Governo avança no processo de implementação do Parque Tecnológico do RN

FOTO: ASSECOM/RN

A governadora Fátima Bezerra reafirmou o compromisso do Governo do Estado com a viabilização do Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte e o aporte de R$ 8 milhões, via Banco Mundial para a implementação do projeto. A afirmação foi feita pela chefe do Executivo estadual na tarde dessa segunda-feira (14), quando recebeu representantes da UFRN e do Instituto Metrópole Digital para tratar do processo para a implantação do parque.

Apresentado inicialmente no dia 27 de setembro passado, em reunião conjunta entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, o parque é destinado ao desenvolvimento de pólos de inovação e empreendedorismo nas áreas de energia eólica, solar, mineração, aquicultura, pesca, têxtil, fruticultura, turismo e serviços avançados.

Na reunião desta terça-feira foram apresentados os estudos de viabilidade financeira e econômica do Parque. A expectativa é que a primeira etapa seja concluída até dezembro de 2020 e as atividades sejam iniciadas em janeiro de 2021. “Há um entendimento de que o Rio Grande do Norte precisa de um parque para se colocar à altura dos desafios em termos de tecnologia e pesquisa. Estamos reafirmando o aporte destes recursos, bem como o nosso interesse na governança do parque”, ressaltou Fernando Mineiro, secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas.

O Parque Tecnológico aproveitará a estrutura de um prédio de 15 mil metros quadrados localizado no Campus do Cérebro, em Macaíba, concebido para ser uma escola de ensino fundamental mas que deixou de receber os recursos necessários por parte do Governo Federal. Na primeira etapa, serão ocupadas 36 salas, comportando administração, salas de reunião, empresas, aceleradoras, incubadoras, refeitório e banheiros.

“Até agora, o projeto conta com catorze parcerias, sendo cinco instituições de ensino e pesquisa, Sebrae, Fecomercio e as prefeituras de Natal, Macaíba, Parnamirim. Todos nós queremos que o Parque seja implementado para viabilizar o início das atividades em janeiro de 2021”, destacou a professora e ex-reitora da UFRN, Ângela Paiva.

Além das autoridades já citadas, participaram da reunião o assessor Técnico da SEDEC, Pedro Lima, o secretário de Gestão de Projetos da UFRN, André Gurgel e o diretor da Agência de Inovação, Daniel de Lima Pontes.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Se Fatão GD tivesse algum resquício de humildade não hesitaria em reconhecer o mérito de Rogério Marinho, dando ao parque tecnológico o nome do ex-deputado tucano. Afinal RM foi, a seu tempo, a única voz no deserto político potiguar que se empenhou para viabilizar a implementação do Instituto Metrópole Digital, marco zero de todo esse movimento.

  2. Antonio Barbosa Santos disse:

    Fernando Mineiro é a cara do desânimo e da falta de ações desse Governo.

VÍDEO: BG questiona a necessidade da implementação dos novos semáforos pelo STTU em Natal

Confira trecho do programa Meio-Dia RN nesta quinta-feira(05) em que o BG questiona a necessidade da implementação dos novos semáforos pelo STTU em Natal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rivanilton disse:

    Ficou uma beleza. Só sabe quem fica no engarrafamento. Só tem gênio na STTU.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Concordo plenamente, agora vamos retirar o IPVA dos carros e colocar para os três primeiros

  3. Sebastião Vasconcelos disse:

    Parabéns BG!!!
    Essa medida tosca há de ser criticada!
    O pior é ouvir dos responsáveis pela genial alteração que tudo foi feito ao estilo avenida paulista?!
    Como comparar a paulista a uma das duas principais artérias da cidade (prudente e Hermes/salgado/101)?
    Se quer comparar, que o faça, por justiça e igualdade, com as 2 principais avenidas de São Paulo (marginais pinheiros e Tietê). A diferença é que lá não tem um sinal!!!! E ai do doido que o fizer…
    Socorro!!!

  4. berg disse:

    BG pegou ar!!
    Mas tem toda razão viu Bruno.
    Esses poderes pra multar é 100% agora pra esse dinheiro retornar em benefícios pra população, não chegam 10%.
    A rigor, o nome dessa senhora, mais parece nome de remédio né não?

  5. Julia disse:

    Quero saber cadê os engenheiros de trânsito que colocando 7 sinais na Hermes e Salgado Filho iria resolver a situação do transito, então me explique porque colocaram um sinal em frente da Padaria Nacre para poder facilitar a travessia do estacionamento do estabelecimento, se tem dois sinais colados, juro que fiquei sem entender

  6. Manoel disse:

    As ruas e calçadas (em que muitos veículos também se apossam) não são de uso único e exclusivo de automóveis. O pedestre tem que ter como transitar em segurança (inclusive atravessar ruas), e para isso, tem que haver respeito dos motoristas. Se os motoristas daqui fossem educados como são os de países de primeiro mundo, para atravessar uma rua, bastaria a faixa de pedestres. Mas no Brasil, tem que haver semáforos e pardais para que o pedestre possa atravessar em segurança sem perder a vida… No mais, o que movimenta o comércio, é o pedestre (exceto nos comércios drive-thru). Na atual conjuntura, os comércios de rua estão fechando por falta de clientes… Mas espero que as botoeiras dos novos semáforos sejam mantidas em pleno funcionamento para que o semáforo feche quando efetivamente houver pedestre para atravessar a rua…

  7. Djalma disse:

    O creio que foi para justificar o semáforo que instalaram na passagem da igreja universal da salgado filho. Já que cederam para a universal, visando ganhos políticos, teriam que colocar outros semáforos em outros pontos para justificar o desvio de finalidade. É sempre assim a má política, troca obscura de favores em prejuízo de muitos …. quando a população protestar ao ponto de incomodar, retirarão os excedentes deixando o da universal…É a repetição da já manjada estória do bode na sala… quem viver, verá…

  8. Cabo Silva disse:

    O caos se instala, o prefeito decide retirar e eis que sai como HEROI e com mais votos!

  9. Absurdo esses sinais …..

Em Anápolis-GO, presidente defende implementação de presídio agrícola

Foto: Alan Santos PR

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira (31) a implementação de presídios agrícolas no país e trabalho forçado para condenados. A Constituição Federal de 1988 proíbe, em cláusula pétrea, no Artigo 5°, qualquer tipo de pena de trabalhos forçados. Em entrevista coletiva, após a assinatura do contrato de concessão da Ferrovia Norte–Sul, em Anápolis, Bolsonaro foi questionado sobre a morte de mais quatro presos que participaram da briga entre facções no presídio em Altamira (PA), e morreram nesta madrugada, durante o traslado do município de Novo Repartimento a Marabá. Bolsonaro disse que iria tratar com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, sobre auxílio ao governo paraense.

“Pessoal, problemas acontecem, certo. Se a gente puder conversar com o Moro nesse sentido. Eu sou pelo presídio agrícola”, disse ao lembrar da questão constitucional envolvida: “Sei que que mudar a Constituição neste sentido é cláusula pétrea, mas queria que tivesse trabalho forçado no Brasil, para esse tipo de gente. Ninguém quer forçar a barra, maltratar nenhum preso por aí, nem quer que sejam mortos, mas é o habitat deles. Eu fico com muita pena dos familiares das vítimas que esses caras fizeram”, afirmou.

Os agentes que encontraram os detentos disseram que havia marcas de sufocamento nos mortos. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) do Pará. As mortes ocorreram entre 19h de ontem (30) e 1h da madrugada de hoje, e as razões das novas mortes estão sendo investigadas. Os 26 presos remanescentes serão colocados em isolamento.

Ainda na tarde desta quarta, chegam a Belém dez homens da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária. A ida do grupo foi autorizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, a pedido do governador do Pará, Helder Barbalho. A força-tarefa atuará em atividades de guarda, vigilância e custódia de presos, com apoio dos sistemas Penitenciário e de Segurança Pública do estado.

Identificação

Até a noite de ontem (30), 15 corpos de vítimas do confronto ocorrido na última segunda-feira (29) entre o Comando Classe A (CCA) e o Comando Vermelho (CV), no presídio de Altamira, no oeste paraense, haviam sido identificados. Para agilizar o trabalho, que está sendo feito por meio de exames de DNA, peritos odontologistas forenses e peritos criminais do Laboratório de Genética Forense do Instituto de Criminalística de Belém reforçam a equipe em Altamira. Nesta quarta-feira, os trabalhos foram retomados às 7h.

Transferências

Até ontem (30), 16 líderes do confronto haviam sido identificados e transferidos de forma imediata para a capital paraense, dez deles irão, posteriormente, para o regime federal e os demais serão redistribuídos em penitenciárias do estado.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilma disse:

    Só assim os petralhas deixam de roubar dinheiro público, só em saber que se forem pegos, enfim, terão que trabalhar, só isso, freiará esse ímpeto nefasto contra a sociedade. Vão voltar às velhas lutas de fazer greve e baderna na rua. são uns verdadeiros parasitas da nação.

Prefeitura convoca Seturn para discutir a implementação do Passe Livre

19534A Prefeitura de Natal se reuniu nesta manhã desta segunda-feira (18), no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, com representantes do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), com a finalidade de discutir a implementação da gratuidade. A reunião ocorreu para discutir a implementação do Passe Livre no âmbito do município.

No encontro, ficou acertado que caberá ao Seturn a aquisição de um software, bem como o levantamento de custos, cotação, aquisição, entrega e instalação dos validadores em 72 unidades escolares do município. Serão adquiridos 80 equipamentos, oito a mais que o número de escolas beneficiadas, visando à reposição de máquinas em caso de defeito.

Os gestores das escolas participarão de um treinamento para a operacionalização das máquinas. As escolas disponibilizarão funcionários integrantes de seus quadros funcionais para exercerem o controle e a fiscalização dos equipamentos. . Os gestores das escolas participarão de um treinamento para a operacionalização das máquinas. As escolas disponibilizarão funcionários integrantes de seus quadros funcionais para exercerem o controle e a fiscalização dos equipamentos.

Cada aluno beneficiário receberá 44 créditos por mês para o trajeto casa-escola-casa, havendo a possibilidade de mais 16 créditos adicionais para atividades extras, como programa escolar, por exemplo, desde que justificado. O carregamento dos créditos será feito pelo equipamento validador implantado nas escolas. Os créditos serão armazenados para serem utilizados por semana/aula, devendo sua renovação ser determinada conforme a frequência do aluno.

A distância mínima entre a residência do aluno e a escola será de um quilômetro. Para isso, o estudante assinará um termo informando que reside há mais de mil metros da escola, quando adulto, ou o pai subscreverá o documento, no caso do aluno ser menor de idade.

É ideia da Prefeitura que o atual cartão eletrônico possa ter dupla função, integrando a meia passagem e a gratuidade. O Seturn ficou de ver essa possibilidade junto ao seu departamento de tecnologia da informação. “A discussão já está sendo travada entre a  Prefeitura e o Seturn”, disse o secretário chefe do Gabinete do Prefeito, Kleber Fernandes.

Participaram, ainda, da reunião a secretária municipal de Educação, Justina Iva; o secretário adjunto de Transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Clodoaldo Cabral; representante da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sempla) e da Procuradoria Geral do Município (PGM).

Lei de combate ao fumo completa dois anos sem implementação por parte da Prefeitura

Neste 29 de agosto o Brasil, instituições governamentais e não-governamentais promovem ações em alusão ao Dia Nacional Sem Tabaco ou Dia Nacional de Combate ao Fumo. Natal poderia, no entanto, ter uma programação comemorativa, se uma Lei Municipal sancionada em agosto de 2009, de autoria da vereadora Júlia Arruda (PSB), tivesse sido implementada pela Prefeitura.

Segundo a Lei 108/09, os órgãos municipais responsáveis pelas políticas públicas dirigidas a crianças, adolescentes e jovens, em articulação com os órgãos colegiados e organizações não governamentais, deveriam implementar uma campanha permanente de orientação sobre os riscos do hábito de fumar.

“Por ser lícito, o cigarro é a droga mais fácil de ser adquirida e serve também como uma porta de entrada para outras drogas. Com a lei, pretendemos formar uma geração de jovens conscientizados, mas também de conscientizadores. Por isso pedimos, mais uma vez, que a Prefeitura regulamente esta importante Lei”, cobra Júlia.

Lei

A lei estabelece que a campanha deve ser veiculada por mídia impressa, falada e televisiva destacando todos os riscos que correm os que fazem uso do cigarro, especialmente sobre as doenças associadas ao tabagismo, e sobre os programas de saúde existentes para auxiliar o fumante a abandonar o vício.

Também deve ser parte da campanha a confecção e distribuição de cartilhas a serem entregues gratuitamente em escolas das Redes Públicas Municipal, Estadual e Particular, nas Faculdades e Universidades, em academias de ginástica e ginásios de esportes. As empresas promotoras de eventos esportivos e culturais ficam aindaobrigadas a divulgar o conteúdo da campanha que está sendo veiculada no período, de forma sonora ou gráfica.