Polícia

PF faz operação contra vacinação irregular de empresários em BH

A garagem de uma empresa de ônibus de Belo Horizonte é alvo de uma operação da Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (26). A Operação Camarote, deflagrada hoje, tem como objetivo apurar a vacinação irregular de empresários de Minas Gerais que teria ocorrido no local na última terça-feira (23).

A PF cumpre quatro mandados de busca e tem como alvo a apreensão de documentos, imagens de circuito interno de segurança, celulares e doses de vacina que estiverem no local.

Segundo as investigações, que foram abertas nesta quinta-feira (25), há suspeita de importação irregular de vacinas Pfizer e de receptação.

A Polícia Federal vai apurar, ainda, se a aquisição das doses de vacinas da Pfizer aconteceu antes ou depois da aprovação do imunizante pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o que ocorreu em 23 de fevereiro. Caso seja comprovado o crime, os responsáveis podem responder por falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto medicinal ou terapêutico sem registro.

Se a compra foi feita após a autorização, eles podem ser enquadrados pelo crime de descaminho.

Vacinação

A denúncia sobre a suposta vacinação veio à tona após a publicação de uma reportagem da revista Piauí, na última quarta-feira (24). De acordo com a matéria, empresários ligados ao setor de transportes e políticos, a maior parte de Minas Gerais, teriam se vacinado contra a covid-19 utilizando doses de vacinas da Pfizer – que ainda não está sendo aplicada no país.

O ex-senador Clesio Andrade, que também foi presidente da CNT (Confederação Nacional dos Transportes), teria confirmado o episódio. Ao R7, no entanto, ele negou que tivesse conhecimento sobre o assunto e disse que estava “em quarentena, no Sul de Minas”.

Nesta quinta-feira (25), o R7 publicou um vídeo que mostra uma série de pessoas recebendo vacinas na garagem de uma empresa do Grupo Saritur. É esse o local alvo da Polícia Federal. O vídeo mostra uma mulher de jaleco branco aplicando as doses de vacinas. Veja:

R7

Opinião dos leitores

  1. Essa história de doar 50% das vacinas compradas pela iniciativa privada ao Governo, é uma exploração e sabedoria do Governo, uma Empresa que tem 10.000 funcionários, ao vacina-los, seriam 10.000 vacinas a menos que o Governo teria gastos, não só com a compra, mas, não teria custos com logística de distribuição e aplicação da vacina. Quanto mais gente se vacinar, mais rápido atingiremos a imunidade de rebanho.

  2. Se a pessoa tem condições de comprar que compre, quanto mais se vacinar, melhor já fica pra quem não pode comprar.

  3. A inveja do ser humano é o maior mal dessa sociedade. O cara tem dinheiro pra comprar vacina, e vc que tá criticando se tivesse dinheiro não compraria pra tentar se salvar?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEOS: Multidão toma conta de BH contra decreto de Kalil que obrigou o “fechamento” do comércio

 

O Jornal da Cidade Online noticia que nesta segunda-feira(11) a população em Belo Horizonte, em Minas Gerais, não aceitará o tolhimento de seus direitos. Aos gritos de “Fora, Kalil” e “Lockdown, não! Queremos trabalhar”, a multidão tomou conta da Avenida Afonso Pena, portando cartazes e esperando o prefeito para que ouça o clamor de quem depende do comércio para a subsistência. Matéria completa AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Se o prefeito não tivesse fechado 177 leitos, bh teria hoje 424 leitos
    funcionando e não 247
    e a taxa de ocupação cairia para 51% e não 87% como está agora.
    O que este ditador passa hoje é o resultado da soberba dele.
    Tai o resultado!!!
    Os únicos que escaparam quase ilesos desta praga foram os chineses.

  2. Tem que fechar sim, não só em BH, mas em todas as cidades que a população desrrespeita o distanciamento SIM…
    FECHA TUDO.

  3. É assim que o povo da a Resposta a esse políticos que aproveitadores, e que sempre procura a saída mais fácil…

    1. Os idiotas perderam a modéstia e eles vão vencer porque são muitos.

  4. Matéria bem rala e de cunho tendencioso essa.
    Em Belo Horizonte a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid chegou a 83,3%, ainda em alerta vermelho, ou o mais preocupante.
    84% das empresas ativas instaladas na capital têm autorização para continuar funcionando.
    Concordo com a prefeitura. Tem que fechar mesmo esses locais. Manter apenas os essenciais é o mais importante nesse momento. Quem frerquenta academia praticamente em sua maioria, quase arrasadora são pessoas novas, bombadas, com imunidade la em cima…Essas pessoas são fortes condutores do vírus. Quer malhar, malhe em casa, ou senão será dentro do caixão.
    E quanto a esses veículos de informações que noticiam de forma a agradar paixões políticas, lembrem-se que tudo que escrevemos aqui ficará para a história. Mirem-se no mau exemplo do serviço que a imprensa dos anos 20 do século passado prestou ao Brasil na luta contra a peste.
    Seus netos te julgarão.

    1. Vocês da terra plana são muito estranhos. Quer dizer que todo mundo que fizer o que aos olhos do seu bandido de estimação for errado, automaticamente vira um vilão. A maioria dos mineiros não é burra que nem vocês. O Kalil foi reeleito com mais de 60% de aprovação contra 0,95% do que ficou em segundo lugar. Se liga, sô!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTOS: Ciclista bicampeão brasileiro é atropelado na orla da Lagoa da Pampulha, em BH

Foto: Reprodução / Instagram @ricardoalcici

O ciclista Ricardo Alcici, de 40 anos, bicampeão brasileiro de ciclismo de pista, foi atropelado na manhã desta terça-feira (6) na Avenida Otacílio Negrão de Lima, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Ele foi socorrido consciente e com uma fratura na perna direita.

Testemunhas disseram à Polícia Militar (PM) que Alcici pedalava acompanhado de um amigo quando foi atingido por um carro de cor prata. O amigo não foi atingido e não ficou ferido.

O veículo tentou fazer uma ultrapassagem quando, na contramão, atingiu o ciclista.

Bicicleta ficou destruída — Foto: Reprodução/TV Globo

Fratura na perna direita

A PM informou que Alcici foi socorrido consciente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com fratura na perna direita, e levado para um hospital particular.

O acidente aconteceu no sentido Zoológico e a pista foi interditada no momento do socorro.

Parte da frente do carro ficou destruída — Foto: Reprodução/TV Globo

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Juiz manda reabrir restaurantes de BH e diz que mídia impõe ‘medo e desespero’

Magistrado ainda fez duras críticas ao prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), a quem chamou de “tirano”. Foto: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte

O juiz Wauner Batista Ferreira Machado, da 3ª Vara da Fazenda de Belo Horizonte, chamou o prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil (PSD), de “tirano” por baixar decreto que barrava o funcionamento de bares, lanchonetes e restaurantes na cidade durante a pandemia do novo coronavírus. Em decisão, o magistrado ordena a reabertura dos estabelecimentos e diz que a mídia impõe “medo e desespero” sobre a doença.

Na opinião do juiz, o decreto de Kalil violou o artigo da Constituição que prevê que “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisas senão em virtude da lei”.

“Não é isso que estamos presenciando no município de Belo Horizonte, onde a Câmara Municipal está fechada, devido à pandemia, e o prefeito, paradoxalmente, exerce a tirania de fazer leis por decretos, ao bel prazer dele e de seus técnicos da saúde, sem qualquer participação dos cidadãos através de seus parlamentares, como se fossem os únicos que detivessem os dons da inteligência, da razão e da temperança e não vivessem numa democracia”, afirmou.

O magistrado afirma que a maioria da população “está cega pelo medo e o desespero, que diariamente lhe é imposta pela mídia com as suas veiculações”.

Machado determinou que cópias do processo sejam levadas, ‘com urgência’, para o Ministério Público mineiro e à Câmara de Vereadores de BH para que sejam apurados “crimes de responsabilidade e de atos de improbidade administrativa” praticados por Kalil ao “legislar por decretos”.

O juiz atendeu pedido da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais, que alegava prejuízos sofridos pelos seus filiados devido ao decreto de Kalil. A reabertura foi condicionada ao cumprimento de distanciamento social entre os clientes e condições sanitárias que evitem a propagação do coronavírus, como a suspensão do serviço de self-service.

UOL, com Estadão

 

Opinião dos leitores

  1. Repito: a pandemia fez surgir ditadores por tudo quanto é lugar. Cada um dizendo o que o outro deve fazer. Haja saco. Esse prefeito de BH é uma "incelença".

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

PF prende em BH homem suspeito de ameaçar de morte Maia e ministros do STF

Três armas foram apreendidas com suspeito de fazer ameaças de morte — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira (13) em Belo Horizonte um homem suspeito de ameaçar de morte o presidente da Câmara de Deputados, Rodrigo Maia, e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele gravava vídeos dizendo que os derrubariam “na bala” e os deixariam “igual a uma peneira”. Sem citar qual, a PF disse que as gravações eram publicadas “em ambiente virtual”.

O nome do suspeito não foi divulgado pela corporação. Três armas de fogo (uma delas com registro vencido em nome de terceiro); um computador; um celular; roupas utilizadas nos vídeos; e munições foram apreendidos. O suspeito foi preso em flagrante por porte ilegal de arma.

As investigações que resultaram na ação “para combater crimes contra a segurança nacional” começaram em maio deste ano. A polícia também diz que “crimes de calúnia e difamação contra diversas autoridades também teriam ocorrido”. Se condenado, o homem poderá cumprir até 13 anos de prisão.

G1

Opinião dos leitores

  1. Quando a PF vai bater a porta da atriz da globo q falava que queria matar o presidente e esfregar a cara dele no asfalto?

  2. Esses terroristas quando são presos viram cordeirinhos. Igual ao ídolo deles, quando foi detido no Exército.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Coronavírus: crise afeta mercado do sexo em BH e mais de 3 mil prostitutas ficam sem trabalho

Rua Guaicurus, em Belo Horizonte — Foto: Ricardo Pessetti/Divulgação

A Rua Guaicurus, no centro de Belo Horizonte, é uma das muitas da cidade que ficaram desertas desde o decreto municipal publicado no dia 20 de março que proíbe o funcionamento de parte do comércio da cidade. A medida é uma tentativa de evitar as aglomerações e a proliferação do novo coronavírus.

Conhecida como “zona boêmia”, a região tem dezenas de pequenos hotéis que funcionam como pontos de prostituição. A pandemia também afastou os clientes fazendo com que estes locais fechassem as portas.

“Muitas prostitutas vivem nestes hotéis. E tentam se manter como podem. Tem gente que não têm dinheiro nem para comer mais”, disse Cida Vieira, presidente da Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig).

De acordo com a entidade, cerca de três mil mulheres foram impactadas ela crise do novo coronavírus. Além das prostitutas que moram nos hotéis na região da Guaicurus, muitas sobrevivem nas ruas da cidade. Outras voltaram para suas casa na Grande BH e até no interior.

“Tem conta chegando, né? E muitas escondem a profissional para as famílias. Como explicar agora o porquê da falta de dinheiro? A gente tem tentado ajudar, fazendo doações”, disse Cida.

A Aprosmig tem feito campanha de arrecadação de cestas básicas e produtos de higiene como sabão e álcool em gel. “A gente fala para elas ficarem em casa. Para se protegerem. É um período difícil. Eu diria até caótico”, disse a presidente da entidade.

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Belo Horizonte (Abrasel) e a Cruz Vermelha também chegaram a doar mantimentos e produtos de limpeza para 60 mulheres que trabalham na zona boêmia.

G1-MG

Opinião dos leitores

  1. ????????????????????????????????????????????????????é ruim eles darem atenção às colegas…..kkkkkkkk.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Mais de 50 cães são envenenados e mortos em lar temporário, na Região Metropolitana de BH

Cachorros sendo socorridos em clínica veterinária — Foto: Redes sociais

Pelo menos 52 cachorros morreram depois de ser envenenados, na tarde deste sábado (14), no Lar Temporário Entre Latidos e Miados, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Outros 14 animais estão internados em estado grave.

De acordo com a jornalista Bárbara Camilo, de 30 anos, os cães começaram a se sentir mal quando eram transportados de Ribeirão das Neves para Contagem, para onde o lar foi transferido.

Em princípio, os protetores acharam que o mal-estar tinha sido causado pelo deslocamento, mas depois os cães começaram a babar, a vomitar e a evacuar sangue. A partir daí, os protetores começaram a suspeitar que eles tinham sido envenenados.

Ainda segundo a protetora, a matança foi provocada por salsichas envenenadas.

Bárbara disse ao G1 que mantinha neste lar temporário, desde outubro de 2018, o cachorrinho vira-latas Led, resgatado com a bacia quebrada na Região da Pampulha.

Led sendo resgatado pela jornalista Bárbara Camilo — Foto: Bárbara Camilo/Arquivo pessoal

Led foi pego na Avenida Professor Magalhães Penido, com 5 meses, e levado a uma clínica veterinária, onde fez uma cirurgia por causa do ferimento e depois foi castrado.

Ainda de acordo com Bárbara, o lar temporário é administrado por Cláudia Araújo, que está abalada e em estado de choque.

De acordo com Bárbara, o Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) se dispôs a fazer os exames de necropsia nos cachorros.

Neste sábado (14), Cláudia foi à Polícia Militar e registrou boletim de ocorrência.

G1

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Homem morre em BH com sintomas de intoxicação por cerveja

Foto: Reprodução / Instagram

Um homem morreu em Belo Horizonte-MG com sintomas da doença que pode ter sido provocada por intoxicação pela cerveja Belorizontina, da Backer.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (15). De acordo a corporação, esta é a segunda morte possivelmente provocada pela chamada síndrome nefroneural, que causa insuficiência renal e alterações neurológicas.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

FOTOS: Avião de pequeno porte cai em bairro residencial de Belo Horizonte-MG; três morrem

Foto: Reprodução/TV Globo

Um avião de pequeno porte, prefixo PR-ETJ, caiu na manhã desta segunda-feira (21), na esquina das ruas Minerva com Belmiro Braga, no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte, mesma região onde um avião caiu em abril deste ano. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente deixou três mortos e outras três pessoas ficaram feridas.

O acidente aconteceu em um bairro residencial, próximo ao Aeroporto Carlos Prates, de onde a aeronave tinha acabado de decolar com destino a Ilhéus. Muita fumaça preta tomou conta da região. O local é o mesmo onde, em 13 de abril, caiu um avião e deixou um morto.

O acidente aconteceu próximo a uma academia. Foram ouvidas pelo menos duas explosões. O local está isolado.

‘Muita explosão’

Foto: Arquivo pessoal

Morador da rua onde o avião caiu, o servidor público Carlos Henrique Pacheco Diniz, de 37 anos, ouviu o momento da explosão. “A gente tentou a apagar o fogo, teve muita explosão e não deu para ajudar mais”. Segundo ele, dois ocupantes entraram andando em uma casa.

“Eu estava em casa e ouvi um estrondo. Eu sai e vi o primeiro minuto”

Outro acidente no mesmo local

No dia 13 de abril deste ano, um avião caiu na mesma rua. Na ocasião, o piloto Francisco Fabiano Gontijo morreu carbonizado. A aeronave pegou fogo e bateu no portão de uma casa. A fiação da rede de energia elétrica foi atingida e deixou moradores do entorno sem luz.

De acordo com Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o avião havia decolado do Aeroporto Carlos Prates, também na Região Noroeste. Pelo registro de voo, o pouso seria feito no mesmo local.

Avião acidentado em Belo Horizonte nesta manhã — Foto: Reprodução/Redes Sociais

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Falso médium natural do RN é preso após aplicar golpe de R$ 284 mil em Belo Horizonte

Reprodução / RecordTV Minas

Um homem, de 55 anos identificado como Djalma da Silva, foi preso na manhã desta quinta-feira (27), em Belo Horizonte, suspeito de se passar por médium para aplicar golpes na capital mineira. O falso religioso fazia até truques de mágica e se oferecia para benzer o dinheiro das vítimas.

Uma mala com R$ 250 mil foi encontrada com o suspeito. Ele usava vários nomes, entre eles “Mestre Antônio”,natural de Goianinha, no Rio Grande do Norte, dizia ser médium para atrair as vítimas para o 13º andar de um prédio na capital mineira.

Uma mulher de 71 anos desconfiou que havia caído em um golpe e chamou a polícia. A professora aposentada estava com problemas de saúde na família. O falso médium disse que para resolver a questão precisaria fazer a purificação do dinheiro dela.

Segundo a Polícia, para convencer a vítima, o golpista usava um truque de mágica. O suspeito ainda apresentava montagens com fotos de religiosos e chegou a levar a vítima até uma instituição de caridade.

Ainda segundo a Polícia Civil, a mulher fez diversos saques na boca do caixa para entregar o dinheiro ao suspeito. O maior deles no valor de R$ 49 mil. A movimentação chamou atenção do banco.

No total, a aposentada pagou R$ 284 mil ao falso médium. O dinheiro que a policia recuperou na casa do suspeito foi devolvido à vitima Ele foi preso em flagrante pelos crimes de estelionato, uso de documento falso e corrupção ativa porque tentou subornar os policias.

Outras vítimas

Segundo as investigações, foram identificadas até agora sete vítimas desde 2012. O falso médium tinha carteira da Associação de Mágicos de São Paulo e confessou para a polícia que sempre atuou como estelionatário. Um mandado de prisão em aberto pelo mesmo crime havia sido expedido contra ele, em 2016. O falso médium não agiria sozinho. De acordo com a polícia, outros suspeitos foram identificados e são procurados. A reportagem não localizou a defesa do detido.

A Polícia Civil de Belo Horizonte prendeu um homem suspeito de se passar por médium para aplicar golpes financeiros na capital. Ele usava intermediários para atrair as vítimas a uma sala comercial, no centro de Belo Horizonte. Durante os atendimentos, o homem conquistava a confiança das vítimas para depois oferecer ‘tratamento espiritual’. Na delegacia, o homem tentou subornar os policiais oferecendo R$ 20 mil reais. Ele foi preso em flagrante pelo crime de corrupção ativa. O suspeito confessou à polícia a prática do estelionato.

Veja repercussão na Rádio CBN abaixo

Com informações do R7 e CBN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Meninas matam amiga de infância e arrancam coração

Duas adolescentes de 13 anos mataram a amiga de infância Fabíola Santos Corrêa, de 12, e ainda arrancaram o coração da vítima, em Minas Gerais. As duas suspeitas confessaram o crime, ocorrido em 26 de maio em São Joaquim de Bicas, na região metropolitana de Belo Horizonte, e estão internadas provisoriamente em um centro de reabilitação da capital. O corpo de Fabíola foi encontrado no último dia 7 em uma área conhecida como Mata do Japonês e ainda passa por perícia no Instituto Médico-Legal (IML) da Polícia Civil.

No dia do crime, a vítima saiu de casa com as colegas, que têm envolvimento com integrantes de uma quadrilha de tráfico de drogas que age na região. Segundo a polícia, as acusadas alegaram que no lote vago que costumavam usar para cortar caminho uma delas pegou uma faca para “dar um susto” em Fabíola, mas a menina reagiu e sofreu um corte no pescoço. Ela ainda tentou fugir, mas, de acordo com o delegado do município, Enrique Solla, como a situação havia saído do controle, elas resolveram matar a amiga com outras facadas, além de golpes de uma barra de ferro.

Segundo o delegado, as duas revelaram detalhes do crime e não mostraram arrependimento. “Elas tinham medo que a Fabíola contasse a rotina da quadrilha para facções rivais e disseram que iam dar um susto para ver se ela falaria”, disse. Além de arrancar o coração da menina, as acusadas ainda cortaram um dedo de um dos pés da vítima.

As duas ainda puseram as partes do corpo em uma sacola para mostrar às mães. O plano, de acordo com o polícia, era alegar que estavam sendo ameaçadas por criminosos e dizer que foram obrigadas a matar um deles. Porém, o irmão de uma delas, de oito anos, enterrou os restos pensando se tratar de um coração de porco e um dedo de brinquedo.

Em depoimento, as meninas disseram que se arrependeram de ter levado as partes do corpo para casa e, no dia seguinte, as jogaram em um rio. Apesar da confissão, o caso continua sendo investigado. Isso porque a polícia não descarta a possibilidade de o crime ter sido cometido a mando de um traficante e de as partes serem uma prova de que elas cumpriram o que havia sido ordenado.

Fonte: Estadão

Opinião dos leitores

  1. Finais dos tempo? Tolice, isso sempre existiu. O que nos assusta é que com tanta civilidade  porque continuamos matando.

  2. REALMENTE ESTAMOS NOS DIAS FINAIS, A CADA DIA O AMOR PELO PROXIMO  ESTA SE ACABANDO. JESUS ESTA VOLTANDO! QUE ESSAS MENINAS TENHAM A OPORTUNIDADE DE SE ARREPENDEREM E QUE DEUS AS TRANSFORME.

  3. QUE ABSURDO! FALTA DE DEUS ,  FALTA DE EDUCAÇÃO ESPIRITUAL , O MUNDO PRECISA DE AMOR NO CORAÇÃO DE JESUS AS PESSOAS PRECISAM CONHECER A PAZ DE DEUS….ALGUNS PAIS NAO SE PREUCUPAM EM PASSAR ISSO

  4. Lindo é pensar que pra nossa (in) Justiça, esses anjinhos são perfeitamente recuperáveis, pobres vítimas da sociedade. Em poucos dias estarão soltinhas, com seus nomes limpinhos. A nós, os humanos direitos, pagadores de impostos, resta rogar ao sobrenatural a graça de não cruzar seus caminhos. Para nós não existe ECA, Direitos Humanos, nada! Só essa sensação desconfortável de injustiça e insegurança. Ah, temos também (ainda) o direito à indignação, mas de que adianta, se  justiça e legisladores vivem num "universo paralelo", completamente desconectados e indiferentes aos anseios da sociedade?

    1. Pois é concordo com voce Claudia Barros a nos humanos direitos , com educação , respeito a vida e ao proximo so nos resta a justiça divina porque a dos homens estao falidas , inclusive a do Brasil .
      Porém acrededito ainda que o dia que um " demenor " como estes anos falam qaundo a policia pega , matar um filho de um senador , presidente , diretor , ou algum legislador que faz estas leis ridiculas , quem sabe eles mudem .
      Pois acredito que se a pessoa seja ela maior ou menor seja ela qual idade tem forças para matar ela tem forças para responder e ir para presidios .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Aluna sofre tentativa de estupro dentro do banheiro em Universidade de BH

Agência Estado

Uma estudante de 20 anos, aluna do curso de Marketing da Universidade Fumec, foi vítima de uma tentativa de estupro dentro de um dos prédios da instituição, localizada no bairro Cruzeiro, área nobre na região centro-sul de Belo Horizonte. O suspeito, capturado por outros alunos e entregue à Polícia Militar, também é estudante no local.

O ataque ocorreu na noite de ontem. Segundo a Polícia Militar, a jovem foi atacada por trás dentro de um banheiro no prédio da Faculdade de Ciências Empresariais. Ela contou que foi agarrada pelos cabelos e jogada no chão pelo suspeito, que já estava no local, dentro de um dos boxes, quando a aluna entrou. O acusado tampou a boca da vítima, mas ela conseguiu dar murros na porta.

Estudantes que estavam em uma sala ao lado ouviram o barulho, correram para o local e conseguiram impedir o estupro segurando o agressor, identificado como Leonardo de Castro Álvares Nogueira, também de 20 anos, aluno do curso de Administração. Ele foi levado para uma sala vazia até a chegada a polícia.

De acordo com a PM, cerca de 20 militares tiveram de fazer a escolta do jovem até a viatura, já que dezenas de pessoas aguardavam sua saída e ameaçavam linchá-lo. O suspeito foi preso em flagrante. Após o ataque, estudantes denunciaram falta de segurança no campus. “Qualquer um entra lá. Não tem nenhum controle”, disse uma das alunas da instituição, que estava no local no momento da ocorrência.

Por meio de nota, a Fumec afirmou que tomou “todas as providências cabíveis” e que prestou assistência à vítima, ferida na cabeça durante o ataque. Na nota, a instituição disse ainda que “internamente, adotará todas as medidas necessárias”, mas não informou que tipo de providências seriam tomadas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *