Humanidade esgota recursos da Terra para o ano e ‘entra no vermelho’ cada vez mais cedo

Usina elétrica de Belchatow, na Polônia: ecossistemas comprometidos por poluição Foto: PETER ANDREWS / Reuters

A Humanidade viverá no crédito a partir desta segunda-feira, pois já consumiu todos os recursos naturais (água, terra, ar limpo…) que o planeta oferece, segundo um cálculo realizado pela organização Global Footprint Network .

O chamado Dia da Sobrecarga , calculado desde 1986, chegou dois meses antes de 20 anos atrás e a cada ano se antecipa no calendário. Em 1993, ocorreu em 21 de outubro; em 2003, em 22 de setembro; e em 2017, 2 de agosto.

“O fato de que o Dia da Sobrecarga da Terra seja 29 de julho significa que a Humanidade utiliza atualmente os recursos ecológicos 1,75 vez mais rápido” que a capacidade de regeneração dos ecossistemas, destaca a ONG em um comunicado. “Gastamos o capital natural do nosso planeta, reduzindo ao mesmo tempo sua capacidade futura de regeneração”, adverte também a organização.

“O custo desta sobrecarga econômica mundial está se tornando cada vez mais evidente com o desmatamento , a erosão dos solos , a perda da biodiversidade e o aumento do dióxido de carbono na atmosfera. Isto leva às mudanças climáticas e a fenômenos climáticos extremos mais frequentes”, explica a organização.

Os modos de consumo apresentam enormes diferenças entre os países. “O Catar alcançou seu dia de sobrecarga depois de 42 dias, enquanto a Indonésia consumiu todos os recursos para o ano inteiro depois de 342”, destaca WWF , associada à Global Footprint Network.

“Se todo mundo vivesse como os franceses, precisariam de 2,7 planetas”, e se todo mundo adotasse o modo de consumo dos americanos, seriam necessárias cinco Terras.

Segundo a WWF, “diminuindo as emissões de CO2 em 50%, poderíamos ganhar 93 dias ao ano, isto é, atrasar no dia da sobrecarga da Terra até outubro”.

A pegada ecológica de cada indivíduo pode ser calculada no site da Foot Print Calculator .

O Globo, com AFP

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nilvan Rodrigues da Silva disse:

    Interessante que os defensores do capeta+lismo e das empresas não relacionam esse esgotamento dos recursos naturais com o modelo hegemônico de sociedade e Estado. Sociedade e Estado que desmata, que acelera uma catástrofe anunciada dos pontos de vista social, ambiental, econômica e política.
    O meio ambiente começa a cobrar a conta com força. Mesmo assim assistimos figuras no planeta como o Bozo tocar acelerar esse caos anunciado.

  2. Jk disse:

    A Humanidade cavando sua própria cova.

VEM AÍ MUITA CORRERIA E FILAS EXTENSAS: A partir de segunda, supermercados no RN só até 22h

Em decorrência da insegurança no Estado, os supermercados do Rio Grande do Norte vão fechar mais cedo a partir desta segunda-feira (14).  Na ocasião, os estabelecimentos irão fechar as portas às 22h e, agora, a correria será grande. A informação foi confirmada pela Associação dos Supermercados do RN (Assurn), que alega que não há casos recentes de assaltos ou números alarmantes. A medida visa prevenir esses tipos de ocorrências e visa à segurança dos clientes e funcionários.

Polêmico. Enquanto os trabalhadores merecem e têm o direito de chegar em casa sem qualquer tipo de ameaça, por outro lado, muita gente tinha como este horário a alternativa para fugir das grandes filas. O mesmo exemplo vale para quem trabalha até tarde e agora terá que sacrificar um pedaço do fim de semana para realizar suas compras.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato disse:

    Lucio Borges, ai é que você se enganar! As lojas não estão fechando mais cedo por conta de pressão de ninguem! Os horários das empresas continuaram o mesmo, as lojas fecharam mais cedo, porém o trabalho interno as horas continuaram a mesma coisa! Antes de abrir a boca para falar o que não entende se informou primeiro!

  2. Aline disse:

    Não sei se fico mais abismada com a forma que as notícias são dadas ou com os comentários!

  3. Samuel disse:

    Absurdo! Os supermercados deveriam investir mais em funcionários e aumentar o quadro durante o dia, para tentar minimizar as filas e a insatisfação do cliente.

  4. Lucio Borges disse:

    Tai o resultado, esse povo ganha e nao quer trabalhar ai pra evitar manifestação os donos de supermercados que pagam seus impostos regulamente temq ue dizer que é por outros motivos quando na verdade todos nos sabemos que é pressao desse povinho que nao quer trabalhar, só quer ganhar ganhar e nada de retorno a quem lhe dar o pão de cada dia, fora os que roubam as coisas do supermercado. os da zona norte ja fecham cedo faz tempo porque ali o povo é tudo uns selvagens mesmo agora a zona sul fazer isso por pressao desses "trabalhadores" é osso!!!!!!!!!!

  5. ALEX DUBEUX disse:

    MUITO BEM
    CHEGA DE TRABALHO ESCRAVO