Após negociação com a PM, homem é preso em Natal depois de agredir esposa e fazer filho de um ano refém

Foto: Ilustrativa/iStock/Getty Images

A Polícia Militar a prisão de um homem em Natal na noite desse domingo (25), no bairro Bom Pastor, por volta de 22h, acusado de agredir a esposa e fazer o próprio filho de um ano de idade refém.

Segundo a PM, a corporação foi acionada após o homem agredir a esposa e pegar a criança como refém, fazendo ameaças e dizendo que mataria o menino. Na sequência, policiais militares especializados nesse tipo de conflito, pertencentes as forças especiais, foram ao local e negociaram a liberação da criança. Após acordo, o homem entregou o filho, foi detido e levado à Central de Flagrantes.

FOTOS E VÍDEO: Dois PMs são baleados e bandidos morrem em troca de tiros durante assalto com refém em Natal

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(23) que dois policiais militares foram baleados e dois criminosos morreram em uma troca de tiros que aconteceu durante um assalto com refém em um posto de combustíveis, no início da tarde desta quinta-feira (23). Segundo a PM, o caso aconteceu na avenida Tomaz Landim, na Zona Norte de Natal. O refém foi libertado e passa bem. Veja todos os detalhes aqui em reportagem completa.

Fotos: Reprodução

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tony Elton disse:

    Cpfs descadastrados com sucesso.

  2. Roberto Araújo disse:

    Rogo a Deus que os dois PMs, estejam muito BEM. Já ia esquecendo, PARABÉNS pelos CPFs cancelados.

  3. Felipe disse:

    E o estado de saúde dos policiais? Que estejam bem…

VÍDEO – LEMBRA DELE? Champinha liderou rebelião em SP e fez agente de saúde refém na madrugada desta quarta

Foto: Reprodução/Record TV

O detento Roberto Aparecido Alves Cardoso, o Champinha, liderou uma rebelião em uma Unidade Experimental de Saúde, administrada pela Secretaria de Saúde e Secretaria de Administração Penitenciária, na madrugada desta quarta-feira (4), na zona norte de São Paulo. As informações são da Record TV.

Acompanhado de outros dois detentos, o líder fez um enfermeiro refém ameaçando-o com um espeto. O grupo se trancou na enfermaria do local para reivindicar mais direitos e comodidade na reclusão.

Champinha ficou conhecido pelo sequestro e morte do casal, Liana Friedenbach, na época com 16 anos, e Felipe Caffé, que tinha 19, em 2003. Liana ainda foi abusada várias vezes pelo próprio Champinha e os comparsas. Quando foi preso, Champinha era menor de idade e foi para as dependências da Fundação Casa, onde poderia permanecer por até três anos.

Porém, passado esse período, o Ministério Público pediu sua interdição civil. Considerado sem capacidade psicológica de conviver em sociedade por sofrer de distúrbios mentais e desvio de caráter, a Justiça acatou o pedido do Ministério e ele foi encaminhado para a unidade experimental de saúde que fica dentro da Fundação Casa. A unidade é exclusiva para infratores com distúrbios mentais.

A rebelião já chegou ao fim e o enfermeiro foi resgatado sem nenhum dano de saúde. Em nota, a SES-SP (Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo) informa que o tumulto foi controlado em menos de meia hora e que os atendimentos multidisciplinares aos internos seguem sem qualquer anormalidade. Esclarece, ainda, que não pode divulgar qualquer detalhe sobre os internos lá atendidos por questões de segurança e porque as informações são mantidas sob sigilo de Justiça.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hulkenberg disse:

    Quem lembra muito bem desse traste, é o presidente Bolsonaro.
    Era justamente esse vagabundo que a Maria do Rosário defendia, na discussão com o então deputado Jair Bolsonaro. Ele
    Responde processos até hoje, por causa desse troço ruim.

  2. Observador disse:

    Pai da menina morta é advogado. Contrario a redução maioridade penal. Basta pesquisar no google.

  3. VTNC disse:

    O estado deveria interna-lo na cidade dos pés juntos , lixo tem que ser descartado !

  4. Joao Maria disse:

    Tem que matar logo. Um escroto desse só dá prejuízo à sociedade. Vai acabar matando mais gente.

  5. SE AJEITE NÃO disse:

    Lembro sim, o menino de ouro de Maria do Rosário.

Gerente do Bradesco em Areia Branca é feito de refém por duas horas

Um gerente de um posto de atendimento do Banco Bradesco na cidade de Areia Branca passou pelo menos duas horas de terror na manhã desta quinta-feira (10), ao ser rendido por quatro homens armados. A vítima foi feita de refém por volta das 8h, quando os bandidos perceberam que não seria possível ter acesso ao dinheiro do caixa eletrônico, justamente, pelo local não se tratar de uma agência. Com isso, o funcionário foi levado pela quadrilha em um Siena de cor prata, e foram esses momentos os de grande apreensão.

Segundo a Polícia Militar local, o refém só foi liberado duas horas depois, já na cidade de Serra do Mel, sem nenhum ferimento. Mesmo a vítima saindo ilesa, a experiência, em contrapartida, foi traumática, pois ninguém sabe o que se passa na cabeça de um grupo que teve frustrada a sua ação criminosa.

Médica é feita de refém e tem carro roubado em Natal

A Polícia Militar confirmou que uma médica ginecologista foi feita de refém após ser rendida por assaltantes e ter o seu carro roubado em frente à Liga Norte-rio-grandense Contra o Câncer, no bairro das Quintas.

Segundo a PM, a médica foi levada pelos bandidos e libertada somente no bairro de Igapó. Informações dão conta que a vítima havia estacionado seu veículo Honda Fit e no caminho para o hospital, foi surpreendida pelos homens.

Após ser libertada na Zona Norte, a mulher pediu socorro através do Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (Ciosp). Até o momento nenhum suspeito foi encontrado, muito menos o veículo.

Homem mantém mulher como refém há 16h

Já faz 16h que um homem identificado como Alexsandro Silva de Lima, de 29 anos, mantém uma mulher refém, em uma casa da rua 31 de março, no Centro de São Gonçalo do Amarante.  Policiais do Batalhão de Choque (BPChoque) e Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) fazem cerco à residência onde o casal se encontra desde as 18h de ontem.

A informação é de que o homem teria fugido da polícia dias atrás, após diligências em um bar em São Gonçalo. Já na tarde de ontem, após receber informação de que Alexsandro estaria em uma casa no centro de São Gonçalo, a polícia foi tentar prender o acusado, mas foi recebida a tiros.

Desde então, o cerro está fechado e o homem dentro de casa fazendo a mulher de refém. Na verdade, ao que parece, os dois – bandido e refém – são amigos. Os dois, segundo informações da própria polícia, estariam na residência fazendo uso de drogas há várias horas.

Fugitivo do maior presídio do RN mantém refém no interior do estado

Está no G1. A Polícia Militar do Rio Grande do Norte está mobilizada desde às 12h desta quinta-feira (23) com o objetivo de resgatar um homem mantido refém por um fugitivo da penitenciária de Alcaçuz, a maior unidade prisional do estado. A vítima, cujo nome não foi repassado pela polícia, está sob poder do criminoso Rosiel Luiz da Silva, mais conhecido como “Alejado”, no município de Arês, distante 58 quilômetros de Natal. Dadão, como é conhecido Rosiel, responde a processos por assaltos, estupros e assassinatos.

De acordo com o comandante da PM, coronel Francisco Canindé de Araújo, na manhã desta quinta havia sido montada uma operação para prender Rosiel Luiz, mas ele conseguiu furar o cerco. “Foi quando o Dadão entrou em uma casa no Sítio Mundo Novo, distrito de Arês, e fez um homem refém. Diante disso, deslocamos reforço para o local e agora estamos aguardando que tudo acabe bem”, falou o comandante.

Rosiel Luiz da Silva fugiu do presídio de Alcaçuz no dia 26 de junho passado, juntamente com outros dez detentos. Dadão estava em Alcaçuz desde agosto de 2007. Ele responde há vários processos instaurados nas comarcas de Arês, Goianinha, Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim e São José de Mipibu.

Rosiel é é deficiente físico e visual. Ele só enxerga pelo olho direito, tendo perdido a visão esquerda ao tentar escapar de Alcaçuz em maio do ano passado. Ao ser abordado pela polícia, Dadão recebeu um tiro de bala de borracha e ficou cego. Além disso, ele tem uma deficiência em uma das pernas devido a um tiro efetuado pela PM em uma abordagem anterior.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Ainda não mataram uma praga dessa, um tiro de borracha e outro de verdade e o fdp tá vivo, tomara que nessa operação em Arês o refém seja liberado sem ferimentos e o Dadão vá para o inferno…

Quadrilha mantém família refém e faz arrastão na ZN

Objetivo dos assaltantes era levar dinheiro que eles imaginavam estar dentro do cofre
Foto: Ricardo Araújo - G1 RN
Um grupo formado por cinco bandidos realizou um arrastão à residência localizada no Pajuçara, zona Norte de Natal. Os assaltantes levaram um carro, uma moto e diversos pertences das vítimas. Os criminosos renderam adultos e crianças em um dos banheiros da casa. Toda a ação aconteceu em aproximadamente meia hora.
O grupo foi até um cofre onde imaginavam haver bens e valor. Ainda não há estimativa para o valor do que foi levado pelos bandidos. O fato aconteceu na noite desse sábado.

 

Com informações do G1 RN

Bando faz família refém na praia de Caraúbas

Insegurança no litoral Norte. Uma família foi feita refém por sete bandidos na praia de Caraúbas, município de Maxaranguape, há 50km de Natal . De acordo com um policial militar, que não será identificado, o grupo foi mantido em cárcere por três horas. Estavam na residência um homem cuja identidade não foi revelada, sua esposa e três filhos pequenos. Durante a ação criminosa ocorrida ontem, os assaltantes mantiveram todos sob mira de armas de fogo.

Não satisfeito, o grupo criminoso também invadiu uma casa vizinha, onde também fizeram um “arrastão”. Ainda não se tem notícia sobre identidade das vítimas, detalhes da ação, nem sobre o valor aproximado do material roubado. Nossa equipe tentou contato com o comandante do Pelotão de Barra de Maxaranguape, tenente PM Amâncio, mas o telefone funcional não estava disponível.

Bando armado realiza falsa blitz, faz família refém e ameaça invadir Apodi

Por Márcio Morais do Portal BO

Cerca de sete bandidos encapuzados e fortemente armados realizaram uma falsa blitz na BR-405, nas proximidades do contorno de acesso ao Lajedo de Soledade, na Chapada do Apodi, onde tomaram um veículo tipo Corsa Branco, de placas AJP-0963 (Felipe Guerra-RN), e fez refém uma família do município de Felipe Guerra, que trafegava na rodovia, por volta de 1h da madrugada desta quarta-feira (13).

Além de fortemente armados, os assaltantes carregavam algumas garrafas com gasolina e um rádio amador, copiando a frequência da Policia Militar e Civil da região Oeste. As vitimas não souberam identificar os dois veículos que estavam com grupo de assaltantes e apenas disseram que eram carros escuros e sedans.

O carro tomado no assalto pertence ao vendedor Alzeir de Oliveira Leite, que estava acompanhado da sua esposa, uma filha e um casal de amigos. Eles participavam de uma comemoração em uma pizzaria de Apodi e, no momento da falsa blitz, estavam retornando para Felipe Guerra cidade em que residem.

Na Delegacia de Polícia Civil de Apodi, as vítimas disseram que os assaltantes não usaram de violência, e logo que tomaram o veiculo, foram levados da BR-405 para uma estrada carroçável na Chapada do Apodi, onde em seguida foram liberados. As vítimas ainda disseram que os assaltantes o tempo todo pediam calma e que nada de ruim iria acontecer e elas. No momento do roubo, eles disseram que queriam o veiculo apenas para fazer uma operação em Apodi e depois do tiroteio seria abandonado.

Depois de soltas, as vitimas assustadas e com muito medo fugiram do local e conseguiram abrigo em uma fazenda e ao amanhecer o dia acionaram a policia. Outro detalhe que chamou a atenção dos policiais foi que os assaltantes perguntaram as vitimas se a camioneta do Grupo Tático Operacional (GTO) estava circulando pelas ruas de Apodi.

Depois de avisados do assalto, policiais da II Companhia de Policia Militar de Apodi através do Grupo Tático Operacional (GTO) realizaram várias buscas na Serra do Apodi e conseguiu recuperar o veiculo roubado, que havia sido abandonado em uma localidade rural com todos os pertences das vitimas.

Todo policiamento da Comarca de Apodi e cidades circunvizinhas estão em alerta sobre a presença dos assaltantes na região. O grupo de criminosos estaria armado com pelo menos três fuzis e varias pistolas. As estradas em torno do município estão com blitz policiais na tentativa de capturá-los.

Os policiais do Grupo Tático Operacional (GTO) suspeitam que o grupo esteja se articulando para praticar um grande assalto na região, resgate de presos ou ate mesmo uma chacina. No final de semana um grupo matou uma professora e tentou matar o seu marido no município de Janduis. Qualquer informação a população pode ajudar a policia ligando para os telefones (84) 3333 – 2737 ou 190 não é necessário se identificar.

O Delegado de Apodi, Renato Oliveira e o comandante da 2 CPMA, capitão Inácio Brilhante Araujo Filho estão em alerta para localizar o bando. O serviço de inteligência das Policias Militar e Civil estão buscando informações sobre os falsos policiais.

Bandidos fazem onze reféns durante assalto aos Correios no interior

Notícia trágica que reflete bem a situação da segurança no Estado acaba de ser publicada no portal DN Online. Confira:

A agência dos Correios da cidade de Lagoa dos Velhos, distante 80 quilômetros de Natal, foi assalta no início da tarde desta segunda-feira (04). Onze pessoas, sendo dias crianças, foram feitas reféns durante a ação dos bandidos, que estavam armados com pistolas. Os ladrões fugiram em um Corolla prata.

Inácio José Alves, que estava na agência no momento do assalto, contou ao DN ONline que um homem entrou no local pedindo informação sobre uma farmárcia. Um dos clientes deu a resposta, indicando onde tinha uma farmácia e o horário de funcionamento. Em seguida, o bandido sacou a arma e anunciou o assalto. Outros dois bandidos armados entraram no local para dar suporte. Eles mandaram todo mundo ficar sentados, em silêncio, em quanto o funcionário do local abria o cofre.

Ainda segundo Inácio José, um quarto bandido ficou dando apoio, em frente a agência, em um Corolla. Ele teria ligado para um dos homens dentro da agência, perguntando se a ação iria demorar. Inácio escutou quando o bandido respondeu que faltavam quatro minutos para o cofre abrir.

A quadrilha levou todo o dinheiro da agência e prendeu os reféns na sala onde fica armazenado o cofre. “Eles disseram que não queriam o nosso dinheiro. Queriam apenas o dinheiro do governo. Eles também levaram o CPU, onde tinham as imagens de segurança, e os chips dos celulares”, disse.

Uma pessoa, que estava com o celular no modo silencioso, e não entregou para que fosse retirado o chip, conseguiu acionar a polícia.

Inácio José ressaltou que os ladrões fizeram ameaças durante toda a ação. Eles estavam bem vestidos e aparentavam ter entre 25 e 35 anos.

Os bandidos fugiram em direção ao município de São Paulo do Potengi.

Inconformado com fim do casamento, ex mantém mulher de 20 anos refém há quase 24h

Um homem, identificado como Ademilson Henrique Vieira, de 28 anos, mantém a ex-mulher refém desde às 16 horas de terça-feira, 27, no interior residência onde o casal morava, no bairro São Jorge, o maior da cidade de Paranavaí, no noroeste do Paraná.

Armado com um revólver calibre 38, Vieira, durante a madrugada desta quarta-feira, 28, chegou a afirmar que liberaria Jéssica Tatiane Soares, de 20 anos, mas a jovem se recusou a deixar o imóvel, pois percebeu que o ex-marido estava depressivo e dava indícios de que cometeria suicídio caso ficasse sozinho na residência.

Ademilson e a ex-esposa têm uma filha de 3 anos, casaram-se há dois anos e meio e estão separados há três meses.

Ele não se conforma com o fim do casamento. Policiais militares de Maringá e Curitiba, especializados neste tipo de negociação, foram acionados.

O acusado chegou a exigir a presença de um advogado, com o qual conversou por telefone.

Vieira não reivindica nada, o que dificulta o término desta crise negociada pela polícia.

Ademilson, na tarde de ontem, entrou no ônibus onde estava a ex-mulher, sequestrou o coletivo até uma região próxima à casa dela e obrigou a vítima a entrar no imóvel com ele.

Fonte: Estadão.com

PM é preso após manter 20 pessoas reféns no litoral Norte

Leio no Nominuto que o cabo da Polícia Militar da Paraíba, Mário Ferreira Costa Júnior, foi preso na madrugada dessa segunda-feira (14) após manter cerca de 20 pessoas como reféns, na praia Barra do Rio, litoral Norte.

Na delegacia, o policial disse que, ainda naquela tarde, estava passeando com a namorada e um amigo e teria sido agredido por populares, insatisfeitos com os “cavalos de pau” que ele deu com o veículo.

Mário ainda disse que, à noite, decidiu voltar ao local onde havia sido agredido para tirar satisfações. Armado, ele passou a render todos que passavam no local, a perguntá-los pelos seus agressores, e chegou a disparar duas vezes contra um motoqueiro que se aproximou deles, mas os tiros não atingiram ninguém.

A polícia foi informada pelo pai de uma das vítimas que, deitada no chão, conseguiu enviar um pedido de socorro pelo celular. Mário foi preso em flagrante e autuado por constrangimento ilegal e por disparo de arma de fogo.