Economia

EMPREGO: Parnamirim apresenta resultado positivo no mês de maio

FOTO: ASCOM – ELIANA FÉLIX

Divulgado no sempre no final de cada mês pelo Ministério da Economia, o relatório mais recente do Novo Caged, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, aponta para mais um resultado positivo de Parnamirim. Dos 5 primeiros meses de 2021, a cidade colheu bons frutos no setor em 4.

Em maio de 2021 foram 1163 admissões contra 958 desligamentos, um saldo positivo de mais de 200 empregos. De acordo com o relatório, o setor mais relevante na cidade foi o comércio, com destaque para compra, venda e conserto de veículos, e o comércio varejista e atacadista.

No geral, Parnamirim consegue manter resultados satisfatórios no que diz respeito à empregabilidade. Dos 167 municípios do estado, a cidade trampolim foi a 4ª colocada com o maior saldo em geração de emprego (dados de maio). A cada mês, o município apresenta resultados mais satisfatórios.

Retrospectiva:

Em 2017 a cidade registrou um saldo positivo de 619 postos de trabalho; no ano seguinte, foram 712 empregos; 2019 confirmou as tendências de crescimento com 525 admissões a mais do que demissões; e o resultado de 2020 – saldo de 1359 empregos – consolidou de vez Parnamirim como cidade em pleno desenvolvimento econômico e referência em crescimento e geração de postos de trabalho. São quatro anos consecutivos que Parnamirim contratou mais do que demitiu.

Resultados de 2021

No corrente ano, apenas em abril o saldo, por muito pouco, não foi positivo. Foram 646 empregos (1658 admissões contra 1012 desligamentos) em janeiro e outros 709 de saldo, em fevereiro. Em março, a cidade obteve um saldo positivo de 641 postos de trabalho. E, de acordo com o último relatório do Ministério da Economia divulgado, o mês de maio manteve os resultados positivos, reafirmando que Parnamirim está em pleno crescimento no quesito empregabilidade.

A política de austeridade, pagamento de servidores em dia e controle de gastos por parte do executivo municipal é um dos fatores que inspira confiança no empresariado parnamirinense, trazendo mais investimentos para a cidade. Um dos responsáveis por essa relação de mão dupla entre os setores público e privado, o prefeito Rosano Taveira aposta em medidas que geram segurança de investimento na cidade. “O resultado positivo que estamos colhendo é fruto de um trabalho sério e comprometido com nossa cidade. Hoje, Parnamirim é referência no estado quando se fala em emprego. Os resultados divulgados mês a mês nos orgulham e nos dão a certeza que estamos no caminho certo”, disse o gestor.

 

Opinião dos leitores

  1. Não foi só em Parnamirim, foi em todos os Municípios do Brasil, graças à política econômica e ao desempenho do Governo Bolsonaro. A tendência é de melhoras ainda mais no segundo semestre.

    1. Vc pensa que todo mundo é burro igual a senhora? Te manda mulher, se brincar vc vai ter noites de amor com bolsonaro no xadrez, seu badromance

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Brasil cria mais de 280 mil empregos formais em maio

Foto: Reprodução/G1

A economia brasileira gerou 280.666 empregos com carteira assinada em maio, de acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (1) pelo Ministério da Economia.

Essa é a diferença entre as contratações, que somaram 1.548.715 no mês passado, e as demissões, que totalizaram 1.268.049.

O número de empregos criados no mês passado representa aceleração em relação a março de abril, quando foram abertas, respectivamente, 176.981 e 116.423 vagas formais. Esses números foram revisados pelo Ministério da Economia.

Em maio de 2020, ainda no auge da primeira onda da pandemia da Covid-19, o país registrou a perda de 373.888 postos formais de trabalho.

A comparação com anos anteriores a 2020, segundo analistas, não é mais adequada porque o governo mudou a metodologia no início do ano passado.

Parcial do ano

Nos cinco primeiros meses deste ano, ainda de acordo com o Ministério da Economia, o número de vagas criadas superou a marca de 1 milhão. Nesse período, foram gerados 1.233.372 vagas com carteira assinada. De janeiro a maio ano passado, foram fechados 1.144.875 empregos com carteira assinada.

Ao final de maio, o Brasil tinha saldo de 40.596.340 empregos com carteira assinada. Isso representa um aumento na comparação com janeiro deste ano (39.624.322 empregos) e, também, com maio de 2020, quando o saldo estava em 38.013.159.

Caged X Pnad

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgados nesta quinta-feira, consideram apenas os trabalhadores com carteira assinada, ou seja, não inclui os informais.

Com isso, não são comparáveis com os números do desemprego, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), coletados por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (Pnad).

Os números do Caged são coletados das empresas e abarcam o setor privado com carteira assinada, enquanto que os dados da Pnad são obtidos por meio de pesquisa domiciliar, e abrangem também o setor informal da economia.

Nesta quarta-feira (30), o IBGE informou que o desemprego no Brasil ficou em 14,7% no trimestre encerrado em abril e se manteve em patamar recorde. O número de desempregados totalizou 14,8, milhões de pessoas.

G1

Opinião dos leitores

  1. Isso tudo com o país funcionando só 50%, imaginem quando estiver bombando.
    É primeiro turno né não??
    Chupa petralhada.

  2. Empregos aumentando, dólar caindo (com algum possível reflexo nos preços), imunização avançando (só desonestos apregoam que o Presidente não quer comprar vacinas), novo BF saindo. 22 vai ser um mói de pêia. A indústria de mentiras da extrema-imprensa vai ter que trabalhar ritmo de planos quinquenais de proporções stalinistas.

  3. Se os que afundaram o Brasil não atrapalhassem tanto o Brasil já seria outro bem melhor. Bolsonaro 2022

    1. Tem a receita? Gasto público e crédito? Como já feito e para bomba estourar depois.
      Ou o melhor é facilitar a vida de quem quer empreender nesta bagaça (como esse Governo tá tentando fazer)?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Arrecadação federal bate recorde em maio e é a maior em 27 anos

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A arrecadação federal atingiu R$ 142,1 bilhões em maio, melhor resultado para o mês da série histórica do governo, iniciada em 1995. O dado foi apresentado nesta terça-feira (29) pela Receita Federal.

Na comparação com o mesmo mês de 2020, a alta de receitas foi de 69,9%, já descontada a inflação do período. Mesmo em relação a abril de 2019, antes da pandemia do coronavírus, a comparação mostra um resultado 14% melhor.

A partir de março de 2020, com o início da crise sanitária, cidades aplicaram medidas restritivas e de isolamento social com o objetivo de minimizar a disseminação do vírus.

Além dessas ações, que fecharam comércios e reduziram fortemente a arrecadação no ano passado, o governo adiou os prazos de vencimento de tributos para aliviar o caixa das empresas.

Neste ano, a taxa de isolamento social nas cidades está menor. O número de impostos adiados foi mais baixo e a quantidade de empresas que optaram pela suspensão de pagamento também foi reduzido.

Por causa desses fatores, a base de comparação com 2020 é muito baixa, o que explica a diferença expressiva dos resultados para o mês.

Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Vejam!!
    O país funcionando só 50% imaginem quando a turma de lacradores do fique em casa não mais tiverem argumentos e o país voltar a funcionar pleno, a todo vapor.
    Kkkkkkkkkk
    Primeiro turno petralhada.
    É melhor Jair se acostumando porque a surra de votos é grande e o véi Bolsonaro vai até 2026 viu???
    Xau!!!
    Derrotados.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Casos confirmados em idosos caem 36% entre março e maio no RN

Foto: Reprodução/G1-RN

Dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN), que monitora a situação da pandemia no estado em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), informam que os casos confirmados de Covid-19 em idosos caíram 36% entre os meses de março e maio deste ano no Rio Grande do Norte. Os da

Segundo os dados, ao todo, em março deste ano o estado registrou 5.330 casos confirmados em idosos, o maior número desde o início da pandemia. Após se manter alto em abril (4.526), no mês de maio esse número apresentou queda para 3.365.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

RN fecha maio com a segunda maior redução do ano no índice de crimes violentos

O mês de maio foi finalizado no Rio Grande do Norte com a segunda maior redução no índice de Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) deste ano. Com base em dados da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), houve uma queda de 134 ocorrências em maio de 2020 para 106 no mesmo mês em 2021, ou seja, 20,9% a menos de registros.

A diminuição no comparativo com o ano anterior só fica atrás do mês de fevereiro, que registrou queda de 27,3%.

Ainda de acordo com a COINE, no comparativo entre maio de 2020 e 2021, os dados também apontam redução no quantitativo de ocorrências em todos os tipos criminais. Os que mais registraram diminuição foram: Lesão Corporal Seguida de Morte, que teve queda de 29 em 2020 para 13 em 2021 (-55.2%), Feminicídio, que caiu de 10 em 2020 para 4 em 2021 (-60%), e Latrocínio, que reduziu de 38 no ano passado para 31 em 2021 (-18,4%).

Em relação às quatro maiores cidades do Estado, o mês de maio de 2021 também foi de queda em relação aos cinco primeiros meses de 2020. Em Natal, foram registrados 123 crimes contra a vida neste ano, uma redução de 13,4% em relação ao ano anterior, quando foram contabilizadas 142 ocorrências. Em Mossoró, os cinco primeiros meses de 2020 e 2021 resultaram em queda de 85 para 63 homicídios (-25,9%). Em São Gonçalo do Amarante, de 35 mortes em 2020 caiu para 22 neste ano (-37,1%). E em Parnamirim, foram 29 no ano passado, contra 20 em 2021 (-31%).

Mês de maio em números

Lesão Corporal Seguida de Morte:

2020: 29
2021: 13 (-55,2%)

Feminicídio:

2020: 10
2021: 4 (-60%)

Latrocínio:

2020: 38
2021: 31 (-18,4%)

Homicídio Doloso:

2020: 538
2021: 494 (-8,2%)

Intervenção Policial:

2020: 74
2021: 69 (-6,8%)

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Comitê Científico informa que pandemia no RN piorou e secretário de saúde Cipriano Maia diz que quadro atual “é de extremo alerta”; decreto atual expira em uma semana

Foto: Sandro Menezes

O secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia,  alertou em coletiva no início da tarde desta quarta-feira (2), informações do Comitê Científico de enfrentamento à pandemia no estado, que a situação da pandemia da covid-19 no Rio Grande do Norte piorou em alguns aspectos.

Na companhia do diretor do hospital Giselda Trigueiro, André Prudente, o secretário de saúde Cipriano Maia reforçou a necessidade de medidas de proteção individual, como o uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.

Para o titular da Sesap, o cenário epidemiológico feito semanalmente pelo comitê científico teve poucas alterações, com piora em alguns aspectos, e o quadro atual “é de extremo alerta e exige de todos nós a atenção e concentração para nos proteger”.

Segundo Maia, a pactuação de restrições regionais no Alto Oeste, Vale do Açu, Região Central e parte do Seridó têm contribuído para evitar a piora do cenário nesses locais.  Apesar de não falar diretamente sobre qual será a postura do Governo do Estado após o decreto em vigor expirar, Cipriano Maia disse que é importante que a situação seja discutida regionalmente.

Opinião dos leitores

  1. Muito Estranho as Atitudes dos ministérios públicos estadual e federal, com respeito ao NÃO combate RIGOROSO e EFETIVO por parte do governo e prefeituras para conter a Disseminação do covid-19. Porque TUDO é na base do FAZ de CONTA, Mentiras e Enganação. Não existe INTERESSE, CORAGEM, DETERMINAÇÃO e VONTADE POLÍTICA para Combater a Disseminação do vírus. Tudo é pensado e Feito para arrecadar mais e mais Impostos. Basta vê que mês a mês o estado tem Superávit de Receita e um número cada Vez Maior de novos Infectados e MORTOS. Vamos acordar Justiça. CHEGA de FAZ de CONTA. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS. Alô justiça.

  2. Já sabemos, querem extorquir mais o GF.
    Bando de ladrões e genocidas.
    #ForaFatãoGopi
    #PTNuncaMais

  3. Boa tarde.por isso q o meu nao vai se tiver.sao vidas q estao em jogo.pais,alunos,professores e funcionarios das escolas e familiares de todos.isso é um absurdo.tao cedo o RN voltara ao normal.os coitados dos professores sem tomar a vacina. Isso .é serio nao é brincadeira.

  4. A vacinação avança…A economia dá sinais de recuperação…Projeções de crescimento do PIB melhoram a cada dia…Dólar cai…”PRECISAMOS FAZER ALGO SENÃO O HOMI SE RE-ELEGE”…

  5. Se as universidades passarem pra presencial aí é que o desmantelo vai ser grande. Todos os dias em escolas aparecem caso e agora algumas direções mandam seguir as aulas normais. Cadê a fiscalização nas escolas?

    1. Concordo com você PG. Tem escola particular em Natal com casos de Covid no Fundamental 1. Crianças de 4° e 5° anos e a única medida foi o aluno não assistir aula presenciais depois de confirmado, mas a turma e os professores continuaram com as aulas presenciais normalmente como se age em um caso de resfriado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Balança comercial tem melhor saldo da história para meses de maio

Foto: Reuters/Paulo Whitaker/Direitos Reservados

Beneficiada pelo início da safra e pela alta das commodities (bens primários com cotação internacional), a balança comercial registrou o melhor saldo da história para meses de maio, desde o início da série histórica, em 1989. No mês passado, o país exportou US$ 9,291 bilhões a mais do que importou.

O saldo é 35,9% maior que em maio de 2020. No último mês, as exportações somaram US$ 26,948 bilhões, alta de 46,5% sobre maio de 2020 pelo critério da média diária. As exportações bateram recorde histórico para todos os meses desde o início da série histórica, em 1989. As importações totalizaram US$ 17,657 bilhões, alta de 57,4% na mesma comparação.

Além da alta no preço das commodities, as exportações também subiram por causa da base de comparação. Em maio de 2020, no início da pandemia de covid-19, as exportações tinham caído por causa das medidas de restrição social. O volume de mercadorias embarcadas, segundo o Ministério da Economia, aumentou 9%, enquanto os preços subiram, em média, 38,5% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Com o resultado de maio, a balança comercial acumula superávit de US$ 27,529 bilhões nos cinco primeiros meses do ano. O resultado é 74,3% maior que o dos mesmos meses de 2020, também pelo critério da média diária, e também é o maior da série histórica para o período.

Setores

Em maio, todos os setores registraram crescimento nas vendas para o exterior. Com o início da safra de grãos, as exportações agropecuárias subiram 43,4% em relação a maio do ano passado. Os principais destaques foram frutas e nozes não oleaginosas, frescas ou secas (+41,2%), soja (+48,8%) e algodão bruto (+82,5%).

Beneficiada pela valorização de minérios, as exportações da indústria extrativa aumentaram 85,8%, com destaque para minério de ferro e seus concentrados (+143,8%), minérios de alumínio e seus concentrados (+40,4%) e óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos, crus (+46,4%). As vendas da indústria de transformação subiram 34,6%, impulsionada por combustíveis (+142,9%), produtos semiacabados de ferro ou aço (+91,4%) e veículos automóveis de passageiros (+1.084,8%).

Do lado das importações, as compras do exterior da agropecuária subiram 36,8% em maio na comparação com maio do ano passado. A indústria extrativa registrou alta de 107,5% e a indústria de transformação teve crescimento de 56,5%. Os principais destaque foram soja (+325,4%), óleos brutos de petróleo (+504,3%); combustíveis (+213%) e partes e acessórios de veículos automotivos (+118,8%).

Em abril, o governo elevou para US$ 89,4 bilhões a previsão de superávit da balança comercial neste ano, o que garantiria resultado recorde. A estimativa já considera a nova metodologia de cálculo da balança comercial. As projeções estão mais otimistas que as do mercado financeiro. O boletim Focus, pesquisa com analistas de mercado divulgada toda semana pelo Banco Central, projeta superávit de US$ 68 bilhões neste ano.

Metodologia

Em abril, o Ministério da Economia mudou o cálculo da balança comercial. Entre as principais alterações, estão a exclusão de exportações e importações fictas de plataformas de petróleo. Nessas operações, plataformas de petróleo que jamais saíram do país eram contabilizadas como exportação, ao serem registradas em subsidiárias da Petrobras no exterior, e como importação, ao serem registradas no Brasil.

Outras mudanças foram a inclusão, nas importações, da energia elétrica produzida pela usina de Itaipu e comprada do Paraguai, num total de US$ 1,5 bilhão por ano, e das compras feitas pelo programa Recof, que concede isenção tributária a importações usadas para produção de bens que serão exportados. Toda a série histórica a partir de 1989 foi revisada com a nova metodologia.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Tremor de terra novamente registrado em Caraúbas-RN

Localização epicentral simbolizada pelo marcador vermelho no mapa. Foto: Cedida

Nessa segunda-feira (31 de maio), às 12h03 UTC (09h03, hora local), um tremor de terra, de magnitude preliminar 1.3 mR, foi registrado pelas estações sismográficas operadas pelo Laboratório Sismológico da UFRN (LabSis/UFRN) na região do município de Caraúbas(296 km de Natal)R, no Rio Grande do Norte. Uma moradora do município entrou em contato com Eduardo Menezes, técnico do LabSis, e relatou que seu marido, no mesmo horário registrado pelas estações sismográficas, escutou um barulho similar a um trovão. Todas as informações já foram repassadas para a Defesa Civil responsável.

O Laboratório Sismológico da UFRN segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica que ocorra no Rio Grande do Norte e na região Nordeste do país.

Vale destacar, no mês de maio, outros quatro abalos sísmicos foram registrados.

Com LabSis

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

SINE-RN oferece nesta segunda-feira 69 vagas de emprego para Natal, região metropolitana e Mossoró

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece nesta segunda-feira, dia 31 de maio, 69 vagas de emprego para Natal, Região Metropolitana, Mossoró e região.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Quer tirar alguma dúvida ou agendar um atendimento? Ligue: (84) 3190-0783, 3190-0788, 98106-6367 e 98107-4226.

O atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 12h.

NÚMERO DE VAGAS DE EMPREGOS POR REGIÃO

NATAL e GRANDE NATAL

ANALISTA DE LOGISTICA 01

ASSISTENTE DE PREVENÇÃO DE PERDAS 10

AUXILIAR ADMINISTRATIVO 11

AUXILIAR DE PIZZAIOLO 01

CONFERENTE MERCADORIA (EXCETO CARGA E DESCARGA) 20

ELETRICISTA 01

MARCENEIRO DE MÓVEIS 04

MECÂNICO DE LAVADORA E SECADORA 01

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO E INSTALAÇÃO DE APARELHOS DE CLIMATIZAÇÃO E REFRIGERAÇÃO 01

MECÂNICO DE MOTOR A GASOLINA 01

MECÂNICO MONTADOR 01

OPERADOR DE EMPILHADEIRA 10

PIZZAIOLO 01

SERRALHEIRO 01

TÉCNICO EM MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA 01

TORNEIRO MECÂNICO 01

ENCARREGADO DE OBRAS 01

OPERADOR DE CALDEIRA 01

MOSSORÓ e Região

PEDREIRO 01

Total geral = 69 vagas

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Reservas hídricas no RN encerram o mês de maio com 50,99% da sua capacidade total; veja situação de açudes, barragens e lagoas

FOTO: MOESIO TORRES

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (31), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN somam 2.231.734.458 m², correspondentes a 50,99% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 31 de maio de 2020, as reservas estaduais eram de 2.402.181.915 m³, equivalentes a 54,88% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.422.922.656 m³, percentualmente, 59,96% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período do ano passado, o manancial estava com 1.502.835.076 m³, equivalentes a 63,33% do seu volume total.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do Estado, acumula 257.138.285 m³, correspondentes a 42,88% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No último dia de maio de 2020, o manancial estava com 215.955.460 m³, percentualmente, 36,01% do seu volume total.

O reservatório Umari, localizado em Upanema, acumula 214.918.715 m³, equivalentes a 73,4% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período do ano passado, a barragem estava com 251.785.517 m³, correspondentes a 85,99% do seu volume total.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 21.272.098 m³, percentualmente, 99,38% da sua capacidade total, que é de 21.403.850 m³. No mesmo período do ano passado, o reservatório estava com 17.749.862 m³, correspondentes a 82,93% do seu volume total.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 30.614.291 m³, equivalentes a 55,82% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No final de maio do ano passado o reservatório estava com 21.032.342 m³, correspondentes a 38,35% do seu volume total.

O açude Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, acumula 8.850.000 m³, percentualmente, 88,5% da sua capacidade total, que é de 10 milhões de metros cúbicos. No mesmo período de 2020, o manancial estava com 100% da sua capacidade.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, acumula 8.597.173 m³, correspondentes a 19,35% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. No mesmo período do ano passado, o manancial estava com 15.281.223 m³, equivalentes a 34,40% do seu volume total.

O açude de Marcelino Vieira, que já chegou a sangrar este ano, acumula 11.112.881 m³, correspondentes a 99,22% da sua capacidade total, que é de 11.200.125 m³. No mesmo período do ano passado, o reservatório estava com 8.121.506 m³, equivalentes a 72,51% do seu volume total.

Os mananciais que continuam com 100% da sua capacidade, são: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Flechas, localizado em José da Penha; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; Riacho da Cruz II, localizado no município de Riacho da Cruz e Encanto, localizado no município de mesmo nome.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn, que apresentam volumes inferiores a 10% das suas capacidades, são: Itans, localizado em Caicó, com 3,76%; Zangalheiras, localizado em Jardim do Seridó, com 5,48% e Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,83%. O reservatório Passagem das Traíras continua em reforma na sua estrutura.

Os açudes monitorados pelo Igarn, que continuam secos, são: Trairi, localizado em Tangará e Santa Cruz do Trairi, localizado em Santa Cruz.

Situação das Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 11.019.525 m³, que correspondem a 100% da sua capacidade.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 42.480.531 m³, percentualmente, 50,41% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 10.312.136 m³, correspondentes a 93,11% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.

Opinião dos leitores

  1. Em poucos meses as águas do velho Chico, estarão chegando ao RN, graças à competência dos Ministros Tarcísio, Rogério Marinho e do Presidente Bolsonaro, que fez em 2 anos e meio , o que o PT não fez em 15 anos no poder.
    MITO, MITO, MITO.
    Em junho o MITO vai está no RN e eu vou vê-lo, tirar uma foto com meu ídolo.
    Eu não tenho politico de estimação, no dia que provarem que ele for corruPTo, eu deixo de apoia-lo.

    1. Seu namorado largou você, por isso a Sra está bem doidona?
      Ele pegou a obra pronta.

    2. Se fossemos esperar pelo PT era mais 30 anos para frente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN tem 89 pacientes com Covid-19 na fila por UTI

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

O Rio Grande do Norte registrou no fim da manhã desta segunda-feira (31) noventa e nove (99) pacientes com Covid-19 com perfil de leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. O levantamento foi feito às 12h10.

Diante do número de leitos disponíveis (19), o número de pacientes em espera até a publicação desse post, com a devida subtração de números, registra 89 pessoas na fila por leitos críticos. A maioria dos pacientes em espera da Grande Natal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 97,5%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,5%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (31). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 704.

Até o momento desta publicação são 10 leitos críticos (UTI) disponíveis e 395 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 97 disponíveis e 309 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96,9% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 97,5%.

Opinião dos leitores

  1. As autoridades INCOMPETENTES do RN, deveriam TER Vergonha e Caráter Renunciando aos cargos que ocupam por TOTAL Falta de APTDAO para Fiscalizarem com RIGOR e Determinação o combate a Disseminação do covid-19. CHEGA de FAZ de CONTA, Mentiras e Enganação. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN contabiliza 17 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 09 dentro do dia; novos casos são 691

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (31). Foram mais 691 casos confirmados, totalizando 268.426. Até domingo (30) eram 267.735 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.116 no total, sendo 09 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(03), Mossoró(02), Parnamirim(01), Macaíba(01), Lucrécia(01) e Carnaubais(01).

A Sesap ainda registrou outros 08 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.296. No domingo (30) o número total de mortes era 6.099.

Casos suspeitos somam 90.677 e descartados 519.335.

Opinião dos leitores

  1. Enquanto no Brasil inteiro são 3.765 óbitos(poder 360, em 30/05/2021), em investigação, no RN, são 1.296! Ou seja, o nosso Estado sozinho, responde por mais de 30% dos óbitos em investigação em todo o País! Isso procede mesmo? Isso tá certo mesmo? Não caberia no mínimo uma “investigação nas investigações”? Ou é só pra “tocar terror” mesmo?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN tem 77 pacientes com Covid-19 na fila por UTI

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

O Rio Grande do Norte registrou no fim da manhã desta sexta-feira (28) oitenta e oito (88) pacientes com Covid-19 com perfil de leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. O levantamento foi feito às 12h20.

Diante do número de leitos disponíveis (11), o número de pacientes em espera até a publicação desse post, com a devida subtração de números, registra 77 pessoas na fila por leitos críticos. A maioria dos pacientes em espera da Grande Natal.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 97,3%; Seridó tem 100%

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,3%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (28). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 669.

Até o momento desta publicação são 11 leitos críticos (UTI) disponíveis e 391 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 96 disponíveis e 317 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 100%.

Opinião dos leitores

  1. A CPI da ALERN precisa descobrir o que a governadora fez com o dinheiro que deveria ter sido usado para abrir novos leitos. E tem muita coisa para investigar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN contabiliza 28 óbitos por Covid nas últimas 24 horas, sendo 16 dentro do dia; novos casos são 1.212

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (28). Foram mais 1.212 casos confirmados, totalizando 265.627. Até quinta-feira (27) eram 264.415 infectados. Casos suspeitos totalizam 91.984. Descartados são 515.019.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.077 no total, sendo 16 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(03), Mossoró(03), Guamaré(02), São José do Mipibu(01), Severiano Mello(01), Caicó(01), Jardim de Piranhas(01), Portalegre(01), Pau dos Ferros(01), São Miguel(01) e Tibau(01).

A Sesap ainda registrou outros 12 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.271. Na quinta-feira (27) o número total de mortes era 6.049.

Opinião dos leitores

  1. Já sei que o desespero tá grande nos “palácios de governos estaduais”, aqui no RN conhecido por por “nin de ratazanas”. Esse recurso deixa claríssimo o mea culpa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *