Polícia

FOTOS: Confusão em protesto do MLB em Natal que precisou de ação da polícia e guarda municipal registra vidraça de kombi destruída com arremesso de pedra gigante

Fotos: Cedidas

A entrega do Residencial Severino de Souza Marinho, em Natal, ofuscada na manhã desta sexta-feira(14) pela tentativa de invasão de manifestantes do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) na área reservada para a entrega simbólica das chaves, o que gerou conflito com a polícia e guarda municipal, com direito a balas de borracha e spray de pimenta, acabou provocando prejuízo ao dono de uma Kombi, que teve a janela do veículo destruída por uma pedra gigante arremessada durante a confusão.

Na manifestação do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), uma grade de proteção do evento foi derrubada, gerando a confusão que não impediu a conclusão da cerimônia.

Opinião dos leitores

  1. Arruaceiros milicianos. Esse sim são milicianos de verdade. Nosso Presidente Capitão era pra mandar descer o cacete nesse povo de vermelho.

  2. Amostra grátis do que será esse País, caso a esquerda volte ao Poder. Quem quiser arruaça, já sabe em quem votar. O cidadão de bem, pagador de impostos, não pode compactuar com esse tipo de gente.

  3. Só arruaceiros se aproveitando das lutas das minorias para fazerem baderna e colocar a polícia contra a população. Acho que essa é a pauta principal desses movimentos de esquerda: colocar a população contra a polícia.

  4. Tudo orquestrado, esse “Movimento” foi o mesmo que criou confusão na votação do plano diretor. Entendendores entenderão…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

VÍDEO: Entrega de residencial em Natal com presença do ministro Rogério Marinho tem tentativa de invasão de manifestantes do MLB; confusão, spray de pimenta e tiros com balas de borracha

Foto: Reprodução

O portal G1-RN noticia que a entrega do Residencial Severino de Souza Marinho, em Natal, teve protesto, confusão e tiros na manhã desta sexta-feira (14). O evento contou com a participação do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Os manifestantes do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) estavam no local e tentaram entrar na área reservada para a entrega simbólica das chaves. Eles derrubaram uma grade de proteção e houve confronto com a PM e a Guarda Municipal.

O Residencial Severino de Souza Marinho faz parte do complexo Village da Prata e conta com 224 unidades habitacionais, com capacidade para receber cerca de 900 moradores. Foram investidos cerca de R$ 13,6 milhões na construção do residencial, que é o último do complexo a ser entregue.

Após a confusão, a solenidade de entrega das chaves prosseguiu. Veja vídeo e mais detalhes AQUI.

Opinião dos leitores

  1. 10 pelegos causando problema social. O que esses vândalos da paz social querem? A esquerda esteve por 16 anos no poder e ainda querem mais terras? Tudo que foi dado de graça a eles e não serviu para nada ainda é pouco?
    Quantas terras recebidas pelo MST passou a ser produtiva? Não chega a 20% o total de terras dadas ao MST se tornaram produtivas. Lugar de vagabundo é na cadeia! Lugar de baderneiro é embaixo do cassetete da polícia. Não tem que aceitar esses desocupados lutando por mais daquilo que receberam e não aproveitaram. Já deu, chega, basta!
    Se não estou enganado, o líder deles, o tal Stélide disse que isso era o exército dele. Se isso foi afirmado, é só consultar nas publicações passadas, esse exército tem que ser enfrentado pelo exército brasileiro na manutenção da ordem.
    Se não estou enganado, teve até um político que disse: “cuidado com o exército de Stédile”. Então tem que ser exército contra exército para ser justo e igual.

  2. Uma pequena amostra do que vai se tornar esse País, caso a esquerda volte ao poder, seja na figura do condenado Lula, seja no nome do “coroné” Ciro.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Fecomércio repudia ato do MLB contra votação do novo Plano Diretor de Natal e diz que invasão foi um atentado

NOTA DE REPÚDIO

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do RN vem a público REPUDIAR VEEMENTEMENTE os atos cometidos na manhã da segunda-feira, 25 de janeiro de 2021, por um grupo de pessoas que invadiu a quadra de esportes da Praça Augusto Leite (Zona Leste de Natal), onde estava sendo realizada a pré-conferência para escolha de parte dos delegados que irão votar a minuta do novo Plano Diretor de Natal.

O ato, um verdadeiro atentado à democracia, se configurou, ainda, como um absurdo desrespeito a um trabalho sério, transparente e plural que vem sendo realizado há quase dois anos em torno da formatação desta minuta que, a nosso ver, terá como maiores beneficiários a cidade de Natal e toda a sua população.

Vale destacar que as atuais regras estão em vigor desde 2007 e encontram-se em flagrante descompasso com as atuais necessidades sociais, econômicas e ambientais da nossa cidade. O setor produtivo, tendo à frente a Fecomércio e o Sinduscon, vem se envolvendo ativamente nas discussões em torno da construção do novo Plano Diretor desde o seu início.

Foi com este foco que, entre outras tantas ações, promovemos, no ano passado, o Seminário e Workshop “Desenvolve Natal, por um Plano Diretor mais justo e sustentável econômica, ambiental e socialmente”, em parceria com a seccional potiguar do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB RN).

O evento foi realizado para convidados e contou com a participação de autoridades, vereadores, empreendedores, arquitetos, professores e representantes de entidades de representação e de ensino superior, como Crea, UFRN, CAU e OAB, entre outras, além dos conselhos ligados à ocupação do solo urbano em Natal. Dele surgiu um conjunto de sugestões que visam nos conduzir a uma cidade inclusiva e melhor para todos.

Entre os dados que foram debatidos, destaca-se o fato de que, em virtude do engessamento imposto pelo atual arcabouço jurídico da capital, envolvendo principalmente as áreas urbanística e ambiental, o crescimento da nossa região metropolitana nos últimos anos vem se dando nos municípios vizinhos (Parnamirim, Macaiba, São Gonçalo e Extremoz) e em bairros periféricos de Natal (Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul). Acontece que são regiões desprovidas de infraestrutura urbana, enquanto os bairros natalenses que a têm estão com a sua população em acentuado decréscimo, alguns em visível processo de degradação urbana, como é o caso de Ribeira e Cidade Alta.

O IBGE mostra que a Região Metropolitana de Natal teve, entre os anos 2000 e 2016, um aumento populacional de 358.327 habitantes, sendo 54,8% nos municípios vizinhos e 45,2% nos novos bairros das regiões Norte e Oeste. Por outro lado, nos bairros mais centrais houve, um decréscimo populacional de 1.718 habitantes, no mesmo período.

Ressalte-se que viabilizar a correção desta distorção impactará diretamente na melhoria de vida de todos os natalenses, sobretudo daqueles das camadas sociais mais baixas, que hoje se encontram forçados a fixar suas moradias em locais distantes do Centro da capital, o que pressiona o trânsito, os sistemas de transportes públicos e redunda em mais tempo de deslocamento diário destas pessoas, com uma perda contundente da sua qualidade de vida.

É por uma Natal melhor para seus cidadãos e mais atraente a novos investimentos que queremos um novo e mais moderno Plano Diretor. E esperamos que a sua discussão possa seguir de maneira ordeira, transparente, plural e democrática.
Pelo bem de todos nós.

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DO RN (FECOMÉRCIO RN)

Opinião dos leitores

  1. Protesto! Hj foram eles, amanhã pode ser os contrários a eles. Protesto, direito constitucional! Saibam diferenciar.
    Muita tempestade num copo d'água.
    Vamos lembrar dos protestos no Ceará … Ouve até disparo de amar de fogo.
    Atenção Guarda Municipal, PMs e APC, amanhã podem ser vocês que queiram apoio da sociedade.
    Não tinha ninguém armado. Querem aterrorizar o ato pacifico.

  2. A sociedade civil organizada, pelo bem de Natal, deveria se contrapor a esse estado de coisas, basta de aceitar que os vândalos ligados as esquerdas, a mesma esquerda que destruiu o país, instintucionalizando a corrupção como forma de governar, continue a destruir Natal. Somos hoje a pior e mais atrasada capital do Nordeste, onde vamos parar? Temos que combater os vândalos e marginais da esquerda. Por onde anda a Polícia Militar do RN?

    1. Vagabundo , vá arrumar um serviço , esses vermes parasitas PTralhas são a favor da desgraça , João Pessoa está lindíssima , mas aqui por causa desses VAGABUNDOS virou uma cidade FAVELA

    2. O que houve, Brasil? Está com algum problema psiquiátrico sério e fica descontando seus traumas em qualquer mensagem? Tá maluco, criatura? Que sujeitinho sem noção, meu Deus!
      Só rindo?????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Protesto do MLB em votação do Plano Diretor de Natal termina com conflito, gás de pimenta e eleição de delegados suspensa

Foto: Reprodução

Uma confusão marcou o primeiro dia da pré-conferência para eleição de delegados da Conferência Final do Processo de Revisão do Plano Diretor de Natal, na manhã desta segunda-feira (25). Integrantes do MLB fizeram um protesto e trancaram a quadra onde aconteceria a votação. A guarda municipal usou spray de pimenta para dispersar o grupo e abrir o local e o encontro acabou sendo cancelado.

Os manifestantes afirmaram que a guarda municipal agiu com truculência. Já a prefeitura repudiou o protesto e afirmou que houve depredação do patrimônio público.

O caso aconteceu na quadra de esportes localizada na Praça Augusto Leite, no Bairro Tirol, Zona Leste da cidade. Segundo o município, as datas da eleição tinham sido divididas por segmento a fim de garantir as medidas sanitárias e de distanciamento contra a Covid-19 e nesta segunda, a votação seria com os movimentos populares.

De acordo com Matheus Araújo, um dos coordenadores do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), um grupo com cerca de 60 pessoas foi ao local votar, porém, os candidatos do grupo não estavam na lista, o que gerou o protesto.

“Hoje nós somos o maior movimento na cidade e participamos das oficinas que nos garantiam a participação na eleição. Levamos identidade, estava tudo certo, mas não tinha ninguém do movimento na lista dos candidatos. Fomos impedidos de votar e resolvemos protestar por isso”, afirmou.

Segundo a Guarda Municipal, houve tentativa de negociação e a força foi usada, de forma progressiva, para permitir o direito de ir e vir das outras pessoas que estavam no local – algumas delas teriam passado mal, diante da situação. Ainda de acordo com o comando, o gás foi usado para dispersão, mas não foi direcionado no rosto dos manifestantes.

“O MLB trancou o portão do acesso, não deixando as pessoas entrarem nem saírem e foi necessária a intervenção da guarda. A gente começou uma negociação, mas como eles continuaram, e havia pessoas lá dentro, demos início ao uso progressivo da força. Não houve ninguém ferido ou preso”, afirmou o subcomandante da Guarda Municipal, Carlos Cruz, que comanda interinamente os agentes municipais.

Mais detalhes AQUI em matéria completa no G1-RN.

Opinião dos leitores

  1. Como conseguem fazer estas camisas personalizadas, bandeiras, faixas? Não passam de massa de manobra política, fantoches nas mãos de políticos safados que os usam para conseguir o poder e lá se lambuzar com as beneces.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEOS: Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas(MLB) invade quadra em Natal e impede a entrada e saída de eleitores do Plano Diretor

Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas(MLB), invadiu na manhã desta segunda-feira(25) a quadra de esportes da Praça Augusto Leite, no bairro do Tirol, na zona leste da capital, e impede a entrada e saída dos eleitores do Plano Diretor. Entre gritos e palavras de ordem, ainda desafiam a polícia e trancam a votação.

Vele destacar que o MLB faz também integrou um grupo de 16 famílias(ocupantes) no ano passado do antigo Hotel Central, prédio histórico da rua Câmara Cascudo, no bairro da Ribeira, zona Leste de Natal. Vídeos: cedidos.

Opinião dos leitores

  1. Queria saber quem porra quer saber de Anita.
    Tanta notícia importante e você coloca uma notícia sem relevância nenhuma pra nós.

  2. agir pela violencia antidemocratica é fascismo. Esse movimento fascista de esquerda nao pode impedir as pessoas de votarem na vontade delas.

  3. O Movimento tem toda legitimidade de protestar, reivindicar, agora infelizmente o que eles querem é mudar a regra do jogo com a bola rolando. Eles perderam o prazo para inscreverem seus nomes e querem agora no grito ganhar ai perdem a legitimidade. Porque no processo tem regras e eles infelizmente não cumpriram.
    Democracia é isso a maioria e a minoria devem seguir as regras estabelecidas ou se organizem para mudar através do voto.

  4. Porque o prefeito não aciona a guarda municipal para fazer valer o direito de ir e vir, já que a PM, que é comandada pela esquerda maldita, provavelmente não irá.

  5. Vai ser assim queridos.. nem um só sua de paz para gente assim bolsominios como vcs… nem um dia de paz… vcs que lutem..

    1. Na sua cabeça os problemas são resolvidos com as pessoas com cada vez mais demandas contra o Estado, né? Depois as pessoas se dão conta de quem paga a conta. Dá certim.

    2. É esse tipo de Democracia que vc quer? É isso que vcs defendem, ódio,luta, mortes, baderna.

    1. Achei que a democracia seria a voz da maioria, mas parece que não. Os antifascistas agindo de forma fascista! Entendi!

  6. Isso é próprio de Estado que não tem governo, onde os baderneiros, tem mais direitos que os cidadãos de bem. A polícia deveria garantir o direito de ir e vir da população.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *