Resultado negativo em antidoping de Anderson Silva foi ignorado em processo

A situação de Anderson Silva em relação ao seu caso de múltiplos flagrantes em exames antidoping continua complicada, mas o ex-campeão dos médios acaba de ganhar uma nova arma para sua defesa. O blog teve acesso a um exame feito na noite da luta em que o resultado foi negativo, porém, ele não foi anexado ao processo contra o brasileiro.

Vou explicar detalhadamente a situação. Antes de subir ao octógono para enfrentar Nick Diaz em 31 de janeiro no UFC 183, Anderson fez um exame antidoping pelo laboratório de Salt Lake City. O resultado foi positivo para o anabolizante drostanolona, como pode ser visto nas imagens abaixo, que estão anexadas nos autos que foram apresentados em fevereiro.

and2 and3

O que não se sabia até agora era de um segundo exame, feito com uma amostra de urina colhida apenas dois minutos ANTES do teste que deu positivo. Neste antidoping, feito pelo laboratório Quest, o resultado foi negativo exatamente para as mesmas substâncias testadas em Salt Lake City. O resultado, conseguido com exclusividade pelo blog, pode ser visto abaixo.

and1

Consultei a Comissão Atlética de Nevada (NAC) sobre os motivos para que esse teste tenha sido ignorado no processo. O promotor do caso, Christopher Eccles, explicou que os resultados negativos não são base para se fazer uma denúncia, mas sim os que dão positivo. Ou seja, ele não é obrigado a incluir esse exame nos autos e optou por não fazê-lo.

Mas por que, então, esse exame nunca veio a público? Simples: porque ninguém nunca tinha pedido. A comissão não é obrigada a divulgar ou avisar que tem esse resultado em mão, ou até mesmo que o exame foi efeito, se ninguém pedir para que seja apresentado.

Vale ressaltar que esse tipo de procedimento, de fazer dois exames iguais em um espaço de tempo tão curto, não é usual e nem faz parte da conduta da Agência Mundial Antidoping (Wada). Além disso, o laboratório Quest não é credenciado pela Wada, mas isso não foi levado em consideração ao deixar esse resultado fora do processo, já que foram eles que detectaram o uso de ansiolíticos por parte do brasileiro, e esse exame consta dos autos.

Os advogados de Anderson Silva já estão cientes deste exame que deu negativo e vão usá-lo em sua defesa. O ex-campeão não deve conseguir uma absolvição por conta disso, mas a ideia é que esse resultado ajude a atenuar a pena final ou até mesmo seja usado para desqualificar os exames feitos pelo laboratório de Salt Lake City.

O ex-campeão dos médios ainda tem um prognóstico muito duro, principalmente por conta do positivo no teste antidoping surpresa feito em 9 de janeiro, em que foram detectadas duas substâncias anabólicas: drostanolona e androsterona.

Como revelou a amiga Evelyn Rodrigues, do Combate.com, no início do mês, Anderson tem até 7 de agosto para entregar uma defesa por escrito e depois o julgamento será marcado, ainda sem data prevista. Os adiamentos para a resolução do caso se deve exatamente por conta deste novo resultado. Os advogados pediram mais tempo para que esse componente fosse analisado e incluído na defesa, além de outros testes que estão sendo feitos.

O único ponto positivo para o ex-campeão dos médios é que ele não será julgado de acordo com as novas regras antidoping aplicadas pela NAC e pelo próprio UFC, regras essas criadas exatamente depois de seu caso. Agora, um primeiro flagrante com anabolizante rende uma suspensão de dois anos no primeiro caso e quatro anos na reincidência.

Pelas regras antigas, Silva deve, inicialmente, ter uma pena máxima de um ano de suspensão. Com esse novo componente no processo, sua defesa espera que ele pegue de seis a nove meses de gancho, pena retroativa ao dia da luta. Ou seja, ele estaria apto a voltar ao octógono entre outubro e novembro deste ano.

UOL

http://nagradedomma.blogosfera.uol.com.br/2015/06/25/resultado-negativo-em-antidoping-de-anderson-silva-foi-ignorado-em-processo/?cmpid=fb-uol

"Ainda sou jovem, pode ser que no futuro eu descubra que sou gay", diz Anderson 'The Spider' Silva

10383531_10152265751418239_2349791647290369564_nFoto: Joel Silva

Anderson Silva, 39, não se incomoda com as insistentes perguntas sobre sua orientação sexual. Em entrevista ao site americano “Fightland”, o lutador revelou que ainda pode vir a se descobrir gay, e que não acha que isso tem relação com a vaidade.

“Olha, não que eu saiba. Mas eu ainda sou jovem, pode ser que no futuro eu descubra que sou gay. Cuido bem das minhas coisas. Coloco tudo numa mala, uso sabonete, boto um creme após o treinamento. As pessoas pensam que é frescura. Cada um na sua: não significa que você é mais homem ou menos homem, mais ou menos gay”, respondeu.

Silva ainda protestou contra os lutadores que continuam no armário.

“Hoje em dia é tão bobo não expressar seus sentimentos. Contanto que você respeite os espaços das pessoas, e respeite os seus limites. Você tem que viver sua vida em paz e ninguém tem nada a ver com isso. Seria importante que os lutadores falem sobre a questão para que diminua o preconceito”, defendeu.

Folha Press

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bruno disse:

    Vai lutar, porque vc falando,

  2. clovis disse:

    Tem lutador do UFC que é do RN que dizem que quebra o pulso. Há vários boatos de pessoas diferentes que já viram o mesmo no meio dos afetivos… Se é, não sei…dizem…

Anderson Silva afirma que não quer mais disputar o cinturão do UFC: 'Quem viu, viu. Quem não viu, não vê mais'

73d1f710-377c-11e4-9762-ff0a99361037_459660043A madrugada do dia 29 de dezembro de 2013 ficou marcada na história do UFC. Anderson Silva, um dos maiores nomes do MMA da atualidade, fraturou a perna durante a revanche contra Chris Weidman. Após se recuperar com uma velocidade impressionante, o ex-campeão dos médios irá retornar aos octógonos da organização em janeiro de 2015, onde enfrentará Nick Diaz. “The Spider”, como é mais conhecido, em entrevista ao programa “Fantástico”, falou sobre o futuro, cinturão e a recuperação da lesão sofrida em combate.

Ao ser perguntado sobre uma possível luta pelo cinturão, Anderson afirmou que não tem mais paciência para “ser campeão”.

“Eu já passei por aquela coisa de ser o campeão, de ter o cinturão… A verdade é que Ayrton Senna só vai ter um, Pelé só vai ter um e Anderson Silva só vai ter um… Então, quem viu, viu. Quem não viu, não vê mais. De certa forma vai ver, mas não lutando pelo cinturão, aquela coisa de cinturão de novo. Eu não tenho mais paciência para isso. Cada dia que passa fico mais perto de me aposentar”, disse o ex-campeão dos médios do UFC.

Após uma recuperação rápida, Anderson confirmou que a autoconfiança para chutar ainda é um problema. O lutador está sendo acompanhado por uma psicóloga.

“A força está vindo, eu voltei aos treinos. O que está mais difícil mesmo é a autoconfiança, voltar a chutar da forma que eu chutava antes. Estou tendo um acompanhamento de uma psicóloga para que eu tire os fantasmas daqueles momentos horríveis que foram da luta, quando eu tive o acidente. Na hora dos treinos, fico meio apreensivo. Sei que eu posso executar o movimento, mas eu acabo não fazendo por medo”, finalizou.

Esporte Interativo

UFC: Anderson Silva ganha nova, e surpreendente, previsão de volta

“A coisa mais maluca sobre isso é que quebrou sua canela no meio, algo brutal de se ver, mas ele já poderá andar sem muletas até o final deste mês, estará treinando em menos de seis meses e lutará antes do final deste ano. Agora, se romper o ligamento de um joelho, você fica pelo menos um ano e três meses sem lutar.”

Quem viu e reviu a grave lesão de Anderson Silva contra Chris Weidman no final do ano passado jamais poderia imaginar uma previsão tão otimista quanto essa acima. Mas ela foi feita pelo próprio presidente do UFC. Em entrevista ao canal de TV CBS, dos EUA, Dana White deu esse que é o mais otimista prognóstico já feito para o brasileiro até agora.

O que se sabe no momento, de forma oficial, é que a recuperação do lutador, para que ele pudesse voltar a qualquer tipo de treinamento, era de seis a nove meses. Mas o próprio Anderson revelou um temor de que o médico fale para ele que nunca mais poderá chutar ou se apoiar plenamente na perna fraturada, o que inviabilizaria seu retorno ao MMA.

Dana White ainda despistou sobre uma possível luta de boxe do ex-campeão dos médios do UFC antes de seu retorno ao MMA. “Roy [Jones Jr.] e Anderson querem lutar boxe, o que não faz muito sentido para mim. Mas Jones Jr é o herói de Anderson e ele quer fazer essa luta de boxe.”

UOL

ESCULACHOU: Técnico de Weidman detona Anderson Silva

thumbApós Anderson Silva ter afirmado que venceria Weidman caso não tivesse se machucado no UFC 168, o treinador do campeão peso-médio mostrou-se incomodado com a declaração do brasileiro. Em entrevista ao site americano “MMA Junkie”, Ray Longo criticou a atitude de Spider e comentou ainda que o brasileiro “precisa aprender a perder”.

– Sempre tive muito respeito por Anderson mas, na primeira luta, ele disse que estava com os pés na posição errada, estava muito inclinado e ele sabe o que fez de errado. Agora, Weidman não fez nada e ele se machucou… Acho que ele está em outra realidade. Ele precisa aprender a perder e crescer com suas derrotas, e seguir em frente, ao invés de ficar dando desculpas. Conquiste seu lugar novamente e corrija seus erros. Isso que é ser um verdadeiro campeão. Uma vitória ou derrota não faz de ninguém um campeão, mas com certeza ficar dando desculpas não é ser um campeão – declarou Ray Longo, que ainda revelou que espera que Spider reconheça as vitórias de Weidman.

– Acho que Anderson merece seu legado. Realmente espero que ele admita que o garoto o venceu, de forma limpa, duas vezes, e siga em frente com tuda sua glória. Dar desculpas só diminui o legado dele, porque acho que não é isso que um campeão deve fazer – completou.

Ray Longo ainda fez questão de deixar no ar uma provocação ao brasileiro. Falando sobre o retorno de Anderson Silva ao octógono, Longo afirmou que espera que Spider volte a lutar, mas ressaltou que, para ele, o brasileiro não merece outra chance de enfrentar Weidman, pelo menos não até o ex-campeão dos médios “chegar aos 45 anos”.

– Só acho que ele (Anderson) foi dominado nas duas lutas, e definitivamente não merece uma terceira luta, na minha opinião. Ele vai ter que fazer novamente o caminho até o topo, e aí, talvez quando ele estiver com uns 45 anos nós estaremos esperando por ele – concluiu o treinador

Lancenet

Perna de Anderson Silva poderia ter sido amputada

A fratura sofrida por Anderson Silva no UFC 168 poderia ter resultado em amputação da perna esquerda, explicou Steven Sanders, cirurgião da organização americana que atendeu o brasileiro logo após a luta contra Chris Weidman.

– Lesões como essa às vezes podem ser ameaçadoras. Se a fratura for grave o suficiente para comprometer os suprimentos vasculares dos pés e não se conseguir restabelecer a situação, pode resultar em amputação, disse ao MMA Fighting.

Ao examinar a gravidade da lesão na tíbia e na fíbula pela primeira vez, Doutor Sanders constatou imediatamente que se tratava de algo solucionável.

– No mesmo minuto em que eu o vi, já percebi que era solucionável. Em termos de gravidade da lesão, eu diria que foi bastante grave. Felizmente para Anderson, a pele não cedeu. Se o osso tivesse sido exposto ao ambiente do octógono, o seu risco de infecção subiria meteoricamente, concluiu.

O Globo

Anderson Silva já anda de muletas e está ansioso para voltar a treinar

Menos de 48 horas após a cirurgia na perna esquerda de Anderson Silva, fraturada na derrota para o americano Chris Weidman, na madrugada de domingo, os fãs do ex-campeão dos pesos médios do UFC tiveram uma boa notícia. Na noite desta segunda-feira, o médico Steven Sanders, responsável pela intervenção cirúrgica no brasileiro, disse que o ‘Spider’, que já anda de muletas, vem mostrando, no hospital, ansiedade pela volta ao octógono.

— A primeira pergunta do Anderson no pré-operatório foi: ‘Quando eu posso treinar?’. Após a cirurgia, ele repetiu essa pergunta algumas vezes —disse o médico, dando a entender que o ex-campeão, a princípio, descarta a aposentadoria.

Sobre a recuperação do brasileiro, Sanders – que classificou como ‘séria’ a lesão – disse:

— Ainda é cedo para prever. Mas se fosse para dar um palpite, diria que de três a seis meses a fratura deve estar consolidada. E de seis a nove meses ele deverá voltar a treinar.

O médico também falou que o lutador – que fraturou a tíbia e a fíbula – deve ficar mais alguns dias no hospital em Las Vegas. Nas próximas semanas, Anderson Silva deverá estar apto a colocar a perna esquerda no chão.

De acordo como cirurgião ortopedista do UFC, a velocidade no atendimento ao brasileiro foi fundamental para o sucesso do procedimento no hospital.

Sanders também descartou a possibilidade de o ex-campeão dos pesos médios do UFC já tivesse uma pré-disposição para uma fratura na perna esquerda:

– A natureza do osso dele estava completamente normal, não havia nada que explicasse ou que indicasse uma pré-disposição para esse tipo de lesão. Do ponto de vista médico, o que aconteceu com o Anderson, caso ele volte a treinar, não deve deixá-lo com uma pré-disposição maior para sofrer nova lesão no futuro na área afetada – observou o ortopedista.

Na intervenção cirúrgica, foi colocada uma haste de titânio na tíbia esquerda de Anderson. Como a fíbula foi estabilizada, o brasileiro não precisou passar por uma segunda cirurgia.

Maior cachê da noite

Apesar da derrota no UFC 168, o ex-campeão dos pesos médios foi quem recebeu o maior cachê no evento em Las Vegas: US$ 600 mil (R$ 1,4 milhão). O valor foi maior até mesmo que o do seu algoz, que embolsou US$ 400 mil (R$ 937 mil). Ainda no domingo, poucas horas após a cirurgia, o brasileiro fez questão de tranquilizar seus torcedores:

— Quero agradecer a todos os meus fãs e amigos pelas mensagens de carinho. Estou bem. Agora preciso estar junto da família. Um bom descanso com meus filhos e minha esposa vai me ajudar na recuperação. Obrigado, Brasil — escreveu o ex-campeão dos pesos médios do UFC, em uma rede social.

Para a família do brasileiro, que acompanhou a luta pela televisão, a cena da fratura do lutador foi algo chocante. Que o diga seu tio, Benedito, que mora em Curitiba e é considerado um pai para o lutador. Aos 79 anos, ele passou mal após a luta e chegou a ser internado com palpitações.

— Foi demais aquilo ali — disse seu Benedito, que há dois anos pedira para o sobrinho se aposentar dos octógonos.

Após quase sete anos de invencibilidade e dez defesas de cinturão, Anderson Silva foi superado por Weidman no dia 6 de julho. A luta do último sábado era a primeira chance para o brasileiro recuperar o cinturão da categoria.

Um dos poucos amigos que acompanharam o Spider no hospital, o também lutador Rodrigo Minotauro falou da emoção de reencontrá-lo:

— Uma coisa que me marcou muito no meu primeiro encontro foi ele, após abrir os olhos, pedir desculpas por não ter conseguido trazer a vitória para o Brasil — disse Minotauro.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. sandoval disse:

    PRA APRENDER A RESPEITAR HOMENS

'Anderson Silva nunca mais será o mesmo', diz lenda do MMA

A grave lesão sofrida por Anderson Silva na luta contra Chris Weidman no último sábado (28), motivou uma série de manifestações da comunidade do MMA por meio das redes sociais. Diversos lutadores lamentaram o ocorrido com Spider e mandaram mensagens de apoio ao brasileiro. Um dos menos otimistas foi Tito Ortiz, que acredita que Anderson jamais voltará a atuar em alto nível.

– Anderson Silva jamais será o mesmo. Sim, isso é péssimo, ele foi um dos melhores – escreveu o ex-campeão dos meio-pesados em seu perfil no Twitter.

Outro que não aposta no retorno de Anderson é Jon Jones. O atual número um no ranking peso por peso do Ultimate afirmou que não vê o brasileiro retornando ao octógono, mas acredita que ele dê sequência em sua carreira atuando em outros segmentos do esporte.

– Só queria agradecer Anderson Silva pelos anos de entretenimento e inspiração. Dor é temporário, mas seu legado continuará por gerações. Parabéns por ter alcançado o sucesso. Estou honrado por ter sido uma testemunha – comentou o americano.

O peso-pesado Alistair Overeem se mostrou sensibilizado com o ocorrido. O holandês afirmou ainda que não desejaria esse tipo de lesão nem ao seu pior inimigo.

– Meu apoio a Anderson Silva. Você não deseja este tipo de coisa nem para seu pior inimigo – afirmou o ex-campeão do Strikeforce.

Assim como Overeem, o campeão dos moscas Demetrious Johnson não escondeu a tristeza com a contusão do Spider.

– Muito chateado que a luta tenha terminado deste jeito – escreveu Johnson.

Já o participante do TUF 17 Luke Barnatt decretou o fim da carreira de Anderson e agradeceu ao brasileiro pelos anos em que esteve ativo.

– Uma pena o que aconteceu com o Anderson. Um fim muito dramático para uma carreira fantástica. Obrigado Anderson Silva por toda a inspiração – escreveu.

No último sábado (28), no UFC 168, Chris Weidman venceu mais uma vez Anderson Silva e manteve o cinturão dos pesos médios. O norte-americano foi declarado vencedor por nocaute técnico no segundo assalto, após o brasileiro sofrer uma fratura na perna esquerda. Na luta co-principal da noite, Ronda Rousey finalizou Miesha Tate no terceiro assalto e defendeu o título da categoria peso-galo feminina.

Lancenet

Anderson Silva diz ser grande a chance de se aposentar após revanche

ÍndiceSabe aquela imagem de desenho animado em que quando o personagem precisa tomar uma decisão polêmica aparece um diabinho em um ouvido e um anjinho do outro? Parece ser essa a situação que Anderson Silva está passando em sua carreira antes da revanche contra Chris Weidman, no UFC 168, neste sábado.

Se durante a coletiva da última quinta-feira o brasileiro despistou sobre uma possível aposentadoria, independente do resultado, quando foi questionado de maneira mais enfática entregou que é grande a chance de parar de lutar, mas como campeão dos médios do Ultimate.

“Eu tenho oito lutas ainda do meu contrato. Enquanto eu estiver feliz, vou continuar lutando. Pode ser que sim, pode ser que não. Não consigo dizer isso agora se vou parar. São coisas que só o coração pode dizer”, disse o Spider em um primeiro momento. Mas então veio a surpresa.

Quando foi entrevistado minutos depois pelo site MMA Fighting, Anderson deixou escapar que a aposentadoria está próxima e pode vir no sábado. “Estamos sempre perto de parar. Não sei quantos por cento perto de aposentar estou, mas há uma grande, grande, grande chance de parar de lutar”, explicou.

Mesmo assim, ele não quis se comparar com Georges St-Pierre, que decidiu fazer uma pausa na carreira como campeão dos meio-médios, entregando seu cinturão. “Cada um tem de decidir o que é melhor para si, ele achou que era o melhor momento para ele e fez o que era melhor para ele.”.

Não é exatamente uma novidade o pensamento de Anderson Silva em parar de lutar. Depois da derrota para Chris Weidman em julho, ele já tinha dado a entender que podia tomar essa decisão, mas uma conversa com sua equipe e sua família o fez mudar de ideia e aceitar essa revanche.

“Depois daquela luta, fui para meu quarta, fiquei pensando ‘acho que agora deu’. Mas peguei o telefone, falei com meu filho e ele me disse: ‘Pai, faz o que tem que fazer, o que você gosta e o resto é resto. Vai até o final’”, contou o ex-campeão.

Serviço

O card preliminar do UFC 168 começará às 22 horas (de Brasília) e o principal à 1 hora na madrugada de sábado para domingo. Ou seja, a Luta de Anderson Silva dificilmente acontecerá antes das 3h ou 3h30. Se você for assistir na TV Globo, pode colocar mais 30min na conta.

Card Principal

Chris Weidman x Anderson Silva
Ronda Rousey x Miesha Tate
Josh Barnett x Travis Browne
Fabricio Camoes x Jim Miller
Diego Brandao x Dustin Poirier

Card preliminar

Uriah Hall x Chris Leben
Michael Johnson x Gleison Tibau
Manny Gamburyan x Dennis Siver
Siyar Bahadurzada x John Howard
William Macario x Bobby Voelker
Estevan Payan x Robert Peralta

UOL

Globo vai exibir revanche de Anderson Silva com atraso de 30 minutos

 A Globo vai transmitir a revanche de Anderson Silva contra Chris Weidman no UFC com 30 minutos de atraso. O confronto ocorrerá no dia 28 de dezembro.

Pelo contrato, a emissora já esgotou a cota de transmissões ao vivo e gravadas do UFC 2013, mesmo assim conseguiu negociar mais essa luta.

A Folha apurou que a Globo tentou trocar a transmissão da revanche de Anderson Silva pelo confronto de Vitor Belfort, em novembro, com o canal de pay-per-view Combate, da Globosat.

Mas a troca não deu certo.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folha desta terça-feira (29).

Folha

Através do Twitter, Anderson Silva revela desejo de lutar contra campeão

f622c32e-2389-41f4-9b10-32c1f62a89b4_andersonA próxima luta de Anderson Silva será no dia 28 de dezembro, contra Chris Weidman, o homem que lhe tomou o cinturão dos médios. Mas além de estar focado para esse duelo, Spider tem outros adversários em mente. Ele nunca escondeu que seu principal desejo sempre foi enfrentar o campeão de boxe Roy Jones Jr. e dessa vez, o brasileiro fez um pedido pelo Twitter.

Grande Roy Jones Jr., gostaria de ter a chance de lutar com você! Você é um grande campeão”, escreveu o ex-campeão dos médios do UFC.

Enquanto o duelo contra Roy Jones não acontece, Anderson Silva treina para sua revanche contra Weidman, no UFC 168, que também terá a disputa pelo cinturão feminino do Ultimate entre Ronda Rousey x Miesha Tate.

Anderson Silva descarta participar das Olimpíadas do Rio 2016

spider-chao-700Depois de algumas especulações sobre uma possível participação nas Olimpíadas do Rio 2016, Anderson Silva desistiu de representar o País na competição, de acordo com entrevista dada ao jornal “Estado de S. Paulo”.

Em conversa franca, o ex-campeão dos pesos médios (84 kg) do UFC deixou claro que seus compromissos fora do octógono impedirão seus treinos para se tentar uma vaga no taekwondo.

– Essa ideia estava superfixa na minha cabeça, mas eu tenho tanta coisa, tantos compromissos para serem cumpridos com meus patrocinadores, com o UFC, que eu precisaria de um tempo para fazer um treinamento específico. É uma coisa que eu gostaria de ter feito sim, infelizmente o tempo não me deu essa oportunidade.

Com a hipótese descartada, o brasileiro volta seu foco para a revanche contra Chris Weidman, marcada para o dia 28 de dezembro, data em que poderá reaver seu título dos pesos médios (84 kg).

R7

Estrela do MMA brasileiro, Anderson Silva está a sete recordes da ‘perfeição’

Considerado por muitos como o melhor lutador do mundo, o brasileiro Anderson Silva ainda precisa superar alguns obstáculos para chegar à ‘perfeição’. Um dos recordes que o Spider precisa superar é o de vitórias. O brasileiro é o lutador com a maior série invicta do UFC, com 16 triunfos em 16 lutas. Entretanto, ele não é o que mais venceu. Dois lutadores da categoria dos meio-médios (77 kg) estão na sua frente: Georges St-Pierre e Matt Hughes. Ambos possuem 18 vitórias. O problema para o lutador é que GSP é mais jovem e segue vencendo quem atravessa o seu caminho

Anderson Silva já pode ser considerado recordista no quesito bônus. O Spider conseguiu uma grana extra em 12 oportunidades. Porém, o campeão está empatado com o peso leve (70 kg) Joe Lauzon. Os dois lutadores seguem em atividade e protagonizam grandes lutas. A disputa entre ambos promete

Anderson Silva é o lutador com mais vitórias em disputas de cinturão, com 11, mas não é o atleta que mais disputou combates pelo cinturão. O brasileiro está próximo do recorde, que pertence a Randy Couture, que, em 24 lutas no UFC, disputou o título do evento em 15 oportunidades

Anderson Silva é um dos grandes nocauteadores do MMA, mas ainda não conseguiu o prêmio de nocaute mais rápido. Esse feito pertence a Duane Ludwig, que derrotou Jonathan Goulet em apenas seis segundos, em janeiro de 2006, pelo UFC Fight Night 3

Com 16 lutas em sua carreira no UFC, Anderson Silva já pisou mais no octógono do que muitos outros atletas, mas o veterano Tito Ortiz, que tem 27 aparições, ainda está bem à frente do brasileiro

Não há duvidas de que Anderson Silva sabe dar show. Entretanto, isso não se reflete nas vendas de pay-per-view dos cards dos quais ele faz parte. Em sua segunda luta contra o falastrão Sonnen, o brasileiro ajudou o UFC 148 a vender cerca de um milhão. Número considerado bom pelo UFC, mas que está bem longe dos cerca de 1.600.000 pagantes que assistiram ao UFC 100

Aos 38 anos de idade, Anderson Silva ainda demonstra estar em plena forma e parece não sentir o peso da idade. Porém, o striker ainda precisa lutar por mais seis anos para bater o americano Randy Couture, que, aos 44 anos, superou o brasileiro Gabriel “Napão”, no UFC 74, em agosto de 2007, e se manteve como campeão dos pesados.

Do R7

Lutadores acusam Anderson Silva de jogar sujo

Tem gente graúda contestando a vitória de Anderson Silva sobre Chael Sonnen, ontem, pelo UFC 148. Campeão peso médio do Strikeforce, Luke Rockhold acusou o brasileiro de ter se valido de um jogo sujo para derrotar o rival. Candidato a campeão também do Strikeforce, Tim Kennedy fez coro às palavras de Luke. O que disseram:

De Luke ao programa Sirius XM Fight Club:

“Eu analiso o que eu vejo, e para mim a vitória de Anderson Silva foi suja. Ele descaradamente passou vaselina nos ombros e no peito enquanto era anunciado por Bruce Buffer. Eu já o havia visto fazer isso na luta contra Vitor Belfort, e vi novamente na revanche contra Chael Sonnen. Depois, ele agarrou o calção de Sonnen durante uma sequência de golpes no segundo round. E, por fim, a joelhada, que acabou sendo legal, mas pareceu ter sido dada com má-intenção. Tudo isso me faz crer que essa não é a atitude esperada de um campeão. Eu quero ver um campeão respeitoso no octógono. Sei que as emoções podem transbordar quando se ouve tanta coisa do seu adversário, mas é importante separar as coisas e lutar de forma limpa”.

Tim pelo twitter:

“Espalhar vaselina nos braços, agarrar o calção do adversário e acertá-lo com uma joelhada quando ele está caído. É assim que um campeão deve agir?”

Fonte: Guga Noblat

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Camilo disse:

    Então faz o seguinte, seu crítico….vai lá e luta com o Anderson..melhor que ficar procurando cabelo em ovo…gringo mequetrefe….

  2. Hennio disse:

    Ele passou vaselina, mas um cara lipou depois!!! Só não viu que é cego!!! E a joelhada não foi irregular e qq um que estivesse na pele do Spider teria feito o memsmo… Sorte do Sonnen que ele ainda ficou com todos os dentes, pq um lutador que ofende todo um país, seu adversário e sua esposa não era pra estar no UFC!!!

  3. Anonimous disse:

    sai dessa !! A respeito da Vaselina, depois veio um Staff do UFC e limpou Anderson com uma toalha. e Quanto a Joelhada, se fosse o contrario Sonnen teria feito  mesmo, aliás qualquer lutador teria feito o mesmo, afinal se as regras permitem por que não usufruí-las ?

  4. Ricardo disse:

    Apelão. A.S se prevalece de expedientes irregulares desde que tomou aquela tesourinha no Japão. Passou vaselina sim. E nem vem dizer que não adiantou pq ele foi ao chão, pq aquela hora sonnen atacou as pernas e ele não deu o sprawl. No segundo, bezuntado de vaselina, ele defendeu a perna com dois sprawl e ficou impossível colocar pra baixo. E segurou no calção quando ia pro chão… e no chão, segurou o calção de novo pra socar. Sujo! Já tinha feito isso mesmo. Só amador mesmo pra inventar asneira com essa conversa de advogado do diabo. Malditos ufanistas de boteco. Se fossem amantes do país mesmo, votariam bem e não apoiariam malandros em época de eleição!!! Isso é demonstração de amor ao país!