Saúde

RN possui 254 casos confirmados de coronavírus, oito novos nas últimas 24 horas, além de 2430 suspeitos e 809 descartados; 8 óbitos

O Rio Grande do Norte possui 254 confirmados, 2.430 suspeitos em 135 municípios, 809 descartados e 8 óbitos confirmados para Covid-19. As informações são do Boletim Epidemiológico desta terça-feira(07). Oito novos casos nas últimas 24 horas.

O boletim epidemiológico no Rio Grande do Norte do dia anterior, essa segunda-feira(06), registrava 246 casos confirmados, 2.363 pacientes suspeitos, 774 descartados e 7 óbitos.

As cidades com casos confirmados do novo coronavírus são: Assú (8), Apodi (1), Areia Branca (1), Baía Formosa (1), Caraúbas (1), Carnaubais (1), Ceará-Mirim (3), Extremoz (5), Luís Gomes (1), Macaíba (2), Monte Alegre (1), Mossoró (63), Natal (116), Parnamirim (28), Passa e Fica (1), Santo Antônio (1), São Gonçalo do Amarante (11), São José de Mipibu (1), São Pedro (1), Taipu (1), Tenente Ananias (1), Tibau (1). Além destes, o Estado possui quatro confirmações de residentes em outras regiões do país, mas que foram atendidos no RN. ⠀

Os óbitos confirmados são de residentes em Mossoró (3), Natal (2), São Gonçalo do Amarante (1), Taipu (1) e Tenente Ananias (1). ⠀

Opinião dos leitores

  1. De dor de barriga morre mais gente do que desse vírus chinês. Enquanto isso, grande parte do comercio parado e o desemprego e as falências aumentando. Pense numa governadora irresponsável. Viva Bolsonaro.

  2. Em um dia normal, em Felipe Camarão e mãe Luíza juntos , só de morte de Tiro e facada ultrapassa 10 mortes por dia , querem polemizar ? Eu tenho mais medo de sair na rua de carro e ser assaltado ou morte de que morrer de coronavírus

  3. Essa situação vem sendo tratada muitos mais pela VISÃO MUNDIAL que diante de NOSSA REALIDADE. Olhando para os números temos:
    O RN tem 3.409.000 habitantes com 254 CONFIRMADOS correspondendo a 0,008%
    e 07 MORTES que temos 0,00020% do total da população.
    Em Natal 804.000 habitantes com 116 CONFIRMADOS correspondendo a 0,002%
    e 02 MORTES que temos 0,0002% do total na capital.
    Por esses números o ISOLAMENTO TOTAL e absoluto é realmente a medida certa???
    Inicialmente foram PROJETADAS pelos "especialistas" 5.571 MORTES no BRASIL até 06/04/2020 e na realidade temos 551 mortes, uma diferença de MENOS 5.020 mortes.
    Qual a razão do Ministro da Saúde, Mandetta, continuar NEGANDO a LIBERAÇÃO da HIDROXICLOROQUINA que vem sendo usada no mundo todo com mais de 90% de resultado positivo nos pacientes?
    Qual a razão desse vírus não ter deixado milhares de mortos em Pequim e Xangai?
    Para nossa reflexão, já que de acordo com parte da mídia, a situação vem sendo apresentada como caótica, fim do mundo, levando pânico a todos.

    1. Robson, boa tarde.
      Esses números de morte que vc coloca seriam no caso de não haver o distanciamento social. Mas ele, em certa medida, está ocorrendo o que levou a essa diminuição dos números. A razão da China não ter tido milhares de mortos é que lá o isolamento não é uma opção como aqui. Quem for pego na rua é punido. Dessa forma foi possível reduzir drasticamente o contágio.

    2. Vc falou tudo Alex M , esse número só não está maior devido ao isolamento social, uma recomendação da oms e de quem entende do assunto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Coronavírus: Brasil tem 12.056 casos confirmados e 553 mortes; nas últimas 24 horas, 67 óbitos

Pandemia de coronavírus : uso de máscaras é ampliado pela população. Em Copacabana, modelos de máscaras de todos os tipos. Foto de Gabriel de Paiva/ Agência O Globo Foto: Gabriel de Paiva / Agência O Globo

O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil subiu para 12.056 e o total de mortes chega a 553. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta segunda-feira. No último balanço do governo, no domingo, o total de infectados chegava a 11.130 e 486 mortes confirmadas.

Confira o número de casos e mortes por estado:
Casos

Região Norte

Acre – 50

Amazonas – 532

Amapá – 34

Pará – 102

Rondônia – 14

Roraima – 42

Tocantins – 17

Região Nordeste

Alagoas – 31

Bahia – 431

Ceará – 1013

Maranhão – 133

Paraíba – 35

Pernambuco – 223

Piauí – 23

Rio Grande do Norte – 246

Sergipe – 32

Região Sudeste

Espírito Santo – 194

Minas Gerais – 525

Rio de Janeiro – 1461

São Paulo – 4866

Região Centro-Oeste

Distrito Federal – 473

Goiás – 119

Mato Grosso do Sul – 66

Mato Grosso – 76

Região Sul

Paraná – 458

Rio Grande do Sul – 481

Santa Catarina – 379

Número de mortes

Região Norte

Acre – 0

Amazonas – 19

Amapá – 2

Pará – 3

Rondônia – 1

Roraima – 1

Tocantins – 0

Região Nordeste

Alagoas – 2

Bahia – 10

Ceará – 29

Maranhão – 2

Paraíba – 4

Pernambuco – 30

Piauí – 4

Rio Grande do Norte – 7

Sergipe – 4

Região Sudeste

Espírito Santo – 6

Minas Gerais – 9

Rio de Janeiro – 71

São Paulo – 304

Região Centro-Oeste

Distrito Federal – 10

Goiás – 5

Mato Grosso do Sul – 1

Mato Grosso – 1

Região Sul

Paraná – 11

Rio Grande do Sul – 7

Santa Catarina – 10

O Globo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil chega a 506 mortes e 11,5 mil infectados por coronavírus

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 13h30 desta segunda-feira (6), 11.518 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, com 506 mortes pela Covid-19. Pernambuco confirma a morte mais jovem pela doença, de um rapaz de 15 anos. Apenas dois estados ainda não registraram mortes: Acre e Tocantins.

O estado do Ceará confirmou nesta manhã que 34 municípios do estado têm casos confirmados da doença, e o número de infectados chegou a 976.

O Amazonas alcançou 16 mortes, a última delas de um homem de 71 anos. A Bahia confirmou a décima morte no estado. Em Minas Gerais subiu para nove o número de mortos pela doença.

Na noite de domingo (5), o Pará registrou mais casos e a terceira morte pela doença, uma mulher de 50 anos que morava em Belém. Não há informações se ela tinha doença preexistente.

Nesta manhã, o Mato Grosso do Sul e o Amapá confirmaram mais casos. Já o números de casos no Rio Grande do Sul saltou para 481. No Rio Grande do Norte são 246 casos confirmados.

Um boletim epidemiológico feito pelo Ministério da Saúde na sexta (3) diz que Distrito Federal, São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro e Amazonas podem estar na transição para uma fase de aceleração descontrolada da pandemia.

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde de domingo (5), aponta 11.130 casos confirmados e 486 mortes.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN possui 246 casos confirmados de coronavírus, 2363 suspeitos e 774 descartados; óbitos permanecem 7

O Rio Grande do Norte possui 246 casos confirmados, 2.363 pacientes suspeitos, 774 descartados e 7 óbitos confirmados. O boletim epidemiológico foi divulgado no fim da manhã desta segunda-feira(06), com informações até 21h desse domingo(05).

No boletim anterior, de 13h desse domingo(05), o estado registrava 242 casos confirmados da doença, com 2354 suspeitos e 675 descartados.

Opinião dos leitores

  1. Importantíssimo saber quantos estão hospitalizados nos hospitais públicos e privado, quantos em enfermaria e na UTI, importante saber para ter uma noção de como está a ocupação e a oferta de respiradores no estado.
    Concordo q deva informar TB o número de curados, quantos morreram e esperam o teste de confirmação, quantos testes estão sendo aplicados por dia no RN em quem está sendo aplicado. Boletim muito resumido não esclarece a população

  2. Porque não se pública o número de pessoas recuperada do corona ou todos casos confirmados vão morrer gostaria da saber o motivo da omissão.

    1. não se publica porque é uma conta muito simples e óbvia.
      qualquer pessoa com o mínimo de inteligência sabe que é só pegar o quantitativo de casos confirmados e subtrair o número total de óbitos.

      simples assim.

  3. De tri do previsível , apesar de termos muitas subnotificações. Arrochar o nó nó isolamento . Vai dar certo .

  4. Não vão ( GOVERNO) retirar o caso da idosa que testou negativo e colocaram, insanamente como positivo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Coronavírus faz 4ª vítima fatal no RN; casos confirmados são 176 e suspeitos são 2288

Foto: Reprodução/Instagram

O Rio Grande do Norte possui 176 casos confirmados. Destes, 171 são residentes em 15 cidades do Estado e cinco são de pessoas residentes em Fortaleza (2), Manaus (1), Recife (1) e Salvador (1), que foram atendidas no RN. ⠀

Ao todo, são 2.288 casos suspeitos, de 134 municípios do Estado e de outras regiões do Brasil (pessoas que receberam atendimento em serviços de saúde do RN), 465 casos descartados e quatro óbitos. O último, em Mossoró, que agora registra seu terceiro óbito. O outro foi registrado na capital potiguar.

VEJA MAIS: Dos quatro óbitos confirmados por coronavírus no RN, três foram em Mossoró e um em Natal; estado registrou 70 novos casos em boletim desta sexta

Opinião dos leitores

    1. Pense numa matemática boa. 4 corresponde a, aproximadamente, 2.27% de 176 e não 0,022%

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Casos de Covid-19 no mundo ultrapassam 1 milhão; mortos passam de 51 mil

Foto: CESAR MANSO / AFP

Após duplicarem em uma semana, os casos de Covid-19 no mundo ultrapassaram a marca de 1 milhão na tarde desta quinta-feira. Segundo o levantamento realizado pela AFP, já são mais de 1 milhão de infectados pela doença – destes, mais de 500 mil estão na Europa e mais de 217 mil nos Estados Unidos. O número de mortos já passa de 51 mil.

Desde que Wuhan, marco zero da pandemia, registrou seu primeiro caso em dezembro, foram necessários 67 dias para que o número de pessoas infectadas no mundo alcançasse 100 mil. Para que os casos chegassem a 200 mil, passaram-se apenas 11 dias. Seis dias adiante, em 24 de abril, já eram 400 mil diagnósticos. O número de infecções bateu a casa dos 500 mil há exatamente uma semana, no último dia 26.

No total, foram contabilizadas 51.364 mortes, das quais 37.709 na Europa. Com 13.915 mortos, a Itália é o país com mais vítimas fatais, seguida de Espanha (10.003), França (5.387) e Estados Unidos (5.316).

Frente à pandemia, cerca de metade da humanidade – algo em torno de 3,9 bilhões de pessoas em mais de 90 países – foi orientada ou obrigada a se isolar socialmente. Para mais de 2,7 bilhões em 49 países ou territórios, o confinamento é uma ordem. Na maioria dos casos, a população pode sair de casa apenas para trabalhar, comprar produtos básicos ou ir ao médico. Em ao menos outros 10 locais, entre eles o Brasil, há em vigor orientações para permanecer em casa. Em outros 26, há toques de recolher em ativa.

A velocidade de crescimento de novos casos, no entanto, mostra que as medidas não vêm sendo suficientes para conter a pandemia em boa parte dos países. As consequências socioeconômicas da crise de saúde crescem dia a dia: milhões de pessoas já perderam seus empregos, setores inteiros foram afetados e os mercados pelo mundo têm pela frente um panorama nada animador.

Mais de 20% das infecções no mundo estão concentradas em um único país, os Estados Unidos, onde o número de casos ultrapassa 217 mil, com mais de 5,1 mil mortes. O epicentro dos casos no país está no estado de Nova York que, sozinho, tem quase 84 mil pessoas infectadas, com mais de 1,9 mil mortes.

Após semanas de inatividade – o presidente Donald Trump chegou a dizer que a Covid-19 era “só uma gripe” – a Casa Branca foi forçada a aceitar a realidade frente a previsões de que, mesmo com medidas de distanciamento social bastante restritas, entre 100 mil e 240 mil americanos poderão morrer em razão da doença, mais do que nas guerras do Vietnã e da Coreia. Na última terça, com recomendações de distanciamento em vigor até ao menos o fim de abril, Trump reconheceu que a doença é “algo violento”.

500 mil casos na Europa

O epicentro da doença continua sendo o continente europeu que, sozinho, tem mais de 500 mil casos da doença. Até a quarta-feira, a Itália já registrava 110.574 casos da doença, com 13.155 mortes, mais que qualquer outro país do mundo. Em quarentena desde o dia 9 de março, o país já vê uma desaceleração das infecções em seu território: no dia 21/03, o país registrou recordes 6,5 mil novas infecções. Entre terça e quarta, os números mais recentes divulgados pela Defesa Civil do país, os casos novos se aproximavam de 4,8 mil. O isolamento daqueles que podem ficar em casa será mantido ao menos até o próximo dia 12.

Na Espanha, segundo país mais afetado do continente, já são 110.238 casos, com 10.003 mortes, segundo o balanço diário emitido pelo Ministério da Saúde nesta quinta. Em confinamento desde o dia 14 de março, os espanhóis também veem uma desaceleração dos casos em seu território desde o último dia 25. O número de mortes diárias, apesar dos aumentos absolutos, também vem reduzindo gradativamente.

Marco zero da doença, a China registra 82,4 mil casos, com 3.322 mortes. As medidas draconianas de isolamento, no entanto, parecem ter freado a doença no país, ao menos de acordo com os números oficiais. Nas últimas 24 horas, foram registrados apenas 35 novos casos de Covid-19 no país, todos eles importados. O país também começou a divulgar o número de pacientes assintomáticos da doença, que as pesquisas indicam ser vetores de contágio, apesar de menos contagiosos que aqueles com sintomas.

Conforme o berço da doença, Wuhan, reabre aos poucos e vê seu nível de emergência reduzir, o governo chinês vem impondo uma série de restrições para evitar um novo pico da doença catalisado por pessoas vindas do exterior. Entre elas, uma imensa restrição em voos internacionais e quarentenas obrigatórias para quem desembarca no país.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Fazendo o erro feito na Lombardia na Itália : subestimaram a capacidade do vírus infetar outros e os hospitais viraram uma mina pra o vírus infectando primeiro o pessoal pedido e enfermeiros que infectaram o hospital todo . Só ler a notícia de lá mas aqui ninguém lê……

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Novo coronavírus: 6.836 casos confirmados e 240 mortes no Brasil; 39 óbitos nas últimas 24 horas

O Ministério da Saúde atualizou no fim da tarde desta quarta-feira(01) para 6.836 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil e o registro de 240 mortes. Ontem, eram 5.717 casos e 201 óbitos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Coronavírus no RN: comparação de boletim de terça para esta quarta registra aumento de 10 casos; suspeitos diminuem 59

Em comparação ao boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira(1) com o dessa terça-feira(31 de março), o Rio Grande do Norte teve mais 10 casos confirmados de coronavírus – de 82 para 92. Quanto aos suspeitos, houve queda de 1836 para 1777 – 59 registros a menos.

Opinião dos leitores

  1. Preocupante … espero q não faça igual a China. Não fazem nem teste. Agente finge que acredita , que tem hospital e está tudo bem e depois vem a realidade . Deus tenha misericórdia do ?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Casos confirmados de coronavírus no RN sobem para 92; suspeitos são 1777, descartados 416 e dois óbitos

Foto: Reprodução

O Rio Grande do Norte passa a ter 92 casos de pessoas com o novo coronavírus em 14 cidades do Estado. Há ainda dois casos confirmados de pessoas residentes, respectivamente, na cidade de Recife e de Fortaleza, que foram atendidas no RN.

Ao todo, são 1.777 casos suspeitos, em 121 cidades, 416 casos descartados e dois óbitos.

Comparado ao último boletim oficial no estado, nessa terça-feira(31) de março, o aumento de casos confirmados passou de 82 para 92.

O boletim epidemiológico na íntegra, com os dados atualizados, está disponível no site saude.rn.gov.br ?Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid-19 em Natal: dos 47 positivos até essa terça, 4 estão internados, 29 em quarentena e 14 liberados

Dos 47 casos confirmados do Covid-19, até essa terça-feira (31 de março), em Natal, quatro estão em internação, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS-Natal), que computa a liberação do isolamento de 14 pacientes.

“De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde um paciente sintomático deve permanecer em quarentena de 14 dias, sendo liberado, se não apresentar mais nenhum sintoma, ou, se apresentar qualquer tipo de sintoma, o mesmo deve continuar em quarentena, só sendo liberado após 48 horas sem sentir nenhum dos sintomas”, esclarece Juliana Araújo, diretora do Departamento de Vigilância da SMS-Natal.

A capital potiguar ainda registra 29 pacientes apresentando sintomas leves e cumprindo quarentena domiciliar. Para melhor atendimento do público, e evitar aglomerações, a SMS-Natal estendeu o horário de funcionamento de oito Unidades Básicas de Saúde (UBS), eles estão com equipes para atender os casos leves de Covid-19.

“O paciente deve procurar uma UBS quando sentir tosse seca, febre, dor de garganta e coriza. E procurar uma UPA se, além dos sintomas citados, o paciente apresentar dificuldade para respirar”, avisa George Antunes, secretário municipal de Saúde de Natal.

Confira os endereços das UBS que estarão com horário estendido:

DISTRITO SANITÁRIO NORTE II – DAS 7H ÀS 19H

UBS PANATIS – Rua Milton Servita Brito, nº 994 – POTENGI –

VALE DOURADO – Rua irmã Vitória, 706 N. Srª. DA APRESENTAÇÃO

DISTRITO SANITÁRIO LESTE – DAS 8H ÀS 20H

UBS SÃO JOÃO – Av. Romualdo Galvão, nº891 – TIROL

UBS BRASÍLIA TEIMOSA – R. Miramar, nº32 – PRAIA DO MEIO

DISTRITO SANITÁRIO OESTE – DAS 8H ÀS 20H

UBS FELIPE CAMARÃO II – R. Santa Cristina, s/nº – FELIPE CAMARÃO

UBS BOM PASTOR – R. Augusto Calheiros, nº01 BOM PASTOR

DISTRITO SANITÁRIO SUL – DAS 7H ÀS 19H

UBS NOVA DESCOBERTA – AV. XAVIER DA SILVEIRA NOVA DESCOBERTA

UBS ROSANGELA LIMA RUA SANTA BEATRIZ, 11, PLANALTO

Opinião dos leitores

  1. Deve ser o fim do mundo mesmo. Vejam que números absurdos, uma pandemia.
    Temos quantas mortes por assassinatos?
    Temos quantas mortes por câncer?
    Temos quantas mortes por AIDS?
    Temos quantas mortes por pneumonia?
    Em quanto é o erro do número de mortos nas projeções dos institutos que correram para mídia fazer a divulgação? Segundo os especialistas que projetaram os números, até o dia de hoje, deveriam ter perto de 2.000 mortos no Brasil. Temos quantos?
    Mas o que importa é ficarmos isolados até gerar desemprego generalizado e desabastecimento, aí sim, o isolamento fica mais que justificado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Boletim atualizado- casos de coronavírus no RN: 82 confirmados, 1836 suspeitos e 405 descartados e 01 óbito

Sesap divulga novos números da Covid-19 nesta terça-feira (31)

Com o propósito de manter a transparência na divulgação dos dados referentes aos casos do novo coronavírus no Rio Grande do Norte, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apresenta um painel geral do número de notificados de Covid-19 (até às 9h do dia 31 de março): 1836 casos suspeitos | 405 descartados | 82 confirmados | 1 óbito.

Os casos confirmados dividem-se da seguinte maneira: Natal (42), Mossoró (17), Parnamirim (10), Assú (1), Apodi (1), Caicó (1), Carnaubais (1), Luís Gomes (1), Macaíba (1), Monte Alegre (1), Passa e Fica (1), São Gonçalo do Amarante (2), São José de Mipibu (1), Tibau (1).

Há ainda dois casos confirmados de pessoas residentes, respectivamente, na cidade de Recife e de Fortaleza, que foram atendidas no RN. A Sesap informa que, devido a transição para o novo sistema de notificação liberado pelo Ministério da Saúde, o Boletim Epidemiológico com o descritivo dos casos será divulgado apenas nesta quarta-feira (1º).

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil tem 159 mortes e 4.579 casos confirmados de coronavírus, informa Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (30) o mais recente balanço nacional sobre os casos de Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Os principais dados são:

159 mortes

4579 casos confirmados

3,5% é a taxa de letalidade

Sudeste tem 2.507 casos, 55% do total

São Paulo tem 1.451 casos

No levantamento anterior, divulgado no domingo (29), o Brasil tinha 136 mortes e 4.256 casos confirmados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. São 23 óbitos nas últimas 24 horas.

G1

Opinião dos leitores

  1. Só um dado que geralmente não é divulgado e as pessoas não vão atrás: no Brasil morrem pouco mais de 3500 pessoas por dia, não eh por mês, eh por dia mesmo. Podem buscar a informação. Portanto, logicamente ninguém gosta de falar em mortes, mas quando comparado um ao lado do outro, números podem ter outras conotações.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Casos suspeitos de coronavírus são registrados em 88 cidades do RN; veja lista

Foto: Reprodução

Divulgado nesta segunda-feira(30), o novo boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, aponta que 88 municípios do Rio Grande do Norte tem casos suspeitos de Covid-19. Conforme noticiado neste blog, no total, são 77 casos confirmados no estado até o momento:: Natal (36), Mossoró (16), Parnamirim (10), Assú (1), Apodi (1), Caicó (2), Carnaubais (1), Luís Gomes (1), Macaíba (1), Monte Alegre (1), Passa e Fica (1), São Gonçalo do Amarante (2), São José de Mipibu (1), Tibau (1).

Veja outros municípios:

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Esqueceram o RN, fazem 15 dias que estão com resultados de exames da covid inconclusos, e não saem, por favor governadora, COMECE A TRABALHAR!

  2. Não há testes suficientes. Nestas cidades onde tem apenas uma pessoa contaminada os números estão devasados. Numa casa normalmente moram pelo menos 4 pessoas…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN passa a ter 77 casos confirmados do novo coronavírus; 1494 suspeitos e 379 descartados

De acordo com o boletim epidemiológico emitido nesta segunda-feira, 30, o Rio Grande do Norte passa a ter 77 casos de pessoas com o novo coronavírus. As cidades com casos confirmados são Natal (36), Mossoró (16), Parnamirim (10), Assú (1), Apodi (1), Caicó (2), Carnaubais (1), Luís Gomes (1), Macaíba (1), Monte Alegre (1), Passa e Fica (1), São Gonçalo do Amarante (2), São José de Mipibu (1), Tibau (1).

Há ainda dois casos confirmados de pessoas residente, respectivamente, na cidade de Recife e de Fortaleza, que foram atendidas no RN.

O boletim epidemiológico na íntegra, com os dados atualizados, está disponível no site saude.rn.gov.br

Lembre-se: higienize as mãos sempre que necessário com água e sabão ou álcool em gel.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Coronavírus no RN: sobe para 28 número de casos confirmados; suspeitos são 1176

Foto: Reprodução/Instagram

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) atualizou mais nove novos casos da Covid-19 na tarde desta sexta-feira (27),  registrando neste momento, no Rio Grande do Norte, 28 pacientes infectados pelo novo coronavírus. São 19 em Natal, quatro em Parnamirim e cinco em Mossoró.

No último boletim epidemiológico, nessa quinta-feira(26), os casos confirmados eram 19.

O boletim epidemiológico desta sexta-feira(27) ainda informa que foram descartados 282 casos e atualizados como suspeitos, 1176, sendo 30 de pessoas residentes em outras regiões do país

Opinião dos leitores

  1. Vamos deixar de hipocrisia. Todos são a favor do isolamento, desde que o supermercado funcione, os entregadores de compras, de pizza, idem. Porteiros e agentes de segurança não podem parar de jeito nenhum. Farmácias, ônibus, bancos, etc… Igrejas, loterias, tenho minhas dúvidas. A comida tem que chegar… De repente a classe média sente as mesmas ameaças que os pobres sempre sentiram, diariamente. E ao fundo um presidente que se faz de doido e a oposição, apeada do poder por excesso de desonestidade e há muito tempo sem o que dizer, que enxergou uma pauta, dada de bandeja pelo doido. O que interessa agora é o capital político para as eleições de daqui a pouco. Estamos perdidos.

  2. Esses dados de “suspeitos” eu acho totalmente desnecessário se mais de 70% dos contaminados são assintomáticos esses dados de suspeitos é muito irrelevantes

  3. Sr Francisco não sou Bolsonaro nem nenhum desses ladrões vestidos de políticos, quanto maior a distância melhor, só para desmistificar essa fala do presidente, em tempos de colera (Ciro Gomes) e H1N1 ( nove dedos) fizeram o mesmo discurso, e sabemos o que aconteceu naquela época. Os áudios dos dois não deixam margens para FAKE, qual o motivo desse frenesi agora? Querem ressuscitar um defunto condenado em duas instâncias? Ou é mera gabolice?

  4. Respeito todos. Entretanto, ficar chingando o Presidente pelo fato de chamar o possível efeito do Coronavirus de "gripezinha";é reduzir o debate e priorizar questão semântica. Importantes são as ações, não o modo peculiar de alguém se expressar.

  5. A quantidade ainda é pouca, pelo fato de poucos testes. Quando começarem os testes em massa, teremos uma real noção do perigo.

  6. torço que o presidente esteja correto no que ele tá fazendo, pois se der errado vai ser um problema grande e será que ele vai mudar de conversar se der zebra.

    1. Vc ainda tem dúvidas quanto à isto, ele sempre pede desculpas pelas besteiras que faz.

    2. Esse vírus só vai ser parado com os remédios! ficar em casa acuado com medo, o máximo que consegue é atrasar a sua chegada! quando as pessoas começarem a ser medicadas e automaticamente não repassar o vírus aí ele cai do "x" para o 0.
      não tem governo no mundo derrote ele sem atacá-lo por dentro.
      vejam por exemplo os estados unidos.
      COVID19 é um inimigo mortal.

  7. Acabou a entrevista da governadora e a mesma coisa, falou nada com nada e retardando os resultados . A UFRN faz teste e a secretaria faz ré teste …

  8. a governadora está em casa…. e os hospitais pros pobres caso precise, já que a curva vai aumentar os casos… misericórdia … ??‍♀️ Falou em 150 UTI …. queremos ação , hospital de campanha leitos …. e não politicagem

    1. Seu presidente que mandou todo mundo ir pra rua e voltar a circular, vá pra rua pq a governadora toma atitudes melhores que seu presidente

    2. A entrevista dela agora a pouco foi mais parecido com um comício! Não se enganem , a maioria dos políticos está de demagogia em cima da epidemia. Fazendo discurso político puro!

    3. Não é só uma gripezinha, Silva?
      O MIto não disse que tudo não passava de uma fantasia?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com 2.000 casos em 6 dias, país soma 3.027 doentes com Covid-19

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 10h53 de sexta-feira (27), 3.027 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil com 77 mortos, 58 deles em São Paulo, de acordo com a secretaria de Saúde do estado.

estado de Minas Gerais divulgou nesta manhã que alcançou 189 casos no estado. Paraíba atualizou o número de casos para nove na manhã de sexta-feira. Já Porto Alegre teve sua segunda morte provocada pela doença, mas ela ainda não foi contabilizada pelo governo local.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias ( de 21 a 27 de março).

O Ministério da Saúde atualizou seus números na tarde de quinta-feira (26), informando que o Brasil registra 2.915 casos confirmados do novo coronavírus e que já foram registradas 77 mortes – os dados ainda não foram atualizados por todas as secretarias de saúde estaduais.

Com informações do G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *