Saúde

Sesap informa que RN precisa de 87 mil vacinas para terminar aplicação da 2ª dose da CoronaVac

Em reunião nesta quinta-feira (06), a Comissão Intergestores Bipartite – CIB, com a presença da Sesap e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems), fez um levantamento da quantidade total da segunda dose aberta da CoronaVac no Rio Grande do Norte. Na ocasião foi elaborada a justificativa referente ao déficit dessas doses para atender pessoas já vacinadas com D1 do imunobiológico Sinovac/Butantan, nos municípios do estado do Rio Grande do Norte. O documento, assinado pelo secretário de saúde Cipriano Maia e pela presidente do Cosems Maria Eliza Garcia, foi enviado pela Sesap ao Ministério da Saúde, solicitando o envio das doses na próxima remessa.

Hoje no estado, faltam 87.098 doses para completar o esquema vacinal. 52.072 na Região Metropolitana de Natal, 3.462 na região de São José do Mipibu, 5.276 na região de João Câmara, 2.478 na região de Santa Cruz, 16.955 na região de Mossoró e Assu, 4.524 na região de Caicó e 2.331 na região de Pau dos Ferros. Dentro desse total, existe hoje a falta de 26.353 doses não enviadas ao Estado pelo Ministério da Saúde e um número considerável de frascos com apresentação de 10 doses que chegaram ao Estado com 9 ou 8 doses, resultando assim numa diminuição de pessoas a serem vacinadas.

O registro foi levantado pela plataforma RN Mais Vacina, sendo este o sistema oficial para alimentação, controle dos dados da vacinação Covid-19,o qual possibilita o rastreio das doses e permite transparência a todo processo de imunização contra a COVID-19 no RN.

A falta de doses tem duas justificativas importantes: uma delas é a aplicação das doses D2 como D1, com ampliação de público não autorizada da vacina Sinovac/Butantan, por parte de alguns municípios do Estado do RN. Os municípios alegam ter seguido orientação do Ministério da Saúde, mesmo o Estado tendo sido contrário.

O pedido do envio de doses do Ministério da Saúde é reforçado pelo atraso de 28 a 48 dias da aplicação da primeira dose, sendo necessário concluir o esquema de vacinação o mais breve possível para assegurar à eficácia da imunidade a população, e assim, reduzir os agravos e possíveis óbitos pela COVID-19.

Opinião dos leitores

  1. Muito difícil entregarem essa quantidade de doses aqui para o RN. Teria que deixar de entregar para os resto do país. Muito preocupada com essa situação porque minha mãe é uma dessas pessoas que não recebeu a segunda dose.

  2. Dia 01 de março, o Artur Lira saiu do Planalto, de uma reunião com o bolsonaro, onde este o informou e ele anunciou que 140 milhões de doses chegariam nos meses de março, abril e maio. Já estamos chegando no meio do mês de maio e mais uma vez o panaca brasileiro foi enganado e sacaneado pelo bolsonaro. Ele sente prazer em ver a cara de bundão dos brasileiros com suas lorotas e mentiras. Escárnio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sesap estima que faltam mais de 20 mil vacinas para segunda dose da CoronaVac no RN

Foto: Montagem/Reprodução/Twitter/Elisa Elsie

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira(26), a Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte estima que faltam mais de 20 mil vacinas para aplicação da segunda dose da CoronaVac, contra a Covid-19, no Rio Grande do Norte. Os maiores municípios do estado, Natal e Mossoró, suspenderam atendimento e há pessoas que já passaram do prazo de 28 dias para reforço da imunização. O governo pediu reforço de doses ao Ministério da Saúde.

A subsecretária de Planejamento e Gestão, Lyane Cortez, afirmou que os dados levam em considerações as informações cadastradas pelos municípios no sistema RN + Vacina, mas ainda podem estar defasados, por subnotificação. Ela afirmou que a secretaria deverá concluir um levantamento ao longo do dia para enviar um ofício ao Ministério da Saúde, e ainda disse que o estado não tem condições de retirar mais doses da reserva técnica, como foi feito na semana passada, para distribuir aos municípios.

Também presente na coletiva, a governadora Fátima Bezerra afirmou que entrou em contato com o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, na manhã desta segunda-feira (26) e pediu o envio de mais vacinas, de forma urgente, para atender aos municípios que estão sem doses para aplicação do reforço. O governo estadual atribui aos municípios a falta de vacina, por não terem seguido recomendação do plano nacional de imunização e armazenado as doses para segunda aplicação.

Com acréscimo do G1

Opinião dos leitores

  1. Porque a tartaruga não libera as vacinas que estão estocadas? ela pensa que pode usar para os companheiros dela.

  2. Se está faltando vacinas, porque ter estoques e povo sem se vacinar, não tem lógica, Fatão deixe de segurar as vacinas não seja genocida, e essa marmota ainda fala em comprar vacinas, embusteira.

  3. Não teria equipe melhor do que a do governo do RN para atravessar essa crise ampliada pelo Governo Federal. Na vdd, bolsonaro está custanto à família brasileira, além de tudo mais 3mil mortos/dia só de covid 19.

  4. Isso é uma irresponsável inepta, o negócio dela é comer marmita. A mesma não tem nenhuma aptidao de gestora, para completar, tem horror da área de saúde, que se complementa com o sua vontade de derrubar o Presidente, igual fizeram com a Anta. Ódio mata.

  5. A reserva técnica é uma recomendação, não uma invenção. Qualquer pessoa com o mínimo de bom senso, sabia que a recomendação do ministério da saúde de usar as reservas para segunda dose daria no que deu. Falta para a segunda vacinação, colocando em risco o processo de imunização de muitas pessoas. Fizeram isso para elevar o número de pessoas vacinadas, numa jogada irresponsável e politiqueira.

  6. A sub-secretaria ou coordenadora da Sesap no seu pronunciamento: disse que essa reserva técnica serve para uma emergência!!!! O que estar acontecendo com Natal e Mossoró é uma emergência ou o que é isso ???? Queria entender ??? Quando normalizar a vacinação, o que o governo ( Sesap) vai fazer com essa reserva técnica ?????? Vacinar gato e cachorro????

  7. vão atrás que essa história ta mal contada , pra Fátima cadeado quanto pior melhor, se eu ganhasse 10 centavos por cada vez que ela fala ” governo federal ” eu estaria rico , vá trabalhar governadora que é o melhor que a senhora faz.

  8. O Ministério da Saúde já orientou os estados a não estocar vacinas. Não tentem boicotar o trabalho do governo federal prejudicando o povo.

  9. Governo Cidadão de onde?
    Reserva técnica é o que importa, vidas não, né senhora Governadora Fátima Cadeado.

  10. Papinho mas chulo esse de estoque de reserva técnica.
    Essa Governadora não merece credibilidade nenhuma.
    Isso mente que nem sente.

    1. Quem merece credibilidade é tu que passa o dia nesse site comentando “arizia”.

  11. Lembram da orientação do MS de aplicar todas as doses recebidas sem reserva para segunda dose ? Pois bem… Agora está fazendo falta!
    Desorganização total!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Fátima: “Crise pandêmica no Brasil passa pela definição do auxílio emergencial mínimo de R$ 600”

Foto: Fabiano Trindade – ASSECOM/RN

A governadora Fátima Bezerra participou na manhã desta sexta-feira(26) da primeira reunião de governadores brasileiros com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e reiterou a proposta da reedição do auxílio emergencial de R$ 600 para as famílias em situação de vulnerabilidade, bem como auxílio para microempresas e ampliação do financiamento para a Saúde.

“Temos enfrentado os piores dias da pandemia, que se alastra e causa impactos gigantes, principalmente para a população mais vulnerável. Não há outro caminho para frear o avanço da Covid-19 senão a vacina e a adoção de medidas mais restritivas, que afetam diretamente a economia e a vida de milhares de pessoas. A resolução dessa crise pandêmica no Brasil passa pela definição do auxílio emergencial mínimo de R$ 600 para famílias em vulnerabilidade social, bem como auxílio para microempresas e ampliação do financiamento para a Saúde”, destacou Fátima Bezerra.

Na reunião do Comitê Gestor de Enfrentamento à Pandemia com o presidente do Senado, disse Fátima Bezerra, os governadores fizeram uma atualização sobre o quadro crítico da pandemia em seus estados e pediram urgência nas medidas sanitárias por parte do Governo Federal.

Fátima Bezerra afirmou que é louvável a iniciativa do Congresso Nacional, na figura do seu presidente, senador Rodrigo Pacheco. No entanto, complementou, é de se lamentar que após 12 meses de pandemia, com mais de 300 mil mortes, o Governo Federal publique uma portaria instituindo um comitê de crise que não inclui Estados e Municípios. “Isso vai na contramão da essência do SUS, que é exatamente a gestão tripartite.”

REUNIÃO

As propostas feitas pelos governadores ao presidente do Senado incluem a divulgação de um cronograma “real” de entrega das vacinas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) e a uniformização dos grupos prioritários com um calendário de vacinação. Também foi solicitada a inclusão de professores e profissionais da segurança no grupo de prioritários.

Na reunião, os governadores também propuseram uma defesa das ações estaduais contra decisões judiciais que burlem o PNI, além de campanhas informativas e uma comunicação unificada e verdadeira, a lealdade federativa e atuação da instituição fiscal independente do Senado Federal.

Rodrigo Pacheco disse aos governadores que ainda hoje vai levar essa proposta ao Senado para que seja feita uma aferição independente em relação aos números das finanças do país no ano passado no enfrentamento da pandemia em cada Estado e no Distrito Federal.

O presidente do Senado também ouviu dos governadores para que não haja críticas das ações de distanciamento social e unificação das ações preventivas. Os chefes do Executivo estaduais também querem uma agenda positiva em favor das vacinas na Organização das Nações Unidas, no Reino Unidos, na Anvisa e, sobretudo, no Ministério da Economia, para tratar dos precatórios, securitização, portabilidade das dívidas dos entes federados, empréstimos para pagamento dos precatórios e um programa para a retomada do emprego no país.

Na reunião que terminou no final da manhã desta sexta-feira, os governadores também solicitaram a criação de Comitê Nacional de Combate à pandemia que inclua estados e municípios, órgãos federais e estaduais de saúde, as ações de auxílio emergencial com as cautelas fiscais que atendam as pessoas, as empresas e os entes federados.

Para tentar impedir a circulação nacional do novo coronavírus, os governadores propuseram ainda a instalação de barreiras sanitárias nos aeroportos do país e uma avaliação dos riscos e medidas para a hipótese de uma terceira onda da pandemia no Brasil.

Também pediram a reedição da lei 13.979, na parte que facilita a contratação de prestadores de serviços da saúde. Essa lei, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro dia 06 de fevereiro de 2020, dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência em saúde pública. Pleitearam ainda a proposta de emenda à Constituição da imunidade tributária para vacinas e um Pacto pela Vida, pela Segurança Alimentar e pela Verdade.

Ao fim da reunião, foi proposto também que o Congresso Nacional peça uma agenda às Nações Unidas para que esta crie uma campanha de sensibilização internacional para ajudar o Brasil na pandemia.

Opinião dos leitores

  1. Dê vc….utilize parte dos 5 milhões q deram fim….venda p o ferro velho os respiradores q compraram já com defeito e finalmente pegue o dinheiro do contrato com o Piauí…e distribua…socialismo é isso.Mas vcs só sabem pedir p os outros fazerem o q não sabem….por burrice mesmo

  2. E os 5MI que ela mandou pra o Consórcio comprar Respiradores que até hj não chegou? E as UTI que foram desativadas? E o cancelamento dos Contratos de 2 Hospitais agora em plena Pandemia???

  3. Por que a senhora não entra com uma contrapartida e complementa para fechar nos R$ 600,00?

  4. Só na moita…e comendo pipoca bokus, se arrependimento matasse. Nunca mais voto em ti, Fátima Cadeado, Deus tá vendo tudo!

  5. Governadora humana e solidária . A melhor que o RN já teve . Ela tem toda razão . O dinheiro é do povo e o auxílio deve ser de 600 reais. O governo Federal quer que o povo morra de fome com migalhas. Fora Bolsonaro

    1. E os 5MI que ela mandou pra o Consórcio comprar Respiradores que até hj não chegou? E as UTI que foram desativadas? E o cancelamento dos Contratos de 2 Hospitais agora em plena Pandemia???

  6. Ja que a senhora governadora quer os $600.. Bem simples..complete com os valores pagoa pelo governo federal…
    Exemplo..ponha mais. 350 reais de recursos estaduais somados aos 250 pagos pelo governo. Dá quanto? 600. Beleza? Agora governe governadora. Porque tá feio.

  7. Pois comece dando exemplo e pagando um auxílio estadual já q é a sra quem está mandando fechar tudo

  8. A política brasileira é algo lindo de se ver. Estados e municípios entram na justiça para terem o direito de coordenar a crise local. O STF acolhe e deixa o governo federal de mãos atadas. Aí agora eles querem cobrar do governo federal? Que foi o único que fez algo de concreto para a população, enviando verbas para Estados e municípios combater a crise e deu auxílio ao povo brasileiro. Porquê não olha para o próprio umbigo? Porquê não fez igual aos vizinhos que estão dando auxílio real a trabalhores da área de bares e restaurantes? Porquê não publica tudo o que fez com os 23 bilhões que o governo federal mandou para o Estado, sendo 5 bilhões de caráter obrigatório e 18 bilhões "extras"? Porquê não diz o que está sendo feito para tentar reaver os 5 milhões dos respiradores? Porquê não explica o motivo de não congelar a pauta fiscal dos combustíveis como fizeram outros Estados? Porquê não abriu um hospital de campanha? (Tem a estrutura do Rui Pereira e dinheiro tem). Tá mais do que comprovado que essas restrições não serve de nada. Taí o exemplo do Estado de SP. Faz tempo que vem com restrições e é o pior entre todos. Graças a Deus temos um governo federal que em 2 anos fez mais pelo RN do que qualquer governador ou presidente na história desse país. Essa cidadã devia ter vergonha na cara e parar de falar besteira. Críticas são bem vindas, desde que sejam concretas, que tenham razão para fazê-las. E olhe que nem estou falando em moral. Só fala fala fala mas não faz nada. Absolutamente nada. Desafio alguém mostrar algo que esse governo Fátima tenha feito, por si só, sem depender de outros. Aahhh! Façam me o favor.

  9. A DESgovernadora só faz cobrar, joga sempre a responsabilidade para os outros, juntou muito dinheiro o ano passado, e continua o calote com os servidores, tem de urgentemente fazer um programa de renda para aqueles que ela está privando de trabalho. Pare de fazer barulho e trabalhe Fátima, você agora é governadora não é mais uma senadora que só fica criticando.

  10. Se está com pena do povo revogue seu decreto lacrador e deixe o povo trabalhar. A senhora sabe que os cofres da União não comportam novo auxílio no valor que a senhora propõe. O sr. Observador tem razão: "quem atira com pólvora alheia não quer saber do tamanho do tiro".

  11. Concordo. E principalmente pela obrigatoriedade dela (Governadora) pagar os salários atrasados que ela vem escamoteando.

  12. E os Cinco Milhões de Reais desviados via Consórcio do Nordeste, por onde anda? Falta vergonha para a pessoa exigir dos outros, União, o que não faz no Estado. Ela devia aproveitar e oferecer um auxílio de 600,00 por seis meses para os que estão falidos e desempregados em razão do decreto dela.

  13. Qual o Auxílio Emergencial que esse Desgoverno deu até agora ??? Cadê os Bilhões que o Presidente Bolsonaro enviou para o Estado do RN?? O Governo do Estado tem que assumir suas responsabilidades,o Povo não é Idiota!!

  14. R$ 600 é pouco. Tinha que ser no mínimo R$ 1.000.
    Se não fosse o negacionismo deste ser das trevas, tínhamos hoje bem menos mortes.
    Empurrar vermífugo e remédio pra piolho na população, o resultado é essa carnificina.

    1. Notícia que corre é que a sua Governadora também toma ivermectina. A fonte merece credibilidade.

    2. ZeGado, dos oito comentários até esse momento, só vc defende o governo estadual e ataca o federal. A abstinência de álcool mata, raiva idem. Procure um psiquiatra.

  15. Ela tem na conta 150 milhões recebidos do governo federal sem usar, deixando as pessoas morrerem sem atendimento e agora de fome, se ela libera 120 milhões daria para fonercer 100mil pessoas o auxílio de 600 reais , e aí governadora faça sua parte !!!

  16. É bom demais atirar com pólvora alheia, e a Sra o que propõe para amenizar o sofrimento de milhares de norte riograndenses, que nesse momento encontram-se sem ter de onde tirar seu sustento?

  17. Terceirizando a culpa. Nisso ela é expert. Nenhuma ação para amenizar a situação passa pelo Governo Estadual. O desemprego não causa nada por acaso?. Pilantragem política.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

ARTIGO: Mais um aumento do combustível no RN devido a pauta fiscal. Reforma tributária urgente!

Foto: Divulgação

Após uma sequência de 06 aumentos por parte da Petrobras no ano 2021 em virtude da disparada do Dólar e do Barril de Petróleo no mercado internacional. No ano ainda temos uma alta acumulada de R$0,60 na Gasolina e R$0,68 no Diesel. Em Abril Iniciamos um período de redução com duas baixas na gasolina e uma baixa no Diesel. Essa última notícia seria pra comemorar, porém a pesquisa da ANP utilizada pela Governo do Estado do RN continua a impactar os preços pra cima. Já são 05 elevações de pauta se comparar a próxima Pauta Fiscal do dia 01.04.2021 em relação a 16.12.2020. Sendo assim, os postos e os consumidores vão ficar sem grandes repasses de baixa. Essa quinzena foi um avalanche de aumentos de pauta que varia a nível Brasil de +R$0,02 até +R$0,23 na Gasolina e de -R$0,01 a +R$0,08 no Diesel. Porém tem Governadores que ouviu o setor, o grito do povo e não reajustou a pauta fiscal como: BA, MA, RO, RR e SC.

Esse tipo de cobrança de imposto com substituição vinculada ao preço flutuante na ponta só trás sobre preços quando se cobra um percentual sobre o aumento da Petrobrás, das distribuidoras e dos postos. Isso tem um efeito cascata nocivo a estabilidade de preços, diferente do Pis/Pasep e Cofins que são alíquotas cobradas monofasicamente apenas sobre o preço do produtor e sem incluir custos e margens de todos os elementos da cadeia produtiva. É URGENTE necessário uma reforma tributária no Brasil, somos um país regido por excesso de tributos, taxas e impostos tanto na quantidade como na sua complexidade de cobrança.

Nélio Wanderley

Opinião dos leitores

  1. BG!!!
    PARABÉNS PELA DIVULGAÇÃO.
    CONTRATE NÉLIO, PRA DÁ CONSULTORIA AO BLOG NO TOCANTE AOS COMBUSTÍVEIS.
    SE TEM UMA PESSOA NO RN, QUE CONHECE ESSE MERCADO A FUNDO, ESSA PESSOA É NÉLIO WANDERLEY.
    É ISSO QUE ESTÁ FALTANDO, NESSE MERCADO, SÓ ASSIM O POVO TOMA CONHECIMENTO DO QUE OCORRE COM A SAFADESA DE GOVERNOS QUE NÃO TEM UM MÍNIMO DE RESPEITO COM O CONSUMIDOR NUMA HORA TÃO DIFÍCIL COMO ESSA.
    QUEREM SÓ ENFIAR A FACA MESMO.
    E CALADOS, NA MUTUCA, DONOS DE POSTOS LEVANDO A CULPA, SEM TER.
    GRAÇAS AO BLOG, VEIO A TONA ESSA POUCA VERGONHA, QUASE QUE SEMANAL.
    UM AUMENTO DE PAUTA EM CIMA DO OUTRO.
    FORA FATIMA.

  2. Com pauta fiscal, sem pauta fiscal, na PB o preço do litro da gasolina é R$ 0,35 MENOR que no RN.
    Quanto aos FATOS, o discurso e desculpas esfarrapadas políticas viram desgastes ao manipulador.

  3. Resumindo: tem que mudar a política de preços da Petrobrás. Tomara que o novo presidente equacione isso.

  4. Os defensores do desastre no RN desapareceram, venha defender a nossa governadora cambada.falem que é mentira do Blog do BG.

  5. Onde é que tem gasolina hj de R$5,56 como mostra a tabela do preço médio que serve de referência para cobrança do ICMS que eu ir pra colocar R$50,00?

  6. Qual a novidade disso? Fatão não vai deixar a gasolina, gás e diesel baixar, todos sabemos. Aconteceu quando o Governo Federal eliminou os tributos federais no intuito de baixar o diesel e gás de cozinha e agora com a redução da Petrobras. Isso se chama AUMENTO DE IMPOSTO. Isso é a cara dos esquerdopatas, que pregam uma coisa na TV e praticam exatamente o oposto. Enquanto isso o MP está amordaçado e comendo na mãozinha da “guvernadora”, caso contrário o Procurador não será indicado para o TJ e também não terão os ricos reajustes.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Gracyanne Barbosa desabafa após prisão de Belo: “Precisamos trabalhar”

Foto: Reprodução

Gracyanne Barbosa se manifestou sobre a prisão de marido, o cantor Belo, na tarde desta quarta-feira (17/2), em cumprimento a uma ação para punir os responsáveis pela realização de um evento musical no Complexo da Maré, no último sábado (13/2).

“Vivemos um novo normal, certo? Esse novo normal é para alguns ou para todos? Todos nós estamos nos virando para nos adequar às novas normas. Não existe vilão ou mocinho. Seria maravilhoso e ideal se pudéssemos ficar trancados em casa aguardando a vacina chegar, que por sinal vai demorar para o brasileiro. Mas como pagamos nossas contas?”, indagou a musa fitness. Gracyanne externou ainda que ela e o marido respeitam as normas de segurança da OMS, saindo de casa apenas para trabalhar.

“Nós ficamos meses em casa. E, mesmo agora, não viajamos, não curtimos festas, bares e praia. Mas precisamos sair para trabalhar. Todo o Brasil já voltou a trabalhar. Na realidade do nosso país, muitos nem puderam parar. Triste. E triste ver alguns destes sendo oprimidos em suas tentativas de continuidade ao trabalho. O setor do entretenimento voltou à ativa, com novas regras também, novos formatos. Meu marido foi abençoado com o talento do canto. Ele é contratado para isso. Chega pela porta de trás nos locais de shows, vai direto ao camarim e entra no palco. Só em cima dele ele tem o contato e a noção do público”, desabafou.

“Belo tem feito a parte dele”

“Desde que foi liberado a volta dos shows, o Belo tem feito a parte dele. Cumpre as normas, testa sua equipe, verifica tudo pertinente a ele e a sua equipe. E assim se espera que todas as outras partes também façam. Belo tem profundo amor e respeito por seus fãs. Por isso, ele arrasta multidões e ainda os embala com músicas que passam mensagem de amor. Ele se preocupa com aglomerações e sempre reivindica quando se burla alguma regra deixando ele ou seus fãs em risco”, pontou Gracyanne. A esposa do cantor lembrou que ele já foi infectado pelo novo coronavírus e se preocupa com a sua família.

“Ele já pegou Covid. Em casa tem a minha sogra e outros familiares nossos na zona de risco. Logo, nosso cuidado é redobrado também para a nossa casa. Ele não pode trazer para a casa uma reinfecção, ou uma variante. Mas, volto a dizer, precisamos trabalhar, por nós, nossa família e diversas famílias que dependem deste trabalho. Belo sempre atenta a todos, que só sairemos dessa pandemia e desses momentos ruins se todos nos unirmos e fizermos nossa parte. É importante que o público se cuide também. E, se for em um show do meu marido ou outro qualquer, denuncie para a casa ou artista alguma irregularidade que o deixou em risco, seja com questões de saúde ou outras questões”, disse.

“Mas é isso, respirar fundo e paciência. Trabalhar com arte sempre foi matar um leão por dia. Nos dias atuais e de pandemia, é matar mil leões a cada hora”, finalizou.

Coluna Léo Dias – Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Se PIXU fosse empresário contrataria essa moça para ser Personal de PIXU . PIXU está acima do peso e precisando fazer exercícios. Cacá tem uma ninhada de personas musculosos , oh criatura para ter sobrinhos . PIXU prefere um Personal do seco feminino.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

NECESSIDADE DA VACINA: ‘Estamos em uma corrida contra o tempo’, diz virologista sobre novas mutações do coronavírus

Foto: Reprodução/CNN Brasil

Enquanto a maioria da população não for vacinada, o novo coronavírus encontra um terreno fértil para fazer mutações no organismo humano, como a variante descoberta no Reino Unido e que já está no Brasil. O alerta é do virologista e chefe do departamento de microbiologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, Edison Durigon, em entrevista à CNN nesta segunda-feira (4).

Segundo o especialista, pode haver até mesmo um momento em que a mutação escape do efeito do imunizante.

“Essas mutações são pontuais, mas, se ocorrerem no sítio onde os anticorpos produzidos pela vacina se ligam, podemos ter um escape vacinal. É uma hipótese mais rara, mas pode acontecer. Quanto mais rápido vacinarmos, maiores as chances de conter cepas novas, diminuir o número de mutações, fora o número de mortalidade”, afirmou Durigon à CNN.

“Existe uma preocupação de, conforme aumente os números de mutações, ter uma cepa que fuja aos diagnósticos. Por enquanto não precisamos nos preocupar muito, mas temos que ficar em alerta e torcer para que a vacina venha logo. Estamos em uma corrida contra o tempo”, complementou.

Segundo o virologista, a vacina tem papel fundamental na luta contra o vírus, por criar uma “barreira imunológica”.

“Quanto mais tempo a população estiver sem vacina, mais chance de ele se multiplicar em diferentes hospedeiros e criar novas mutações. A vacina vai criar uma barreira imunológica; esse vírus vai infectar menos e a taxa de mutação será bem menor. Sem a vacina, estamos deixando o vírus seguir o caminho dele, o que é muito perigoso”, disse o especialista.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. O que as Otoridades praticam no Brasil com respeito ao Covid-19 i um Crime e um Verdadeiro genocídio. Enquanto a Inglaterra aplica simultâneamente duas vacinas e NÃO quer PERDER nenhuma VIDA, aqui no Brasil com mais de DUZENTOS mil Mortos só se Pensa em IMPOSTOS

  2. Nada contra ou a favor da opinião de quem quer que seja, só acho que se esconder atrás do anonimato, é, no mínimo, uma falta de personalidade.

  3. Realmente muito compreensível a luta desses maravilhosos profissionais da ciência . Eles lutam contra a tal GRIPZINHA que DA LUA batizou . Ainda bem que temos gestores competentes como o DÓRIA em São Paulo , que enfrenta a ira e o negacionismo de TONHO . Obrigado governador DÓRIA , continue com esse trabalho maravilhoso . Enquanto isso o ministro estrategista em logística , não tem vacina , deixa vencer milhares de testes , não tem data para vacinação e ainda aceita uma ruma de remédio que is EUA ?? iam jogar no lixo . TONHO está completamente perdido. acho até que está enfrentando problemas domésticos . A charmosa primeira dama está com aparência triste e cabisbaixa . No mais vamos aguardar infelizmente a chegada da marca TONHO 200 Mil . Triste e trágico mas infelizmente real e concreto .

  4. E o famigerado PR quer saber de nada além de se exibir para meia dúzia de tontos bovinos?

    1. Se depender do BOZO, a VACINA só chegará entre maio/junho . GOVERNO sem planejamento associado com maldade e sem vontade de aceitar a vacina.

    2. Interessante é q o Reino Unido q primeiro começou a vacinar e onde provavelmente mais pessoas foram vacinadas foi onde mais aumentou o número de casos e de mortes, acho q essa vacina falhou

    3. Manoel você está com alto nível de inteligência,está parecendo Bolsonaro

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

‘Quem já foi infectado, tem que tomar a vacina?’, questiona Bolsonaro

GABRIELA BILÓ – 26/12/2020//ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a vacina para covid-19 nesta segunda-feira (28). Em conversa com apoiadores nesta manhã, Bolsonaro questionou se pessoas que já foram infectadas pelo coronavírus, como ele mesmo foi, devem tomar a vacina. Após o bate papo, Bolsonaro já decolou para o Guarujá, em São Paulo, onde irá passar o feriado.

“E agora, quem já foi infectado, como eu, tem que tomar (a vacina)? É impressionante, eu já assinei o cheque, R$ 20 bilhões, dinheiro de vocês. E tem gente de olho nesse dinheiro. É impressionante como uma ou outra pessoa que a gente conhece, sem dizer o nome aqui, jamais se preocuparia com a vida do próximo, a preocupação é outra, que eu não vou falar qual que é”, disse o presidente.

Bolsonaro voltou a ressaltar as dimensões continentais do país, afirmando que o “mercado consumidor de qualquer coisa é enorme”. Ele questionou a suposta falta de interesse dos laboratórios em vender o imunizante para o Brasil e disse que “quem quer vender tem que apresentar a documentação”.

“Os laboratórios não tem que estar interessado em vender para gente? Então porque eles não apresentam a documentação na Anvisa? Falam que eu tenho que ir atrás, não não, quem quer vender, se eu sou vendedor, eu tenho que apresentar esses documentos”, reiterou.

O presidente também voltou a questionar os possíveis efeitos colaterais por conta da aplicação da vacina. “E tem um detalhe, eu já falei, na bula, nos contratos, todos que eu vi, está escrito lá, ‘não nos responsabilizamos por efeitos colaterais’, que efeitos são esses? Não sei. Não vou nem fazer brincadeira porque depois falam que eu estou zombando, é coisa séria”, pontuou Bolsonaro.

“Certas coisas não podem ser correndo, está mexendo com a vida do próximo. A imprensa desceu o cacete em mim, agora se eu vou lá na Anvisa, que é um órgão de Estado, vão falar que eu estou interferindo. Até hoje não provaram minha interferência na PF. Falaram que estava lá na reunião secreta (entre ministros) e não estava”, emendou o presidente.

Isolamento social e os impactos na educação

Outro ponto lembrado por Bolsonaro foi uma fala dele próprio na reunião ministerial, sobre armar a população. “E tem uma coisa importante que eu falei lá, ‘povo armado jamais será escravizado’. É inacreditável, fizeram lockdown de cinco meses, alguns estados fazendo de novo, mas já não deu certo ali atrás”, questionou.

O presidente da República ainda falou sobre o ano letivo no Brasil, que teve dificuldades por conta da pandemia e o isolamento social. “A grande maioria (dos estudantes) não estuda nada, vai perder o ano. E a prova do Pisa — estudo comparativo internacional realizado a cada três anos pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) —, que o PT nos botou nos últimos lugares, eu esperava sair em 2021 (a prova seria realizada no ano que vem, mas foi adiada para 2022), mas vai ser difícil ganhar posições dessa forma”, avaliou.

Mandetta

Bolsonaro também voltou a falar sobre a demissão do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O presidente chamou o antigo ministro de “marqueteiro da Globo” e explicou que não foi só a queda de braço por conta da cloroquina que motivou a saída de Mandetta.

“O ministro (Mandetta) caiu também por causa da cloroquina, também, mas outras coisas aconteceram ali. Porque o seu Mandetta é o marqueteiro da Globo, dizia ‘vai pra casa, quando tiver falta de ar vai para o hospital’. Eu chamei ele e falei: ‘está bom, e vai para o hospital fazer o que?’. Porque não tem remédio, e estava lá no protocolo inicial dele, que a hidroxicloroquina só era para ser usada em casos graves. Eu disse: ‘grave, cara? Todos os médicos que conversei disseram que era no início’. Ele não quis, então, entre outro problemas, ele foi ‘decapitado'”, completou Bolsonaro.

R7

Opinião dos leitores

  1. Fala hoje e amanhã se contradiz e o gado defende.

    Tá com vergonha pq todos os oitros líderes de países tomam e recomendam a vacina, ele ficou isolado.

    Entrará para a história só com coisas ruins, será lembrado como o que deve ser: líder de direita corrupto e asno. Terá os filhos presos e ele mesmo tmb será ao fim do mandato, por corrupção, como ele mesmo disse " os cheques não eram todos pra Micheque, alguns eram pra mim".
    Nem precisa do MP pra acusar, acho que o advogado dele enlouquece com um débil desses.

  2. Típico do Bozo, agora é botar a culpa nas farmacêuticas. O gado agora já vai repassar a mensagem e isentar o presidente. Países por aí vacinando, o Brasil atrasado dois meses e uma anta dessas botando a culpa nos outros.

    Cloroquina pode mas a vacina que todo mundo usa não pode pq mata.

  3. Não homi, pra quê?
    Essa covid-19 deve ser igual a catapora, qdo pega uma vez, não pega mais, da próxima muda só o nome pra bicheiro!

  4. Pois é , votem para colocar ele para fora, vcs com seus políticos honestos e sérios, baluartes da moralidade, na verdade uns fuinhas da pilantragem, colocaram ele lá, a democracia serve para isso, mudem, a justiça para os que se desviam dela. Comentar, criticar, achar azedo, feio, burro e outros adjetivos, não resolve muito. Outrora tivemos um semi analfabeto, que ficou rico, bem como, uma anta que não sabia somar ou articular uma frase e vcs ainda falam em ignorancia? Triste, mais prefiro ele (sem ter votado) do que os dois anteriores, em nove dedos votei convicto, que por ser um homem pobre iria mudar algo, puro engano, a maior testemunha disso esteve o tempo todo ao seu lado, PALOCCI.

  5. Perguntando agora? Pra se fazer de desentendido. Na semana passada ele AFIRMOU que não iria tomar vacina porque já tinha sido infectado. Esse Bozo é um comédia.

    1. Ele só reafirmou. Esses esquerdistas são jumentos mesmo. Tem que desenhar?

    2. Reafirmou o que, gado chucro? Ele questiona com ares de criança de jardim de infância se tem que tomar vacina, após ter dito que não tomaria de jeito nenhum pois já havia sido contaminado. Se vc souber desenhar, desenha aí, boi imundo.

  6. Avisa ao Presidente sabidão que o mundo tem quase 8 bilhões de habitantes e portanto, a procura pela vacina será superior à oferta, o que significa que o país, mesmo com mais de 200 milhões, que ficar esperando laboratório oferecer vacina pode ficar a ver navios.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

SÁBADO É DIA D: Sesap alerta para queda nas coberturas vacinais no RN e reforça necessidade de vacinar crianças e adolescentes

Foto: Ilustrativa

As salas de vacina por todo o Rio Grande do Norte estarão abertas neste sábado (17). O Dia D da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e a Atualização da Caderneta de Vacinação acontece em todos os municípios a fim de imunizar crianças e adolescentes de até 15 anos de idade. Na data, todas as vacinas de rotina estarão disponíveis para a aplicação mediante a análise da situação vacinal de cada paciente.

O momento proporciona que pais e responsáveis, que não tem como levar seus filhos a unidades de saúde durante a semana, possam assegurar a regularidade na aplicação das vacinas a fim protegerem as crianças de enfermidades imunopreveníveis.

Após a reintrodução do sarampo no estado e a baixa cobertura vacinal vivida em todo o país, a Subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Estado (Sesap), Alessandra Lucchesi, reforça a importância do ato. “A imunização é uma das mais importantes e efetivas estratégias de prevenção para a ocorrência de várias doenças. É fundamental que os responsáveis pelos menores busquem protegê-los, assim evitando que outras doenças não voltem a circular.”

A ação tem como objetivos reduzir o risco de reintrodução do poliovírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal, aumentar as coberturas vacinais e homogeneidade, diminuir a incidência das doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação e/ou erradicação dessas doenças.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Álvaro destaca a necessidade de se respeitar e cumprir distanciamento social

O prefeito Álvaro Dias (PSDB), candidato à reeleição em Natal, inicia a campanha cumprindo agenda com equipe de produção de marketing e explica nas redes sociais as adequações que o momento da pandemia exige para que as informações cheguem à população da cidade neste período eleitoral.

Em um momento atípico, devido à necessidade de distanciamento social, a campanha de Álvaro está focada em apresentar suas propostas em redes sociais e no material de rádio e tv, que têm veiculação iniciada no dia 09 de outubro.

Com a proibição de aglomeração devido à pandemia da Covid-19, os comícios e passeatas estão proibidos. As reuniões com as lideranças comunitárias também são restritas, sem poder haver participação de um maior número de participantes.

“É importante que se ressalte o momento conturbado que estamos vivendo com o novo Coronavírus. Ele está aqui, não foi embora”, afirma Álvaro. “Portanto, vamos continuar utilizando as recomendações das autoridades sanitárias, utilizando máscaras, álcool gel, evitando aglomerações e mantendo o distanciamento social durante toda essa campanha eleitoral”.

Álvaro Dias está há dois anos à frente da administração de Natal e nesta campanha para reeleição conta a advogada Aíla Cortez (PDT) como candidata à vice-prefeita.

“Espero e desejo uma campanha limpa, e propositiva, para que todos possam, analisando as propostas e o que for apresentado, escolher os melhores para o destino da cidade de Natal e do Poder Legislativo da cidade”.

Opinião dos leitores

  1. Está na hora de liberar o horário de fechamento do comércio. Fechar o comércio de rua ás 17:00 e permitir somente parte da frota de ônibus para atender as pessoas não é uma medida que ajuda a combater o covid. Essa medida continua aglomerando as pessoas em poucos ônibus em um mesmo horário.
    Ao mesmo tempo, o comércio de rua continua em dificuldade extrema! Essa hora faz muita falta para os comerciantes.
    Senhor Prefeito, permita que o comércio de rua atenda até ás 19:00 ou pelo menos até ás 18:00. Essa medida não vai interferir na saúde das pessoas, mas vai interferir diretamente na saúde das pessoas.

    1. Corrigindo
      Está na hora de liberar o horário de fechamento do comércio. Fechar o comércio de rua ás 17:00 e permitir somente parte da frota de ônibus para atender as pessoas não é uma medida que ajuda a combater o covid. Essa medida continua aglomerando as pessoas em poucos ônibus em um mesmo horário.
      Ao mesmo tempo, o comércio de rua continua em dificuldade extrema! Essa hora faz muita falta para os comerciantes.
      Senhor Prefeito, permita que o comércio de rua atenda até ás 19:00 ou pelo menos até ás 18:00. Essa medida não vai interferir na saúde das pessoas, mas vai interferir diretamente na saúde das empresas.

  2. A SEMOB NÃO VAI ABRIR PARA ATENDIMENTO AO PÚBLICO NÃO É?!
    TODOS OS ÓRGÃO ABRINDO OU ATENDENDO DE FORMA REMOTA E A SEMOB NATAL FECHADA.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Metade das crianças brasileiras não receberam todas as vacinas que deveriam em 2020; RN registra 47,42%, apontam dados do Ministério da Saúde

Foto: Ilustrativa/Fotoblend/Pixabay

Dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde apontam que cerca de metade das crianças brasileiras não receberam todas as vacinas previstas no Calendário Nacional de Imunização em 2020.

Segundo os índices do PNI, atualizados até segunda-feira (7), a cobertura vacinal está em 51,6% para as imunizações infantis. O ideal é que ela fique entre 90% e 95% para garantir proteção contra doenças como sarampo (que tem índice ideal de 95%), coqueluche, meningite e poliomielite.

Neste ano, entretanto, a cobertura vacinal da primeira dose da tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola) está abaixo de 60%. A da segunda dose está abaixo de 50%. Nenhuma das vacinas previstas no calendário infantil teve índices acima de 60% (veja tabela abaixo).

O baixo índice de imunização já tem consequências: dados do Ministério da Saúde mostram que, até o início de agosto, o país tinha 7,7 mil casos confirmados de sarampo. No ano passado, o Brasil perdeu o certificado de erradicação da doença.

Cobertura vacinal (em % por tipo de vacina) até 07/09

Imuno Coberturas Vacinais

TOTAL 51,56

BCG 53,06

Hepatite B em crianças até 30 dias 46,90

Rotavírus Humano 56,92

Meningococo C 57,17

Hepatite B 55,78

Penta 55,78

Pneumocócica 59,68

Poliomielite 54,70

Poliomielite 4 anos 44,63

Febre Amarela 42,71

Hepatite A 54,22

Pneumocócica(1º ref) 53,52

Meningococo C (1º ref) 56,52

Poliomielite(1º ref) 48,30

Tríplice Viral D1 58,89

Tríplice Viral D2 46,66

Tetra Viral(SRC+VZ) 19,95

DTP REF (4 e 6 anos) 50,85

Tríplice Bacteriana(DTP)(1º ref) 59,69

Fonte: Ministério da Saúde/DataSUS

Para Isabella Ballalai, pediatra e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), o motivo da baixa cobertura é a pandemia de Covid-19, que levou as pessoas a ficarem em casa e não saírem para vacinar os filhos.

“Essa situação se repete no mundo inteiro. Houve uma queda entre 30% e 50%”, afirma Ballalai. A médica lembra que, apesar das quedas vistas nas taxas de imunização no Brasil nos últimos anos, o país continua com uma das melhores coberturas vacinais do mundo.

“Essa cobertura não é simplesmente um número. Sem cobertura vacinal, nós estamos suscetíveis a todas essas doenças – surtos de meningite, retorno da poliomielite”, lembra a pediatra.

“Essas doenças eliminadas só estão eliminadas por causa da vacinação”, pontua Ballalai.

A infectologista Raquel Stucchi, da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), avalia que a chance de o país alcançar a cobertura ideal de vacinação ainda neste ano é “quase nenhuma”.

“Acho muito pouco provável que em 3 meses a gente consiga recuperar e chegar a essa cobertura”, afirma Stucchi.

No ano passado, o país não atingiu a meta da cobertura vacinal infantil.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. Esses petistas alienados, esquecem que quem esteve na presidência da República de 2003 a 2016, foi nove dedos e a anta, deixando parte desse legado maldito. Parte do que podemos contabilizar hoje, em desgraça na saúde pública, foram eles os responsáveis, Pátria educadora em Campos de futebol e analfabetos funcionais. Vcs lembram do debate, onde a anta mandou uma espectadora de nível superior fazer curso técnico para se dar bem.

  2. Isso deve ser porque o Brasil não tem ministro da saúde. Será que é? Ou essas crianças nasceram antes de 2019? Acredito que todas nasceram do ano passado pra cá. Já que sempre, na época da esquerda no poder, tivemos excelentes ministro da saúde. Né verdade?

  3. Ai vocês acham que essas mães que só falam em volta as aulas só com a vacina contra o covid vai deixar aplicar???? Não deixa uma tétano vai deixar uma de covid.

  4. Meu Deus! Não acredito que a governadora vai deixar as aulas retornarem se mais da metade das crianças não estão vacinadas contra tantas doenças que matam, aleijam e causam outras sequelas… Assim ela terá que suspender as aulas até 2022 viu!

  5. Parabéns negacionistas, olavista e negacionistas. Vocês não vivenciaram as mortes e sequelas do período em que não havia vacinas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Taxa de ocupação de leitos por Covid no RN está próxima de 50% e Saúde reforça uso obrigatório de máscara e necessidade do isolamento social

Fotos: Elisa Elsie

O boletim epidemiológico Nº 52 divulgado nesta terça-feira (5), durante a coletiva de imprensa, atualiza os dados da Covid-19 no Rio Grande do Norte. De acordo com o documento, o Estado possui 1.536 casos confirmados, 5.138 suspeitos, 4.702 descartados, 68 óbitos e 478 recuperados (pessoas que tiveram alta hospitalar).

Este cenário mostra que em função do percentual atingido com o isolamento social, os números seguem uma progressão e a situação ainda exige atenção. Razão pela qual ocorreu a edição do novo decreto governamental com a prorrogação das medidas de isolamento.

A taxa de ocupação de leitos Covid continua crescendo e está próxima de 50%. Na rede hospitalar estão internados, atualmente, 211 pacientes nas redes pública e privada, sendo 117 na pública e 94 na rede privada. Os casos mais críticos da doença (112) estão em UTIs e semi-intensivas e 99 estão em leitos clínicos.

Um dado preocupante apresentado pela Secretário de Estado da Saúde, Cipriano Maia, é relativo ao crescimento rápido do número de óbitos. As investigações dos óbitos suspeitos continuam e nas últimas 24 horas foram registrados seis mortes, ocorridas em Natal e Mossoró (dois em cada cidade), Parnamirim e Montanhas. Todas as vítimas possuíam comorbidades.

“A situação exige cuidado e atenção redobrada. E este é o motivo da prorrogação do decreto. Ainda precisamos manter o isolamento e o distanciamento social, e intensificar o uso de máscaras que passa a ser obrigatório em todo o RN a partir do próximo dia 7”, afirmou Cipriano Maia.

CIENTISTAS E ESPECIALISTAS ORIENTAM MEDIDAS

O secretário chefe do Gabinete Civil do Governo do RN, Raimundo Alves, disse que a decisão de prorrogar o decreto estadual que estabelece normas e medidas protetivas à saúde pública contra o novo coronavírus foi tomada ouvindo o Comitê de Cientistas e Especialistas que assessora a Administração Estadual. O Comitê é formado por integrantes da Universidade Federal do RN (UFRN), do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN e por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz.

“Depois de ouvir o comitê científico, o Governo resolveu prorrogar as medidas restritivas por mais 15 dias, com vistas a aumentar o índice de isolamento social que é eficaz no combate ao vírus, valendo até dia 20. Exceto as aulas, que ficam suspensas até 31 de maio”, explicou Alves.

Durante a entrevista coletiva, o secretário do Gabinete Civil destacou também o aporte de recursos pelo Governo Federal para os Estados e Municípios compensarem a perda de arrecadação devido à epidemia. “O socorro é extremamente necessário para manter a máquina pública em funcionamento”, declarou Raimundo Alves. O Congresso Nacional (Senado e Câmara do Deputados) está votando a medida, mas não há definição sobre valores.

A respeito, ainda, do novo decreto que traz o uso obrigatório da máscara, o procurador-geral adjunto da Procuradoria Geral do Estado (PGE), José Duarte Santana, detalhou a atribuição das empresas que estão autorizadas a funcionar de fornecerem as máscaras aos funcionários e exigirem o uso aos clientes, funcionários e colaboradores. A exigência do decreto visa atingir os municípios os quais não tenham adotado a iniciativa. “As empresas que não cumprirem as normas estarão sujeitas à multa. A pessoa física não será multada, mas poderá responder civil e criminalmente por descumprimento de medidas de saúde, como é previsto em lei, no Código Penal Brasileiro”, disse.

FAKE NEWS

O procurador-geral adjunto falou ainda sobre a previsão do novo decreto de responsabilizar quem divulgar informações falsas, as ‘fake news’. “Isso traz insegurança à sociedade. Quem faz deve responder criminal e civilmente e o Código Penal estipula multa de R$ 5 a R$ 25 mil para pessoa física que espalhar notícias falsas em relação à pandemia”, apontou.

O representante da PGE acrescentou que as notícias falsas são passíveis de investigação. “Hoje no mundo virtual tudo fica gravado. Os órgãos de segurança têm estrutura para identificar de onde partem as notícias falsas. Com isso, poderá ser aberto processo para responsabilização dos autores. Não podemos ser coniventes com o errado e com fake news. A notícia verdadeira está aqui, nas entrevistas coletivas diárias do Governo e na cobertura feita pela imprensa”, finalizou.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Casos de Covid-19 aumentam no RN e Governo reforça necessidade do isolamento

Foto: Elisa Elsie

Ao apresentar os números atualizados até a manhã desta segunda-feira (13), sobre a pandemia do novo coronavírus, o secretário de Estado da Saúde Pública Cipriano Maia foi taxativo: “Queremos que população continue colaborando, ficando em casa e tomando todas as precauções por que estamos numa curva ascendente. Os números de casos confirmados e mortes estão aumentando”.

Estão confirmados 339 casos de pessoas contaminadas em 27 municípios. São pessoas na faixa etária dos 20 aos 59 anos. O número de óbitos em consequência do novo coronavírus é de 17, ocorridos em 8 municípios. Outros 12 óbitos estão em investigação. Há 110 pessoas internadas, entre casos confirmados e suspeitos – 62 em hospitais públicos e 48 em hospitais privados. A relação de casos confirmados no RN é de 9,1 ocorrências por 100 mil habitantes. A letalidade é de quase 5%.

“Precisamos continuar em alerta. A curva de ocorrências é ascendente. É necessário manter o isolamento, permanecer em casa. Apenas aqueles que trabalham em atividades essenciais devem sair e guardar todas as medidas de proteção recomendadas pelas autoridades sanitárias”, reforçou Cipriano Maia.

Ele informou que o Governo do RN está avançando nas parcerias com os municípios na elaboração de planos de contingência para o novo coronavírus. “Esta semana vamos avançar na implantação do plano de contingência e contamos com o entendimento e com o apoio dos governos municipais para ofertar atendimento adequado no interior”, afirmou o secretário da Saúde, explicando que a maior dificuldade é adquirir respiradores.

O Laboratório Central do Governo do Estado (Lacen) processou todos os exames que recebeu. Foram realizados 1.897 exames até o último domingo (12). “Retomamos a regularidade dos exames. Eles são necessários para que tenhamos o menor número de casos, de ocorrências graves, e possamos sair da pandemia com os menores danos possíveis. E vamos manter as testagens em parceria com Instituto de Medicina Tropical da UFRN”, afirmou Cipriano.

Opinião dos leitores

  1. Faltou o nobre secretário, dizer o número dos curados.
    No ministério da Saúde o MITO mandou divulgar também, não só os dos mortos.
    Aliás, por falar em MITO, votei e vou votor de novo, depois vou votar em dr MORO, isso é coisa certa, tá sacramentado, e morreu Maria preá.
    NÃO MUDO NEM POR CEM, UMA COCADA E UMA FANTA.
    FIRME E FORTE.
    Agora, pros arrependidos, mentirosos, se não quiser cair, se deite.

  2. Interessante a fala do secretário, sobretudo por exigir que servidores em situação de risco, cujo trabalho pode ser feito remotamente, tenham que comparecer à SESAP. É hipocrisia que chama?

  3. BG , parabéns pela forma democrática como conduz seu blog . Espaço para opiniões divergentes e principalmente o fato de não direcionar as postagens , coisa que observamos em outros blogs . Agora vamos lá : até agora não estou entendendo essa revolta com a fala do ministro Madetta . Eles explanou a conduta do seu ministério e criticou quem não respeita a quarentena . O presidente , votei nele e me arrependo , tem como ele mesmo disse a caneta cheia de tinta . Resolvido ; demita o homem rapaz , coloque quem achar melhor no lugar dele . Agora para isso é preciso coragem e coragem não é ficar falando besteira na porta do palácio . Coragem é atitude com responsabilidade e assumindo as consequência . Não entendo a polêmica . Mandetta é político , está ministro , tem uma filosofia de trabalho e pode ser demitido , aliais se o mito , votei nele e me arrependo , o tivesse demitido não viveríamos mais áreas polêmica besta . Quanto ao fato dele querer ser candidato . Qual o problema ? Ele te todo direito . Demite logo e pronto rapaz .

  4. Cipriano capa preta, só não justifique os 11.000 óbitos, se controle, Fafá Bokus não gostou da brincadeira, se foi verdade essa projeção muito pior!!!

  5. Por favor senhor secretário de saúde do RN., simplesmente não seja um pregador de pânico, terror e medo na população, já basta a incompetência dos senhores. Governo e Secretariado!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

OMS volta a reforçar isolamento social e necessidade de testes

Foto: © Reuters/Denis Balibouse/ Direitos Reservados

O diretor-executivo da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, afirmou nesta segunda-feira (30) que a transmissão do novo coronavírus em várias partes do mundo está “passando das ruas” para “dentro das famílias”. A entidade reforçou a necessidade de isolamento social nos países que têm transmissão comunitária e da realização de testes para todos os casos suspeitos.

Ryan alertou que é preciso frear a velocidade das novas infecções “isolando e testando cada suspeito, e colocando em quarentena todos os casos”. Segundo ele, também é necessário que todos aqueles que tiveram contato com os infectados fiquem em quarentena em casa.

A OMS alertou, ainda, para o crescimento de mortes evitáveis nos sistemas de saúde que foram atingidos pela pandemia do coronavírus.

A organização tem pedido, desde fevereiro, que os países afetados pela Covid-19 testem todos os suspeitos e adotem medidas de isolamento social para ganhar tempo e fortalecer seus respectivos sistemas de saúde.

Garantia de bem-estar de quem perdeu renda

O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, ressaltou que, mesmo com as medidas de isolamento, os “governos precisam garantir o bem-estar das pessoas que perderam sua renda e precisam desesperadamente de comida, saneamento e outros serviços essenciais”.

Ghebreyesus também pediu que “os governos mantenham seu povo informado sobre a duração prevista das medidas e forneçam apoio a idosos, refugiados e outros grupos vulneráveis.”

Aumento das mortes evitáveis

O diretor-geral também alertou nesta segunda que a Covid-19 está afetando todo o sistema de saúde e os doentes que dependem dele. “Surtos anteriores demonstraram que, quando os sistemas de saúde são sobrecarregados, as mortes devido a condições evitáveis e tratáveis pela vacina aumentam drasticamente.”

Tedros pediu que os países continuem campanhas de vacinação, serviços de pré-natal e atendimentos da saúde da família.

“Mesmo estando em meio a uma crise, os serviços essenciais de saúde devem continuar. Os bebês ainda estão nascendo, as vacinas ainda precisam ser entregues e as pessoas ainda precisam de tratamento que salva vidas para uma série de outras doenças”, disse o diretor-geral.

Com G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Semurb alerta sobre necessidade das licenças para eventos carnavalescos em Natal

Foto: Secult

Com o período carnavalesco se aproximando, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) faz um alerta para os organizadores de festas de Carnaval sobre a necessidade da Licença de Uso de Espaço Público (LUEP) ou da Autorização Ambiental para festas em espaços privados para a realização dos eventos.

Ambos os documentos devem ser solicitados junto à secretaria com até oito dias úteis antes do festejo. Por isso, quem não fez a solicitação em tempo hábil não tem mais como emiti-los. Estar com as licenças em dia é a garantia de que o evento ocorra dentro das conformidades ambientais e urbanísticas visando o conforto e a segurança das pessoas.

De acordo com o supervisor geral de Fiscalização Ambiental da Semurb, Leonardo Almeida, é importante que os organizadores de eventos licenciados observem as condicionantes da licença ou da autorização ambiental, pois a não observância constituem uma infração ambiental de natureza grave.

“Quando o evento está devidamente licenciado, com a comprovação que o responsável apresentou toda a documentação, é a garantia que ele acionou os órgãos de segurança pública e que está cercado de todos os cuidados para evitar quadro de poluição ambiental e riscos a segurança de terceiros”, disse o supervisor.

O descumprimento é considerado infração ambiental de natureza grave e a multa começa em R$ 2.093,52 (dois mil e noventa e três reais e cinqüenta e dois centavos). Além disso, o evento está sujeito a interdição imediata e aplicação da multa em desfavor do responsável pela organização da festa, caso a atividade esteja colocando em risco a segurança das pessoas.

Ainda segundo Almeida, outro problema recorrente é a cobrança de entradas de festas financiadas pelo poder público. A cobrança de entrada de algum evento só pode ser realizada se o responsável fizer o recolhimento da taxa de uso e ocupação do espaço público. “Todo e qualquer evento que for declarado de interesse cultural e artístico financiado está isento do pagamento da taxa de licença de autorização. Porém, ele está vedado de cobrar a entrada a terceiros”, reiterou.

Opinião dos leitores

  1. BG
    E tome taxa, tome imposto, para ser usado em terceirizados R$ 7.7 milhões, muito dinheiro do contribuinte usado ao bel prazer do alcaide de plantão. O povo precisa apanhar muito para aprender a VOTAR.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Sindicato de Hotéis destaca derrubada do Reis Magos e necessidade de melhorias na orla

O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes Bares e Similares do Rio Grande do Norte, Habib Chalita, comentou a respeito da demolição do Hotel Reis Magos, que ocorreu na quarta-feira, 8. “Este fato mostra apenas um dos problemas que nossa orla e o turismo vem enfrentando nos últimos anos”, disse.

A expectativa dele é que, com a demolição do hotel e a discussão do Plano Diretor de Natal, a orla urbana da capital possa ser recuperada e melhorada ao longo dos próximos anos.

Habib Chalita declarou que “nossa orla precisa melhorar muito”. “Mas todo esforço para se deixa-la turística é válido”. Ele lembra que “não podemos esquecer também de Ponta Negra, nosso principal cartão postal”.

Na visão do presidente do Sindicato, é preciso um trabalho unificado e orientado do poder público e da iniciativa privada com foco em recuperar e fortalecer o turismo da capital do RN. “Com melhoramento desses fatores, a geração de empregos, impostos e segurança, vem a cargo da revitalização do corredor turístico de Natal, que é de Ponta Negra à Redinha, inclusive com a reforma do Mercado que será mais um atrativo para o turista”, argumentou.

Opinião dos leitores

  1. Para melhorar para o turismo é necessário melhorar p dia a dia do cidadão natalense, que vive aqui e aqui paga seus impostos. É preciso disponibilizar as praias da via costeira aos natalenses, criando acessos com infraestrutura entre os hotéis. É preciso também um acesso para as praias do litoral sul que não passe por Ponta Negra, o bairro não aguenta o fluxo de carros no verão.

  2. Agora que perceberam isto, quando o caos tá instalado e Natal sendo conhecida e criticada pelos turistas como a pior orla urbana do Nordeste e quem sabe do país.

  3. Exatamente, concordo com o comentário. O problema turístico de Natal está acentuado, a derrubada daquele escombro é o inicio. Que os corneteiros daqui de plantão vejam como está Ponta Negra, Redinha e Praia do Meio. Horrível. Acorda Prefeito!!!

  4. realmente a Orla de Natal merece melhor atenção pelo os orgãos Publicos da Cidade do Natal, más quando se trata do Turismo so quem lucra são os donos de hoteis e pousasdas, porque o trabalhador do setor de turismo é mal remunerado e muito exigido, tem hoteis que não tem um lugar adequado para os seus trabalhadores descansarem em horarios de almoço, muitos desses trabalhadores ficam vagando pela a orla de Ponta Negra até chegar o horario de retornar ao trabalho

  5. Só quem defendia essa bosta era os sujos ( eles não tomam banho )PTralhas, aqueles que amam o ditador MADURO e tudo oque não presta no mundo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Alteração na Constituição do RN permitirá que prefeitos recebam recursos de emenda parlamentar sem a necessidade de convênios

Está tramitando na Assembleia Legislativa um Projeto de Emenda à Constituição (PEC) do Rio Grande do Norte, que garantirá aos municípios potiguares o direito de receber , do governo do Estado, recursos provenientes das emendas parlamentares impositivas, sem a obrigatoriedade de celebração de convênios ou instrumentos congêneres, como ocorre atualmente. A alteração na Constituição do Estado, proposta pelo deputado estadual Tomba Farias (PSDB), permitirá aos municípios mais autonomia e agilidade, uma vez que os recursos financeiros poderão ser utilizados, conforme a necessidade da municipalidade, seja para a execução de obras de infraestrutura, saneamento, ou até mesmo aquisição de máquinas ou veículos.

“Com a destinação direta dos recursos às Prefeituras haverá maior agilidade na transferência de verbas, possibilitando aos prefeitos a pronta utilização nos projetos de seus interesses e necessidades”, defende Tomba Farias, que é deputado municipalista e direciona o seu mandato para a defesa dos interesses dos municípios potiguares.

De acordo com a da PEC das emendas impositivas, embora as prefeituras passem a receber os recursos sem a necessidade da celebração de convênio, há critérios definidos para a utilização do dinheiro que será aportado diretamente nos cofres municipais. As prefeituras não poderão utilizar a verba, por exemplo, para pagar despesas com pessoal e encargos sociais relativas a ativos, inativos e pensionistas, nem tampouco encargos referentes ao serviço da dívida.

A PEC prevê o aporte de recursos através de dois instrumentos: “transferência com finalidade definida”, onde a verba deverá ser utilizadas para os fins específicos previstos na emenda de inciativa dos deputados e “ transferência especial”, na qual os prefeitos deverão destinar pelo menos 70% dos valores em infraestrutura nos seus municípios.

Para Tomba Farias, a aprovação da PEC representa um avanço na administração pública dos municípios. “Com a alocação direta dos recursos para as Prefeituras, haverá maior agilidade na transferência dos mesmos, possibilitando aos prefeitos a pronta utilização nos projetos de seus interesses e necessidades. Ao final desse processo, toda a população dos municípios ou, mais especificamente, as pessoas carentes que dependem da ação das Prefeituras serão as maiores beneficiadas”, explica o parlamentar.

Assessoria de imprensa do deputado Tomba Farias

Opinião dos leitores

  1. Essa modificação capitaneada por Tomba é uma "tumba" nos cofres do Estado e uma lambida nos dos municípios… Votz!!!!

  2. Se com todas as amarras existentes toda semana vemos a notícia de prefeitos denunciados, condenados ou presos, com essa lei veremos todos dias. O trabalho da polícia e MP vai dobrar.

  3. Huuuum, sei. Isso é somente um passo para a sacanagem.
    Se não der de um jeito tem que dá de outro. Eita meu Brasil caboclo de mãe preta e pai João.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *