Fotos do Instagram agora podem ser macadas por localização em mapa

Por Murilo Roncolato – Link

O Instagram lançou uma nova funcionalidade chamada Photo Map, que gera marcações em um mapa o local onde cada foto foi tirada. O Photo Map pode ser ativado no menu tradicional do aplicativo e só funcionará caso o usuário opte por ativar o recurso de geolocalização das fotos tiradas.

Dessa maneira, o mapa de fotos dos usuários poderão ser acessados por seus respectivos contatos.

A versão 3.0 do app ganhou ainda uma caixa maior para legenda, melhorou seu desempenho e agora dispensa o botão “Load more” para carregar mais fotos no feed, que agora aparecerão automaticamente. Para mais informações, acesse o blog do Instagram.

Para baixar o app, clique aqui (iOS) ou aqui (Android).

Designer alemão desenvolve óculos com filtro do Instagram

Reprodução A vida pode ficar tão colorida e bonita quanto no Instagram se o projeto do designer alemão Markus Gerke vingar. Trata-se do Instaglasses, um óculos que possibilita o usuário personalizar a visão com o seu filtro preferido, como no programa de compartilhamento de fotos.

De acordo com o jornal Huffingtonpost, o protótipo vem como uma câmera do Instagram embutida. Com isso, a pessoa pode escolher imagens e filtros e usar o óculos normalmente e quando quiser fazer um registro fotográfico basta apertar um botão em uma das hastes para que a imagem seja captada por uma câmera de 5 megapixel.

O compatilhamento de fotos se daria por meio de uma conexão com o site específico, cujo o usuário ganha acesso ao adquirir o produto. Para isso, o Instaglasses já vem com Wi-fi incorporado, 2GB de espaço e bateria com até sete horas de duração.

O projeto ainda não foi finalizado, mas segundo o site do inventor a criação do óculos não tinha pretensões comerciais. No entanto, agora que ele o desenvolveu, espera que alguma empresa se interesse em produzir o produto.

Fonte: ESTADÃO PME

Quantidade de usuários no Instagram triplicou em cinco meses

Os últimos cinco meses foram agitados para o Instagram. Neste período, o aplicativo de fotos, que foi recentemente adquirido pelo Facebook, conseguiu praticamente triplicar o seu número de usuários. De acordo com dados revelados pelo site especializado Quora, a rede social tinha “apenas” 27 milhões de usuários em março deste ano. Agora, em julho, já são 80 milhões.

O curioso é que um crescimento semelhante já havia acontecido entre janeiro e maio deste ano, quando ocorreu um grande “boom” do Instagram, elevando o seu número de usuários de 15 milhões para 50 milhões. O crescimento da popularidade do programa é impressionante. Desde o dia 1 de maio, quando foi comprado pelo Facebook, a rede ganhou 30 milhões de novos usuários.

Os dados são impressionantes. O anúncio foi feito oficialmente no blog do Instagram, onde a equipe do serviço revelou ainda que os usuários já compartilharam cerca de 4 bilhões de fotos por meio do aplicativo, que foi lançado em outubro de 2010. Entre os motivos para todo este sucesso, é claro, estão o destaque recebido na mídia, o lançamento do app para o Android e o fechamento do acordo com o Facebook.

Muitas pessoas acreditavam que este crescimento do Instagram era temporário. No entanto, pelo visto, a mania do compartilhamento de fotos com efeitos ainda pode dar muito o que falar na Internet. Resta saber quais são os planos de seu novo dono, Mark Zuckerberg, para manter este serviço sempre no topo. Afinal, desde que o Facebook adquiriu o programa, quase nada mudou.

 

Fonte: Techtudo

Instagram completa dois anos. Veja a primeira foto enviada pelo app!

Instagram 2.0

O Instagram completou dois anos de existência na segunda-feira (16/07) e, para comemorar o segundo aniversário, um dos seus criadores, Kevin Systrom, colocou no blog oficial da rede a primeira foto enviada para o serviço.

A foto de um cachorro e um pedaço de um pé foi enviada no dia 16 de julho de 2010 para um aplicativo que até o momento era chamado Codename. Três meses depois ele chegou à AppStorecom o nome que o tornou famoso no mundo inteiro – Instagram – e recebeu muitas outras fotos de cães, gatos, comida e prédios com diferentes filtros.

Reprodução

Um ano e nove meses depois do lançamento comercial, o Instagram conta com mais de 50 milhões de membros e mais de 1 bilhão de fotos enviadas.

Além disso, o serviço foi comprado pelo Facebook por US$ 1 bilhão e também está disponível para usuários do Android, depois de um bom tempo sendo exclusivo do iPhone.
Fonte: Olhar Digital

Instagram agora poderá ser acessado por computador

O Instagram mudou. No entanto, os usuários não precisam entrar em pânico. Todos os filtros do aplicativo continuam por lá. É que agora quem usa o app poderá acessar, ver fotos e comentar a partir da web. Ou seja, o aplicativo que acumula mais de 50 milhões de cadastrados não está mais restrito às plataformas móveis. O anúncio foi feito na última quinta-feira (28).

Para usar o Instagram na web, basa ter uma conta. Ao acessar, o usuário poderá curtir, comentar e ver as fotos postadas pelos usuários. No entanto, não é possível realizada upload pela plataforma.

Facebook compra Instagram por U$$ 1 bilhão

O Instagram foi comprado pelo Facebook. A fusão acaba de ser anunciada pelo fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, em seu perfil oficial. Segundo ele, foi a primeira vez que o Facebook compra uma empresa com uma base tão grande de usuários. Hoje cerca de 30 milhões de pessoas usam o Instagram.

Os 14 funcionários do Instagram irão trabalhar na sede do Facebook, em Palo Alto, na Califórnia.

“Por anos, estivemos focados em construir a melhor experiência em compartilhar fotos com seus amigos e família. Agora, poderemos trabalhar mais próximos da equipe do Instagram para também oferecer a melhor experiência para compartilhar fotos do celular com as pessoas, baseadas nos seus interesses”, escreveu Zuckerberg.

Kevin Systrom, CEO do Instagram, disse que “não poderia estar mais feliz”. Segundo a Business Insider, a empresa foi vendida por US$ 1 bilhão.

O presidente do Facebook diz que as experiências das duas redes se complementam. Por isso, a ideia é manter e aprimorar as ferramentas do Instagram, em vez de simplesmente integrá-la completamente ao Facebook. O Instagram será desenvolvido independentemente. O Facebook se encarrregará de popularizá-lo ainda mais.

Além disso, Zuckerberg diz que o Instagram continuará a ser conectado a outras redes sociais. Os usuários também não serão obrigados a compartilhar suas fotos do Instagram no Facebook. “Nós tentaremos aprender a experiência do Instagram para construir ferramentas parecidas nos nossos outros produtos. E ao mesmo tempo, tentaremos ajudar o Instagram a crescer usando o forte time de engenharia e a infraestrutura do Facebook”.

“É importante deixar claro que o Instagram não vai acabar. Nós continuaremos a adicionar nossas ferramentas ao produto e encontrar novas maneiras para criar uma experiência melhor de fotos no celular”, disse o CEO do Instagram.

Na semana passada, o Instagram foi avaliado em US$ 500 milhões. A ida para o Android multiplicou por dez o valor da empresa.

Nas primeiras 24 horas de Android, o Instagram registrou duas mil ativações por minuto.

Fonte: Link Estadão

Instagram é liberado para plataforma Android

“Finalmente. Instagram para Android”. Foi com esta mensagem curta e um botão para download que os criadores do aplicativo de fotos para celular mais popular do mundo notificaram hoje, por e-mail, sobre o lançamento mais do que aguardado entre donos de celulares Android.

Gratuito (no iPhone ele já chegou a custar 0,99 centavos de dólar) e compatível com as versões 2.2 (Froyo) e superiores do sistema operacional, o app de filtros retrô e compartilhamento em redes sociais promete fazer sucesso. Disponível há apenas algumas horas na Play, loja de aplicativos do Google, o Instagram para Android já está com 4,4 de avaliação média – em um máximo de 5 estrelas.

E o período não poderia ser melhor. A Super estreou na semana passada sua conta na plataforma – com direito a conteúdos exclusivos e imagens em primeira mão.

Em poucas horas de nova plataforma, o aplicativo já andou causando polêmica entre alguns usuários da Apple. Já tem gente dizendo que o Insta está sendo orkutizado.

*Com informações da Super