Trânsito

FOTO: STTU reforça sinalização de velocidade em vias de Natal com faixas compartilhadas de ônibus/bike

Foto: Divulgação

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, está reforçando a sinalização de velocidade variada nas avenidas da cidade – onde foram implantadas as faixas compartilhadas de ônibus/bike.

De acordo com o secretário da STTU, Paulo César Medeiros, “o trabalho faz parte da gestão de velocidade das vias cujo o objetivo é ampliar a segurança viária, além de educar e reforçar a comunicação aos condutores em relação aos limites de velocidade máxima nas vias e de acordo com cada faixa de rolamento.”

A sinalização já foi implantada nas avenidas Prudentes de Morais e Hermes da Fonseca e gradativamente será disponibilizada nos principais corredores viários do município. O projeto de sinalização variada conta ainda com os equipamentos eletrônicos que fiscalizam a velocidade dos veículos e realizam a contagem do fluxo de veículos que permitem programar, entre outros tópicos, o tempo de semáforo.

Opinião dos leitores

  1. Essa sinalização está colocando dúvidas no motorista. Nos cruzamentos a velocidade de acordo com a sinalização é de 60Km. As placas estão lá.

  2. O que dificulta mais o trânsito em Natal sao uns monte de barangas dirigindo rsrs faz vergonha é cada um dirigindo que faz medo, não vou nem relatar o que vejo no dia dia pq ia faltar espaço aqui.
    Muitos, deveriam voltar pra auto escola.

  3. Cumpanheiros.. cumo coloco magrela nu teto du busao nessa velocidade? é pra num ser atropeladu?

  4. 50 na Prudente é uma loucura completa. Para agradar a uma minoria barulhenta e mimizenta, a Prefeitura está arrasando com o trânsito na cidade.

    1. Já é 50 faz mais de década, você vive em Natal?

    2. E ninguém segue porque é patético. Três placas não marcam nada, essas agora estão por toda parte, pra ganhar votos com a turma mimizenta.

  5. Cara, sou ciclista. Mas as tais ciclovias estão sendo subutilizadas. Raramente vejo alguém usando. Em contrapartida, os carros estão apinhados e os que seguem no fluxo passam de raspão nos que estão estacionados. Sinceramente, não sei como não ouve ainda alguma tragédia. Espero que isso não tenha sido planejado apenas em busca de votos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Estudo da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) revela melhora significativa na sinalização das rodovias brasileiras

Foto: Agência Brasil

Um estudo da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), divulgado nesta terça-feira (24), mostra que houve uma melhoria significativa na avaliação da sinalização das rodovias brasileiras entre 2013 e 2019. Segundo a entidade, houve em média uma melhora de 17,8 pontos percentuais nos trechos rodoviários federais sob jurisdição do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

A pesquisa avaliou o Programa Nacional de Segurança e Sinalização Rodoviária (BR-Legal), criado em 2013 visando padronizar a sinalização rodoviária na malha federal.

Dividido em quatro etapas, o projeto previa a realização de melhorias na sinalização em 55 mil quilômetros (km) de rodovias em todo o país. Essa extensão representava, em 2012, 87% da malha total das rodovias federais pavimentadas sob gestão pública. Cada etapa levava em consideração a logística de execução das obras e o nível de relevância de cada trecho.

“Em sete anos de vigência do BR-Legal, houve nítidos avanços na avaliação geral da sinalização nas rodovias federais públicas. Considerado o período entre o início do programa e o ano de 2019, houve em média uma melhora de 17,8 pontos percentuais nos trechos rodoviários onde houve intervenções do BR-Legal, passando de 39,7% para 57,5% de avaliação positiva”, revela o estudo.

Acrescenta que o programa inovou na forma de licitação, na atribuição de responsabilidades às contratadas e na metodologia das soluções empregadas. Pela metodologia, a empresa encarregada pelo projeto de sinalização é também a executora dos serviços e responsável pela manutenção da rodovia durante cinco anos.

“Dessa forma, evita-se que problemas na implementação da sinalização e dos dispositivos de segurança sejam justificados por erros de projeto, dado que a empresa – ou consórcio – responsável pelas duas etapas é a mesma”, indica a CNT.

Avaliações

As avaliações da pesquisa se debruçaram tanto sobre a sinalização horizontal, a exemplo das faixas, como a vertical, placas de advertência e regulamentação, em aspectos como visibilidade, padronização e legibilidade das sinalizações.

O levantamento também levantou o percentual de execução das intervenções realizadas dentro do programa BR-Legal, com destaque para a sinalização vertical que alcançou o maior percentual (70,0%). Na sequência, estão as intervenções de sinalização horizontal (58,1% de execução) e de dispositivos de segurança (45,0%).

Segundo a CNT, atrasos na execução do programa empurraram o encerramento da maioria dos contratos para 2021 (a previsão inicial era 2018). De acordo com a CNT, dos R$ 4,47 bilhões de orçamento previstos, foram investidos, entre 2014 e 2019, apenas R$ 2,82 bilhões em valores nominais, o equivalente a R$ 3,12 bilhões em valores corrigidos, o que representa 63% do previsto.

Além disso, a pesquisa também traz observações de auditorias ao programa BR-Legal realizadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pela Controladoria-Geral da União (CGU), que apontaram problemas de fiscalização, superposição do programa com outras ações, execução insuficiente e/ou inadequada, atrasos, priorização de trechos críticos e inconformidade de projetos.

“Os relatórios desses órgãos indicam que, em alguns casos, não foram contratadas empresas para realizar serviços de supervisão e gerenciamento do programa e que houve carência de pessoal e de equipamentos para realizar os serviços de fiscalização”, revela o trabalho.

Em alguns trechos rodoviários do BR-Legal em superposição com outras ações e programas de melhoria, houve casos de duplicidade na contratação de serviços e ainda de ausência ou insuficiência de execução da sinalização horizontal por causa da má condição do pavimento (sob responsabilidade de outro programa).

O estudo também comparou o BR legal com programas anteriores de sinalização, como o Programa de Sinalização nas Rodovias Federais (Prosinal) e o Programa de Defensas Metálicas nas Rodovias Federais (Prodefensas), este último lançado em 2009 e voltado para diminuir a severidade dos acidentes nas rodovias federais pavimentadas.

Sinalização horizontal

Criado em 2006 e previsto para durar dois anos, o Prosinal previa a execução dos serviços de engenharia de tráfego, de sinalização horizontal, vertical e suspensa e de dispositivos de segurança em cerca de 48 mil km de rodovias. Entretanto, diversas prorrogações o estenderam por mais quatro anos, e sua conclusão deu-se apenas em outubro de 2012.

No total, o programa abrangeu 46 mil km de rodovias sinalizadas. Já o Prodefensas, que funcionou até 2012, realizou intervenções em 734,2 km de defensas ao custo de R$ 76,9 milhões em valores da época.

Segundo a CNT, ainda que os dois programas tenham promovido melhorias na sinalização, eles não foram capazes de alterar, de maneira significativa, as condições da sinalização das rodovias federais. A entidade diz que eles contribuíram para que se adquirisse experiência para a formulação do BR-Legal, que os substituiu.

“As inovações trazidas por este programa [BR-Legal] na forma de licitação, na atribuição de responsabilidades à contratada e na metodologia das soluções a serem empregadas puseram as intervenções na sinalização viária, no país, em um novo patamar, superior aos anteriores. Houve, durante o período de vigência do BR-Legal, uma nítida melhoria da avaliação geral da sinalização nas rodovias federais públicas, assim como na de suas variáveis, individualmente”, finaliza a CNT.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Cadê os esquerdopatas de plantão? Aliais, até os que idolatram FHC, que de esquerda nada tinha.
    Nosso Presidente é o melhor de todos os tempos.
    #bolsonaro2022

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura e Dnit discutem ajustes em sinalização nas marginais da BR-101 em Parnamirim

FOTO: ASCOM

O prefeito Rosano Taveira recebeu na manhã dessa terça-feira(03), em seu gabinete, o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Daniel de Almeida Dantas e o chefe do serviço de operações da autarquia, Fábio Lisboa para discutir possíveis mudanças nas sinalizações ao longo das marginais na BR-101.

Na ocasião, o secretário Marcondes Pinheiro (SESDEM), solicitou ao general Daniel Dantas uma visita ao local onde estão instalados os semáforos da Rua Edgard Dantas e Getúlio Vargas para ver a real necessidade destes dois equipamentos. O prefeito Rosano Taveira reforçou a necessidade de alguns ajustes na sinalização nas marginais. “Aproveito a oportunidade para informar que já concluímos a iluminação do viaduto da Cohabinal com lâmpadas de led”, disse o gestor.

O superintendente regional ouviu a solicitação e se prontificou a fazer uma averiguação no local para as devidas providências. “Vamos analisar e ver a necessidade dos ajustes”, disse.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

FOTOS: Detran implanta melhorias na sinalização vertical e horizontal da Via Costeira

Fotos: Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) iniciou um trabalho da revitalização do sistema de sinalização vertical e horizontal de toda a avenida que compreende a Via Costeira da capital. A medida busca ampliar a visibilidade das informações de trânsito da área, repondo o material desgastado e contribuindo com a segurança dos condutores e pedestres que circulam na localidade.

A determinação da Direção Geral do Detran é para que a Coordenadoria de Operações atue substituindo as sinalizações vertical de advertência e de regulamentação, sendo que a primeira compreende as informações que alertam o condutor de condições que podem ser perigosas durante o tráfego da via, e a segunda englobando as regras de circulação imposta para a avenida, a exemplo de proibições, limites de velocidade e restrições de fluxo.

Um ponto importante informado pelo engenheiro do Detran, Mizael Gadelha, é no tocante a sinalização horizontal que compreende as faixas de pedestres situadas ao longo da Via Costeira. A ação vai contemplar a revitalização de todos esses pontos com a repintura dos espaços destinados a travessias de pedestres.

Nesse sentido, é importante que esses locais sejam utilizados corretamente pelo cidadão, já que são responsáveis por conceder segurança na travessia de um lado para o outro da rua.

O trabalho da revitalização do sistema de sinalização vertical e horizontal da Via Costeira foi iniciado da última sexta-feira (09) e deve ser finalizado até a próxima quarta-feira (14).

Opinião dos leitores

  1. Poderia aproveitar e fazer uma pintura nova no asfalto da Roberto Freire! Principalmente no setor da casas Bahia e insinuante!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Falta de sinalização no viaduto do Complexo Viário de Natal deixa loca vulnerável

É bom que a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) providencie o mais rápido possível toda a sinalização no viaduto do Complexo Viário de Natal. A partir de sua liberação nesse domingo (17), já foi registrado acidente, sem gravidade, e muitas dúvidas dos motoristas que trafegam no local foram registradas.

Enquanto não resolve, agentes da Semob colocaram cones para orientar os motoristas que trafegam pela BR-101. Desde o início da manhã desta segunda-feira (18), operários e realizam os últimos acabamentos da obra.

Opinião dos leitores

  1. Deve ser tomada uma atitude semelhante a da saída no viaduto em frente ao Sebrae. Colocar cones não resolve. Tem que realmente impedir a entrada dos veículos na rua do Sebrae, assim como este acesso à marginal. E sinalização não é só horizontal, o correto seriam placas orientativas com pelo menos 100 metros antes, para que guie corretamente os motoristas.

    1. Exatamente Dilermando, foi gasto uma fortuna nesse complexo e o povo fica querendo entrar na rua lateral do Sebrae, causando engarrafamento! Nao pode deixar entrar naquela lateral senao nao adiantou nada!!

  2. Caro Bruno, é impressionante o descaso do poder publico todas as obras deste complexo os tuneis e viadutos estão sem sinalização ou muito mal sinalizadas, neguem sabe para que serve a semob,

  3. É tudo feito de forma improvisada sem nenhum cuidado com a coisa pública. Essas obras foram feitas pra enganar o povo e para causar efeito de visibilidade por conta da eleição, mas muita coisa precisa ser reparada.
    Quem vem na BR 101 no sentido centro bairro, corre risco de acidente se for pegar esse viaduto da marginal principalmente a noite, pois não há sinalização eficiente no inicio do viaduto na mureta de concreto , aquela parte deve ser muito bem sinalizadas com setas refletoras ai o motorista tem visão noturna

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Sinalização das avenidas Xavier da Silveira e das Alagoas é revitalizada pela Semob

17715Depois do período chuvoso, a Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), retomou o trabalho de revitalização da sinalização horizontal e vertical do sistema viário da cidade.

Nesta semana as avenidas Xavier da Silveira e das Alagoas foram contempladas com a ação que visa melhorar a segurança e a qualidade de tráfego na cidade.

A Semob está realizando o trabalho de vistoria nas ruas e avenidas para identificar os desgastes na sinalização das vias para fazer a recuperação. A população também pode ajudar informando os locais com problemas por meio dos telefones: 3232.9144, 3232.9145 e 3232.9146.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Palio colide em placa de sinalização em frente a Potilândia e deixa três feridos

Diário de Natal:

Um veículo Fiat Palio de placas NYF- 8838, cor dourada, colidiu com uma placa de sinalização na manhã desta sexta-feira (2), em frente ao posto de combustíveis do Centro Administrativo, na BR-101, em Natal.  De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, informações dão conta que o condutor perdeu o controle do carro após ser fechado por um outro veículo, manobra que fez Alan Kardec Varela, 38 anos, condutor subir o canteiro e bater violentamente.

Segundo a PRF, o veículo ficou bastante danificado e a passageira identificada como Nésia Nerab Lira de Lima, 29 anos, esposa do condutor, ficou presa entre as ferragens e teve que ser resgatada pelo Corpo de Bombeiros. Apesar da violência do impacto, o condutor teve apenas luxação na mão e a sua companheira foi encaminhada para o hospital, mas sem risco de morte.

A Polícia Rodoviária Federal ainda relatou que devido a violência do acidente, uma rodada do Fiat Palio se desprendeu e atingiu um homem identificado como Oliveira Costa Silva, 49 anos, deficiente físico, que estava em um ponto de ônibus próximo ao local e foi ferido na perna e resgatado pelos bombeiros.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *