Detran reforça que cidadão não precisa de terceiros para acessar serviços

Foto: Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) está reforçando junto aos usuários a dispensabilidade de atravessadores para que o cidadão seja atendido nas suas demandas junto às coordenadorias de Registro de Condutores, de Veículos e na Coordenadoria Médica. O plano do Detran é também de alertar aos cidadãos que fazem uso de terceiros para efetivar serviços, que não esqueçam de verificar se aquele profissional é credenciado pelo Detran para atuar como despachante.

O coordenador de Habilitação do Detran, Jonas Godeiro, explicou que o órgão vem facilitando e agilizando cada vez mais os processos de atendimento ao usuário. Dessa maneira, fica bem mais simples e rápido que o próprio cidadão venha ao Detran e solicite seu serviço diretamente ao setor competente.

Outro ponto lembrado pelo coordenador é que vários serviços de competência do Departamento podem ser solicitados via internet, pelo site do Detran, ou mesmo pelo aplicativo para smartphone, “Detran RN”.

No caso de Habilitação de Condutores, há diversos serviços já disponíveis ao cidadão pelo sistema online do Órgão, a exemplo de agendamento de teste prático de direção veicular, solicitação de segunda via de CNH, renovação de CNH, pedido de Permissão Internacional para Dirigir (PID), CNH Digital, além de outros tipos de abertura de processos onde, inclusive, o usuário pode gerar o boleto de pagamento, pagar e chegar ao Detran com essa etapa do serviço já concluída.

O coordenador de Registro de Veículos do Detran, Carlos Silvestre, lembrou que em último caso o cidadão pode constituir procuradores para atuar por terceiros. Essa situação é de duas naturezas, sendo uma pessoa física qualquer, onde o interessado deve constituir uma procuração pública se dirigindo ao Detran e especificando o serviço autorizado. “Já no outro caso, é quando for um advogado ou despachante credenciado, que a procuração pode ser particular”, completou.

No uso de terceiro que se apresenta como despachante é importante que o cidadão verifique a veracidade da informação conferindo os dados no sistema do Detran por meio do link: Despachantes Credenciados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ex-Petralha disse:

    Só de segundos, que possamos molhar a mão, para termos acesso célere a setores e procedimentos do órgão!

  2. Seu Jorge disse:

    Piada né?

Nota Potiguar comemora resultados de campanha que apostou no cidadão e na integração entre mídias

Programa do governo conseguiu cadastrar quase 100 mil usuários em pouco mais de dois meses; Sinapro/RN destaca trabalho feito por agência local

Toda campanha de publicidade exige da agência três requisitos básicos: criatividade, assertividade e responsabilidade com o cliente. Entretanto, esse tripé é ainda mais fundamental quando se trata de comunicação pública, governamental. Foi baseado nisso que a Dois.a Publicidade criou a campanha da Nota Potiguar, programa do Governo do Estado para incentivar os cidadãos a exigir os documentos fiscais eletrônicos na hora das compras, com a inclusão do número do CPF. Os valores das notas acumulam pontos que são trocados por benefícios, além de reverter valores para Organizações da Sociedade Civil nas áreas de assistência social, saúde e esporte amador.

Desde que foi lançado, em junho deste ano, o programa já conseguiu cadastrar 99.384 mil usuários, com 4.722.194 milhões de documentos fiscais. Mais de 37 mil estabelecimentos comerciais aderiram ao projeto. Os números atestam o sucesso da estratégia de comunicação utilizada na campanha. “O conceito que direcionou a comunicação de toda a campanha publicitária foi ‘Premiação para quem é cidadão’. O mote valoriza a ação de solicitar o CPF na nota fiscal, ação direcionada nos títulos das peças, ao denominar os solicitantes de cidadão, tornando-os partícipes do desenvolvimento do estado, objetivo macro da campanha”, explicou a diretora de atendimento da Dois.a Publicidade, Lana Mendes.

A estratégia foi definida em quatro vertentes de abordagens: Benefícios para o cidadão e sociedade, premiações, troca de ingressos e benefícios – como descontos do IPVA – e educação fiscal. “Percebemos que, para alguns indivíduos, ajudar o próximo seria a principal motivação para pedir o CPF na nota. Para outros, entretanto, receber benefícios próprios seria mais estimulante e, de acordo com este estudo de perfis de públicos, definimos a estratégia de comunicação”, completou Lana Mendes.

Fotos: Divulgação

O presidente do Sindicato das Agências de Propaganda do Rio Grande do Norte, Sinapro/RN, João Daniel Vale, destacou a importância de um trabalho como esse para o mercado local. “Para o Sinapro é sempre gratificante ver suas agências filiadas colocando materiais de qualidade no ar e gerando resultados práticos. Prova da competência, profissionalismo e constante atualização das nossas agências ao contexto da comunicação de hoje”. A Dois.a Publicidade está filiada ao sindicato há 24 anos.

CAMPANHA SOCIAL

O funcionamento integrado entre as mídias foi um dos grandes diferenciais do trabalho desenvolvido. Na avaliação da agência, isso foi imprescindível para que a campanha atingisse os mais diversos públicos de maneira efetiva. “Toda campanha publicitária tem a obrigatoriedade de se fazer assertiva, otimizando os valores investidos, o trabalho empregado e transmitindo a mensagem de maneira eficiente e persuasiva. Em uma campanha governamental, essa equação exige uma atenção ainda mais especial. Nela são acrescidos outros elementos, como a responsabilidade de gerir uma verba pública, de conversar com toda a população de um estado e construir a mensagem oficial de uma instituição tão importante quanto o governo estadual”, finalizou a publicitária Lana Mendes.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco S J Filho disse:

    Os pontos do mês de julho/2019 ainda não foram gerados. A previsão era 05 de agosto. O que houve?

    • Manoel disse:

      Pelo que entendi no Instagram do programa é por conta da auditoria dos bilhetes pra o sorteio.

Cidadão atingido por garrafa de vidro em festa no RN será indenizado

Um cidadão será indenizado pela empresa Porcino Park Center, que tem sede no Município de Mossoró, por danos estéticos, patrimoniais e extrapatrimoniais que suportou em virtude de acidente ocorrido em evento promovido pela empresa, no qual foi atingido na região ocular por uma garrafa de vidro após um tumulto iniciado na festa por terceiros.

A decisão é da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça que, à unanimidade de votos, reformou a sentença de primeira instância e aumentou a verba devida a título de danos morais para o valor de R$ 20 mil e a relativa aos danos estéticos para o valor de R$ 25 mil.

O autor ajuizou Ação de Indenização por Danos Materiais, Morais e Estéticos contra a F P EMPREENDIMENTOS Ltda. (Porcino Park Center), pedindo a condenação da empresa na obrigação de indenizar-lhe por danos estéticos, patrimoniais e extrapatrimoniais que alega suportar em virtude de acidente ocorrido em evento promovido pela empresa, no qual foi atingido na região ocular por uma garrafa de vidro.

Ele contou que o incidente, além do trauma de frequentar lugares com muitas pessoas, ocasionou uma grave lesão ocular com hérnia de íris e parte do corpo ciliar, deixando-o com perda da visão do olho direito, o que o faz com que não consiga desenvolver o seu labor habitual (serviços de pedreiro), e, em função disso, ficando desempregado.

Narrou também que nas barracas/bares de dentro do evento vendiam as bebidas em garrafas de vidro e que, mesmo sem ter se envolvido em nenhuma confusão, foi atingido por um desses objetos. Contou, ainda, que não havia nenhuma equipe de atendimento hospitalar no evento e que os seguranças se recusaram a abrir os portões de emergência. Disse que, na época do evento, trabalhava como ajudante de pedreiro e devido ao ocorrido teve que parar de trabalhar e que está recebendo benefício do INSS.

Ao julgar o caso, a 1ª Vara Cível de Mossoró condenou o Porcino Park Center a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 12 mil, indenização por danos estéticos no mesmo valor de R$ 12 mil, ambas acrescidas de juros e correção monetária, mas julgou improcedente o pedido de indenização por danos materiais.

No recurso, o autor argumentou que é inconteste a configuração dos danos, uma vez que as lesões sofridas por ele geraram dor, sofrimento, internação, submissão a procedimentos cirúrgico, cicatrizes, danos estéticos, entre outros, além da diminuição da capacidade de trabalho.

Ele anexou julgados ao processo que entende subsidiar a sua argumentação e requereu a condenação da empresa ao pagamento de pensão alimentícia equivalente a um salário mínimo mensal, até o ano de 2050, ou fazê-lo de uma só vez, bem como ao pagamento de indenização por danos morais, materiais e estéticos em valores compatíveis com as orientações jurisprudenciais do Superior Tribunal de Justiça.

A F P EMPREENDIMENTOS Ltda. também recorreu, defendendo a inexistência de responsabilidade pelo dano moral e pelo dano estético, em razão da culpa de terceiro ou da vítima. Na hipótese de manutenção das condenações, pediu pela redução do valor indenizatório fixado, por reputá-los desarrazoado e, ainda, pela aplicação da correção monetária a partir do arbitramento e não da citação.

Decisão

Ao analisar a demanda com base na Súmula 297, do STJ, o relator do processo, desembargador Vivaldo Pinheiro, ressaltou que é aplicável a Legislação Consumerista (Lei 8.078/90) ao caso, por se tratar de nítida relação de consumo. “Resta evidente nos autos que o procedimento ao qual foi submetido o apelado extrapola em muito aquilo que se entende como meros dissabores e aborrecimentos típicos da vida comum em sociedade”, assinalou.

Para o desembargador, não se pode considerar como normal que uma pessoa adquira bilhete para participação de evento cultural e tenha sua expectativa de lazer transmutada em sofrimento físico e psicológico ao ser vítima de acidente para o qual não cooperou.

“Tenho que, ao não disponibilizar sistema de segurança adequado e eficiente em suas instalações, o que era seu dever, contribuindo para o surgimento dos gravames reclamados, caracterizado está o defeito do serviço pela empresa ré, a teor do disposto no artigo 14, § 1º, do Código de Defesa do Consumidor, (…)”, considerou.

Para o desembargador Vivaldo Pinheiro, a promoção de evento cultural é eminentemente de risco, devido a grande aglomeração de pessoas alinhada a ingestão de bebida alcoólica, constituindo-se o denominado fortuito interno da atividade, que não configura hipótese de excludente da responsabilidade, não sendo hipótese de caso fortuito ou força maior, por ato de terceiro.

“Noutras palavras, não obstante possuísse alvará para realização do evento, equipe de segurança e de atendimento pré-hospitalar, tais medidas mostraram-se insuficientes à manutenção da integridade física dos participantes, na medida em que fora permitida a entrada e comercialização de bebidas em recipientes de vidro (conforme admitiu a ré na audiência de instrução), que utilizadas em tumulto gerado por terceiros, atingiu a região ocular do autor”, concluiu.

(Apelação Cível n° 2017.016287-6)
TJRN

 

(FOTO) – Lutador Anderson Silva se naturaliza cidadão dos EUA: “Acho que este é meu país agora”

Foto: Mario Tama/Getty Images

O lutador brasileiro Anderson Silva, 44, se tornou cidadão dos EUA numa cerimônia de naturalização em massa na terça-feira passada, em Los Angeles, junto aos seus filhos Kaory, 23, e Kalyl, 20. Os três fizeram o juramento de cidadania entre cerca de 8 mil imigrantes no Los Angeles Convention Center, e cantaram o hino nacional americano.

“Spider” vem buscando cidadania americana há uma década. Ele mora em Los Angeles há 10 anos e levou seus filhos para os EUA há sete anos.

– Eu me sinto muito feliz, sabe, é um grande momento para mim e minha família. Tudo o que os EUA (deu) a nós, é hora de devolver – disse Anderson à agência de notícias “Associated Press” (AP).

O ex-campeão dos pesos-médios do UFC é mais um atleta brasileiro de MMA a obter a cidadania americana nos últimos anos. Outros grandes nomes que se naturalizaram incluem Vitor Belfort e Cris Cyborg. Anderson surpreendeu ao dizer que respeita o Brasil, mas se sente americano.

– Eu tenho minha família no Brasil. Eu tenho minha mãe e meus irmãos no Brasil. Mas acho que este é o meu país agora – disse, segundo a AP. Ele também comemorou que poderá trazer mais oportunidades à sua família nos EUA.

A esposa de Anderson, Dayane, e seus outros filhos (Gabriel, Kauana e João) também compareceram à cerimônia, mas ainda estão passando pelo processo de naturalização.

Globo, via Combate

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Exceto a população nativa, nós, brasileiros, somos descendentes de pessoas que, por alguma razão, deixaram seus países. É um procedimento natural mudar de país, conseguir dupla cidadania etc. Nada de excepcional.

  2. Marcelo disse:

    Certo demais, eu tenho dupla cidadania passo 09 meses em Lousane e 03 no brasil, e, quem tiver condições de sair desse local chamado brasil e ir educar e crescer fora dele so tem a ganhar

  3. hein? cuma? disse:

    Esse babaca sempre foi um boçal… mereceu o fim vergonhoso. Que não pise mais aqui!

  4. Iago disse:

    O cara abandonar a cidadania do País que nasceu, é um bandido, deveria ser proibido de entrar no Brasil.

Saiba em que situação o cidadão poderá ter mais de quatro armas de fogo

O decreto assinado por Jair Bolsonaro nesta terça-feira(15) abre brecha para que o cidadão possa ter mais do que quatro armas de fogo, “se presentes outros fatos e circunstâncias que a justifiquem”.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    A coisa é muito simples de entender. Bolsonaro foi eleito pelo povo brasileiro, que aprovou sua proposta de um Brasil diferente daquele que nos foi deixado pelos petralhas. Essa questão das armas foi uma de suas propostas, que ele agora está cumprindo. Quanto aos "esquerdinhas" e afins, se não querem armas em suas casas, não as tenham. A legislação não OBRIGA ninguém a ter arma, apenas permite a posse àqueles que aqueles que assim desejam. Liberdade de escolher os nossos caminhos. Coisa de uma verdadeira democracia, que os esquerdopatas odeiam.

  2. Fagner disse:

    Absurdo!

  3. Doriano disse:

    os suíços são "armatissimi e liberissimi".. la tem muita violencia e morte igual ao Brasil… é um absurdo a suíça ter uma populacao 100% armada. povo violento e assassino nas ruas portando fuzis. melhor é no Brasil, muito mais seguro.

  4. Sampaio disse:

    Os bandidos desarmam até os policiais… imagina um cidadão que nem sabe o que é um gatilho. Até Bolsonaro foi desarmado.

  5. andréa disse:

    Não acredito que as "investidas" em arrobamento e arrastões residenciais irão diminuir por causa da posse de armas. Os bandidos irão continuar fazendo o seu ofício. É só a minha opinião! Mas vamos ver aonde vamos chegar.

  6. Walsul disse:

    Está bastante claro que a medida é para atender a indústria das armas. Resta saber se estão levando por fora para alimentar essa indústria.

  7. ELTON disse:

    pessoal….estava lendo a materia no UOL e la tem um monte de gente sendo contra e falando mau do presidente Bolsonaro….isso foi promessa de campanha…se ele não cumprisse esse promessa iam cair de pau nele…e nos eleitores dele…tem que ter paciencia.

  8. Walsul disse:

    Logo, Logo, cada residência poderá formar sua quadrilha, do bem, claro. Estão levando muito dinheiro da indústria da bala.

    • Rico disse:

      Hoje só as quadrilha andam armadas, quero ver agora eles fazendo arrastões nas casas, rua, avenidas, comércios e locais de prestação de serviços. Muitos que tentarem, já vão sabendo que vem pedreira. Rsrsrs

  9. Luis disse:

    Mais uma baixa pra os bandidos, quero ver agora os arrastões nas casas. Se tentarem, vão tomar no c*

Câmara de Currais Novos desiste de conceder título de cidadão para Lula

Foto:BETO BARATA/AGÊNCIA ESTADO

 

A Câmara de Vereadores de Currais Novos desistiu de conceder o título de cidadão para o ex-presidente Lula. A casa legislativa retirou da pauta da sessão dessa quarta-feira a propositura da vereadora Tércia Leda (PT).

O recuo se deu após pressão de movimentos contrários ao petista sobres vereadores, que foram indagados por que a Câmara de Vereadores concederia o título a alguém condenado pela Justiça e por que igual concessão não foi dada a pessoas, que não sendo de Currais Novos, empregam seu esforço e trabalho pela cidade.

Como os vereadores simpatizantes do projeto captaram que não iriam conseguir o número mínimo de votos para aprovar a matéria (sete), desistiram do requerimento.

Lula tem agenda em Currais Novos no próximo dia 27 deste mês, dentro de uma programação nacional do PT de sair pelo Brasil com o ex-presidente para fortalecer sua imagem para o ano de 2018, de eleições nacionais.

PORTAL NO AR

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Inácio disse:

    Viram a merda que iam fazer!

  2. Francisco Alves Filho disse:

    Interessante, esqueceram do Ladrão Temer que compra outros ladrões com o dinheiro dos Tributos e ninguém fala.

    Além disso, 90% ainda o detesta. O sujo falando do mal lavado

  3. Val Lima disse:

    Muito oportuna atual decisão…. Porém, revejam a quem darão futuramente tal título.Tem cada "figura"recebendo esse tipo de honraria nas câmaras municipais…

  4. Ceará-Mundão disse:

    Seria realmente um absurdo. Ainda bem que voltaram atrás. Esse canalha já foi condenado em 1ª Instância e outras condenações virão por ai. É incompreensível que ainda tenha tantos fanáticos seguidores. Mas a coisa está mudando. Ocorreu caso semelhante na Universidade Federal da Paraíba. Esse sujeito ia ser homenageado mas houve reação enérgica de alguns professores ilustres daquela instituição e os petistas de lá acabaram desistindo do que seria uma grande desmoralização para a instituição. Algo precisa ser feito a respeito dessas universidades públicas, caríssimas e antros de fanáticos da esquerda purulenta. Elas que já foram sinônimo de excelência e vanguarda da defesa da democracia, hoje são palcos de cenas deprimentes de intolerância, defesa de bandidos e de exaltação de ditadores corruptos.

  5. Waldemir disse:

    Parabéns aos vereadores desta cidade lugar de ladrão e na cadeia e não como cidadão de Currais Novos

  6. Paulo Roberto disse:

    A falta do que fazer desses edis os leva a propostas sem o menor cabimento.Putz!

  7. bate ferro disse:

    É gópi

  8. Ana disse:

    Pessoal já sabem, faltam pouco mais de 15 dias, enterrem uns ovos p recepcionar o Ladrão Mor dos P Tralhas.

  9. IB disse:

    Quem precisa de titulos de câmaras municipais/estaduais para se promover políticamente é o Dorian que ta desesperado caindo nas pesquisas e preso a um partido fadado ao fracasso em 2018!!!! KKKKKKKK!

  10. Lula 2018 disse:

    Um povo que mais de 80 porcento são desonestos, ja praticaram algum tipo de desonestidade agora querem da lição de moral. Papagaios de piratas, vivem achando que são juízes e a todo tempo vivem reproduzindo o que a honesta mídia brasileira fala.
    Hipocrisia e tapioca vende nas esquinas pra acefalia brasileira.

    • Netto disse:

      Eu devo ser criminoso também porque rodei de dia com os faróis apagados e porque atrasei
      o pagamento de um imposto.

      Logo, sou igual a Lula. Relativismo picareta. A gente vê por aqui.

    • Afonso disse:

      É que vão dar ao Prefake Doria. Kkkk

    • Afonso disse:

      Vão perder a oportunidade única de sair na foto ao lado do maior e melhor presidente do Brasil.

  11. LOL disse:

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Cai o mito que lula é deus no nordeste. Acabou a farsa!

  12. sergio dias disse:

    O maior diploma desse cabra é de condenado, Então titulo de cidadão não vale.
    Currais Novos não merece ter esse desonesto, mentiroso, etc……. como curraisnovense.

  13. Ana disse:

    Bom senso e canja de galinha não faz mal a ninguém.

  14. Trautmann disse:

    Deixe Sua Risada nos comentários abaixo.

  15. LULADRÃO disse:

    Parabéns aos vereadores que não concordaram com esse absurdo que é conceder título de cidadão a um ladrão.

  16. Andre Bezerra Carreiro Neto disse:

    Poderia conceder a este senhor, a Delcídio, a Vaccari, a Fernandinho Beira Mar, a José Dirceu, ao ex goleiro Bruno, investigado por investigado, processado por processado e condenado por condenado estão todos no mesmo patamar jurídico, sem diferenciação. Isso é um desrespeito ao povo brasileiro e a comunidade universitária, chega de corrupção e impunidade.

  17. Natal disse:

    Esses Vereadores não tem o que fazer mesmo, conceder título de cidadão para um LADRÃO desse, vão trabalhar pela cidade que elegeu vocês seus sangue-sugas!!!!

Polícia Civil divulga lista de documentos recuperados pós Carnatal

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte divulga nesta segunda-feira (7) uma lista de documentos diversos que haviam sido roubados, furtados ou perdidos durante o Carnatal, entre os dias 3 e 6 de dezembro, e que foram recuperados pelas equipe policiais.

As vítimas que tiverem os nomes constando na lista divulgada devem se dirigir até a Delegacia do Cidadão (DECIDA), localizada no Shopping Via Direta, a partir de amanhã, terça-feira (8), a fim de reaver os documentos.

Governo vai lançar portal para cidadão monitorar programas sociais, diz ministra

O governo federal disponibilizará, em janeiro, um portal que vai permitir à população monitorar os programas sociais – é o mesmo instrumento usado pela presidenta Dilma Rousseff e pela Casa Civil para fiscalizar as ações. Segundo a chefe da Casa Civil, ministra Gleisi Hoffmann, dos cerca de 40 programas monitorados atualmente, com mapas referenciados, três estarão no portal a partir do próximo mês: Mais Médicos, Minha Casa, Minha Vida e Desastres Naturais.

“Queremos esses programas disponíveis agora em janeiro porque é importante a população nos ajudar a fiscalizar e acompanhar os programas”, disse Gleisi hoje (27), durante café da manhã oferecido aos jornalistas no Palácio do Planalto. A ministra ressaltou que muitos dados estão no Portal da Transparência e no Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), mas nem sempre de uma forma gerencial, que permita à população ajudar na fiscalização.

O sistema disponibilizado traz um mapa do país com pontos marcados em cada município onde os programas são executados e dá uma visão geral na qual o cidadão poderá selecionar um local para mais detalhamento. Segundo Gleisi, no Programa Mais Médicos, será possível obter o número de profissionais com nome e dados de cada um, bem como do tutor responsável, além de um mapa com a localização da unidade de saúde onde eles atendem. As informações são atualizadas a cada envio de profissionais.

No Minha Casa, Minha Vida, serão disponibilizados dados de todos os empreendimentos registrados, os nomes das construtoras, a data de início e término das obras e o número de unidades. O cidadão também poderá acessar fotos das obras.

De acordo com a ministra, o sistema com dados sobre desastres naturais ainda precisa ser mais bem estruturado porque muitos dados de estados e municípios que chegam desencontrados ao sistema. Quando [o sistema] estiver pronto, será uma ferramenta importante, sobretudo para a população das áreas atingidas. Gleisi disse que será possível saber quais obras estão sendo liberadas por município, quais já têm recursos e quais municípios foram mapeados para prevenção de riscos de deslizamento e enchentes.

Atualmente, 538 municípios do país estão mapeados e com pluviômetros instalados. A meta, até o fim de 2014, é que o número ultrapasse 800. Nas duas últimas semanas, as consequências das fortes chuvas nos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo resultaram em mais de 40 mortes e desalojamento de milhares de pessoas.

Agência Brasil

Advogados recebem título de cidadão natalense

A Câmara Municipal de Natal concedeu título de cidadão natalense a Maria do Socorro Pinto de Oliveira, Marcelo Gomes e Juan Diego de Leon, em solenidade realizada nesta quarta-feira (20), no plenário Érico Hackradt.

O propositor da homenagem, vereador Aquino Neto (PV), saudou os novos cidadãos natalenses. É com muita satisfação e alegria que prestamos homenagem a essas três pessoas, que são tão importantes para a nossa cidade”, destacou.

Maria do Socorro Pinto de Oliveira é natural de Itapipoca, no Ceará. Formada em Direito pela UFRN, atuou como assessora jurídica do Ministério da Aeronáutica e juíza das comarcas de São José do Campestre, Santana do Matos e Tangará. Desde 2008, atua no Juizado de Violência Doméstica Contra a Mulher.

Juan Diego de Leon nasceu em Florianópolis, Santa Catarina. Advogado, atua na defesa dos mutuários do Sistema Financeiro de Habitação.

Marcelo Gomes nasceu em Criciúma, Santa Catarina. Há sete anos atua na defesa dos mutuários do Sistema Financeiro de Habitação, divididos em dois anos de atuação no Estado de Santa Catarina e há cinco anos atuando no Rio Grande do Norte.

Vereador Franklin Capistrano recebe título de cidadão norte-rio-grandense

Foto: Moraes Neto

“Rio da minha vida, Rio Grande do Norte (…)”. Encerrando com versos seu discurso emocionado, o vereador Franklin Capistrano (PSB), o mais novo cidadão norte-rio-grandense, agradeceu a honraria do título concedido pela Assembleia Legislativa esta manhã (11), por iniciativa do deputado Hermano Morais (PMDB).

O vereador lembrou fatos marcantes de sua chegada ao Estado e fez agradecimentos especiais a todos os que colaboraram para sua inserção na vida da cidade. Fez menções a companheiros religiosos, como o Padre Vilela, que ficou conhecido por sua atuação em Candelária e pelo trabalho com os jovens. Familiares, amigos, a colega vereadora Júlia Arruda (PSB) e o monsenhor Lucas prestigiaram a solenidade.

A proposição do título foi conjunta com a deputada Márcia Maia (PSB) e endossada por todos os parlamentares. “Humilde, solidário por natureza, Franklin sempre adotou uma postura elogiável pelo comportamento ético exemplar. E com sua forte atuação junto às comunidades conquistou o respeito e a admiração da população natalense”, disse o deputado.

Em 18 anos de legislatura, o vereador foi autor de mais de 80 projetos de Lei e cerca de três mil requerimentos. Foi membro da Comissão de Direitos Humanos, e é o atual Presidente da Comissão de Saúde, Assistência Social e Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Natal, onde também preside a Frente Parlamentar em Defesa da Vida.

Cidadão em JP pensou que estava em Tambaba e saiu andando NU pelas ruas de Tambaú

Esta situação está no Portal www.araíba.com.br, pense numa autarquia….

Uma situação surpreendente foi registrada pelas lentes da ‘facebokeira’ Vania Oliver. As imagens mostram um homem (aparentando 40 anos de idade) caminhando tranquilamente pelas calçadas do bairro de Tambaú ‘da forma que veio ao mundo’: completamente nu.

Mesmo percebendo que estava sendo fotografado, o ‘peladão’ não esboçou o menor constrangimento e continuou a caminhar, como se agisse da forma mais natural possível.

As imagens postadas em sua pagina na rede social estão causando alvoroço entre seus seguidores e arrancando gargalhadas a quem acessa as fotos.

“Acho que o amigo deve ter confundido, Tambaú com Tambaba”, disse uma seguidora da já intitulada “paparazza de plantão”.

Confira as fotos

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Bem que podiam cobrir o rosto dele, não? É o mínimo de respeito que se pode ter, afinal ele deve ter algum distúrbio de ordem psicológica ou até psiquiátrica…

  2. Henrique Araujo disse:

    Que pena que não era uma gatinha BG

Centrais do Cidadão: Centrais do Caos

“Queremos oferecer à população um serviço de excelência nas Centrais do Cidadão”. A frase foi dita pelo atual titular da secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc), Fábio Hollanda, durante a cerimônia de posse no cargo no dia 12 do mês passado. O desejo do secretário ainda não virou realidade. Pelo contrário. O atendimento nas unidades da capital do Estado está precário e alguns serviços estão suspensos. Funcionários estão sem receber gratificações e uma das unidades, a do Praia Shopping, está fechada há nove meses. A Sejuc promete a reinauguração em abril e anunciou que irá reformar as demais unidades.

Frankie MarconeVia Direta: Quantidade de funcionários: 80. Média de atendimentos por dia: 4 mil.

O cenário é parecido nas quatro Centrais em funcionamento na capital. Salas superlotadas, poucos funcionários atrás dos balcões e pessoas esperando atendimento em pé. O desconforto é nítido na expressão facial tanto de funcionários como dos cidadãos. A espera para resolver algum problema pode demorar o dia todo. Ontem de manhã, na Central do Cidadão localizada no Via Direta, a mais antiga, centenas de pessoas aguardavam sua vez. A maioria buscava atendimento no guichê do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN).

Segundo o gerente do local, Auricélio Marques, o problema acontece por causa do fechamento da unidade do Praia Shopping. “Antes, recebíamos no máximo duas mil pessoas por dia. Depois que a unidade do Praia Shopping fechou, esse número dobrou e a quantidade de funcionários e nosso espaço continuou o mesmo”, relatou. Auricélio informou ainda que a demora maior é para a realização de psicotestes. Ontem, só havia vaga para o dia 23 de março. A situação irrita quem necessita do serviço. É o caso da farmacêutica Kátia Cabral. Ela tentava renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) mas, devido à falta de vaga para realizar de exames, terá que voltar outro dia. “Essa é a segunda vez que venho aqui. Pelo jeito, terei que voltar mais umas duas vezes. A gente perde muito tempo com essa situação”, disse.

De acordo com Auricélio, apenas dois médicos realizam 150 exames oculares por dia. Além da falta de profissionais e a alta demanda, o sistema de dados do Detran/RN é instável e as “quedas do sistema” são frequentes. “É bem inconstante esse sistema. Não temos culpa, mas é normal que o sistema caia”, disse Auricélio. A reportagem procurou representantes do Detran/RN para comentarem o assunto, mas ninguém atendeu as ligações.

Na Central do Cidadão do Alecrim, mais problemas. Estes são visíveis antes mesmo do natalense entrar no prédio localizado na avenida Coronel Estevam. Do lado de fora, paredes mofadas e sujeira. Um aviso está fixado na porta: “Está suspensa a marcação de novos psicotestes nesta Central”. Dentro do prédio, paredes com infiltração, móveis velhos e poucos funcionários. Assim como a unidade do Via Direta, no Alecrim o cidadão precisa de paciência para aguardar o atendimento. O guichê do Sistema Nacional de Emprego (Sine) é um dos mais procurados. Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) e Detran/RN também têm demanda alta. O gerente da unidade, Alcides Gurgel, também culpa o fechamento da Central do Cidadão do Praia Shopping pelo atendimento deficitário. “Como fechou lá, acabou aumentado a demanda daqui. A demora maior é no guichê do Itep e Sine”, disse.

Por volta de meio dia de ontem, o desempregado Luciano Lira aguardava atendimento no Sine. Ele contou que chegou ao local por volta das 8h30 e não fazia ideia de quando seria atendido. “Somos muito mal atendidos aqui. O problema começa na recepção. Os banheiros estão interditados e não tem nem água para beber. É um absurdo”, disse.

Perto dali, na Central do Cidadão do Centro, mais exemplos de falta de estrutura. A unidade localizada na avenida Rio Branco é uma das mais problemáticas. O elevador do local não funciona e a Consultoria Técnica de Vigilância Sanitária (Covisa) já interditou a unidade uma vez. Depois de uma pequena melhora, o local foi reaberto. Os banheiros estão interditados e os servidores se revezam na tarefa de limpar o espaço. “Se a gente não vestisse a camisa, estaria bem pior”, disse a servidora Marzira da Cunha.

Na zona Norte, a realidade é um pouco diferente das demais Centrais do Cidadão das zonas Sul e Leste. Com um amplo espaço disponível para atendimento e com uma demanda relativamente menor, o tempo dispensado em cada processo é mais curto. Mesmo assim, há reclamações e, assim como nas demais unidades, há agendamento para serviços do Detran/RN. “Os psicotestes estão sendo marcados para abril”, disse a gerente Marleide dos Santos.

Fonte: Tribuna do Norte

Presidente do TSE receberá hoje título de cidadão natalense

A Câmara Municipal de Natal realiza nesta terça-feira (20), às 16h30, no plenário Érico Hackradt, sessão solene para entregar o título de cidadão natalense ao Presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski. O titulo foi proposto pelos vereadores Fernando Lucena (PT) e Assis Oliveira (PR).

O evento faz parte das comemorações dos 400 anos do Poder Legislativo Municipal e na ocasião, Ricardo Lewandowski, receberá a comenda comemorativa dos 400 anos da CMN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Kedson disse:

    Quais foram mesmo os feitos do ministro Lewandovski (TSE) para Natal, que mereça um título de cidadão natalense?

Afrânio e Luciano Miranda recebem títulos de cidadãos Natalense

A Câmara Municipal de Natal concedeu título de cidadão natalense aos irmãos Afrânio e Luciano Miranda, diretores da empresa de informática Miranda Computação, na noite de ontem.

Os irmãos Afrânio e Luciano vieram muito novos de Taipu para Natal, estudaram, trabalharam e iniciaram um pequeno comércio que hoje é uma referência no ramo da informática.

Do Blog:

Tenho uma amizade de 30 anos com os Mirandas, à homenagem que o Vereador Raniere Barbosa fez entregando o titulo de cidadão a Luciano e Afrânio é mais do que merecida.

Povo decente, correto, trabalhador e honesto, vi a Miranda Computação nascer quando eles colocaram a primeira lojinha na Olinto Meira, no fundo da casa de seu Afrânio, era tipo uma dispensa com três prateleiras, dai partiram para a Salgado Filho e tantas outras que conhecemos hoje.

Meus companheiros de Diretoria de Genipatota, desse blogueiro vai essa pequena homenagem a essa família tão especial.

Parabéns Afrânio e Paulinho

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. André disse:

    Muito justa a homenagem!