Diversos

CORREIOS: Trabalhadores no RN se reúnem nesta terça-feira para decidir sobre greve geral

A Tribuna do Norte noticia nesta segunda-feira(16) que o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios (Sintect-RN) anunciou que a categoria vai se reunir nesta terça-feira (17) para decidir sobre greve geral por tempo indeterminado.

Segundo a Tribuna do Norte, as reuniões acontecerão em Natal e Mossoró, às 19h e 18h, respectivamente. As assembleias se estenderão por todo o país e tem como ponto de discussão a proposta de privatização dos Correios.

Opinião dos leitores

  1. Essa greve servirá apenas para deixar ainda mais óbvio que os Correios, da forma que estão, perderam sua utilidade junto à sociedade. Virou uma mera transportadora. E ruim.

  2. Que aproveitem essa única oportinidade, pois depois da privatização se fizer greve vai pra rua por justa causa!! Privatização já!!

  3. Oxi, pra mim os correios vivem numa greve eterna, da até vontade de tirar uma FOTOGRAFIA e guardar de recordação se por acaso encontrar um carteiro nas ruas.

  4. Na propaganda de privatização dos correios se fala em criação de dezenas de empregos com os correios passando pra iniciativa privada. TUDO MENTIRA, basta vê as empresas que foram privadas e quantos empregos foram fechados, tudo em nome do lucro maior. Aqui no RN temos muitos exemplos de privatização e de perdas de empregos e muitos pais e maes de familias que ficaram desempregados com as privatizações. Portanto em se falar em criar empregos é uma GRANDE MENTIRA.

    1. A COSERN foi privatizada já faz tempo e melhorou MUITO. A telefonia, a nível nacional, é outro exemplo de como a privatização é benéfica na maioria dos casos. Evitam-se roubalheiras, desperdícios, vagabundagem (inclusive greves abusivas), cabides de empregos de políticos e melhora-se MUITO a eficiência e a qualidade do serviço prestado. Além do aumento de investimentos e dos avanços tecnológicos que vêm a reboque. O Estado deve permanecer apenas com as funções que lhe são próprias. O resto, privatiza.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Zenaide lamenta aprovação, na Câmara, da venda dos Correios: “Não é vendendo patrimônio que a gente vai sair da crise!”

Foto: Divulgação

A senadora Zenaide Maia (Pros – RN) reagiu à aprovação, na Câmara, do PL 591/2021, que abre caminho para a privatização dos Correios. “Vende-se o patrimônio do povo, que o povo construiu, uma instituição centenária!”, lamentou a parlamentar na sessão do Senado desta quinta-feira (05). Zenaide fez um apelo para que os senadores não aprovem o projeto, quando ele chegar à pauta de votações da Casa, e também questionou o governo sobre onde ele pretende aplicar o dinheiro, caso a venda se concretize: “Saber do ministério da Economia, do presidente da República, onde bota o dinheiro da venda do patrimônio do povo? Para onde está indo esse dinheiro?”, indagou.

A senadora acrescentou que a empresa brasileira de Correios e Telégrafos lucrou R$ 1,5 bilhão em 2020 e argumentou que nenhum empresário venderia sua empresa, se ela fosse lucrativa assim. “Mas o governo se acha no direito de vender o patrimônio que é do povo!”, criticou. Para Zenaide, o que os brasileiros e brasileiras precisam é de um Estado que os ajude a sair da crise: “O Estado brasileiro tem que investir em infraestrutura, para gerar emprego e renda. Não é vendendo patrimônio e fazendo ajuste fiscal – até o salário mínimo não tem mais aumento real – que a gente vai sair dessa crise financeira, não!”, finalizou.

Opinião dos leitores

  1. Acorda senadora, que patrimônio, aquilo é um cabide de empregos para políticos e um pote sem fundo para dar fim ao dinheiro do contribuinte. Aquele troço já era para ter sido dado de graça para a iniciativa privada, desde a primeira roubalheira praticada pelo PT e seus PTralhas.

    1. Querem transformar em cabide de emprego, escravizar o empregado, se não for babão do chefe é rua. Lamento muito a privatização de empresas públicas. Outra coisa, pra trabalhar nos correios precisa estudar e passar em um concurso público.

  2. Quanto mais privatiza, existem menos cargos e funções para distribuir como cabide de emprego e compra de apoio político. A esquerda odeia privatizações, só e unicamente por essa razão, pois com as estatais ele podem trocar cargos por apoio político. De resto, é apenas discurso falso para enganar o eleitor.
    Os correios era uma empresa sólida, produtiva, que gerava lucro e tinha a confiança do brasileiro. Foi só a esquerda assumir o poder que a empresa declinou de forma rápida, perdendo a credibilidade, virando cabide de emprego, passando a dar prejuízo. Toda essa derrocada aconteceu de 2003 a 2018 mesmo sendo só ela no mercado, sem concorrência. Os correios espelham bem o que é a esquerda no poder.
    Como falam, se privatizar tudo, a esquerda não terá mais interesse na política por perda dos bens que poderia se apropriar quando estiver no poder

    1. Estas enganado. Pra entrar nos correios tem que estudar. Isso é desculpa de rachadeiros milicianos.

  3. Zenaide, quando a “empresa” está falida, presta um péssimo serviço, custa caro ao contribuinte, melhor é se livrar desse traste.

  4. Tem que vender esse cabide, a Petrobras, e um monte de Estatas que os brasileiros não sabe nem o nome.
    E urgente.
    Essa Zenaide não sabe de nada não.
    Tem que tirar essas toneladas de cima do governo.
    A onde é essa Zenaide e Natália, so abrem a boca pra da notas fora.
    Cadê os respiradores?
    Nunca vi essas mulheres da um piu sobre esse assunto.

    1. Sinceramente eu espero que no próximo ano 2022 nós funcionários dos correios e nossas famílias lembre-se do do presidente Jair Bolsonaro e principalmente do nosso atuante deputado Fábio Faria, tem um ditado que brasileiro tem a memória curta mais vamos aguardar. Um abraço.

    2. João Maria , aonde você estava quando os VERMES PARASITAS PTRALHAS SAQUEARAM OS CORREIOS SEU IDIOTA?

    3. E você tem que urgente voltar para escola e deixar de assassinar a língua portuguesa.

    4. João Maria, eu garanto que se você for um funcionário que dê lucro pode ficar sossegado. A lógica é simples, eu não quero meus impostos mantendo parasitas de políticos. E você devia lembrar do rombo do Postallis na era PT? Esqueceu?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara aprova projeto de privatização dos Correios

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com 286 votos a favor e 173 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou há pouco o texto-base do Projeto de Lei 591/21 que permite a transformação dos Correios em uma empresa de economia mista. Além disso, a proposta transfere para a Anatel a regulação do setor de serviços postais.

Neste momento, os parlamentares estão analisando os chamados destaques, itens que podem alterar o substitutivo do deputado federal Gil Cutrim (Republicanos-MA).

O relatório do parlamentar maranhense determina que a nova empresa vai operar serviços postais, de forma exclusiva, pelo prazo de cinco anos. A exclusividade inclui serviços como como atendimento, coleta, triagem, transporte e distribuição de cartas no território nacional e expedição para o exterior de carta e cartão postal.

Outros serviços que ficarão sob responsabilidade da empresa de economia mista Correios do Brasil (como ela será chamada a partir de agora) são entrega de telegramas; coleta, triagem, transporte e distribuição no território nacional e expedição para o exterior de correspondência agrupada.

Além disso, segundo o projeto aprovado, o capital privado estará proibido de fechar agências que garantem serviço postal em áreas remotas. E os servidores atuais não poderão ser demitidos pelo prazo de 18 meses após a privatização.

O projeto de lei de desestatização dos Correios foi entregue pelo governo em fevereiro pelo próprio presidente Jair Bolsonaro. Apesar disso, o governo ainda não definiu qual será o modelo de privatização, se venderá 100% das ações ou se manterá um controle minoritário.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Ótima notícia. Privatização Já! Governo sério, deve cuidar de Educação, saúde e segurança pública. João Macena.

  2. Boa, o congresso Nacional trabalhando.
    Grande Deputado Arthur Lira.
    Os sindicalistas pelegos vão perder mais uma teta.
    Hô Bolsonaro Duro, impenetrável e penetrador.

    1. Qualquer pessoa indecisa na eleição que leia seus comentários fica convencido a votar em bolsonaro . Seus argumentos são muito inteligentes .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PRIVATIZAÇÃO: Câmara vota nesta quinta-feira projeto sobre a quebra do monopólio dos Correios

A Câmara dos Deputados deve votar nesta quinta-feira, 5, o projeto de lei 591/2021 sobre a quebra do monopólio dos Correios. A proposta, tramita em regime de urgência. Dentre outros pontos, o parecer do relator, deputado Gil Cutrim (Republicanos-MA), é pela possibilidade de venda de 100% do capital da estatal, com a concessão de estabilidade de 18 meses para os mais 98 mil funcionários.

No dia 4, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, voltou a estimar as operações de privatização da empresa para o primeiro semestre de 2022, embora a concretização das vendas dependa do “apetite de mercado” para realizá-las no “preço correto”.

Para ele, um dos principais ganhos será em maior eficiência na logística interna. Segundo o executivo, o comércio eletrônico poderá sair ganhando, especialmente as pequenas empresas, já que os gigantes do setor têm investido em sistemas próprios de entrega. O Mercado Livre está investindo R$ 10 bilhões em logística, disse Montezano. “O principal beneficiado com a privatização dos Correios é a pequena e média empresa que vende por comércio eletrônico”, afirmou o presidente do BNDES.

Por outro lado, alguns especialistas acreditam que com a privatização as áreas pobres ou mais distantes correm o sério risco de ficar desassistidas ou mal atendidas.

Entenda o que está em jogo com a privatização dos Correios:

Qual o tamanho dos Correios hoje?

– Os Correios é a única empresa do ramo que está presente em todos os 5.570 municípios brasileiros.

– No Brasil, são 10.982 unidades de atendimento. Sendo, são 760 pontos de atendimento no Ceará.

– Possui mais de 90 mil empregados. Destes, 2.226 atuam no Ceará

O que diz a PL 591/2021 que está tramitando na Câmara Federal?

– Enviado pelo Governo em fevereiro deste ano, o Projeto de Lei 591/21, na prática, autoriza que os serviços postais possam ser explorados pela iniciativa privada, inclusive, os que hoje estão em regime de monopólio.

– Pela proposta, a União manterá para si apenas uma parte dos serviços, chamada na proposta de “serviço postal universal”. Seria uma forma de cumprir a obrigação prevista na Constituição.

– O operador privado será obrigado a praticar a modicidade de preços e cumprir metas de universalização e de qualidade definidas pelo Governo dentro da política postal brasileira. O texto abre possibilidade para mais de um operador por região.

– Também define regras para o que seria um novo marco regulatório para o setor, com direitos e deveres das empresas que entrarem no mercado postal

– Amplia atuação da Agência Nacional de Telecomunicações, que passaria a incluir também os serviços postais no Brasil.

Com O Povo

Opinião dos leitores

  1. O falso mesias também prometeu quebrar o monopólio da Petrobras… Até hoje eu espero a gasolina de 1,50 e o bujão de gás a 30 reais… ainda tem gente que não enxerga isso, só pode ser jumenta uma pessoa dessa kkkkkk.

  2. Tomara que aprove logo isso, Correios o PT conseguiu falir, só essa empresa tem em torno de 100 sindicatos.
    A Governadora Fátima Petralha, também deveria privatizar essa CAERN .

    1. Muito pelo contrário. As telecomunicações no Brasil melhoraram muito após serem privatizadas. E a COSERN, vc lembra como era e como funciona hoje?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Natal vacina funcionários dos bancos e Correios neste fim de semana

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal recebeu do Ministério da Saúde imunizantes contra Covid-19 para vacinar os profissionais dos Correios e bancários. De acordo com levantamento, em Natal faltam apenas 1.710 profissionais dessas categorias a serem imunizados. A vacinação deste público vai acontecer neste fim de semana nos drives Palácio dos Esportes e Sesi (o Sesi não abre aos domingos), das 8h às 16h.

Para receber a vacina é preciso que esses profissionais apresentem um desses documentos: Carteira de Trabalho; crachá funcional; contracheque acompanhado de documento de identidade; ou ainda carteira de sócio (a) de sindicatos de categoria profissional.

No fim de semana, a SMS Natal vai continuar vacinando pessoas sem comorbidade na faixa etária de 36 anos e mais, além de grávidas e puérperas.

SEGUNDA DOSE:

CORONAVAC

As pessoas que completaram 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac devem procurar exclusivamente o drive do Palácio dos Esportes.

OXFORD

Durante o fim de semana os quatro drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou nos dias 24.04 e 25.04.

No site https://vacina.natal.rn.gov.br/ , as pessoas encontram todas as informações sobre a vacinação em Natal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bandidos agridem motorista e saqueiam caminhão dos Correios na Grande Natal; entre itens levados, celulares, notebooks e outros eletroeletrônicos

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Bandidos abordaram um motorista e saquearam um caminhão dos Correios que seguia com centenas de produtos para Caicó, na região Seridó potiguar, na madrugada desta quinta-feira (8). O caso aconteceu na BR-304, ainda em Macaíba, na região metropolitana de Natal.  Pelo menos oito homens armados, que estavam em dois carros, participaram do crime. Na ação criminosa, o funcionário foi agredido pelos assaltantes.

O G1-RN, em reportagem, conta que a carga dos Correios foi jogada para o lado de fora do caminhão e os bandidos abriram vários pacotes. Eles levaram principalmente produtos como aparelhos celulares, notebooks e outros eletroeletrônicos. Roupas, maquiagens, panelas e outros produtos foram deixados para trás. Após o crime, a Polícia Militar localizou os carros usados no crime, por meio das câmeras de monitoramento da Secretaria de Segurança do Estado e localizou parte da carga roubada no bairro de Mãe Luiza, em Natal. Nenhum suspeito foi preso.

A PM isolou o local do crime e acionou a Polícia Federal, que é responsável pela perícia e fiscalização.

Com acréscimo do G1-RN

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Correios: Governo decide privatizar 100% da estatal em um único leilão

Foto: Agência O Globo

O governo já definiu o modelo de privatização dos Correios. A proposta que o Ministério da Economia quer ver aprovada pela Câmara dos Deputados já na semana que vem prevê que a União se desfaça de 100% do capital da empresa.

A informação foi dada ao GLOBO pelo secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord.

O modelo difere dos planos para a Eletrobras e do que foi feito recentemente na BR Distribuidora, ex-subsidiária da Petrobras, baseados em operações no mercado de capitais.

A venda dos Correios também deve gerar mudanças na regulação do setor postal, que passaria a se tornar uma atribuição da Anatel com outro nome.

Entenda como vai funcionar o plano traçado pelo governo para privatizar os Correios  e o  caminho no Congresso para sua aprovação, lendo aqui a reportagem exclusiva do GLOBO.

O Globo

 

 

Opinião dos leitores

  1. Tem que vender é a Petrobras já!!!!!!!
    Tem que tirar essas buchas do espinhaços dos brasileiros.
    Ou até mesmo dá pro capital estrangeiro.
    O governo so deve exigir uma coisa.
    Uma cota de combustíveis vitalícias pra poder vender gasolina e diesel barato pros brasileiros.
    O resto venda em dólar pra quem quiser comprar ao redor do mundo.
    Venda esses carai urgente.

    1. Não!!
      É o grupo do lulinha limpador de bunda de elefante que vai comprar.
      Rsrsrsrs
      Babaca!!

  2. E segue o desmonte do Brasil por uma direita “liberal” que aos poucos vai vendendo tudo e tornando o Brasil cada vez mais privado.

  3. Vergonha alheia dos servidores dos correios que votaram em Bolsonaro! Irão se arrepender pelo resto de suas vidas pela burrice de votar em um Burro. kkkkkk

  4. Quem levou os correios a falência?
    Quem zerou o fundo de pensões dos correios?
    Quem elevou os custos da estatal a níveis insuportáveis? O plano de saúde, por exemplo, dava direito até os avós dos funcionários.
    Quem inviabilizou financeiramente a estatal?
    Todas essas respostas pode ser resumida em: Os governos do PT
    Era uma estatal rentável e confiável até 2003 quando iniciou sua decadência, chegando a ser deficitária, mesmo tendo o monopólio em todo território nacional em sua atividade.
    O correios resume bem a forma da esquerda governar, um desastre total. A lá Venezuela, eca…

  5. Quem planta ventos, colhe o quê?
    Lembro o pessoal dos CORREIOS fazendo manifestações de FORA DILMA!
    Pensavam que ela era o problema e não viram que estavam sendo manipulados para depois receberem seu pagamento em dobro: PRIVATIZAÇÃO!
    Mais uma entrega de Patrimônios Públicos para a iniciativa privada que vai abocanhar mais essa fatia de mercado e melhorar só para os 20% mais ricos e moradores das grandes cidades. Os pequenos e pobres voltaram para as suas senzalas, e os trabalhadores voltam pro tronco pra aprenderem que o que é bom para os elefantes não é bom para as formigas.
    É só lembrar quem puxava as manifestações naquele tempo e até hoje e ver os seus carrões desfilando nas ruas, para ver quem realmente está se dando bem com tudo isso enquanto a maioria perde direitos e oportunidades de melhorar de vida com destruição da políticas públicas voltadas para eles. Adeus!!!

    1. Sua visão de mundo expõe um dos aspectos mais tristes e sujos na cultura brasileira: corporativismo. Quer dizer que é melhor seguir nas mãos de partidos, perder fundos de pensão, entregar um serviço caro e ruim? “Patrimônio público”. Kkkkkkkk

  6. E como vão ficar os partidos sem o Postalis? Principalmente o PT que arrombou os fundos dos pobres carteiros (e pretroleiros, pra citar os roubos na casa dos bilhões).

  7. É assim vamos conspirando de mais um problema, de mais uma fonte de corrupção e desperdícios. Para desespero dos sindicalistas e políticos de oposição, que vão perdendo suas “boquinhas”. Dá-lhe, Bozo.

    1. Se a privatização dos correios for igual ao da eletrobras que criará outra estatal,a mamata continuará a mesma! Vc acredita mesmo que no governo do MINTOmaníaco das rachadinhas não tem corrupção? Melhor diminuir a ração de capim cloroquinado pra raciocinar melhor…

    2. Suas “boquinhas” estão secando, “cumpanheros”. Procurem trabalho de verdade. Ainda há tempo prá virar gente de bem.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Homem é preso pela PF no interior do RN ao receber dinheiro falso pelos Correios

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal prendeu em flagrante nesta segunda-feira, 5/7, em Japi/RN, na Região do Trairi, a 141 km de Natal, um servente de pedreiro, 27 anos, natural de Minas Gerais, acusado do crime de moeda falsa. Com ele foram encontradas R$ 5 mil em cédulas falsificadas recebidas via postal.

A prisão do homem foi possível graças ao trabalho da PF em parceria com a área de segurança corporativa dos Correios em Natal. Durante a fiscalização conjunta e, após inspecionada pela máquina de raios X, uma encomenda levantou suspeita e foi separada, ficando a espera que fosse retirada.

Na manhã de hoje, um homem apareceu para recebê-la e quando saía da agência foi abordado, tendo dito aos policiais que apenas estava retirando, mas o verdadeiro destinatário era o seu enteado que se encontrava em casa.

Conduzido ao endereço, instantes depois o fato foi confirmado, tendo o outro homem assegurado que o envelope endereçado no seu nome continha apenas “um cartão de crédito”, porém ao ser aberto na presença dos policiais, o dinheiro falso foi encontrado distribuído em 50 notas de R$ 100.

O envolvido então recebeu voz de prisão e foi encaminhado para autuação na sede da Polícia Federal em Natal, onde se negou a responder ao interrogatório e invocou o direito constitucional de se manter calado e só falar em juízo.

Indiciado no crime de moeda falsa, o homem, que possui antecedentes criminais por receptação e estelionato, tendo respondido aos processos na comarca de Santa Cruz/RN, foi submetido a exame de corpo de delito no ITEP e se encontra custodiado na Polícia Federal, à disposição da Justiça.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Correios lançam selo em homenagem aos 150 anos de nascimento do Maestro Potiguar Tonheca Dantas

Foto: Divulgação

Por indicação do ministro das Comunicações, Fábio Faria, os Correios promovem, no próximo domingo (13), em Carnaúba dos Dantas (RN), o lançamento do selo comemorativo aos 150 anos de nascimento do Maestro Tonheca Dantas. O evento, que integra a programação em homenagem a esse ilustre músico e compositor potiguar, será transmitido online, às 11h, no canal do YouTube da Filarmônica Onze de Dezembro.

Autodidata e intuitivo, Tonheca Dantas fez parte de várias bandas militares tocando os mais variados tipos de instrumentos. Em 1898, foi contratado como maestro da Banda de Música da Polícia Militar, além de ter sido regente da Banda de Música do Corpo de Bombeiros em Belém do Pará, em 1903.

As composições do Maestro Tonheca Dantas ficaram conhecidas em todo o Brasil e fora dele. A sua música de maior notoriedade é “Royal Cinema”, apontada pelos pesquisadores como sua mais notável produção e tocada durante a Segunda Guerra Mundial pela Rádio BBC de Londres, mas infelizmente executada como “autor desconhecido”. Muitas outras composições conseguiram o acatamento das mais primorosas orquestras, a exemplo das valsas “Delírio” e “A Desfolhar Saudades”.

O Maestro Tonheca Dantas nasceu em 13 de junho de 1871 em Carnaúba de Baixo (depois Carnaúba dos Dantas), então pertencente ao Município de Acari, na região do Seridó do Rio Grande do Norte. Filho do Tenente-Coronel João José Dantas e da escrava alforriada Vicência Maria do Espírito Santo, recebeu o nome de Antônio, em cumprimento à tradição luso-espanhola de reverência ao santo do dia. Antônio Pedro Dantas, por completo, apelidado Tonheca.

Aos 7 de fevereiro de 1940, aos 68 anos de idade, Tonheca Dantas falece na cidade de Natal/RN, deixando seu legado na história da música não só do Rio Grande do Norte, mas do Brasil. O reconhecimento de sua importância está marcado pela aposição de seu nome a uma sala do Teatro Alberto Maranhão e pelo patronato da cadeira 33 da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras.

*Arte do selo*– A emissão busca ressaltar a importância e resgatar a história do Maestro Tonheca Dantas. O desenho é de autoria de Francisco Iran e a fotografia de Evaldo Gomes. O selo é composto pela foto do maestro que tem ao fundo a partitura da valsa Royal Cinema e a ilustração de um de seus instrumentos, o bombardino. Já a folha é composta por 12 selos e apresenta uma vinheta com destaque ao aniversário de 150 aos do maestro. Com tiragem de 120 mil exemplares e valor unitário de 1º Porte da Carta (R$ 2,10), o selo está disponível para venda na loja virtual e, também, nas principais agências dos Correios.

Serviço:

Lançamento do Selo Comemorativo aos 150 anos de nascimento do Maestro Tonheca Dantas

Data e horário: 13 de junho de 2021 (domingo), às 11h

Transmissão ao vivo de toda a programação no canal do YouTube da Filarmônica Onze de Dezembro

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Receita Federal apreende em Natal maconha, crack e ecstasy em encomendas enviadas pelos Correios

Foto: Receita Federal/Divulgação

A Receita Federal apreendeu em Natal maconha, crack, ecstasy e produtos contrabandeados em encomendas enviadas pelos Correios. O resultado da operação foi divulgado nesta quinta (10). De acordo com a Receita, ao todo, foram apreendidos 32 volumes de mercadorias, estimadas em R$ 70 mil, no Centro de Distribuição dos Correios em Natal (CDD Natal).

Segundo reportagem do G1-RN, as drogas estavam escondidas na tentativa de impedir a detecção pelo cão de faro que faz parte da Equipe K9. Foram apreendidos aproximadamente 1kg de maconha, 1kg de crack, além de 190g de ecstasy.

A Receita ainda destacou que a prática de contrabando e tráfico de drogas pela via postal tem sido constante, o que tem exigido uma maior atuação do órgão nos centros de distribuição dos Correios.

Em nota, os Correios informaram que trabalham em parceria com os órgãos de segurança pública para prevenir o tráfego de itens proibidos, por meio do serviço postal.

Opinião dos leitores

    1. Vende espuma? A produção é grande, pelo menos faz um dinheiro para comprar pão com mortadela Kkkklk.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Decreto inclui Correios no Programa Nacional de Desestatização

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro incluiu os Correios no Programa Nacional de Desestatização (PND). O decreto foi publicado nesta quarta-feira (14) no Diário Oficial da União.

A inclusão da estatal no programa de privatização do governo foi recomendada pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), em reunião no mês passado, faltando apenas a aprovação presidencial para o andamento dos processos. Na semana passada, Bolsonaro já havia aprovado a inclusão da Empresa Brasil e Comunicação (EBC) e da Eletrobras no PND, que também foram objetos de recomendação do CPPI.

Sobre os Correios, a equipe do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) concluiu os primeiros estudos que analisaram modelos de desestatização do mercado postal em outros países e recomendou a empresa para o PND, onde será iniciada a segunda fase dos estudos. O conselho optou pela venda total da empresa, em vez do fatiamento, que poderá ser a venda majoritária (em que o Estado continua como acionista minoritário) ou venda de 100% das ações.

A segunda fase dos estudos será implementada ao longo deste ano pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e detalhará o modelo a ser adotado para a desestatização do setor postal. O governo não apresentou cronograma, mas estão previstos debates com a sociedade, com investidores e com empregados e a aprovação pelo Tribunal de Contas da União (TCU) sobre os aspectos da modelagem e os documentos jurídicos.

A venda dos Correios depende da aprovação, pelo Congresso Nacional, do projeto de lei (PL) que quebra do monopólio estatal e regulamenta a abertura do mercado postal à iniciativa privada. O texto foi apresentado em fevereiro pelo governo federal.

Chamado de Marco Regulatório para o setor postal, o texto também define a obrigatoriedade do cumprimento de metas de universalização e qualidade dos serviços e estabelece a criação da Agência Nacional de Comunicações, em substituição à atual Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que passará também a regular os serviços postais.

A privatização dos Correios vem sendo discutida há anos no âmbito do governo federal e é motivo de protestos de funcionários da estatal.

De acordo com o governo, o desenvolvimento adequado dos serviços postais brasileiros demanda um patamar de investimentos que o setor público não consegue prover. “Além disso, a União deve concentrar os seus esforços nas atividades em que a presença do Estado seja fundamental para a consecução das prioridades nacionais”, explicou em nota.

Unidades de conservação

Também foi publicado hoje o Diário Oficial da União o decreto presidencial que qualifica nove unidades de conservação no âmbito PPI e as inclui no PND. Nesse caso, será transferida para a iniciativa privada a prestação dos serviços públicos de apoio à visitação, com previsão do custeio de ações de apoio à conservação, à proteção e à gestão dos parques.

A Secretaria Especial do PPI, do Ministério da Economia, destacou que se trata de projeto de concessão, isto é, os patrimônios continuam sendo da União. “O objetivo é aprimorar e diversificar os serviços ofertados nas unidades, garantindo o aproveitamento sustentável das potencialidades econômicas existentes, além de agregar maior eficiência na gestão e na conservação da biodiversidade, aliada à geração de emprego e renda para a população local”, informou, em comunicado.

As unidades de conservação são a Floresta Nacional de Brasília (DF) e os parques nacionais da Serra dos Órgãos (RJ), da Chapada dos Guimarães (MT), de Ubajara (CE), da Serra da Bocaina (divisa entre RJ e SP), da Serra da Capivara (PI), da Serra da Bodoquena (MS), do Jaú (AM) e de Anavilhanas (AM).

A qualificação no âmbito do PPI serve para confirmar o caráter estratégico dos empreendimentos para o governo federal. Assim, será dado tratamento prioritário aos projetos de concessão.

O processo contará, na sequência, com estudos de avaliação da viabilidade técnica, econômica, financeira e ambiental, levando em consideração todas as especificidades e Planos de Manejo das unidades de conservação. Após a conclusão dos estudos, o projeto será submetido à consulta e audiência pública e passará também por avaliação prévia do TCU.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Honestamente falando, todo brasileiro que depende regularmente dos serviços dos correios gostaria de vê-lo privatizado. Entendo que tem a coisa dos empregos e etc. Mas precisamos saber que dois errados não fazem um certo.
    Os correios são hiper ineficientes. Eu não me incomodaria de pagar mais caro e ter um serviço que realmente funcionasse. Uma vez que a concorrência fosse aberta muitos players poderiam oferecer serviços e, como todo mercado saudável, a concorrência livre cuidará de selecionar as melhores empresas.
    A prova da ineficiência dos correios é que praticamente todos as grandes empresas online evitam fortemente a contratação dos seus serviços que, inclusive saem caros pra eles. Os correios são usados apenas quando não há mais opções. Basta fazer uma compra na Amazon, Americanas, Submarino, Magazine Luiza e etc… Quem entrega, normalmente, são empresas de logística (que não os correios). No quesito entrega internacional, tudo que passa pelos correios atrasa (e muito) e ocasionalmente não chega.
    Eu, nesse exato momento, tenho uma compra que veio do exterior que levou pouco mais de uma semana pra sair da china e chegar no Brasil, mais uns 15 dias de Curitiba para Natal e, faz quase um mês que está em trânsito de Natal pra Nova Parnamirim. Parece brincadeira, mas não é?
    Pra mim, minha encomenda foi extraviada e/ou já tem novo dono. Só preciso esperar os 90 dias pra pedir reembolso.
    Há mais de 10 anos os correios deixaram de ser uma instituição pelo qual o brasileiro confiava e respeitava.

  2. O PT já privatizou há um bom tempo, quando colocou os Correios nas mãos de “administradores” que arrazaram o fundo de pensão dos funcionários desta estatal.

    1. Ele tá só dois anos atrasado no plano de privatizações…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Músico do RN ganhará selo comemorativo dos Correios, por indicação de Fabio Faria

O ministro Fabio Faria propôs ao Correios a edição de um selo comemorativo aos 150 anos do nascimento do maestro Tonheca Dantas. O músico autodidata, símbolo da arte do Rio Grande do Norte, vai ser homenageado pela vasta obra com mais de mil peças! Suas composições são, hoje, executadas em orquestras de todo o país e também do exterior: a Valsa Royal Cinema, escrita para um cinema de Natal, por exemplo, foi sucesso na Rádio BBC de Londres.

Filho da cidade de Carnaúba dos Dantas, o maestro dedicou sua vida à música e a diversos instrumentos, e tocava flauta, trompete, saxofone, violão e clarineta. Além das valsas, muito presentes em sua obra, compôs dobrados, maxixes, hinos, xotes, polcas e explorou uma série de outros gêneros musicais. Homenagem mais que justa para a arte potiguar!

Opinião dos leitores

  1. Merecido reconhecimento. Pena que nesse sesquicentenário as festividades serão virtuais.

  2. Já merecia há tempos mais como veio agora, massa ,tonheca e o bethoven o Mozart do Seridó e representante de nossa música,toquei muitas obras de tonheca

  3. Sou Neta de Tonheca Dantas e estou imensamente agradecida pela honraria e justíssima indicação. Obrigada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF investiga crime praticado contra agência dos Correios no interior do RN

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, 23/03, a Operação Key Wall visando identificar a autoria do furto mediante arrombamento praticado no dia 24/01/2019 contra a agência dos Correios de Martins/RN. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 12ª Vara Federal em Pau dos Ferros/RN, nas cidades de Mossoró/RN e Natal/RN.

De acordo com a comunicação de delito encaminhada pelos Correios, aquela ação criminosa ocorreu durante a madrugada, onde pelo menos quatro suspeitos arrombaram a parede da agência e subtraíram significativa quantia existente no interior do cofre.

Todos os investigados possuem antecedentes criminais, mas a PF não descarta a participação de outros indivíduos no crime em apuração. Dos envolvidos, um encontra-se preso no Sistema Penal do Rio Grande do Norte, outro foi assassinado, e os demais são destinatários dos mandados de busca hoje cumpridos.

A ação teve apoio da Força-Tarefa, composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJ).

A Força-Tarefa conta com a colaboração de todos por meio do telefone (84) 3323-8300 e o WhatsApp (84) 9218- 0326, canais indicados para recebimentos de informações, denúncias de crimes, preservando-se sigilo da fonte.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça Federal do RN condena quadrilha especializada em roubo de cargas e Correios

O Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior condenou nove pessoas que integram uma quadrilha especializada em roubo de cargas. O grupo foi condenado por roubo, porte ilegal de arma, uso de documento falso, corrupção de menor, entre outros crimes. O grupo foi acusado de cometer oito assaltos nos municípios de 2 em Bom Jesus, 2 em Macaíba, 1 em São Pedro do Potengi, 2 em Santa Maria e 1 em Riachuelo.

Em 99 páginas da sentença, o magistrado discorreu sobre os crimes cometidos pela quadrilha e determinou a manutenção da prisão preventiva de nove dos acusados: Eric Dias do Nascimento, Jadenilson Pereira Matias de Sousa, Jackson Firmino Lira da Silva, Gabriel Lucas Félix Barbosa, Judson Bezerra Araújo Batista, Ronald Felipe de Andrade Lunardo e Matheus Gleydson Resende da Silva

Um dos crimes praticados pela quadrilha ocorreu no dia 11 de julho de 2018, em um trecho da BR 304, nas imediações da cidade de Riachuelo, quando foram roubadas mercadorias que eram transportadas de Recife para Fortaleza.

As condenações dos réus foram assim definidas:

Gabriel Lucas Félix : 19 anos de prisão e 487 dias-multas, com cada dia-multa equivalendo a 1/30 do salário mínimo vigente

Jadenilson Pereira Matias de Sousa : 7 anos e 10 meses de reclusão e 78 dias-multa

Maxwell Siqueira Gomes : 29 anos e 11 meses de prisão e 1.113 dias-multa

Matheus Gleydson Resende da Silva:  17 anos e 2 meses de prisão e 690 dias-multa

Jackson Firmino Lira da Silva:  9 anos e 5 meses de prisão e 345 dias-multa

Judson Bezerra Araújo Batista:  9 anos e 5 meses de prisão e 345 dias-multa

Eric Dias do Nascimento: 9 anos e 5 meses de prisão e 345 dias-multa

Ronald Felipe de Andrade Lunardo: 9 anos e 5 meses de prisão e 345 dias-multa

João Paulo Queiroz Rodrigues: 7 anos de prisão e 20 dias-multa

https://www.jfrn.jus.br/noticia.xhtml?idNoticia=19246

Opinião dos leitores

  1. Deveriam ter iniciado a vacina pelas pessoas ativas, que pfecisam sair de casa. Começaram pelos idosos qu nao precisam se deslocar num.tempo de pandemia. Agora taî o resultado: idosos vivos e milhares de pessoas ativas mortas.

  2. Vamos lá Manoel F, Samuel Uel, Pixuleco, ZeGado , e outros menos cotados, façam uma vaquinha para defender esses coitados que estavam fazendo algo para sobreviver, esses aí precisam de um olhar social cuidadoso, nasceram pobres, continuam pobres, vcs com certeza podem ajudar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Projeto de privatização dos Correios será enviado entre esta quarta e quinta, anuncia ministro Fábio Faria

Foto: Agência Brasil

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou ao Valor que o projeto de lei de privatização dos Correios está tendo a revisão finalizada na Casa Civil e será enviado ao Congresso entre hoje e amanhã.

O envio faz parte do esforço do governo de mostrar que continua comprometido com a agenda econômica liberal, após o presidente Jair Bolsonaro criticar a política de preços da Petrobras e trocar seu presidente. Esse movimento derrubou o valor das ações da estatal.

Como reação, o governo enviou a privatização da Eletrobras por medida provisória na terça-feira, sancionará nesta quarta-feira o projeto de lei que dá autonomia ao Banco Central, com mandatos para seus diretos e presidente, e também enviará o projeto de privatização dos Correios.

Valor

Opinião dos leitores

  1. O Correios já faliu há muito tempo, perdendo sua razão de existir. Entregam um serviço horrível e caro !

  2. Não entendo essa gente que gosta de pagar 2 à 3 vezes para poder usar os correios e ainda acha isso bom, maravilhoso, às mil maravilhas. Mesmo quando vc não está usando você está pagando os funcionários e os serviços por meio de impostos, quando precisa usar ainda tem que pagar o envio da encomenda. Num serviço privado vc só pagará quando usar e ponto, se tiver concorrência eles ainda vão disputar para oferecer o melhor preço e serviço para agradar o cliente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Operação nos Correios e em transportadoras na Grande Natal e Mossoró apreende R$ 110 mil em mercadorias sem nota; entre elas, eletrônicos, celulares e roupas

Uma operação de combate à sonegação de impostos, realizada ontem (9) por auditores e técnicos da Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN), resultou na apreensão de 43 cargas, avaliadas em cerca de R$ 110 mil, que estavam sendo processadas e transportadas sem documentação fiscal. Foram retidos principalmente eletrônicos, celulares, brinquedos e roupas. A ação foi realizada durante todo o dia e o alvo foram sete Centros de Distribuição dos Correios e empresas transportadoras em municípios da Grande Natal e região de Mossoró. Em menos de 60 dias, o Fisco Estadual já apreendeu R$ 2,2 milhões em mercadorias irregulares.

A força tarefa, conduzida por uma equipe de 25 auditores fiscais e técnicos, evitou a sonegação de R$ 32 mil em impostos, recursos que seriam desviados dos cofres públicos do Rio Grande do Norte e que poderiam estimular a competição desleal no comércio potiguar. Toda a operação foi monitorada pela Subcoordenadoria de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito e Itinerância Fiscal (Sumat) da SET.

No total, foram apreendidos 43 volumes de mercadorias, entre artigos eletroeletrônicos (R$ 31 mil), brinquedos (R$ 26 mil), aparelhos celulares (R$ 21 mil), confecções (R$ 17 mil) e outros produtos, que seriam distribuídos de forma irregular. O subcoordenador da Sumat, Marcos Medeiros, explica que a fiscalização não é uma ação pontual, ao contrário, ocorre rotineiramente para averiguar se a documentação desses produtos que são tratados pelos Correios e também pelas transportadoras está em conformidade com a legislação tributária.

“Muitas vezes, essas mercadorias chegam aos Correios sem a documentação correta e cabe ao Fisco Estadual fiscalizar esses produtos que circulam sem recolhimento de imposto, antes que cheguem ao destinatário final”. Segundo Marcos Medeiros, operações semelhantes serão deflagradas semanalmente para coibir tais ilícitos. Nesta operação, que começou nas primeiras horas da manhã e só foi concluída na noite da terça-feira, foram visitados cinco centros dos Correios em Natal, um em Mossoró e outro em Parnamirim, além de diversas transportadoras com bases nessas regiões.

Opinião dos leitores

  1. Vejam só: uma "operação" que levou dias de trabalho e que PODERÁ resultar em R$ 32.000,00 a mais nos cofres públicos.
    Isso não paga o salário do mês de um dos Auditores envolvidos nessa fantástica atuação.
    Enquanto a SET não mirar nos grandes sonegadores e ficar preocupada com quem mandou um conjunto de pano de prato sem nota fiscal pelos Correios, veremos mais notícias assim, como se fosse algo espetacular.
    Se bem que no RN não existem grandes sonegadores mesmo… Então deixa para lá.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *