Manifestante tenta atingir Jean Wyllys com ovo durante evento em Portugal

Segurança impede que ovos cheguem a palco com Jean Wyllys, durante evento em Portugal (Twitter/Reprodução)

Dois homens tentaram atrapalhar, nessa terça-feira 26, uma conferência do ex-deputado federal do PSOL Jean Wyllys, em Coimbra, em Portugal. Wyllys deixou o Brasil em janeiro após receber ameaças de morte.

Um deles chegou a arremessar um ovo – que não atingiu o brasileiro – antes de ser imobilizado pelos seguranças e expulso do auditório junto a outro homem que também carregava ovos, segundo a imprensa local.

“Nunca tive medo dos covardes”, declarou o ex-deputado logo após o incidente. Em seguida, pediu aplausos para os seguranças.

Jean Wyllys esteve nesta terça-feira na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, onde foi recebido por duas manifestações simultâneas.

Centenas de estudantes organizaram um protesto antifascista pedindo tolerância, liberdade, democracia e direitos humanos. Do outro lado, dezenas de pessoas participaram de uma manifestação convocada pelo ultradireitista Partido Nacional Renovador contra a conferência do ex-deputado.

Durante a conferência, Jean Wyllys abordou temas como discursos de ódio e fake news. Na quarta-feira o brasileiro estará em Lisboa para falar sobre as razões pelas quais se exilou.

Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flávio Mariano disse:

    É incrível como essa “esquerda” nojenta gosta de inverter os fatos. Esse cara cospe no rosto do então Deputado Federal, hoje nosso Presidente Jair Messias Bolsonaro e vai fazer conferência para falar de ódio. Ele saiu do Brasil por outros motivos e tem que ser investigado. A crise na Venezuela não é culpa do Hugo Chaves nem do Ditador Nicolas Maduro e sim do Donald Trump, diz a presidente do PT. Idiotas.

  2. Carlos de Morais disse:

    Confesso eu estava enganado ,pensei que só o Brasil fosse Nação imbecis,patria de adoradores de lixo,mas Portugal consegue nos suplantar não é atoa que aquele País e tido como quintal da Europa,parar uma universidade para ouvir conferência de um lixo hospitalar do tipo do ex bbb é ser idiota e imbecil por opção.

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Tanta gente passando forme e o cara gasta um ovo mirando nesse ser. Isso não vale nem um ovo de cordorna.

  4. Antônio disse:

    É melhor o governo de Portugal expulsar esse troço de lá antes que ele acabe com a educação do país

  5. José disse:

    Conferência??????…..Um Tremendo Idiota desse,fazer Conferência…..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. LULADRÃO disse:

    Só lamento pelo ovo perdido em um mundo que passa fome. Esse ex BBB já foi longe demais. Fico me indagando o por que desse elemento não ter ido morar na Venezuela, Bolívia, Cuba ou Nicarágua? A bestinha foi para a Alemanha. Espero que tenha sido realmente a nossa vingança pelos 7×1 do futebol. Ninguém merece ter uma coisa dessa em um país.

    • Zé Carlos disse:

      Amigos o negócio que da projeção e visibilidade e as vezes até lucro nesse país e que tem apoio da justiça brasileira até porque tem muitos que milita na causa mas ficam no armário é o cara ser gay faça qualquer critica ou comentário que eles se acham ofendido que vc é taxado de homofobico va com essa turma pra vc ver o mundo desabar na sua cabeça, todo cuidado é pouco, depois do carnaval vamos ver quantos casos vão aparecer na imprensa.

MITO: Ovo Caipira não é mais gorduroso do que ovo de granja

Eles são cerca de 30% menores, têm a casca mais grossa e a cor da gema mais escura – de um alaranjado forte, em comparação com o amarelo claro dos ovos de granja. “São apenas diferenças superficiais: em termos nutricionais ambos são idênticos”, afirma o melhorista genético Vicente José Maria Savino, da Escola Superior Agrícola Luiz de Queiroz (ESALQ), em Piracicaba, São Paulo.

Essas características indicam simplesmente que a galinha não foi estimulada a botar mais ovos do que o normal e que houve mais tempo para a formação deles – ao contrário das aves de granja, que, confinadas em ambientes iluminados 24 horas por dia, são artificialmente induzidas a produzir mais ovos. A verdadeira diferença está, portanto, na galinha. A caipira é criada solta – por isso, fica menos gorda e tem acesso a uma alimentação mais variada (de besouros, larvas e minhocas a frutas, verduras, capim e grãos de milho), enquanto a de granja só come ração.

Tudo isso faz com que as galinhas caipiras ponham cerca de 80 ovos por ano e seus frangos atinjam o ponto de corte aos 60 dias de vida, enquanto as de granja põem em torno de 300 ovos por ano e seus frangos estão prontos para serem abatidos com apenas 45 dias.

 

Galinha choca cinco patos na Inglaterra

Essa está circulando na internet após a publicação de um jornal inglês. O diário “Daily Telegraph” trouxe a notícia de que a galinha “Hilda” chocou uma ninhada de patinhos, mas calma! Ela apenas chocou cinco ovos e não os pôs.

De acordo com a matéria, a galinha chocou acidentalmente depois de se sentar sobre os ovos errados por quase um mês, sem saber que eles tinham sido colocados por uma pata.

Descubra as calorias de cada tipo de chocolate antes da páscoa

Chocolate ao leite, amargo, branco, crocante, meio amargo, chocolate com cerveja, whisky, licor. Ovo de páscoa para comer com a colher, trufas, cupcakes, existe uma infinidade de chocolates disponíveis nos mercados e é difícil controlar o desejo na época mais doce do ano: a Páscoa.

Segundo a nutróloga Liliane Oppermann, ao contrário do que muitos pensam, é saudável comer doce diariamente, mas claro, em pequenas quantidades. “A recomendação é de 30g, se aliada a uma dieta balanceada”, afirma Liliane.

O chocolate é rico em sódio e potássio e tem efeito calmante, por liberar a endorfina e causar sensação de bem estar e prazer.“ Outro benefício do consumo dos chocolates é o efeito de diminuição das triglicérides e o controle do colesterol”, explica a nutróloga.

Para não abusar das calorias e não perder o melhor da páscoa, confira a tabela com as calorias dos ovos de páscoa comercializados:

Ovo de páscoa com chocolate ao leite – O tradicional ovo é altamente calórico, mas em pequenas doses pode ser um bom amigo do bom humor e do coração. Cada 30 gramas possuem 140 calorias.

Ovo de páscoa com chocolate Diet – Apesar de não conter açúcar, o chocolate possui mais gordura. Não se engane, cada 25g de ovo Diet contém cerca de 110 calorias.

Ovos com recheados com brigadeiro ou beijinho – A tentação dos ovos recheados pode acarretar no aumento de peso. Apenas 25 gramas do chocolate recheado têm 150 calorias.

Os ovos de páscoa com chocolates aerados – concentram quase 500 calorias em apenas 100 gramas. Se não quiser engordar, deve ficar longe dos excessos.

O chocolate amargo – é a melhor opção para quem não quer ingerir excesso de açúcar. O chocolate mais magro que os outros contêm cerca de 500 calorias por 100g.

Os ovos que levam amêndoas, castanhas e nozes – Na constituição do chocolate parecem leves, mas não são. Cada 100 gramas acumula 520 calorias. Ainda assim é uma boa opção, porque essas frutas são ricas em antioxidantes, e auxiliam o bom colesterol.

Fonte: DN Online

Ovos de Páscoa estão mais caros este ano em Natal

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) divulgou hoje a primeira pesquisa de ovos de chocolate para a
Páscoa, constatando aumento médio de 7,08% para os ovos e de 4,60% para as caixas de bombons em relação ao mesmo período de 2011.

A pesquisa foi realizada nos dias 14 e 15 de março de 2012 (quarta e quinta-feira) junto a vinte (20) estabelecimentos comerciais – supermercados, hipermercados, lojasdepartamento e lojas especializadas – com o objetivo de orientar os consumidores em suas compras neste período, e também, para verificar eventuais diferenças de preços entre os estabelecimentos.

Na próxima semana o Procon Natal vai divulgar mais uma pesquisa. Uma terceira pesquisa ainda está programada como forma de acompanhar a tendência do mercado nestas semanas que antecedem a Páscoa.

Maiores aumentos

O órgão de defesa do consumidor  pesquisou cinquenta e três (55) tipos de ovos das marcas Garoto, Lacta e Nestlé e seis (6) tipos de caixas de bombons das marcas Lacta, Garoto, Nestlé e Arcor, em vinte (20) estabelecimentos, sendo três lojas do Nordestão, duas do  hipermercado Bompreço, duas lojas do Carrefour, duas lojas do Extra, supermercados Servebem, Comprebem e DaTerra, quatro Lojas Americanas, quatro lojas Docelândia. O maior aumento foi sentido nos ovos da marca Lacta com 12,31% de aumento médio, seguido por Nestlé com 5,54% e Garoto (3,24%).

Os maiores aumentos foram observados nos ovos da marca Lacta, como: nº. 21, 455g – BIS (subiu 22,2%), seguido pelo ovo Lacta nº. 20, 350g – Sonho de Valsa com trufas (+21,4%), ovo Lacta nº. 15, 170g – Ben 10 (+15,4%), ovo Lacta nº. 15, 170g – Barbie +15,3%), ovo Lacta nº. 29, 350g – Sonho de Valsa (+13,2%) e ovo Lacta nº. 20, 375g – Ouro Branco (+12,9%). Além desses, destaque para o aumento de 15,1% no ovo Nestlé nº. 15, 240g – Classic, e para a caixa de bombons Garoto Mix, de 292g (subiu 10,2%).

Quedas nos preços

Por outro lado, apenas cinco produtos apresentaram redução de preço: ovo Nestlé nº. 9, 50g – Classic ao leite (redução de 18,4%), ovo Garoto nº.15, 135g – Smilinguido (-7,0%), caixa de bombons Arcor de 200g (-3,1%), caixa de bombons Lacta de 193g (-2,0%) e ovo Garoto nº. 22, 600g – Mundy Collection (-1,6%).

Está na dúvida se compra ovos de Páscoa ou cerveja? Confira uma boa opção

A Skol entrou de cabeça no período de Páscoa e resolveu juntar duas paixões dos brasileiros – cerveja e chocolate – em um único produto. Desenvolvido em parceria com a chocolateria Folie, o “Redondinho”, como foi chamado o ovo de Páscoa da marca, é feito de chocolate trufado e tem Skol em seu recheio.

“Criamos um ovo feito com cerveja para presentear nossos fãs mais engajados e também daremos a oportunidade para aqueles que são apaixonados pela marca comprarem a novidade”, afirma Pedro de Sá Earp, diretor de marketing de Skol.

A fan page da cerveja no Facebook será a principal plataforma para comunicar o projeto, desenvolvido pela F/Nazca.

A marca irá presentear aqueles que mais interagem com a Skol na web e também fará uma ação em que os fãs que se marcarem nas fotos postadas do ovo Skol no Facebook receberão o kit em casa.

O ovo estará à venda a partir de 27 de março. Haverá também um mini-engradado, com 6 unidades.

Fonte: Exame

Cientista do Jurassic Park quer chocar um dinossauro a partir de galinhas

O consultor do filme Jurassic Park, o professor de paleontologia da Monta State University, Dr. Horner, crê que as aves modernas  (como a galinha) possuem informações na memória de seus genes, que poderia de alguma forma fazer uma ponte para ressuscitar alguns traços dos famosos dinossauros.Atualmente o professor está procurando algum especialista em engenharia genética para ajudá-lo na conclusão de seu plano.

“Eu estou procurando um pesquisador pós-doutorado. Um pós-aventureiro que saiba muito sobre biologia do desenvolvimento e um pouco sobre os pássaros”. Declarou o professor ao LiveScience.

Ele comenta que planeja começar o estudo com um emu (um tipo de ave comum na Austrália, com aspecto próximo de uma ema, porém um pouco menor). Segundo ele, estas aves possuem todas as características para trazer de volta um dinossauro Velociraptor de médio porte.

Apesar de ousada, a idéia está encontrando apoio acadêmico de vários estudiosos. Sean Carroll, especialista em genética da Universdade de Wisconsin, declarou que um inventário aprofundado dos genes de um pássaro, certamente seria muito próximo de um inventário dos genes de um dinossauro.

Outro cientista que dá apoio é Hans Larsson, paleontólogo da Universidade McGill no Canadá. Ele conduziu um experimento sobre evolução dos dinossauros, mostrando exemplos de caudas longas em pássaros há 150 milhões de anos. A pesquisa mostrou que durante a fase embrionária de uma galinha, parece existir uma espécie de cauda, que desaparece antes de seu nascimento. Segundo ele, isso seria resquício de um passado distante que faz uma ligação com aves da época dos dinossauros.

Os pesquisadores acreditam que dentro de 100 anos será possível trazer de volta animais da época do Mesozóico, através das informações genéticas que eles deixaram nos atuais animais. “Por que não podemos trazer todas as informações genéticas? Basta alterá-las um pouco e produzir um Tyrannosaurus rex”, comentou o Dr. Horner.

Um biólogo especialista em desenvolvimento da Universidade de Wiscosin concorda plenamente: “À medida que aprendemos mais, nós vamos ser capazes de fazê-lo”.

Segundo Dr. Horner, o conhecimento genético de um pássaro será a grande chave. “Eu tenho que admitir que eu certamente imagino que exista um pouco de dino-galinha quando vejo uma galinha andando atrás de mim. Não existe nada que nos impeça de trazer de volta os dinossauros. As pessoas que não acreditam na evolução poderão ver o feito. Se isso é uma boa idéia ou não, já é uma outra questão…” concluiu.

Fonte: Jornal da Ciência