Juiz determina Município promover reparos em posto de saúde de Cidade Nova

O juiz de Direito Geraldo Antônio da Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, acolhendo as alegações apresentadas pelo Ministério Público Estadual sobre as condições estruturais do posto de saúde de Cidade Nova, deferiu pedido de liminar e determinou que o Município de Natal, dentro do prazo de trinta dias, promova os reparos nas instalações elétricas e apresente projeto de reforma e manutenção da Unidade, especificando, inclusive, as datas previstas para o início e término dos serviços de manutenção das paredes, teto, correção do piso, infiltrações, mofo, substituição de portas, janelas e equipamentos danificados.

O Secretário Municipal de Saúde, intimado na última terça-feira, dia 10/12, deverá apresentar resposta sobre o cumprimento da determinação contida na decisão do Magistrado até o próximo dia 28/01 sob pena de, não o fazendo, submeter-se às determinações contidas no art. 461, § 5º do Código de Processo Civil, dentre as quais a imposição de multa por tempo de atraso.

Em sua fundamentação, o juiz de Direito Geraldo Antônio da Mota destacou toda a documentação acostada aos autos do Inquérito Civil nº 06/2007-62PmJ, que acompanhava a “deficiência de atendimento na Unidade de Saúde de Cidade Nova”, e que ensejou à ação civil pública nº 0806270-21.2013.8.20.0001, ajuizada pelo Ministério Público, em especial, o abaixo assinado apresentado pelos moradores do bairro.

MPRN

Malha viária de Natal ganha reparos em asfalto e paralelepípedo

Desde o início do ano, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), vem fazendo reparos na malha viária da cidade, contemplando as quatro regiões administrativas.

Nesta segunda-feira (2), a operação tapa-buraco em asfalto prossegue na rua Aldo de Melo Freire (Capim Macio) e na rua Luciano de Barros (Candelária), e na avenida Felizardo Moura (Bairro Nordeste).

Nas vias pavimentadas a paralelepípedos, as equipes da Semopi trabalham nas ruas Santo Agostinho (Igapó), Romão Batista com avenida João Medeiros Filho (Potengi), Cajazeiras (conjunto Panorama), Francisco Gurgel (Ponta Negra), Montes Claros (Pirangi) e Manoel de Castro (Lagoa Nova). Restauram, ainda, a avenida Amintas Barros com a travessa Amintas Barros (Lagoa Nova) e a avenida General Gustavo de Farias com avenida Deodoro da Fonseca.

Além da operação tapa-buraco, as equipes da Secretaria executam serviços de drenagem, afundamentos e limpeza de bocas de lobo na rua Francisco Gurgel (Ponta Negra), rua da Divisão (Cidade Nova), rua Jaguarari com Potiguares e na avenida Romualdo Galvão, por trás do Departamento de Estradas e Rodagens (DER).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Soares disse:

    A prefeitura está de parabéns, vem trabalhando.
    Mais queria esclarecer uma dúvida, a Av. Cap. Mor Gouveia vai se acabar por inteiro antes que tomem alguma providência por lá??? São milhares de BURACOS sem que nada seja feito??? Por lá passam milhares de carros por dia e nada da operação tapa buraco??? O que é que tá havendo???

Dibson Nasser pede solução para problemas em escola de Extremoz

Os professores da Escola Estadual Lígia Navarro, em Extremoz, estão preocupados com a escala de horários na instituição. De acordo com os servidores, faltam profissionais nas salas de aulas e pessoal para cumprir os serviços gerais. Buscando evitar possíveis interrupções nas aulas devido à falta de pessoal, os profissionais tiveram contato com o deputado estadual Dibson Nasser, que se comprometeu a intermediar uma solução para o problema junto à secretária de Educação do estado, Betânia Ramalho.

Em reunião na Assembleia Legislativa, os professores relataram a situação na escola, que já iniciou as aulas e recebe os alunos de Extremoz. Porém, alguns horários não puderam ser cumpridos por não haver professores suficientes. Na conversa com Dibson, os servidores pediram que o deputado colaborasse para que uma alternativa fosse encontrada rapidamente. De pronto, o deputado garantiu apoio aos professores.

“Fico satisfeito em ver que os professores seguem demonstrando preocupação a qualidade do ensino para os alunos, o que mostra que eles querem ajudar a desenvolver a sociedade através da Educação. O que eles querem é mais condição, e é um pleito justo. O que estiver ao meu alcance, eu farei”, disse Dibson Nasser.

O deputado estadual se comprometeu com os professores a relatar o problema à secretária de Educação e discutir qual a alternativa que pode ser tomada para solucionar o problema. “Confio que o problema será sanado e não haverá prejuízo para professores e, principalmente, aos alunos”, afirmou o deputado.