Política

“Um povo que, porventura, vote num cara desse é um povo que merece sofrer”, diz Bolsonaro, sobre Lula

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse a apoiadores na manhã desta segunda-feira, 19, durante conversa em frente ao Palácio da Alvorada, que “um povo que, porventura, vote num cara desse é um povo que merece sofrer”, referindo-se ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — o petista recuperou os seus direitos políticos após o Supremo Tribunal Federal confirmar na semana passada a anulação de quatro processos da Operação Lava-Jato e, provavelmente, tentará voltar ao Palácio do Planalto na eleição de 2022.

Bolsonaro lembrou que o próximo presidente poderá escolher dois novos ministros do STF, o que pode deixar o perfil da Corte mais progressista do que ele gostaria. “Quem se eleger (em 2022) indica dois para o Supremo no primeiro trimestre de 2023. Se for um cara (ministro) da minha linha, vão ter quatro lá, né?”. afirmou, fazendo referência ao fato de que indicará dois magistrados para a Corte — o primeiro foi Nunes Marques, e o segundo terá de ser indicado até julho, quando se aposenta o ministro Marco Aurélio Mello. No total, o Supremo tem onze componentes.

Segundo o presidente, os eleitores às vezes fazem escolhas equivocadas. “Houve algumas prefeituras que no ano passado deitaram e rolaram no lockdown e (os eleitores) reelegeram o cara (prefeito), vocês querem o quê? Olhem Belo Horizonte”, disse. O prefeito reeleito na capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), adotou desde o início da pandemia medidas mais duras de distanciamento social para conter a transmissão da Covid-19.

Bolsonaro comentou que o Aliança pelo Brasil, partido pelo qual pretendia se candidatar em 2022, não poderá ser criado a tempo e disse que espera definir ainda neste mês a qual legenda irá se filiar para disputar a próxima eleição.

Veja

Opinião dos leitores

  1. Concordo plenamente com o Presidente!! E todo brasileiro também!! O sujeito que da um voto a um VERME DESGRAÇADO como Zé Inácio merece o quê?! Esse LARÁPIO afundou o Brasil!! É considerado internacionalmente como o maior LADRÃO do Mundo, em termos de valores ROUBADOS!! O ignorante que vota numa PRAGA dessa esquece que o CORRUPTO rouba o Hospital, Escola do filho, Segurança, as Estradas, Saúde! Nada escapa! Tem de ser cego e burro pra não ver!!! Vejam os países que adotaram o Comunismo!! Socialismo!! Esse SIM é o GENOCIDA! Continuem votando nessa CORJA! Garanto que vocês JAMAIS sairão da MERDA!

  2. Queria entender pq que se eu postar dois comentários seguidos sou bloqueado pq “Você está enviando comentários rápido demais. Calma aí.” mas esse tal de Calígula passa o dia inteiro nesse blog postando asneiras 24h e n é bloqueado?

  3. É-se Calígula ou é um desocupado, ou um funcionário se BG ou um funcionário do gabinete de um dos 3: fabio farinha, Rogério MAUrinho ou Marginal girao

  4. Esse pisicopata junto com capeta rogerio mario e q o povo quando com fome e quando pensarem em aposentadoria lembre q esses dois filho do incardido acabaram cm os direitos trabalhista e aposentadoria dos mais bobres

  5. ESSE TRASTE QUER ENGANAR QUEM MAIS! PALHAÇO INCOMPETENTE QUE SÓ QUER DEFENDER A FAMÍILIA BANDIDINHA.

  6. Pelo visto o povo aqui tem memoria curta. Parece que o presidente trouxe o covid da China. a economia vinha muito bem até aparecer a pandemia. O mundo está pagando uma conta alta. e só quem lucra é a china. Esta desempregado? pergunte ao pessoal do fique em casa e aproveite e peça pra encher sua geladeira.

    1. Peguem os dois mandatos de lula e compare com esse de Bolsonaro.e me digam qual foi o sofrimento do povo Brasileiro durante o Governo de lula, sejam honestos.só lembrando que lula deixou o Governo com 87% de Aprovação. Se quiserem puxar pela memória..Gasolina baixou de preço ..o Brasil emprestava dinheiro ao Fmi.Pobre lotava Aeroportos..o salário minimo tinha poder de Compra..etc. etc

  7. Estou sofrendo por ter votado em você, Bolsonaro! Esperava muito de sua gestão, mas infelizmente a decepção foi grande.

    1. Será? Posso até sofrer com a reeleição dele, mas não por ter ajudado a reeleger. Muita saúde para você e família!

  8. Esse desqualificado não tem o mínimo de empatia. Além de fazer o povo sofrer ele ainda é responsável por milhares de mortes ocorridas em face dessa pandemia! O futuro te aguarda.

  9. Sou mais vota em lula do que um vagabundo como esse aí que a mais de 30 anos vive das tetas do congresso e ainda achando pouco colocou os ovos da serpente lá também.

    1. Você é lá justo, uma pessoa que diz que vota num ladrão. Chore que o choro é livre, até 2026,

  10. É um facínora de 5ª mesmo.
    115 milhões de pessoas passando fome, 375 mil mortes…
    Qual é o povo que está sofrendo mesmo?
    Variante do inferno.

    1. Vc deve ser um esclerosado que defende Maduro, zumbi esquedopata.

  11. Hô Véio arroxado do cunhão rôxo é Bolsonaro.
    Mitou de novo kķkkk
    Os esquerdopatas piram, esperneiam, relinxam, chorem até 2026 cambada imunda kkkkkkkkkkkkkkk

  12. Botijão de gás é 100 conto, o quilo de carne é 50 conto, a gosolina tá perto de 6 conto, hoje nem ovo o povo comer, tá muito pior hoje que na época de LULA

    1. Impossível é você falando merda todo dia aqui no blog, vá procurar emprego, a moleza acabou kķkkk chore até 2026 seu Zé ruela

  13. Concordo com o MINTO! Mas entre um doido, inepto e cheio de rachadinhas e um ladrão condenado o povo vai ter que decidir… Apesar que eu estou esperando que haja uma terceira via para tirar um desses dois aí do segundo turno!

    1. Você é um lambe botas da esquerda. Chore até 2026 , que o Véio Bolsonaro é duro Kkkk É macho todo e tem aquilo rôxo.

    2. Cara eu gosto de lamber bota de ninguém, nem tenho político corrupto de estimação sabe! Mas suas palavras mostram que vc tem intimidade e conhece pormenores do MINTO! Kkkk

  14. Quem gosta de sofrer é quem vota nessa desgraça, hoje o Brasil tá muito pior, a pobreza aumentou, a classe média acabou e os ricos estão mais ricos. Não tem o mais médicos, minha casa minha vida acabou, ciência sem fronteiras acabou, farmácia popular acabou, fies acabou, ProUni acabou, não temos mais nada

    1. Acho que você é sustentado pelos pais. Vá trabalhar e pare de chorar no blog.

    2. Titia Cacá já está com o dedo fino de tanto digitar asneiras e o pior é que ninguém acredita nem quer saber de duas lorotas. Pobre titia, defende bandidos para atacar outros. Vai dormir, véia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Guedes diz que Brasil vai sofrer ‘impacto’ do coronavírus, mas que crise é passageira

Foto: Reprodução/Globo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (12) que o Brasil “vai tomar o impacto” da crise gerada pelo coronavírus, mas que ela é “passageira”.

Guedes fez o comentário ao ser questionado pelos jornalistas sobre a nova disparada do dólar que, nesta quinta, chegou pela primeira vez a R$ 5.

Na semana passada, o ministro afirmou que, se fizesse “muita besteira, o dólar poderia bater em R$ 5”.

Nesta quinta, o ministro esclareceu que, quando fez a declaração na semana passada, não estava se referindo apenas a ele ou ao governo, mas “ao Congresso, Senado, Câmara, Presidência da República, ministros, opinião pública informada pela mídia”. De acordo com Guedes “todos nós somos responsáveis” pela instabilidade que se reflete na disparada da moeda norte-americana.

Em seguida, o ministro defendeu que as disputas políticas envolvendo o governo Bolsonaro e o Congresso deem lugar a “um mutirão de solidariedade” para superar a atual crise.

“É uma crise passageira, uma pandemia, como foi dito do ponto de vista de saúde pública. Tem uma onda de impacto, um período de difusão, e depois ela cede também com força. Já está acontecendo isso na China. Vamos tomar o impacto agora”, disse Guedes.

Na quarta, em mais um capítulo da disputa entre Planalto e parlamentares, o Congresso derrubou veto do presidente Jair Bolsonaro e elevou o limite de renda para a concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

De acordo com o governo, esse aumento vai gerar um impacto de R$ 20 bilhões nas contas públicas apenas neste ano.

Para Guedes, que informou que o governo vai recorrer à Justiça e ao Tribunal de Contas da União (TCU) para tentar reverter a decisão sobre o BPC, a derrubada do veto foi um “sinal do Congresso Nacional” em um momento de disputa sobre as regras do orçamento impositivo – em que o Executivo e Legislativo competem pela prerrogativa de definir a destinação de recursos públicos.

“A nossa avaliação é que, se há algum espaço agora, é para justamente remanejar o orçamento para essas prioridades [área de saúde, por conta do coronavírus]”, disse.

“É hora de explorarmos as disputas? De jogamos os poderes uns contra os outros por pequenos deslizes de comentários? Ou é hora de tentarmos interpretar corretamente o que está sendo transmitido e tentarmos construir a saída juntos”, questionou.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Impressionante a falta de informações que as pessoas tem em se referir ao dólar a 5,00 reais como fosse culpa interna e essa falta de esclarecimento é uma lástima.

    1. Não é falta de informação meu amigo! É oposição sem argumento querendo utilizar-se de qualquer meio para derrubar o governo e tentar voltar ao poder, digo, à roubalheira!!!

  2. Reforma Trabalhista. Reforma Previdencia. E agora Reforma Tributaria, que vai tirar dos ricos e dar aos pobres. Agora vai.

    1. "Tirar dos ricos e dar aos pobres" ??????????????? será que o que os fatos estão mostrando não é o contrário não ??.
      Eu só vejo os "tubarões" cada vez mais ricos e a classe média e o povão empobrecendo e perdendo direitos conquistados com muita luta.

  3. É triste, mas tbm didático: ontem Fábio Wajngarten fez piada com o coronavírus, hoje o resultado de seu exame deu positivo.

    Bolsonaro é outro que não se atém aos fatos, atacou a imprensa e chamou a pandemia de "fantasia"

    A realidade vai esmagando as fake news desse (des)governo

  4. Suposições…. Não fala nada com nada!!
    Disse que o dólar não chegarão a 5,00 reais e se chegasse era pq o governo tinha feito muita besteira..olha aí!!! Que a crise passa com as reformas, tudo balela. Queria muito que fosse verdade, não acredito mais em nada desse desgoverno.

    1. Então se mude para a Venezuela. Lá vc não vai ouvir falar, vai ver “in loco”.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Península Antártica pode sofrer invasão de espécies, alerta pesquisa

Foto: Maurício de Almeida – TV Brasil

A península Antártica vai ficará sujeita nos próximos anos ao aparecimento de espécies invasoras, algumas delas que podem ter efeitos devastadores nos frágeis ecossistemas marinhos e terrestres polares, alerta um estudo nesta segunda-feira (13) divulgado, em Londres.

A pesquisa, publicada na revista científica Global Change Biology, identifica espécies não nativas com maior probabilidade de invadir a península Antártica nos próximos dez anos, fornecendo dados para que sejam tomadas medidas de redução do fenômeno.

O principal autor do estudo, Kevin Hughes, investigador ambiental do British Antarctic Survey (com base em Cambridge, trata dos interesses do Reino Unido na Antártida), trabalhou com uma equipe internacional de investigação para identificar espécies não nativas com maior probabilidade de ameaçar a biodiversidade e os ecossistemas da região da península Antártica, a partir da análise de centenas de trabalhos acadêmicos, relatórios e bases de dados, e, das 103 espécies consideradas em detalhe, 13 foram classificadas como maiores ameaças.

Turismo ameaça região

“A região da península Antártica é de longe a parte mais movimentada e mais visitada da Antártida. Devido ao crescimento do turismo e às atividades da investigação científica, espécies invasoras podem ser transportadas para a Antártida de muitas maneiras diferentes. Os visitantes podem transportar sementes e solo não estéril agarrados às roupas e ao calçado. Cargas importadas, veículos e suprimentos de alimentos frescos podem esconder espécies, incluindo insetos, plantas e mesmo ratos. As espécies marinhas são um problema particular, já que podem ser transportadas para a Antártida agarradas aos cascos dos navios. Podem ser muito difíceis de remover uma vez instaladas”, disse Kevin Hughes.

Os responsáveis pela investigação disseram que invertebrados marinhos – como mexilhões e caranguejos – são espécies com grande probabilidade de invadir a região, mas na lista estão também plantas com flores, ácaros e mesmo coqueiros.

Algumas das ilhas subantárticas, como a Marion ou a Geórgia do Sul, já foram invadidas por ratos e outros vertebrados, embora os investigadores acreditem que as condições na região vão continuar demasiado extremas para permitir que os ratos proliferem no exterior, ainda que possam sobreviver nas construções.

Agência Brasil

 

Opinião dos leitores

  1. Á solução de tudo estar em nossas escolhas. Se continuarmos votando errado, isso vai continuar piorando…. Lembrem -se que são eles os políticos que fazem as leis.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

SEIS POR MEIA DÚZIA? Vegetarianos têm risco menor de doenças cardíacas, mas maior chance de sofrer um derrame, diz estudo

Algumas pessoas param de comer carne para proteger a vida dos animais, enquanto outras têm a motivação ambiental, já que a pecuária é uma das responsáveis pelo efeito estufa com o metano liberado pelos gados. Seja qual for o motivo, muitas pessoas estão realizando dietas sem carne (ou com um consumo reduzido, como o reducitarianismo), e é importante saber quais são as consequências para a nossa saúde.

Foi pensando nisso que pesquisadores da Universidade de Oxford realizaram um estudo (publicado no periódico British Medical Journal) com mais de 48 mil adultos desde 1993 e que não tinham histórico de ataque cardíaco, derrame ou angina, doença que estreita as veias e artérias que levam o sangue ao coração. O resultado mostra que os vegetarianos têm um risco menor de desenvolver doenças cardíacas em relação aos que comem carne, mas um risco maior de sofrer um derrame.

“As dietas vegetarianas e veganas aumentaram enormemente em popularidade nos últimos anos”, afirma a pesquisadora Tammy Tong para o jornal britânico The Guardian. “Mas, na verdade, sabemos muito pouco sobre os potenciais benefícios para a saúde ou os riscos dessas dietas”.

Os participantes responderam questões sobre estilo de vida, histórico médico e a sua dieta, permitindo que a equipe classificasse indivíduos como carnívoros, vegetarianos, veganos ou que só eram consumidores de peixe. Algumas dessas perguntas foram feitas novamente em 2010 e os participantes foram reclassificados caso tivessem mudado de dieta. Como o estudo tinha poucos veganos, esses indivíduos foram agrupados com os vegetarianos.

A saúde dos participantes foi acompanhada por prontuários até março de 2016, período em que ocorreram 2.820 casos de doenças cardíacas e 1.072 casos de acidente vascular cerebral (AVC). Os pesquisadores também levaram em consideração fatores como idade, sexo, tabagismo e nível socioeconômico.

Os que comiam peixe tiveram um risco 13% menor de doenças cardíacas do que os comedores de carne, enquanto os vegetarianos tiveram um risco 22% menor. No entanto, os vegetarianos tinham um risco 20% maior de sofrer um derrame do que os carnívoros. Não havia um efeito claro para os comedores de peixe.

Embora o estudo não prove que o consumo de carne ou o vegetarianismo esteja por trás das diferenças de risco, Tong explica que a associação entre uma dieta vegetariana e uma doença cardíaca já foi observada em pesquisas anteriores. “Era provável que o menor risco, tanto em pessoas que comem peixe quanto em vegetarianos, estivesse relacionado ao fato de terem colesterol mais baixo, mas também um IMC menor, pressão arterial mais baixa e também uma taxa mais baixa de diabetes.”

Tong sugeriu que uma razão pela qual os vegetarianos podem ter um risco maior de derrame pode ser devido a níveis mais baixos de colesterol, o que pode aumentar o risco de certos tipos de derrame.

O estudo tem limitações, incluindo o fato de ser baseado em relatos dos próprios participantes e que nem todos os entrevistados responderam às perguntas em 2010. O estudo também envolveu principalmente pessoas brancas que moram no Reino Unido, portanto, não está claro se os resultados se aplicariam às demais populações.

Galileu

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *