Atriz Regina Duarte dedica “Oscar” para “quem foi para a rua derrubar o governo mais corrupto da história”

 

Ver essa foto no Instagram

 

👏🇧🇷👏🇧🇷👏🇧🇷👏🇧🇷🙏👏

Uma publicação compartilhada por Regina (@reginaduarte) em

A renomada atriz Regina Duarte, dona de papéis inesquecíveis na televisão brasileira, através de sua rede social Instagram, dedicou nesta quarta-feira(13) o “Oscar” para “quem foi para a rua derrubar o governo mais corrupto da história”.

A atriz, há muito tempo, não tem se intimidado ao comentar a política nacional, e declarado, inclusive, apoio ao atual governo. O “Oscar” da artista, dedicado ao combate a corrupção, alfineta a indicação da estatueta ao documentário brasileiro “Democracia em Vertigem”, polêmico por ignorar a maior manifestação popular, em tempos recentes, e por ser questionado por manipular informações e imagens, como por exemplo, no trecho em que Petra Costa adultera foto e exclui armas em cena.

Regina Duarte conta com 1,7 milhão de seguidores no Instagram.

Foto: Reprodução/Instagram

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    Parabéns Regina Duarte! O bom artista é amigo do Povo Brasileiro e não dos políticos. O bom artista torce pelo Povo Brasileiro ganhar. "Vida longa e próspera" Regina Duarte.

  2. Paulo disse:

    Nunca mais vou votar em partido socialistas e comunistas, só querem mamata essa esquerda. E vou monitorar os de direita, sempre tem uma fruta podre.

  3. Tales disse:

    FORA DILMA !!!

  4. Heverson disse:

    E a turma dos Minions vão ao delírio!uhaaaaaa o segredo é outro!

  5. Fernando Alves disse:

    Isso tudo para esconder que recebe pensão vitalícia de militar? Pobres gados que acreditam nesse tipo de gente medíocre, hipócrita e egoísta.

  6. BC3331986GAC disse:

    Concordo totalmente Regina, Já os parasitas defensores de Bandidos…

  7. aof disse:

    Sonho em vê-la estrelando uma novela de Aguinaldo Silva, com Carlos Vereza no elenco, Essa sim, é a primeira dama da TV brasileira.

  8. Anti-Político de Estimação disse:

    O governo que saiu era cheio de corruptos mesmo ! mas não pensem os eleitores/contribuintes que essa turma que entrou só tem mocinhos, heróis e gente bem intencionada não.
    Aos poucos, aqui e ali, as "coisas" vão aparecendo e as máscaras caindo, e é preciso ficar atento sempre, pois nós sustentamos esse povo.

  9. Hermes disse:

    Valeu grande atriz Regina Duarte, estamos com você, Petralhada nunca mais, você merece o Oscar.

  10. Logan disse:

    Pense numa atriz que admirava, ainda mai agora, falou tudo Reninha, fora PTralhada que qse afundou nosso País.

  11. Sandro disse:

    Inveja é uma merda!

    • Maria disse:

      Realmente, inveja vai matar muita gente devido a esse documentário.

    • Ceará-Mundão disse:

      Documentário produzida por uma herdeira da Construtora Andrade Gutierrez, aqueles "pobres" que, juntamente com a turma da Odebrecht, da OAS, da JBS/Friboi, o Eike Batista e tantos outros da mesma estirpe, os petistas tanto "defenderam" nos seus (des) governos. Hipócritas mentiroso, farsantes.

  12. manezinho disse:

    Essa proposta de oscar para um filme pouco visto demonstra uma interferencia estrangeira na tentativa de reescrever a historia local. Mas imagens e documentos provam mais que contos.

    • Dilma disse:

      As urnas abertas de 2018, sem o dinheiro da corrupção, apenas corroborou com a declaração de Regina Duarte, o BRASIL reprovou o pt, inclusive a ex-presidente impeachada, negando-lhe uma eleição de senadora. Será se a nação deu um golpe certeiro nessa cambada de corruptos.

  13. Ivan disse:

    Obrigado pela lembrança Regina…o Brasil geralmente sabota seus verdadeiros heróis!!!! Tiramo essas "miséra" na marra…

  14. Greg disse:

    – Galvão..
    – Fala Tino!
    – Sentiu!

    • Maria do ceu leite disse:

      Parabéns atriz Regina Duarte você merece meus aplausos pelo bom censo

Indicação de ‘Democracia em vertigem’ ao Oscar polariza redes sociais: ‘ficção e fantasia’, publicou PSDB

Foto: Divulgação

A indicação do filme “Democracia em vertigem” da diretora Petra Costa ao Oscar de melhor documentário, nesta segunda-feira, polarizou as redes sociais. Perfis de direita ironizaram a nomeação do longa que traça um panorama das condições políticas que levaram ao impeachment de Dilma Rousseff a partir do olhar pessoal de Petra. Já perfis mais alinhados ao campo da esquerda comemoram a indicação.

O perfil oficial do PSDB no Twitter ironizou a conquista da cineasta brasileira: “Parabéns à diretora Petra Costa pela indicação de melhor ficção e fantasia por Democracia em Vertigem”.

Já a conta do ex-presidente Lula comemorou a presença de “Democracia em vertigem” na premiação mais importante da indústria cinematográfica do mundo: “Viva o cinema nacional! A verdade vencerá”, postou.

Parabéns, @petracostal, pela seriedade com que narrou esse importante período de nossa história. Viva o cinema nacional! A verdade vencerá.

Diretor de cinema e apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Josias Teófilo enxergou a escolha como uma mensagem política: “‘Democracia em Vertigem’ vai ganhar o Oscar de documentário. Essa será a mensagem da Academia para Bolsonaro, assim como foi o prêmio de Cannes para Bacurau”.

Anota aí: Democracia em Vertigem vai ganhar o Oscar de documentário. Essa será a mensagem da academia para Bolsonaro, assim como foi o prêmio de Cannes para Bacurau.

Por outro lado, o diretor Kleber Mendonça Filho celebrou a projeção que o longa ganhará com a nomeação, e defendeu o ponto de vista apresentado pela diretora na produção. “A História cínica do Brasil recente para o mundo inteiro ver, em detalhes”, escreveu.

A História cínica do Brasil recente para o mundo inteiro ver, em detalhes. Dilma e Lula no Dolby Theater com Petra? Democracia em Vertigem é uma lapada de verdade no Golpe. Parabéns Petra e equipe!

A página oficial do Movimento Brasil Livre (MBL), postou uma mensagem dizendo que o filme é “uma farsa gigantesca que ignora milhões de brasileiros que foram às ruas contra o maior escândalo de corrupção da história”.

Democracia em Vertigem, uma farsa gigantesca que ignora milhões de brasileiros que foram às ruas contra o maior escândalo de corrupção da história, acaba de ser indicado ao Oscar.

Já o perfil do PT defendeu que o longa mostra os “bastidores do golpe contra a presidenta” Dilma Rousseff assim como “a prisão arbitrária” de Lula.

Filme de Petra Costa mostra os bastidores do golpe contra a presidenta @dilmabr, assim como a prisão arbitrária de @LulaOficial e a ascensão de Jair Bolsonaro.

Ao GLOBO, o secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, afirmou que “se fosse na categoria FICÇÃO, estaria correta a indicação”. Segundo Alvim, a nomeação “só mostra como a guerra cultural está sendo travada não só aqui, mas em âmbito internacional”.

O filme de Petra Costa concorre com “Indústria americana” (EUA), que é produzido pelo casal Obama, “For sama” (Reino Unido e Síria), “Honeyland” (Macedônia do Norte) e “The cave” (Tailândia e Irlanda). Todas as indicações da categoria são definidas pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood — diferentemente de Melhor Filme Internacional, por exemplo, que têm obras sugeridas pelos países (o Brasil havia indicado “A vida invisível”, que ficou fora da pré-lista).

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo disse:

    Eu tenho vergonha dessa farsa ser indicada! Isso demonstra uma bancada totalmente esquerdista! Como podem terem alegria quando a maior rede de corrupção já vista no País é ignorada! Ridículo! Patético esse documentário! Como existem pessoas com deficiência de caráter no Brasil e no Mundo! É lamentável!

  2. Luiz Moreira disse:

    Impeachment foi pouco para quem tanto mal fez ao Brasil, destruindo a economia. Prisão seria bem mais justo.

  3. Ujuara disse:

    Interessante: Não lembro de ter lido algo sobre indicação a algum prêmio do documentário 1964 – "O Brasil entre armas e livro". Será que o conteúdo não é compatível…

  4. Nono Correia disse:

    PSDB saiu do sarcófago para criticar o documentário, mas infelizmente (para eles), não podem, a exemplo do que fizeram no Brasil, impor à imprensa dos EUA uma narrativa fantasiosa para justificar um golpe. Acharam que iam ferir de morte a democracia e a história não iria se impor, como sempre acontece. Canalhas vão ficar nus perante o mundo.

  5. Capitão decapita disse:

    LULA SEMPRE MELHOR PRESIDENTE DO BRASIL….CHORA BOLSOTRALHAS….MARGINAIS E MILICIANOS

  6. Zuca disse:

    Luladrão e Dilma deixaram muitos com vertigem.

  7. Zanoni disse:

    Luladrão em vertigem.

  8. Minion alienado disse:

    Minions queriam que o documentário sobre o Astrólogo de Carvalho fosse relevante 😂 A narrativa que vocês querem construir é totalmente falsa.

  9. Greg disse:

    – Alô Galvão!
    – Fala Tino!
    – Sentiu!

  10. Everton disse:

    O brasileiro deveria estar é comemorando a indicação… obra nacional!

    • Bento disse:

      Comemorar uma mentira, tá de brincadeira.
      Essa história jamais seria um documentário, totalmente desvirtuada, se fosse real sobre o que aconteceu o gênero correto seria policial.
      Policia e bandidos com Sérgio Moro como protagonista. O enrredo correto seria sobre um partido que se apoderou do Brasil e implantou corrupção generalizada.
      Uma vergonha essa película bancada por alguém ligada a Andrade Gutierrez.
      Isso sim é a maior prova de feike News.

  11. Ricardo Fraches disse:

    Pode chamar de ficção, de comédia, do que quiserem. A verdade é que Democracia em Vertigem concorre ao Oscar na categoria DOCUMENTÁRIO. E não importa o resultado. É a PRIMEIRA vez que o país é indicado na categoria com um documentário totalmente brasileiro. Engulam nossa alegria.

    • Leonardo disse:

      Nossa alegria?? eu tenho vergonha dessa farsa ser indicada! Isso demonstra uma bancada totalmente esquerdista! Como podem terem alegria quando a maior rede de corrupção já vista no País é ignorada! Ridículo! Patético esse documentário!

  12. Ricardo Carvalho disse:

    Petrolão em vertigem! kkkkkkkkkk

“O Grande Circo Místico” é escolhido para representar o Brasil no Oscar

Reprodução/Twitter

O filme O Grande Circo Místico foi escolhido para representar o Brasil no Oscar 2019. A informação foi divulgada nesta terça-feira (11) pela Academia Brasileira de Cinema, após uma comissão que foi realizada na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

Com direção de Cacá Diegues, o longa concorre a uma vaga na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira.

Lucy Barreto, presidente da Comissão Especial de Seleção da Academia Brasileira de Cinema, foi quem anunciou o eleito que concorreu com outras 21 produções nacionais.

O Grande Circo Místico narra a história de uma tradicional família austríaca, dona do Grande Circo Knieps. A estreia nos cinemas acontece no dia 15 de novembro.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge disse:

    Esse filme é baseado na história recente do Brasil, onde os PTralhas fizeram o povo de palhaço.
    17 neles!!!

Filme pernambucano tem chances de ganhar o Oscar, afirmam especialistas norte-americanos

20131008230619246783uCineastas consagrados, como Wong Kar Wai (Hong Kong), Andrzej Wajda (Polônia), Paolo Sorrentino (Itália), Danis Tanovic (Bósnia-Herzegóvina), Thomas Vinterberg (Dinamarca) e Asghar Farhadi (Irã), estão entre os concorrentes do pernambucano Kleber Mendonça Filho, diretor de O som ao redor, na disputa por indicações ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. A lista completa com 76 países inscritos foi divulgada na segunda-feira pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. O número de candidatos é um recorde histórico.

Apenas cinco estarão entre os finalistas que serão revelados no dia 16 de janeiro, com transmissão ao vivo pela TV. Especulações sobre os favoritos já começaram a circular em sites, revistas e jornais. O som ao redor aparece em algumas das principais previsões. O site Indie Wire (EUA) divulgou um ranking dos melhores filmes e coloca o pernambucano em oitavo lugar entre os 76 indicados. “Essa categoria é notadamente difícil de prever”, assume o crítico Peter Knegt. Segundo ele, antecipar os cinco finalistas é “próximo do impossível”.

O crítico e escritor norte-americano Steve Pond, considerado um dos principais prognosticadores do Oscar em Hollywood, também menciona O som ao redor entre os dez filmes com mais chances de aparecer entre os indicados.

A caça, um dos que mais aparecem nas listas de favoritos, está atualmente em cartaz no Recife. O filme dinamarquês venceu três prêmios no Festival de Cannes em 2013. O diretor é Thomas Vinterberg, revelado ao mundo em 1998 com Festa de família na época do movimento Dogma. O som ao redor também voltou aos cinemas depois que foi escolhido como candidato oficial do Brasil.

Clique aqui para ver os horários de O Som ao Redor, A Caça e outros filmes em cartaz nos cinemas do Recife

Outro forte concorrente é O passado (Irã), de Asghar Farhadi, diretor do vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2012, A separação. O Oriente Médio também tem grandes chances com Wadjda, primeiro filme da Arábia Saudita dirigido por uma mulher.

A França concorre com Renoir, de Gilles Bourdos, já exibido nos cinemas do Recife. A Argentina, que ganhou o Oscar com O segredo dos seus olhos (2009), desta vez indicou Wakolda (The german doctor é o título em inglês), de Lucía Puenzo, sobre uma família que conviveu com o médico Josef Mengele sem saber que ele era nazista. Fimes do Chile (Gloria), Itália (La grande bellezza), Austrália (The rocket), Canadá (Gabrielle) e Israel (Bethlehem) são os outros que mais aparecem nas especulações.

Quatro produções brasileiras já foram indicadas ao Oscar de Filme Estrangeiro: O pagador de promessas (1963), O quatrilho (1994), O que é isso, companheiro? (1998) e Central do Brasil (1999). Além deles, Cidade de Deus (2004), O beijo da Mulher Aranha (1986), Lixo extraordinário (2011) e o curta Uma história de futebol (2004) já receberam indicações em outras categorias. O pernambucano Cinema, aspirinas e urubus foi o representante do Brasil em 2005, mas não ficou entre os cinco finalistas.

Diário de Pernambuco

Oscar 'engole' o choro na luta contra o câncer e diz: "Estou curado"

O ex-jogador de basquete Oscar falou nesta sexta-feira no quintal de sua casa, em Santana do Parnaíba, cidade perto de São Paulo, sobre a cirurgia a que foi submetido para a retirada de um tumor no cérebro. Bem humorado, Oscar se mostrou otimista com o tratamento com radioterapia e quimioterapia.

“Eu estou curado, curadíssimo. Fiz uma palestra na terça-feira. A palestra foi linda, já voltei a trabalhar. Não vejo nada diferente”, disse Oscar, que se arrependeu de ter cancelado algumas de suas palestras.

Oscar concedeu a entrevista coletiva para diversos jornalistas e com um boné na cabeça para esconder a cicatriz, resultado da cirurgia. Um dos maiores jogadores da história do basquete, o agora comentarista esbanjou bom humor e fez piadas com a atual situação.

O ex-jogador ainda afirmou que não se deixou abater em nenhum momento desde que recebeu a notícia do retorno do tumor. Mas admitiu ter medo da morte.

“Não chorei em nenhum momento. É um tumor pequeno, grau 3, mas malvado. Esse tumor pegou o cara errado mesmo. Se tiver que abrir a cabeça 20 vezes, vou abrir”, afirmou.

“Tenho medo (de morrer). Quem não tem? Quem não tem, tem algo errado”, completou.

O ex-jogador descobriu que tinha um tumor no cérebro em 2011, quando estava nos Estados Unidos. Oscar desmaiou em uma hidromassagem e teve que ser levado ao hospital de ambulância. Ele foi submetido ao primeiro procedimento cirúrgico em maio.

O drama de Oscar se intensificou em abril deste ano. Durante exames de rotina para controle, o ex-jogador descobriu que o tumor voltou a aparecer, mas dessa vez com uma nova característica e de grau 3 de malignidade (o máximo é 4). Assim, uma nova cirurgia foi realizada no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Do UOL Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. marcos wilson disse:

    Oscar,ao contrario de um contingente de maus brasileiros que todo dia aumenta,serve de exemplo,principalmente para os jovens,demonstrando que é realmente,além de heroi nacional,um homen de grades principios morais.Torcemos pela sua cura total.

"Tive uma vida linda, alcancei tudo aquilo que queria", destaca Oscar, que luta contra um câncer

172461_36Na noite dessa terça-feira (28) Oscar Schmidt realizou, em São Paulo, mais uma de suas palestras sobre sua experiência como jogador de basquete, além de trabalhos em grupo. Durante o trabalho, Oscar aproveitou para comentar sobre o momento que está passando, ao enfrentar um câncer que, segundo seu médico, o neurologista  Marcos de Queirós Teles Gomes, está no grau 3 e será controlado com sessões radioterapia.

Sempre muito bem humorado, Schmidt usava boné e brincou com os presentes. “Estou beleza. Você quer ver minha cicatriz?”, brincou.

Sobre o tratamento com radioterapia, o ex-atleta contou que se preocupa, mas que também sabe como foi boa sua vida. “Eu espero que esse tratamento resolva. Mas caso contrário, paciência. Tive uma vida muito boa, linda, consegui alcançar tudo aquilo que eu queria. Só espero viver até setembro, para poder estar presente na cerimônia de nomeação do Hall da Fama do Basquete, lá nos Estados Unidos”, concluiu.

Oscar Schmidt já havia passado por uma cirurgia para retirada de um tumor, em 2011. Em conversa com o site O Fuxico, o médico que acompanha todo o tratamento do ex-atleta disse, na noite de terça-feira (27), que na época o tumor já era maligno e de grau 2. A partir daí e, seguindo conduta médica, o acompanhamento acontecia com exames de imagem que, em abril deste ano acusou um crescimento do tumor que foi para grau 3 (o grau mais grave de um tumor é 4). Com isso, Schmidt precisou de nova cirurgia que aconteceu no final de abril.

Ainda de acordo com o médico, o tumor foi retirado e era bem mais agressivo, fazendo com que Oscar Schmidt tenha de passar agora por sessões  de radioterapia, que podem evitar o alastramento da doença. Depois da radioterapia ele passará por sessões de quimioterapia. Segundo o Dr. Marcos, as funções cerebrais de Oscar estão normais e ele retomou normalmente suas atividades.

O que deixa o médico apreensivo é a resposta do tumor à quimioterapia. Porém, isso só será avaliado daqui a alguns meses. Dr. Marcos disse ainda que o ex-jogador tem a possibilidade de uma boa qualidade de vida por muitos anos ainda.

De O Fuxico

Oscar Schmidt passa por cirurgia para correção de lesão cerebral

172377_36Matérias publicadas nesta terça-feira (28), no jornal O Dia e em outras publicações dão conta de que o ex-jogador de basquete, Oscar Schmidt, luta contra um câncer no cérebro. Ainda segundo as informações, ele teria sido submetido a uma cirurgia para a retirada do tumor, diagnosticado como maligno, no fim do último mês de abril, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Oscar estaria se recuperando em casa e seguindo o tratamento de quimioterapia diariamente.

A notícia foi divulgada em primeira mão pelo jornalista Fernando Vannucci, em sua página no Facebook, no início desta semana, e reproduzida na imprensa. Segundo o apresentador esportivo, o nódulo de Oscar é considerado grande e a doença preocupa a família do ex-atleta.

Procurada pela reportagem de O Fuxico, a assessoria de Oscar nega a gravidade do problema. Segundo afirma, o ex-jogador de baquete passou por um procedimento no cérebro, sim, mas que a informação sobre câncer maligno é incorreta:

“Essa informação não procede. O que ocorreu foi que ele fez uma ressonância de controle, pois depois da cirurgia que ele fez (2011) para a retirada de um tumor benigno, ele sempre faz controle e acompanhamento. Apareceu uma lesão e, no final do mês de abril ele fez uma cirurgia para corrigir isso. Está super bem, em casa e já retomou sua agenda de palestras normalmente”, afirmou a assessoria de Oscar Schmidt a O Fuxico.

Oscar ministra palestras em todo país, contando um pouco de sua experiência como jogador e seu trabalho em grupo.

Aos 55 anos, 32 deles dedicados ao basquete, o Mão Santa, como é conhecido, já travou uma batalha contra o câncer em 2011, quando também foi submetido a uma cirurgia para retirada de um tumor, mas benigno na ocasião.

De O Fuxico

Festa do Oscar acontece hoje; confira indicados no BG

Tudo pronto no teatro do Highland em Los Angeles para o Oscar 2012 (Richard Harbaugh/Reuters)

Por interino

A Academia de Hollywood realiza neste domingo (26) em Los Angeles sua tradicional cerimônia de entrega dos prêmios Oscar, o maior acontecimento anual da indústria do cinema, que será acompanhado por milhões de pessoas em mais de 225 países. A festa começará a partir das 17h (horário local, 22h de Brasília) e está previsto que sejam distribuídas até 50 estatuetas em 24 categorias.

Centenas de funcionários correm contra o relógio para dar os últimos retoques ao centro Hollywood e Highland, complexo comercial onde fica o teatro que acolherá o evento, um auditório antes conhecido como Kodak, mas que ficou sem nome devido à recente quebra da empresa fotográfica.

O bulevar de Hollywood, fechado para o tráfego há dias, foi transformado em um enorme set cinematográfico que escondeu temporariamente parte da Calçada da Fama e o asfalto cinza sob pedaços de carpete cujos pedaços combinados dão forma a um tapete vermelho de 150 metros de comprimento e dez de largura.

Quase 90 fotógrafos farão flagras das estrelas na entrada do local povoado com figuras do Oscar de grande tamanho, enquanto o público que tiver a sorte de ocupar um dos 700 assentos na escadaria limite tentará chamar a atenção de seus ídolos gerando uma gritaria ensurdecedora.

Penélope Cruz, Jennifer López, Emma Stone, Angelina Jolie e Halle Berry são algumas das atrizes que passarão sobre o tapete e se submeterão à apuração dos críticos de moda, encarregados de assinalar os acertos e os erros estéticos das belas do cinema.

Entre os homens, além da atenção que sempre despertam atores como George Clooney e Brad Pitt, muitos se surpreenderão com o modelo que o britânico Sacha Baron Cohen vai vestir, que após uma queda de braço com a organização conseguiu que o autorizassem a ir vestido como o histriônico ditador que interpreta em seu próximo filme, “O Ditador”.

A Academia, que exige que todos os homens vão de fraque, incluindo os jornalistas, tinha pedido a Cohen que reconsiderasse seu vestuário, mas o ator terminou por fazer sua própria vontade após realizar uma campanha na internet que despertou o interesse da mídia.

No total, calcula-se que 3.300 pessoas abarrotarão o teatro para acompanhar ao vivo a entrega dos prêmios que terá uma duração de três horas e contará com o ator e comediante Billy Crystal, de 63 anos, como mestre de cerimônias pela nona vez.

Confira os indicados

MELHOR FILME:
“Cavalo de guerra”
“O artista”
“O homem que mudou o jogo”
“Os descendentes”
“A árvore da vida”
“Meia-noite em Paris”
“História cruzadas”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Tão forte e tão perto”

MELHOR ATOR:
Demián Bichir – “A better life”
George Clooney – “Os descendentes”
Jean Dujardin – “O artista”
Gary Oldman – “O espião que sabia demais”
Brad Pitt – “O homem que mudou o jogo”

ATOR COADJUVANTE:
Kenneth Branagh – “Sete dias com Marilyn” (trailer ao lado)
Jonah Hill – “O homem que mudou o jogo”
Nick Nolte – “Warrior”
Max Von Sydow – “Tão forte e tão perto”
Christopher Plummer – “Beginners”

MELHOR ANIMAÇÃO:
“A Cat in Paris”
“Chico & Rita”
“Kung Fu Panda 2”
“Gato de Botas”
“Rango”

MELHOR ATRIZ:
Glenn Close – “Albert Nobbs”
Viola Davis – “Histórias cruzadas”
Rooney Mara – “Os homens que não amavam as mulheres”
Meryl Streep – “A dama de ferro”
Michelle Williams -“Sete dias com Marilyn

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE:
Octavia Spencer – “Histórias cruzadas”
Bérénice Bejo – “O artista”
Jessica Chastain – “Histórias cruzadas”
Janet McTeer – “Albert Nobbs”
Melissa McCarthy – “Missão madrinha de casamento”

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL:
“O artista”
“Missão madrinha de casamento”
“Margin Call”
“Meia-noite em Paris”
“A separação”

TRILHA SONORA ORIGINAL:
“As aventura de Tintim” – John Williams
“O Artista” – Ludovic Bource
“A invenção de Hugo Cabret” – Howard Shore
“O espião que sabia demais” – Alberto Iglesias
“Cavalo de guerra” – John Williams

CANÇÃO ORIGINAL:
“Man or Muppet”, de “Os Muppets”, música e letra de Bret McKenzie
“Real in Rio”, de “Rio”, música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown, letra de Siedah Garrett

MAQUIAGEM:
“Albert Nobbs”
“Harry Potter”
“A dama de ferro”

DIREÇÃO DE ARTE:
“O artista”
“Harry Potter”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Meia-noite em Paris
“Cavalo de guerra”

FOTOGRAFIA:
“O artista”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“A árvore da vida”
“Cavalo de guerra”

FIGURINO:
“Anonymous”
“O artista”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Jane Eyre”
“W.E.”

DIRETOR:
Michel Hazanavicius – “O artista”
Alexander Payne – “Os descendentes”
Martin Scorsese – “A invenção de Hugo Cabret”
Woody Allen – “Meia-noite em Paris”
Terrence Malick – “A árvore da vida”

DOCUMENTÁRIO (LONGA-METRAGEM):
“Hell and Back Again”
“If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front”
“Paradise Lost 3: Purgatory”
“Pina”
“Undefeated”

DOCUMENTÁRIO (CURTA-METRAGEM)
“The Barber of Birmingham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement”
“God Is the Bigger Elvis”
“Incident in New Baghdad”
“Saving Face”
“The Tsunami and the Cherry Blossom”

EDIÇÃO:
“O artista”
“Os descendentes”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“O homem que mudou o jogo”

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA:
“Bullhead” – Bélgica
“Footnote” – Israel
“In Darkness” – Polônia
“Monsieur Lazhar” – Canadá
“Separação” – Irã

CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO:
“Dimanche”
“The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore”
“La Luna”
“A Morning Stroll”
“Wild Life”

CURTA-METRAGEM:
“Pentecost”
“Raju”
“The Shore”
“Time Freak”
“Tuba Atlantic”

EDIÇÃO DE SOM:
“Drive”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Transformers: o lado oculto da lua”
“Cavalo de guerra”

MIXAGEM DE SOM:
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“O homem que mudou o jogo”
“Transformers: o lado oculto da lua”
“Cavalo de guerra”

EFEITOS VISUAIS
“Harry Potter”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Gigantes de aço”
“Planeta do macacos”
“Transformers: o lado oculto da lua”

ROTEIRO ADAPTADO:
“Os descendentes”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Tudo pelo poder”
“O homem que mudou o jogo”
“O espião que sabia demais”

Com informações da EFE

Confira a lista completa dos indicados ao Oscar 2012

‘A invenção de Hugo Cabret’ e ‘O artista’ são os filmes com mais indicações este ano:

Melhor filme

Cavalo de guerra

O artista

O homem que mudou o jogo

Os descendentes

A árvore da vida

Meia-noite em Paris

Histórias cruzadas

A invenção de Hugo Cabret

Tão forte e tão perto

Atriz coadjuvante

Berenice Bejo, “O artista”

Jessica Chastain, “Histórias cruzadas”

Melissa McCarthy, “Missão madrinha de casamento

Janet McTeer, “Albert Nobbs

Octavia Spencer, “O artista”

Ator coadjuvante

Kenneth Branagh, “Sete dias com Marilyn

Jonah Hill, “O homem que mudou o jogo”

Nick Nolte, “Guerreiro

Christopher Plummer, “Toda forma de amor

Max von Sydow, “Tão forte e tão perto”

Melhor atriz

Glenn Close, “Albert Nobbs”

Rooney Mara, “Os homens que não amavam as mulheres

Viola Davis, “Histórias cruzadas”

Meryl Streep, “A Dama de Ferro

Michelle Williams, “Sete dias com Marilyn”

Melhor ator

Demian Bichir, “A better life

George Clooney, “Os descendentes”

Jean Dujardin, “O artista”

Gary Oldman, “O espião que sabia demais

Brad Pitt, “O homem que mudou o jogo”

Melhor diretor

Michel Hazanivicus, “O artista”

Alexander Payne, “Os descendentes”

Martin Scorsese, “A invenção de Hugo Cabret”

Woody Allen, “Meia-noite em Paris”

Terrence Malick, “A árvore da vida”

Melhor roteiro original

Michel Hazanivicius, “O artista”

Kristen Wiig and Annie Mumulo, “Missão madrinha de casamento”

Woody Allen, “Meia-noite em Paris”

J.C. Chandor, “Margin Call

Asghar Farhadi, “A separação

Melhor roteiro adaptado

Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash, “Os descendentes”

John Logan, “A invenção de Hugo Cabret”

George Clooney, Beau Willimon e Grant Heslov, “Tudo pelo poder

Steven Zaillian, Aaron Sorkin e Stan Chervin, “O homem que mudou o jogo”

Bridget O’Connor e Peter Straughan, “O espião que sabia demais”

(mais…)

Atriz vencedora do Oscar revela: 'Tentei matar meu irmão'; desistiu já no berçário

Tilda Swinton: revelações de família
A atriz Tilda Swinton, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2008 por Conduta de Risco, disse ao Daily Telegraph que pensou, quando era criança, em matar seu irmão mais novo

“Ele era recém-nascido e eu estava decepcionada porque ele era o terceiro garoto da família”, disse ela. De acordo com Tilda, essa lembrança se manteve apagada da memória até 1993, quando leu sobre o caso do assassinato de um menino de 2 anos de idade, na Inglaterra.

“Bloqueei isso por anos, mas lembrei que quando tinha quatro ou cinco anos tentei matar meu irmão”, revelou ela, que disse ter desistido ao chegar no berçário. Tilda é a protagonista de Precisamos Falar Sobre o Kevin, filme baseado no romance de Lionel Shriver, que trata da história de um garoto criado pela mãe solteira e é acusado de assassinatos.