Judiciário

Proprietário de veículo paga franquia, mas pede indenização de orçamento e é condenado por má-fé em Natal

O Juizado Especial de Trânsito de Natal proferiu sentença condenando o autor da ação a pagar ao réu multa de litigância de má-fé arbitrada em 5% do valor da causa pela tentativa de fraudar o processo judicial com pedido de indenização superior as despesas realizadas com o reparo do veículo.

Após acidente de trânsito envolvendo um veículo de passeio e um ônibus, a proprietária do automóvel pleiteou na justiça indenização equivalente ao valor do orçamento obtido na concessionária, dentre outros pedidos. Diante de indícios da utilização do seguro para conserto do automóvel, a justiça determinou a intimação da seguradora para prestar esclarecimentos, tendo confirmada a utilização do seguro para reparar os danos e o pagamento de franquia no valor de R$ 2.621,00.

O Juiz, Dr. Múcio Nobre, considerou que “a parte autora buscou induzir o julgador em erro, alterando a verdade dos fatos em busca de enriquecimento ilícito. Agiu, portanto, com flagrante má-fé, a fim de obter tutela favorável, motivo pelo qual cabível a aplicação da multa” ao pedir indenização de R$ 5.799,74, quando o seu prejuízo foi apenas o valor da franquia.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Beneficies lança modelo de franquia durante Fórum Negócios 2019 em Natal

Foto: Divulgação

Conhecido como o “Rock in Rio do Empreendedorismo”, o Fórum Negócios 2019 acontece neste final de semana em Natal e promete superar os números do ano passado. O evento, que em 2018 gerou R$ 10 milhões em negócios, contará com 30 palestrantes de diversos segmentos do mercado, além de workshop, feiras de oportunidades, concurso de startups e outras novidades. Uma delas é a participação da Beneficies Franchaising, empresa especializada na comercialização de planos de saúde e seguros, que irá lançar oficialmente seu modelo de franquia durante o evento.

Criada em 2016 como uma corretora de benefícios e seguros voltada ao mercado digital, a empresa acumula um crescimento anual de mais de 50% e, nesse período, viu abrir uma nova oportunidade de negócio. “Desde o início, sentimos uma grande receptividade do mercado e, por isso, a migração para o modelo de franquia foi natural. Um negócio com alta rentabilidade e baixo custo de aquisição é tudo que os investidores precisam, sobretudo em momentos de crise, quando correr grandes riscos não é uma opção”, explica Thiago Eugênio, diretor de Projetos da Beneficies, que divide o comando da empresa com os sócios Flaubert Cezanne, Pablo Santos, Rodrigo Eugênio e Daniel Freire.

A plataforma conta atualmente com mais de 40 fornecedores de seguros, planos de saúde e odontológicos, seguros de vida, entre outros benefícios, muitos deles com comercialização exclusiva da Beneficies. Flaubert Cezanne, diretor de Produtos da Beneficies Franchaising, explica que o negócio alinha tecnologia e gestão comercial estratégica, oferecendo aos seus franqueados treinamento completo, acompanhamento personalizado e ferramentas exclusivas de gestão. “O mercado como um todo sempre foi muito direcionado para a comercialização porta a porta, de rua. Então nós chegamos apresentando um modelo de vendas sistemático, que atua desde a geração de leads, passando também por um CRM próprio. Tudo isso ancorado na solidez da Aliança Consultoria, que tem parceria com as maiores seguradoras, administradoras e operadoras de saúde, seguro e benefícios do Brasil”, comenta.

Para o Fórum Negócios, a Beneficies está preparando um espaço exclusivo e irá promover debates com especialistas sobre estratégia de crescimento em vendas, processo de elaboração de uma franquia, além dos desafios, resultados e perspectivas para o setor que, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), cresceu 6,4% no terceiro trimestre de 2019. “Mais do que apresentar nossa franquia, queremos criar em um ambiente que respira negócios a sinergia com o lançamento de um modelo disruptivo. Nosso propósito é oferecer qualidade de vida e segurança financeira aos nossos investidores, através do uso de técnicas e metodologias para alavancar as vendas digitais. E o Fórum Negócios é o lugar onde todas as boas ideias se encontram”, conclui Pablo Santos, diretor de Expansão da Beneficies Franchaising.

O Fórum Negócios 2019 acontece nesta sexta (8) e sábado (9), na Arena das Dunas. Mais informações: https://www.forumnegocios.com.br/

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Pesquisa mostra as 10 melhores cidades para abrir uma franquia no Brasil

Empreendedora: cidade do Rio de Janeiro ocupa a primeira posição da lista (monkeybusinessimages/Thinkstock)

Se você busca a melhor região para abrir uma unidade franqueada em todo o país, você pode olhar para os bairros cariocas da Barra da Tijuca e Ipanema e para a cidade de São Paulo. Mas há oportunidades em lugares menos visados, como as capitais Maceió, Campo Grande, Belo Horizonte, Curitiba e São Luís e as regiões metropolitanas paulistas Santo André, Guarulhos e Campinas.

É o que mostra a pesquisa “As 10 Melhores Cidades para Investir em Franquia no Brasil”. O estudo foi feito pela consultoria Goakira, usando dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e de geomarketing das empresas Economapas e Geofusion. Foram analisados indicadores como participação da região no total do consumo brasileiro e taxa geométrica de crescimento anual da população e da renda medidas pelo IBGE entre 2010 e 2018.

O potencial de consumo total do Brasil em 2018 foi estimado pela consultoria em mais de 4 trilhões de reais. Porém, esse potencial está dividido de forma desigual. Os quatro estados do Sudeste concentram mais da metade (50,47%) do share nacional de consumo. As regiões Sul e Nordeste, somadas, totalizam 35,51%. Norte e Centro Oeste detêm os 14,02% restantes. As 10 melhores cidades para abrir uma franquia no Brasil têm uma participação de 20% no consumo brasileiro, com crescimento populacional e de renda média.

A cidade do Rio de Janeiro ocupa a primeira posição. Apesar de o estado passar por crises que vão de economia à violência, a Goakira afirma que dois bairros ajudaram o Rio a se destacar no ranking. A Barra da Tijuca tem 400 mil passantes diárias e mostra-se uma boa região para franquias dependentes de fluxo de pessoas. Já Ipanema tem uma das maiores rendas médias mensais do país, estimada em 50 mil reais. O segundo lugar do ranking ficou com São Paulo.

Por mais que centros urbanos dominem, há locais com diversas características na lista das 10 melhores cidades para abrir uma franquia no Brasil. Em terceiro lugar ficou Maceió, no estado de Alagoas, um centro urbano de menor densidade do que Rio de Janeiro e São Paulo. É o mesmo caso de capitais como Campo Grande (Mato Grosso do Sul) e São Luís (Maranhão). Além de cidades menores há regiões metropolitanas, como Guarulhos e Santo André, na Grande São Paulo.

Veja, a seguir, a lista completa das 10 melhores cidades para abrir uma franquia no Brasil (clique para ampliar):

Exame

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *