Fátima confirma a representantes do setor produtivo reabertura da economia do RN a partir desta quarta

A governadora Fátima Bezerra confirmou nesta segunda-feira(29), com representantes do setor produtivo, que a economia do Rio Grande do Norte iniciará nesta quarta-feira(01) a retomada das atividades. Para a tomada da decisão, a governadora ouviu o Comitê Científico da Sesap.

Com a retomada gradual das atividades econômicas, que será oficialmente confirmados com representantes dos poderes ainda nesta segunda-feira(29), o Governo destaca que condicionará a manutenção da liberação com uma série de exigências e medidas de proteção para que uma nova onda de contaminação não se espalhe no estado.

Conforme publicado em portaria há dias, a retomada se dará em quatro fases, sendo a primeira dividida em frações. Inicialmente reabrirão os pequenos comércios – considerados de baixo poder aquisitivo, e após cinco dias outras atividades.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Robson Trovão disse:

    Vão reabrir o comércio? Vão fazer também a profilaxia da população (eleitores) com a liberação gratuita da hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina? Vamos eleger gestores públicos que se importam verdadeiramente com as nossas vidas.

  2. Juliano bugueiro disse:

    Belo Horizonte fechou tudo fiquem em casa até setembro.

  3. Papa jerimum disse:

    Os que eram CONTRA, agora serão a FAVOR e se mudar, esses também MUDARÃO!

  4. Paulo disse:

    Já estou vendo lockdown daqui a 15 dias, população sem controle e órgãos de fiscalização tanto municipal quanto estadual sem a mínima capacidade de organização e controle.

  5. SEI disse:

    Oba. Sinal que ja estamos abaixo de 70 por cento de ocupacao dos leitos de UTI na rede publica, conforme decreto 29742.

  6. Marcelo disse:

    Pede para governo do estado copiar o que prefeitura de Natal está adotando para deixar retaguarda pronta. Agir nos primeiros sintomas. Protocolo do Dr Albert Dickson.

  7. Pereira disse:

    O que querem FAZER é um CRIME CONTRA a população. Que DEUS tenha MISERICÓRDIA de NÓS.

  8. Marciano disse:

    Com 15 dias veremos os resultados

Prefeitura de Tibau do Sul autoriza setor produtivo a reabrir a partir de 1º de julho

Foto: Reprodução/Youtube

A Prefeitura de Tibau do Sul vai liberar a reabertura do setor produtivo do destino turístico Pipa a partir do próximo dia 1 de julho.

A data foi anunciada após reunião com o Gabinete de Crise realizada na última segunda-feira (15), que considerou os encaminhamentos de uma sequência de quatro reuniões com o setor produtivo nos dias 20/3, 27/4, 15/5 e 1/6.

Para viabilizar essa reabertura, o Governo Municipal de Tibau do Sul elaborou uma cartilha com as medidas preventivas que deverão ser adotadas pelos diversos segmentos de todo o setor produtivo do destino turístico.

Os estabelecimentos autorizados a retomar as atividades com público devem seguir todas as medidas sanitárias para garantir a higiene, evitar aglomeração de pessoas para combater a disseminação do coronavírus, como manter distância de, no mínimo, 1,5 metro entre as pessoas; disponibilizar álcool em gel; marcar o distanciamento no solo; exigir o uso de máscaras por funcionários e clientes e dispensar do trabalho presencial funcionários com possíveis sintomas, que tenham doenças crônicas e/ou mais de 60 anos, entre outras medidas.

Todos os detalhes com as medidas seguem em anexo na cartilha, a qual será parte integrante do Decreto Municipal que será publicado.

O município de Tibau do Sul está fechado, em isolamento, como medida de enfrentamento ao novo coronavírus, desde março, tempo que entendeu-se suficiente para que a população se conscientizasse da responsabilidade social coletiva frente aos riscos de contaminação, além do que preparou a rede básica de saúde para os atendimentos voltados à emergência, dentre outras providências.

É importante mencionar que, havendo agravamento dos casos ou qualquer situação que apresente risco à coletividade, o Governo Municipal de Tibau do Sul poderá rever sua decisão a qualquer momento.

CONFIRA A CARTILHA:

Setor produtivo aprova Tião Couto como vice de Robinson Faria

Foto: Rayane Mainara

Representantes da classe produtiva veem com bons olhos a entrada de Tião Couto (PR) como vice na chapa majoritária da coligação Trabalho e Superação, que tem Robinson Faria (PSD) para governador e Geraldo Melo (PSDB) para o Senado

A classe empresarial do Rio Grande do Norte elogiou a escolha de Tião Couto (PR) para compor como vice a chapa majoritária da coligação ‘Trabalho e Superação’, encabeçada por Robinson Faria (PSD) para o governo e Geraldo Melo (PSDB) para senador. O setor produtivo acredita que, se eleito, poderá representar os interesses do empresariado potiguar no governo.

Um dos segmentos que aprovou a escolha foi o setor do agronegócio. Para o presidente da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos, a coligação – formada por 12 partidos – tomou a decisão acertada em escolher o mossorense como candidato a vice-governador. “Ele tem muita representatividade na classe empresarial potiguar”, analisa o presidente da Anorc, entendendo que isso poderá abrir um canal de diálogo entre produtores e criadores e o governo de forma mais efetiva.

Já o presidente do Comitê Executivo da Fruticultura do Rio Grande do Norte, Luiz Roberto Barcelos – que é considerado um dos maiores empregadores do setor rural do Brasil com a manutenção de mais de dez mil trabalhadores -, acredita que, de todos os vices que se apresentaram até agora, Tião Couto é o único que verdadeiramente representa o setor produtivo potiguar.

”Trata-se de um empresário bem sucedido, que construiu seu patrimônio com trabalho e dedicação, gerando emprego e fazendo o estado crescer. É uma pessoa que vem a somar e que o setor produtivo precisa se espelhar nele, que não fica reclamando, parte para a ação”, diz Barcelos, sinalizando que a eleição da coligação será favorável para o setor.

Não apenas o agronegócio vê com bons olhos a chegada à campanha de alguém que trabalha e sabe dos desafios para se empreender no Rio Grande do Norte, mas também outros setores, como o de comércio, serviço e indústria. “O nome de Tião Couto é muito bem vindo pelos empresários para ser vice de Robinson. Ele, seguramente, vai contribuir muito para o crescimento do setor produtivo aqui no Rio Grande do Norte”, avalia o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL), Augusto Vaz.

Do segmento industrial, o empresário José Nilo, proprietário da empresa mossoroense Engepetrol, também crê que a escolha do nome como uma ótima opção. “Sebastião conhece bem o setor produtivo de óleo e gás e pode dar boas ideias para alavancá-lo, contribuindo assim com a geração de emprego e renda no estado”, diz, lembrando que a cadeia de valor do petróleo no RN sofreu baixas significativas com o desaceleramento dos investimentos da Petrobras. Somente em Mossoró, foram mais de cinco mil empregos perdidos.

Decisão certeira

O nome de Tião Couto foi escolhido justamente por representar uma fatia forte da sociedade que é fundamental para consolidar o projeto desenvolvimento de forma participativa do Rio Grande do Norte que o Robinson Faria planeja para o segundo mandato. Isso porque é o setor produtivo que gera empregos e alavanca a economia do estado, com a fomentação de negócios e divisas. A ideia do candidato é construir um programa de governo com contribuição de todos os setores da sociedade.

De origem humilde, Sebastião Couto se tornou um dos empresários mais bem sucedidos na indústria petrolífera nacional. Aos 61 anos, ele é proprietário de várias empresas, entre elas a EBS, considerada a maior na área de prestação de serviço de perfuração de poços de petróleo onshore do Brasil. E, por isso, ele emprega mais de mil trabalhadores no Rio Grande do Norte.

Ao avaliar os candidatos que disputam o governo nas eleições deste ano e constatar a união entre as famílias Alves, Maia e Rosado, o empresário Tião Couto afirmou não restar dúvidas em apoiar Robinson Faria. “Ele é a melhor opção para o povo potiguar. Trabalha honestamente e é com ele que pretendo aproximar o governo com a iniciativa privada. Nossa ideia é agregar e fomentar o desenvolvimento econômico”.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Liana disse:

    Excelente escolha. Um homem sério, trabalhador, digno, competente e comprometido com a sociedade potiguar. Parabéns Robinson pela excelente escolha. E vamos que vamos a vitória!!!!!

  2. Assis Porto mirim disse:

    Qual setor produtivo

    • ggg disse:

      Podes crer, nunca vi tanto empresário quebrando, o desgoverno não ajuda em nada, bate recordes de arrecadação e não traz nenhum retorno a sociedade. Todas as poucas obras que ele executou do "Governo Cidadão" foi com fundos do "Banco Mundial" conseguida na gestão passada e que demoraram 4 longos anos para sair e muitas inauguras inacabadas as vésperas das eleições. Se eu fosse ele eu tinha era vergonha na cara de tentar reeleição, se não tem competência pede para sair . O RN passou 4 anos em branco, essa que é a mais pura verdade.