Com salários que chegam a R$ 10 mil, concursos em prefeituras e câmaras municipais no RN oferecem 293 vagas

Foto: Ilustrativa

Certames na região do Mato Grande. Os municípios de João Câmara, Jardim de Angicos, Parazinho, Pedro Avelino e Guamaré lançaram edital para um concurso público em conjunto para preenchimento de 293 vagas. Os salários variam de R$ 998 a R$ 10 mil. As inscrições podem ser feitas pela internet até o dia 2 de outubro e as provas estão previstas para 1º de dezembro. Acesse aqui para edital e inscrições.

Segunda Câmara do TCE condena ex-presidentes de Câmaras Municipais de Montanhas e Alexandria

O ex-presidente da Câmara municipal de Montanhas, senhor Itamar Alves Nery, teve a prestação de contas do exercício de 2009 considerada irregular pela 2ª Cãmara do tribunal de Contas. Em processo relatado pelo conselheiro Tarcísio Costa, o voto foi pela aplicação de multa de R$ 13.374,00 decorrente do atraso no envio  dos relatórios de Gestão Fiscal  referentes aos 1° e 2° semestres de 2010; ausência de remessa dos comprovantes de publicação do RGF; atraso no envio do relatório Resumido de Execução Orçamentária atinente ao 6° bimestre ; e gastos com despesas gerais do legislativo acima do limite constitucional.

Na mesma sessão, o conselheiro Francisco Potiguar relatou processo da Câmara municipal de Alexandria, documentação comprobatória de despesa do 1° ao 5° bimestres de 2004, sob a responsabilidade do sr. Francisco Germano da Silva. O voto foi pela desaprovação das contas, com ressarcimento aos cofres municipais do montante de R$ 13.627,30, correspondente as despesas realizadas e não comprovadas. Foi aprovado também o envio das principais peças processuais ao ministério Público estadual, para tomar as medidas que entender convenientes no âmbito de sua competência.

Com informações do TCE-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo disse:

    Vou repetir o comentário da outra notícia, e vou contar quantas notícias saem de condenação e quantas de pagamento, até agora 2×0.
    "Só gostaria, Bruno, que o blog tentasse descobrir junto à assessoria de imprensa do TCE, que faz questão de alardear as condenações em multas e ressarcimentos, quanto desses valores são realmente pagos, porque nunca vi a notícia: prefeito de tal município paga multa de tanto, ou ressarce o erário em tanto."

Sem dinheiro, situação dos municípios pode piorar ainda mais

Ontem, noticiamos que 38 municípios viraram setembro sem receber um vintém do Fundo de Participação, o FPM.

A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) justificou o fato alegando que a redução dos repasses foi além do esperado. Prevista para ser em 15%, esbarrou em 26%.

Pois para piorar, essas 38 prefeituras, no próximo dia 20, têm que fazer repasses do duodécimo para as Camaras Municipais.

E dinheiro que não tem?