Parque da Costeira: Justiça do Trabalho não aceita proposta por estar em desacordo com o CPC, e hotel será colocado em leilão novamente

Foto: Divulgação

Após analisar a proposta de compra do Hotel Parque da Costeira, em Natal, apresentada por uma empresa interessada ao final do último leilão, realizado em 18 de fevereiro, o juiz Cacio Oliveira Manoel decidiu não aceitá-la, por não estar em consonância com o previsto no Código de Processo Civil (CPC).

O Hotel Parque da Costeira tem uma área total de 25.612,10 m², dos quais 13.972,27 m² são de área construída. O valor inicial para a venda era de R$ 146,2 milhões. A proposta apresentada pelo proponente TG Ativo Real Vila Toscana, porém, foi de R$ 50 milhões.

Em sua decisão, o magistrado destacou que a venda do bem faz parte de uma ação em regime de cooperação judicial com a 6ª Vara Federal, portanto, “as normas a serem seguidas são aquelas previstas no Código de Processo Civil e os dispositivos constantes no Edital de Leilão”, justificou ele.

Ainda de acordo com a justificação, a proposta de compra apresentada corresponde a 29,25% do valor total da avaliação do bem, sendo inferior ao percentual mínimo de 50% da avaliação exigida pelo CPC para a venda.

Além disso, segundo Cacio Oliveira Manoel, não havia previsão expressa de admissão de proposta com valor inferior ao limite no edital publicado, sendo assim “o caso de rejeitar a proposta nos termos em que fora apresentada apenas para evitar nulidades processuais futuras”.

O Hotel Parque da Costeira será colocado em leilão novamente, desta vez, com edital regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), com a previsão expressa de lance mínimo de 30% do valor da avaliação.

O QUE VOCÊ ACHA DISSO? Empresa de Felipe Neto tem licença-maternidade e paternidade ilimitada

Foto: Play9/Divulgação

No nascimento do bebê, o novo pai ou nova mãe receberá uma gratificação de R$ 10 mil. As mães também terão estabilidade por um ano. Se hoje muitos têm como emprego dos sonhos fazer vídeos no Youtube, trabalhar na empresa de um youtuber pode ser o próximo grande desejo.

Além de trabalhar com a produção de vídeos em canais com milhões de seguidores, os funcionários da Netolab, empresa do influenciador Felipe Neto, agora têm licença-maternidade e paternidade ilimitadas.

O benefício vai além do que é garantido pela lei trabalhista no Brasil. Mães têm o direito de tirar 120 dias de licença, com direito a prorrogação. Para os pais, a lei garante cinco dias corridos, podendo ser prorrogada por mais 15, caso haja adesão ao Programa Empresa Cidadã.

Já na Netolab, o profissional poderá escolher o tempo que julgar necessário para se ausentar do trabalho, retornando quando estiver adaptado e seguro com as condições da criança.

O retorno ao trabalho será negociado com o supervisor da área. Felipe Neto comenta que a pessoa deve voltar quando se sentir preparada, sem pressão ou obrigação. “Para muitos casos, vamos conciliar o home office como solução temporária para facilitar a transição. Ninguém terá data definida pela empresa para voltar”, explica ele.

No nascimento do bebê, o novo pai ou nova mãe receberá uma gratificação de R$ 10 mil. As mães também terão estabilidade no emprego por até um ano.

Com a promessa de mais benefícios que excedem o que é obrigatório na CLT a serem lançados nos próximos meses, a empresa terá um investimento de R$ 1 milhão na área neste ano. Para 2021, a expectativa é triplicar esse número.

Atualmente, a pacote de benefícios inclui vale-refeição de R$35 reais, vale combustível ou vale transporte e assistência médica e odontológica com cobertura total.

Hoje com mais de 36 milhões de seguidores no Youtube, Felipe Neto cria conteúdo há mais 10 anos e se destaca entre os maiores influenciadores da plataforma no mundo. Sua primeira empresa no ramo, a Parafernalha, foi fundada em 2011 e depois vendida para a companhia francesa de mídia Webedia.

Segundo Neto, ele busca priorizar a criatividade e a felicidade no ambiente de trabalho. “Nada dá mais resultado do que investir nas pessoas que trabalham com você”, comenta ele. “Não basta gerar emprego, é preciso gerar mudança, distribuição de renda e justiça. E tudo isso começa quando um empresário decide tirar do próprio bolso para injetar naqueles que geram suas riquezas”.

EXAME

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Idiota potiguar disse:

    A empresa tem incríveis 4 funcionários!!!!!
    Assim fica fácil.

    • Neto disse:

      Cara a empresa dele tem muito mais que isso. E mesmo que tivesse só um empregado a atitude já seria digna de aplausos.
      São idiotas como vc que estão acabando com esse pais.

    • Chico da Burra disse:

      Concordo, Neto, o grande problema do nosso país, na atualidade, é esse tipo de gente que não tem conhecimento da informação correta, mas, mesmo assim fica replicando bobagens e boatos que não somam em nada!!!

Parnamirim fecha 2019 com saldo positivo de empregos de 5,45%

Foto: ASCOM

O portal Agora RN destaque que Parnamirim fechou o ano de 2019 com saldo positivo no número de empregos. De acordo com dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a cidade trampolim da vitória registrou um total de 14.595 contratações ao longo do ano, contra 12.652 desligamentos. Com isso, o saldo foi de 1.943 novos postos de trabalho, evidenciando uma variação positiva de 5,45%. Cidade teve a maior taxa de crescimento no número de empregos entre todos os dez municípios avaliados pelo órgão no RN, incluindo Natal.

Leia a notícia na íntegra aqui no Agora RN.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rosilene Ferreira de Lima disse:

    Parabéns ao Prefeito Taveira por se preocupar com os parnamirinenses , através dos empregos esta dando dignidade aos nossos cidadãos.

Uber vai impedir que motorista trabalhe mais de 12 horas por dia pelo app

Foto: Gustavo Azeredo/Agência O Globo

Nesta semana, a Uber vai lançar uma ferramenta que impede os motoristas de trabalharem mais de 12 horas por dia através da plataforma. A medida é uma iniciativa que faz parte da campanha Maio Amarelo, que propõe sensibilizar a população à respeito da segurança no trânsito.

Assim que o parceiro se aproximar do limite de tempo máximo dirigindo, a empresa vai enviar notificações de alerta. Passadas as 12 horas, o motorista praticamente será desconectado do aplicativo, conseguindo fazer o login novamente apenas seis horas depois.

A ferramenta também compara o tempo on-line e o período rodando, para que o condutor possa fazer uma melhor análise de seu uso do app.

O novo recurso, que foi desenvolvido em parceria com organizações globais de segurança no trânsito, já funciona em outros lugares do mundo.

“Estamos investindo cada vez mais em soluções tecnológicas para proporcionar mais recursos de segurança na mobilidade urbana como um todo. Sabemos que a plataforma pode ter um impacto positivo na segurança do trânsito, este é principalmente um trabalho para prevenção”, afirma Marcello Azambuja, diretor do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Uber no Brasil.

Outra iniciativa da campanha visará a segurança dos ciclistas que dividem as ruas com os carros. Quando o passageiro for embarcar ou desembarcar próximo a uma ciclovia, será alertado para redobrar a atenção antes de abrir a porta do veículo, a fim de evitar colisões.

Além disso, a Uber iniciou o projeto “Como você vê o mundo”, em parceria com o Instituto Ver & Viver, para a realização de exames de visão em motoristas parceiros interessados e descontos para aquisição de óculos fornecidos pelo Instituto.

Na França, a Suprema Corte (Cour de Cassation ) reconheceu o direito de um motorista do Uber para ser considerado empregado da empresa de transporte por aplicativo. A decisão pode afetar o modelo de negócios da Uber e requerer o pagamento de mais taxas e benefícios aos motoristas, como férias.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro Melo disse:

    Sem problema , trabalha período no Uber e outro período em outro APP

VÍDEO: Bolsonaro destaca trabalho dos homens do Exército na recuperação de rodovias brasileiras durante o carnaval


Em uma postagem no Twitter nesta segunda-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro destacou o trabalho de homens do Exército, coordenados pelo Ministério da Infraestrutura e pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), na recuperação de rodovias brasileiras durante o carnaval. “(..) não descansam para tornar a vida dos motoristas e usuários das BRs do Brasil mais segura. Foram décadas de abandono! O trabalho continua”, disse em meio a uma montagem de fotos e vídeos com as obras.

Também pela mesma rede social, ontem (23), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, publicou um vídeo dos trabalhos desse sábado. “Nosso 1º Batalhão Ferroviário (Lages-SC) avança firme nos trabalhos da duplicação da BR-116, trecho Guaíba-Tapes”, destacou.

Bolsonaro comemora curtidas

Ontem à noite (23), Bolsonaro também postou um vídeo no qual comemora. às 21h55, a marca de 10 milhões de curtidas no facebook. “Muito obrigado a vocês pelo apoio e pela confiança. O Brasil é nosso, valeu pessoal!”, disse.

O presidente passa o carnaval no Forte dos Andradas, no Guarujá (SP). A base militar é a última fortaleza construída no Brasil, inaugurada em 1942, durante a Segunda Guerra Mundial.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nando disse:

    Tem q fazer algumas coisa além de ordem unida.

Desafios da Internet: Maple Bear Natal faz trabalho de conscientização com estudantes

Foto: Divulgação

Respeito, protagonismo e empatia são alguns dos conceitos que estão sendo trabalhados com estudantes da Maple Bear Natal em um trabalho de conscientização relacionado aos “desafios da internet”: vídeos com brincadeiras perigosas entre estudantes que vêm se espalhando nas redes sociais e acendendo um alerta constante entre pais e educadores. Como de tempos em tempos, uma nova “moda” propaga práticas perigosas entre crianças e adolescentes, a ideia da escola é preparar os alunos para terem uma visão crítica e consciente sobre esses desafios.

“A gente vê a necessidade de fazer essa conscientização no sentido inverso, sem focar na parte negativa. Fazendo reflexões sobre o papel de ser protagonista, como eles podem fazer a diferença, como eles podem ser autores de boas ações”, explica a diretora pedagógica da escola, Ana Clara Costa. Segundo ela, a maioria dos alunos já tinha visto os vídeos e o tema surgiu de forma natural durante o trabalho. Os alunos do ensino fundamental II foram estimulados a escreverem um pequeno texto com sugestões de como podem ser protagonistas no mundo.

No ensino fundamental I, a conscientização tem sido focada no respeito ao próximo. Em conversas nas salas de aula, as crianças falaram do respeito ao colega, citam exemplos de ações respeitosas, de como é possível ajudar e ter empatia pelo outro. O resultado disso se transforma em desenhos, vídeos e fotos produzidos pelos estudantes.

“Esse trabalho coaduna com a nossa metodologia de ensino, que passa por questões como a vivência em comunidade, o respeito, a amizade. E eles receberam muito bem a mensagem, com um pensamento crítico sobre o assunto. Nós, enquanto escola, não podemos fechar os olhos para isso. É nosso papel levantar essa discussão e dar a abordagem correta”, finalizou Ana Clara Costa.

Senac-RN tem processo seletivo para 10 vagas de trabalho, em diversos cargos, em Natal, Assú, Caicó e Mossoró

Foto: Reprodução

Dez vagas em diversos cargos encerra inscrições às 16h de segunda-feira(20). As oportunidades estão distribuídas na capital potiguar, Assú, Mossoró e Caicó. Veja edital e como participar do processo seletivo acessando o www.rn.senac.br/trabalhe-conosco.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Micarla de Almeida disse:

    Eu quero trabalhar

  2. Antonia Soraia mota Torres disse:

    Eu quero trabalhar de serviços gerais em Mossoró preciso muito desse emprego

  3. Susana Duarte disse:

    Gostaria de participar, sou são Paulo, mas pretendo ficar caso consiga trabalho.

  4. Amanda disse:

    Como se inscrever?
    Quais os cargos?

  5. Erica disse:

    Como fazer o participar??

    • Helder disse:

      Parece que não dá certo pra quem tem preguiça de ler a matéria não…

Canadá busca brasileiros para trabalhar e estudar em Québec; mais de 300 oportunidades

Foto: (Thinkstock/Thinkstock)

A agência Québec Internacional quer preencher 297 vagas de emprego e cinco bolsas de estudo em diferentes áreas de pesquisa e busca brasileiros interessados em morar na região canadense.

Para os profissionais, a agência tem oportunidades em 14 empresas das áreas de manufatura, saúde, tecnologia da informação e usinagem. É necessário ter experiência profissional anterior no segmento e conhecimento do idioma francês.

Os contratados poderão pleitear residência permanente no Canadá após um ano de trabalho.

Os estudantes podem tentar as bolsas para programas de mestrado e doutorado na UQAR (Université du Québec à Rimouski), uma das mais renomadas instituições de pesquisa do país.

As áreas de pesquisa são biologia, geografia, oceanografia e química. Para pleitear as bolsas de até 21 mil dólares canadenses, é preciso ter nível intermediário a avançado de francês e também de inglês.

As inscrições ficam abertas até o dia 20 de janeiro de 2020 pelo site Québec na Cabeça. Os candidatos precisam completar o cadastro de seu perfil com suas qualificações. (LEIA TEXTO NA ÍNTEGRA AQUI E ACESSE LINKS).

As entrevistas acontecerão de 10 a 21 de fevereiro, via Skype com recrutadores das empresas e gestores da universidade. Não é preciso apresentar documentos de imigração para participar do processo.

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Davi disse:

    Querem nada, o que querem é reclamar da reforma previdênciaria, trabalhista, endurecimento de leis proposta por moro, e outras reformas q estão por vir. Lá se ganha dinheiro, mas tem q trabalhar e são exigentes, diferente do Brasil.

    • Sid disse:

      Perfeito o seu comentário.
      É exatamente isso, os brasileiros (nem todos) querem ganhar dinheiro mas não querem trabalhar, querem vida boa, mas não procura estudar ou se profissionalizar para trabalhar e ganhar dinheiro, através de esforço e dedicação.

Desembargador determina que policiais penais do RN voltem ao trabalho, sob pena de multa diária de R$ 30 mil

Foto: Reprodução

O desembargador Cornélio Alves, do Tribunal de Justiça do RN, determinou a suspensão da paralisação dos agentes penitenciários, agora chamados de policiais penais, sob pena de multa diária de R$ 30 mil para o Sindicato, limitado ao teto de R$ 600 mil.

A decisão ainda manda que os agentes voltem ao trabalho para se restabelecer a regular, plena e efetiva continuidade dos serviços pertinentes, garantindo, inclusive e sobretudo, a realização do Exame Nacional do Ensino Médio para adultos privados de liberdade que ocorrerá nesta semana.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Maria disse:

    Cadê que esses senhores desembargadores não determina que o governo do Estado pague o atrasado que deve ao funcionalismo estadual.

  2. Zanoni disse:

    O direito de greve e o poder das mobilizações acabaram. Ou aceitam a proposta de receber até 2097 ou tome a multa nos peitos. É bronca!

Está infeliz no trabalho? Veja dicas para não ‘trocar seis por meia dúzia’

Foto: caio_triana/Creative Commons

Quem está infeliz no trabalho e pretende mudar de emprego precisa refletir sobre os motivos de sua insatisfação e avaliar bem as propostas para não cair na mesma situação e acabar tendo novo desgaste na carreira.

“É preciso ter em mente que mesmo o emprego dos sonhos tem seus dias ruins. Não é sempre que você vai estar feliz. Há momentos de maior ansiedade e mais desgastantes. É nesta hora que você deverá tentar analisar a situação de fora”, diz Mylena Cuenca, headhunter na consultoria de recrutamento e seleção Trend Recruitment.

Mylena elenca perguntas que devem ser feitas pelo profissional antes de tomar alguma decisão:

Estou infeliz por causa do atual momento de alta demanda que está me sobrecarregando ou com todas as funções e responsabilidades do meu emprego?

Estou incomodado porque estagnei e não busquei novos desafios ou porque não me proporcionam novos desafios?

Será que essa empresa tem sérios problemas de gestão que não estão ao meu alcance e o melhor é procurar outro emprego?

Segundo ela, essas perguntas são importantes para se conhecer e diagnosticar as causas da infelicidade no emprego, além de ser parte de um processo maior de aprendizado, necessário para o crescimento profissional. Por isso, o autoconhecimento é a maior aliada na carreira.

“Depois de identificar onde está a falha, fica muito mais fácil tomar a melhor decisão e procurar oportunidades profissionais e empresas que tenham mais a ver com você. É importante estarmos felizes com nossos empregos, já que boa parte dos nossos dias são dedicados a eles”, observa.

Mylena ressalta que, ao mesmo tempo em que as companhias esperam alto desempenho e produtividade de seus empregados, os trabalhadores buscam ser mais reconhecidos e realizados com o que fazem, por uma remuneração adequada e com mais qualidade de vida. O grande desafio é justamente achar o equilíbrio das expectativas de cada lado.

A recrutadora alerta que toda empresa tem uma cultura e uma forma de organização interna, e muitos candidatos ainda não pesquisam sobre isso antes de concorrer a uma vaga. Segundo ela, isso é determinante para o profissional poder avaliar se está tomando a decisão certa para a sua carreira.

Veja dicas de Mylena para quem pretende trocar de emprego:

Pesquise sobre a empresa que oferece a vaga. Qual é a cultura? Que tipo de produto ou serviço essa empresa tem? Olhando de forma geral, você se identifica com ela?

Como está a avaliação da empresa no mercado de acordo com os profissionais que passaram por ela? Dê uma olhada sobre o que os ex e/ou atuais funcionários falam sobre a empresa em sites especializados que trazem as avaliações dos profissionais.

Procure ler sobre a empresa em publicações de negócios na mídia, em diferentes veículos.

Seja questionador e faça perguntas durante a entrevista para que entenda exatamente onde está entrando e qual tipo de expectativa você pode ter. Trata-se de em um ambiente descontraído de uma startup, por exemplo, ou uma companhia mais conservadora? Você se encaixaria nesse ambiente?

Avalie o entorno onde está sendo entrevistado, como as pessoas te recebem e até como se vestem e tente se imaginar naquela rotina. Seria um lugar em que você se sentiria acolhido? O lugar desperta em você coisas positivas? Você gosta do jeito como o seu entrevistador te recebe e conversa com você? Essa identificação com o ambiente é extremamente importante.

Pela descrição do desafio, da empresa, da equipe, você sente que é a pessoal ideal para a vaga? Você se sentiu confortável?

Converse com ex-funcionários. Se você não conhece ninguém que tenha trabalhado na empresa, procure esses contatos em redes sociais como LinkedIn.

G1

Empresa de telecomunicações segue com seleção aberta para quase 400 postos de trabalho em Natal e região metropolitana; inscrições até segunda

Foto: Ilustrativa

Para aquecer o mercado de trabalho no Rio Grande do Norte. A Empresa de telecomunicações Brisanet abriu nessa segunda-feira(16) seleção para preencher 393 postos de trabalho em diversas áreas e faixas salariais na capital potiguar e região metropolitana.

Dentre as oportunidades estão profissionais instaladores de telecomunicações, vendas, atendimento, logística, finanças, recursos humanos, entre outras.

Para participar da seleção os interessados(a) devem se cadastrar no site da empresa clicando aqui até a meia-noite da próxima segunda-feira(23). Não é exigida graduação específica na área para a maioria das funções.

UTILIDADE PÚBLICA

Muitos leitores no Blog estão comentando em post anterior a sua disponibilidade para concorrência, mas precisam clicar no AQUI para cadastro de vagas e currículos. Somente através do link que se concorrerá as oportunidades.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Kelly gomes da Silva disse:

    Não consigo me cadastrar!

  2. Dayane Dias disse:

    Eu quero

  3. Severino disse:

    A economia renascendo da hecatombe petista.

CDH aprova plano de trabalho de Zenaide para avaliar Programa Mais Médicos

Foto: Divulgação

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) aprovou plano de trabalho apresentado pela senadora Zenaide Maia (PROS-RN) para avaliação do programa “Mais Médicos”. O programa, que facilitou o acesso das pessoas mais necessitadas aos serviços básicos de saúde, será substituído, em breve, pelo Médicos pelo Brasil, criado pela Medida Provisória (MP) 890/2019. A senadora Zenaide Maia lembra que o “Médicos Pelo Brasil” deve considerar outras questões, além da contratação de médicos, que não estão sendo consideradas pelo modelo escolhido pelo governo. A provação do plano se deu porque as comissões tem como uma das atribuições avaliar as políticas públicas. O impacto dessa política pública na saúde da população e as alterações propostas pelo atual governo deverão ser analisadas pelos senadores da CDH ao longo do semestre.

Eles analisarão o serviço de saúde básica prestado pelo “Mais Médicos”, desde o início do programa em 2013, até os dias de hoje. Deverá ser consideradas, por exemplo, as mudanças na assistência médica, dá época dos médicos cubanos, com o novo plano do governo. Até o final do ano, ocorrerão audiências públicas no Senado e duas externas, no Pará e no Rio Grande do Norte.

“A ideia é traçar um panorama da assistência médica depois do início do programa Médicos pelo Brasil e comparar com o “Mais Médicos”. Vamos saber como se encontra a assistência da saúde primária”, explica Zenaide Maia.

O Brasil teve a oportunidade de experimentar por três décadas a construção de um sistema universal de saúde baseado na ideia de que esse é um direito de todos e um dever do Estado. Mas, depois da gestão do último governo, essa construção corre grave risco e pode levar o país a uma situação ainda pior que a vivida atualmente.

Homens evitam reuniões com colegas mulheres no trabalho, diz pesquisa

Imagem: Getty Images/iStockphoto

Homens estão relutantes em falar com suas colegas de trabalho mulheres, aponta um estudo divulgado pelo jornal Independent.

A Universidade de Houston, nos Estados Unidos, começou uma análise em 2018 para saber os efeitos de movimentos como o “MeToo”, a respeito de casos de assédio, na interação entre homens e mulheres no local de trabalho.

De acordo com a pesquisa, em 2019, mais de 25% dos funcionários do sexo masculino hesitariam em ter uma reunião com uma colega do sexo oposto sem haver outra pessoa no local. Um ano antes, eles eram 14%.

Um dos resultados também aponta que os homens estão 3% menos suscetíveis a contratar uma mulher que eles achem atraente.

Outro dado é que homens estão 6% menos dispostos a colocarem uma mulher em um posto que requer “relações interpessoais próximas”, como viajar em conjunto.

A pesquisa ouvir 152 homens e 303 mulheres que atuam em uma gama variada de funções.

Universa – UOL

De ‘não é justo’ a ‘vou tentar’: 11 frases que ‘pessoas inteligentes’ não dizem no trabalho

Há certas falas que devem ser evitadas no ambiente de trabalho. — Foto: Nappy

Ainda que verdadeiras ou aparentemente inofensivas, há certas falas que devem ser evitadas no seu trabalho.

Essa é a premissa fundamental de Travis Bradberry, coautor do livro Inteligência Emocional 2.0 e cofundador da consultoria americana TalentSmart.

“Não importa o quão talentoso você seja, ou o que você conquistou. Existem certas frases que mudam instantaneamente a maneira como as pessoas o veem”, argumenta Bradberry à BBC, dizendo que às vezes uma fala pode prejudicar a carreira profissional de uma só vez.

“O pior é que não há como se retratar”, diz Bradberry à BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC.

Estas falas vão além de comentários indevidos, piadas impertinentes ou frases politicamente incorretas. O autor identificou essas frases depois de trabalhar com clientes corporativos e testar a inteligência emocional de diversos trabalhadores.

“Quando a carreira de uma pessoa está arruinada, muitas vezes você vê essas coisas presentes em suas crenças ou ações.”

Mas e então, a inteligência emocional pode ser treinada e os erros, evitados?

“Absolutamente. A área do cérebro responsável pela inteligência emocional é altamente flexível e se adapta à mudança”, explica.

“Isso significa que você pode alterar seu cérebro e aumentá-la (a inteligência emocional) com esforço e prática.”

Estas são as frases que uma pessoa inteligente não deveria dizer no trabalho, de acordo com Bradberry:

1. ‘Não é justo’

Todos sabemos que a vida não é justa. Mas verbalizar isso pode fazer parecer que você acha que a vida deveria ser justa – parecendo uma pessoa imatura e ingênua.

É melhor que você se concentre nos fatos, mantenha uma atitude construtiva e deixe suas interpretações fora do ambiente de trabalho.

Você poderia dizer, por exemplo: “Vi que você designou a Paula para aquele projeto no qual eu estava interessado. Você poderia me dizer quais coisas você considerou na sua decisão? Eu gostaria de saber no que eu preciso melhorar”.

2. ‘Sempre foi feito assim’

As mudanças tecnológicas estão acontecendo tão rapidamente que até mesmo um procedimento existente há apenas seis meses pode se tornar obsoleto.

Esta frase faz com que você pareça preguiçoso e resistente a mudanças.

3. ‘Sem problema’

Quando alguém te agradece ou te pede alguma coisa, não é uma boa ideia dizer “sem problema” – porque isso implica que o pedido feito a você pode ter sido… um problema.

Assim, pode parecer que a tarefa tenha sido imposta.

4. ‘Talvez seja uma ideia boba… Vou fazer uma pergunta idiota’

Essas frases prejudicam sua credibilidade. Mesmo se a continuação da frase for uma ótima ideia, ela mostra uma falta de confiança em si mesmo – podendo levar as pessoas a também perderem a confiança em você.

5. ‘Levará apenas cinco minutos’

Dizer isso enfraquece suas habilidades e dá a impressão de que você está fazendo as coisas muito rapidamente.

É melhor dizer que não demorará muito.

6. ‘Vou tentar’

“Tentar” parece incerto e sugere uma falta de confiança na sua capacidade de realizar a tarefa.

7. ‘É uma pessoa preguiçosa, incompetente, idiota’

Não há necessidade de falar mal dos colegas. Sempre haverá pessoas incompetentes ou desrespeitosas em qualquer trabalho e elas provavelmente serão conhecidas por essas características.

Se você não tem a opção de ajudá-los ou de demiti-los, então você não tem nada a ganhar criticando-os em público.

8. ‘Isso não está nas atribuições da minha vaga’

Embora algumas vezes seja usada em termos sarcásticos, essa frase faz com que você pareça alguém que quer fazer o mínimo possível para continuar recebendo o salário.

A menos que lhe peçam algo que você considera eticamente inapropriado, se você acha que o pedido vai além de sua responsabilidade, é melhor que você o realize com entusiasmo e depois peça uma reunião com seu chefe para discutir seu papel dentro da empresa e até onde vão as suas funções.

9. ‘Não é minha culpa’

Se você tem uma parcela de responsabilidade em algo que deu errado, assuma-a.

Se esse não é o caso, dê uma explicação objetiva e racional sobre o que aconteceu. Atenha-se aos fatos e deixe seu chefe tirar as conclusões.

10. ‘Eu não posso’

Ao dizer isso, as pessoas podem interpretar que no fundo você está dizendo “eu não farei”.

Ofereça uma solução alternativa. Em vez de dizer o que você não pode fazer, é melhor destacar o que você pode fazer.

Em vez de dizer “não posso ficar até mais tarde”, é melhor dizer “posso vir de manhã cedo”.

11- ‘Eu odeio esse trabalho’

A última coisa que alguém quer ouvir é outra pessoa reclamando porque odeia o trabalho.

Faz você parecer uma pessoa negativa e puxa a moral do grupo. Os chefes sabem que sempre há substitutos possíveis logo ali na esquina.

G1, com BBC

 

Doria diz que Lula será tratado como todos os outros presidiários, e terá a oportunidade de fazer algo que jamais fez na vida: “trabalhar”

Foto: Governo de São Paulo

O governador João Doria usou as redes sociais para ironizar a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de Curitiba para São Paulo. Ao responder críticas da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, Doria afirmou que, em cadeia paulista, Lula terá oportunidade de trabalhar. Algo que, segundo o tucano, o petista nunca fez.

“Fique tranquila, ele (Lula) será tratado como todos os outros presidiários, conforme a lei, Gleisi. Inclusive, o seu companheiro Lula, se desejar, terá a oportunidade de fazer algo que jamais fez na vida: trabalhar!”, disse o governador, que está em viagem na China.

Em postagem anterior no Twitter, Gleisi havia demonstrado preocupação com a integridade do petista e disse que Lula estaria “em risco sob a polícia de Doria”.

“A segurança e a vida do presidente Lula estarão em risco sob a polícia de Joāo Doria. Sua transferência para Tremembé 2, sem prerrogativas de ex-presidente, é mais uma violência da farsa judicial a que ele foi submetido”, escreveu Gleisi.

A Justiça anunciou nesta manhã a transferência de Lula da Polícia Federal do Paraná para a penitenciária de Tremembé II . Lá, ele deve cumprir o restante da pena de 8 anos e 10 meses por condenação na Lava-Jato , no caso do tríplex em Guarujá , no litoral de São Paulo. A data da transferência não foi definida.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior disse:

    O acordo para Lula ser transferido para SP o supremo já derrubou

Mais de 5 mil postos de trabalho são fechados no RN durante 1º semestre do ano

Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte fechou 5.115 postos de trabalho com carteira assinada no primeiro semestre de 2019. O mês de junho, no entanto, foi o primeiro do ano com saldo positivo, com aumento de 1.237 vagas. Os números são do Cadastros Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, e foram divulgados nesta quinta-feira (25).

Nos primeiros seis meses do ano, o Rio Grande do Norte registrou 69.940 novos empregados contra 75.055 demissões, o que gera o número negativo. Apenas no mês de junho, entretanto, foram 11.452 admissões contra 10.215 desligamentos.

O setor que mais demitiu no ano foi o da agropecuária, com saldo de 4.620 trabalhadores a menos em junho do que tinha em janeiro. Ele é seguido pelo setor de comércio, que tem 2.084 menos vagas de trabalho do que no início do ano. Em junho, inclusive, o principal saldo negativo também é do comércio, com menos 114 vagas.

Por outro lado, o setor que teve aumento do saldo foi o de serviços, que fechou junho com 3.049 vagas a mais do que no início do ano. E o setor de agropecuária, que no ano foi o que mais diminuiu postos de trabalho, teve em junho o maior aumento, com 750 vagas a mais.

Saldo de emprego no 1º semestre de 2019

Extrativa mineral: -166

Indústria de transformação: -1.418

Serviços industriais de utilidade pública: 128

Construção civil: 34

Comércio: -2.084

Serviços: 3.049

Administração pública: -38

Agropecuária: -4.620

Total: -5.115

Municípios

A principal diminuição nos postos de trabalho neste primeiro semestre aconteceu no município de Mossoró, na Região Oeste, que teve saldo de – 1.564. Apodi é a segunda cidade com pior saldo negativo, diminuindo 747 postos de trabalho nos primeiros seis meses do ano, seguida de Natal (-417) e São Gonçalo do Amarante (-232).

Parnamirim, por sua vez, foi quem teve melhor saldo no comparativo entre admissões e demissões neste primeiro semestre: 692 novos contratados seguido por Assu, com 292.

Em junho, o principal saldo positivo ficou com Mossoró, com 443 vagas a mais de trabalho contra 68 a menos em Natal, cidade que mais fechou postos de trabalho naquele mês.

Saldo entre janeiro e junho

Janeiro: -1.359

Fevereiro: -2.249

Março: -2.033

Abril: -501

Maio: -496

Junho: 1.237

 

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    Com a palavra o relator da Reforma Trabalhista. Beneficiaram apenas os empresários, nada mais que isso… O Brasil ainda espera os milhões de empregos que seriam gerados pela reforma.

    • Netto disse:

      Para o nível de crescimento econômico, a geração de empregos pós-reforma tá bem razoável.

    • Gilmar disse:

      Reforma trabalhista impediu uma tragédia ainda maior. Estava de um jeito que as pessoas trabalhavam sozinhas ou com parentes de estrita confiança, pois o medo de ação trabalhista era grande.

  2. João Costa disse:

    Essa estatística deve ser analisada com ponderação. Perceba que o que levou a queda foi o setor agropecuário, esse ramo tem suas sazonalidades.
    Penso que o Governo do RN, NECESSARIAMENTE, tem que fazer parceria com o Governo Federal, esquecer divergências partidárias. O Estado agradece.

  3. LULADRÃO disse:

    Com essa governadora Ptralha, infelizmente os dias do RN são sombrios. É GÓPI DA PIPOCAS BOKU'S

  4. José disse:

    Só no RN! Imagine em todo país!

    • Moura disse:

      Zezim, o País de modo geral cresceu o número de pessoas com carteira assinada. Já o RN de Fatão GD, fecha postos de trabalho.

      Ô RN sem sorte

  5. Lampejao disse:

    É Gópi….É Gópi…..É Gópi…….

  6. Del disse:

    E a gunvernadora do imprêgo?

    • Luiz disse:

      Isso é ainda reflexo da reforma trabalista propost pelo Rogerio Marinho mais comnhecido como Saco Preto .vale salientar a refoma trabalista que foi aprovada o ano passado teve o voto do atual foi presidente.É. BOM JAIR SE ACUSTUMANDO

    • Acorda Brasil disse:

      Deixa de conversar lorota Luiz! O Brasil teve o melhor índice de geração de empregos no mesmo período desde o ano de 2013.

  7. Luciana Morais Gama disse:

    O Brasil tá começando a decolar, o RN a se enterrar…..