Irmão de Mução é preso em Fortaleza por crime de pedofilia

Bruno Vieira Emereciano, irmão do radialista e humorista Rodrigo Vieira Emerenciano(Mução) foi preso nesta segunda-feira, 23, em Fortaleza. Bruno confessou que se passou por Mução ao acessar seu login e senha na Internet e compartilhar fotos e material de pedofilia. A prisão de Bruno foi feita pela Polícia Federal (PF) após 23 dias dele ter confessado o crime. Mução, que chegou a ser preso no final do mês passado ficou dois dias na prisão e foi solto após a confissão do irmão.

Bruno, segundo a PF não foi preso quando confessou o crime, porque não houve flagrante. Mas agora com o andar das investigações há elementos suficientes para sua prisão. Tanto, que logo após ele ser detido em Fortaleza, foi transferido para a carceragem da PF em Recife(PE), onde corre o processo, que investiga a formação de rede internacional de pedofilia.

A investigação da PF aponta que partia dos computadores do escritório de Mução em Fortaleza as imagens com conteúdo de pedofilia e que este material era distribuído por Bruno. Por isso a PF pediu a prisão do irmão de Bruno no que foi atendida pela Justiça Federal, através da 13ª Vara em Pernambuco.

A prisão de Bruno, porém é em caráter temporário, para garantir a continuidade das investigações. Segundo a PF, o processo de apuração está em fase conclusiva. Tudo começou com a Operação Dirty Net, que resultou no final do mês passado na prisão de 32 pessoas em nove estados (São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Maranhão e Ceará). Mas a PF pediu a ajuda da Interpol para a investigação de 97 estrangeiros que estariam envolvidos na rede de pedofilia, que atuava no Brasil e países da Europa, Ásia e Oceania.

Mução divulga nota para fãs

 Apenas os dois advogados e o empresário de Rodrigo Vieira Emerenciano, Mução, apareceram para a entrevista coletiva convocada para a tarde deste sábado (30). O humorista e radialista enviou somente uma nota aos fãs. Outra mensagem será transmitida ao público no programa desta segunda-feira (2).

Confira a nota na íntegra:

 “Aliviado com o desfecho judicial que reconheceu a minha absoluta inocência em relação às graves acusações que me foram injustamente impitadas, venho a público agradecer aos meus fãs, espalhados por todo o mundo, pelo apoio irrestrito e a confiança na minha palavra. Da mesma forma, gostaria de firmar agradecimento à imprensa que agiu com prudência e esperou a elucidação dos fatos; e aos meus patrocinadores e afiliados que em nenhum momento retiraram seu apoio profissional e pessoal. Por fim, reitero o meu repúdio a qualquer conduta voltada à inaceitável prática de pornografia e pedofilia.

Recife-PE, 30 de junho de 2012.

 Rodrigo Vieira Emerenciano”

Mução foi detido no bairro de Meireles, em Fortaleza, nessa quinta-feira (28) acusado de divulgar de material pornográfico infantil na internet. As imagens de sexo explícito envolviam crianças, adolescentes e até bebês.

Fonte: N10

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Monescastro disse:

    pense numa história mal contada!

Mução deve divulgar nota sobre Operação Dirty Net e prisão ainda hoje

O advogado Waldir Xavier, que defende o radialista Rodrigo Vieira Emerenciano, 35 anos, o Mução, informou que deve ser divulgada ainda neste sábado (30) uma nota à imprensa sobre a Operação Dirty Net (rede suja). Mução foi uma das 32 pessoas presas em nove estados, na última quinta-feira (28), durante a operação da Polícia Federal que investiga uma quadrilha responsável por postar e trocar vídeos e fotografias que mostram cenas de sexo explícito com bebês, crianças e adolescentes.

“Ainda não falei com ele (Mução) hoje, mas ele está muito abalado”, comentou Xavier. O radialista foi liberado da sede da PF no Recife na noite desta sexta (29) depois que o irmão de 23 anos – que é engenheiro da computação e não teve o nome revelado pela polícia – confessou, no Ceará, ter usado os e-mails e as senhas do irmão famoso para cometer os crimes na internet. “Foi um choque para o Rodrigo”, disse o advogado.

A expectativa era a de que Mução desse uma entrevista coletiva para falar sobre o caso. “Ainda não sabemos se vai haver a entrevista. Talvez seja só divulgada a nota mesmo. Só depois de conversar com ele é que será decidido. Rodrigo está descansando agora”, contou Waldir Xavier.

Em entrevista coletiva na noite de sexta, o delegado regional de combate ao crime organizado, Nilson Antunes, informou que Mução teve a prisão revogada pela Justiça Federal a pedido da própria PF. Mas mesmo com a prisão revogada, o radialista continua na condição de investigado. Já o irmão dele foi indiciado. Por não ter sido configurado o flagrante, vai responder o processo em liberdade. Se for condenado, pode pegar uma pena de quatro a dez anos.

Mução é um dos radialistas mais famosos do país. O programa apresentado por ele, A hora do Mução, existe há 16 anos e é transmitido em 45 rádios do Nordeste.

Fonte: Diário de Pernambuco

Irmão de Mução seria o autor dos crimes de pedofilia, diz Polícia Federal

Reviravolta grande, o portal G1 acaba de publicar:

O irmão do radialista Rodrigo Vieira Emereciano, mais conhecido como Mução, está sendo apontado pela Polícia Federal (PF) como responsável pelos crimes de pedofilia pelos quais o humorista havia sido acusado e preso, na última quinta-feira (28), em Fortaleza. A informação foi repassada em coletiva de imprensa, na noite desta sexta-feira (29), no Recife, para explicar a reviravolta sofrida pela investigação do grupo desbaratado na operação Dirty Net, deflagrada em 11 estados e no Distrito Federal.

“Durante seu interrogatório, além das senhas pessoais, o irmão do investigado admitiu que criou e-mails e perfis de usuários em nome daquele [Mução], através dos quais acessou, por diversas vezes e em diferentes ocasiões e localidades, programas de compartilhamento de dados usados pra divulgação e troca de imagens contendo cenas de sexo explícito e pornográficas como se o investigado fosse”, diz a PF em material divulgado à imprensa.

Por volta das 20h desta sexta-feira (29), os advogados Valdir Xavier e Bruno Coelho da Silveira, que representam o radialista, chegaram à sede da PF em Pernambuco para entregar aos investigadores um mandado expedido pela 13ª vara da Justiça Federal em Pernambuco que revoga o pedido de prisão que mantinha o humorista detido, por suspeita de crimes de pedofilia. Ele deve ser solto a qualquer momento.

“Deixamos claro desde os primeiros momentos que não houve envolvimento de Rodrigo e que havia confiança irrestrita na Justiça e nas investigações da Polícia Federal”, disse Xavier, que acompanha o caso desde Fortaleza (CE), onde aconteceu a prisão. O outro advogado é pernambucano e está dando apoio na defesa do radialista. A expectativa dos dois é de que os procedimentos necessários à soltura sejam realizados e que eles deixem a sede da PF ainda esta noite, acompanhados do radialista.

Atualizado às 21:5o:

A delegada federal Kilma Caminha pediu a libertação do humorista ao perceber que a Polícia Federal foi levada a um equívoco. Em depoimento à PF em Fortaleza, o irmão de Mução confessou que utilizava os computadores e as senhas dele, em várias residências do artista, para compartilhar o material de pedofilia da rede investigada na Operação DirtyNet.

Diante da defesa de Mução, que a todo momento negava as acusações, e da confissão do irmão dele, que contou em detalhes como fazia para participar da rede de pedófilos, não restou outra alternativa à delegada a não ser reconhecer a inocência do radialista e pedir sua soltura.

O irmão de Mução foi indiciado imediatamente pelo crime de pedofilia, mas foi solto, porque não havia contra ele ainda o flagrante do crime, nem mandado de prisão. Por enquanto ele deve responder pelo crime em liberdade.

Mução já foi liberado e segundo a imprensa pernambucana deve conceder entrevista coletiva amanhã, lá mesmo em Recife.

Com informações de Jacson Damasceno

 

Rafinha Bastos faz piada com prisão de Mução

 

O humorista Rafinha Bastos, ex-CQC, ironiza a prisão de Mução no twitter. Ele lembra da repercussão da piada sobre o filho da cantora Wanessa, fato que ele julga, nas entrelinhas, parecer “fichinha” diante da acusação que pesa sobre o companheiro de ofício.

Ele também não perde a chance de alfinetar o “Encontro com Fátima Bernardes”, programa que não vai bem no Ibope tal qual o a versão nacional do Saturdays Night Live que Rafinha apresenta aos domingos na RedeTV.

 

Transferência de Mução para presídio é cancelada devido ameaças de presos

Dentro da cadeia, há lei. E uma das mais severas diz respeito aos crimes sexuais, especialmente, se as vítimas são crianças. Por isso,  foi cancelada a transferência do humorista Rodrigo Vieira Emereciano, de 35 anos, conhecido como Mução, da sede da Polícia Federal de Pernambuco para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), também localizado em Recife. O radialista foi preso por suspeita de envolvimento em uma rede de divulgação de pornografia infantil na internet.

De acordo com o site do jornal Diário de Pernambuco, os presos teriam ameaçado a vida do radialista, que foi preso pela PF na operação DirtyNet, em Fortaleza, no Ceará, nesta quinta-feira (28). De acordo com a delegada da Polícia Federal que preside o caso,  Kilma Caminha, os detentos do local não toleram envolvidos no tipo de crime que Mução é acusado e costumam ser violentos com quem cumpre pena por pedofilia.

Também de acordo com o Diário de Pernambuco, os presos já estariam aguardando a chegada de Mução para realizar ações de violência contra o acusado. Por esse motivo, a Polícia Federal preferiu impedir a transferência para o Cotel e ainda avalia para onde encaminhará o suspeito, que continua prestando depoimento na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) no Recife, onde chegou às 9h30.

O humorista está acompanhado de um advogado recifense e continua negando qualquer participação no caso, além de afirma desconhecer os fatos alegados pela delegada da Polícia Federal.

Pornografia infantil
A operação, denominada DirtyNet (Rede Suja), teve apoio do Ministério Público Federal e da Interpol e prendeu 32 suspeitos em nove Estados brasileiros. As prisões foram realizadas no Rio Grande do Sul (5), Paraná (3), São Paulo (9), Rio de Janeiro (5), Espírito Santo (1), Ceará (1), Minas Gerais (5), Bahia (1) e Maranhão (2).

A operação DirtyNet foi desencadeada na manhã desta quinta (28) com o objetivo de desarticular a quadrilha. A PF estava monitorando redes privadas de compartilhamento de arquivos na internet há seis meses e detectou trocas de material de cunho sexual envolvendo crianças e adolescentes.

Integrantes de um mesmo grupo e valendo-se da suposta condição de anonimato na rede, os suspeitos trocavam arquivos contendo cenas degradantes de adolescentes, crianças e até bebês em contexto de abuso sexual.

Além da troca de arquivos foram identificados ainda relatos de outros crimes praticados pelos envolvidos contra crianças, inclusive com menção a estupro cometido contra os próprios filhos, sequestros, assassinatos e atos de canibalismo.

Com informações do IBahia

Mução ainda presta depoimento em Recife. Advogado entrou com pedido de Habeas Corpus

Foi retomado às 14h, o depoimento do radialista Rodrigo Vieira Emereciano, de 35 anos, o Mução. Ele está sendo ouvido na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Pernambuco, no Cais do Apolo, no Recife. Os trabalhos começaram às 9h30 desta sexta-feira (29) e não tem hora para acabar. O advogado dele ainda não se pronunciou e aguarda a resposta ao pedido de habeas corpus solicitado nesta quinta (28) à justiça.

Após o depoimentos, Mução deve seguir para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, onde passará por novos exames de corpo de delito antes de ser encaminhado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.

Vejam reportagem da TV Jornal sobre a chegade de Mução em Recife hoje pela manhã:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Victorhugobrandaosalles disse:

    Mução so do tem vc e a  agua da cagece!!!!

Mução presta depoimento nesse momento, vai ficar preso em Recife

O radialista Rodrigo Vieira Emereciano, 35 anos, mais conhecido como Mução, deve seguir ainda hoje para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) em Abreu e Lima. Antes disso, o humorista deve realizar exames de corpo de delito na sede do Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife, no bairro de Santo Amaro.

Na unidade prisional, Mução deverá cumprir cinco dias de prisão temporária. O prazo pode ser prorrogado pelo mesmo período. A delegada da PF, Kilma Caminha, titular do caso, pode ainda reverter o caso para uma prisão preventiva. A decisão deve ser tomada após o depoimento que o suspeito presta esta manhã na sede da Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco, no Cais do Apolo, no Recife.

Até o momento, as perícias realizadas no material recolhido na residência, e  imóveis do radialista no bairro da Imbiribeira, no Recife, em Fortaleza e em Natal e ainda na emissora de rádio onde ele atua, no bairro de São José, no Recife não encontraram provas para justificar a prisão em flagrante. Nos locais foram apreendidos materiais como computadores, Cds e DVDs.

Mução chegou à sede da PF em um automóvel Corola preto fechado, seguido por uma caminhonete da polícia e entrou pelos fundos do prédio, sem falar com a imprensa. Ele estava preso desde ontem na sede da Polícia Federal de Fortaleza, no Ceará e viajou de avião para Pernambuco recambiado por policiais federais. No Recife, ele está sendo ouvido por delegados sobre a suspeita de envolvimento no crime de pornografia infantil na internet. O radialista está preso temporariamente por suspeita de disponibilização de material de pornografia infantil na web e foi detido dentro da operação DirtyNet.

O suspeito foi capturado na manhã de ontem na casa onde mora, na cidade de Meireles, em Fortaleza e encaminhado para Superintendência da Polícia Federal daquele estado. De acordo com investigações realizadas pela PF, o radialista faria parte de um círculo fechado de 160 pessoas, 97 estrangeiras e 63 brasileiras, que trocavam conteúdo ilegal com imagens de adolescentes e crianças em situações pornográficas. O advogado Waldir Xavier informou que entrou com o pedido de habeas corpus para a soltura do humorista.

Com informações do repórter Glynner Brandão / Diário de Pernambuco

Mução será ouvido por delegados federais de Pernambuco nesta sexta. Advogado entrou com Habeas Corpus

O radialista Rodrigo Vieira Emereciano, 35 anos, mais conhecido como Mução, continua preso na sede da Polícia Federal de Fortaleza, no Ceará, mas deverá ir hoje a Recife para ser ouvido por delegados da Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco nesta sexta-feira (29). Na noite desta quinta (28), o advogado Waldir Xavier informou que entrou com o pedido de habeas corpus, mas ainda não havia tido resposta para a soltura do humorista que foi preso sob suspeita de disponibilizar material de pornografia infantil na internet.

Familiares do Mução acreditam em sua inocência. “Estamos cientes de que ele não tem culpa de nada. Algum funcionário deve ter usado a senha para trocar as imagens através dos sites, e-mails e microblogs dele”, desabafou a irmã Renata Vieira. Segundo o produtor de Mução, Rogério Emereciano, existem provas de que o humorista é inocente e, em breve, será divulgada uma nota explicando o que teria acontecido.

O programa A hora do Mução é transmitido para 45 rádios de todo o Nordeste. Mução foi detido na casa onde mora, no bairro de Meireles, em Fortaleza. De acordo com investigações realizadas pela PF, o radialista faria parte de um círculo fechado de 160 pessoas, 97 estrangeiras e 63 brasileiras, que trocavam conteúdo ilegal com imagens de adolescentes e crianças em situações pornográficas.

O advogado do humorista ressaltou que Mução está tranquilo. “Ele prestou depoimento, mas está bem e acredita na Justiça”, concluiu o advogado.

Diário de Pernambuco

 

Defesa de Mução afirma que terceiros utilizaram o computador dele. Radialista vai continuar preso

A Polícia Federal, em operação realizada nesta quinta-feira (28) contra pornografia infantil, prendeu o radialista e humorista Rodrigo Vieira Esmerenciano, o Mução, em Fortaleza, no bairro do Meireles. Na casa dele teriam sido apreendidos um iPad e um notebook. Segundo advogado Waldir Xavier que faz a defesa de Mução, em entrevista ao radialista Irismar França, da Rádio Verdes Mares, terceiros teriam acesso aos equipamentos de Mução e teriam sido os responsáveis pelos acessos indevidos.

De acordo com informações da Polícia Federal de Pernambuco, a prisão temporária do radialista Mução não foi revogada.

Ele foi ouvido na manhã desta quinta-feira (28) no prédio anexo da Polícia Federal do Ceará, no bairro de Fátima, em Fortaleza. Mais dois envolvidos no caso também foram ouvidos. Em seguida, o radialista foi encaminhado para a sede da Polícia Federal do Ceará, também no bairro de Fátima.

No início desta tarde, o produtor do humorista, Rogério Telmiro, havia informado sobre a liberação do artista, afirmando “que não havia fatos que comprovassem sua culpa nos crimes de que estava sendo acusado”. Ele ainda disse que se o artista fosse culpado, “não estaria sendo solto”.

A Polícia Federal informa que o Mução será encaminhado para a sede do órgão em Pernambuco nesta sexta-feira (29), para ser interrogado.

 

Informações do Diário do Nordeste e NE10

Informação oficial: Mução já depôs, mas continua preso sob força de mandado

O BG foi informado agora há pouco por dois familiares do radialista e humorista Rodrigo Vieira Emerenciano, o “Mução”, já se encontrava em liberdade e publicou a informação que estava tentando entrar em contato com a Superintendência da Polícia Federal de Fortaleza.

Mas a informação oficial que acaba de vir da Superintendência da PF de Fortaleza para o BG é que ele já depôs, mas que continua detido em companhia da advogada e colegas da produção do programa de rádio. Ele teve a prisão preventiva decretada por cinco dias podendo ser prorrogada.

Devido às provas já obtidas em e-mails e no cruzamento de informações durante as investigações, iniciadas em dezembro, pode mudar para preventiva.

A informação incorreta publicada anteriormente pelo Blog foi repassada por um dos familiares. O BG teve cuidado de confirmar com outro familiar, que ratificou a informação de que ele tinha acabado de ser solto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chiara disse:

    Tomara que seja bem investigado. Se for inocente, que seja amplamente divulgada a sua condição de inocente, as se for culpado, que seja julgado.

DirtyNet: Humorista Mução já está em liberdade

O BG acaba de ser informado por familiares do radialista e humorista Rodrigo Vieira Emerenciano, mais conhecido como “Mução”, que o rapaz já se encontra em liberdade.

De acordo com essas fontes, ele foi liberado da Superintendência da Polícia Federal de Fortaleza agora há pouco por que não ficou comprovado que ele integrava a rede internacional de pornografia infantil.

O blog está tentando entrar em contato com a PF em Fortaleza para saber o porque dele ter sido preso, bem como a real motivação da soltura.

O fato é que a própria Polícia Federal já admitiam a possibilidade de reverter a prisão de temporária de cinco dias para preventiva.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eu sabia cara!!! Não é possível que um cara tão inteligente, dedicado e talentoso caisse numa rede tão bizarra e estúpida de criminosos!!!