Após negociação com a PM, homem é preso em Natal depois de agredir esposa e fazer filho de um ano refém

Foto: Ilustrativa/iStock/Getty Images

A Polícia Militar a prisão de um homem em Natal na noite desse domingo (25), no bairro Bom Pastor, por volta de 22h, acusado de agredir a esposa e fazer o próprio filho de um ano de idade refém.

Segundo a PM, a corporação foi acionada após o homem agredir a esposa e pegar a criança como refém, fazendo ameaças e dizendo que mataria o menino. Na sequência, policiais militares especializados nesse tipo de conflito, pertencentes as forças especiais, foram ao local e negociaram a liberação da criança. Após acordo, o homem entregou o filho, foi detido e levado à Central de Flagrantes.

Tenente da reserva da PM de São Paulo é preso na Grande Natal após agredir esposa, enteada e sogra

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca nesta terça-feira(21) que um tenente da reserva da Polícia Militar de São Paulo foi preso depois agredir a esposa, a enteada e a sogra, na noite dessa segunda (20) em Parnamirim, na Grande Natal, segundo a Polícia Civil. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) na Zona Norte de Natal.

Segundo a corporação informou a reportagem, o homem chegou embriagado em casa e, após uma discussão, agrediu a esposa a socos. A mãe dela, uma idosa de 70 anos, e a filha da mulher tentaram impedir as agressões, mas também foram agredidos.

Veja matéria completa aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio disse:

    Se tivesse a imunidade da reforma do Moro, já estaria em liberdade

Goleiro Jean, do São Paulo, é preso nos EUA, acusado de agredir a esposa

Ficha da prisão do goleiro Jean nos Estados Unidos — Foto: Reprodução

O goleiro Jean, do São Paulo, foi preso nos Estados Unidos. O atleta foi detido acusado de agredir a esposa. Sua ficha já aparece no sistema do Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida.

Consta na ficha de Jean que ele foi preso no começo da manhã e pré-sentenciado por violência doméstica. O São Paulo estuda seriamente rescindir o contrato do jogador.

As acusações de violência vieram a público na madrugada desta quarta-feira, quando a esposa do jogador postou uma série de vídeos, com o rosto machucado, acusando Jean de agressão. O casal estava de férias em Orlando e havia visitado a Disney.

– Eu tô aqui, em Orlando, e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Alguém me ajude. Jean acabou de me bater. Gente, socorro – diz ela em um dos vídeos.

Os vídeos postados por Milena acabaram salvos por pessoas que os assistiram e circulam por redes sociais, apesar de apagados por ela. Em outro vídeo, a esposa de Jean pede justiça, e é possível escutar uma voz masculina ao fundo, sugerindo que ela se preocupe com o futuro das filhas.

– Jean, goleiro do São Paulo. Olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça – diz Milena.


O empresário de Jean, Paulo Pitombeira, está em contato com a diretoria do São Paulo para decidir os próximos passos. A ideia inicial do clube é rescindir o contrato. O Tricolor, antes de a prisão ser noticiada pelo GloboEsporte.com, soltou a seguinte nota oficial:

“O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis.

Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles.”

O GloboEsporte.com entrou em contato com o Itamaraty, o ministério das relações exteriores brasileiro, que ainda não respondeu.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão Indignado disse:

    Canalha! Como todos os embustes que agridem mulheres. Cadeia nessa cambada de delinquentes…