FOTOS: Drone flagra navio misterioso em Santos- SP após mar recuar e revelar a estrutura

Fotos: Carlos Nogueira/A Tribuna Jornal

Pedestres que caminhavam pela orla de Santos, no litoral de São Paulo, foram surpreendidos pelos destroços de um navio, encalhado na praia do Embaré, que voltaram a aparecer na última terça-feira (21). Imagens aéreas obtidas pelo G1 nesta quarta-feira (22) mostram detalhes da extensão da embarcação, isolada na faixa de areia próxima ao Canal 5.

De acordo com a Prefeitura de Santos, a baixa da maré fez com que a estrutura, que se assemelha a um casco de navio, composta de pedaços de madeira e metal com mais de 50 metros de comprimento, ficasse exposta, atraindo a atenção dos moradores. Ocasionalmente, partes do navio acabam ficando expostas mas, nesta semana, a carcaça completa passou a ser exibida.

A administração municipal aponta, ainda, que realiza o monitoramento do local desde 2017, quando foram feitos os primeiros registros dos destroços da embarcação. Com a aparição, o local foi isolado com cercamento para a proteção dos pedestres e banhistas.

Outras aparições foram registradas em agosto do ano passado e em julho de 2018. Após os primeiros registros, uma equipe de geólogos foi acionada para tentar identificar a embarcação. À época, pesquisadores suspeitavam que o material se tratava dos restos do veleiro Krestel, que afundou na mesma região em 1895.

No entanto, de acordo com o escritor e especialista em naufrágios José Carlos Silvares, a hipótese foi descartada após uma análise sobre o material presente da estrutura. “Acreditamos que poderia ser o veleiro, mas descartei porque era um navio de ferro, e essa estrutura é de madeira. Pode ser mais antigo ainda”.

Recreio

A cerca de mil metros dali, na orla da Ponta da Praia, estão os restos do navio Recreio, que encalhou na faixa de areia, durante uma tempestade, em 26 de fevereiro de 1971. A embarcação ficava fundeada na Praia do Góes, em Guarujá, e se soltou das amarras enquanto ocorria o temporal na Barra de Santos. Sempre que a maré baixa, os destroços do casco do navio, que nunca foram retirados por completo, são revelados.

G1

VÍDEO de drone mostra local da morte do sanguinário líder do Estado Islâmico

Para ver vídeo clique AQUI

Imagens feitas com drone divulgadas nesta segunda-feira (28) mostram o que restou do local de esconderijo de Abu Bakr al-Baghdadi, o chefe do Estado Islâmico, cuja morte o governo americano anunciou no fim de semana.

O líder terrorista, segundo a versão relatada pelo presidente americano Donald Trump, estava sendo perseguido e morreu ao detonar explosivos dentro de um túnel, depois de perceber que não teria como escapar. A operação, que durou mais de uma hora teve participação de oito helicópteros, ocorreu na província de Idlib, no noroeste da Síria.

Autoridades de segurança iraquianas revelaram que, durante a longa busca por Baghdadi, equipes de inteligência conseguiram um avanço em fevereiro de 2018 depois que um dos maiores assessores do líder do Estado Islâmico repassou informações sobre como ele conseguiu evitar ser capturado durante tantos anos.

Abu Bakhr Al-Baghdadi em vídeo divulgado nesta segunda (29) — Foto: AFP/Al-Furqan

Às vezes, Baghdadi tinha conversas estratégicas com seus comandantes em miniônibus em movimento repletos de vegetais para evitar uma detecção, disse Ismael al-Ethawi a funcionários depois de ser preso por autoridades turcas e entregue aos iraquianos.

“Ethawi deu informações valiosas que ajudaram a equipe a completar as peças que faltavam no quebra-cabeça dos movimentos de Baghdadi e os lugares que usava para se esconder”, disse uma das autoridades de segurança iraquianas.

“Ethawi nos deu detalhes de cinco homens, incluindo ele, que estavam se encontrando com Baghdadi dentro da Síria e as localidades diferentes que usavam”, explicou al-Ethawi à agência Reuters.

Operação que matou Abu Bakr al-Baghdadi — Foto: Guilherme Luiz Pinheiro/G1

No domingo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que Baghdadi morreu “gemendo e chorando” durante uma operação de forças especiais dos EUA na região de Idlib, no noroeste sírio.

Em um pronunciamento televisionado da Casa Branca, Trump disse que o líder do Estado Islâmico morreu junto com três dos seus filhos ao detonar um colete de explosivos depois de fugir para um túnel sem saída durante o ataque.

A trajetória que levou à morte de Baghdadi foi cheia de frustrações para agências de inteligência ocidentais e árabes. Foi necessário vasculhar muitas pistas do paradeiro do líder do EI, que impôs um reino de terror numa extensa área da Síria e do Iraque, ordenando que seus homens realizassem execuções em massa e decapitações.

Ele também é responsável por ataques hediondos em cinco continentes em nome de sua versão ultrafanática do Islã.

Converter militantes como Ethawi foi fundamental para os agentes que tentavam rastrear Baghdadi. Ethawi foi considerado por autoridades de inteligência do Iraque como um dos cinco principais assessores do líder. Ele se uniu à Al-Qaeda em 2006 e foi detido por forças norte-americanas em 2008, ficando preso durante quatro anos, segundo autoridades de segurança iraquianas.

Mais tarde, Baghdadi encarregou Ethawi de papéis cruciais, como dar instruções religiosas e selecionar comandantes para o Estado Islâmico. Depois que o grupo foi praticamente derrotado, em 2017, Ethawi fugiu para a Síria com sua esposa síria.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Josiel disse:

    Por que não usaram e usam os drones para localizar as manchas de petróleo no mar?
    E por que ainda não divulgaram as imagens dos satélites?
    Será que tem SHELL, CHEVRON OU OUTRA PETROLÍFERA AMERICANA ENVOLVIDA?

De 15 a 20 minutos, para dois minutos e meio: Campinas pode ser a 1ª cidade no país a entregar comida por drone

Foto: André Alves e Eduardo Yamanaka/Nectar Audiovisual

As discussões entre a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e uma empresa que desenvolve sistemas aéreos para entregas de cargas leves buscam colocar Campinas (SP) como a primeira cidade brasileira a ter delivery de alimentos por meio de drones.

A companhia SMX Systems/ Speedbird Aero, que desenvolve drones, é parceira do iFood, grupo que planeja usar o novo modal a partir de setembro. A empresa de entregas espera reduzir o tempo de serviço, geralmente realizado entre 15 e 20 minutos, para dois minutos e meio, ou 150 segundos.

“Esse é um projeto que vai gerar conhecimento. Vamos aprender em Campinas, para que possamos levar para outras cidades”, diz o diretor de logística do iFood, Roberto Gandolfo.

A empresa do ramo de entregas diz que o parceiro no projeto de pesquisa trabalha para aprimorar os equipamentos, com objetivo de cumprir exigências dos órgãos regulares, e fará pedidos formais de autorizações necessárias para a Anac e ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Pioneira no serviço

A Anac confirma que fez reuniões com a empresa a SMX Systems/ Speedbird Aero, responsável pelo desenvolvimento do produto, a fim de esclarecer aspectos regulatórios que visam segurança.

Segundo a assessoria, a agência não recebeu dela ou de qualquer companhia um pedido formal para testes complexos (áreas habitadas, por exemplo), o que impede prazo certo para início das entregas. Além disso, completou que não há operações de serviços idênticos no Brasil.

“Atualmente, a empresa pode realizar voos dentro do escopo permitido – em áreas segregadas e operações na linha de visada visual – sem a necessidade de autorizações técnicas ou formais”.

O Decea informou, por nota, que ainda não recebeu contato da empresa. Segundo site do departamento, o “uso irresponsável do espaço aéreo” pode infringir leis previstas no Código Penal, Código Civil, Código Brasileiro de Aeronáutica e Lei de Contravenções Penais.

Como vai funcionar?

De acordo com Gandolfo, são previstas “duas rotas na cidade”. Uma dentro da área de um shopping, para levar pedidos da área dos restaurantes para uma central de distribuição, e outra para envio direto ao consumidor final.

“A primeira aplicação, dentro do Shopping Iguatemi, vai permitir maior agilidade entre a saída do pedido até o entregador. O trajeto que leva de 8 a 12 minutos a pé, até a área externa do centro de compras, pode ser feita entre 30 segundos e um minuto pelo drone”, explica.

A segunda aplicação, cujo destino não é confirmado, inclui levar o pedido direto até a porta do cliente. Para esse tipo de entrega, há dois grandes empecilhos. Cada rota diferente precisa ser autorizada pelo Decea, e nem todo local serve para pouso da aeronave que, de acordo com o desenvolvedor, tem como ponto ideal para aterrissagem uma área com 5 metros de diâmetro.

“A ideia é realmente aprender. Além de ser um mercado que operamos há muitos anos, com uma densidade grande de pedidos, Campinas tem uma geografia que favorece”, completa o diretor.

O equipamento

O drone desenvolvido para as entregas de alimento é 100% nacional, conta com 1,4 metro de diâmetro, seis motores, dois aparelhos de GPS, funciona com tecnologia 4G e tem até paraquedas para situações de emergência.

“Se um motor parar, ele consegue voltar para o ponto de origem. Se dois falharem, ele aciona o paraquedas. Há uma preocupação com a segurança”, avisa Samuel Salomão, desenvolvedor do DLV-1, nome de batismo do equipamento criado pela Speedbird.

Segundo o desenvolvedor, a aeronave que será utilizada em Campinas é capaz de levar até 2 kg por viagem, e a caixa de transporte possui monitoramento da temperatura.

“No e-commerce, em geral, cerca de 80% dos produtos estão abaixo de 2 kg, incluindo alimentos. O drone foi direcionado para esse trabalho”, explica Salomão.

Em “condições ideias”, o drone tem autonomia de voo de 30 minutos, em velocidade que varia de 36 a 38 km/h, em um raio máximo de cinco quilômetros.

Sobre as “condições ideais”, Salomão lembra que, como qualquer aeronave, para o drone operar é necessário ter certas condições climáticas.

“Chuva pode impactar e o equipamento teria dificuldade de voar com ventos acima de 50 km/h.”

Voo automatizado, mas monitorado

O software para navegação e operação do drone também foi desenvolvido pela Speedbird e, segundo Salomão, realiza todo o voo de forma automatizada. Por uma questão de legislação, no entanto, é acompanhado por um operador, que pode intervir caso necessário.

“Todo voo será automatizado, é pré-definido antes da decolagem. O acompanhamento existe porque não há, no mundo, autorização para voo autônomo.”

‘Drone delivery’ pelo mundo

Outros países já estão mais avançados no transporte de comida via drones. Há testes em andamento nos EUA (Califórnia), China e Austrália, por exemplo.

Uber testa entrega de comida com drones e apresenta novo veículo autônomo na Califórnia

Entregas por drones, promessas da Amazon, já são realidade na China

Wing, empresa de delivery por drone do Google, começa a fazer entregas na Austrália

G1

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Os traficantes da Toca da Raposa ficaram loucos com a novidade.

  2. Chico disse:

    em breve seremos pioneiros na entrega de pipoca BOKUS.

FOTO: “Disco voador” assusta moradores em Angicos

IMG-20151014-WA0008
Foto do Drone tirada na cidade de Angicos na noite desta terça-feira – Foto Carlos Eduardo

Foto: Ddrone

Danou-se…

Um sobrevoo de um drone na cidade de Angicos, no interior do Rio Grande do Norte, nessa terça-feira(13), repercutiu entre os moradores, que confundiram objeto com disco voador. No Whatsapp, áudios narrando o “OVINI” circularam rapidamente:

“Gente é sério, estou me tremendo aqui de medo.Era um disco voador mesmo. Voando baixinho, redondo, com luzes piscando. É o fim do tempo. Chega estou aqui nervosa, sem palavras”, disse uma das “testemunhas”.

“Pessoal é sério. A gente acabou de visualizar algo parecido com um disco voador aqui perto de nossa rua. Estou tensa. Quem é de Angicos que se quiser olhar, basta sair”, disse uma das “testemunhas” convidando os populares para acompanharem o “evento” fora de suas casas.

“É parecido com disco voador, todo colorido, com sentido giratório. A gente inicialmente pensava que era um avião. E quando passou perto aqui de minha casa, passou bem baixinho”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francimaria disse:

    As pessoas de Angicos gostam de fazer brincadeira com tudo e começaram a zoar quando souberam que uma pessoa teria se assustado com o drone. Começaram a gravar audios fingindo pânico. Fala sério, ninguém pode mais brincar hoje, pois se cair na rede…

  2. PAIVA disse:

    O BRASIL DO BOLSA MORTADELA.

  3. Jorge disse:

    Oooooo povo fei esse de Angicos…kkkkkk

  4. CLODOMIR disse:

    ACHO NORMAL O PESSOAL SE AUSTAREM, POIS NÃO TEM COSTUME EM VER ESSE TIPO DE EQUIPAMENTO, POIS A ALGUNS MESES EU FIZ UM VOO A NOITE EM UM POVOADO DO CEARÁ E FOI MUITA GENTE CORRENDO COM MEDO POIS NÃO HAVIA VISTO A HORA EM QUE EU SUBI O DRONE, AI FOI UM PARENTE MEU QUE PEDIU PARA APROXIMAR DE ONDE ESTÁVAMOS PARA ASSIM O POVO VER QUE ERA UM DRONE. AGORA IMAGINA SE EU FAÇO UM VOO COM UMA ASA ZAG QUE BEM ILUMINADA E GRANDE A VISTA DO DRONE.

  5. Razão e Verdade disse:

    Deve ser algum politico da Cidade tirando onda.

  6. Everton disse:

    A foto ficou linda!

  7. Alice disse:

    Como comparar um drone pra um disco voador em? Kkkkkkkkk
    Mds coitados de quem se assustou
    Aço que eu teria feito o mesmo se eu nunca tive se visto kkk.. tenso

    • Chris disse:

      Ora como comparar um drone com um disco voador, primeiro logico que muita gente nao conhece disco voador de verdade e muito menos o drone entao como os dois nunca foram vistos é facil confundir ne minha filha ainda mais em cidadezinha do interior aff derrrrrrrrrrr

  8. ET o extraterrestre disse:

    kkkkkkkkkkk
    Queria estar nessa cidade pra ver a zueira

  9. Rodrigo disse:

    O que mais me impressionou na reportagem foi saber que o pessoal de lá já usa whatsapp.
    Kkkkkkkk

  10. Caio disse:

    Cambada de iguanodonte mesmo esse povo kkkkkkkkk

    • RPS disse:

      Ignorante é vc Caio, pois além de achar que é melhor que os outros ainda por cima não abriu a porta…

    • RamonMB disse:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Boa!!! Caio seu ignorante incompressível! Deixou o amigo do lado de fora para ser abduzido né?? Você deveria se envergonhar! uihauhauhauahuahuahuhuahua

    • Jorge disse:

      Kkkkkkkkk, abre a porta Caio

    • Francimaria disse:

      Iguanodonte é você kkkk

  11. EVERTON disse:

    Kkkkkkkk…

    Sem comentários!!!

  12. Gaby Monte disse:

    Meu Deus kkkk Serio?

  13. Eduardo disse:

    KKKKKK disseram que teve gente que desmaiou, outros correram pelo meio do mato, outros se esconderam embaixo da cama, e ainda tiveram uns que se armaram para derrubar o Ovni kkkkkk

  14. Chico da burra disse:

    Matuto é imagem do cão mesmo viu!!! Nesse lugar não tem televisão não?

    • dandan disse:

      Temos televisao e principalmente agua

    • Anna disse:

      A imagem do cão é vc. Matuto faz parte de qlqr lugar do mundo!

    • Chris disse:

      Nossa esse povo se acha tao evoluido uia…… agora é obrigado 100% do povo ja ter visto um drone brincado ou coisa parecida? por isso esse coco de pais nao vai pra frente pq aqui a maioria se acha muito mais esperto que os outros