Polícia Federal localiza suspeito de fraudar o auxílio emergencial e ameaçar presidente da Caixa

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, teve dados pessoais roubados Foto: Jorge William

A Polícia Federal (PF) realizou, nesta quarta-feira (dia 2), uma operação para apurar fraudes no auxílio emergencial. O alvo da ação seria responsável por difundir formas de fraudar os benefícios, além de ameaçar e divulgar dados do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. De acordo com a PF, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na casa do investigado, em Três Pontas (MG). Ele foi conduzido à Delegacia da Polícia Federal, em Varginha (MG), onde foi ouvido e liberado.

Em julho, a PF abriu o inquérito para apurar invasões ao celular de Pedro Guimarães, que foi alvo de ataques e teve informações pessoais vazadas.

Ainda segundo a Polícia Federal, as ameaças a Guimarães ocorreram depois que ele alertou a população sobre a existência de golpes e declarou que iria intensificar a ação dos fraudadores. Estão sendo apurados os crimes de estelionato, ameaça e divulgação de dados sigilosos.

Na época, o presidente da Caixa disse que “centenas de milhares” de contas poupança digital do banco, movimentadas pelo Caixa Tem e usadas para o crédito do auxílio emergencial, foram suspensas por suspeita de fraude.

A investigação apurou que o alvo da operação usava dados de outras pessoas para conseguir acesso a valores do auxílio emergencial do governo federal, no valor de R$ 600. Segundo a PF, Guimarães e seus familiares foram ameaçados depois que o presidente do banco alertou a população sobre a existência de golpes e declarou que iria intensificar as medidas para impedir a ação dos fraudadores.

A operação batizada de Falso Samaritano apura crimes de estelionato, ameaça e divulgação de dados sigilosos. No imóvel em um bairro de Três Pontas, foram apreendidos chips, celulares e pen drive.

Tudo foi levado à Delegacia da Polícia Federal em Varginha e será encaminhado para análise da perícia da PF em Brasília (DF). Ainda conforme o delegado, o investigado não foi preso porque a polícia pretende concluir a perícia do material.

Fraudes no auxílio

A Polícia Federal segue as investigações para identificar mais fraudes no benefício. Segundo os investigadores, há “um número grande de fraudes ao auxílio emergencial”, e os casos estão sendo investigados.

A Caixa informou que colabora com os órgãos de segurança que atuam no combate a fraudes no auxílio emergencial e demais benefícios sociais. Com relação à Operação Falso Samaritano, o banco diz que “colabora em ações que visam a coibir atos fraudulentos”.

Extra – O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luiz Antônio disse:

    Foram mais de setenta mil militares que vergonhosamente receberam esse auxílio.

  2. Luladrão Mor da Silva disse:

    Processo, cadeia e pronto.
    Mito 2022.

PF prende em BH homem suspeito de ameaçar de morte Maia e ministros do STF

Três armas foram apreendidas com suspeito de fazer ameaças de morte — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira (13) em Belo Horizonte um homem suspeito de ameaçar de morte o presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia, e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele gravava vídeos dizendo que os derrubariam “na bala” e os deixariam “igual a uma peneira”. Sem citar qual, a PF disse que as gravações eram publicadas “em ambiente virtual”.

O nome do suspeito não foi divulgado pela corporação. Três armas de fogo (uma delas com registro vencido em nome de terceiro); um computador; um celular; roupas utilizadas nos vídeos; e munições foram apreendidos. O suspeito foi preso em flagrante por porte ilegal de arma.

As investigações que resultaram na ação “para combater crimes contra a segurança nacional” começaram em maio deste ano. A polícia também diz que “crimes de calúnia e difamação contra diversas autoridades também teriam ocorrido”. Se condenado, o homem poderá cumprir até 13 anos de prisão.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo disse:

    Quando a PF vai bater a porta da atriz da globo q falava que queria matar o presidente e esfregar a cara dele no asfalto?

  2. Sergio disse:

    Esses terroristas quando são presos viram cordeirinhos. Igual ao ídolo deles, quando foi detido no Exército.

  3. NOVA POLÍTICA JÁ disse:

    Será um comunista??? Ou um patriota???

Guarda Municipal detém homem suspeito de ameaçar funcionários da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro de Mirassol, em Natal

Foto: Divulgação SEMDES

A Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) deteve na tarde dessa quinta-feira (24), um homem acusado de ameaçar servidores da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro de Mirassol, situada nas Rua das Violetas, em Natal. Os guardas municipais foram acionados pelas vítimas e detiveram o suspeito dentro da unidade de saúde.

Na oportunidade, os guardas municipais relataram que foram informados pelas vítimas que o detido estava causando balburdia na área de atendimento da recepção do posto de saúde e quando os servidores ligaram para acionar a viatura de patrulhamento da área o suspeito percebeu e começo a ameaçar se vingar dos funcionários que estavam contatando a Guarda Municipal.

Ao chegar no local os guardas municipais fizeram a abordagem ao suspeito e o conduziram juntamente com as vítimas a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrado o boletim de ocorrência narrando a versão das vítimas e ficando o detido à disposição da autoridade policial.