Natal tem 513 pacientes recuperados da Covid-19

Em Natal, dos 1.421 casos positivos, 94 estão internados, 50 evoluíram para óbitos, 764 estão em quarentena domiciliar e 513 pacientes estão recuperados.

De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, um paciente sintomático deve permanecer em quarentena por 14 dias. Após esse período, o isolamento pode ser interrompido se não apresentar mais nenhum sintoma.

“Se o paciente permanecer sintomático, deve manter o isolamento até 72h após os sintomas desaparecerem”, esclarece Juliana Araújo, diretora do Departamento de Vigilância da SMS-NATAL.

FOTOS: Prefeitura de Parnamirim inicia fiscalização para verificar cumprimento de normas em combate ao COVID-19

Fotos: Ney Douglas

Com o intuito de cumprir as novas determinações de segurança estabelecidas pelos órgãos de saúde, com relação à propagação do novo coronavírus, a Prefeitura de Parnamirim, por meio da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana (SESDEM), realizou na manhã desta quinta-feira (21) uma blitz fiscalizatória em todos os ônibus que circularam pela BR 101. A ação contou com a parceria da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar (CPRE).

O município vem tomando todas as medidas necessárias, não só para atender aos casos suspeitos e confirmados mas, principalmente, para prevenir o contágio do vírus e, por isso, está investindo fortemente nas ações de prevenção. Segundo o coordenador de transportes da SESDEM, Herbert dos Santos, a iniciativa de hoje surgiu em virtude da necessidade de cumprimento do Decreto nº 6.236 de 29 de abril de 2020, que estabelece o uso obrigatório de máscara. Os agentes também estarão atentos com relação à nova capacidade permitida, ou seja, o número ideal de passageiros, para evitar aglomeração, com base no decreto Estadual.

De acordo com ele, a Prefeitura não está medindo esforços para orientar a população com medidas como a ação de hoje, que é predominantemente educativa. “É preciso conscientizar. Não estamos aqui para punir. Nosso esforço é para minimizar e conter o dano causado pelo vírus”, afirmou.

A ação, que teve início às 7h, foi concentrada no Km 103, em frente ao posto Dudu, e funcionará ao longo de toda a manhã. Foram inspecionados todos os interbairros (linhas 1,2,3,4 e 5) e intermunicipal, uma média de quatro ônibus a cada 10 minutos. Estavam presentes a Guarda Municipal, agentes e fiscais de trânsito, Defesa Civil e a brigada pré militar, prestando serviço voluntário.

O representante da Polícia Rodoviária Federal no local, Olinto Neto, informou que o cenário é preocupante, mas o saldo é positivo. “As pessoas estão mais atentas. Estão fazendo o uso da máscara, higienização e mantendo o afastamento. Até o momento, somente um ônibus passou com excesso de passageiro e foi advertido”, disse.

De acordo com Olinto, mesmo com a situação do vírus, que é prioridade, os agentes não podem fechar os olhos para as normas de trânsito, também fundamentais para a segurança da população. “Estamos aproveitando o momento para verificar a documentação e o estado de conservação do veículo, bem como a situação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O policial salientou que condutores com a CNH vencida a partir de 19 de fevereiro não serão penalizados, em virtude da deliberação nº 185 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que prorrogou o prazo da renovação como consequência da pandemia.

Francisco Sales, motorista há dez anos, vê a iniciativa como muito importante. “Não me importo em parar na blitz. Eu preciso trabalhar, mas quero trabalhar com segurança. Não quero correr risco e precisamos de orientação”, afirmou o condutor da linha 1.

Questionado sobre um possível transtorno com relação ao horário, o passageiro João Batista, que trabalha em Emaús, disse que a ação é necessária. “Muita gente está achando que é brincadeira. Mas não é. É real. Tem que fiscalizar mesmo”, disse ele.

Vale ressaltar que os diversos agentes conduziram os trabalhos com agilidade para evitar engarrafamento. Foram distribuídas máscaras no local e repassados todos os cuidados corretos na higienização das mãos e do veículo.

Nova York tem queda brusca de mortes, internações e casos de covid-19

Times Square esvaziada em Nova York, nos EUA, durante a pandemia de coronavírus. Imagem: Lev Radin/Pacific Press/LightRocket via Getty Images

O estado de Nova York vem conseguindo manter o patamar diário de mortes por Covid-19.

De ontem para hoje, 105 pessoas morreram infectadas pelo novo coronavírus no estado — no dia anterior, foram 112. De segunda para terça-feira, também 105.

Nas últimas 24 horas, foram 78 mortes em hospitais e 27 em casas de repouso para idosos.

Os índices continuam bem abaixo do pico da epidemia no estado americano, registrado em meados de abril (700 a 800 mortes diárias, em média).

As hospitalizações, internações em UTI e novos casos da doença permanecem caindo diariamente.

Segundo o governo de Nova York, o total de mortes por Covid-19 no estado é de 28,8 mil.

O Antagonista

Sistema carcerário registra 22 óbitos por covid-19 em São Paulo; dez agentes penitenciários e 12 internos

Foto: Márcio Neves/R7

O sistema prisional do estado de São Paulo registrou 22 mortes por covid-19, sendo dez agentes penitenciários e 12 internos, desde o início da pandemia. Foram confirmados 30 casos entre os presos e 54 casos entre os servidores. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

De acordo com a secretaria, os internos com suspeita de covid-19 são isolados e, quando considerados casos confirmados, mantidos na enfermaria durante o período de tratamento. Os agentes penitenciários são afastados do trabalho.

A secretaria informou ainda que as unidades prisionais passaram a exigir o uso de máscaras de proteção reutilizáveis, além de suspender atividades coletivas, alternar horários de alimentação no refeitório, intensificar a limpeza das áreas e restringir a entrada de pessoas. Outra medida adotada foi a distribuição de produtos de higiene como álcool em gel e sabonete.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nildo disse:

    Pouco em relação as pessoas de bem que já morreram

Espanha tem menor número de mortes desde março; quinto dia seguido abaixo de 100 óbitos

Foto: Ilustrativa

A Espanha registrou, nas últimas 24 horas, o menor aumento diário de mortes causadas pela Covid-19 em mais de dois meses, desde o início de março.

De ontem para hoje, 48 pessoas morreram infectadas pelo novo coronavírus no país. No dia anterior, foram 95.

É o quinto dia seguido em que o número de mortes fica abaixo de 100.

Também foram notificados 344 casos da doença, elevando o total de infecções para 233.037 — segundo o site Worldometers, no entanto, esse número já passa dos 279 mil.

Até o momento, segundo o governo espanhol, 27.940 pessoas morreram de Covid-19 no país.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano bugueiro disse:

    A Espanha tem governantes sérios, lá fizeram o verdadeiro Lockdown.

  2. Ana paula disse:

    E aqui só aumenta.😱

RN registra casos de Covid-19 em 128 municípios

A coletiva desta quarta-feira(21), a Secretaria de Estado e Saúde Pública, com mais um boletim epidemiológico com os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, informa que há registro de confirmações da doença em 128 municípios potiguares.

O Rio Grande do Norte registra 264 novos casos de coronavírus, em um total de 4.060, com mais de 12 mil suspeitos, 9.117 descartados e 178 mortes; 08 óbitos confirmados nas últimas 24 horas.

RN tem 40 óbitos sob investigação e taxa de isolamento de apenas 40%, informa Sesap

Na coletiva desta quinta-feira(21), a Secretaria de Estado e Saúde Pública divulgou mais um boletim epidemiológico com os números do coronavírus no Rio Grande do Norte.

O Rio Grande do Norte registra 264 novos casos de coronavírus, em um total de 4.060, com mais de 12 mil suspeitos, 9.117 descartados e 178 mortes. Nas últimas 24 horas, 08 óbitos confirmados. Sob investigação estão 40 mortes.

A taxa de isolamento, de acordo com levantamento feito nessa quarta-feira(20) é de apenas 40% – distante dos 60% – números considerados ideias para a diminuição de casos.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Severino disse:

    O cientista Zé Nilton acha que amontoar todo o mundo dentro de casa é a solução…

  2. Antonio Turci disse:

    Aprovo sua sugestão, Sr. Ricardo. Abertura geral e irrestrita seguida de rigor quanto as orientações e cuidados determinados pelos órgãos de Saúde.

  3. Chicó disse:

    A Sesap deveria prestar conta dos recursos enviados pelo governo federal. Ficar contando contaminados e mortos até uma mula sabe !

  4. Ricardo disse:

    Faz semanas que o nível de isolamento ronda esse percentual e nem por isso houve uma explosão de casos. Libera tudo com as medidas de higiene.

    • Sergio disse:

      Já sei que vc não é do grupo de risco…

    • José Nilton da Silva disse:

      Mais dois cientistas na praça. O Beasil teve 4 mil novos casos do Covid de terça pra quarta, aí me vem esses dois senhores comnuma sugestão dessas. É demais.

    • Ricardo disse:

      A validade intrínseca de um argumento independe das características do. argumentador.

    • Ricardo disse:

      Se vc é, Sérgio, e acha mesmo que não há como se proteger fora de casa, se isole. Livre-arbítrio. Só não queira impor. Conbinado?

    • Ricardo disse:

      Maldito teclado…m

    • Ricardo disse:

      Tem que coMbinar com o vírus.

    • quem disse:

      Ricardo, o Brasil já é o terceiro em número de casos… ah, já sei, você quer que fiquemos em primeiro? uma tragédia e vergonha mundial? Imagine o cenário catastrófico sem medidas de isolamento? Eu continuo acreditando nos números da OMS, e nas recomendações de cientistas, quer que morra todo mundo? E tem mais, o vírus não é comunista, ele não escolhe quem vai morrer, inclusive aqueles que acham que não estão no grupo de risco, sabe porque?? quando o sistema particular estiver colapsado tb, vai morrer gente até com apendicite, independente de ter convenio médico.

    • Ricardo disse:

      O dado mais importante é o número de mortes por milhão. Nisso o Brasil tá relativamente bem. Número absoluto não faz muito sentido, dado o número de habitantes. Eu quero que morrra o menor número de pessoas. Se possíveol, mais ninguém, mas na sua cabecinha, quem quer o isolamento vertical é genocida. Isso é um emprobrecimento da discussãso. Eu não acredio na OMS, se é esse o ponto. Disse, por exemplo, que o vírus não tinha transmissão entre humanos.

Covid-19: RN registra 395 pacientes internados em redes públicas e privadas

Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap, em coletiva no fim da manhã desta quinta-feira (21), informou o número de internados no Rio Grande do Norte, em tratamento da Covid-19.

A atualização aponta 395 pacientes, entre acompanhamento clínico ou estado crítico, nas redes públicas e privadas.

O Rio Grande do Norte registra 264 novos casos de coronavírus, em um total de 4.060, com mais de 12 mil suspeitos, 9.117 descartados e 178 mortes. Nas últimas 24 horas, 08 óbitos confirmados. Sob investigação estão 40 mortes.

VÍDEOS: Hospital de Campanha de Natal tem 2ª e 3ª altas de pacientes recuperados da Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) informa que na noite dessa quarta-feira (20) o Hospital Municipal de Campanha deu alta ao segundo e terceiro pacientes recuperados da Covid-19. Um homem, de 65 anos, hipertenso, admitido em 18 de maio; e uma mulher, de 58 anos, também admitida em 18 de maio de 2020.

COVID-19: Conselho Regional de Medicina do RN condiciona uso de medicamentos às recomendações e consentimento do paciente

Foto: Reprodução

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (CREMERN) divulga as Recomendações nº 04/2020 no qual estabelece critérios e condições para a prescrição de medicamentos em pacientes com diagnóstico confirmado de COVID-19. O documento foi elaborado após sessão plenária realizada na última segunda-feira (18).

“O CREMERN esclarece diante mão que a Câmara Técnica de enfrentamento à COVID-19 e os Conselheiros estão cientes da falta de evidências científicas robustas para o tratamento dessa enfermidade. No presente momento, o descompasso entre os efeitos da pandemia e as respostas da ciência exigem um olhar diferenciado sobre essas observações”, destaca comunicado.

Confira o documento completo com todas as recomendações para os MÉDICOS.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Guilherme disse:

    Agora vão jogar a responsabilidade nos pacientes.

  2. Mattos disse:

    Conhecereis a verdade, mas aí ja vai ser tarde.

  3. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Homi deixem de mimimi e admitam que Bolsonaro tá certo. Pq tanto arrudeio, o povo já sabe. Mais uma vez a verdade resiste e vence. Conhecêreis a verdade e ela vos liberará.

    • cidadao disse:

      Verdade, o mundo inteiro está errado, so bolsonaro é quem ta certo, uma sumidade em tudo, sobretudo em livrar os filhos da PF. kkkkk

Covid-19: RN registra 393 pessoas internadas; situação dos leitos tem a região Oeste como a mais grave, com 97% de ocupação

Na coletiva desta quarta-feira(20), a Secretaria de Estado e Saúde Pública divulgou mais um boletim epidemiológico com os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, e atualizou a situação dos leitos.

Neste momento, 393 pessoas estão internadas, entre casos confirmado e suspeitos, em enfermarias ou UTIS, nas redes públicas e privadas.

Quanto a situação dos leitos, a Sesap informa que a região Oeste tem 97% de ocupação, seguida da região metropolitana de Natal(88%), o Alto Oeste, em Pau dos Ferros(75%) e o Seridó(72%).

O Rio Grande do Norte registra 313 novos casos de coronavírus, no total de 3.796, com 11.781 suspeitos, 8.474 descartados e 170 mortes. Óbitos confirmados nas últimas 24 horas somam 10. Sob investigação são 50 mortes.

 

RN tem 50 óbitos sob investigação e taxa de isolamento de apenas 41%, informa Sesap

Na coletiva desta quarta-feira(20), a Secretaria de Estado e Saúde Pública divulgou mais um boletim epidemiológico com os números do coronavírus no Rio Grande do Norte.

O Rio Grande do Norte registra 313 novos casos de coronavírus, no total de 3.796, com 11.781 suspeitos, 8.474 descartados e 170 mortes. Óbitos confirmados nas últimas 24 horas somam 10. Sob investigação são 50 mortes.

Ainda na coletiva, destacou a taxa de isolamento no Estado, de acordo com levantamento nessa terça-feira(19), em 41%, ainda distante dos 60% – números considerados ideias para a diminuição de casos.

“Se a gente não conseguir aumentar essa taxa de isolamento, todos os esforços, em muito pouco tempo, serão em vão”, disse o médico Petrônio Spinelli, secretário adjunto da Sesap.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Essas medidas do governo do estado são insustentáveis, não demora muito e ninguém mais vai cumprir. Ela só tem 2 opções: começa a liberar ou fazet papel de ridícula. Que é o mais apropriado pra essa criatura do apocalipse.

  2. Zanoni disse:

    Hoje, na Praia de Ponta Negra, várias pessoas sem máscaras e lojas de roupas abertas.

Brasileiros investigam células-tronco como tratamento para Covid-19

Pesquisa desenvolvida em Curitiba aponta células-tronco mesenquimais como possível tratamento de Covid-19 (Foto: Divulgação)

Enquanto a pandemia causada pelo novo coronavírus atinge cada vez mais pessoas, a ciência vai em busca de uma vacina ou tratamento para a Covid-19. É o que estão fazendo pesquisadores de diversos países, incluindo o Brasil. Na Universidade Positivo, em Curitiba, cientistas investigam o poder de células-tronco mesenquimais em tratar casos graves da infecção causada pelo Sars-CoV-2.

O projeto, desenvolvido pelo Centro de Processamento Celular (CPC) da empresa Curityba Biotech, reforça as múltiplas potencialidades do uso dessas células: elas têm a capacidade de reequilibrar as respostas imunológicas do organismo, além de possuir propriedades regenertivas. Elas também são capazes de promover a formação de novos vasos sanguíneos, o que é importante considerando que o vírus pode entupir veias, impedindo o fluxo de sangue pelo corpo.

“O Sars-CoV-2 induz a produção de uma tempestade de substâncias chamadas citocinas. Essas citocinas podem prejudicar órgãos vitais e levar a danos irreversíveis, principalmente aos pulmões”, explica Moira Leão, doutora em implantodontia e diretora administrativa da Curityba Biotech, a GALILEU. “Mas as células-tronco podem neutralizar esse efeito, atuando como um medicamento biológico, adaptando-se às necessidades do paciente”, explica.

Os cientistas acreditam que a terapia celular pode ser uma saída para quem atingiu a síndrome respiratória aguda grave, já que as substâncias anti-inflamatórias das células-tronco podem substituir as células afetadas pela doença e produzir células fortes, que são atraídas para o local afetado, auxiliando no reparo das lesões. “No caso da Covid-19, há fortes indícios de que as células-tronco podem recuperar até os alvéolos pulmonares”, afirma João Zielak, doutor em processos biotecnológicos e professor pesquisador da Universidade Positivo.

As células-tronco mesenquimais são encontradas em grande quantidade no tecido bucal, pois essa é a parte do corpo que se regenera mais rápido. Os pesquisadores pretendem extrair esse tipo de célula de dentes do siso de doadores saudáveis; após esse processo, elas multiplicadas em laboratório. Por fim, serão misturaras ao plasma sanguíneo e aplicadas de forma intravenosa em pacientes infectados pelo novo coronavírus.

A pesquisa ainda está em fase de captação de recursos para realizar os primeiros testes, mas já foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP). O orçamento de R$ 2 milhões compreende a inclusão de 30 pacientes que apresentam a síndrome aguda respiratória grave e será encaminhado para aprovação da Anvisa.

“Acreditamos na viabilidade desse estudo, pois os resultados parecem ser muito promissores. Esse é um momento em que é preciso trabalhar com a saúde complementar, já que esse tipo de terapia pode dar esperanças para diversos problemas que os remédios comuns ainda não curam”, conclui Zielak.

Galileu

Fátima detalha recursos para enfrentamento à Covid-19 no RN

Foto: Reprodução/Facebook

A governadora Fátima Bezerra(PT), através de sua equipe de comunicação, publicou, no Facebook, o detalhamento do Fundo Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte para o enfrentamento à Covid-19. Conforme reprodução, diz que conta, atualmente, com R$ 128 milhões. Desses, R$ 69,1 milhões são de Recursos Federais, R$ 52,5 milhões Orçamento Estadual, R$ 6,6 milhões oriundos de doações do MPT, Tribunais Regionais Federais, Pessoas Físicas e Jurídicas.

“Até o momento, o Governo do Rio Grande do Norte investiu R$ 89 milhões na área da saúde para o combate à pandemia. Desse total, R$ 44,2 milhões são de recursos estaduais, R$ 42 milhões federal e R$ 2,8 vindos de doações”, diz trecho.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cruz JR disse:

    Transparência:
    Quais os hospitais privados
    e os valores.
    Quais são os CNPJ dos prestadores de serviços a saúde?
    Na cidade Natal,Mossoró,Caicó quem são os prestadores de serviço privados?
    Existem hospitais filantrópicos vendendo serviços para o estado?

  2. Paulão disse:

    Papel cabe tudo, na prática não se vê, cadê o dinheiro que estava aqui??
    Fora Fátima!!

  3. Assis disse:

    Governadora parabens pelo trabalho

    • Marcelo disse:

      Qual trabalho? Onde você viu ela trabalhando? O que ela fez? Qual a ação concreta?

  4. André disse:

    Mesmo que fosse verdade o que essa nota diz , esses milhões não foram suficientes nem para comprar Epis para os guerreiros da saúde ? , governadora fraca , fala do governo federal mas é o sujo falando do mau lavado , desviando esse dinheiro todo pra enganar o povo nas eleições, vc não engana mais ninguém governadora , como disse um eleitor aqui , seu nome é Fátima inércia bezerra , não faz nada .

  5. Roberto disse:

    No papel tá bonitinho. Na prática onde está os leitos prometidos há no mínimo 02 meses ???

  6. Francisco Alves disse:

    DETALHA!!!! Nunca vi uma prestação de contas mais genérica. Aliás, cadê os respiradores comprados com pagamento adiantado pelo Consórcio Nordeste???? Esse detalhamento precisa ser seriamente investigado.

  7. Almir Dionisio disse:

    gostaríamos que as informações fossem mais claras e especificadas, pq se gastou tudo isto pq a situação ainda é calamitosa.
    Os profissionais reclamam da falta de insumos e EPI´S …
    O secretário e o adjunto falam na contratação de leitos em hospitais privados, aumento de leitos nos hospitais públicos e ainda dizem que faltam leitos.
    A população não tem acesso aos testes, mesmo apresentando sintomas fortes.
    Em quem vamos acreditar….

  8. LEO disse:

    CADE O MPF PRA FISCALIZAR ESSES GASTOS,FACEBOOK AGUENTA TUDO !!!!!!!!

  9. Alex disse:

    impressionante a hibernação da governadora!

  10. José aldomar disse:

    Fátima fica nas escondidas não mostra mais a cara pra falta de leitos

  11. Mito disse:

    Governadora o seu mandato é um desastre. A senhora calada é uma poetisa. A Senhora da mesma forma que o PT, tem um discurso totalmente diferente da prática. Vocês não tem competência para administrar nada. A Senhora está quebrando a economia do Estado do RN por prazer. Espero que já agora nas eleições de 2020 o povo saiba dá a resposta nas urnas, votando FORA FÁTIMA, FORA PT, vocês são o que existe de pior na política.

  12. natalsorida disse:

    Nao tem nada nos hospitais estaduais. Quando vão parar de fazer o povo de idiota?

  13. Luciana Morais Gama disse:

    89 milhões já foram investidos?? A onde e em que?? É preciso a prestação de contas com transparência.

    • Chicó disse:

      Detalhou o que mesmo ???

    • João disse:

      Quase ninguém mais acredita nas palavras de Fátima Bezerra. Está muito desacreditada, com exceção, ainda, de alguns esquerdistas com viseiras. Essas informações, para ter credibilidade junto à população, tem que ser detalhadas. Agora é ficar esperando mais verbas do governo federal. Nisso, os petistas são imbatíveis.

Ministério da Saúde divulga protocolo que libera no SUS uso de cloroquina em casos leves de covid-19, sob o consentimento do paciente

Foto: HeungSoon/Pixabay

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira(20) um protocolo para aplicação da cloroquina e hidroxicloroquina em pacientes com sintomas leves para tratar do novo coronavírus.

Entre os sintomas leves listados pelo governo, estão coriza, diarreia, dor abdominal, febre, tosse, entre outros.

A aplicação indicada da cloroquina é de 450 miligramas a cada doze horas no primeiro dia. A mesma quantidade poderá ser usada a cada 24 horas do segundo ao quinto dia de tratamento.

A mudança no protocolo era um desejo do presidente Jair Bolsonaro, defensor da cloroquina no tratamento da doença causada pelo novo coronavírus.

O uso da cloroquina foi motivo de atrito entre Bolsonaro e os últimos dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Os dois deixaram o governo, no período de um mês.

O novo protocolo mantém a necessidade de o paciente autorizar o uso da medicação.

O termo de consentimento, que deve ser assinado pelo paciente, ressalta que “não existe garantia de resultados positivos”.

O documento afirma ainda que o paciente deve saber que a cloroquina pode causar efeitos colaterais que podem levar à “disfunção grave de órgãos, ao prolongamento da internação, à incapacidade temporária ou permanente, e até ao óbito”.

Com UOL e G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Cloroquina no dos outros é refresco! O Capetão deveria sim é distribuir o antiviral remdesivir para todos. Cloroquina nem minha égua Adelaide aguenta mais, ela que usa o medicamento para tratar de tireoide. Os efeitos colaterais são terríveis. Só defende o uso de cloroquina quem precisa dela para escapar da morte – e ainda assim por não dispor de alternativa adequada.

  2. Paulo Roberto disse:

    Certíssimo! O Dr explica ao paciente, que apesar de não haver evidências científicas robustas, existem evidências clínicas de sucessos do tratamento na fase 1 (replicação viral) e somente na fase 1, esclarece sobre as reações adversas (bem menores que da dipirona, por exemplo) e em comum acordo consentido pelo paciente, prescreve nas doses protocolares.
    O mais interessante é que os remédios que existem a décadas (cloroquina de 1934 e hidroxicloroquina de 1955) largamente usados na malária e em algumas doenças reumáticas, não tinham complicações relevantes e eram baratíssimos, manipulados em qualquer laboratório pois já tem a quebra da patente.
    Hoje, com a notoriedade da pandemia, apareceram complicações terríveis e preços estratosféricos. A quem isso pode interessar?!

  3. Bebeu disse:

    Cuidado senhores PATRIOTAS LEIGOS E LOUCOS, O CORONA TE AGUARDA DE BRAÇOS ABERTOS! O MAL POR SI SE DESTRÓI

  4. Roberto disse:

    Super perfeito. Só toma quem quiser…

  5. Santos disse:

    Esse medicamento é uma fração do tratamento, pois é parte de um coquetel compostos por, pelo menos, mais outros dois dois ou três medicamentos.
    Como é que o presidente consegue pautar a vida de parte das pessoas numa discursão tão inútil?
    O analfetismo funcional é, sem a menor dúvida, é a pior herança deixada pelos governos ptistas.
    Jesus!

  6. Juliano bugueiro disse:

    Não coloque o nome de Deus em vão.

  7. natalsofrida disse:

    Perfeito.

  8. Jason disse:

    Interessante nesse comentário do patriota fiel é que não sabemos se é um humor irônico, uma crítica aos apoiadores do Bolsonaro ou aos apoiadores da esquerda ou ainda está rogando praga aos que não querem seguir o Eleito de Deus.

  9. PatriotaFiel disse:

    Os petralha e os comunistas vão tudo morrer pq nãoquerem seguir o Eleito de Deus, mas os homens de bem, defensores da familia, esses sim vão herdar a terra. Viva o Bolsonaro. Nem Teich, nem Mandetta, nem Moro, nem Bebiano, nem OMS são páreos com a inteligencia do Capitão. Bolsonaro 2022, 2026, 2030, 2034 se achou rui vai para Cuba

    • Sergiana disse:

      Pelo amor de Deus não coloque o nome de Deus em vão os que vcs deve fazer e dobrar o joelho pedir a jesus Cristo misericórdioso com muita oração isso que vcs só fala petralha bolsomino isso não resolve em nada isso que está acontecendo foi muitos que zombaram de Jesus Cristo a irá de deus veio a tona muitas coisas viram por Air adiante pare de ficar descutindo não resolve em nada vão orar pra pedir a Deus uma solução

    • Braulio Pinto disse:

      Aliado de bandidos, como agora claramente demonstrado. Não reconheço e nem respeito o deus que você e Bolsonaro seguem. O inferno é seu destino.

Conheça as vacinas mais promissoras sendo pesquisadas contra a Covid-19

Osnei Restio/ Prefeitura de Nova Odessa / Foto de Arquivo

A indefinição em torno do isolamento social em diferentes países e o temor por novas ondas da Covid-19 em nações que já superaram o pico da doença lançam grandes expectativas em torno de uma vacina capaz de imunizar populações inteiras contra o coronavírus Sars-CoV-2.

Um levantamento do banco de investimentos Morgan Stanley mapeou 110 pesquisas em busca de uma fórmula imunizante e identificou seis vacinas promissoras em curso.

Um imunizante seria a única forma de garantir o retorno seguro às atividades rotineiras, uma vez que nem mesmo o tempo de duração da imunização de pacientes curados é consenso na comunidade científica.

Especialistas ponderam que o prazo para uma vacina eficaz chegar às prateleiras deve ser de um ano, enquanto, normalmente, levariam uma década. Governos como o dos Estados Unidos, por outro lado, têm prometido acelerar ainda mais esse processo, sem apresentar, no entanto, garantias de que isso ocorrerá.

O relatório do Morgan Stanley avaliou como promissoras vacinas candidatas com os prazos mais adiantados e cujas empresas têm mais capacidade de ampliar a escala de produção para além de 500 milhões de doses.

Na lista de seis fórmulas constam desde trabalhos com tecnologia mRNA quanto vetores de vírus , como o adenovírus :

CanSino Biologics 1

Batizada de Ad5-nCoV, a vacina usa o mesmo vetor de uma fórmula aprovada para combater o ebola: um adenovírus, considerado um parente inofensivo do vírus do resfriado comum, com o objetivo de fornecer antígenos que estimulam as respostas imunes do organismo.

A Ad5-nCoV se encontra na segunda fase de testes clínicos desde o mês passado, e foi testada em 500 pacientes até o fim de abril. Segundo o relatório, é esperado que a terceira fase comece no próximo inverno incluindo outros países além da China. A companhia tem capacidade de produzir milhões de doses e pretende expandir para 100 milhões em 2021.

Oxford/Vaccitech

A vacina candidata, ChAdOx1 nCoV-19, usa um adenovírus de chimpanzé conhecido como ChAdOx1. Ainda está na primeira fase de testes, na qual contemplou 1.102 voluntários entre 18 e 55 anos.

A segunda e a terceira fases, que contemplarão pessoas entre 55 e 70 anos e menores de 18, respectivamente, deverão começar em junho e testarão 5.000 pessoas.

A produção em larga escala começou e a expectativa é que 100 milhões doses sejam produzidas até o fim de 2020. Até o ano que vem, espera-se que haja centenas de milhões disponíveis.

BioNTech/Pfizer

A vacina testad apelas duas empresas, chamada BNT162, é formada a partir da combinação de três formatos de mRNA (ou seja, a inoculação do RNA mensageiro) e dois antígenos.

As duas empresas já tinham uma parceria para a produção de vacinas contra a influenza, firmada em 2018. Os testes clínicos estão em andamento e a expectativa é que centenas de milhões de doses estejam disponíveis no mercado em 2021.

Moderna/NIH

A vacina candidata mRNA-1273 ganhou os holofotes globais na última segunda-feira depois que a Moderna anunciou êxito na imunização de um grupo pequeno de pacientes.

Assim como a fórmula imunizante da BioNTech e da Pfizer, a aposta da companhia americana é a técnica do RNA mensageiro. Os trabalhos são formalmente apoiados pelo National Institutes of Health (NIH), órgão do governo dos Estados Unidos.

Após estudos que apontaram para a segurança da pesquisa, a primeira fase foi estendida para a inclusão de três grupos de adultos entre 55 e 71 anos e outros três de idosos acima dessa faixa de idade, que compõem o chamado grupo de risco.

A segunda etapa contemplará 600 voluntários e foi aprovada pela Food and Drug Administration, agência americana equivalente à Anvisa no Brasil. O planejamento da terceira fase está em fase final e o trabalho prático deve começar a partir de junho.

A Moderna afirma ser capaz de produzir milhões de doses e, recentemente, selou um acordo com a farmacêutica Lonza para ampliar a produção. Até o fim do ano, a pretensão é ampliar a escala em 10 milhões a cada mês até chegar a uma taxa de 1 bilhão de doses por ano na metade de 2021.

Johnson & Johnson

Outra vacina candidata baseada na técnica de adenovírus, a Ad26 Sars-CoV-2 começará os testes clínicos em setembro. A Johnson & Johnson pretende produzir entre 600 milhões e 900 milhões no primeiro trimestre de 2021 e 1 bilhão até o fim do próximo ano.

Sanofi/GSK

Ainda sem nome, a fórmula pesquisada pelas duas companhas pretende misturar as técnicas de recombinação (uso do vírus inativo) de baculovírus usada na produção da Flublok, uma vacina contra gripe da Sanofi, com a tecnologia de sistemas adjuvantes (substâncias adicionadas a vacinas para aumentar a resposta imune) presente na vacina Shingrix, contra herpes-zóster, da GSK.

Os primeiros testes em humanos devem ocorrer no último trimestre deste ano. A capacidade de produção, segundo as empresas, deverá ser de 1 bilhão de doses por ano até o fim da primeira metade de 2021.

Sanofi/Translate Bio

Outro imunizante candidato da Sanofi é desenvolvido em parceria com a Translate Bio. Também sem nome definido até o momento, a potencial vacina usa o modelo de mRNA e parte de esforços que já existiam entre as duas companhias desde um acordo firmado em 20198 para o combate de cinco doenças infecciosas.

Os primeiros testes clínicos em humanos começarão no último trimestre de 2020. A capacidade de produção, por sua vez, pode chegar a 360 milhões de doses até o fim do primeiro semestre de 2021.

Shionogi

A japonesa Shionogi também trabalha a partir da técnica de recombinação de baculovírus. Ainda sem nome, a fórmula deve ter seus primeiros testes até o fim do semestre.

O plano da companhia nipônica é concluir os ensaios até o fim do ano para obter a pré-aprovação do governo japonês para a aplicação limitada do imunizante entre janeiro e março de 2021, para, então, liberar a vacina em escala nacional até junho. A Shionogi afirma que sua prioridade é atender o Japão.

A farmacêutica espera disponibilizar 10 milhões de doses, que atenderiam cerca de 8% da população japonesa , e busca parcerias no exterior. A tecnologia de recombinação é da Protein Science, que pertence à Sanofi, mas recebeu adaptações da empresa japonesa para atender às regulações do Japão.

IG, com O Globo