Esporte

América empata com o Palmeira na Arena das Dunas, mas segue na liderança do 2º turno do Estadual

Foto: Reprodução/FNF TV

O América empatou pelo placar de 0 a 0 com o Palmeira, na tarde desta quarta-feira(19), no estádio Arena das Dunas.

Com o resultado, o alvirrubro se mantém na liderança do segundo turno, com 11 pontos.

Na próxima rodada, domingo, às 16h, encara o ABC, no estádio Frasqueirão.

Opinião dos leitores

  1. Time apático, sem vontade de ganhar, burocrático, sem opções nem plano tático. Uma lástima. Dificilmente com esse plantel tem condições de almejar algum sucesso. Se para um campeonato de baixo nível técnico, o time oscila o tempo todo, como será em uma competição mais longa e cheia de “bananas” como a série D?

  2. O América tem que mudar muito principalmente para a serie D. O Palmeira não venceu por falta de experiência de seus jogadores. Duas oportunidades desperdiçadas. Luan Silva. Adílio, Fernando, Pedrinho, Beto que entraram hoje não tem condições . Tem que contratar jogadores que acrescentem, esses nem para banco servem. O AFC teve a chance de entrar tranquilo domingo contra o Abc. Agora vai ter que jogar muito para vencer e se manter na frente. Nossos times são fracos para a serie D.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

ESTADUAL: ABC fica apenas no empate diante do Força e Luz no Frasqueirão

Foto: Alexandre Lago

Em jogo de pouca inspiração, o ABC ficou apenas no empate diante do Força e Luz, pelo placar de 1 a 1, na tarde desta quinta-feira(04), no estádio Frasqueirão, em Natal, em partida válida pela segunda rodada do 1º turno do Campeonato Potiguar.

O alvinegro jogou com um atleta a menos desde os 30 minutos do primeiro tempo, quando Victor Lindenberg acabou recebendo cartão vermelho direto em lance discutível.

Os gols da partida foram todos marcados na etapa inicial. O ABC saiu na frente com gol de Maycon Douglas, aos 13, enquanto Ronaldo Viana, de pênalti, deixou tudo igual aos 20.

Com o resultado, o alvinegro soma 4 pontos, na segunda colocação, atrás do líder América, que tem 6. Já o Força e Luz somou o seu primeiro ponto, e chega a sétima colocação, deixando a lanterna com o Potiguar de Mossoró, que ainda no pontuou.

O próximo compromisso do ABC no estadual será na próxima quarta-feira(10), no estádio Frasqueirão, contra o Palmeira. Já o Força e Luz joga antes, na segunda-feira(08),  também no Frasqueirão, contra o Santa Cruz de Natal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

VÍDEO: Veja gol de Jordan, joia da base do ABC, que valeu o empate contra o Náutico em amistoso em Recife-PE

Com dois minutos em campo, na reta final de partida, a joia do alvinegro potiguar foi acionada aos 38 minutos do segundo tempo no lugar de Berguinho. Jordan, em sua estreia no profissional, marcou de cabeça e vibrou junto com seus companheiros de equipe.

O amistoso que terminou com o placar de 1 a 1 no estádio dos Aflitos, em Recife-PE, teve o gol do Timbu marcado pelo lateral Lombardi, de cabeça, no início do segundo tempo.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

AMISTOSO: Firmino faz golaço, mas Brasil cede empate a Senegal e chega a três jogos sem vitória

Foto: ROSLAN RAHMAN / STF

A seleção brasileira segue sem vencer após a conquista da Copa América, em julho. Nesta quinta-feira, o time de Tite ficou no 1 a 1 com Senegal em amistoso disputado em Cingapura.

Antes, a seleção empatara em 2 a 2 com a Colômbia e perdera por 1 a 0 para o Peru.

O cenário parecia que seria diferente para o Brasil, que abriu o placar logo aos 8 minutos, quando Coutinho lançou para Gabriel Jesus, que tocou para Firmino em profundidade guardar.

Mas enquanto a seleção se acomoadva, os senegaleses mostravam que não se intimidariam. Na reta final do primeiro tempo, os africanos tinham uma vantagem de 6 a 1 em finalizações.

A insistência foi recompensada ainda antes do intervalo. Aos 45, Diédhiou converteu um pênalti sofrido por Mané e cometido por Marquinhos.

Na segunda etapa, o “jogo franco” continuou. Neymar, em seu 100º jogo pela seleção, desperdiçou uma boa chance na cara do goleiro Gomis. Mas nem o camisa 10 nem seus companheiros de time fizeram valer a superioridade técnica.

Senegal, que teve mais posse de bola durante quase todo o confronto, ainda teve oportunidades de virar o placar. Não conseguiu, mas segurou o empate. Depois de seis anos, a seleção brasileira volta a ficar três partidas seguidas sem vitória.

Extra – O Globo

Opinião dos leitores

  1. Treinador ultrapassado. Tem que trazer urgente um técnico europeu para salvar essa medíocre seleção. Fora TITE.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Tese que anularia condenações da Lava-Jato divide o STF; bastidores calculam empate ,e Cármen Lúcia decidiria

Prédio do STF, em Brasília Foto: Divulgação / STF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve ter uma votação apertada quando for decidir sobre a tese jurídica que anulou pela primeira vez na Corte uma condenação no âmbito da Operação Lava-Jato. Na contabilidade de ministros ouvidos pelo GLOBO, ficariam cinco votos para cada lado. No meio, como incógnita, Cármen Lúcia. Na terça-feira, a Segunda Turma decidiu anular a condenação imposta pelo ex-juiz Sergio Moro ao ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil Aldemir Bendine, acatando argumento de que as alegações finais de delatores precisam ser apresentadas antes que as dos demais réus.

Cármen votou na turma pela anulação da sentença de Bendine, mas no plenário ela não necessariamente defenderia a mesma tese, porque seria uma regra geral a ser seguida em todos os processos com delatores. Tanto que, ao votar na turma, a ministra deixou claro que seu entendimento se aplicava apenas àquele caso específico.

Cabe ao presidente do STF, Dias Toffoli, pautar o julgamento em plenário. Mas o ministro ainda não decidiu se agendará o caso para breve ou se aguarda o assunto amadurecer em novos julgamentos nas turmas. Segundo ministros, a aposta é que a análise deve esperar mais tempo, até que o assunto esteja devidamente debatido entre os integrantes do tribunal. A Procuradoria-Geral da República é contra a suspensão de sentenças por esse motivo.

Para evitar anulações em massa na Lava-Jato, ministros estudam restringir a aplicação do entendimento. A solução seria, no julgamento de novos recursos, aplicar a tese apenas aos réus que apresentaram recurso à primeira instância contra a ordem de alegações finais. Para os demais réus, a interpretação seria a de que, se não recorreu na fase anterior, é sinal de que estava satisfeito com a ordem processual aplicada.

Depois da decisão da Segunda Turma, ao menos dois réus da Lava-Jato pediram o mesmo benefício. O primeiro foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ação foi encaminhada para Fachin. O segundo foi o ex-executivo da Engevix Gerson de Mello Almada.

Na sessão da Segunda Turma, Celso de Mello não estava presente por motivo de saúde. O decano estava internado, mas já teve alta e se recupera em casa.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Todo dia julga um processo desse CANALHA, deporte esse lixo pra Guantánamo e proíba de receber os processos desse ladrão safado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Copa do Nordeste: Potiguar arranca empate contra o CRB em AL

Nessa terça-feira (21), CRB e Potiguar abriram a segunda rodada da Copa do Nordeste no Estádio Gerson Amaral. A partida terminou empatada em 1 a 1. O gol da Galo foi marcado por Diego Aragão, já o Time Macho marcou através do zagueiro Genilson. No primeiro tempo o Potiguar teve um certo domínio do jogo, mas no segundo, apesar de um certo equilíbrio, o CRB teve mais volume de jogo. A equipe alagoana chegou a ter dois gols anulados na partida.

Só aos nove minutos o primeiro lance de perigo do Jogo. O Potiguar quase marca com Reginaldo Jr, mas o goleiro Júlio Cesar salvou o Galo de levar o primeiro gol da partida. Aos 11 minutos o mesmo Reginaldo recebeu a bola pelo lado direito do ataque e chutou cruzado, Julio Cesar salvou pela segunda vez em dois minutos.

O Potiguar jogava melhor, mas aos 18 minutos foi o CRB quem abriu o placar em Coururipe. Denílson encontrou Diego Aragão entrando na área, o lateral-direito recebeu e deu um toque com a perna esquerda na saída do goleiro Ramon.

O placar não durou muito tempo, aos 29 minutos o Potiguar teve falta pelo lado esquerdo de ataque. Thiago Baroni cruzou na área e após rebater entre os jogadores, Genilson empurrou para o fundo da rede. Era o gol de empate do do Time Macho.

Aos 42 minutos o CRB colocou mais uma bola na rede, mas o impedimento foi marcado. Até então, o Potiguar já havia voltado a pressionar. O CRB não tinha se encontrado na partida. O Potiguar respondeu e foi ao ataque em uma linda jogada. Fidélis deu um toque de calcanhar para o Reginaldo Jr, que mandou a bola pra fora.

O primeiro tempo acabou e os jogadores do CRB foram para os vestiários ao som do grito: “Queremos raça” ecoado pelos torcedores.

Segundo tempo

O segundo tempo começou bem parado. Sem muitos lances, apenas aos 15 minutos Gleidson recebeu uma bola na entrada da área e mandou a bomba, mas a bola foi pra fora. A partir daí CRB começava a ter um poucoo mais de volume na partida, apesar de ainda haver um certo equilíbrio.

Aos 25 minutos o CRB teve sua chance mais perigosa até então. Johnnattan fez um cruzamento na área do Potiguar e na hora do chute de Jailton, que estava de frente para o gol, a zaga afastou. Aos 36, em cobrança de falta, Geovani bateu, a bola pegou efeito e passou raspando no travessão.

Aos 39 minutos, após falta cobrada por Geovani e gol de cabeça do CRB, o árbitro anulou mais um gol do Galo, pois Marcos Vinícius, autor do gol, fez falta no zagueiro. O CRB voltou a atacar aos 44 minutos, Jailton cruzou pela esquerda e Henrique Dias cabeceou para fora. O CRB dominava a segunda etapa.

No último lance da partida, o CRB teve uma falta na entrada da área aos 48 minutos, mas Geovani mandou por cima do gol.

Na próxima rodada, o CRB enfrenta o Treze, em casa. Já o Potiguar vai jogar fora de casa, contra o Ceará.

FICHA TÉCNICA:

Local: Estádio Gerson Amaral
Data: 21/01/2014 às 21h30

CRB: Júlio César, Diego Aragão, Rodrigão, Marcus Vinícius e João Victor(Gleidson); Olívio, Johnnattan, Geovani e Válber; Tozin (Jailton) e Denílson(Henrique Dias). Téc: Roberval Davino.

POTIGUAR: Ramon, Michael, Genílson, Paulo Paraíba e Thiago Baroni; Alexandre, Fidélis(Felipe), Rogério (Magno) e Rayllan; Fabinho Cambalhota e Reginialdo Júnior(Vavá). Téc: Flávio Barros.

Esporte Interativo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *