Aplicativo permite “navegar” para descobrir em quais streamings determinado filme ou série está disponível

Foto: Reprodução

Google Play Filmes serve como um grande catálogo para ver onde determinado conteúdo pode ser assistido. Além dos streamings já suportados como HBO Max, Hulu e Amazon Prime Video, agora a plataforma também mapeia os títulos presentes na Netflix e no Disney +.

Para descobrir se algum filme ou série está presente em determinado streaming, vá para a página inicial e clique no cartão “Já possui Netflix ou Disney +?”. Em seguida, selecione “Adicionar seus serviços” e escolha os serviços de streaming que você possui ou que deseja conhecer. Essa guia é configurável e você pode editá-la a qualquer momento, acessando a aba de navegação.

Após essas operações, os aplicativos serão definidos como os programas padrões de exibição. Assim, sempre que você escolher um filme e clicar em determinado streaming, ele abrirá o aplicativo correto e dará início a reprodução imediatamente.

Por enquanto, esse recurso está apenas disponível no aplicativo de Android e ainda não chegou para iOS. Obviamente, também é possível procurar um título na barra de pesquisa do Google e obter resultados semelhantes, mas a experiência do Play Filmes torna a navegação mais simples, já que oferece trailers, filmes semelhantes, sinopse, e outras especificações da obra em apenas um aplicativo.

Olhar Digital, via 9to5Google

Após queda, homem descobre que seu pênis está se transformando em osso

NORTE-AMERICANO DE 63 ANOS FOI DIAGNOSTICADO COM DOENÇA DE PEYRONIE, QUE CONSISTE NA FORMAÇÃO DE FIBROSES OU NÓDULOS NO ÓRGÃO REPRODUTOR MASCULINO (FOTO: UROLOGY CASE REPORTS)

Um homem de 63 anos descobriu por acaso que seu pênis está se calcificando, segundo um artigo publicado na Urology Case Reports. O fato ocorreu no Centro MédicoLincoln, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Como relataram os médicos responsáveis pelo caso, o homem foi ao hospital por conta de uma dor no joelho que havia começado após uma queda. Por conta disso, os profissionais resolveram realizar um exame de raios-X no paciente — e daí veio a surpresa.

Os autores escreveram que as imagens mostravam uma “calcificação extensa em forma de placa ao longo da distribuição esperada do pênis”. O paciente havia se queixado aos médicos de dor peniana, mas não teve nenhum outro sintoma, o que retardou o diagnóstico da rara doença de Peyronie.

IMAGENS MOSTRAVAM UMA “CALCIFICAÇÃO EXTENSA EM FORMA DE PLACA AO LONGO DA DISTRIBUIÇÃO ESPERADA DO PÊNIS” (FOTO: UROLOGY CASE REPORTS)

O problema consiste na formação de fibroses ou nódulos no órgão reprodutor masculino, causando desvios na curvatura do pênis, o que provoca dor. Em 2017, um caso semelhante ocorreu com um homem de 40 anos que teve mais de 80% da região calcificada. Felizmente, a doença tem tratamento — que deve ser realizado com auxílio profissional.

No caso do norte-americano, os médicos não puderam ajudar, pois o homem foi embora do hospital mesmo contra a orientação médica.

Galileu

 

Como verificar se o seu nome está na Dark Web

Serviço oferecido pelo Serasa lhe ajuda a descobrir se o seu nome está presente na Dark Web. Saiba como usá-lo!

Ao utilizar a internet é sempre necessário tomar cuidado com a sua privacidade para evitar que os seus dados pessoais acabem nela de forma errônea. Recentemente, uma das maiores preocupações na internet tem sido em relação a Dark Web, onde domínios e sites não indexados, ou seja, não registrados em buscadores como o Google, são utilizados para práticas ilegais e até crimes.

Se você está preocupado com os seus dados na internet, saiba que o Serasa lançou uma ferramenta, que consegue fazer uma busca na Dark Web pelos seus dados. Assim, veja a seguir como saber se o seu nome está presente na Dark Web.

Como funciona

Através do site do Serasa, você poderá apenas realizar uma consulta para saber se o seu nome está na Dark Web. Desta forma, caso ele esteja, será necessário você tomar uma série de etapas para se proteger. As principais delas são:

Acompanhar seu extrato bancário, ficando atento a transações desconhecidas;

Evitar compartilhar dados pessoais por e-mail: nome, CPF e conta bancária;

Substituir as senhas atuais por outras mais eficientes, exclusivas e seguras;

Cancelar rapidamente cartões bancários, fazer um boletim de ocorrencia e ativar o alerta de documentos no Serasa;

Atenção à e-mails de origem desconhecida;

Evitar compartilhamento de dados pessoais por e-mail e/ou rede sociais;

Desconfiar de ligações que solicitem a confirmação de dados pessoais.

Como descobrir se o seu nome está na Dark Web

Para saber se o seu nome está na Dark Web, o primeiro passo é realizar um cadastro no site do Serasa Consumidor, que é gratuito, apesar de oferecer alguns recursos pagos. O serviço, que é oficial, pode ser acessado por este link e requer poucos dados para o cadastro.

Depois de ter realizado o cadastro ou ter efetuado o login no site do Serasa, basta seguir estes passos para saber se o seu nome está na Dark Web. Confira:

1 Acesse esta página do Serasa Antifraude Darkweb;

2 Entre com o seu endereço de e-mail no campo destacado e clique em “Descobrir”;

3 Veja o resultado.

Pronto! Agora, você já sabe como descobrir se o seu nome está circulando na Dark Web.

Olhar Digital