Anestesistas reúnem imprensa nesta sexta para falar de atraso nos pagamentos do SUS

O presidente da Cooperativa dos Anestesiologistas do Rio Grande do Norte, Frederich Marcques Abreu, reúne a imprensa amanhã, sexta-feira, às 8:30, para falar dos atrasos nos pagamentos da prestação de serviços aos pacientes do SUS feitos através de contrato entre a Coopanest/Governo do Estado/Prefeitura de Natal.

Em 2012, os 180 anestesistas que prestam serviço ao  SUS nos  hospitais públicos e privados de Natal só receberam o equivalente a 80% de um único mês trabalhado.

Os repasses estão atrasados desde  janeiro.  A situação se agravou na última semana quando  os  recursos repassados pelo governo do estado para a conta da Prefeitura de Natal foram bloqueados por determinação judicial para pagar dívidas do município com outra instituição da área da saúde. O repasse era referente aos meses de janeiro e fevereiro.

“Nós fomos informados que o dinheiro para pagar os anestesistas foi bloqueado  pela justiça assim que entrou na conta da prefeitura de Natal”, disse o presidente.

Na  última reunião, realizada na sede da Coopanest,  os anestesistas mostraram inquietação diante do atraso dos pagamentos. “ Nós não podemos pedir ao cooperado para ir trabalhar sem perspectiva de receber os honorários”, declarou.

A direção da Cooperativa espera que a Prefeitura de Natal encontre uma solução para evitar a interrupção serviço. Em média são realizados 3.800 procedimentos todos os meses só com as cirurgias eletivas.

Os anestesistas trabalham através da Coopanest em toda a rede pública, nos hospitais privados conveniados com o SUS, no Onofre Lopes e na Maternidade Januário Cicco, todos em Natal.

Entrevista coletiva

Dia: 25 de maio, 8:30

Local: sede da Coopanest. Edifício Lagoa Center, 711, Lagoa Nova

Médicos do Walfredo Gurgel param por falta de anestesista

Do Twitter do jornalista Jacson Damasceno vem a informação:

“Os Médicos residentes do Walfredo pararam as atividades. Não estão pedindo grana, mas anestesistas para que possam operar”.

Jacson arremata ao final do texto com um “Vergonha”. Compartilhamos – embora não façamos assessoria do contra, como quem é taxado pelas críticas à (caótica) saúde estadual.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jucielma disse:

    E FICAM TODOS INDIGNADOS COM O PROTESTO NO FACEBOOK , SOBRE A DOENÇA DO EX PRESIDENTE!!! MANDA ELE VIR FAZER O TRATAMENTO DELE AQUI E PELO SUS!!! BANDO DE HIPÓCRITAS!!

Tarcísio Maia, salve-se quem puder…

O Maior Hospital da Região Oeste e de Mossoró, o Hospital Tarcísio Maia, como toda rede estadual de saúde, passa por problemas seríssimos com a falta de médicos. Os médicos da rede estadual anunciaram uma greve para essa semana, mas, o maior problema do Tarcísio Maia não é esse. Os Ortopedistas e Anestesistas contratados esse ano para os Plantões pediram demissão e, o Hospital não vai ter anestesista para o Feriado da Semana Santa. Isso mesmo, o Hospital Tarcísio Maia, até agora, não tem anestesista para o Plantão do Feriado da Semana Santa. É mole ou quer mais?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. bruno disse:

    Nesse caso, o diagnóstico é simples e claro.
    Começa pelo nome do hospital. O resto é consequência.