Diversos

Pesquisa da UFRN concorre a prêmio internacional na área de Odontologia

Fotos: Divulgação/UFRN

A doutoranda Ana Larisse Carneiro Pereira, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas da UFRN (PPGCO), sob orientação da professora Adriana da Fonte Porto Carreiro, é finalista do Prêmio Neal Garrett, que faz parte do evento promovido pela Internacional Association For Dental Research (IADR). A pesquisa que está concorrendo é intitulada Veracidade de um dispositivo para a fabricação de infraestruturas de arco completo, na área de Prótese e Implantodontia.

A pesquisa foi selecionada para concorrer ao prêmio, ficando entre as cinco indicadas como finalistas. Esses cinco estudos serão apresentados a uma banca avaliadora do prêmio, para definir o primeiro colocado. De acordo com a professora Adriana da Fonte Porto Carreiro, esse é um evento de destaque mundial em pesquisa na área de Odontologia.

Promovido anualmente pela Internacional Association For Dental Research (Associação Internacional de Pesquisa Odontológica), o evento será totalmente on-line nesta edição, acontecendo entre os dias 21 e 24 de julho.

A pesquisa é sobre o desenvolvimento de um dispositivo para a área de Odontologia que possibilita melhorar a precisão do escaneamento realizado na boca do paciente e que propicia a geração de um modelo digital mais preciso para implantes dentários. Com o invento, é possível saber, com maior perfeição, a distância entre um implante e outro, e também a angulação.

Com UFRN

Opinião dos leitores

  1. Com o dinheiro do governo se pesquisa o sexo das borboletas, o povo continua sem assistência e o professor distante da sala de aula.

  2. “Isso é um vexame! O que que se faz em muitas universidades e faculdades do Brasil, o [que o] estudante faz? Faz tudo, menos estudar.”
    Jair, 12 de dezembro de 2019.

    1. Temos que rever essas verbas direcionar para programas públicos que alcance a maioria da população sem acesso ao tratamento odontológico.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo autoriza formatura antecipada dos alunos de Odontologia da UERN

Foto: Formanda Helaynne Diniz em atuação no estágio supervisionado/acervo pessoal

A governadora Fátima Bezerra, chanceler da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN, publicou em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado, desta terça-feira (22), o Decreto Estadual nº 30.301/2020 que autoriza a conclusão dos estudos dos discentes do curso de Odontologia da Universidade, que tenham integralizado o mínimo de 75% da carga horária do estágio curricular. A medida beneficiará 15 estudantes do curso que recentemente recebeu conceito 4 no Enade, sendo considerado um dos mais bem avaliados do país.

“Esta é mais uma das nossas ações concretas de enfrentamento à pandemia. Estamos possibilitando que uma nova leva de odontólogos, formados num dos melhores cursos do Brasil, esteja disponível a trabalhar em prol da saúde do povo potiguar, nesse momento tão difícil que estamos passando”, destaca a governadora. Os novos profissionais sairão para o mercado de trabalho com capacitação específica para cumprimento dos protocolos de atendimento, visando a prevenção à Covid-19.

O documento atual altera o Decreto nº 29.591/2020, que já contemplava a antecipação nos cursos de Medicina e Enfermagem da Instituição. O decreto atende ao disposto na Medida Provisória nº 934, de 1º de abril de 2020, e a Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Ambos dispõem sobre a flexibilização para conclusão antecipada dos cursos da área da saúde, como medida de reforço ao enfrentamento da situação de emergência na saúde pública decorrente do novo coronavírus (Covid-19).

“Em abril, quando autorizamos a colação de grau antecipada de 28 formandos em Medicina, possibilitamos o ingresso de profissionais para atuarem diretamente na linha de frente dessa batalha contra a covid, além de possibilitarmos o ingresso de novos médicos para suprirem a demanda dos lugares mais remotos do Rio Grande do Norte”, relembrou Fátima. Este ano, a UERN lançou uma nova turma de Enfermagem, sendo que eles já tinham cumprido toda a carga horária, de modo que não precisaram ser beneficiados com a medida emergencial.

A reitora em exercício, Fátima Raquel Morais, comemorou a inserção dos estudantes do curso de Odontologia no Decreto. “O decreto anterior já contemplava os estudantes de Medicina e de Enfermagem. Foi graças a ele que conseguimos entregar 28 médicos para o enfrentamento da Covid, e eles estão fazendo a diferença nas comunidades onde estão atuando. Agora a expectativa é conceder o grau a esses estudantes que não haviam sido contemplados no Decreto anterior, e que têm uma grande contribuição a dar nesta pandemia”, afirmou.

De acordo com o professor Glécio Clemente de Araújo Filho, coordenador do curso de Odontologia, a facilidade de contágio – que é a principal característica do novo coronavírus – exige que os profissionais da Saúde adotem novas metodologias de biossegurança. “Os novos odontólogos formados pela UERN sairão com essa capacitação extra e poderão contribuir no serviço público e privado como multiplicadores dos protocolos que aprenderam neste novo período”, justificou. Os protocolos incluem uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) diferenciados, já utilizados nos estágios supervisionados para efeito de conclusão, nos quais eles foram bastante elogiados pela desenvoltura.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Macaiba diz que recebeu prêmio por mérito, mas na verdade foi um consolo de participação

Essa é daquelas que a gente lê, interpreta e não acredita. Há quase duas semanas, a Prefeitura de Macaíba colocou em seu site a informação de que o município havia ganho o prêmio Diploma de Menção Honrosa por ter alcançado um dos melhores desempenhos do Brasil na área de saúde bucal ao longo de 2011. Esse “prêmio” foi entregue durante as festividades pelo 48° aniversário de criação dos Conselhos de Odontologia no dia 14 desse mês.

A premiação foi objeto de ampla divulgação na imprensa potiguar. Inclusive, nesse blog que vos escreve também.

O problema é que a informação não é verídica de acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CRO).

Segundo noticiou o próprio CRO em seu site, o que Macaíba considera um prêmio por mérito é, na verdade, um prêmio de participação, de consolação, daqueles que se ganha por ter figurado entre os concorrentes.

Fica o registro. Prêmio é prêmio.

Opinião dos leitores

  1. Essa notícia não é surpresa, pois nós  que moramos em Macaíba sabemos e sentimos todo dia a saúde e a prefeitura pior, é muita propaganda e pouco resultado

  2. Para bens pela noticia ,tendo certeza que esta idéia foi do marqueteiro da prefeitura Ricardo Rosado , dono da FAZ Propagada que e casado com a Tia do marido da prefeita.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *