Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria; veja lista

Tite divulgou convocação da seleção brasileira nesta sexta — Foto: reprodução/Vídeo

O técnico Tite divulgou nesta sexta-feira a lista de 23 convocados para os amistosos da seleção brasileira contra Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13 de outubro, em Singapura. As principais novidades são o goleiro Santos, campeão da Copa do Brasil com o Athletico-PR, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Gabriel Barbosa, do Flamengo, líder do Brasileirão.

O arqueiro, desta forma, recebe sua primeira chance na equipe principal do Brasil, enquanto Rodrigo Caio e Gabigol voltam a ser convocados – o zagueiro chegou a ser chamado por Tite nas eliminatórias para a Copa de 2018, e o atacante disputou a Copa América Centenário, com Dunga, em 2016 .

O meia Matheus Henrique, do Grêmio, e o lateral Renan Lodi, também foram chamados pela primeira vez para a Seleção principal – fechando a lista de Tite com uma novidade em cada setor do time.

Os jogadores que atuam no país vão perder duas rodadas do Brasileirão – a 24ª, nos dias 9 e 10 de outubro, e a 25ª, nos dias 12 e 13 de outubro. Alguns clubes acreditam que o longo deslocamento pode causar mais transtornos, entretanto.

O auxiliar pontual para as duas próximas partidas segue sendo o ex-jogador César Sampaio. O chefe de delegação será Bebeto, tetracampeão mundial em 1994.

O Brasil enfrenta Senegal no dia 10 de outubro, às 9h (de Brasília), no Estádio Nacional de Singapura. Três dias depois, no mesmo local, o rival será a Nigéria, também às 9h.

Confira a lista completa:

Goleiros: Ederson (Manchester City), Weverton (Palmeiras) e Santos (Athletico-PR);

Defensores: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid), Thiago Silva (PSG), Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Rodrigo Caio (Flamengo);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Arthur (Barcelona), Fabinho (Liverpool), Matheus Henrique (Grêmio), Philippe Coutinho (Bayern de Munique) e Lucas Paquetá (Milan);

Atacantes: Everton (Grêmio), Firmino (Liverpool), Gabriel Barbosa (Flamengo), Richarlison (Everton), Neymar (PSG) e Gabriel Jesus (Manchester City).

Globo Esporte

 

MASSACRE: Ataque a colégio na Nigéria deixa mais de 40 mortos

Professores e médicos estimam que um ataque a um colégio do ensino secundário na região Nordeste da Nigéria deixou mais de 40 mortes, alunos em sua maioria. No atentado, que teria sido cometido pelo grupo islamista Boko Haram, o dormitório foi trancado e incendiado. Aqueles que tentavam fugir eram mortos a tiros ou tinham as gargantas cortadas.

— As ambulâncias trouxeram cadáveres do liceu do governo federal da cidade de Buni Yadi. Já trouxeram 43 mortos — informou um funcionário do hospital de Damatru, capital do estado de Yobe, pedindo anonimato.

A polícia fez uma estimativa inicial de 29 mortos, mas as informações do hospital coincidem com os relatos de professores. No local, funcionam uma faculdade e um colégio de ensino médio.

— Os estudantes tentavam subir nas janelas quando foram assassinados como ovelhas pelos terroristas que cortavam suas gargantas — contou o professor Adamu Garba. — Outros que tentaram correr foram baleados.

Os que não conseguiram fugir, morreram queimados, segundo a polícia, que ainda recolhia os corpos. Todas as vítimas eram meninos.

O Boko Haram luta pela formação de um Estado islâmico seus ataques este ano já mataram mais de 300 pessoas na Nigéria. Seu nome significa “a educação ocidental é pecaminosa” na língua hausa, usada no norte do país, e são frequentes seus ataques a escolas. Um ataque similar na vila de Mamundo, em junho passado, deixou 22 estudantes mortos.

O Globo

Nigéria cria pena de 14 anos de prisão para gays e proíbe até associações de homossexuais

O presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, assinou uma lei nesta segunda-feira que criminaliza relações entre pessoas do mesmo sexo com penas de até 14 anos de prisão.

Em desafio a pressões internacionais, a Presidência assinou um projeto aprovado em maio passado pela Assembleia Nacional.

A lei proíbe o casamento gay, as “relações amorosas” entre pessoas do mesmo sexo e a adesão a grupos de direitos LGBT. Duas leis similares foram propostas desde 2006, mas não passaram no Parlamento.

O sentimento anti-gay e a perseguição a homossexuais na África subsaariana é alto e pode ajudar Jonathan a se reeleger em 2015, embora ele ainda não tenha anunciado sua candidatura e sofra com uma deserção em sua base.

Países ocidentais como o Reino Unido ameaçam cortar a ajuda humanitária que dão a países que institucionalizam a perseguição contra homossexuais. No caso da Nigéria, a pressão funciona pouco porque o país é um grande exportador de petróleo.

“As pessoas que entram em um contrato de casamento do mesmo sexo ou união civil cometem um crime e são passíveis de condenação a uma pena de 14 anos de prisão “, diz o projeto de lei. “Qualquer pessoa que se registra, opera ou participa de clubes gays, sociedades e organizações direta ou indiretamente ou faz demonstração pública de relacionamento amoroso do mesmo sexo na Nigéria comete um delito e está passível de condenação a uma pena de 10 anos de prisão”, diz outro trecho.

O Globo

Nigéria conquista Mundial sub-17 e supera Brasil no número de títulos

13312584A seleção nigeriana sub-17 superou o México por 3 a 0, nos Emirados Árabes, e conquistou o seu quarto título do Mundial. Assim, o país se isolou como o maior vencedor do torneio nesta categoria.

A Nigéria já havia levantado a taça em 1985, 1993 e 2007. Até hoje, dividia a hegemonia com o Brasil, que levou a melhor em 1997, 1999 e 2003.

Na final desta sexta-feira, a equipe africana chegou à vitória com gols de Erick Aguirre (contra), Kelechi Iheanacho e Musa Muhammed.

A Suécia ficou em terceiro lugar do Mundial com vitória sobre a Argentina, por 4 a 1.

O meia nigeriano Iheanacho foi eleito o melhor jogador do torneio. O artilheiro da competição foi o sueco Valmir Berisha, com sete gols.

O Brasil caiu nas quartas de final para o México. Depois do empate por 1 a 1, os mexicanos venceram na decisão por pênaltis por 11 a 10.

Folha

Nigéria: pelo menos 6 sobreviveram e 14 morreram em queda de avião da Embraer

Pelo menos seis pessoas sobreviveram à queda, ocorrida hoje, de um avião Embraer-120 que deixou 14 mortos na Nigéria, informaram autoridades locais.

O avião com 20 pessoas a bordo caiu às 9h20 locais (5h20 em Brasília) logo após decolar de um aeroporto de voos domésticos em Lagos, maior cidade nigeriana.

Os seis sobreviventes foram levados a um hospital próximo e dois encontram-se em estado grave, disse Joe Obi, porta-voz do Ministério da Aviação da Nigéria.

A vice-governadora de Lagos, Victoria Adejoke Orelope-Adefulire, disse que havia sete sobreviventes e 13 mortes haviam sido confirmadas. Ainda não foi possível apurar o motivo da discrepância.

Segundo o porta-voz da Agência Federal de Aviação da Nigéria, Yakubu Dati, a aeronave era um modelo Embraer-120. Segundo uma fonte na polícia, o piloto detectou um problema logo depois de decolar e tentou retornar ao aeroporto para um pouso de emergência.

O comissário de polícia Waheed Sanau disse que o avião havia sido fretado pela Associated Airline para fazer um voo de Lagos para Akure, no Estado nigeriano de Ondo.

A aeronave caiu em um terreno aberto perto de uma praça de pedágio e a apenas 30 metros de um depósito de armazenamento de combustível. Fonte: Associated Press.

Estadão

Copa das Confederações: Nigéria cumpre papel e goleia Taiti com três de Oduamadi

Embora tenha entrado em campo menos de dois dias depois de chegar ao Brasil, a Nigéria tinha como missão golear o Taiti nesta segunda-feira para contar com chances de avançar na Copa das Confederações. E cumpriu sua missão. Apesar de um histórico gol do time da Oceania, o campeão africano venceu por 6 a 1 e ainda tem o artilheiro do torneio: Oduamadi, autor de três gols.

O atacante aproveitou a oportunidade que teve diante de uma equipe composta quase totalmente por atletas amadores. E seus colegas também. Contra uma defesa sempre mal posicionada, a Nigéria fez 3 a 0 em 26 minutos, com Echiejile e Oduamadi, duas vezes, marcando gol.

Os africanos foram displicentes e levaram um gol histórico do Taiti, que balançou as redes com Jonathan Tehau, que marcou de cabeça aos nove. Mas o zagueiro fez gol contra e Oduamadi Echiejile de novo completaram a goleada previsível de um time de profissionais contra amadores.

O Taiti volta a campo na quinta-feira, no Maracanã, diante da Espanha, atual campeão mundial e bicampeã europeia, às 16 horas (de Brasília). A Nigéria, líder do grupo B por ter saldo maior do que a Fúria (espanhois venceram por 2 a 1 na estreia), enfrenta o Uruguai às 19 horas, em Salvador. (mais…)

Copa das Confederações: Nigéria tenta fazer proveito de amadorismo taitiano para decolar

Última seleção se classificar para a Copa das Confederações e a chegar ao Brasil, a Nigéria pode largar com grande vantagem na primeira rodada por estrear contra o Taiti, que tem apenas um jogador profissional no elenco e não almeja nada além da experiência de enfrentar grandes equipes. Em uma chave com Espanha e Uruguai, a ideia dos campeões africanos, os “Super Águias”, é decolar com bom saldo de gols.

O duelo com o modesto representante da Oceania será às 16 horas (de Brasília) desta segunda-feira, no reformado Mineirão. Depois de dois anos e sete meses fechado para obras, o estádio belo-horizontino foi reaberto em fevereiro, com clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro, e, além de jogos de caráter estadual e nacional, recebeu amistoso entre Brasil e Chile.

Os nigerianos chegaram em cima da hora à cidade. A delegação deveria ter viajado na quinta-feira, mas os jogadores fizeram boicote em razão da redução da premiação pelo empate diante da Namíbia, no dia anterior, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. O combinado teria sido reduzido pela metade, e os atletas se recusaram a deixar o hotel em que estavam hospedados. No fim, porém, foram convencidos e deixaram a África em voo no sábado.

Stephen Keshi tem um elenco equilibrado. Embora tenha deixado de convocar Joseph Yobo (capitão na conquista da Copa Africana de Nações), o treinador conta com nomes como John Obi Mikel, meia do Chelsea, e Ahmed Musa, atacante do CSKA. Além de atletas experientes, chamou destaques do futebol do próprio país. O jovem Sunday Mba, autor de gols decisivos no torneio continental, é um deles.

A seleção verde e branca é amplamente favorita no confronto também por ter participado de quatro Mundiais (1994, 1998, 2002 e 2010). Na única Copa das Confederações que disputou, em 1995, a qual tinha formato diferente e ainda era chamada Copa do Rei Fahd, foi eliminada mesmo sem perder: venceu Japão, empatou com a Argentina e, na disputa do terceiro lugar, caiu para o México só nos pênaltis.

Os Guerreiros de Aço, como são conhecidos os taitianos, chegaram bem antes ao Brasil para disputar a competição pela primeira vez na história. Campeão da Oceania, o time da Polinésia Francesa deu continuidade à preparação no CT do América-MG, fazendo inclusive amistosos em Belo Horizonte, mas o técnico e herói nacional Eddy Etaeta não espera mais do que três derrotas no forte grupo B.

Dos jogadores convocados por ele, quem mais chama atenção é Marama Vahirua, único jogador profissional da seleção. O meia-atacante de 33 anos, que fez carreira na França, defende atualmente o Panthrakikos, da Grécia. Os demais são amadores e atuam pela liga local. Um cenário que justifica o discurso humilde de tentar perder por pouco em seus prováveis apenas três jogos.

FICHA TÉCNICA
TAITI X NIGÉRIA

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 17 de junho de 2013, segunda-feira
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Joel Aguilar (SLV)
Assistentes: William Torres (SLV) e Juan Zumba (SLV)

TAITI: Samin; Simon, Ludivion, Vallar e Vero; Caroine, Bourebare, Jonathan Tehau e Lorenzo Tehau; Chong-Hue e Vahirua
Técnico: Eddy Etaeta

NIGÉRIA: Enyeama; Ambrose, Echiejile, Oboabona e Omeruo; Eze, Mba, Obi Mikel e Ideye; Musa e Oduamadi
Técnico: Stephen Keshi

Da Gazeta Esportiva

Copa das Confederações: Nigéria se recusa a embarcar ao Brasil e protesta por valor de prêmio

A seleção nigeriana se envolveu em uma polêmica a poucos dias do início de sua participação na Copa das Confederações. A delegação atrasou o embarque para o Brasil, em protesto por conta de divergências quanto ao pagamento de bônus aos atletas.

Pela programação original, os nigerianos deveriam deixar a Namíbia, onde enfrentaram a seleção local pelas eliminatórias da Copa do Mundo-2014, e ir à África do Sul na manhã desta quinta-feira. No entanto, eles não embarcaram e continuaram em seus quartos no hotel no qual estão hospedados na capital namíbiana.

Apesar do problema e do atraso na viagem, a participação da Nigéria na Copa das Confederações não está comprometida, segundo a Fifa. “A situação foi resolvida e a equipe da Nigéria vai viajar amanhã (sexta-feira) ou, no máximo, no sábado para o Brasil para participar da Copa das Confederações. No momento, a Fifa está trabalhando na nova programação da viagem da seleção nigeriana”, informou o departamento de imprensa da entidade.

De acordo com a imprensa local, os jogadores se recusaram a receber um prêmio de US$ 2,5 mil (em torno de R$ 5,3 mil) pelo empate por 1 a 1 com a Namíbia nesta quarta-feira. O valor desagradou ao grupo, que queria ganhar pelo menos o dobro.

Ainda segundo a imprensa nigeriana, a situação entre jogadores e a federação já estava tensa desde a semana passada pelo mesmo motivo. Os atletas queriam ganhar um bônus de US$ 10 mil (cerca de R$ 21,4 mil) pela vitória por 1 a 0 sobre o Quênia, mas se revoltaram quando souberam que haveria uma redução neste valor.

Aminu Maigari, presidente da Federação Nigeriana (NFF), conversou com os jogadores para explicar que a entidade adotou um plano de corte de gastos, que afetaria diretamente o pagamento de prêmios por bons resultados.

Esperava-se que a seleção nigeriana embarcasse para a África do Sul nesta tarde e, logo em seguida, deixasse Johanesburgo em direção a São Paulo. A chegada ao Brasil seria na madrugada desta sexta-feira, período no qual a delegação se deslocaria para Belo Horizonte.

A Nigéria está no grupo B da Copa das Confederações ao lado de Espanha, Taiti e Uruguai. Os nigerianos estreiam no torneio nesta segunda, quando enfrentam os taitianos no Mineirão.

Do UOL Esporte

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. marcos wilson disse:

    Aí,se a nigeria está desistindo imagine como será o pandemônio por ocasião da copa do mundo,assaltos a mão armada,transito caótico,estradas péssimas,sem falar,Deus os livre,de alguma ärena¨cair em suas cabeças.