Auxílio Emergencial: governo divulga novo calendário para quem foi reavaliado

Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O governo divulgou nesta sexta-feira (27) um novo calendário dos pagamentos e saques do Auxílio Emergencial para trabalhadores que tiveram o pedido reavaliado em novembro, decorrente de atualizações de dados governamentais, e que realizaram o procedimento de contestação após ter o benefício negado. O lote contempla um público de 122 mil novos beneficiários.

São 3 públicos:

quem fez o procedimento de contestação por meio da plataforma digital entre os dias 26 de agosto e 16 de outubro de 2020

quem fez o procedimento de contestação por meio do endereço eletrônico da Dataprev entre os dias 27 de julho e 19 de outubro

quem teve o pagamento reavaliado em novembro de 2020, decorrente de atualizações de dados governamentais e verificações por meio de bases de dados oficiais

Segundo portaria do Ministério da Cidadania publicada no Diário Oficial da União, esse público receberá o crédito da primeira parcela de R$ 600 em poupança social a partir da próxima segunda-feira (30). O prazo se estenderá até 12 de dezembro, de acordo com a data de nascimento.

Já os pagamentos referentes à segunda, terceira, quarta e quinta parcelas serão feitos entre 13 e 29 de dezembro. Veja abaixo o calendário:

Governo divulgou nesta sexta-feira (27) um novo calendário dos pagamentos e saques do Auxílio Emergencial — Foto: Reprodução

O calendário para saques e transferências bancárias começará no dia 19 de dezembro e se estenderá até 27 de janeiro, de acordo com a data de nascimento. Veja tabela abaixo:

Foto: Reprodução

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Com G1

Sai novo calendário do auxílio emergencial com 4ª e 5ª parcelas, com cronograma dividido em ciclos; confira

Foto: Jorge Hely

O Ministério da Cidadania decidiu dividir o calendário de pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial em ciclos, de acordo com o mês em que o trabalhador recebeu o crédito da primeira parcela ou o período de inscrição. A mudança foi feita por meio da Portaria 441, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (dia 17). As datas de pagamento da quarta e da quinta parcela foram incluídas no cronograma.

Na portaria, no entanto, o ministério não menciona a divisão das parcelas dentro do mesmo mês, em duas cotas, como havia sido anunciado. O governo desistiu do fracionamento. O pagamento de cada parcela, portanto, será integral: R$ 600 (para a maioria dos trabalhadores) ou R$ 1.200 (para as mães chefes de família).

O novo calendário é válido para trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs), desempregados sem seguro-desempregos e inscritos no Cadastro Úniico, do Ministério da Cidadania, sem direito a Bolsa Família.

Essas pessoas se inscreveram pelo aplicativo Caixa / Auxílio Emergencial ou pelo site caixa.gov.br. O dinheiro será depositado em contas poupanças sociais digitais abertas pela Caixa Econômica Federal.

Datas diferentes de crédito e retirada

Num primeiro momento, o dinheiro estará disponível apenas para a quitação de contas e o pagamento de compras via cartão de débito virtual ou QR Code (aproximando o celular da maquininha do estabelecimento comercial). Toda a movimentação continuará sendo feita pelo aplicativo Caixa Tem (disponível para aparelhos com sistemas Android e iOS).

Somente depois a quantia será liberada para saque ou transferência bancária, de acordo com o mês de nascimento. Veja os cronogramas abaixo, divididos em ciclos.

Vale destacar que, nas datas indicadas no calendário de saque em dinheiro, o eventual saldo existente na poupança social digital será transferido automaticamente para a conta que o beneficiário tiver indicado por meio da plataforma digital.

CONFIRA AS NOVAS DATAS

CICLO 1

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em abril de 2020 – receberá a quarta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em maio de 2020 – receberá a terceira parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em junho ou até 4 de julho de 2020 – receberá a segunda parcela

– Quem se cadastrou entre 17 de junho e 2 de julho de 2020 – receberá a primeira parcela

Depósito do dinheiro

22 de julho – nascidos em janeiro

24 de julho – nascidos em fevereiro

29 de julho – nascidos em março

31 de julho – nascidos em abril

5 de agosto – nascidos em maio

7 de agosto – nascidos em junho

12 de agosto – nascidos em julho

14 de agosto – nascidos em agosto

17 de agosto – nascidos em setembro

19 de agosto – nascidos em outubro

21 de agosto – nascidos em novembro

26 de agosto – nascidos em dezembro

Liberação de saque e retirada

25 de julho – nascidos em janeiro

1º de agosto – nascidos em fevereiro e março

8 de agosto – nascidos em abril

13 de agosto – nascidos em maio

22 de agosto – nascidos em junho

27 de agosto – nascidos em julho

1º de setembro – nascidos em agosto

5 de setembro – nascidos em setembro

12 de setembro – nascidos em outubro e novembro

17 de setembro – nascidos em dezembro

CICLO 2

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em abril de 2020 – receberá a quinta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em maio de 2020 – receberá a quarta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em junho de 2020 – receberá a terceira parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em julho de 2020 – receberá a segunda parcela

Depósito do dinheiro

28 de agosto – nascidos em janeiro

2 de setembro – nascidos em fevereiro

4 de setembro – nascidos em março

9 de setembro – nascidos em abril

11 de setembro – nascidos em maio

16 de setembro – nascidos em junho

18 de setembro – nascidos em julho

23 de setembro – nascidos em agosto

25 de setembro – nascidos em setembro

28 de setembro – nascidos em outubro e novembro

30 de setembro – nascidos em dezembro

Liberação de saque e transferência

19 de setembro – nascidos em janeiro

22 de setembro – nascidos em fevereiro

29 de setembro – nascidos em março

1º de outubro – nascidos em abril

3 de outubro – nascidos em maio

6 de outubro – nascidos em junho

8 de outubro – nascidos em julho

13 de outubro – nascidos em agosto

15 de outubro – nascidos em setembro

20 de outubro – nascidos em outubro

22 de outubro – nascidos em novembro

27 de outubro – nascidos em dezembro

CICLO 3

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em maio de 2020 – receberá a quinta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em junho de 2020 – receberá a quarta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em julho de 2020 – receberá a terceira parcela

Depósito do dinheiro

9 de outubro – nascidos em janeiro e fevereiro

16 de outubro – nascidos em março e abril

23 de outubro – nascidos em maio e junho

30 de outubro – nascidos em julho e agosto

6 de novembro – nascidos em setembro e outubro

13 de novembro – nascidos em novembro e dezembro

Liberação de saque e retirada

29 de outubro – nascidos em janeiro e fevereiro

3 de novembro – nascidos em março e abril

10 de novembro – nascidos em maio e junho

12 de novembro – nascidos em julho e agosto

17 de novembro – nascidos em setembro e outubro

19 de novembro – nascidos em novembro e dezembro

CICLO 4

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em junho de 2020 – receberá a quinta parcela

– Quem recebeu o crédito da primeira parcela em julho de 2020 – receberá a quarta e a quinta parcelas

Depósito do dinheiro

16 de novembro – nascidos em janeiro e fevereiro

18 de novembro – nascidos em março e abril

20 de novembro – nascidos em maio e junho

23 de novembro – nascidos em julho e agosto

27 de novembro – nascidos em setembro e outubro

30 de novembro – nascidos em novembro e dezembro

Liberação de saque e retirada

26 de novembro – nascidos em janeiro e fevereiro

1º de dezembro – nascidos em março e abril

3 de dezembro – nascidos em maio e junho

8 de dezembro – nascidos em julho e agosto

10 de dezembro – nascidos em setembro e outubro

15 de dezembro – nascidos em novembro e dezembro

Extra – O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Patrícia disse:

    Esta mto confuso essas datas, não entendi nada!

  2. Webrevenger disse:

    Desorganização. Que vergonha. Ninguém entende nada de quando recebe, quando pode sacar. Desgoverno. Brasil a deriva.

  3. Silva e silva disse:

    PETRALHAS FALA A VERDADE.
    Exister Presidente no mundo melhor do que esse?
    Rapaz!!
    Ôôô Presidente bom da gota serena.
    Na história do Brasil, não exister um que tire fino no véi Bolsonaro, e no mundo tem um melhor??
    Duvido.
    É difetente Papai.
    Ta reeleito!!!

    • Minion alienado disse:

      É tão diferente que está está fazendo como os outros no jogo político. O que ele está fazendo agora é o que qualquer outro faria nesse momento, ou até melhor ao invés de ficar promovendo discórdia.

    • Mitológico disse:

      O Mito? Logo no primeiro turno kkkkkk

CBF divulga novo calendário do futebol, com final do Brasileirão em 2021; Série D com início em setembro e término também em fevereiro

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, nesta quinta-feira (9), o novo calendário dos jogos masculinos para 2020. O Campeonato Brasileiro, que havia sido suspenso em função da pandemia do novo coronavírus, tem a final prevista para o dia 24 de fevereiro de 2021.

Para o Brasileirão, as tabelas das Séries A, B e C serão mantidas. Segundo a confederação, o detalhamento das primeiras rodadas vai ser disponibilizado pela Diretoria de Competições no início da próxima semana, junto com as Diretrizes Operacionais para a realização das partidas.

Campeonato Brasileiro

– A Série A do Brasileirão será disputada entre os dias 9 de agosto e 24 de fevereiro de 2021. O formato da competição segue mantido, em pontos corridos ao longo de 38 rodadas.

– A Série B do Campeonato Brasileiro irá de 8 de agosto a 30 de janeiro, permanecendo em sistema de pontos corridos e dando acesso a quatro equipes para a Série A do ano seguinte.

– A Série C terá seu início conjuntamente com as Séries A e B por solicitação unânime dos clubes. A competição será disputada em 26 datas, de 9 de agosto a 31 de janeiro. Esta temporada marca a estreia do novo sistema de disputa da competição, aprovado por todos os 20 clubes participantes no Conselho Técnico de março deste ano.

– A Série D tem como previsão de início em 6 de setembro e a data de 7 de fevereiro para o encerramento.

Copa do Brasil

As 11 datas restantes da competição mais democrática do país serão disputadas entre 26 de agosto e 10 de fevereiro. A Copa do Brasil será reiniciada com os jogos de volta da Terceira Fase e segue com o mesmo regulamento.

Copa do Nordeste

A maior competição regional do país, organizada pela CBF, tem cinco datas a serem disputadas e será retomada em sua oitava e última rodada da primeira fase no dia 21 de julho. A Copa do Nordeste terá quartas e semifinais disputadas em jogo único.

A decisão será em dois jogos, com o inicial marcado para 1º de agosto e o segundo para o dia 4 do mesmo mês. Os jogos terão como sede única o Estado da Bahia, modelo inédito nas competições do futebol brasileiro.

Eliminatórias da Copa 2022

O calendário confirmado pela FIFA prevê seis datas para os jogos das Eliminatórias. São duas no mês de setembro, nos dias 3 e 8, duas em outubro, 8 e 13, e duas em novembro, nos dias 12 e 17.

Competições sul-americanas de clubes

As datas das competições organizadas pela Conmebol, como a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana, serão informadas oportunamente pela Entidade.

Segundo a CBF, os calendários do futebol de base e do feminino serão divulgados de forma independente nos próximos dias.

CNN Brasil, com informações da CBF

UFRN divulga novo calendário da segunda chamada do Sisu

Foto: Igor Jácome/G1

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) informa o novo calendário da segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A convocação dos candidatos será divulgada nesta quinta-feira, 13, e o cadastramento acontecerá nos dias 15, 17, 18 e 19 na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT), do campus central, para os aprovados e suplentes de cursos dos campi de Natal e Macaíba.

Os convocados para o campus Caicó serão recebidos de 17 a 19 de fevereiro no Centro Regional de Ensino Superior de Caicó (CERES-Caicó), enquanto os novos alunos dos campi de Currais Novos e Santa Cruz serão atendidos nos dias 17 e 18 no CERES-Currais Novos e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa), respectivamente.

O cadastramento acontecerá das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, dividido de acordo com os cursos, conforme cronograma definido em edital. Os candidatos deverão realizar o envio eletrônico prévio da documentação entre os dias 13 e 18, por meio do Portal do Candidato, onde também estão disponíveis o edital retificado, o cronograma de convocações, quadro de vagas, entre outras informações do Sisu na UFRN.

As alterações no calendário da segunda chamada ocorreram em virtude do atraso no recebimento da Lista de Espera da UFRN, que seria enviada pelo Ministério da Educação (MEC) no último dia 6 de fevereiro, e foi disponibilizada apenas na tarde da última segunda-feira, 10.

Vagas

A UFRN oferece o total de 6.933 vagas pelo Sisu para 107 cursos de graduação nos campi de Natal, Macaíba, Currais Novos, Caicó e Santa Cruz, sendo 4.649 para o primeiro semestre e 2.284 para o segundo período letivo. Mais de 4.900 vagas foram preenchidas no cadastramento dos aprovados na primeira chamada, restando cerca de 2 mil vagas remanescentes para ocupação dos candidatos inscritos na lista de espera.