Bolsonaro diz que não existe qualquer intenção em privatizar Banco do Brasil ou Caixa Econômica: “Zero”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro negou nesta quarta-feira (4) a intenção de privatizar o Banco do Brasil (BB) e a Caixa Econômica Federal. A declaração foi dada em resposta à uma reportagem publicada ontem (3) pelo jornal O Globo. Segundo o jornal, a equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) estaria fazendo estudos para abrir mão do controle do BB.

“Olha só, eu vi na capa, foi no Globo de ontem, que […] diz que pessoal começa a estudar privatização do Banco do Brasil. Servidor de terceiro escalão fala aquilo, eu não tenho nada a ver com isso. Eu não tenho como controlar centenas de milhares de servidores no Brasil. Da minha parte, não existe qualquer intenção de pensar em privatizar Banco do Brasil ou Caixa Econômica. Zero”, afirmou a jornalistas pela manhã, na entrada do Palácio do Alvorada, residência oficial.

Sobretaxa do aço

Bolsonaro demonstrou confiança de que o governo conseguirá reverter a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de voltar a sobretaxar as exportações de aço e alumínio do Brasil. O líder norte-americano anunciou a medida em sua conta no Twitter, na última segunda-feira (2).

“Você pode ver, nós importamos etanol deles, eles querem agora, está bastante avançado, mandar trigo pra gente. Agora, somos pobres na história, eu não sei quantas vezes a economia deles é maior do que a nossa, várias vezes, nós estamos com estilingue, os caras estão com uma metralhadora .50. Vejo com um certo exagero o que está acontecendo. Por enquanto, não foi sobretaxado nada, só tem a promessa dele no Twitter”, afirmou.

Bolsonaro voltou a negar qualquer medida artificial do governo para desvalorizar o real frente ao dólar. Esse é o principal argumento de Trump para reativar as sobretaxas, já que, segundo ele, a desvalorização do real estaria prejudicando as exportações de agricultores norte-americanos.

“O mundo está globalizado, a própria briga comercial EUA e China influencia o preço do dólar aqui. Várias vezes o Roberto Campos interferiu vendendo dólares. Não estamos aumentando artificialmente o preço do dólar. E outra coisa, se nós produzirmos menos aço aqui, menos alumínio, que seria natural com a sobretaxa, a energia para fazer isso aí, parte vem dos EUA, poderia ter desemprego na outra ponta”, afirmou.

O presidente brasileiro negou ainda ter ficado decepcionado com o líder norte-americano, com quem mantém boas relações desde o início do governo. “Não tem decepção porque não bateu o martelo ainda. Não é porque um amigo meu falou grosso numa situação qualquer que eu já vou dar as costas pra ele”.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sílvio Sampaio disse:

    Gente, Bolsonaro não apita em nada, muito menos em economia, é apenas um poste de Paulo Guedes. Se Guedes resolver privatizar o BB e CEF, fará sem nenhuma consulta a Bolsonaro. Acorda, Brasil!

  2. Ems disse:

    Mais uma Fake News !!!
    Por favor, administrador do Blog do BG , não censurem meus comentários.

    • PROF. EDUARDO AGUIAR disse:

      Já deram uma olhadinha na reforma da previdência do RN? O predidente do IPERN diz que é contra a reforma de Bolsonaro. Mas a daqui o desconto do servidor para o IPERN vai atingir até 18%. E aí? Cadê Zenaide? Caladinha, caladinha. Resumindo: se a tacada vem do governo petista, ficam todos quietinhos…..

  3. CHICO100 disse:

    Bolsonaro só faz um "O" quando se senta nu na areia! kkkkkk. E se brincar até a figura do fiofó fica quadrada kkkkkkk

  4. JUNIN disse:

    VAI CONFIAR….!!!! UMA HORA DIZ UMA COISA E OUTRA HORA DIZ OUTRA DESDIZENDO/NEGANDO O QUE ACABOU DE FALAR….

    • Cidadão disse:

      Putz❗️Votei nele pensando na privatização.

    • M.D.R. disse:

      Poenha desconfiança neste cidadão, ontem este GOVERNO disse: até 5(cinco)salários mínimos estão isento e agora que deixar como estar. Pouca diferença os que estão próximos.
      O certo ELE tomar conta do seu LARANJAL.

    • Rezende disse:

      Uma grande pena, era pra aproveitar e vender tudo, TUDO MESMO. Pra evitar no futuro que os comunistas marginais voltem ao poder e roubem tudo novamente como fez a era do terrorismo do PT!
      Pra mim, perdeu um ponto, o PresidentO Bolsonaro!

    • Joãozinho disse:

      Junin você está trocando as bolas, quem falou foi Bolsonaro e não outro ex presidente que falava uma coisa e fazia outra. Vendia sonho e entregava pesadelo. Acorde para realidade!

Governo Federal lista projetos para privatizar no RN; CBTU entre os seis, e BR-304 e Codern entre ausentes

Seis projetos em solo potiguar estão com negociações para serem privatizados. Antes citados, a BR-304 e Codern não aparecem na lista. Confira a lista:

1) Exploração de gás e petróleo em áreas não arrematadas em leilões já realizados;

2) Centrais elétricas da Eletrobras

3) CBTU – Trens urbanos;

4) Transposição do São Francisco (neste caso, sob intenção de repassar para a iniciativa privada a conclusão da obra, operação e manutenção)

5) Leilão de energia

6) PPP para gestão de rede de comunicação da Aeronáutica.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Sobre a Eletrobrás, vários países da Europa privatizaram a geração e a transmissão de energia, se arrependeram e estão reestatizando. Já a CBTU, a passagem vai pular de 1 real pra 5 reais em pouco tempo, quem se tora é a população que usa o serviço.

  2. gilson disse:

    O Governo Federal já dizia desde a campanha que faria privatizações… mas o PT? Privatizar metade da CAERN??????? tô bege!

  3. NEIDE disse:

    ACHO MELHOR PRIVATIZAR LOGO O PAÍS INTEIRO. BANDO DE LADRÕES. NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA A POPULAÇÃO. VÃO ENCHER OS BOLSOS E É QUE INTERESSA. ACORDA, POVO BRASILEIRO!!!!

Bolsonaro diz para empresários que vai privatizar os Correios

Foto: Marcos Correa/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje a uma plateia de empresários que está tomando uma série de medidas para “destravar a vida de vocês” e anunciou: “Vamos privatizar os Correios”. Foi aplaudido pelos presentes. Ele participou de cerimônia de abertura do 29º Congresso Expofenabrave em São Paulo. O evento é organizado pela associação de concessionárias de veículos.

Ele disse que mudou sua visão a respeito das privatizações. “Eu mudei. Era estatizante”, afirmou, acrescentando que vem “aprendendo muito” com as pessoas que estão ao seu lado. “Já falei que não entendo de economia. Quem entendia, afundou o Brasil.”

Bolsonaro vê sinais de recuperação da economia e crê que seu seu governo vem restabelecendo a confiança na classe política. “Nós estamos cumprindo o que diz a Constituição em relação à independência dos Poderes”, afirmou. Ele lembrou que ainda haverá etapas de negociação sobre a reforma da Previdência no Senado, bem como para a reforma tributária, que está em comissão especial na Câmara.

“Nossa situação [econômica] realmente ainda está um pouco complicada”, admitiu.

“As medidas vão aparecendo aos poucos”, disse, citando a liberação de parcela do 13º e também dos saques do FGTS.

“A maior contribuição que podemos dar aos senhores [empresários] é não interferir em seu trabalho, é tirar o Estado de cima de vocês”, disse.

Ao ministro do Meio Ambiente, Bolsonaro afirmou que questões relativas a licença ambiental poderiam ser transmitidas à competência dos Estados. Ele voltou a criticar a divulgação de dados sobre desmatamento por parte do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). “Vocês não imaginam o prazer que eu tive de conversar com [o presidente da França, Emmanuel] Macron e [a chanceler alemã] Angela Merkel. Eles não se deram conta ainda que o Brasil está sob nova direção. Tem presidente da República, poxa.”

Ele também voltou a falar que é difícil ser patrão no Brasil. “Estamos facilitando a vida dos mais pobres sem fazer demagogia. É mais fácil defender emprego, tem mais votos. Eu defendo emprego, patrão e os que mais perdem, os desempregados.”

Ele encerrou seu discurso fazendo referência a uma possível tentativa de reeleição: “Em 2022 ou 2026 entregarei o Brasil muito melhor do que encontrei”, afirmou.

Valor

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    BG
    Um dos órgãos que orgulhava no passado o Brasil inclusive como referencia internacional, foi ao fundo do poço inclusive seu fundo de aposentadoria o postalis que foi trucidado pelos BANDIDOS do pt.