Maioria do STF é a favor do juiz de garantias

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal apoia a criação do juiz de garantias. Seis integrantes da corte disseram ao Estadão ver com bons olhos a divisão entre dois juízes na condução e no julgamento dos processos.

Ricardo Lewandowski: “O juiz de garantias é um avanço civilizatório”.

Gilmar Mendes: “Quero cumprimentar o Congresso, especialmente a coordenadora dos trabalhos (a deputada Margarete Coelho, do PP) e o presidente pela sanção”.

Marco Aurélio Mello: “[A proposta] é uma opção política-normativa interessante. É aguardar a experiência, vejo com bons olhos”.

Dias Toffoli: “Já há experiências exitosas que garantem maior imparcialidade do magistrado que vai julgar a causa sem estar contaminado pela coleta das provas. Essa é a característica do juiz de garantias”.

Celso de Mello: “Inestimável conquista da cidadania. Além de assegurar a necessária imparcialidade do magistrado, representa a certeza de fortalecimento dos direitos e garantias fundamentais da pessoa sob investigação criminal”.

Alexandre de Moraes: “Há muitas críticas sobre o ‘juiz de garantias’, sem, contudo, se procurar entender do que se trata. Haverá, como em vários países, uma divisão de competências entre juízes, ambos serão independentes e com as garantias da magistratura. Parece-me que afirmar que a divisão de competências atrapalhará as investigações é considerar que um juiz pode ser melhor que o outro”.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mão Branca disse:

    Foi para facilitar a vida de bandido, então tem o apoio. Até quando isso vai continuar?

  2. Petralha arrependido disse:

    Os 19% que aprovam o STF, devem estarem muito satisfeitos, vão poder praticar seus crimes sem que a justiça os apanhem. Pra eles a impunidade é uma virtude. Necroses brasileiras.

  3. Sérgio Nogueira disse:

    a turminha do "libera geral". Pq será que não estou surpreso?

  4. Klebson Carvalcante de Aquino disse:

    Se o STF não aceita o voto impresso por falta de recurso, como pode querer colocar juiz de garantia sem disponibilidade financeira ou dotação orçamentária?
    Vai haver concurso quando? Vão tirar verba de onde, da saúde e educação como fez o fundo eleitoral?
    Por sinal os seis votos favoráveis não causa a menor surpresa, eles tem tudo, menos compromisso com o país.

    • Brasil Acima de Todos disse:

      Facil, com o Juiz de garantia, vira mais din din para os juízes. Não existe almoço grátis.

  5. DJAILSON disse:

    se eles acham bom é porque é ruim

A experiência joga a favor: pessoas com mais de 50 estão transando mais, aponta pesquisa

Photo by Anastasia Vityukova on Unsplash

Sabe aquela ideia de que amadurecer e passar dos 50 significa também transar menos? É coisa do passado. Chega de achar que amadurecer é sinônimo de uma vida menos ativa ou prazerosa.

Uma pesquisa feita pelo Lumen, um app de encontros para pessoas com mais de 50 anos, mostrou que a maioria das pessoas nessa idade está transando mais e melhor. O motivo apontado por 62% dos entrevistados para este novo cenário é que se sentem mais ousados/ousadas e com menos inibições e neuras na cama.

Ou seja, a experiência joga a favor!

Outro motivo é o tempo livre para experimentar mais, assim como uma libido maior (identificada em 10% dos entrevistados). Mais de 50% também declaram que só vão parar de transar quando estiverem fisicamente impossibilitados.

Apesar dos números positivos, apenas 4% declaram usar camisinha e mais de 80% nunca fizeram um exame de doenças sexualmente transmissíveis.

No Brasil, o número de pessoas da terceira idade diagnosticadas com HIV cresceu 103% nos últimos dez anos. Este crescimento acontece não por conta de uma vida sexual mais ativa, mas por falta de conhecimento e comunicação a respeito dos riscos do sexo desprotegido. Faltam iniciativas focadas nessa faixa etária, ainda vista pela sociedade como um grupo que simplesmente não transa.

É excelente que estejamos, como sociedade, construindo um contexto para que o sexo seja visto como algo saudável e necessário por mais tempo na vida das pessoas. Entretanto, também é importante lembrar que sexo precisa ser feito com responsabilidade e proteção.

Maymui Sato – UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leandro disse:

    Tá vendo Guilherme?

  2. hein? cuma? disse:

    Certo… quero ver se for LIZO!!! hehehe

Advogado Eduardo Rocha diz que o desembargador Bento Herculano votou para a lista tríplice de forma sórdida, desleal e antiética em favor de Marisa Almeida

O portal Justiça Potiguar destaca nesta segunda-feira(19). O pedido de liminar do advogado Eduardo Rocha para anulação do voto do desembargador Bento Herculano que colocou a advogada Marisa Almeida na Lista Tríplice, quando estava empatada com Rocha, apresenta argumentos para alegar suspeição do desembargador que já foi casado e tem sociedade com a advogada.

Segundo a ação que o Justiça Potiguar teve acesso e disponibiliza na íntegra(acesse aqui), Rocha aponta que com o empate em 4 a 4 para a segunda vaga da Lista Tríplice, ele seria o eleito por ter a maior idade entre os dois no desempate, porém com o voto de minerva de Herculano, o qual é ex-esposo, pai de uma filha e sócio de Marisa, “fulminou de morte o direito do requerente desempatando de forma sórdida, desleal e antiética em favor de sua protegida” diz o documento.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. lulapreso disse:

    Bento Herculano é um excelente Magistrado mas pisou na bola com esse voto. Nó mínimo deveria se colocar como suspeito para não votar na ex esposa e mãe de sua filha. Espero que esse erro seja reparado e a transparência da eleição seja mantida.

  2. Robson Medeiros disse:

    O Presidente não honrou sua toga, agindo de maneira fria em favor de sua ex – esposa e sócia para tirar Eduardo Rocha da disputa .

  3. Kauê disse:

    Bento Herculano conseguiu esse escândalo no TRT, parabéns !

  4. Luciana Boaventura disse:

    Um absurdo mesmo! Que país é esse? A própria justiça sem ética! Votar na própria sócia e ex esposa foi um voto para ele mesmo.

  5. João Maria disse:

    Todos em busca do poder, inclusive o cidadão aí que perdeu a eleição! Pura política. Todos em busca da mamata

  6. Carlos Lisboa disse:

    Que Absurdo!
    Como podem aceitar uma votação dessa, onde o Desembargador é quem decide entre sua ex-esposa e atual sócia.

  7. Meuszovo disse:

    Elimina logo essa Justiça do Trabalho de vez, serve para quê??? A economia seria enorme conforme demonstrado por especialistas.

  8. #vergonha disse:

    Sócio ??? Desembargador pode ser sócio de um escritório de advocacia e ainda mais trabalhista???cachorro amarrado com linguiça

  9. #vergonha disse:

    O mínimo que esse desembargador teria que fazer era pedir suspeição, por ser ex MARIDO da Marisa

  10. Luiz Augusto Santiago Neto disse:

    Votou nele mesmo.

  11. Rossana da Costa Lira disse:

    BG não selecione comentários

  12. Rossana da Costa Lira disse:

    Não tem um única mentira no que ele disse. Tipo assim: todo mundo sabia …