Jean, do São Paulo, é solto nos Estados Unidos após pagar fiança; em depoimento, goleiro diz que sua mulher o agrediu por ciúmes

Foto: Reprodução/Orange County

O goleiro Jean, do São Paulo, foi solto na tarde desta quinta-feira nos Estados Unidos após pagamento de fiança. Segundo a versão do jogador, a briga entre ele e a esposa Milena Bemfica começou por causa de ciúmes. Milena teria se irritado ao vê-lo conversar com outra mulher ao telefone e o teria agredido primeiro, conforme consta no boletim de ocorrência feito pela polícia de Orlando, nos Estados Unidos, na quarta-feira. No entanto, após o depoimento da sua mulher e das filhas do casal, os policiais levaram Jean preso para a prisão Orange County.

O documento foi anexado pela Justiça americana ao processo em que o goleiro é acusado de violência doméstica. Jean participará de uma audiência nesta quinta-feira na qual o tribunal decidirá se permite sua soltura após pagamento de fiança.

No depoimento, Jean conta que Milena o acertou com uma chapinha de cabelo na cabeça e mordeu uma das suas coxas. Ao ser confrontado pelos policiais de como ela teria dado a mordida naquele local, não soube responder.

Na versão de Milena, que foi corroborada pelas crianças, ela foi agredida com oito socos e puxada pelos cabelos pelo marido no quarto de hotel em Orlando. O casal e as filhas estão de férias na cidade. As autoridades concluíram que ela agiu em legítima defesa.

O São Paulo já se manifestou por meio de notas e vai rescindir o contrato com o jogador. Porém, por questões trabalhistas, só poderá fazê-lo ao fim das férias do atleta.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ronaldo Barros disse:

    Goleiro Jean é solto nos EUA sem pagamento de fiança…O goleiro Jean Fernandes, do São Paulo, foi liberado, sem pagamento de fiança, na tarde desta quinta-feira 19, confirmou a VEJA o sistema prisional da Flórida, nos Estados Unidos…….ALGUÉM PRECISA CHECAR A NOTICIA

Goleiro Jean, do São Paulo, é preso nos EUA, acusado de agredir a esposa

Ficha da prisão do goleiro Jean nos Estados Unidos — Foto: Reprodução

O goleiro Jean, do São Paulo, foi preso nos Estados Unidos. O atleta foi detido acusado de agredir a esposa. Sua ficha já aparece no sistema do Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida.

Consta na ficha de Jean que ele foi preso no começo da manhã e pré-sentenciado por violência doméstica. O São Paulo estuda seriamente rescindir o contrato do jogador.

As acusações de violência vieram a público na madrugada desta quarta-feira, quando a esposa do jogador postou uma série de vídeos, com o rosto machucado, acusando Jean de agressão. O casal estava de férias em Orlando e havia visitado a Disney.

– Eu tô aqui, em Orlando, e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Alguém me ajude. Jean acabou de me bater. Gente, socorro – diz ela em um dos vídeos.

Os vídeos postados por Milena acabaram salvos por pessoas que os assistiram e circulam por redes sociais, apesar de apagados por ela. Em outro vídeo, a esposa de Jean pede justiça, e é possível escutar uma voz masculina ao fundo, sugerindo que ela se preocupe com o futuro das filhas.

– Jean, goleiro do São Paulo. Olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça – diz Milena.


O empresário de Jean, Paulo Pitombeira, está em contato com a diretoria do São Paulo para decidir os próximos passos. A ideia inicial do clube é rescindir o contrato. O Tricolor, antes de a prisão ser noticiada pelo GloboEsporte.com, soltou a seguinte nota oficial:

“O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis.

Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles.”

O GloboEsporte.com entrou em contato com o Itamaraty, o ministério das relações exteriores brasileiro, que ainda não respondeu.

Globo Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão Indignado disse:

    Canalha! Como todos os embustes que agridem mulheres. Cadeia nessa cambada de delinquentes…

Gerson na Comunicação, Márcio na Semob e Jean Valério na Secopa

Nos bastidores, os nomes dos novos secretários de Micarla de Sousa já está definido, mas até esse momento ninguém confirma. Uma reunião está marcada para a tarde desta sexta-feira (3) somente para confirmar os nomes da reforma do secretariado.

O atual secretário de Comunicação (Secom) Jean Valério deixará a pasta e partirá para a Secretaria da Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo Fifa 2014 (Sejel/Secopa) ocupando o cargo do árbitro Rodrigo Cintra, que volta para a Bahia em definitivo para apitar os jogos do Baianão. No lugar de Jean, quem assume é o também jornalista Gerson de Castro, que vinha desempenhando um excelente trabalho na Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn).

Outras duas mudanças certas são: a saída de Elizabeth Thé, da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), que deixará a cadeira de titular da pasta para o atual diretor de Fiscalização de Trânsito Márcio Sá; e a Secretaria de Gabinete da Prefeitura (Segap), que terá o vereador Heráclito Noé ocupando o cargo de secretário-chefe de Gabinete deixado por Kalazans Bezerra.

Até agora, nenhum dos novos secretários confirmou a escolha. Mas, o blog já sabe. Somente uma tempestade daquelas para mudar esses nomes.

Ah! Nunca é demais lembrar que os bem avaliados Walter Fonseca (Educação), Maria do Perpétuo Socorro Nogueira (Saúde) e Antônio Luna (Planejamento) dificilmente largarão o osso do primeiro escalão da Borboleta.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. caio fábio disse:

    Só se for bem avaliado pela prefeita, porque a educação está um caos.

Secretário de Comunicação nega privilégios a TV Ponta Negra e 95 FM

Um dos pontos investigados pela CEI dos Contratos da Câmara Municipal de Natal são os contratos firmados pela Secretaria de Comunicação (Secom) com as agências de publicidade e com os veículos de comunicação. Pelos levantamentos iniciais da CEI, existem indícios de que a TV Ponta Negra e a 95 FM – veículos ligados a prefeita Micarla de Sousa – foram privilegiados, mas Jean Valério, titular da Secom, negou a informação.

“Não existe, categoricamente, essa história de privilégio à TV Ponta Negra e à radio 95 FM. Quem decide isso são as cinco agências que prestam serviços à Prefeitura, que foram vencedoras de um processo licitatório em que 11 agências concorreram”.

As empresas de publicidade em questão são a Base Propaganda, Art&C, Executiva Propaganda, Dois.A e a Marca Publicidade.