STJ mantém prisão de empresário acusado de roubar 23 toneladas de picanha

O STJ manteve a prisão preventiva de um empresário gaúcho acusado do roubo de uma carga de 23 toneladas de picanha, avaliada em mais de R$ 700 mil, informa a Crusoé.

O ministro João Otávio de Noronha, presidente da Corte, entendeu que há “elementos robustos” na investigação policial, que indicam a participação do empresário Paulinho Kock no esquema.

Segundo a denúncia do Ministério Público estadual, o empresário está envolvido no roubo da carga de um caminhão proveniente da Argentina, que foi rendido por homens armados.

Leia todos os detalhes aqui no Justiça Potiguar.

Policial Militar é pego roubando picanha dentro do Atacadão

Um soldado da PM, que é lotado no 1º Batalhão, foi flagrado furtando carne dentro do supermercado Atacadão, na zona Sul de Natal.

Ele estava fazendo compras e ao se aproximar do caixa, os seguranças pediram que ele abrisse a bolsa. O Soldado Sandro Gutten tentou impedir a revista alegando que era policial militar, mesmo assim, os seguranças realizaram os procedimentos de fiscalização e descobriram três quilos de carne, do tipo picanha, escondidos na bolsa do soldado. Com isso, outra viatura da Polícia Militar foi acionada e conduziu o acusado até a Delegacia de Plantão da Zona Sul. “Lá, ele foi autuado pelo crime de furto, mas acabou pagando fiança e ficou em liberdade. No entanto, também vai responder a procedimentos administrativos e sindicância”, informou o coronel Araújo Silva, comandante geral da Polícia Militar.

Fonte: Portal BO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Albertonascimento12 disse:

    bom dia amigo isso foi um momento de fraqueza ou imfuluencia de augum amigo mais vai dar tudo certo tenha fé em Deus e não faça mais isso.