido em 2014 por um míssil terra-ar disparado por separatistas russos em território ucraniano. O desastre provocou a morte a 298 pessoas.

Na análise do jornalista José Milhazes, especialista da Antena 1 para assuntos do Leste Europeu, a resposta estará nas caixas-pretas.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, decretou dia de luto nacional, em homenagem às 176 pessoas mortas. Ele prometeu apurar toda a verdade sobre a tragédia.

Canadá

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse que os canadenses merecem uma resposta sobre as causas do acidente aéreo em Teerã, capital iraniana. Morreram na queda do avião 63 canadenses.

Luto nacional

O governo ucraniano decretou hoje luto nacional pelas vítimas do acidente aéreo perto de Teerã, a maior catástrofe desse tipo na história recente do país.

“A fim de honrar a memória dos mortos, o presidente decretou que as bandeiras sejam baixadas a meio-mastro nos órgãos estatais, regionais, empresariais, estaduais e governamentais”, diz comunicado.

Zelensky prometeu uma investigação completa e independente das causas do acidente. “É uma prioridade para a Ucrânia estabelecer as causas”, acrescentou.

RTP – Emissora pública de televisão de Portugal

 

Toffoli usa avião da FAB para evento em cidade pequena e estica viagem até resort

Foto: Will Shutter/Câmara dos Deputados

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, usou aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) para ir a um evento em uma cidade de pouco mais de 10 mil habitantes na última sexta-feira (20), emendando a estadia por todo o fim de semana em um resort de luxo na região.

O ministro partiu de Brasília rumo a Ourinhos (SP) —uma distância de 1.050 km— no início da tarde de sexta, acompanhado de outras 11 pessoas.

O único evento oficial que participou foi a inauguração, ainda na tarde de sexta, do Fórum Eleitoral de Ribeirão Claro (PR), cidade de apenas 10.668 habitantes, que ganhou o nome do seu pai, Luiz Toffoli.

Após o evento, o ministro prolongou a estadia na região indo para o Tayayá Aquaparque, resort de luxo cuja diária comum é de R$ 915. Toffoli só deixou a cidade nesta segunda-feira (23), em voo da FAB.

Decreto federal 4.244/2002, que disciplina o transporte aéreo de autoridades federais em aeronave da Aeronáutica, permite o uso em quatro situações: viagens em serviço, por motivos de segurança, emergência médica ou para deslocamento para o local de residência permanente.

O mesmo dispositivo legal estabelece que “o transporte de autoridades civis em desrespeito ao estabelecido neste decreto configura infração administrativa grave, ficando o responsável sujeito às penalidades administrativas, civis e penais aplicáveis à espécie”.

Em nota, a assessoria de imprensa do Supremo afirmou que o ministro viajou ao Paraná para inaugurar o fórum a convite do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do estado, Gilberto Ferreira.

“Conforme prevê o decreto 4.244/2002, trata-se de viagem a serviço e também que envolve questões de segurança do presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça”, diz a nota.

Não houve manifestação sobre o prolongamento da viagem no resort nem sobre quem foram os outros 11 acompanhantes na viagem.

Hóspedes do hotel de luxo confirmaram à Folha a presença do ministro no local durante o fim de semana, em situação de lazer, acompanhado de agentes de segurança. O ministro é de Marília (SP), distante 142 km de Ribeirão Claro, e tem parentes na região.

Segundo pessoas que participaram da inauguração do fórum, na sexta, vários irmãos de Toffoli estiveram presentes à solenidade. De acordo com esses relatos, integrantes da cúpula do Judiciário do Paraná também compareceram. O governador Ratinho Jr. (PSD) mandou representantes.

Após a solenidade houve convite para um jantar no resort, com informação de que haveria uma “pelada” no dia seguinte. À Folha a gerência do Tayayá Aquaparque disse que, por questões legais, não poderia dar informações sobre quem se hospedou.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Ora, ora, Henrique Alves quando era presidente da Camara, fez a mesma coisa para assistir um jogo de futebol no Rio.

FOTOS: Avião de pequeno porte cai em bairro residencial de Belo Horizonte-MG; três morrem

Foto: Reprodução/TV Globo

Um avião de pequeno porte, prefixo PR-ETJ, caiu na manhã desta segunda-feira (21), na esquina das ruas Minerva com Belmiro Braga, no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte, mesma região onde um avião caiu em abril deste ano. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente deixou três mortos e outras três pessoas ficaram feridas.

O acidente aconteceu em um bairro residencial, próximo ao Aeroporto Carlos Prates, de onde a aeronave tinha acabado de decolar com destino a Ilhéus. Muita fumaça preta tomou conta da região. O local é o mesmo onde, em 13 de abril, caiu um avião e deixou um morto.

O acidente aconteceu próximo a uma academia. Foram ouvidas pelo menos duas explosões. O local está isolado.

‘Muita explosão’

Foto: Arquivo pessoal

Morador da rua onde o avião caiu, o servidor público Carlos Henrique Pacheco Diniz, de 37 anos, ouviu o momento da explosão. “A gente tentou a apagar o fogo, teve muita explosão e não deu para ajudar mais”. Segundo ele, dois ocupantes entraram andando em uma casa.

“Eu estava em casa e ouvi um estrondo. Eu sai e vi o primeiro minuto”

Outro acidente no mesmo local

No dia 13 de abril deste ano, um avião caiu na mesma rua. Na ocasião, o piloto Francisco Fabiano Gontijo morreu carbonizado. A aeronave pegou fogo e bateu no portão de uma casa. A fiação da rede de energia elétrica foi atingida e deixou moradores do entorno sem luz.

De acordo com Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o avião havia decolado do Aeroporto Carlos Prates, também na Região Noroeste. Pelo registro de voo, o pouso seria feito no mesmo local.

Avião acidentado em Belo Horizonte nesta manhã — Foto: Reprodução/Redes Sociais

G1