Geral

Brasileiro prefere viajar do que achar o amor verdadeiro ou ser promovido, mostra pesquisa

Foto: Jeremie Cremer/Unsplash

Os planos do brasileiros para 2021 são bem claros: viajar. Encontrar o amor verdadeiro? Ser promovido no trabalho? Tudo pode ficar para depois. Em 2021, mesmo depois da longa quarentena e da interação limitada com os parentes, até jantar com a família toda pode esperar. De acordo com uma pesquisa encomendada pela Booking, plataforma de reservas de hotéis, o desejo dos entrevistados do Brasil para este ano é mesmo matar a vontade de viagem.

Praticamente, de cada quatro brasileiros ouvidos no levantamento, três (74%) responderam que preferem viajar em 2021 a encontrar o verdadeiro amor. E, mesmo depois de meses de pouco contato com parentes, 59% dos brasileiros ouvidos na pesquisa também escolhem viajar quando a alternativa proposta é a oportunidade de finalmente jantar com a família toda.

Metade dos brasileiros (51%) disse que prefere uma viagem a uma promoção no trabalho, enquanto 62% dos entrevistados do Brasil afirmaram que desejam viajar no lugar de comprar um carro.

Espanhóis são os mais loucos por viajar

No campeonato dos loucos por viagem, os espanhóis levam o troféu geral. Entre os 28 países onde vivem os 28.042 adultos ouvidos na pesquisa da Booking em janeiro, a Espanha ficou bem na frente na primeira posição nas respostas sobre preferir viajar a: encontrar o amor verdadeiro (84%) ou receber uma promoção no trabalho (89%). Só o desejo de jantar com a família toda levou os espanhóis a ficarem em quarto lugar, ainda assim 60% deles ainda escolhem uma viagem.

Apenas a promoção no trabalho ainda parece importar mais para os brasileiros (que ficaram na 25ª posição) do que parece outras nacionalidades consultadas. Ainda assim, os brasileiros preferem viajar. Veja abaixo alguns resultados da pesquisa:

Preferem viajar a encontrar o amor verdadeiro:

Espanha: 84%

França: 77%
Hong Kong: 77%

Tailândia: 75%
China: 75%

Brasil: 74%
Itália: 74%

Preferem viajar a receber uma promoção no trabalho:

Espanha: 89%

Dinamarca: 77%
Japão: 77%

Holanda: 76%

Alemanha: 74%
(…)
25º
Brasil: 51%
26º
Índia: 48%
Colômbia: 48%
27º
México: 41%

Preferem viajar a jantar com a família toda após meses de interação limitada com os parentes:

Taiwan: 66%

Croácia: 62%
Itália: 62%
Coreia do Sul: 62%

Israel: 61%

Espanha: 60%

Brasil: 59%
China: 59%
França: 59%

Estadão

 

 

 

Opinião dos leitores

    1. Já sabe né, caro Calígula?
      Bem o perfil dos eleitores do Bozo.
      O amor é livre, lindão

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo prefere manter ministro do Turismo no cargo até posicionamento do Ministério Público

Foto: Jake Spring – 16.jan.2019/Reuters

Mesmo com o indiciamento pela Polícia Federal do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o presidente Jair Bolsonaro, por enquanto, vai mantê-lo no cargo. A informação foi passada ao blog pelo porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros.

“O presidente da República aguardará o desenrolar do processo. O ministro permanece no cargo”, respondeu Rêgo Barros ao ser questionado como ficava a situação do ministro do Turismo no governo após o seu indiciamento pela PF de Minas Gerais. Marcelo Álvaro Antônio é deputado eleito pelo PSL, partido do presidente.

O presidente Jair Bolsonaro já havia dito que aguardaria o relatório da Polícia Federal para tomar uma decisão sobre a permanência de Marcelo Álvaro Antônio no cargo, investigado pela PF de comandar um esquema de desvio de recursos públicos por meio de candidaturas femininas de fachada nas últimas eleições.

O líder do PSL na Câmara, delegado Waldir (GO), disse ao blog também ser favorável à permanência do ministro no cargo até uma decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o caso.

“Primeiro, precisamos esperar para verificar se o Ministério Público fará a denúncia. Depois, se ela será acatada pela Justiça. Até lá, ele não pode ser considerado culpado. Já vi muitos casos de indiciamento e, depois, a pessoa é considerada inocente”, afirmou o deputado ao blog.

Blog do Valdo Cruz – G1

Opinião dos leitores

  1. O MP acabou de denuncia-lo, vamos ver se o presidente irá substitui-lo, na realidade pelo discurso de Bolsonaro, os investigados não deveriam fazer parte do governo até que se comprovasse a sua inocência.

    1. Não é assim com o mito, quem manda no cabaré é o Messias

    2. Investigado não é condenado. O STF tá liberando os condenados.
      O governo tá certo , calma. Muitos interesses em jogo.

    3. Primeiro ele disse que ia aguardar o inquérito da PF.
      Agora vai esperar o MP.
      Depois vai dizer que é melhor esperar a sentença judicial.
      Depois a segunda instância e por aí vai…
      Seu lema é: Combater a corrupção dos outros

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Dilma Rousseff prefere Lula na cadeia na condição do semiaberto com tornozeleira eletrônica

Foto: (Stringer/AFP)

Dilma Rousseff quer manter Lula na cadeia. Em viagem a Madri, ela disse:

“Ele não pode sair com um controle eletrônico amarrado na perna. Ele quer sair como um inocente. Só se sai da prisão com a cabeça em pé, não se sai curvado.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Gostaria q ele saísse liso, opós devolver tudo q roubou…bem como, ter seus privilégios de ex-presidente cortados devido aos desvios!! Isso sim seria o justo!!!

    1. Todo mundo não, mas quem vota neles eles têm certeza que acreditam em tudo o que disserem.

  2. Que o enredo t montado pelo PT desde a condenação do ex presidente deve ser mantido a qualquer preço, o mundo precisa acreditar em sua "inocência" POR MAIS QUE AS PROVAS EXISTENTES NOS PROCESSOS MOSTREM O OPOSTO.
    Assim é o PT, uma perigosa narrativa oposta a realidade

    1. Só nesse país de banana mesmo, uma lei que liberta um criminoso quando esse cumpre 1/6 da pena, mais, obriga o MP de pedir a liberdade do mesmo. Mas como o bandido não aceita o benefício, poderia ao menos cessar os efeitos da prisão especial, e joga-lo pra papuda, onde realmente é o local adequado para esse CANALHA cumprir sua pena, como deveria.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *