Companhia área é condenada a indenizar casal após impedir embarque de criança no RN

Foto: reprodução internet

O portal Justiça Potiguar destaca nesta segunda-feira(12). Os desembargadores da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, à unanimidade de votos, reformaram uma sentença proferida pela 14ª Vara Cível de Natal que julgou improcedentes os pedidos de indenização por danos materiais e morais feitos por um casal contra a Companhia Aérea TAM.

A ação judicial se deu em razão da impossibilidade de embarque do filho dos autores, menor de idade, diante da ausência de informação necessária sobre documento imprescindível para a efetivação do serviço.

Com a reforma da sentença, a TAM foi condenada à restituição dos danos materiais referentes à diferença entre o valor pago nas novas passagens a outra companhia aérea e a quantia paga nas primeiras passagens contratadas com a TAM, bem como a indenização por danos morais na importância de R$ 6 mil, sendo R$ 3 mil para cada um dos autores.

Veja todos os detalhes aqui.

Anac aumenta tarifa de embarque no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, na Grande Natal

Foto: Ilustrativa

Portaria publicada nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial da União informa que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) determinou aumento nas tarifas cobradas a passageiros e empresas pelos pousos e decolagens no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Os novos valores passam a valer em 30 dias. O reajuste anunciado é de 4,1467%.

Como o reauste, por exemplo, a tarifa de embarque, que é a única paga pelo passageiro, terá o teto reajustado de R$ 22,21 para R$ 23,14, no caso de voos domésticos; e de R$ 39,33 para R$ 40,96 nos voos internacionais. Porém, a tarifa de embarque internacional inclui o adicional do FNAC, de US$ 18,00, que atualmente corresponde a R$ 65,80 – com isso, os valores pagos efetivamente vão passar de R$ 105,13 para R$ 106,76.

A tarifa de embarque é a única paga pelo passageiro, como pagamento pela prestação dos serviços, instalações e facilidades disponibilizadas pela concessionária.

Com acréscimo de informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aço puro! disse:

    Fora que ainda deve ser o primeiro Aeroporto pedagiado que se tem noticia. Entrou, passou dos 15 minutos tem que coçar o bolso.

  2. Antonio Barbosa Santos disse:

    Só espero o dia que essa joça finalmente feche.
    Só pego voos em João Pessoa ou Recife. Pena que quem vive do turismo vai fechar junto já que os turistas vão preferir ir para essas cidades.
    Quem viria para cá pagar mais caro?

  3. Marciano Loureiro da Silva Amorim disse:

    Desse aeroporto só vem notícia ruim, eita lugarzinho desgraçado.
    Longe, de serviço ruim, conservação precária, preços cada vez mais alto…
    O turista reclama, os usuários reclamam, o norteriograndense não gosta…
    Algum político responsável teria a coragem de fazer o bem ao povo do RN e começar o cominho inverso ao imposto quando fecharam o aeroporto de Parnamirim e abriram esse elefante branco precário??

  4. valter disse:

    A localização deste aeroporto é um absurdo. A população do RN não foi consultada, mas para pagar essa conta é a primeira a ser acionada. Como no estádio, esse aeroporto é sub utilizado. Alguém colocou muito dinheiro no bolso, mas cada centavo será cobrado do bando de irresponsáveis.

  5. Lorena Galvão disse:

    A desgraça do RN, mais vão pagar , bando de irresponsáveis, fecha esta merda

Visando a proteção da população e profissionais, lei em Parnamirim proíbe transporte, embarque, desembarque e transferência de valores e bens patrimoniais

Visando a proteção da população, e também dos profissionais de segurança dos carros-forte que abastecem o sistema bancário do município de Parnamirim, na Grande Natal, foi aprovada a Lei Ordinária N° 1.905, de 10 de agosto de 2018, de autoria do vereador, onde:

“Fica proibido em horário de atendimento ao público o transporte, embarque, desembarque e transferência de valores e bens patrimoniais, bem como o recolhimento a qualquer título de malotes, no âmbito do Município de Parnamirim/RN.”

Com a leia, evita-se o constrangimento a população, no momento dessas atividades, que são impactados com movimentação de grandes valores e armas de grande porte. Além disso, evita-se que a população seja colocada em um ambiente de risco, propício a assalto.

A leia também tem o objetivo de diminuir as chances de situações como a tentativa de assalto com troca de tiros a agência do Banco do Brasil do Centro da cidade, e o assalto ao Banco 24h do Shopping Ayrton Senna que resultou na morte da jovem Micaela, cabeleireira, que foi feita refém por bandidos, no momento em que cumpria seu expediente de trabalho.

No mais, beneficiando também os seguranças que arriscam as suas vidas exercendo uma função de alto-risco. Com o horário sem atendimento ao público, é possível notar qualquer movimentação fora do comum. Além de maiores possibilidades na forma de agir, devido ao pequeno fluxo de pessoas que podem ser envolvidas como reféns.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nizardo disse:

    Cite o nome do vereador, autor da lei!

  2. Naldimar disse:

    Muito bom. É isso que se espera de um vereador. Parabéns ao Gustavo pela imiciativa

  3. Henrique disse:

    Até que fim uma lei que ajuda o povo em Parnamirim. Parabéns ao autor da lei.

Menino de 11 anos embarca em avião sozinho sem passagem e sem passaporte

Um menino de 11 anos embarcou no aeroporto de Manchester, na Grã-Bretanha, em um voo para Roma, na Itália, por conta própria, sem passaporte, bilhetes ou cartão de embarque.

O menino passou pela checagem de segurança misturando-se a uma família, na tarde de terça-feira. Ele foi descoberto quando o avião da empresa Jet2 já estava a meio caminho, depois que passageiros desconfiaram.

Um porta-voz do aeroporto de Manchester informou que o “assunto de extrema gravidade” estava sendo investigado com urgência. Ele disse: “É claro que a documentação não foi verificada corretamente na segurança e na porta de embarque”. “O menino passou por inspeção de segurança completa, portanto a segurança dos passageiros e da aeronave não foi comprometida.”

Parte do staff de aeroporto da Jet2 foi suspensa. Acredita-se que o menino já havia fugido de casa antes. Ele foi levado para casa ainda na noite de terça-feira.

Fonte: Estadão