Bolsonaro diz que vazamento de dados é “intimidação” e que “medidas legais estão em andamento para que tais crimes não passem impunes”

Foto: Adriano Machado / REUTERS

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que o vazamento de dados pessoais seus é uma “medida de intimidação” e afirmou que “medidas legais estão em andamento para que tais crimes não passem impunes”. O Ministério da Justiça determinou à Polícia Federal (PF) a abertura de um inquérito para investigar o vazamento.

“Em clara medida de intimidação o movimento hacktivista ‘Anonymous Brasil’ divulgou, em conta do Twitter, dados do Presidente da República e familiares. Medidas legais estão em andamento, para que tais crimes, não passem impunes”, escreveu Bolsonaro em sua conta no Facebook.

Na noite de segunda-feira, hackers do grupo Anonymous Brasil publicaram endereços, CPFs, telefones e informações sobre imóveis de Bolsonaro e familiares. Também foram alvos da divulgação, feita pelo Twitter, os ministros Abraham Weintraub (Educação) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos). O deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia (PSL), que teve computadores do gabinete apreendidos pela PF na operação relativa ao inquérito das fake news, também teve informações pessoais expostas.

Parte do que foi divulgado, como os dados imobiliários de Bolsonaro e dos filhos, já estava disponível publicamente nos sistemas da Justiça Eleitoral, que reúne informações de candidatos a cargos eletivos. Outras informações, como números de telefones, por exemplo, eram privadas.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lenio disse:

    DE INTIMIDAÇÃO BOLSONARO E SEUS MIQUINHOS AMESTRADOS ENTENDEM. POIS FAZEM ISSO O TEMPO TODO COM QUEM ENTRAR NO CAMINHO DELES.
    VEJAM O EXEMPLO DA SARA WINTER E O EMPRESÁRIO QUE ATACOU O JORNALISTA.

  2. Zé Ninguém disse:

    Isso está me parecendo a saída do cerco.

  3. Cidadão pagador de impostos disse:

    Mimimi

VÍDEO: Carro invade lanchonete da Zona Sul de Natal e deixa um ferido

Um acidente, por pouco, não resultou em tragédia na madrugada desta segunda-feira(02), na Zona Sul de Natal, com a invasão de um carro em alta velocidade em uma lanchonete na Avenida Ayrton Senna. De acordo com a Polícia Militar, a motorista apresentava sinais de embriaguez e foi presa.

Segundo a Polícia, dez pessoas estavam no local, o Gosto Gostoso, entre funcionários e clientes. Das seis pessoas que estavam lanchando no estabelecimento, uma precisou ser socorrida ao Hospital Walfredo Gurgel com ferimentos leves. As outras pessoas, só Deus sabe como, conseguiram desviar do carro desgovernado.

Para se ter ideia da violência da colisão, um caminhão guincho foi acionado para retirar o carro que ficou destruído após a batida.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Davi disse:

    Foi presa?

Trinta e uma pessoas são levadas à delegacia após polícia invadir festa no interior do RN de suspeitos de integrarem facção criminosa

Foto: Ilustrativa

Na madrugada desta terça-feira(18), a Polícia Civil conduziu 31 pessoas à delegacia em Natal após interromper uma festa, na cidade de Santa Maria, região Agreste do Rio Grande do Norte. De acordo com policiais da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), a comemoração foi produzida por suspeitos de integrarem uma facção criminosa. Após a ação policial e condução do grupo à Delegacia de Plantão em Natal, seis pessoas ficaram presas, enquanto as outras foram liberadas.

Segundo a Polícia Civil, na ação desta madrugada, ao todo, 21 homens e 10 mulheres foram levadas para a delegacia, sendo que 14 delas possuem passagem pela polícia, entre prisões e condenações.

A ação policial no interior potiguar resultou na apreensão de uma arma de fogo calibre 380, munições, drogas, dinheiro e carros. A operação da Polícia Civil contou com o apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar (Bope).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Irany Gomes disse:

    Ficam preso até a bosta da justiça, os soltarem na audiência de custódia!

  2. PAULO disse:

    MELHOR GRUPO POLICIAL DO ESTADO, A DEICOR. PRENDE EM QUANTIDADE E QUALIDADE, PARABÉNS! VAGABUNDO PÉ DE CHINELO NÃO É COM ESSA TURMA, O FOCO DELES É GENTE GRAÚDA…

PM aborta tentativa de invasão a Base Policial na Via Costeira e bandido morre em troca de tiros

FOTO: PM/ASSECOM/REPÓRTER: CB GLAUCIA

Na noite dessa quinta-feira (06), policiais militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM), realizavam patrulhamento na Avenida Via Costeira (RN 301), quando perceberam no entorno da Base Policial do CPRE a presença de três homens vestidos de roupas pretas e “toucas ninjas”. Na ocasião, o trio percebeu a aproximação dos policiais e começou a efetuar disparos, que resultaram em revide. Após uma intensa troca de tiros, um dos homens foi atingido e outros dois suspeitos se fugiram sentido às Dunas, possivelmente, baleados.

Segundo a PM, o bandido baleado foi socorrido, mas acabou morrendo. Com ele foi encontrada uma pistola 940 inox e dois carregadores. Ainda segundo a PM, a arma constava registro de roubo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gaius Baltar disse:

    Excelente ação policial, mais uma para louvarmos!
    PS: É bom ter um revisor de texto melhor, pois as “toucas ninjas” não são toucas nem ninjas, são balaclavas, protetores de cabeça usados em esportes de inverno e por forças de segurança. E “outros dois suspeitos SE fugiram”? Pelo o amor de Deus…

  2. ALEX DE MESQUITA disse:

    MENOS 1
    OTIMO

MPF denuncia Lula e Boulos pela invasão do tríplex do Guarujá

Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou Lula e Guilherme Boulos pela invasão do tríplex do Guarujá (SP), em 16 de abril de 2018, por um grupo ligado ao MTST.

A ocupação do famoso apartamento ocorreu cerca de uma semana após a prisão do ex-presidente, que incentivou o ato como forma de protesto.

“Se é do Lula, é nosso”, dizia uma das faixas estendidas na varada do imóvel dado pela OAS ao petista, que foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Lula, Boulos e outras três pessoas foram enquadrados pelo MPF no artigo 346 do Código Penal, que estabelece como crime tirar, suprimir, destruir ou danificar coisa própria, que se acha em poder de terceiro por determinação judicial – na ocasião, o imóvel bloqueado pela Justiça.

A pena prevista é de seis meses a dois anos de prisão.

Lula é apontado como incentivador da ocupação porque, em janeiro de 2018, fez um discurso na Praça da República, em São Paulo, logo após ter a condenação no processo que envolve o tríplex confirmada na segunda instância.

Na época, ele disse que tinha sido condenado por um “desgraçado de um apartamento que eu não tenho”. E afirmou que já tinha pedido “para o Guilherme Boulos [líder do MTST] mandar o pessoal dele ocupar” o imóvel.

Dias depois, cerca de 30 integrantes do MTST invadiram o Condomínio Solaris e entraram no apartamento, permanecendo por mais de duas horas. Só deixaram o local após acordo com a PM.

Procurada, a defesa de Lula não quis se manifestar.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. E. costa disse:

    Oxi, mas se o cara recebeu e fez uma luxuosa reforma do ap, segundo o juiz marreco de curitiba, é ilegal invadir!?…pronto, agora deu!!!😂😂
    Deve ser mais um terraplanista idiota plantando fake para alegria dos apoiadores de milicianos

  2. Ivan disse:

    kKKK, foi "inventar"…agora é cana pra esses vagabundos!!! A tocada agora é outra seus bandidos!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Verdade disse:

    Por falar em ser produtivo, cadê o Queiroz?

    • Ricardo Carvalho disse:

      Queiroz tá vivo, já o Celso Daniel nós já sabemos o que aconteceu, Marcos Valério abriu o bico!

    • Blue Gard disse:

      Pergunte a Flávio Bolsonaro.
      Kķkkkkkkķ

  4. Potiguar disse:

    Rapaz, se o MPF tivesse essa obsessão pelo Queiróz como tem pelo lula, a família Bozo estava toda em cana. Cadê o Queiróz?

    • Manoel disse:

      Né isso! Tem que deixar a "alma mais honesta do universo" usufruir dos bilhões roubados em paz gente!

    • Baraúna disse:

      Ontem quando saiu a matéria mostrando que lulinha recebeu R$ 172 milhões de duas operadoras de telefonia, sabe-se lá a razão, os esquerdopatas, defensores de corruptos silenciaram, não colocaram 01 palavra.
      Hoje aparece mais essa e tem muito mais, o MP de SP entrou com processo contra Haddad ( o peste) por contrato irregular de R$ 72 milhões quando era prefeito de SP e não conseguiu se reeleger.
      Mas o que importa é o Queiroz, esses milhões citados não devem sequer ser considerados, são detalhes sem importância, tem que investigar os R$ 40 mil de movimentação atípica do Queiroz. É a esgotosfera querendo ditar a desordem e inocentar seus corruptos de estimação.

    • Potiguar disse:

      Baraúna, meu amigo argumento sem futuro esse. Não vamos falar do Queiróz pois ele roubou pouco. É isso? Logo, os prefeitos do interior ou o motorista que desviou um tanque de gasolina usarão seu argumento. A questão em lume versa sobre um crime de menor potencial ofensivo com pena de seis meses a dois anos cometido por multidão (atenuante) pena que será branda uma multa talvez. Em tempo, acerca do caso lulinha tem que investigar!!! O Queiróz também.

  5. Ricardo Carvalho disse:

    Pense numa dupla produtiva! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Higino disse:

    Kkkkkkk, tome!

  7. Ceará-Mundão disse:

    Mais um crime prá vasta coleção do bandido de 9 dedos. Mas, nada que abale a devoção e a subserviência dos seguidores da seita vermelha. É incrível.

Invasão de hacker começou em celular de Eduardo Bolsonaro, e, entre outras autoridades, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, mostra MPF

A denúncia do MPF diz que as invasões de celulares de autoridades por parte do hacker Walter Delgatti Neto, o Vermelho, começaram pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Segundo o procurador Wellington Divino Marques de Oliveira, “a partir desse ponto, foi possível estabelecer uma sequência de diversos dispositivos invadidos”, inclusive o do presidente da República, conforme esquema abaixo.

O senador Flávio Bolsonaro também teve o celular invadido, de acordo com a denúncia do MPF.

O procurador afirma que os crimes começaram em março do ano passado e continuaram de maneira sistemática até a deflagração da Operação Spoofing, em julho.

Vermelho, destaca o MPF, tinha uma “vida voltada à prática de crimes, seja invadindo dispositivos móveis, monitorando comunicações de terceiros ou, mesmo, envolvido em fraudes bancárias e furtos eletrônicos mediante fraude”.

“Em resumo, foi uma vida voltada ao crime habitual.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Esse diretor do INTERCEPT vai ter a cobertura de Gilmar Beiçola Mendes, ele não liberta tudo que não presta?
    No país dele uma cadeia bem demorada seria o seu caminho, talvez aqui ela vá para uma, se for muitos bons rapazes vai ele a falar português com voz mais fina.

  2. Sebastião disse:

    Poderia ter invadido celulares dos corruptos criminosos condenados pela lava jato, assim iria cometer um crime com propósitos nobres, e realmente iriamos saber como agiam os corruptos canalhas dessa esquerdalha, assim pelo menos estaria defendendo o pais dos crápulas petralhas, os vermes desse país. Ao invés disso, optou por tentar macular e confundir a imagem do que o país em toda sua história teve de mais digno e ético, que foi a lava jato. Por isso, deveriam era serem condenados a prisão perpétua

    • Carlos Lourenço A. Penha disse:

      Você tem razão Sebastião, só tem um detalhe:
      Se ele tivesse feito isso, as mensagens teriam sido proibidas de publicar pela justiça.
      Se ele tivesse feito isso já estaria condenado pelos jornalistas, caído em desgraça no noticiário, estaria sendo atacado pela esquerda e seus seguidores, teria se tornado pessoa não desejada no Brasil.
      Lembre-se que Adélio Bispo que tentou assassinar Bolsonaro, teve seus celulares e computadores protegidos por determinação judicial e logo tornaram o criminoso numa pessoa intocável. Que por 16 anos o país foi todo aparelhado e hoje estamos testemunhando isso.

Península Antártica pode sofrer invasão de espécies, alerta pesquisa

Foto: Maurício de Almeida – TV Brasil

A península Antártica vai ficará sujeita nos próximos anos ao aparecimento de espécies invasoras, algumas delas que podem ter efeitos devastadores nos frágeis ecossistemas marinhos e terrestres polares, alerta um estudo nesta segunda-feira (13) divulgado, em Londres.

A pesquisa, publicada na revista científica Global Change Biology, identifica espécies não nativas com maior probabilidade de invadir a península Antártica nos próximos dez anos, fornecendo dados para que sejam tomadas medidas de redução do fenômeno.

O principal autor do estudo, Kevin Hughes, investigador ambiental do British Antarctic Survey (com base em Cambridge, trata dos interesses do Reino Unido na Antártida), trabalhou com uma equipe internacional de investigação para identificar espécies não nativas com maior probabilidade de ameaçar a biodiversidade e os ecossistemas da região da península Antártica, a partir da análise de centenas de trabalhos acadêmicos, relatórios e bases de dados, e, das 103 espécies consideradas em detalhe, 13 foram classificadas como maiores ameaças.

Turismo ameaça região

“A região da península Antártica é de longe a parte mais movimentada e mais visitada da Antártida. Devido ao crescimento do turismo e às atividades da investigação científica, espécies invasoras podem ser transportadas para a Antártida de muitas maneiras diferentes. Os visitantes podem transportar sementes e solo não estéril agarrados às roupas e ao calçado. Cargas importadas, veículos e suprimentos de alimentos frescos podem esconder espécies, incluindo insetos, plantas e mesmo ratos. As espécies marinhas são um problema particular, já que podem ser transportadas para a Antártida agarradas aos cascos dos navios. Podem ser muito difíceis de remover uma vez instaladas”, disse Kevin Hughes.

Os responsáveis pela investigação disseram que invertebrados marinhos – como mexilhões e caranguejos – são espécies com grande probabilidade de invadir a região, mas na lista estão também plantas com flores, ácaros e mesmo coqueiros.

Algumas das ilhas subantárticas, como a Marion ou a Geórgia do Sul, já foram invadidas por ratos e outros vertebrados, embora os investigadores acreditem que as condições na região vão continuar demasiado extremas para permitir que os ratos proliferem no exterior, ainda que possam sobreviver nas construções.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jose de Arimatea Lopes Fernandes disse:

    Á solução de tudo estar em nossas escolhas. Se continuarmos votando errado, isso vai continuar piorando…. Lembrem -se que são eles os políticos que fazem as leis.

Amigo de “Vermelho” atuou diretamente em invasão, diz a PF

Foto: (Thinkstock/Thinkstock)

Relatório da PF sobre a Spoofing diz que Luiz Molição, o “sexto elemento” preso na operação, “atuou diretamente nas invasões de dispositivos informáticos”.

O amigo de Walter Delgatti Neto, o Vermelho, também participou da “interceptação e divulgação de comunicações realizadas pelas vítimas através do aplicativo Telegram”, afirmam os investigadores.

Leia AQUI a reportagem da Crusoé sobre a atuação de Vermelho e Molição nas invasões do Telegram de autoridades.

O Antagonista

MAIS DE R$ 600 MIL ENTRE ABRIL E JUNHO: PF identifica movimentações suspeitas na conta de presos por invasão de celulares

O ministro da Justiça, Sergio Moro, teve o celular hackeado no começo de junho Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

A Polícia Federal identificou movimentações suspeitas nas contas do ex – DJ Gustavo Henrique Elias Santos e de Suelen Priscila de Oliveira , presos na terça-feira durante a Operação Spoofing , que investiga a invasão de contas do aplicativo Telegram do ministro da Justiça, Sergio Moro , e outras autoridades. Segundo a PF, entre abril e junho deste ano, o ex-DJ movimentou R$ 424 mil e Suelen, R$ 203 mil.

A PF informou à Justiça Federal que há indícios de incompatibilidade entre a movimentação financeira de Gustavo e Suelen e as rendas declaradas por ambos. De acordo com dados cadastrais do DJ, sua renda mensal seria de R$ 2,8 mil. Suelen, por sua vez, teria uma renda de R$ 2,1 mil.

O advogado que faz a defesa de Gustavo e Suelen, Ariovaldo Moreira, afirmou nesta quarta-feira que eles não têm relação com os crimes e que os rendimentos de seu cliente se devem à operação com criptomoedas, mas são de origem lícita. Afirmou que os R$ 100 mil apreendidos pela PF em sua residência tinham origem em criptomoedas.

Além da prisão temporária do grupo e dos mandados de busca e apreensão, o juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília, determinou a quebra dos sigilos bancários e telemáticos, além do bloqueio de ativos financeiros acima de R$ 1 mil. O nome do quarto preso é Danilo Cristiano Marques .

Outros três presos já haviam sido identificados na terça-feira. Eles são: Gustavo Henrique Elias Santos, de 28 anos, que trabalhava como DJ e já foi condenado anteriormente por posse ilegal de arma; sua esposa, Suelem, e Walter Delgatti Neto. O grupo foi transferido ainda ontem para Brasília, onde vem sendo interrogado.

Inicialmente, a Justiça Federal do Distrito Federal havia anunciado que levantaria o sigilo do processo, mas o juiz informou que o segredo continuaria em vigor porque os autos contêm informações pessoais que não poderiam ser divulgados neste momento das investigações. Até agora, foi divulgada apenas a decisão do magistrado.

‘Vulnerabilidade’ das operadoras

Para Vallisney de Oliveira, há indícios de que o grupo integra uma “organização criminosa para a prática de crimes e se uniram para violar o sigilo telefônico de diversas autoridades públicas brasileiras via aplicativo Telegram”.

De acordo com o parecer do Ministério Público Federal, o grupo usou uma “vulnerabilidade” das operadoras de telefonia para invadir as contas de Telegram de Moro.

“Os criminosos utilizaram uma vulnerabilidade da rede de telecomunicações comum a todas as operadoras: as chamadas em que o número de origem é igual ao número de destino são direcionadas diretamente para a caixa postal, sem necessidade de inserção de senha para acesso ao conteúdo das mensagens gravadas “, diz um trecho do parecer.

Operação Spoofing

A Polícia Federal deflagrou ontem a Operação Spoofing, que resultou na prisão de quatro pessoas . Segundo a PF, o grupo foi responsável pela invasão de contas no aplicativo Telegram do ministro Sergio Moro, do desembargador do TRF-2 Abel Gomes e de mais três autoridades.

As investigações que resultaram na operação começaram após os ataques sofridos por Moro. Há pouco mais de dois meses, ele teria sido alvo de uma tentativa de invasão de suas contas no aplicativo Telegram.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    São todos inocentes e vítimas da sociedade! Um ex DJ que nem trabalha mas aplica em CRIPTOMOEDAS ?! KKK. Ainda criticam quem acredita que a terra é plana… Eu também acredito em papai noel viu!

  2. Davi disse:

    Nem um píu dos petralhas?

  3. Delano disse:

    Cadê a petralhada compradora de hackers? Todos pianinho. Kkkkkkk

  4. Bento disse:

    Criminosos tentando incriminar um Juiz Decente Herói Nacional, cambada de FDP.
    Apertem que tem mais coisas.

Após alerta mundial, saiba como atualizar o WhatsApp e proteger o celular de uma invasão

Usuários devem atualizar o WhatsApp para se proteger de hackers. Foto: Pixbay

O WhatsApp alertou todos os usuários sobre uma falha no sistema que permitiu que hackers tivessem acesso aos dados armazenados nos celulares. A única forma de se proteger do ataque, segundo a empresa, é fazer a atualização do aplicativo.

Para atualizar o app em celulares Android, acesse o Play Store e procure pelo WhatsApp na barra de buscas. Em seguida, clique no botão atualizar. O ideal é estar conectado com uma rede Wi-Fi ao invés de usar uma conexão 4G. Isso fará o download ser muito mais rápido.

Celulares com sistema operacional Android e iPhones devem ser atualizados. Foto: Reprodução

No caso dos iPhones, acesse a App Store e siga o mesmo passo a passo. Procure pelo WhatsApp na barra de buscas e clique em atualizar.

Como era o golpe?

Os hackers faziam uma ligação pelo WhatsApp para o telefone de uma vítima. Mesmo que a ligação não fosse atendida, um vírus era instalado no celular.

Em muitos casos, a chamada desaparecia do histórico do aparelho sem deixar nenhuma pista. Por isso, muitos usuários não suspeitavam que tiveram o aparelho invadido.

R7

 

Reitoria da UERN é invadida por professores dispensados

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Edu disse:

    Pense num calo dolorido, essa UERN para o RN.

  2. Ceará-Mundão disse:

    Mais um tiro no pé dessa turma que não gosta de trabalhar nem de prestar conta dos seus atos. Justamente quando a sociedade potiguar está discutindo a conveniência de um estado pobre como o RN sustentar uma universidade, essa turma resolve promover suas badernas.

  3. paulo martins disse:

    A Uern é uma sucursal avançada da Escolinha do Professor Raimundo: uma típica piada pronta.
    Marnum se avexe não, que brevemente Robin vai convidar vocês para sobrevoar o Atlântico no 'Potiguar I', com direito a vista aérea do Carnatal.

  4. Helio Mota disse:

    Ahhh desse jeito eles voltam aos cargos ainda hoje.
    Fora o "oba, oba" dessas invasões, onde acontece de tudo já que o território invadido vira terra sem lei, nunca vi essas coisas darem resultado.
    Mas para quem não tem mesmo o que fazer, tá valendo.
    No mais isso é apenas uma típica ação que apenas fortalece o discurso de extinção da UERN.

Trio vestido com fardas da Insinuante invade loja na Zona Sul de Natal e leva celulares, tabletes e outros objetos

Um trio vestido com fardas da Insinuante invadiu uma das lojas, localizada na zona sul de Natal e promoveu um grande arrastão nesta sexta-feira, 16. Informações preliminares dão conta que foram levados tabletes, celulares e outros objetos. Após a ação criminosa, os bandidos fugiram em um veículo de apoio preto, parado do outro lado da rua.

FOTO: Integrantes do MST ocuparam agência da Caixa no centro de Natal e saíram após conversa sobre projeto de moradia

10363737_1620551638171298_334555717089956901_nFoto: Via Certa Natal

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra invadiram no fim da manhã desta quarta-feira (3) a agência da Caixa Econômica da Rua João Pessoa, no bairro Cidade Alta, no centro de Natal.

Segundo o Via Certa Natal, os “Sem Terra” pedem agilidade sobre direitos no Programa Minha Casa Minha Vida. A Polícia Militar se encontra no local e aguarda a saída do grupo. De acordo com o órgão, os integrantes do MST não causaram tumulto, por isso, o policiamento apenas acompanha a situação.

O fato negativo é que funcionários e clientes ficaram impedidos de entrar ou sair da agência. Somente às 14h, após conversa com funcionários informando sobre a liberação de um projeto com mais de 500 casas, que os integrantes do MST deixaram o local e a situação se normalizou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elves Alves disse:

    Os vagabundos do MST só gozam de toda essa desenvoltura e impunidade em governos do PT, o verdadeiro padrinho do caos ideológico. Precisamos urgentemente nos livrar da incompetência de Dilma e do apetite insaciável dos petralhas, antes que o Brasil fique de tanga. Eleitoralmente estamos 'no mato sem cachorro', mas não resta dúvida que qualquer coisa é melhor do que mais quatro anos de roubalheira dos cumpanhêro de Lula.

  2. caio fábio disse:

    Há uma pêia.

  3. Cris mendonça disse:

    Chega de benevolência! Tudo tem limite. Cadeia neles.

  4. Cris mendonça disse:

    Tudo tem limite!!!!!!!

FOTOS: Bandidos amordaçam vigia e arrombam salas em busca de cofre na Prefeitura de Caicó

prefeitura-de-Caicó-arrombada2Foto: Ilmo Gomes

O delegado Igor Pessoa, está acionando o Instituto Técnico e Científico de Polícia – ITEP, para que seja feita perícia nas salas que foram arrombadas na Prefeitura Municipal de Caicó. O fato foi registrado na entre a noite dessa terça-feira, (06), e início de madrugada desta quarta-feira (7). Na ocasião, várias salas foram arrombadas com uso, provavelmente de um pé de cabra. De acordo com o vigilante que pediu para não ser identificado, ao blogueiro e radialista Sidney Silva, pelo menos 4 salas foram arrombadas por dois homens, que entraram no prédio do Centro Administrativo pulando um muro que existe na parte de trás dos fundos. “Um deles estava encapuzado e armado de pistola. Esse veio em minha direção e mandou que eu levantasse às mãos e me revistou. Eu estava com uma faca na cintura que foi tomada. Logo, esse me trancou num banheiro”, disse.

Segundo o radialista, o vigilante teve os pés e as mãos amarrados com fita adesiva e em dois momentos um dos invasores ligou de um telefone celular para outra pessoa dizendo que estavam dentro do prédio e que tinham rendido o vigilante. “Ele falou por duas vezes com alguém pelo telefone, dizendo que tinha me rendido e que iria prosseguir com a busca. Esse cara ficava a todo instante me perguntando pelo cofre, cadê o cofre? cadê o cofre?. Eu percebi a presença de outra pessoa que estava com ele, mas, eu não o vi. Depois, passou onde eu estava preso e disse que em meia hora podia sair e ligar para a Polícia, eu até disse que não iria ligar, mas, ele disse que não, era pra ligar pra polícia e contar o que tinha ocorrido”, disse.

Ainda não se tem informação de que tenha sido levado algo de valor do interior da Prefeitura de Caicó. O Prefeito Roberto Germano, foi acionado pelo vigilante e imediatamente acionou a Polícia. As salas arrombadas devem ficar isoladas até a chegada da equipe do ITEP.

Prefeito nega que documentos tenham sido destruídos e extraviados durante ação violenta

Segundo o radialista Sidney Silva, documentos não foram extraviados e nem destruídos durante ação criminosa na madrugada desta quarta-feira (07), quando dois homenss ainda não identificados invadiram a sede da Prefeitura de Caicó, amarraram o vigilante, e arrombaram as dependências das secretarias de Finanças, Gabinete, Administração e a Coordenação de Esportes (Mais Educação).

prefeitura-de-caicó-arrombadaFoto: Ilmo Gomes

Em reunião nesta quarta-feira (07) do prefeito Roberto Germano com o comandante do 6º BPM, Major Walmary Costa e investigadores, o prefeito confirmou que o expediente está suspenso apenas nas salas que foram arrombadas, enquanto que nas demais repartições o atendimento ao público será normal. “Vamos aguardar a perícia da Polícia Civil para podermos liberar as salas invadidas”, disse o prefeito.

Para o Major Costa, é prematuro achar que a ação foi criminosa, e que tudo leva a crer que os dois elementos que invadiram a prefeitura fazem parte do mesmo grupo que vem aterrorizando Caicó nos últimos meses. “A todo o momento eles procuravam saber onde era o cofre e o setor financeiro da prefeitura, achando que aqui fosse guardado algum dinheiro. Como nada foi localizado, eles arrombaram salas, mas não levaram nada. São as mesmas pessoas que vem fazendo esses crimes em Caicó. Ontem prendemos alguns deles, mas o bando tem outros integrantes”, explicou o Major.

Com informações de Sidney Silva

Ladrões invadem casa de craque português e roubam fortuna em joias

quaresma_-porto-_-divPerder um jogo para o maior rival e ser lesado em uma verdadeira fortuna é algo que jogador nenhum quer, não é mesmo? Pois bem, foi isso o que aconteceu com Quaresma, do Porto, e que vai fazê-lo esquecer o último domingo  pelo resto de sua vida.

Depois de ser derrotado pelo Benfica na semifinal da Taça da Liga de Portugal, o jogador do Porto encontrou sua casa com os vidros quebrados e uma “surpresa” extra.

Segundo o noticiário local, ladrões invadiram o lugar durante o clássico e fizeram uma verdadeira limpa nos bens, roubando cerca de R$ 800 mil em joias.

Quaresma prestou queixa na polícia, mas, até o momento,  não há pistas sobre quem poderia ter cometido o crime.

O jogador do Porto já havia sido vítima da violência em 2012. Na ocasião, foi atacado por ladrões, que levaram objetos e R$ 24 mil do craque.

Torcedores.com

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. alexandre medeiros disse:

    Da terrinha do porto vieram os ensinamentos máximos dos maus costumes adotados cá.