Prefeitura e sindicatos da saúde em Natal firmam acordo para encerrar greve

Foto: Alex Régis

A greve dos servidores da saúde do município deve chegar ao fim nesta sexta-feira (20/12) após um acordo firmado entre o prefeito de Natal, Álvaro Dias, e os representantes dos sindicatos em reunião realizada no Palácio Felipe Camarão nesta quinta-feira (19/12).

Ficou acertado que o pagamento das gratificações para os funcionários que ingressaram nos quadros da Prefeitura no último concurso da saúde será efetuado na folha de fevereiro de 2020. Também em fevereiro do próximo ano, o Governo se comprometeu a iniciar as conversas e negociações a respeito de outros pontos contidos na pauta econômica das categorias.

A reunião contou com a presença de representantes do sindicato dos servidores municipais, Sindsaúde, sindicato dos odontólogos, sindicato dos enfermeiros e sindicato dos farmacêuticos. Todos saíram do encontro favoráveis a que os servidores retornem aos seus postos de trabalho nas unidades de saúde, Unidades de ProntoAtendimento e no Hospital Municipal, normalizando o atendimento à população já nesta sexta-feira (20).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rapha disse:

    Mentira , tudo é faixada!!
    Não ganha nem pra sindico de prédio ano que vem!

Correios: empresa aceita proposta de trabalhadores para encerrar greve nacional

Foto: Guito Moreto

Os Correios aceitaram as condições dos trabalhadores para encerrar a greve da categoria, que começou na última quarta-feira (dia 11). Na tarde desta quinta-feira, a empresa e as representações sindicais participaram de audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, em que os Correios aceitaram manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019, bem como a vigência do plano de saúde, até o dia 2 de outubro, quando haverá o julgamento do dissídio coletivo pela Corte.

Em contrapartida, segundo uma nota emitida pelos Correios, as representações sindicais se comprometeram a levar a proposta de encerramento da paralisação parcial para as assembleias o mais rapidamente possível, fixando como prazo máximo de deliberação até a próxima terça-feira (dia 17), às 22h.

O ministro do TST Mauricio Godinho Delgado foi designado relator do dissídio, ajuizado na quinta-feira pela estatal. Ele fixou, por meio de uma decisão liminar, o contingente mínimo de 70% do efetivo trabalhando durante a greve, com multa diária de R$ 50 mil, caso o percentual não seja atendido.

“Para minimizar os impactos da paralisação, inclusive a perda de clientes para a concorrência, mencionada pelo próprio ministro, os Correios aceitaram a proposta de encaminhamento do TST. A condição da empresa é o encerramento da paralisação parcial, integralmente, em todo o Brasil”, informou a empresa.

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) recomendou, por meio de nota em seu site, que os trabalhadores mantenham a greve até a próxima terça-feira, quando a categoria vai decidir sobre a proposta do Tribunal Superior do Trabalho.

Extra – O Globo

 

Marcos vai parar de jogar

Agência Estado

O técnico Luiz Felipe Scolari admitiu nesta sexta-feira que o goleiro Marcos não deve mais jogar pelo Palmeiras nesta edição do Brasileirão. E também reconheceu que o ídolo palmeirense dificilmente irá prolongar a carreira no ano que vem, por causa dos problemas físicos que o atormentam – principalmente as dores no joelho direito.

Marcos está sem jogar desde o dia 18 de setembro, contra o Avaí, em Florianópolis. Desde então, ele tenta treinar num bom ritmo, mas não consegue por causa das dores no joelho. Para o jogo contra o Bahia, neste domingo, em Salvador, o goleiro já foi descartado. E dificilmente jogará nas duas últimas rodadas.

“É ele quem vai me dizer quando pode jogar. Quando vou fazer a lista dos relacionados, converso sempre com Carlos Pracidelli (preparador de goleiros) e o Marcos. Se ele falar ”Eu posso”, ele volta. Mas acho difícil”, afirmou Felipão, que foi reticente sobre o futuro do goleiro. “Se ele não consegue jogar agora, para o ano que vem é quase impossível.”

Atualmente com 38 anos, Marcos tem contrato com o Palmeiras até o final desta temporada. Ele já revelou que pretende encerrar a carreira, mas também chegou a dizer que poderia renovar o compromisso com o clube e continuar mais um pouco. Diante dos problemas físicos, porém, parece mesmo que o goleiro vai parar de jogar. E sem fazer um último jogo oficial.