Política

Ato anunciado por Lira para oficializar o apoio do DEM não acontece

O candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP-AL) divulgou no início da manhã desta segunda-feira (1º) em sua agenda que às 9h30 haveria um ato de oficialização do apoio do DEM à sua candidatura. O evento, no entanto, não ocorreu. O DEM disse, por meio da assessoria da sigla, que não estava sabendo do ato. Questionada sobre o desencontro de informações, a assessoria de Lira afirmou que caberia ao DEM responder.

De acordo com o blog da Andréia Sadi, o presidente do DEM, ACM Neto, mandou cancelar a cerimônia.

Com isso, o apoio do DEM a Lira não está oficializado. No início da campanha à presidência da Câmara, o partido havia anunciado apoio a Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A eleição está marcada para o início da noite desta segunda.

Nos últimos dias, integrantes da bancada do partido têm demonstrado desejo de migrar para o bloco de Lira, candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e um dos principais líderes do Centrão.

De acordo com o blog do Valdo Cruz, uma reunião da executiva do DEM ocorrida no domingo (31) optou pela neutralidade do partido na disputa. Ou seja, a direção partidária liberaria a bancada para votar como quiser.

Essa decisão desagrada Maia, que se empenhou na candidatura de Baleia e tem rivalizado politicamente com o Palácio do Planalto.

O blog da Natuza Nery informou que, em reunião na noite de domingo entre Maia e presidente e líderes de partidos, o presidente da Câmara externou a insatisfação com a possibilidade de o DEM desembarcar do bloco de Baleia. Ainda segundo o blog, relatos de políticos presentes à reunião dão conta de que Maia cogita, diante dessa postura do DEM, aceitar um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro. Essa decisão, pela lei, cabe exclusivamente ao presidente da Câmara.

G1

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Fecomércio repudia ato do MLB contra votação do novo Plano Diretor de Natal e diz que invasão foi um atentado

NOTA DE REPÚDIO

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do RN vem a público REPUDIAR VEEMENTEMENTE os atos cometidos na manhã da segunda-feira, 25 de janeiro de 2021, por um grupo de pessoas que invadiu a quadra de esportes da Praça Augusto Leite (Zona Leste de Natal), onde estava sendo realizada a pré-conferência para escolha de parte dos delegados que irão votar a minuta do novo Plano Diretor de Natal.

O ato, um verdadeiro atentado à democracia, se configurou, ainda, como um absurdo desrespeito a um trabalho sério, transparente e plural que vem sendo realizado há quase dois anos em torno da formatação desta minuta que, a nosso ver, terá como maiores beneficiários a cidade de Natal e toda a sua população.

Vale destacar que as atuais regras estão em vigor desde 2007 e encontram-se em flagrante descompasso com as atuais necessidades sociais, econômicas e ambientais da nossa cidade. O setor produtivo, tendo à frente a Fecomércio e o Sinduscon, vem se envolvendo ativamente nas discussões em torno da construção do novo Plano Diretor desde o seu início.

Foi com este foco que, entre outras tantas ações, promovemos, no ano passado, o Seminário e Workshop “Desenvolve Natal, por um Plano Diretor mais justo e sustentável econômica, ambiental e socialmente”, em parceria com a seccional potiguar do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB RN).

O evento foi realizado para convidados e contou com a participação de autoridades, vereadores, empreendedores, arquitetos, professores e representantes de entidades de representação e de ensino superior, como Crea, UFRN, CAU e OAB, entre outras, além dos conselhos ligados à ocupação do solo urbano em Natal. Dele surgiu um conjunto de sugestões que visam nos conduzir a uma cidade inclusiva e melhor para todos.

Entre os dados que foram debatidos, destaca-se o fato de que, em virtude do engessamento imposto pelo atual arcabouço jurídico da capital, envolvendo principalmente as áreas urbanística e ambiental, o crescimento da nossa região metropolitana nos últimos anos vem se dando nos municípios vizinhos (Parnamirim, Macaiba, São Gonçalo e Extremoz) e em bairros periféricos de Natal (Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul). Acontece que são regiões desprovidas de infraestrutura urbana, enquanto os bairros natalenses que a têm estão com a sua população em acentuado decréscimo, alguns em visível processo de degradação urbana, como é o caso de Ribeira e Cidade Alta.

O IBGE mostra que a Região Metropolitana de Natal teve, entre os anos 2000 e 2016, um aumento populacional de 358.327 habitantes, sendo 54,8% nos municípios vizinhos e 45,2% nos novos bairros das regiões Norte e Oeste. Por outro lado, nos bairros mais centrais houve, um decréscimo populacional de 1.718 habitantes, no mesmo período.

Ressalte-se que viabilizar a correção desta distorção impactará diretamente na melhoria de vida de todos os natalenses, sobretudo daqueles das camadas sociais mais baixas, que hoje se encontram forçados a fixar suas moradias em locais distantes do Centro da capital, o que pressiona o trânsito, os sistemas de transportes públicos e redunda em mais tempo de deslocamento diário destas pessoas, com uma perda contundente da sua qualidade de vida.

É por uma Natal melhor para seus cidadãos e mais atraente a novos investimentos que queremos um novo e mais moderno Plano Diretor. E esperamos que a sua discussão possa seguir de maneira ordeira, transparente, plural e democrática.
Pelo bem de todos nós.

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DO RN (FECOMÉRCIO RN)

Opinião dos leitores

  1. Protesto! Hj foram eles, amanhã pode ser os contrários a eles. Protesto, direito constitucional! Saibam diferenciar.
    Muita tempestade num copo d'água.
    Vamos lembrar dos protestos no Ceará … Ouve até disparo de amar de fogo.
    Atenção Guarda Municipal, PMs e APC, amanhã podem ser vocês que queiram apoio da sociedade.
    Não tinha ninguém armado. Querem aterrorizar o ato pacifico.

  2. A sociedade civil organizada, pelo bem de Natal, deveria se contrapor a esse estado de coisas, basta de aceitar que os vândalos ligados as esquerdas, a mesma esquerda que destruiu o país, instintucionalizando a corrupção como forma de governar, continue a destruir Natal. Somos hoje a pior e mais atrasada capital do Nordeste, onde vamos parar? Temos que combater os vândalos e marginais da esquerda. Por onde anda a Polícia Militar do RN?

    1. Vagabundo , vá arrumar um serviço , esses vermes parasitas PTralhas são a favor da desgraça , João Pessoa está lindíssima , mas aqui por causa desses VAGABUNDOS virou uma cidade FAVELA

    2. O que houve, Brasil? Está com algum problema psiquiátrico sério e fica descontando seus traumas em qualquer mensagem? Tá maluco, criatura? Que sujeitinho sem noção, meu Deus!
      Só rindo?????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Maioria do TRF-2 decide punir Marcelo Bretas com a pena de censura por ato com Bolsonaro; processo de imputação de prática de atividade político-partidária é arquivado

Foto: GloboNews

O juiz Marcelo Bretas, responsável por julgar os desdobramentos da operação Lava-Jato, no Rio, foi punido pelos desembargadores do TRF-2 com a pena de censura por participar de um evento político ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Desta forma, segundo a Lei Orgânica da Magistratura, não poderá “figurar em lista de promoção por merecimento pelo prazo de um ano, contado da imposição da pena”.

“Pelo exposto, e com a finalidade de prevenir atos futuros, considerando ainda não desprezível número de procedimentos abertos contra o Magistrado sindicado, alguns ainda em tramitação, e ainda que anteriores informais advertências não surtiram os efeitos pretendidos, diante da gravidade dos fatos, também demonstrada com a criação de duas versões sobre eles, não vejo outra solução a não ser aplicar pena de censura ao Juiz Federal Dr. Marcelo da Costa Bretas”, determinou o relator, o Antonio Ivan Athie.

Foi arquivado, porém, o processo em relação à imputação de prática de atividade político-partidária, o que resultaria em penalidade bem mais grave. Votaram pela censura os desembargadores Luiz Paulo Silva Araújo Filho, Sergio Schwaitzer, Poul Erik, Guilherme Calmon, Paulo Espirito Santo, Vera Lúcia Lima, Marcus Abraham, Simone Schreiber, Marcelo Granado e Alcides Martins.

Ancelmo Gois – O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Seturn repudia ato do Sintro que retardou o início das operações do serviço de transporte coletivo urbano em Natal no início da manhã desta sexta

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (SETURN) repudia o ato realizado na madrugada desta sexta-feira (19) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (SINTRO) que retardou o início das operações do serviço de transporte coletivo urbano na capital do Estado.

O ato se torna ainda mais agudo visto que, na noite de anterior, o SINTRO divulgou à sociedade que adiaria a greve anunciada para a data de hoje. Mas em contrapartida promoveu manifestações nas portas das garagens das empresas das 04:30h às 06:30h. Levando a justa expectativa de regularidade dos serviços pelos usuários para o campo da frustração.

Esse ato de militância do SINTRO gerou aglomerações nos pontos de embarque e desembarque no transporte público no início da manhã, configurando não apenas uma infração de ordem trabalhista, mas uma irregularidade sanitária.

Rogamos ao SINTRO a compreensão da quadra histórica em que vivemos para que retroceda na realização da greve ou, pelo menos, cumpra sua função social e na próxima segunda-feira (22) permita a circulação da quantidade de veículos indicada pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

O momento é de defender vidas e os empregos. O Sistema de Transportes de Natal encontra-se em colapso econômico, as empresas de ônibus deverão entrar em recuperação judicial. Após 3 meses da pandemia esgotaram suas reservas e realizam com atrasos o pagamento dos principais insumos, como salários e combustível, além estarem inadimplentes com todos os tributos e grande parte dos fornecedores.

Uma paralisação neste momento apenas acelerará a falência do setor, provocando a perda definitiva de todos os empregos e a convulsão do sistema de transporte público municipal. Caso o SINTRO não cumpra as diretrizes da Lei de Greve o setor provocará o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região para aplicar as medidas cabíveis, prevenir responsabilidades e reparar danos.

Natal/RN, 19 de junho de 2020.

SETURN

Opinião dos leitores

    1. E o tipo de atos que tiram o pão de cada dia de nossa messa tira o pão de cada dia de nossos filhos e corta nosso salário em mais de metade e o que seu hipócrita.

  1. Existe alguma lei em que presidentes de sindicatos podem receberem pedido de impeachment? Se existe me comuniquem através deste Blog, que pedirei a justiça que sejam expulsos a maioria dos que dirigem alguns dos piores sindicatos, principalmente pelos petistas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

PGR pede para MP do DF apurar agressão a jornalistas em ato

Foto: Reprodução

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Ministério Público do Distrito Federal que apure agressões a profissionais de imprensa durante o ato com “pautas antidemocráticas e inconstitucionais em Brasília”, assim escreveu o portal G1, nesse domingo (3).

O chefe do Ministério Público Federal enviou ofício ao MP distrital por entender que não cabe uma investigação da PGR, já que não há pessoas com foro privilegiado envolvidas nas agressões.

“Tais eventos, no entender deste procurador-geral da República, são dotados de elevada gravidade, considerada a dimensão constitucional da liberdade de imprensa, elemento integrante do núcleo fundamental do Estado Democrático de Direito”, diz Aras.

O ofício será avaliado pela procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do DF, Fabiana Costa Oliveira Barreto.

Com informações do G1

Opinião dos leitores

  1. Devo ter pedido para apurar quem agrediu os enfermeiros, as figuras aparecem com a cara limpa nos vídeos, punição neles.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Vídeo mostra homem disparando em ato em que Cid Gomes foi baleado

VÍDEO AQUI EM TEXTO NA ÍNTEGRA

Um vídeo gravado durante ato de policiais militares por aumento salarial em Sobral, interior do Ceará, mostra um homem atirando em direção à retroescavadeira que era pilotada pelo senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE), que foi baleado e precisou ser internado na UTI. O momento dos disparos aparece pode ser visto no vídeo acima.

Cid pilotava o veículo para tentar furar o bloqueio feito por policiais encapuzados no 3º Batalhão da Polícia Militar do município. Um grupo segurava uma grade para tentar impedir a passagem do veículo, que acelerava na direção dos manifestantes. Os disparos que aparecem no vídeo partiram da parte de trás do veículo, que estava rodeado por manifestantes.

Na manhã desta quinta-feira, Cid recebeu alta da UTI do Hospital do Coração de Sobral e foi levado para a enfermaria, onde seguirá internado. De acordo com boletim divulgado pela unidade, o quadro de saúde do senador licenciado “evoluiu sem intercorrência nas últimas horas, mantendo-se hemodinamicamente estável e com padrão respiratório normal”.

Ação contra ato de PMs

Cid Gomes organizava uma ação contra os policiais que tentava barrar o trabalho da Polícia Militar no batalhão de Sobral. Pessoas encapuzadas esvaziaram pneus de carros da polícia para impedir o trabalho dos agentes de segurança na ruas.

Em frente ao bloqueio dos policiais, utilizando uma retroescavadeira, o senador pediu que os policiais deixassem o local: “Vocês têm cinco minutos pra pegarem os seus parentes, as suas esposas e seus filhos e sair daqui em paz. Cinco minutos. Nem um a mais”, afirmou Cid, em um megafone antes de ser baleado.

Antes do ataque ao senador, homens encapuzados haviam passado em carros da PM pelas ruas de Sobral ordenando que comerciantes fechassem as portas. Na Grande Fortaleza, quatro unidades policiais foram atacadas por grupos de encapuzados e mascarados nesta quarta. Foram levados carros da polícia, e pneus de carros oficiais e particulares foram furados, esvaziados e rasgados.

Nesta quarta-feira, o ministro da Justiça, Sergio Moro, autorizou o envio de tropa da Força Nacional para o estado, após pedido do governador Camilo Santana (PT). Um grupo de militares embarcou de Brasília para o Ceará nesta quinta.

Paralisação por aumento salarial

Um projeto que tramita na Assembleia Legislativa do Ceará prevê aumento do salário de soldado militar de R$ 3,2 mil para R$ 4,5 mil, em reajuste progressivo até 2022.

Um grupo de policiais insatisfeito com a proposta e interessado em um aumento maior realiza desde terça-feira (18) atos que a Secretaria da Segurança Pública do Ceará considera “motim” e “vandalismo”.

Em 2017, decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou ilegais greves de policiais militares e agentes penitenciários. A maioria dos ministros entendeu que, por se tratar de um braço armado do Estado, a polícia não pode fazer paralisação. A decisão teve repercussão geral, ou seja, vale para todos os casos de greve de polícias que cheguem à qualquer instância da Justiça.

A decisão do Supremo cita o artigo 144 da Constituição Federal, que considera os seguintes órgãos como sendo de segurança pública:

Polícia Federal
Polícia Rodoviária Federal
Polícia Ferroviária Federal
Polícias Civis
Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares
Polícias Penais Federal, Estaduais e Distrital

G1

 

Opinião dos leitores

  1. Estou esperando o condenado em 2a instância vir em público dizer que foi fake igual a facada que deram no Presidente, como ele disse. Se no Presidente o esquisito foi não ter sangue, no Coronel Senador dois tiros era pra ter mandado no mínimo pra UTI por dias. Em menos de 24 horas já está em enfermaria. Não vou repetir o boato que corre nos Estados Unidos de Sobral.

  2. Um senador usar uma retroescavadeira pra esmagar policiais e seus familiares era pra ter o mandato cassado e ser preso. infelizmente a repercussão foi muito tímida, lamentável, mas se tivesse acontecido com um filho de Bolsonaro, o mundo inteiro teria reagido, inclusive o senado e a Câmara. vergonha

  3. Os policiais agiram em legítima defesa.
    Não fosse isso, a retroescavadeira poderia ter esmagado algumas pessoas.

  4. Roteiro da greve ilegal: começa falando que as armas e os carros estão velhos, que os coletes estão vencidos e as delegacias em péssimo estado. No finzinho, em letras minúsculas, vem o famigerado plano de cargo. Se derem o aumento, pronto está resolvido, os carros e equipamentos, como em um passe de mágica, ficaram todos em bom estado, ninguém reclama mais.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

TRÂNSITO: Trecho Salgado Filho com Bernardo Vieira bloqueado no fim da tarde desta sexta-feira em decorrência do ato “Lula Livre”

Concentração no bairro do Tirol momentos antes. Foto: Divulgação

O Via Certa Natal informa que o trecho das avenidas Salgado Filho com Bernardo Vieira estão bloqueadas no fim da tarde desta sexta-feira(08) em decorrência do ato “Lula Livre”. Recomenda-se que o motorista evita a região e busque vias alternativas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Servidores da saúde estadual convocam ato para sexta-feira em frente ao Midway

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte realizam nesta sexta-feira (25), às 9h, uma paralisação de 24h com ato público em frente ao Midway Mall, em Natal. A atividade tem como objetivo chamar a atenção do Governo de Fátima Bezerra (PT/PCdoB) para a situação dos hospitais e atraso de três meses de 2018 no pagamento dos servidores. O Sindsaúde RN, sindicato da categoria, orienta que os trabalhadores se vistam com roupas brancas ou que identifiquem sua função.

As paralisações dos servidores da saúde estão sendo realizadas todas as sextas-feiras, desde o dia 20 de setembro, para cobrar a apresentação de um calendário de pagamento dos salários atrasados. Os trabalhadores também reivindicam reajuste salarial igualitário de 16,38% para todas as categorias; convocação de profissionais da saúde; direito à incorporação da insalubridade e outras gratificações na aposentadoria e a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para Carlos Alexandre, diretor do Sindsaúde RN, a saúde estadual está em calamidade. “Os hospitais são insalubres, faltam materiais básicos e estamos trabalhando sobrecarregados. Além de tudo isso, ainda estamos trabalhando com três meses de salários atrasados desde 2018. Somos nós que fazemos os hospitais funcionarem, não o governo! Nós trabalhamos e temos o direito de receber!”, declarou.

Opinião dos leitores

  1. Ei, vocês são “sabidos” e ninguém notou que querem fazer um feriadão. Baderna na sexta pela manhã (horário do expediente) e à tarde já é final de semana.

  2. Chamar atenção da governadora realizando baderna e fechando ruas?
    Ao invés de atrapalhar vida dos natalenses poderiam ir para frente da casa dela.

  3. Essa governadora não gosta da saúde, com certeza no dia que precisar vai ao Albert Einstein ou sírio libanês. Todos os dias ouvimos as péssimas notícias em relação a essa área, desrespeito aos servidores, tentativa de fechamento de serviços, falta de pagamento a prestadores e contratos.
    Quero que digam uma, apenas uma, notícia boa para esse área, lá se vai quase um ano só de massacre.

  4. Governadora manda o Bope pra meter o reio nesse povin que a elegeu, agora a conversinha é outra. Vão atrapalhar a pqp, parece que o Midday é palanque de vagabundos.

    1. Essa cambada de vagabundos do sindsaúde deveria fazer essa farra na governadoria e não no Midway atrapalhando o trânsito todos nós sabemos que essa paralisação é só um migué, porque é só nas sextas-feiras? porque é mais un fim de semana esticado, vão trabalhar cambada de vagabundos do sindsaúde.

  5. Pq em frente ao Midway?
    Vão para o Centro Administrativo, é lá que fica a Governadora que eles elegeram.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Zenaide defende Soberania Nacional em ato de defesa contra as privatizações em SP

Fotos: Divulgação

Nessa quinta-feira (19), a presidenta da Frente Nacional Em Defesa da Soberania Nacional, senadora Zenaide Maia (Pros/RN) conduziu o Ato de Defesa da Soberania Nacional e Contra as Privatizações, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

A Frente em Defesa da Soberania coloca o pé na estrada, começando por São Paulo. Foi na capital paulista que 16 partidos da Assembleia Legislativa aderiam a esta pauta e juntos promoveram a Audiência da Frente Em Defesa da Soberania Nacional e Contra a Privatização.

“O objetivo dessa frente é dá visibilidade ao povo brasileiro sobre as decisões que o governo federal está tomando e que coloca em risco a soberania. A maior ameaça é o conjunto de medidas que vem sendo implementadas desde o governo Temer e que agora intensificaram no atual governo. A venda do patrimônio brasileiro, através das privatizações, é um erro. Defender nossa soberania é defender o trabalho para o nosso povo”, declarou Zenaide.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTO: Manifestantes realizam ato em Natal contra Reforma da Previdência

Foto: Pedro Vitorino/via site G1-RN

Sindicalistas, estudantes, professores e trabalhadores realizam no fim da tarde e início de noite desta sexta-feira(14) uma manifestação contra o corte no orçamento das instituições públicas de ensino superior e também a Reforma da Previdência.

Com faixas e cartazes, os manifestantes saíram em caminhada pela Avenida Senador Salgado Filho, em direção à região Sul da cidade.

Em decorrência, o trânsito no trecho se encontra interditado.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns aos professores, estudantes e demais trabalhadores que não se acovardaram e foram as ruas se manifestar contra os ataques a previdência e a educação pública.

  2. Rico tambem é trabalhador. Ninguem enriquece vagabundando como esses pseudo-grevistas. Empresário tambem é trabalhador e ainda dá emprego a muitos. Ninguem gosta de pobreza nem quer ser pobre a vida toda. Só quem gosta de pobre é o PT e partidos comunistas, para escravizá-los

    1. Empresário não dá emprego, nada é de graça. Empresário necessita da mão de obra humana e deve pagar um salário mais justo, assim como defender garantias de uma qualidade de vida mais digna para todos, se isso está inviável, reforma fiscal e tributária antes de tudo! Ninguém vive em ilhas de riquezas rodeadas por oceano de misérias. Aposentadoria para trabalhador não alcançá-la, de nada adianta; é confisco de dinheiro alheio e é isso que a capitalização de Guedes tanto almeja.

  3. Parabéns aos que tiveram coragem de ir às ruas.
    Os milicianos e empresários é claro, são contra que o povao proteste

    1. Não foi contra a reforma. Foi pela impunidade, pela liberdade de um corrupto condenado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Servidores da saúde em Natal farão ato em frente à Prefeitura na terça-feira “contra os ataques do prefeito Álvaro Dias”

Os servidores municipais da saúde vão realizar um ato unificado em frente à Prefeitura de Natal, na terça-feira (16), às 9h, “contra os ataques do prefeito Álvaro Dias”, assim comunica o Sindsaúde-RN. A atividade foi aprovada em assembleia da categoria no dia 22 de março.

Na pauta de reivindicações estão a convocação dos candidatos do cadastro de reserva para a SMS, a reposição salarial, implantação dos adicionais, atualização das mudanças de nível e a implantação do vale refeição para profissionais que passam o dia inteiro nas unidades de saúde, além de melhores condições de trabalho.

O protesto é também contra a Reforma da Previdência. Uma vez que a Prefeitura do Natal divulgou, no ano passado, por meio do Termo de Ajustamento de Gestão, que, dada a aprovação da reforma, a Prefeitura se adequaria ao novo regime previdenciário em, pelo menos, 45 dias, sem debater o assunto.

“O Sindsaúde repudia a postura do prefeito Álvaro Dias, que mantém a política do ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT), com redução e arrocho salarial, não implantação dos adicionais e gratificações, corte do adicional de insalubridade e não cumprimento da lei da data base, o que impõe perdas aos servidores, como no caso do plano geral”, diz o comunicado.

Opinião dos leitores

  1. A prefeitura está esperando o que para publicar edital de licitação nacional para terceirizar toda a operação dos hospitais e UPAs do município?

  2. O SindSaude não vai a Governadora ? Tenho pessoa na família que esta muito doente e já no final da vida com direito nas mudanças de letras tentou via administrativas durante o governo Rosalba, Robinson e agora é que esta travado no Governo do PT !!! ela já esta aposentada com processo administrativo , processo na justiça, e nada!!! tudo parado um absurdo!! muitos sindicatos se calaram diante da governadora e por que ?? o que houve ?

  3. Estava rezando pela manhã aí recebi uma revelação, estava orando pela tarde recebi a mesma revelação, estava meditando a noite recebi de novo a mesma revelação. Então, perguntei: Jesus o que é isso? E ele respondeu: pergunta ao astrologo e guru Olava de Carvalho. Aí eu respondi: tá ok.

  4. Sei não viu!
    Se tivesse com os salários atrasados, mas o perfeito fosse da esquerda, tava tudo quieto. Veja o que acontece com os seridores do estado.
    Politicagem descarada.

    1. Toda a farsa elaborada, pra fazer protesto contra a reforma da previdencia.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

O tempo médio do sexo, segundo a ciência; levantamento ainda mostra que a duração do ato não muda com o uso do preservativo

Foto: (Thinkstock/)

Você provavelmente nunca colocou um cronômetro ao lado da cama para ver quanto tempo dura a sua relação sexual. Mas um estudo científico pôs 500 casais heterossexuais para fazer exatamente isso. Com base nesses dados, o levantamento pôde apontar uma média de tempo de duração do sexo, excluindo as preliminares: 5 minutos e 24 segundos.

A variação do tempo de duração da atividade dos participantes foi enorme ao longo das quatro semanas de duração desse estudo. Enquanto o casal que ficou com o menor tempo obteve 33 segundos, o que teve o maior tempo conseguiu 44 minutos – ou seja, 80 vezes mais do que o de menor resultado.

O que foi aferido no estudo foi somente o tempo entre a penetração vaginal e a ejaculação, nada além disso.

O levantamento mostrou outro dado interessante: casais que usaram camisinha não apresentaram diferença relevante no tempo médio de duração do sexo em relação aos que não a usaram. A circuncisão também não foi um fator que indicou mudança na duração do ato.

Algo que influenciou na redução do tempo da relação sexual foi a idade dos parceiros. Quanto mais velhos eles eram, menos tempo ela durou.

As nacionalidades dos casais não apresentaram importância no estudo, exceto no caso dos turcos, que tiveram a menor média: 3 minutos e 42 segundos. As pessoas que participaram do estudo eram da Holanda, da Espanha, do Reino Unido e dos Estados Unidos.

Quanto tempo é normal?

A duração considerada normal para uma relação sexual varia de acordo com o que pensamos ser normal. No final da década de 1940, o tempo médio de duração do sexo era de dois minutos para 45% dos homens, um número que pode gerar um diagnóstico de ejaculação precoce atualmente, segundo Crystal Dilworth, biomédica e divulgadora científica.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de New Brunswick, a duração média de uma relação sexual é de entre 5 e 10 minutos. Quando a atividade excede 20 minutos, ela é considerada indesejada pela maioria dos 152 casais participantes, que tinham idades de 21 a 77 anos.

O terapeuta sexual Barry W. McCarthy fez uma afirmação ao Esquire que corrobora com os resultados das pesquisas científicas. “Pouquíssimas pessoas têm relações sexuais em si [penetração vaginal] que durem mais do que 12 minutos”, disse McCarthy.

E a ciência mostra que se engana quem pensa que o tempo das carícias preliminares é o fator que mais importa para a mulher atingir o orgasmo. Um estudo com 2.360 mulheres tchecas, publicado em 2009 no The Journal of Sexual Medicine e realizado pelos psicólogos Petr Weiss e Stuart Brody, concluiu que a chance de um orgasmo feminino têm maior relação com o tempo de duração do ato sexual do que com as preliminares.

Exame

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após decisão do STF, movimentos realizam ato contra Judiciário em frente à sede da JFRN

Militantes dos movimentos contrários ao ex-presidente Lula realizam na terça-feira (3) em Natal um ato em protesto ao recente revés que sofreram, com a concessão de decisão judicial que beneficiou o líder petista no Supremo Tribunal Federal.

O ato será realizado às 16h em frente à sede da Justiça Federal do Rio Grande do Norte. O evento tem apoio dos movimentos Força Democrática, Radar RN, MBL, Movimento Brasil e Endireita Natal.

Na semana passada, a maioria dos ministros do STF admitiu o julgamento de habeas corpus para Lula e determinou que ele não deve ser preso até o julgamento do mérito do caso, previsto para 4 de abril.

Opinião dos leitores

  1. SOMENTE DESOCUPADOS PARTICIPARÃO DESSE ATO! O TRABALHADOR QUE SUSTENTA ESSA CORJA VAI ESTÁ TRABALHANDO!
    VAMOS ARRANJAR TRABALHO E DEIXAR DE RECEBER DINHEIRO DE POLÍTICOS E DE EMPRESAS!
    PRECISAMOS ACABAR COM ESSES MOVIMENTOS SOCIAIS QUE SÓ SERVE COM PUXADINHOS DE PARTIDOS POLÍTICOS!

  2. Agora deu! Os grupelhos financiados pelo "pato amarelo" agora querem ditar o que o Brasil quer! KKKKK! O Brasil quer Lula PRESIDENTE de novo! O resto é mimimi!

    #LulaLivre

  3. Melhor presidente para os pobres?
    Se vc fosse pobre aposto que não diria isso.
    Além de alterar o papel do que é tido como pobre no Brasil, o que mais o ladrão fez por nós?

  4. vamos que vamos.
    É o mundo todo, é todo mundo.
    Se não manifestar não sai.
    #Lulanacadeia

  5. O objetivo da luta é válida, porém, grande parte dos que estao defendendo, ou fazem parte da velha direita( Agripino, rosalba….) ou da nova direita( Flávio Rocha, cabelos Eduardo… ) nesse caso é trocar seis por meia duzia.
    Nada de novo no front

  6. Viúvas de Aécio do pó estão enlouquecidas com medo da possibilidade do melhor Presidente para os Pobres de toda a história do País, voltar ao poder e os pobres voltarem a circular livremente nas faculdades, supermercados, restaurantes, aeroportos, cabeleireiros, etc.
    O chefão do Crime organizado é Temer, Aécio, Padilha e Jucá, e vcs não dizem um ai.
    Hipocrisia pouca é bobagem pra vcs, bando de teleguiados pela Globo e MBL.

    1. Seu comentário foi quase perfeito. Só esqueceu de incluir na lista dos culpados os representantes do PT, e outras "esquerdas".

    2. Bem
      Primeiro eu não sou viúva MILITONTO encantado pelo ENCANTADOR DE BURROS
      e segundo o Aécio e outros não foram condenado a nada
      Muito menos pelos 12 anos que seu bandido predileto foi condenado você aceita ou não o Luladrao foi condenado e ponto final e se você é tão bom assim vai defender o seu bandido predileto no RGS e SC kkkk

    3. O sujeito que bota MBL e Globo no mesmo barco não tem a menor noção do ridículo, como
      são ridículas e mistificante as demais afirmações sobre os pobres.

  7. Militonto petistas se fazem de analfabeto e surdo, todos reclamaram, quando livraram a cara de Aécio, Jucá, Dirceu, Vacari, JBS e da Odebrecht, entretanto esse caso do poderoso chefão é o mais estarrecedor, pois criaram uma lei, aonde livra um bandido condenado em 2a instância de ser preso pq um ministro teve q viajar. Só que esse bandido foi o responsável por montar a maioria desse órgão julgador. Absurdo.

  8. Quem vai participar desse ato? Os paneleiros coxinhas com sua indignação seletiva que acordaram do coma induzido OU ou a turma dos comissionados que vai à ruas para garantir os salários no ano que vem ??? Grande é a minha dúvida…

  9. Protesto em dia útil, não gostei…Quanto à ser em frente à Justiça Federal, o que ela tem com esse HC??? Ela tá fazendo seu papel. Acho que esse protesto tá mal articulado…Mas, de qualquer forma, o motivo é justo e coerente…

  10. Constituição Federal, Art. 5º
    LVII – ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória.
    O resto é medo do cara voltar em.2019.

    O STF livrou Aécio do Pó, ninguém disse um aí.
    O STF arquivou processo de Serra, nenhum piu.
    O STF e ferrou processo de Jucá, silêncio.
    O STF protegeu e protege o Vampirão Temer…
    É só agora o STF não presta?
    Quer dizer que antes quando fechou os olhos pra deixar Cunha comandar o afastamento de Dilma e depois se recusar de julgar o mérito de seu afastamento, o STF era bom?

    1. Kkkk quanta besteira alguém que foi condenado foi liberado
      Foi José Dirceu José Genuíno e outros do PT

    2. Amigo você estaria certo citando o ART 5° da constituição se o STF, composto por dez dos atuais ministros, não tivessem dito em 2016 que era legal a prisão em segunda instância. Pq só agora eles mudaram de ideia? será que é pq sete dos ministros foram indicados pelo PT?
      Para a maioria da população a revolta pelo livramento de Lula é a mesma pelo livramentos dos demais nomes que vc citou, afinal são todos do mesmo saco, ou vc esqueceu disso? vc apertou 13 esqueceu? PMDB&PT?

  11. VAMOS ARRANJAR TRABALHO E DEIXAR DE RECEBER DINHEIRO DE POLÍTICOS E DE EMPRESAS!
    PRECISAMOS ACABAR COM ESSES MOVIMENTOS SOCIAIS QUE SÓ SERVE COM PUXADINHOS DE PARTIDOS POLÍTICOS!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Entidades ligadas à educação “defenderão” a Petrobras nesta terça (11)

No dia do estudante, próximo dia 11 de agosto, as entidades ligadas à educação e os trabalhadores farão um ato público em defesa da democracia, da educação e da Petrobras. O ato, que será realizado às 14h, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, terá como foco principal a defesa da Petrobras como operadora única do pré-sal e contra o projeto de lei 131/2015, de autoria do senador tucano José Serra, que derruba a participação mínima de 30% da estatal na exploração do pré-sal.

Caso o projeto do senador estivesse em vigor hoje, a Petrobras poderia ficar de fora do consórcio de Libra (único bloco do Pré-Sal licitado), o que acarretaria uma perda, para o Estado, de R$ 246 bilhões. Além disso, se o projeto de lei for aprovado, o fundo social perderá R$ 100 bilhões e, consequentemente, a educação deixará de receber 50 bilhões, já que pela atual legislação 50% dos recursos do fundo social do pré-sal destinam-se à educação.

Segundo a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), a visão que entidades ligadas ao setor e o senador José Serra têm dos resultados das alterações propostas divergem bastante. “As contas mostram claramente uma redução de recursos para educação. Não vamos aceitar que seja retirado qualquer centavo da educação. Esse dinheiro faz muita diferença diante do desafio e do compromisso que temos na realização das metas do novo Plano Nacional de Educação (PNE)”, destacou a senadora.

O ato está sendo organizado em conjunto pela União Nacional dos Estudantes (UNE), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Federação Única dos Petroleiros (FUP), Federação de Sindicatos de Trabalhadores, Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior (Fasubra), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Agricultura (Contag), pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras e pelo Proifes

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Em greve, auditores fiscais de Natal realizam ato na manhã desta quarta

Foto-Greve-1030x769Os auditores fiscais do Tesouro Municipal, em greve, realizam uma mobilização nesta quarta-feira (3), a partir das 8h, em frente à SEMUT, em ato programado até 9h30, seguindo ao gabinete do prefeito Carlos Eduardo, com um ofício com objetivo de entrega ao chefe do executivo.

Segundo a Associação dos Auditores do Tesouro Municipal de Natal(ASAN), os servidores pedem reconhecimento legal da categoria que, há pelo menos cinco anos, reivindica a aprovação da Lei Orgânica do Fisco (LOF), a implementação do Fundo de Modernização da Administração Tributária (FMAT), já aprovado em lei, mas a Prefeitura insiste em não destinar os recursos.

Além desses problemas, os auditores afirmam que a prefeitura está em débito com os profissionais no pagamento dos Prêmios por Desempenho Fiscal, que são considerados parte das remunerações dos profissionais.

Opinião dos leitores

  1. Questionamentos…

    E sobre a multa de 50 milhões de reais que a UnP pagou à Prefeitura de Natal?
    Para onde foi esse dinheiro?
    Por que demoraram tanto a pagar a parte que cabia aos auditores (cerca de 28 mil reais/cada)?
    Se a Prefeitura não contava com esses quase 50 milhões de reais na elaboração do orçamento anual, houve um planejamento gerencial após a entrada desse dinheiro?

    Blog do BG: http://blogdobg.com.br#ixzz3QiKaieXi

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Após prefeitura do Natal entrar na Justiça contra passeatas e greves, sindicalistas falam em "ditadura" e convocam para ato no dia 16

Contra medidas do Município que tenta evitar greves durante a Copa na capital e sobre as injustiças da Copa e a intervenção da FIFA e dos EUA em Natal, como intitulam, sindicalistas prometem realizar um ato a partir das 16h do dia 16 deste mês, uma segunda-feira. De acordo com o Sindsaúde, as ações judiciais protocoladas no dia 6 de junho são verdadeiros ataques aos direitos democráticos dos trabalhadores. A primeira requer ao Judiciário que impeça a deflagração de greves dos sindicatos dos trabalhadores da saúde (Sindsaúde), guarda municipal (SindGuardas), educação (SINTE), médicos (SinMed), agentes de saúde (SINDAS), servidores municipais (SinSenat) e odontologistas (SOERN) durante a Copa do Mundo. A segunda solicita que seja determinada a desobstrução imediata de calçadas, ruas, avenidas e locais próximos à sede da Prefeitura e Câmara Municipal, além da proibição de qualquer ocupação (total ou parcial) de todas as vias públicas da cidade, até o dia 30/07/2014 (período em que estará ocorrendo os jogos e atividades festivas da Copa).

Os trabalhadores da saúde, há quase 2 meses em greve, na última semana resolveram acampar na prefeitura e já receberam apoio e solidariedade da Guarda Municipal, que também anunciou a paralisação das atividades e a adesão ao acampamento. No dia 16, quando se realizará a partida entre Gana x Estados Unidos (com a presença da presidente Dilma e do vice-presidente norte-americano, Joe Biden), diversas entidades do movimento social, sindical e estudantil realizarão uma manifestação contra as injustiças da Copa do Mundo e a intervenção da FIFA e dos EUA na cidade.

“Diante das mobilizações, a resposta de Carlos Eduardo não é a de atender as reivindicações dos trabalhadores e da juventude, e sim, responder com criminalização dos movimentos. De uma só vez, Carlos Eduardo utiliza a justiça para atacar o direito de greve e da livre manifestação, tanto dos sindicatos, como dos movimentos sociais em geral. Trata-se de uma lei de mordaça só vista antes no período da ditadura militar, que em 1968 editou o Ato Institucional nº 5, acabando com as liberdades democráticas no País”, disse o Sindsaúde em Natal.

Opinião dos leitores

  1. Viva Carlos Eduardo! Obra toda construída e concebida em seu governo. E concluída sem nenhum acréscimo, por meio de aditivo contratual. Há pouco mais de dois anos chafurdavámos na imundice em que se encontrava Natal, suja em todos os seus cantos. Parabéns, Prefeito!

  2. Acredito que esta na hora da sociedade esclarecida tomarmos uma posição com esses que se acham no direito de tirar a tranquilidade de uma população, ta na hora de mostrar esses que protestam saber como vivem e o que fazem….quem sabe tem deles revindicando melhores salarios sem trabalhar, melhores moradias ja morando bem, veja eu sou trabalhador e é justa as revindicações desde que não atrapalhem a vida da maioria e estalando um verdadeiro terror, pois saimos pela manhã e não sabemos se voltaremos ao final do dia pois tem uma meia duzia que ja vai no intuito de bagunçar …sabemos que temos problemas com saude, educação, segurança…acredito que as coisas não estão boas e com baguça e desordem ficaram muito pior….

  3. Falando em ditadura, se o Prefeito de Natal fosse do PT, estariam falando em ditadura?
    Ditadura deve ser uma coisa muito boa para quem está no poder, mandando, por outro lado o PT dá apoio financeiro a de CUBA e apoia as tiranias do IRÃ.
    Parece que democracia só é boa quando está a serviço de UM partido, e esse partido não pode ser contestado, apenas aplaudido.

  4. Ditadura é você querer chegar em casa, depois de um dia de trabalho, e não poder. Ditadura é o cidadão ter negado seu direito de ir e vir, sem poder se deslocar na sua cidade porque um bando de oportunistas estão usando a Copa pra reclamar de tudo e pedir aumentos absurdos. Isso sim é ditadura!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *