Diversos

Guinness reconhece que dinossauros mais antigos do mundo foram encontrados no RS

Foto: Reprodução/EPTV

O Guinness World Records reconheceu, na quinta-feira (5), que os dinossauros mais antigos do mundo podem ter habitado a área que atualmente corresponde os municípios da Região Central do Rio Grande do Sul.

A publicação afirma que, embora não seja possível precisar a idade exata de fósseis de animais que viveram há milhões de anos, as rochas onde eles foram encontrados são. Os cientistas constataram que o sítio arqueológico de Santa Maria possui cristais de zircão datados de até 233,2 milhões de anos atrás, período correspondente à idade ladiniana do final do período Triássico.

Foto: Felipe A. Elias/Paleozoo Brazil

Entre os exemplos ​​escavados na Formação de Santa Maria, que compreende a região que vai de Venâncio Aires até Mata, estão o Saturnalia tupiniquim, o Nhandumirim waldsangae, o Buriolestes schultzi, o Pampadromaeus barberenai, o Bagualosaurus agudoensis, o Gnathovorax cabreirai e o Staurikosaurus pricei.

Todos esses eram bípedes herbívoros relativamente pequenos, conhecidos como sauropodomorfos (que mais tarde dariam origem aos saurópodes gigantes), e os buriolestes, que era exclusivamente carnívoro entre os sauropodomorfos.

Petição de grupos de pesquisadores

A publicação no Guinness teve origem em uma petição encaminhada por um grupo de pesquisadores e divulgadores científicos da paleontologia do RS ao escritório do Guinness.

“Fizemos uma defesa explicitando quais as razões que levariam os dinossauros da Formação Santa Maria a serem os mais antigos do mundo, os primeiros dinossauros”, explica Sérgio Cabreira, professor que trabalhou nas expedições que descobriram os fósseis na região nas últimas décadas.

Segundo ele, o material encaminhado pelo grupo foi avaliado por consultores paleontólogos do Guinness, e reconheceram que as pesquisas de datação mostram que as espécies localizadas no estado são mais antigas em relação aos dinossauros triássicos de outros locais. Os integrantes foram notificados do reconhecimento por e-mail, ainda na quinta.

“Como nossos dinossauros são encontrados dentro desses pacotes de rocha, então eles são os mais antigos do mundo. É uma mensuração, mas ela é feita através de métodos científicos, muito modernos, com diversos tipos de equipamentos acurados”, explica.

“Isso abre uma janela importante na questão da divulgação da região, de toda a nossa macrorregião. Abre importantes perspectivas de turismo de outros eventos culturais e acadêmicos relacionados com a paleontologia brasileira”, afirma.

O divulgador Ciro Cabreira, irmão de Sérgio, lembra que os materiais encaminhados ao Guinness são achados científicos, como as pesquisas de datação das rochas, de estudo de morfologia dos animais e os próprios fósseis localizados.

“Pra gente [a inclusão no Guinness] é uma vitória porque a gente tá tentando fazer esse trabalho de divulgação, da importância da nossa região, pra que o poder público dê mais atenção. É um bem imaterial”, diz.

Foto: Ilustração/Márcio L. Castro

Rivalidade com Argentina e Tanzânia

A Formação Ischigualasto, em San Juan e Rioja, no noroeste da Argentina, também reivindica possuir fósseis desses períodos. Segundo a publicação, as rochas foram datadas de 231,7 milhões de anos, o que, em termos de tempo geológico, a diferença é quase insignificante.

Entre as primeiras espécies de dinossauros encontradas neste local estão o Herrerasaurus ischigualastensis e o Eoraptor lunensis.

 Foto: Gabriel de Mello / Ulbra / Divulgação

Outro dinossauro potencialmente ainda mais antigo, o Nyasasaurus parringtoni, foi encontrado em rochas que datam de 243 milhões de anos, durante a idade anisiana do Triássico, na Tanzânia. No entanto, conforme o Guinness, devido a restos muito fragmentados, é contestado se esta criatura era ou não um dinossauro ou alguma outra forma de réptil.

Uma observação importante feita pelo Guinness em todas as publicações: recordes mudam diariamente e não são imediatamente publicados online.

Foto: Reuters/Natural History Museum, London/Mark Witton/Divulgação

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Estátua da Havan cai atravessada por poste após ventos de 75km/h no RS

Fotos: Lauro Alves/Agência RBS

Uma réplica da Estátua da Liberdade, símbolo da loja Havan, caiu em Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (24). Meteorologistas da Somar estimam que foram registradas rajadas de vento de 75km/h na região. Não houve feridos.

A cidade de Capão da Canoa não tem estação para medir a intensidade das rajadas. No entanto, pelo estrago, de acordo com a Escala Beaufort de Ventos, estima-se essa medida.

Segundo a Havan, a estátua tem 20 metros de altura e mais 10 metros de base. O peso do monumento é de 3,6 toneladas.

O Corpo de Bombeiros do município foi acionado por seguranças da loja por volta das 7h30. O local foi isolado para evitar que a população se aproximasse da estátua, feita de fibra de vidro. Segundo os bombeiros, o monumento não havia sido removido até por volta das 12h.

A loja confirmou que a queda foi provocada em razão de uma forte ventania. A rede varejista acrescentou que a equipe de engenharia já está providenciando os reparos.

O G1 questionou a Havan sobre o poste que aparece na imagem, mas não obteve retorno até a ultima atualização desta reportagem. Com a queda da estátua, ele ficou torto e atravessou o monumento.

Desde sexta-feira (22), cidades do Rio Grande do Sul registraram fortes rajadas. A Marinha do Brasil emitiu um alerta para ventos de mais de 80 km/h, nesta segunda, no Litoral do Rio Grande do Sul.

Até as 11h desta segunda, foram identificados 58 mil clientes sem luz em toda área de concessão da CEEE, sendo 29,4 mil no Litoral. Segundo os bombeiros, desde domingo (23) a região já estava sem energia.

A CEEE ainda não tem previsão de retorno total da energia, mas ressalta que as equipes estão trabalhando para restabelecer o serviço ainda nesta segunda.

G1

Opinião dos leitores

    1. Sim. O prenúncio de IPO na bolsa. Correlação não é causalidade.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MAIS UM: Judiciário, MP e Defensoria criam auxílio-saúde que pode chegar a R$ 3.500,00 no RS

Foto: Reprodução

Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Estadual do RS instituíram um auxílio de saúde suplementar para custear despesas com planos médicos de servidores, ativos ou inativos. A medida consta de resoluções, publicadas nos diários oficiais de cada órgão, na última terça-feira (9).

Magistrados, servidores ativos ou inativos e pensionistas dos órgãos poderão ter ressarcidos os gastos comprovados com plano médico, hospitalar, psicológico ou odontológico. O teto para o auxílio será de 10% dos vencimentos, que, no caso dos magistrados, chega a R$ 3,5 mil.

As medidas foram publicadas com base em resolução do Conselho Nacional de Justiça, de 2019, que determina as regras para a assistência em saúde no Poder Judiciário. Pela norma, os tribunais devem oferecer o serviço, por conta própria ou via contrato com empresas, ou ressarcirem os gastos realizados pelos servidores.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Congelar salário de saúde, educação e segurança pública é fácil. Quero ver combater os verdadeiros privegiados! Aí vira txutxuca.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

(VÍDEO): Homem com Covid é preso por contaminar maçanetas de veículos no RS

ASSISTA VÍDEO AQUI em matéria na íntegra

Um homem com coronavírus foi preso, na quarta-feira (3), após passar a mão em maçanetas de veículos em Planalto, na Região Norte do Rio Grande do Sul, relatou a Brigada Militar (BM). A polícia chegou até o suspeito após denúncias de moradores e análise de câmeras de segurança (veja vídeo acima).

Após a abordagem, a BM levou o suspeito a uma unidade de saúde para fazer um teste de Covid-19, que deu resultado positivo, com o vírus em atividade. O homem, que não teve a identidade e a idade divulgadas pelas autoridades, disse não saber que estava contaminado.

Após o registro de ocorrência na Polícia Civil, o indivíduo foi enviado para cumprir isolamento em casa. No entanto, o suspeito fugiu e foi encontrado, nesta quinta (4), em Iraí, a 33 km de Planalto, onde foi autuado novamente e isolado em um hospital.

Segundo o sargento da Brigada Militar Jonas Adriano Nicola, a polícia ainda não sabe a motivação do ato.

“Não sabemos se teve dolo ou culpa na conduta dele. A gente não sabe se ele faz algum tratamento psiquiátrico ou se sofre algum distúrbio”, relatou.

O prefeito de Planalto, Cristiano Gnoatto, informou ao G1 que o homem passou por problemas familiares recentemente, mas que não havia a confirmação de algum distúrbio mental.

Limpeza da cidade

O município realizou uma limpeza dos locais por onde o suspeito passou durante a quarta-feira, principalmente nos pátios da prefeitura e do Hospital Medianeira. Segundo o prefeito Cristiano Gnoatto, a comunidade foi orientada a reforçar os cuidados com a higiene.

“Ao redor de onde ele fez isso, no pátio da prefeitura e no hospital, a gente passou álcool 70º em todos os veículos, nas maçanetas. Nós colocamos, na internet, orientando a população para que tomassem as providências, fizessem a higienização, principalmente nas ruas centrais do município”, explicou.

Segundo levantamento da Secretaria Estadual da Saúde, Planalto teve 398 casos de coronavírus e 8 óbitos confirmados. A população do município é de 10 mil pessoas.

G1- RBS

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juízes federais do RS tentam adquirir duas doses de vacina a R$ 800

Foto: Reprodução

O lote de 5 milhões de doses da vacina Covaxin, da fabricante indiana Bharat Biontech, já está sendo negociado para os consumidores finais no Brasil. Juízes federais do Rio Grande do Sul estão encomendado o imunizante por R$ 800 (duas doses). No entanto, essa precificação é considerada ilegal. Isso porque as vacinas que entrarem no país com registro definitivo, como pretende fazer a farmacêutica indiana, precisam ter seu preço aprovado, antes de qualquer comercialização, na Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), órgão interministerial que acompanha também preços de vacina.

Essa etapa de precificação só acontece após a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) conceder o registro permanente da vacina no país. A Covaxin está na fase 3 de estudos clínicos na Índia, sendo que a expectativa da farmacêutica é ter sua aprovação concluída até 25 de fevereiro e, na sequência, entrar com pedido de registro permanente na agência reguladora brasileira. Pelas regras atuais da Anvisa, o setor privado não pode comprar vacinas de uso emergencial. O lote de 33 milhões de doses da AstraZeneca que o presidente Jair Bolsonaro aprovou para empresas adquirirem ainda não tem nenhum dos dois registros.

Ainda assim, a comercialização da vacina corre solta. A importadora Precisa, que representa a indiana Bharat Biontech no Brasil, já estabeleceu seu preço de custo, variando de US$ 32,71 a US$ 40,78, a dose, e as clínicas estão colocando seu valores. A clínica Multivacinas, que tem unidades em Porto Alegre e Gravataí, estabeleceu em R$ 800 para juízes federais do Rio Grande do Sul, mas esse valor pode mudar conforme o cliente.

A estratégia é vender, inicialmente, para clientes corporativos. Um desses contratos é com a Associação dos Juízes Federais do Rio Grande do Sul (Ajufergs), que conta com 185 associados e terão sua imunização bancada pela entidade. Cada magistrado poderá indicar até oito dependentes, sendo que esses precisam pagar pela vacina. Os interessados precisam fazer suas reservas e pagar 50% do valor, caso tenham dependentes, até hoje ao meio dia. “A vacina para os juízes está sendo paga com recursos da entidade, não envolve dinheiro público”, disse Rafael Martins Costa Moreira, presidente da Ajufergs.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Como vamos acreditar na justiça de um país desses – se um pobre fura a fila ou rouba alimento para comer é preso.
    Em um momento de pandemia, onde toda a população espera pela vacina um ato desses chega a ser vergonhoso e criminoso.
    Isto é BRASIL – se julgam Deuses inatingíveis.

  2. Via de regra, os seres humanos são criaturas extremamente egoístas, sem empatia e más. Isso aí só prova parte dessa teoria! Se os "seres humanos" sumissem desse planeta, quão bom e tranquilo seria, ao menos para os animais, esse planeta!

    1. Verdade. E a julgar pelos comentários de "jênios" do naipe do Caligula e seus outros pseudônimos por aqui chega-se a conclusão que a espécie humana deu totalmente errado. Só o meteoro para limpar esse planeta.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Seis pessoas são indiciadas por homicídio triplamente qualificado pela morte de Beto Freitas no RS

Conhecido como Beto, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi espancado por dois seguranças em Porto Alegre Foto: Reprodução

Seis pessoas foram indiciadas por homicídio triplamente qualificado por envolvimento no assassinato de Beto Freitas. O desfecho do inquérito, conduzido pela delegada Roberta Bertoldo, da 2ª Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoas, foi divulgado em entrevista coletiva no Palácio da Polícia, no Rio Grande do Sul. Segundo a policial, não há nenhum indício de que a motivação central do crime tenha sido racismo, mas houve contexto discriminatório.

Homem negro de 40 anos, João Alberto Freitas foi espancado atee a morte no Carrefour, em Porto Alegre, no dia 19 de novembro, na véspera do Dia da Consciência Negra. O assassinato do cliente do supermercado gerou protestos em todo o país e galvanizou o movimento negro em todo o país.

Entre os indiciados pelo crime estão os seguranças terceirizados Geovane Gaspar Dutra, ex-soldado temporário da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, e Magno Braz Borges. Os dois foram detidos em flagrante pelo espancamento e pela morte por asfixia de Beto Freitas.

De acordo com a diretora do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), delegada Vanessa Pitrezs, a fiscal Adriana Alves Dutra, que filmou o espancamento, e outro segurança, Paulo Francisco da Silva, também foram indiciados por não prestarem ajuda à vítima. Mais dois funcionários do Carrefour tiveram sua prisão solicitada à Justiça.

Ainda segundo a delegada, os indiciados demonstraram “maneira alvitante de conduta”, intimamente ligada à condição socioeconômica da vítima, “a qual não se pode dissociar sua cor de pele”. No entanto, o racismo não foi considerado motivação para o crime. Os indiciados responderão pela asfixia de Nego Beto, o que impossibilitou socorro à vitima, e motivo torpe, relacionado ao “contexto discriminatório” em que o crime aconteceu.

– Se a cor da pele da pessoa fosse outra, provavelmente a situação (também) seria outra – afirmou a delegada Roberta Bertoldo.

(mais…)

Opinião dos leitores

  1. E nessa piscadinha… o policial que tomou na nuca por um vagabundo, que se f….!! E o engraçado que o policial era branco!! Para esse mídia podre que temos hoje, o que interessa é jogar no ventilador o tema que mais provoca ódio, e os retardados de plantão potencializam isso!! Vidas importam, independente de cor!!

  2. É uma pena que Delegado e MP não decidem absolutamente nada, vai ficar para o judiciário…….Homicídio culposo!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

“Da direita, quantos mais morrerem de Covid, melhor”, diz professora de escola pública no RS

Fachada da Escola Municipal Guerino Zugno, em Caxias do Sul (RS), onde a educadora trabalha.Fachada da Escola Municipal Guerino Zugno, em Caxias do Sul (RS), onde a educadora trabalha.| Foto: Reprodução / Google Street View

Professora na Escola Municipal Guerino Zugno, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, Monique Emer se tornou alvo de críticas nas redes sociais após afirmar, entre outras coisas, que quanto mais pessoas “de direita” morrerem de Covid-19 “é melhor”. Monique, que leciona para o ensino fundamental, é investigada desde 2018 por violência contra colegas professores e denúncias de bullying contra alunos.

As falas teriam sido motivadas pela revolta da professora após a derrota do candidato à prefeitura do município apoiado por ela, Pepe Vargas, do PT. Em publicações nas redes sociais, Monique fala em “canalizar a revolta incendiária de estudantes” e sobre professores poderem “potencializar isso”.

“É por isso que eu estou criando meus filhos [de forma] diferente. Se depender dessa nova geração, todos os alunos que passam pela minha mão vão ser muito mais faca na bota. Não vão mais cair nesse discurso de oportunista, mas não vão mesmo. Vão ser muito mais faca na bota. Vão saber que tem coisa que só se resolve como na Argentina, na França, botando fogo em ônibus, quebrando mercado, quebrando banco, saqueando mercado, saqueando lojas. Pois é desse jeito que se resolvem as coisas. Na paz e na democracia não se resolve nada”, disse Monique em áudio publicado nas redes sociais.

“Da direita, quanto mais morrerem de Covid-19, de tudo, Aids, câncer fulminante, pra mim, melhor é. Já que a gente não pode fuzilar, então que vão na praça fazer bandeiraço (sic) e, se Deus quiser, morram tudo de Covid. Adultos, mulheres, idosos e crianças, não vale um, não se salva um”, disse Monique.

“Quando começou o Covid eu pensei: lindo, maravilhoso, vai morrer um monte de velhos. Velhos são machistas, racistas, reacionários, conservadores, e o PT vai se reeleger. Eu acho ótimo porque eu não tenho nenhuma afinidade com velho, não tenho saco pra gente velha. A partir do momento em que você não consegue se atualizar para viver nesse mundo, de fato você é um peso na terra e deveria estar morto. Sempre são uns caras moralistas, conservadores, escrotos. Então vai ser bom, vai agilizar, porque eu estou achando que poucos estão morrendo. Não conseguimos nos eleger nas capitais ainda. Tem que morrer mais. Uma hora vai morrer o suficiente pra gente ganhar. Tem que morrer”, afirmou, ainda.

Nas redes, internautas criaram um abaixo-assinado solicitando a exoneração de Monique Emer. “Esta pessoa deixa claro que prega esta Ideologia e ódio para seus alunos, fazendo lavagem cerebral em nossos filhos. Após este fato, inúmeros relatos com provas vieram à tona mostrando a falta de caráter e até perfil psicológico para estar dentro das salas de aula. Com base nestes fatos, precisamos recolher o máximo de assinaturas pedindo na exoneração desta pessoa. É inadmissível que este tipo de permaneça em uma sala de aula”, escrevem os autores da petição, que conta com 11.204 assinaturas virtuais.

A reportagem não conseguiu contato com a professora.

Em ofício encaminhado à prefeitura de Caxias do Sul, a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo da Câmara Municipal da cidade solicitaram resposta administrativa por parte do poder Executivo local.

“Como professora do Município, ela deve satisfação à sociedade, para quem ela trabalha, assim como qualquer outro servidor público municipal. Assim sendo, a Comissão solicita que o Poder Executivo tome as devidas providências e medidas cabíveis, conforme estabelecem as leis municipais e o estatuto dos servidores. Pedem, ainda, que seja verificado, se o conteúdo que a professora leciona em sala de aula condiz com o plano pedagógico dos anos em que trabalha”, solicitam.

“Brincam na sala à sombra de uma bandeira comunista”

Embora a professora tenha desativado seu perfil na rede social Facebook, circulam prints de publicações de Monique após as eleições. Ela escreve, por exemplo, sobre uma “tendência incendiária” em jovens estudantes, “uma indignação pronta para ser canalizada”. “Não faltam professores, pais e formadores de opinião pra potencializar isso!”, diz:

Após a repercussão dos áudios da professora, o diretório local do PT em Duque de Caxias publicou uma mensagem de apoio a todos os professores.

Segundo o comunicado, pessoas “que defendem uma ideologia obscurantista e autoritária, que visa instalar no país um estado repressor, digno do totalitarismo fascista” se utilizaram de “uma frase infeliz de uma educadora” para atribui-la a todo o conjunto de educadores “que defendem a sociedade baseada na democracia”. “A indignação que externam é hipocrisia instrumental”, diz o partido, “pois entre eles não são poucos os que destilam ódio político todos os dias”. Leia abaixo a nota na íntegra:

Gazeta do Povo

https://www.gazetadopovo.com.br/educacao/da-direita-quantos-mais-morrerem-de-covid-melhor-diz-professora-de-escola-pubica/

Opinião dos leitores

  1. Isso só mostra a qualidade dos professores do Brasil infelizmente muitos não sabe de nada e não querem trabalhar, mostra também a doutrinação comunista que existe principalmente nas universidades do país. Vergonha!

  2. No Brasil estão tentando implantar um modelo de atenção, aos que precisam de atenção psiquitrica, centrado na desospitalizaçao, muito interessante e discutível, só esquecem que esses pacientes entram em estado agudo, certamente caso dessa pessoa. Aí amigo, quando isso ocorre, só medicação internada, infelizmente.

  3. É a Sara Winter da esquerda! Quem sabe não é contratada como assessora de Natália Benevides?

  4. EITA BRASIL SEM CONDIÇÕES DE EDUCAÇÃO SEUS FILHOS, UMA FIGURA DESSA CONTINUA SELECIONANDO EM ESCOLA PÚBLICA E DOUTRINANDO DESSA MANEIRA, É UMA VERGONHA NACIONAL, ÉRA PARA SER AFASTADO E LEVADA PARA TRATAMENTO PSIQUIATRICO.

  5. Manoel, Manoel, Manoel, Manoel, deixa de ser mané, me admira como um ser humano chega ao cúmulo de tanta idiotice, pessoas como vc e esta pobre pessoa fazem o mundo menor, pequeno, insignificante, piegas, relés, pobre, fétido. Isso que vc " aprova " é um crime, por outra, deves convencer os outros com bons argumentos e qualidade, coisa que seu partido e seus dirigentes não tiveram, o resultado disso é o esquecimento e insignificância. Não se apequene, vc assim pode se engasgar na sua ira, um dos pecados capitais.

  6. Não tenho nada contra quem é de direita, agora essa turma sem noção extremada que apoia causas facistóides totalmente fora da realidade aí eu desejo o que mais de primitivo nos meus instintos querem.
    Aí, rebanho, fala pra gente: vocês sabem que colocaram um inepto no poder e estão vendo que as coisas estão indo de mal a pior no Brasil, não é mesmo? Lá no fundo vocês sabem disso, mas admitir deve ser muito doloroso, não é?

    1. As coisas só vão melhorar. O governo tem uma boa agenda econômica. Economia é 80%…
      Este ano seria bem razoável não fossse a pandemia. Uma vez passada, vamos crescer de forma sólida. Sem as bolhas artificiais, como a do lulismo.

  7. Isso dever ser uma Analfabeta Funcional Petista,perdeu a mamata e está revoltadinha pq agora vai ter que trabalhar…….kkkkkkkkkkkkkkkk

  8. O problema é que esse ódio é típico dos fundamentalistas e extremistas, tanto de direita quanto de esquerda. Enquanto essa forma doentia de pensar ( seja de um lado ou de outro) persistir, não sairemos do canto.
    E ainda corremos o risco de andar pra trás, feito caranguejo.

    1. Esse é o tal ódio do bem, vindo da esquerda, é aceito, não é doentio, alguns consideram até chique! São uns sebosos, desalmados, desgraçados e mal-amados! Lamento pelos alunos que passaram pelas mãos dessa autêntica escarradeira. Que triste.

  9. Só queria saber porque esse estético de porco ainda ainda não foi presa,isso não é gente,é um monstro.

    1. Ótima observação. Mas se tem uma coisa que esses vermes aprenderam direito com Lênnin foi a "ocupar" espaços de disseminação: Escolas, artes, imprensa, academia… subjugados. O bem tem que ser plantado e regado com tanto trabalho, mas esse mal se dissemina pior do que o Ebola.

    2. E não pense o desavisado que o livro seja tão discrepante da capa assim.
      É um caldo de cultura.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governador do RS diz que fez contato com Butantan para compra da vacina Coronavac

O governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) afirma ter entrado em contato com o Instituto Butantan, de São Paulo, com o objetivo de comprar a Coronavac, vacina contra o coronavírus produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o instituto paulista.

Apesar de o estado gaúcho ter como prioridade fazer parte de um plano de imunização nacional organizado pelo governo federal, Leite pretende comprar caso haja alguma ‘frustração’.

“Eu tenho responsabilidade com 11,5 milhões de gaúchos, a gente não pode confiar, basear a política pública apenas na confiança. Eu pessoalmente confio na gestão do Pazuello dentro de tudo vivido até aqui. Mas observa-se o quanto se politizou o tema da vacina, e eu não posso gerar problemas à minha população a partir de uma confiança pessoal. Tenho planos de contingência, para frustração dessa confiança, dessa expectativa”, disse o governador.

O Ministério da Saúde ainda não divulgou o plano definitivo de vacinação contra a Covid-19. Na semana passada, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, disse que o plano só ficará pronto quando houver vacina registrada na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A vacina Coronavac ainda está na terceira fase de teste, em que a eficácia precisa ser comprovada, antes de ser liberada pela Anvisa.

“Nós já iniciamos contato com o governo de São Paulo, com o Butantan, no sentido, se houver frustração desse plano inicial, fazer a aquisição direta pelo governo do estado”, acrescenta Leite.
Eduardo Leite participa de uma reunião, marcada para 11h da manhã desta terça-feira (8), entre governadores e o Ministério da Saúde, que discute a compra de vacinas contra a Covid-19.

“A primeira demanda que os governadores devem apresentar ao ministro é justamente que não descarte nenhuma vacina que tenha liberação da Anvisa e faça essa análise o mais rápido possível, por critérios técnicos, blindando as questões das preferências políticas. Estamos falando da vida, da saúde das pessoas e também da economia”, destaca Leite.

Pandemia no Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul atingiu, na segunda-feira (7), pela segunda vez, o patamar mais alto da média móvel de mortes causadas pelo coronavírus. Foram 60 óbitos, em média, nos últimos sete dias, uma variação de 63% em relação a duas semanas atrás.

Antes disso, apenas em 4 de agosto houve um índice tão alto — considerando o período em que o consórcio de veículos de imprensa realiza a divulgação do cálculo, de julho em diante.

No total, o RS tem 7.235 mortes por Covid-19 e mais de 350 mil casos pessoas foram infectadas pelo coronavírus.

G1

Opinião dos leitores

  1. Sinceramente vou desistir, esse mané intitulado Manoel, é da família dos quadrúpedes mesmo. Figura burra, vc sabe ler? Ou alguém escreve para vc? Pelo que consta na mídia, mesmo a pior, a ajuda do governo Federal foi realizada a todos, sem discriminação, fato de elogio de todos os secretários de saúde do Brasil. O STF foi quem deu aos governadores e prefeitos, o direito de decisões, algumas não tão corretas, em como atuar. Vc é um ignorante petista de marca maior, Santa burrice, homem, vá arranjar uma lavagem de roupa, suas ceroulas devem estar sujas atrás de tanta besteira que vc diz, ninguém quer mais saber do PT e das sua idéias, vcs foram praticamente varridos do mapa, como falar em socialismo sem lembrar de Cuba e Venezuela, ditadura e fome?

  2. Claro,tá mais do q certo.Sabe q se depender do Governo Federal,só vai ter vacina em 2022 na campanha eleitoral,quando ja tiver 2 milhões ou mais de mortos.

  3. Deve estar com muito dinheiro em caixa. Depois sabe que que tem o paizão Tesouro pra socorre-lo e deixa-lo bem na foto.

    1. Exato. Como a cloroquina que o governo mandou fazer e comprar aos montes e não serve pra p. nenhuma. Quem vai pagar por isso?

  4. Cada vez mais os estados tomando a frente já que no Ministério da Saúde e governo federal temos dois ineptos.

    1. E TÃO INCOPETENTE QUE VIAJA INAUGURANDO OBRAS, JA QUE OS GOVERNADORES NÃO TEM CAPACIDADE DE FAZELAS.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Seis suspeitos de envolvimento no assalto em Criciúma (SC) são presos no RS

Foto: Divulgação/Polícia Militar

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) do Rio Grande do Sul prenderam 6 suspeitos de estarem envolvidos no assalto do Banco do Brasil de Criciúma, em Santa Catarina.

A informação foi confirmada por Luiz Graziano, chefe de Comunicação Social da PRF catarinense.

No final da tarde de quarta-feira (2), dois suspeitos foram presos em Porto Alegre, três em Torres e um em Três Cachoeiras, municípios do Rio Grande do Sul. Ainda não se sabe se os suspeitos continuarão presos no estado gaúcho ou irão serão transferidos para Santa Catarina.

Na ação em Três Cachoeiras, agentes do Bope do Rio Grande do Sul encontraram na madrugada desta quinta-feira (3) o local supostamente utilizado como transição para fuga dos criminosos.

Na residência foram encontrados vários vestígios que indicam participação no roubo ao Banco do Brasil, incluindo roupas com sangue e acionador para explosivos. Um furgão apreendido na operação.

Os órgãos da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Brigada Militar dos dois estados estão trabalhando em conjunto para solucionar o crime.

Prisão em SP

Uma mulher também foi presa na noite desta quarta-feira (2) em São Paulo. Ela é suspeita de ter relação com a quadrilha que praticou um grande roubo na cidade de Criciúma (SC).

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Prefeitura de Porto Alegre confirma primeira morte por coronavírus no RS; vítima é idosa de 91 anos

A Prefeitura de Porto Alegre confirmou a primeira morte por coronavírus na Capital e no Rio Grande do Sul. O prefeito Nelson Marchezan Jr. divulgou a informação na madrugada desta quarta-feira (25). O caso ainda não foi oficializado pela Secretaria Estadual da Saúde.

A vítima é uma mulher de 91 anos que estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Moinhos de Vento.

Até a noite de terça, eram mais de 2,2 mil casos confirmados em todo o Brasil, e 47 mortes. A maioria em São Paulo e Rio de Janeiro, além de uma investigada no Amazonas, que não entrou no último boletim do Ministério da Saúde.

Marchezan afirmou que “chegamos a um triste patamar”.

“Deveríamos começar a contabilizar a contaminação do vírus pelo número de pessoas na UTI. Tinham nove confirmadas e 26 com suspeitas. A partir de hoje, temos o primeiro óbito, que é mais um número que passa a fazer parte do nosso acompanhamento”, relata o prefeito.

Pela contabilização da Secretaria Estadual de Saúde, Porto Alegre tem 47 casos confirmados. Já a Secretaria Municipal de Porto Alegre informa um número maior – 81 casos.

Na última atualização da Secretaria Estaduald a Saúde, feita na terça-feira (24), haviam 112 casos confirmados no estado, e nenhuma morte. Trinta e cinco cidades já têm registro da doença.

“Que a tristeza dessa primeira morte e tristeza da família dessas pessoas que estão na UTI sirva de referência para que os porto-alegrenses sigam de forma mais firme e com mais convicção a orientação do isolamento, principalmente daquelas pessoas com mais de 60 anos”, concluiu o prefeito.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Mulher beija namorado que tentou matá-la com 5 tiros durante julgamento no RS

Foto: Divulgação

Um homem acusado de tentar matar a namorada a tiros em agosto de 2019 foi condenado a sete anos de prisão em Venâncio Aires, interior do Rio Grande do Sul, nesta terça-feira (28). Lisandro Rafael Posselt, de 28 anos, estava preso desde o ataque a mulher, mas agora ficará em liberdade pois não possui antecedentes e a pena foi menor do que oito anos. As informações são do Zero Hora.

O julgamento teve um momento completamente fora do protocolo. Micheli Schlosser, a sobrevivente dos disparados, pediu autorização aos jurados para beijar o agressor. Ela também garantiu que o perdoava logo após prestar seu depoimento.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Realmente este país é da impunidade, o sujeito tentar matar a noiva com 5 tiros, passa menos de 1 ano preso é julgado e posto em liberdade, pois pegou menos de oito anos de reclusão. Lamentável.

  2. Que dizer que o rapaz deu 5 tiros na namorada durante o julgamento e ainda recebeu beijo da vítima. Eu estou aqui igual ao gordinho risadinha " não entendi nada".

  3. Essa é mais uma que faz de tudo pra desestabilizar o sujeito, até o mesmo reagir com irracionalidade, tanto que o perdoou. Casos assim são mais comum do que imaginamos.

    1. A moça levou 5 tiros e vc tá dizendo q a culpa eh dela e quem atirou eh vítima?
      A sociedade tá doente.

  4. Deveria a Juíza ter aproveitado a reconciliação e disponibilizado uma salinha pra visitas íntimas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

VÍDEO mostra momento que brinquedo em parque de diversões no RS falha e fere duas jovens

A falha no funcionamento de uma atração em um parque de diversões feriu duas jovens, na cidade de Nova Roma do Sul, a 160 km de distância de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Um vídeo mostra o momento em que elas caem com o brinquedo, de uma grande altura. As informações são da Record TV.

No carrinho suspenso do brinquedo, chamado de “O Pêndulo”, as duas caem de costas em direção ao chão, até que um cabo de segurança sustenta o peso e as impede de atingir o solo. Porém, o impacto causado pela queda livre seguida da brusca contenção do cabo de segurança ao veículo causou ferimento às jovens.

Uma delas já foi liberada de um hospital na capital e passa bem. A outra, que teve as duas pernas fraturadas, está em estado grave em um hospital da região.

O brinquedo está interditado até a realização da perícia. A Polícia Civil irá checar o alvará de funcionamento do parque de diversões.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

RS e mais oito Estados pedem ao STF que autorize corte nos salários de servidores

Em pedido ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, os secretários da Fazenda de nove Estados, incluindo o do Rio Grande do Sul, Marco Aurelio Santos Cardoso, solicitaram o restabelecimento de medida que prevê a possibilidade de redução na jornada de trabalho de servidores públicos com corte de salários em caso de frustração de receitas. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a reportagem, além do governo do Rio Grande do Sul, os Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Ceará, Pará, Alagoas e Mato Grosso do Sul também assinaram o pedido. O texto foi entregue ao STF na segunda-feira (4).

O grupo ainda pede a volta de medida que, também em cenário de perda de receitas, permite ao Executivo ajustar limites financeiros dos demais Poderes e do Ministério Público nos casos em que não o façam.

A solicitação dos Estados tem como base dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que hoje está suspenso por medida cautelar (liminar). Essa Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) deverá ser julgada em 27 de fevereiro.

Zero Hora

Opinião dos leitores

  1. Nunca se iludam, a diminuição se ocorrer só dá para o Executivo, os outros poderes irão continuar com suas rendas faraônicas.
    A limpeza deveria começar na classe política e passar para os tribunais.

  2. Essa cambada de malfeitores vão todos pro inferno, vai faltar inferno, satanás vai ter que se virar.

  3. Qualquer pessoa minimamente informada sabe que o falido RN não tem condições de pagar salários de 35 mil para auditor fiscal, juízes , promotores e deputados. Mais 25 mil para procuradores, delgados e outros marajás. Fátima golpe, envie um projeto de lei limitando o teto de salário aos proventos de governador(SP estado mais rico da federação adota esse teto) reduza os salários com a respectiva redução da carga horária, que as coisas começariam a melhorar. Essa coisa de antecipar royalty é comer na frente igual a enxada. Aproveita enquanto tens algum capital político.

  4. Aposentadoria é uma poupança de 3 decadas de contribuicao.. o que nao pode é o Estado fazer concurso sem poder pagar.. ou manter cargos comissionados pra fazer gentileza com politicos e partido. Nem manter estrutura de cabide de emprego que nao atendam aos anseios da populacao, e que nao sejam ligadas a seguranca, educacao (fundamental) e saude. a conta ta vindo.

  5. É fácil, tirem as regalias de políticos como: deputados e senadores, dentre outros; do judiciário e legislativo. Assim poderiamos salvar os estados e municípios. SEMPRE É MAIS FÁCIL ATACAR A PARTE MAIS FRACA, CIDADÃOS QUE ESTUDARAM E FORAM APROVADOS EM CONCURSO. VERGONHA!

    1. É brincadeira . . . Esse POVO quebra o ESTADO, através de corrupção o funcionalismo é quem paga a conta.

  6. O servidor pagando o pato.

    Enquanto isso o JOSÉ AGRIPINO E OUTROS SENADORES RECEBERÃO APOSENTADORIA DE MAIS DE R$ 20 MIL.

    1. Não é só Zé Agripino não. São milhares de servidores marajás que recebem aposentadoria do Estado acima de 25 mil reais.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Em decisão inédita, estudante de medicina é condenado a 14 anos por ‘estupro virtual’ no RS

Foto: Divulgação/MPRS

O estudante de medicina de Porto Alegre, preso em flagrante em setembro de 2017, foi condenado por estupro de vulnerável e por armazenar fotografias com cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo crianças ou adolescentes. A decisão relativa ao estupro é considerada inédita, por se tratar de um crime cometido pela internet.

A pena é de 14 anos, dois meses e 11 dias de prisão. O promotor Júlio Almeida, da 11º Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude, elogiou a decisão da 6° Vara Criminal do Foro Central de Porto Alegre.

“É preciso compreender o alcance da acertada decisão da Justiça que, aceitando a nossa tese, dá um passo importante para que os responsáveis por crimes de abuso sexual contra crianças, cometidos no ambiente virtual, sejam punidos exemplarmente”, afirmou.

O universitário, que estava no sétimo semestre da faculdade, foi preso enquanto fazia plantão em um hospital da capital gaúcha no ano passado. No apartamento do estudante, em Porto Alegre, foram encontradas milhares de fotos de crianças e adolescentes em situação de pornografia em um computador.

O material foi apreendido em operação conjunta entre o MP-RS e a Polícia Civil do Rio Grande do Sul. O celular dele e outros equipamentos também foram recolhidos para que a perícia fosse realizada.

A investigação teve início em abril de 2017, quando o pai de um menino de 10 anos, de São Paulo, descobriu que o filho trocava mensagens de conteúdo sexual com o homem. Ele comunicou a Polícia Civil, que rastreou os diálogos e chegou a Porto Alegre.

De acordo com o MP-RS, a apuração dos fatos apontou que o estudante usava a rede (de internet) da faculdade onde estudava para trocar arquivos e fazer contato com uma das vítimas. O estudante também realizava trabalho voluntário junto a crianças e adolescentes.

Para o promotor Júlio Almeida, o estupro de vulnerável ficou claramente evidenciado. “Embora abusador e vítima estivessem geograficamente em estados diferentes, o ambiente virtual é capaz de simular o encontro, como se de fato, fisicamente, juntos estivessem e isso, certamente, provocou danos à vítima, que, após o ocorrido, passou a manifestar comportamento atípico”, explicou.

G1

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Ibope: Bolsonaro tem 29% no RS; Haddad, Ciro Gomes e Alckmin embolados, entre 10 e 11%

O Ibope divulgou nesta sexta-feira(14)  uma pesquisa presidencial feita apenas no Rio Grande do Sul, informa o Estadão.

No estado, Jair Bolsonaro lidera as preferências dos eleitores, com 29%.

Bem atrás, embolados, vêm Fernando Haddad, que passou de 9% para 11%, Ciro Gomes, que oscilou de 9% para 10%, Geraldo Alckmin, que cresceu de 6% para 10%, e Marina Silva, que manteve os 8% da pesquisa anterior.

O Antagonista

 

Opinião dos leitores

  1. Kkkkkkkkkkkkk, isso é na terra natal da presidanta do gopi e mais honesta do mundo. " Fora passadena"

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Plebiscito informal para separar RS, SC e PR do país tem 96,13% de votos favoráveis

Resultado do plebiscito informal de 2017 divulgado na página do movimento O Sul É o Meu País (Foto: Reprodução)

O movimento “O Sul é Meu País” realizou no sábado (7) mais um plebiscito informal para consultar moradores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná sobre a possibilidade de se separar do resto do Brasil. Foram computados um total de 341.566 votos (85,82% das urnas) até a manhã desta segunda-feira (9), sendo que 96,13% (328.346) optaram pelo “sim”, e 3,87% (13.220) pelo “não”, conforme divulgado pelo movimento.

Apesar do resultado positivo pela separação, o total de votos computados até então foi menor que o registrado em anos anteriores, quando o número de participantes passou de 600 mil pessoas.

Em número total de eleitores aptos a votar, os três estados 21,2 milhões de pessoas, conforme dados de agosto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São 5 milhões em Santa Catarina, 7,9 milhões no Paraná, e 8,3 milhões do Rio Grande do Sul.

A votação tinha caráter simbólico, ou seja, não tem valor legal. No entanto, os participantes eram convidados a assinar uma proposta que seria levada ao Congresso para que o assunto fosse discutido.

Conforme os organizadores, a condição mínima para votar era ser maior de 16 anos. Até mesmo o voto em trânsito era permitido. A expectativa era de colher os votos de 2 a 3 milhões de pessoas.

Os participantes responderam sim ou não à pergunta: “Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?”.

A coordenadora geral do movimento, Anidria Rocha, moradora de São Jerônimo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, dizia antes do resultado da votação, que a adesão seria maior em um momento em que o sentimento separatista crescia por conta da situação política e econômica. “O movimento separatista está crescendo cada vez mais e essa crise política e econômica do Brasil favorece essa nossa posição”, destacou.

Os resultados da votação por estado podem ser consultados no site oficial do Plebisul.

(Fotos: Alexandra Freitas/G1)

Consulta anterior

Essa não é a primeira vez que o movimento “O Sul é Meu País” realiza um plebiscito informal. Em outubro de 2016, outra consulta foi realizada. À época, participaram 616 mil pessoas e 95,74% disseram ser favoráveis à separação dos três estados do restante do país.

De qualquer forma, a competência para propor um plebiscito é do Congresso quando se tratar de questões de relevância nacional.

A assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) informou ao G1 na terça-feira (3) que não iria se manifestar por não ter recebido nenhuma consulta do movimento a respeito do assunto.

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Quanta bobagem voces falam,discutem e nem se quer notaram que este ano diminuiu a quantidade de pessoas que foram votar neste absurdo.
    Resumindo a maior parte da população do sul nem sequer da bola para este plebiscito de M….

  2. Conversa de bêbado em fim de festa é assim , sem noção.
    Queiram ou não queiram vocês vão morrer sendo brasileiros, e tem mais leiam a nossa constituição, depois vocês pensam em fazer qualquer cagada parecida.
    Por isso eu repito, ho povinho sem noção e sem cultura.

  3. Por mim tudo bem. Mas tem uma coisa chamada divida publica, que consome quase metade do orçamento geral da uniao, apenas para pagamento de juros. Rolagem da divida. Quanto dessa divida ficara para os sulistas? No mais……tranquilo. favoravel.

  4. Querem independência política, mas querem manter livre trânsito de pessoas, bens e capital! Não dá para assobiar e chupar cana ao mesmo tempo! Com a separação, além de perder 3/4 do mercado consumidor, terão seus móveis de MDF vagabundos e outras quinquilharias que eles produzem taxados em 60%. Quero ver se eles conseguem vender o que vendem ao resto do país para Uruguaios e Argentinos! Nós poderemos importar o que é feito no Sul de qualquer país deste mundo!

  5. Homi, mande gaúcho, catarinense e paranaense ir para o raio que o parta. Viver sem aquele sotaque e melhor, sem o doente do Moro, não tem preço!

  6. Por mim pode separar, agora figuem sabendo que vão precisar de sal pra temperar o churrasco, vamos vender um kg por R$ 10,00 paus, se quiserem, do contrário comam sem sal. O nosso RN produz 95% de todo sal Brasileiro .

  7. Não conseguem nem pagar o investimento em Itaipu… Para separar, tem que indenizar o Brasil…

  8. Essa pesquisa deveria ser feita me Brasília pra ser um País independente e Livrar o resto do Brasil desse mau destruidor.

    1. Só lembrando que Brasília apenas reune os LADROES DE TODO O PAÍS, ou seja o problema não é a cidade e sim essa corja que sai desses fim de mundo para se alocar lá por se a capital federativa.

  9. Melhor mudança que poderia ocorrer. Cada grupo assumiria suas peculiaridades como excesso de Estado, agricultura, Indústria etc. Pq nos Nordestinos precisamos dividir as contas com o Acre?

    1. Se cearense come rapadura vocês comem caviar é isso, tome RIVOTRIL e durma.

      Eita agora que lembrei a gauchada, paranaense e catarinense vão ter que ser extraditados kkkkkkkk.

  10. anos e anos de roubo em conjunto… e agora querem virar país independente? O lucro é separado? Querem sair sem apagar as luzes???

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *