TERRA DEVASTADA: Setor do turismo do RN demitiu mais de 60% dos funcionários durante pandemia

Na série de contatos que o Blog vem fazendo com empresários do setor de turismo, desde essa quarta-feira(15), no qual chegamos a conversar com 12 de diversos segmentos, impressionam os relatos de demissões e de falta de perspectivas. ASSUSTADOR.

Para se ter ideia, teve hotel grande que já demitiu 80% dos funcionários. Não bastasse, também teve pequenos restaurantes ou pequenas empresas que fecharam para não reabrir.

Contactada pelo Blog, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte(ABIH-RN) confirmou a devastação do segmento no estado do Rio Grande do Norte, que é o inclusive, o mais afetado – sendo disparado o mais importante para a economia potiguar.

A ABIH-RN fez uma pesquisa com seus associados, e confirma, somente pelos seus dados, que oficialmente foram mais 60% de demissões nos seus associados.

Portanto, existem empresas que, de fato, não mais reabrirão. Estão endividadas. E algumas que vão reabrir, não tem noção como será a volta e não tem estrutura financeira, precisando de auxílio não só para o equipamento voltar a funcionar como também para atender os protocolos exigidos.

No seguimento de serviços relacionados ao turismo, a situação ainda é pior, é de sobrevivência pessoal.

Guias, Bugueiros, Agentes de Viagens, Receptivos, Casa de Câmbio a situação ainda é pior.

Precisamos lembrar ainda do encerramento das atividades do Hotel Thermas e do Manoa Park.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Enquanto o estado perde uma de suas principais fontes de ingressos de recursos, vejo alguns Dep Estaduais preocupados em não fazer a reforma previdênciária p/não "prejudicar" servidor…Precisamos produzir recursos, isso é que precisa ser o nosso foco!!! Não culpo o atual governo petista, o foco desse estado SEMPRE FOI o bem estar do servidor, outrora meio ambiente, enquanto isso seguimos empobrecendo…Outros estados começam à voltar a crescer, a economia reagindo, mas o RN, rumo à devastação…

  2. TAÍ O RESULTADO disse:

    Antes da pandemia já vinha devagar. Algumas agências de receptivo de Natal só pensa em explorar, ao invés de pensar em prestar um bom serviço.

  3. Ivanildo disse:

    Turismo no RN = Andar de Buggy sem segurança em duna, conhecer delegacia depois de ser assaltado, ser explorado nas praias pagando a metade do quíntuplo, atendimento porcaria, orla de PN fedendo a urina e por aí vai!

    • Esdras disse:

      Com todas essas mazelas que você citou, ainda somos um dos 5 destinos mais procurados no Brasil, imagine se houvesse melhoras e o Turismo fosse levado com a importância que merece.

    • Gibira disse:

      Sem falar nos preços absurdos.

  4. Flávio Araújo disse:

    BG o RN, em todos os segmentos empresariais, está morto há muito tempo e agora a situação agravou-se com uma administração estadual inepta e incompetente. Não temos indústrias, o comércio era sofrível e o turismo já vive a maior crise da história, principalmente pela inoperância administrativa da governadora.

  5. Juliano bugueiro disse:

    Aqui nunca teve turismo.

  6. Mario Roberto Barreto disse:

    Mas com certeza a Secretaria de Turismo e o Presidente da Emprotur, estão elaborando um plano com alternativas de sobrevivência do setor, com novos produtos e outros mercados. Ê o que todos esperam.

    • Pão com mortadela vencida disse:

      Vc acredita em papo Noel? Pé grande? Monstro do lago Ness? Sucupira? Saco? Boi Tá tá?
      O RN está as traças e agora que ela vem salvar ou elaborar um plano?
      Tem que ter gente competente e não é neste governo tenho certeza.

  7. Manoel C disse:

    O manoa já vinha decadente, aproveitou a pandemia para fechar "sem culpa".

Governo passa a permitir que empresas recontratem funcionários demitidos há menos de 90 dias

Foto: Reprodução

O Ministério da Economia editou, nesta terça-feira, uma portaria que permite que as empresas recontratem um mesmo empregado demitido num prazo inferior a 90 dias da data da rescisão contratual.

Atualmente, isso é vedado pela portaria 384, publicada há 28 anos pelo extinto Ministério do Trabalho. Agora, a recontratação do mesmo funcionário no prazo de até 90 dias da rescisão será permitida até 31 de dezembro deste ano, quando encerra o período de calamidade pública decorrente do novo coronavírus.

Nesta terça-feira, o governo também permitiu a prorrogação da suspensão de contrato previsto pela MP 936.

A portaria exige, porém, que o empregador mantenha os mesmos termos do contrato rescindido. A mudança nos termos só será permitida se houver previsão em negociação coletiva. Ou seja, será preciso manter o salário, desde que a redução não esteja prevista em acordo coletivo.

Os efeitos da medida do governo retroage ao dia 20 de março, quando teve início a calamidade pública. Com isso, quem foi demitido a partir dessa data poderá ser contratado.

“Durante o estado de calamidade pública, não se presumirá fraudulenta a rescisão de contrato de trabalho sem justa causa seguida de recontratação dentro dos noventa dias subsequentes à data em que formalmente a rescisão se operou, desde que mantidos os mesmos termos do contrato rescindido”, diz a portaria.

A medida publicada nesta terça visa facilitar a readmissão de trabalhadores em um momento de alta de demissões, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Entre março e maio deste ano, números foram fechadas 1,487 milhão de vagas com careira assinada, segundo o Ministério da Economia.

Editada em 1992, a portaria que impede a recontratação tem como objetivo evitar fraudes no FGTS, como acertos entre empregadores e trabalhadores só para retirar o saldo do Fundo e facilitar o recebimento do seguro-desemprego.

Representantes do Conselho Curador do FGTS alegam, contudo, que a medida poderia ser revogada para facilitar as contratações e além disso, a legislação vigente tem travas que inibem as fraudes.

Em 2015, o governo restringiu o acesso ao seguro-desemprego. Além disso, a reforma trabalhista passou a prever a demissão acordada entre empregados e trabalhadores.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Pagando igual? Ou pagando menos?

Justiça decreta indisponibilidade dos bens do Manoa Park para quitar dívidas trabalhistas

Foto: Reprodução

O juiz do Trabalho, Inácio Oliveira deferiu liminar impetrada pela defesa dos funcionários do Manoa Park e decretou a indisponibilidade dos bens do empreendimento que anunciou a interrupção das atividades.

A peça impetrada pelo escritório do advogado Sebastião Leite aponta que a empresa realizou a demissão coletiva de cerca de 70 empregados sem o pagamento de verbas indenizatórias. O magistrado deferiu a tutela de urgência de natureza cautelar de indisponibilidade dos bens da empresa.

O Manoa Park terá 15 dias para apresentar documentos de defesa e a qualquer momento pode ser tentado um acordo entre as partes.

Confira decisão AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Já. Ligeiro

  2. mane disse:

    Vai leiloar a preço depreciado a sucata… e o Estado vai ficar sem uma estrutura turistica. Nem resolverá o problema dos 70, nem resolverá pra o futuro a geracao de renda de milhares. A unica solucao seria se vende-se o todo pra algum maluco que nao conheça o RN e seu sistema politico.

Facebook derruba rede de páginas coordenada por funcionários da presidência e dos gabinetes de Flávio e Eduardo Bolsonaro

Foto: Reprodução

O Facebook derrubou nesta quarta-feira uma rede com 88 contas, páginas e grupos ligados a funcionários dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro e aliados. Entre eles, estão o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e os deputados estaduais Alana Passos e Anderson Moraes, ambos do PSL no Rio de Janeiro. Para a empresa, o conjunto removido agia para enganar sistematicamente o público, sem informar a verdadeira identidade dos administradores, desde as eleições de 2018. Os dados que constam das investigações da plataforma foram analisadas por pesquisadores americanos do Digital Forensic Research Lab (DRFLab), ligado ao Atlantic Council, especializados no combate à desinformação, às fake news e violação de direitos humanos em ambientes online.

Nos domínios do Facebook, a rede em questão atuava através de 14 páginas, 35 contas pessoais e um grupo. No Instagram, onde também houve remoção de conteúdos, foram identificadas 38 contas envolvidas com irregularidades. Juntas, essas engrenagem mobilizavam uma audiência de mais de 2 milhões de pessoas, de acordo com o DRFLab.

Uma nota divulgada pelo Facebook para justificar a remoção dos conteúdos diz que o esquema envolvia a combinação de contas duplicadas e falsas, cujo objetivo era evitar a fiscalização da plataforma. Elas representavam pessoas fictícias que publicavam conteúdos em páginas que simulavam a atividade de veículos de imprensa. Entre as publicações, havia tópicos sobre política; eleições; críticas a opositores e a jornalistas e organizações de mídia e informações sobre a pandemia da Covid-19. Ainda segundo o texto, parte desse material já havia sido removido por violar normas de uso, incluindo discurso de ódio. Foram encontrados também, pelo DRFLab, ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) por meio das hashtags #STFVergonhaNacional e #STFEscritórioDoCrime.

A mensagem divulgada pela plataforma afirma que a investigação sucedeu reportagens nas quais foi relatada a existência de uma estrutura virtual montada por bolsonaristas — chamada por opositores “Gabinete do Ódio” — e depoimentos sobre o tema colhidos no Congresso Nacional durante a CPMI das Fake News.

O relatório do DRFLab aponta que a rede era controlada por ao menos cinco funcionários e ex-funcionários dos gabinetes bolsonaristas. Dos assessores diretos do presidente Jair Bolsonaro, o Facebook e o Instagram identificaram páginas e contas com conteúdo de ataques a adversários políticos feitos por Tércio Arnaud Thomaz, assessor especial da presidência da República. Além da página “Bolsonaro Opressor 2.0”, seguida por mais de 1 milhão de pessoas no Facebook, foi identificada a conta @bolsonaronewsss, também sob administração de Tercio, com 492 mil seguidores e mais de 11 mil publicações.

No relatório, o DRFLab diz que “muitas páginas do conjunto foram dedicadas à publicação de memes e conteúdo pró-Bolsonaro enquanto atacavam rivais políticos. Uma dessas páginas foi a página do Instagram @bolsonaronewsss. A página é anônima, mas as informações de registro encontradas no código fonte confirmam que pertence ao Tercio Arnaud”. Segundo os pesquisadores, o “conteúdo era enganoso em muitos casos, empregando uma mistura de meias-verdades para chegar a conclusões falsas”. No relatório são mostradas imagens da conta postando ataques ao ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Também foram citadas contas e páginas de dois assessores de Eduardo Bolsonaro. O relatório cita Paulo Eduardo Lopes, mais conhecido como Paulo Chuchu, que, de acordo com o DRFLab, “aparece como um dos principais operadores de rede”.

O Facebook disse ter removido duas contas com o nome de Eduardo Guimarães. Ele foi citado na CPMI das “Fake News” como o dono extinta página do Instagram chamada “Bolsofeios”, que publicava ataques a adversários do clã Bolsonaro.

A plataforma chegou a achar indícios de assessores do senador Flávio Bolsonaro, mas pesquisadores do DRFLab não encontraram dados conclusivos o suficiente. Eles acreditam ainda que um funcionário do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), não mencionado pela rede social, atuou em conjunto com o grupo, assim como um servidor empregado pelo deputado estadual Coronel Nishikawa (PSL), da base bolsonarista em São Paulo.

Recrutamento desde 2013

Em junho, o GLOBO mostrou os perfis de alguns desses assessores que integram o chamado “gabinete do ódio”. Eles foram recrutados pelo vereador Carlos Bolsonaro desde 2013 para vir trabalhar em seu gabinete e reproduzir memes com ataques a adversários primeiro em páginas de Facebook. José Matheus Salles Gomes e Tércio Arnaud Thomaz foram os dois primeiros escolhidos por Carlos por suas páginas no Facebook. Eles chegaram a ser assessores de Carlos por vários anos e agora trabalham como assessores do presidente Jair Bolsonaro.

Depois, o grupo foi se ampliando e o recrutamento foi definitivamente selado numa reunião do clã Bolsonaro com alguns desses jovens, no salão de festas do primogênito e hoje senador Flávio, em 11 de março de 2017 — mais de um ano e meio antes da eleição presidencial. No Planalto agora, também está Matheus Matos Diniz e atuam em parceria com os funcionários do Planalto dois assessores no gabinete do deputado federal Hélio Lopes: Guilherme Julian Freire, José Hemrique Rocha.

Solar – O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MORO E DALLAGNOL 2022 disse:

    CONHECEREMOS A VERDADE E A VERDADE E A VERDADE NOS LIBERTARÁ dos falsos messias.

  2. O rei do gado disse:

    Recado pro Gado: O CHORO É LIVRE!

  3. Clara disse:

    Agooora lascou! Como é que esse povo vai viver sem a mamadeirinha de ódio e mentira 24 horas por dia, 7 dias por semana? Haja Rivotril!!!!

  4. Papa Jerry Moon disse:

    Robozinho em manutenção. Difícil agora é achar trabalho pra esse povo que perdeu a função.

  5. Raimundo disse:

    A Globo tentando criminalizar divulgação em rede social.
    Um dos problema foi criar uma página chamada Bolsofeios para "atacar" adversários do "clã" Bolsonaro…
    Lembro pelo menos desde 2006, a Veja falava de um bunker de campanha eleitoral do PT..
    Inclusive um ex delegado apareceu com um monte de papel em um debate Aécio x Dilma para intimidar Aécio.
    A esquerda usa todos os meios para queimar reputações.
    Falam mal de Bolsonaro e de adversários dia e noite, inclusive por meio da imprensa. Mas uma página ligada a Bolsonaro criticar adversários é "atacada" pela imprensa.

  6. Emerson Fonseca disse:

    Nem demorou o Gado já está murgindo, Zuckerberg, Comunista tem que rir muito da cara do Gado 😂😅😅😂

  7. Manoel disse:

    Mais um na conspiração: Zuckerberg. O comunista mais empreendedor da historia da humanidade.
    Parabéns Facebook!
    Grande Dia!

    • Delano disse:

      Um adorador de corruptos condenados em 2a instância, que se incomoda com a recuperação pela operação lava jato, de bilhões de reais roubados da nação, comemorar um grande dia, com certeza, não foi uma coisa positiva para a nação.

    • Marcos Benício disse:

      Vê-se que você não sabe a diferença entre capitalismo e comunismo. Dizer que Zuckerberg é comunista mostra a total falta de conhecimento.

Agência da Caixa em Natal fecha pela segunda vez em duas semanas por ter funcionários com suspeita de coronavírus, destaca reportagem

O portal G1-RN destaca nesta quarta-feira(13) que menos de duas semanas após fechar as portas porque um funcionário testou positivo para a Covid-19, uma agência da Caixa Econômica localizada na avenida Prudente de Morais, em Natal, voltou a fechar nesta quarta-feira (13) porque outro bancário e um vigilante estariam com os sintomas do novo coronavírus. A agência da avenida Ayrton Senna também foi fechada. A informação é do sindicato dos bancários do Rio Grande do Norte e foi confirmada pela Caixa Econômica. Mais detalhes em reportagem aqui.

Coronavírus: empresas no Brasil suspendem viagens e põem funcionários em quarentena

Foto: Thomas Peter / Reuters

A disseminação rápida do coronavírus pelo mundo já altera a rotina de empresas brasileiras com operações globalizadas ou filiais brasileiras de multinacionais.

Na Nestlé, por exemplo, que tem 32 mil empregados no Brasi, executivos que viajaram para países onde o vírus se espalhou devem trabalhar de casa por duas semanas. O grupo L’Oréal suspendeu todas as viagens até 31 de março.

Os sindicatos também se movimentam. Os filiados à União Geral dos Trabalhadores (UGT) vão distribuir cartilhas a 12 milhões de trabalhadores do comércio e serviços com recomendações para se prevenir contra a epidemia.

Veja outras medidas que as empresas brasileiras estão adotando para evitar o contágio da doença na matéria exclusiva do GLOBO aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Foi o condenado de 9 dedos que nos trouxe esse vírus, direto da Itália, quando foi visitar o papa comunista. Kkkkkkkkkk.

  2. Everton disse:

    Aqui já tínhamos o Bolsovirus…
    Agora p terminar de lascar chegou o coronavírus.
    Rpz, desde que Bolsonaro foi eleito é só desgraça…
    Deuzulive
    Vade retro

    • Manoel disse:

      Muito pior foram o dilmavirus e o lulavirus, deixou 14 milhões de desempregados e outros milhões de brasileiros passaram a gostar de coisas estranhas, queimar a ruela, colar velcro, fumar crack, maconha,cheirar pó, 60 mil assassinatos por ano, só desgraça, agora que as coisas estão começando a melhorar.

    • Júnior disse:

      Rapaz… Vale lembrar que já escapamos do Lula vírus, PTvirusbe foram bem mais letais.
      Só restaram umas viroses que é seu caso! Mas são inofensiva.
      Corona vírus é fichinha pelo que já passamos.

    • Gorett disse:

      Esse vírus foi o ladrão Trambiqueiro do Lula que trouxe da Itália pro Brasil em recente viagem.
      Se não é esse desgraçado que arrombou o Brasil, 13 milhões de desempregados, o país estava bombando com o presidente Jair Bolsonaro.
      Mas é so uma questão de tempo.

    • Cidadão disse:

      Aceita q dói menos.
      luladrão condenado.

    • Lima disse:

      COVIDE 19, quem trouxe pro Brasil foi Lula da silva, quando foi visitar o papa Chiquinho.

Bandido entra armado em UPA de Natal e faz arrastão entre funcionários

Foto: Reprodução

Um bandido armado surpreendeu funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, e realizou um arrastão na noite dessa segunda-feira (25). Informações dão conta que o homem entrou pela portaria do prédio tranquilamente e foi em direção à copa, onde estavam vários funcionários – entre técnicos, enfermeiros e funcionários terceirizados, que faziam refeição. Na ocasião, sacou a arma e pegou sete celulares das vítimas e ainda dinheiro,

Segundo as vítimas, o bandido ainda fez ameaças durante a ação criminosa. Logo depois, saiu pela porta da frente da UPA sem ser incomodado. A Polícia acredita que o bandido teve apoio externo para a fuga.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. AF disse:

    HEBE: ME SALVA!

  2. Assis disse:

    Não seria bom que esse marginal precisasse de atendimento na UPA e pegasse essa mesma equipe que ele assaltou

  3. ALEX DE MESQUITA disse:

    UMA PENA NÃO TER UM POLICIAL A PAISANA NA HORA PARA DAR O QUE O BANDIDO MERECE.

Empresa não pode proibir namoro entre funcionários; entendimento vem sendo consolidado ao longo dos anos por todas as instâncias

Foto: Ilustrativa

A Justiça do Trabalho tem decidido que as empresas não podem proibir relacionamento amoroso entre os funcionários nem demiti-los com base nesse motivo. Tampouco as organizações podem colocar essa proibição em seus códigos de ética e conduta.

Esse entendimento veio sendo consolidado ao longo dos anos por todas as instâncias, incluindo o Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Nos EUA, o McDonald’s demitiu o presidente executivo, Steve Easterbrook, de 52 anos, após o Conselho de Administração da companhia entender que o executivo “violou a política” da rede de fast-food ao manter uma relação amorosa com uma funcionária.

Em uma de suas decisões, o TST condenou uma empresa a indenizar um empregado dispensado por justa causa por namorar uma colega. De acordo com a ação trabalhista, a empresa demitiu o trabalhador por ele ter descumprido a orientação que não permitia o envolvimento, mesmo fora das dependências profissionais. Em primeira instância, o juiz considerou o código de ética da empresa inconstitucional. A decisão foi mantida pela corte superior trabalhista.

Em outra decisão, o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS) reverteu demissão por justa causa de um funcionário dispensando por namorar uma colega de trabalho alegando que empregador não tem direito de intervir na vida pessoal dos trabalhadores a ponto de impedir que dois empregados mantenham relação amorosa, caso isso não afete o ambiente da empresa. Para o tribunal, o ato foi discriminatório e baseado em uma suposta norma interna da empresa que proibia relações amorosas entre os colegas.

Os relacionamentos entre funcionários da mesma empresa têm se tornado cada vez mais comuns pela quantidade de tempo que as pessoas passam juntas no local de trabalho.

Veja o entendimento da Justiça em suas decisões em matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

 

FOTO: Funcionários do Fórum de Parnamirim prendem rolos de papel higiênico em correntes de bicicleta para evitar roubos

Foto: Cedida

Funcionários do Fórum de Parnamirim tiveram que encontrar uma solução inusitada para que os papéis higiênicos não fossem levados pelos usuários que passam pelo prédio.

A iniciativa foi prender os rolos de papel com corrente de bicicleta nas barras de ferro dos banheiros.

Os funcionários alegam que a imagem poderia ser motivo de piada ou de situação engraçada, mas é motivo de muita tristeza.

A notícia é destaque no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Este é o retrato do Brasil, onde tudo é roubado, começando pelos políticos.

  2. Dr. Veneno disse:

    Esse é o retrato de uma população sem educação e bons costumes; q "passa" a mão em tudo o que pode, sempre querendo sair na vantagem.
    Isso é uma vergonha para todos nós.

  3. Cagão do Judiciário disse:

    Só faltam me proibir de cagar entre uma decisão e outra. Vou sempre no último andar. Vo bem gastar a água lá de casa.

  4. Walther disse:

    Seria falta de educação ? Cadeia em todas essas ratazanas!

  5. Cacá disse:

    Kkkkkkkkk imagine o Fórum de SGA ou Macaíba kkkk lá, se brincar roubam até os vasos.

Guarda Municipal detém homem suspeito de ameaçar funcionários da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro de Mirassol, em Natal

Foto: Divulgação SEMDES

A Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) deteve na tarde dessa quinta-feira (24), um homem acusado de ameaçar servidores da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro de Mirassol, situada nas Rua das Violetas, em Natal. Os guardas municipais foram acionados pelas vítimas e detiveram o suspeito dentro da unidade de saúde.

Na oportunidade, os guardas municipais relataram que foram informados pelas vítimas que o detido estava causando balburdia na área de atendimento da recepção do posto de saúde e quando os servidores ligaram para acionar a viatura de patrulhamento da área o suspeito percebeu e começo a ameaçar se vingar dos funcionários que estavam contatando a Guarda Municipal.

Ao chegar no local os guardas municipais fizeram a abordagem ao suspeito e o conduziram juntamente com as vítimas a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrado o boletim de ocorrência narrando a versão das vítimas e ficando o detido à disposição da autoridade policial.

Funcionários da Apple podem ouvir pela Siri conversas e casais fazendo sexo

Foto: (Apple/Divulgação)

Se você tem algum produto da Apple, um iPhone ou Apple Watch, muito provavelmente já utilizou o comando de voz da Siri, assistente virtual da marca. Acontece que as suas conversas podem estar sendo ouvidas pelos funcionários da Apple. A revelação veio à tona depois que um dos funcionários terceirizados falou sobre o assunto que foi publicado pelo jornal The Guardian.

De acordo com a fonte, uma equipe de funcionários terceirizados tem acesso a trechos de áudio capturados pelo iPhone, Apple Watch e HomePod, muitas vezes, contendo informações privadas, como conversas entre médico e paciente, negociações, compra de drogas e pessoas fazendo sexo. Ainda segundo informações, o conteúdo vem acompanhado da localização, detalhes do contato e dados de aplicativos usados pelo dono do aparelho.

A empresa confirmou ao jornal britânico que tem acesso a uma quantidade pequena de áudio da Siri para ajudar a detectar falhas técnicas. No entanto, a empresa nega que seja possível identificar os usuários por meio das gravações. “Uma pequena parte dos comandos feitos à Siri é analisada para melhorar a assistente e a função de ditado. As solicitações da pessoa não estão associadas ao Apple ID do usuário. As respostas da Siri são analisadas em instalações seguras e todos os revisores estão sob a obrigação de aderir aos requisitos rigorosos de confidencialidade da Apple”, diz a nota enviada pela Apple.

O funcionário informou também que a empresa não pede detalhes sobre o que foi ouvido nos áudios e que, a única ação é enviar um relatório sobre uma possível falha técnica, se a assistente foi ou não ativada sem querer.

A informação foi confirmada pela Apple que disse ainda que as gravações acessadas por humanos teriam ” “apenas alguns segundos de duração” e representariam menos de 1% de tudo o que a assistente captura.

Nos termos de uso da Apple, a empresa afirma que os dados capturados pela Siri podem ser usados para ajudar a assistente, a aprimorar o ditado e a reconhecer melhor o jeito que o usuário fala. No entanto, ela não deixa claro que outras pessoas podem ouvir trechos de gravações nesse processo

Correio Braziliense, com Francelle Marzano/Estado de Minas

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rogério Rocha disse:

    Quem quer privacidade vá para um mosteiro.

Funcionários dos Correios anunciam greve a partir desta quarta-feira

FOTO: WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO – 20/04/2019

Os trabalhadores dos Correios anunciaram que entrarão em greve a partir da noite desta quarta-feira (31). Segundo a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), a categoria realiza na manhã desta terça-feira (30) a última reunião prevista no calendário de negociação com os Correios, em Brasília.

De acordo com Fischer Moreira, secretário de imprensa da Fentect a categoria protesta contra o baixo “reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria”. Uma das alterações propostas pela empresa é a exclusão de pais como dependentes no plano de saúde dos funcionários e aumento na coparticipação do plano, que hoje está por volta de 30%. O reajuste salarial proposto é de 0,8%, valor considerado irrisório pela federação.

A greve foi anunciada ao presidente dos Correios, Floriano Peixoto, na última segunda, 29. Apesar do indicativo de paralisação, os trabalhadores não descartam novas negociações. “Ainda que tenha uma data marcada para greve, o comando continua a disposição de negociar. Entendemos o momento da empresa, mas é necessário também ver o lado do trabalhador”, afirma Moreira.

Os Correios estão em meio a uma possibilidade de privatização, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. Os planos do governo, por enquanto, são de investir esforços na reforma da Previdência enquanto as privatizações ficariam para um segundo momento. Fischer Moreira alega que a base aliada do governo no Congresso Nacional, como a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), divulga informações sobre a empresa que “faltam com a verdade”.

“Não necessariamente a privatização vai trazer preços mais acessíveis, inclusive para regiões periféricas, e a precarização de serviços vai ser ampliada. A gente sabe que existe esse fantasma da privatização e combate essa perspectiva”, diz.

Os Correios afirmaram que “continuam em negociação com representações dos empregados”, com mediação do Tribunal Superior do Trabalho, e que “não é oportuno tratar de greve neste momento”.

Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Natal disse:

    Coloca pra fora não quer trabalhar vamos ficar sem as cartas vergonha brasil

  2. Zeka disse:

    Demita um grevista e contrate um desempregado. Simples assim.

  3. Azevedo disse:

    Pense num bocado de malucos, a empresa dando prejuízo ano após ano d os caras entrando em greve para sustentar um sindicato falido. O governo tem que privatizar logo, logo os correios antes de que não valha mais nada ou seja, antes que quebre de vez.

  4. Fábio disse:

    Privatização já! Os Correios cobram preços absurdos para oferecer seus serviços. Maldito frete que encarece tudo.

  5. Cigano Lulu disse:

    Nunca ouvira falar em greve de placebo. Meu receio é que categorias importantes como ex-combatentes, engraxates, barbeiros, maquinistas de maria-fumaça agora também entrem em greve. Será um caos

  6. FLAVIO ANTONIO disse:

    UNICA EMPRESA QUE QUEBRA SEM CONCORRENTE

  7. Manoel disse:

    Povo burro! Poderiam oferecer melhores serviços ao invés de mais uma greve numa empresa que quase ninguém mais usa e que os serviços já estão muito mal avaliados pela população, mais um ponto pra privatização.

  8. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Boa oportunidade pra privatizar.
    E colocar essa turma pra trabalhar. Não são todos, mais boa parte não tem condições de permanecer empregado, em caso de privatização. Baixo rendimento, etc…

  9. Ivan disse:

    Tá passando da hora de privatizar essa bomba!!!!

  10. Bento disse:

    Aproveita e passa o cadeado.
    Tá ruim pode ficar pior.
    Lula, Dilma contribuíram muito.
    Para o fechamento é claro,

    • Delano disse:

      Como é? Enquanto luladrão/dilmanta acabavam com os correios e afundava o fundo postalis, tava tudo bem, porque só agora fazem greve? Inês tá morta fí.

Funcionários do Hospital Santa Catarina na Zona Norte de Natal denunciam superlotação e falta de medicamentos

Mais de 20 pacientes estão sendo atendidos nos corredores do Hospital Santa Catarina, no bairro Potengi, na zona Norte de Natal. Segundo os profissionais da unidade, além da superlotação, faltam medicamentos e insumos básicos.

As denúncias recebidas pelo Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde RN), tratam sobre a falta de condições adequadas para o atendimento à população. A unidade está sem materiais como lençóis, ataduras, soro fisiológico e seringas.

De acordo com a direção do hospital, a carência dos insumos se dá pelo não pagamento aos fornecedores por parte da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) e a situação tem sido agravada pela superlotação no pronto atendimento.

“É importante ressaltar que esses são problemas recorrentes no hospital e que aqui não faltam somente medicamentos e insumos, falta estrutura básica de atendimento. A insalubridade é enorme! Tratamos de doenças infecto contagiosas e as paredes do prédio estão todas mofadas”, alerta a diretora do Sindsaúde e técnica de enfermagem da unidade, Maria do Carmo.

O Sindsaúde RN cobra à Sesap condições de trabalho aos servidores da saúde e a regularização do fornecimento de medicamentos e insumos para o atendimento à população.

Materiais em falta:

Lençóis
Ataduras
Seringa 1ml
Seringa 10 ml
Soro fisiológico
Soro glicosado
Ringer simples
Albumina 20% (medicamento utilizado para tratar infecções graves)
Cefazolina
Cefalotina
Ceftriaxona
Cefepicina
Ciprofloxacina
Ocitocina
Omeprazol
Varfarina
Metildopa
Hidralazina

As informações são do Sindsaúde-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manteiga disse:

    Os lençóis da SESAP São lavados em Recife PE…falta de gestão ou arrumado ?!!

STF suspende ordem para Petrobras pagar bilhões a funcionários

(Foto: Agência Petrobras / Stéferson Faria)

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar pedida pela Petrobras para suspender a execução imediata da condenação bilionária que a estatal sofreu no Tribunal Superior do Trabalho (TST) no mês passado, em um processo que discute a forma de pagamento de verbas salariais dos funcionários.

A condenação poderia levar a empresa a desembolsar mais de R$ 15 bilhões para complementar salários de trabalhadores ativos e aposentados, além de elevar a folha de pagamento da estatal em R$ 2 bilhões por ano daqui para a frente.

No recurso ao STF, os advogados da companhia alegaram que havia o “risco de dano irreparável” à estatal caso já se começasse a cumprir a decisão do TST mesmo ainda sendo cabível recurso ao Supremo.

Ao decidir suspender a execucação da condenação, Toffoli apontou que pagamento bilionário poderia acarretar em “notórios efeitos econômicos” aos cofres da Petrobras.

“São notórios os efeitos econômicos que a implementação dessa decisão poderá acarretar aos cofres da requerente, a justificar que se aguarde o pronunciamento desta Suprema Corte sobre a matéria, antes de proceder-se à liquidação do julgado proferido pelo TST”, disse Toffoli na decisão.

Toffoli também determinou que sejam mantidos suspensos todos os processos sobre o tema em “tribunais e juízos em que se encontrarem as ações individuais e coletivas que discutem essa matéria, qualquer que seja a fase de sua tramitação, até final deliberação desta Suprema Corte acerca do tema, ou ulterior deliberação, em sentido contrário, do ministro relator”, escreveu.

O relator do caso no STF é o ministro Alexandre de Moraes, mas Toffoli se pronunciou sobre o pedido porque assumiu a presidência da Corte em razão das férias coletivas do tribunal em julho. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, ocupa a Presidência da República por causa da viagem do presidente Michel Temer para a África do Sul.

A decisão de Toffoli vale até que o Supremo se pronuncie sobre a questão, ou caso o ministro relator se manifeste de forma diferente. Cabe recurso no próprio STF.

A causa em que a Petrobras foi derrotada no TST refere-se à política remuneratória de seus funcionários em vigor desde 2007, com a adoção da Remuneração Mínima de Nível e Regime (RMNR). Em jogo estava a forma de cálculo dessa rubrica.

Para a Petrobras, executar imediatamente a decisão do TST em ações coletivas e individuais que estavam com seu trâmite suspenso sem que tenha direito a recorrer ao Supremo contestando o mérito do julgamento anterior ou também ocorrido o fim dos recursos cabíveis no caso – o chamado trânsito em julgado – “comprometerá significativamente a segurança jurídica” do tema.

G1

 

Empregados da Eletrobras discutem possível paralisação contra privatização

A Associação dos Empregados da Eletrobras (Aeel) começa a discutir nesta semana uma possível paralisação de funcionários, em protesto ao anúncio de que o governo federal pretende privatizar a estatal do setor elétrico. Além do mobilizar os empregados no Rio, onde se localiza a sede da empresa, o diretor da entidade Emanuel Mendes revela que a Aeel pretende levar o tema para ser debatido no próximo dia 30 em Brasília com os outros representantes do sistema Eletrobras no País.

Mendes conta que o tema privatização já estava no radar da entidade por conta do interesse da companhia em privatizar até 14 usinas hidrelétricas.

Nessa data haverá uma audiência pública no Congresso Nacional da Frente em Defesa do Setor Elétrico para tratar o assunto e a intenção da Aeel é sensibilizar os políticos sobre essas vendas. “O tema já estava no nosso cronograma de luta e com essa notícia de privatização da Eletrobras, temos que debater com uma nova forma de mobilização”, disse.

Entre as opções, explica o sindicalista, está uma paralisação nacional a partir de setembro. Segundo Mendes, a privatização de usinas ou da Eletrobras será prejudicial para a sociedade brasileira, pois resultará em aumento no valor das contas de energia.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Waldemir disse:

    Kkkkk e agora eles vão ter que trabalhar kkkkk
    Deveria privatizar tudo
    O governo deveria ficar só com segurança educação saúde e mobilidade
    Diminuir em 50% o número de parlamentares e funcionários públicos

  2. Jair disse:

    Eu sei para quem vai ser prejudicial. Para o consumidor tenho certeza que não é.

  3. Humilde Iconoclasta disse:

    Por que não aproveita a onde e privatiza logo a cereja do bolo, a falida Petrobras?

Funcionários da TAM aderem a programa de demissão voluntária e licença não remunerada

A TAM Linhas Aéreas informou hoje (27) que mais da metade dos tripulantes que participam do Programa de Reestruturação de Adesão Voluntária da empresa aderiram aos planos de licença não remunerada e de demissão voluntária implementados pela companhia. Feito com o aval do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) e aprovado em assembleia pelos tripulantes da empresa, as mediadas pretendem fechar 811 postos de trabalho da empresa.

Em nota, a TAM informou que a grande aceitação do programa – por mais de 50% dos tripulantes envolvidos no programa – permitiu, à empresa, “reduzir os desligamentos compulsórios” em estudo.

O ajuste permitirá à TAM adequar o quadro de comandantes, copilotos e comissários “à realidade operacional em vigor”. Funcionários de outras áreas não foram afetados, de acordo com a companhia aérea, que justifica a medida à “alta significativa dos custos” que à redução de 12% da oferta no mercado doméstico no ano passado, na comparação com 2011.

A ratificação do acordo coletivo foi feita na última sexta-feira (23), com a presença de representantes da companhia aérea, do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do sindicato.

A licença não remunerada foi aberta a tripulantes de todos os equipamentos. Ela terá validade de ano e meio, prorrogáveis por um ano. Nos seis primeiros meses, o funcionário licenciado e seus familiares contarão com plano de saúde.

A demissão voluntária foi oferecida a tripulantes de aeronaves da categoria Airbus 320. Os funcionários que aderiram a ela terão, ainda, direito a uma indenização adicional, além do plano de saúde e de três passagens aéreas.

A Agência Brasil tentou contato com os telefones disponíveis na página do Sindicato Nacional dos Aeronautas na internet, mas a operadora informa que o número não existe.

Agência Brasil