Polícia

FOTOS: PM encontra 8 ovelhas dentro de carro e prende quadrilha suspeita de roubos em propriedades rurais no RN

Fotos: PM/Divulgação

A Polícia Militar encontrou oito ovelhas dentro de um carro de passeio e prendeu oito homens suspeitos de furtos e roubos em granjas, sítios e fazendas na região metropolitana de Natal, durante uma ação policial na madrugada desta quarta-feira (21) na comunidade Rio dos Índios, em Ceará-Mirim, na região metropolitana de Natal. De acordo com a polícia, os presos são suspeitos de assaltos em outros municípios da região, como Macaíba e São José de Mipibu.

Segundo a PM, ação policial se iniciou quando dois carros foram abordados pela equipe da Companhia Independente de Operações e Patrulhamento Rural (Ciopar). Com os suspeitos, além dos animais, os policiais encontraram armas e produtos como roupas e até alimentos roubados de propriedades rurais. Os oito suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Plantão da Zona Norte.

A polícia ainda orientou que pessoas que tenham sido vítimas de roubos em propriedades rurais nos últimos dias procurem a delegacia para tentar reconhecer os suspeitos e os objetos apreendidos.

A notícia tem acréscimo de informações do G1-RN.

 

Opinião dos leitores

  1. Criava as ovelhas/bodes dentro do carro ou estava levando para dá um passeio ???
    Esse dai rouba um de cada vez.
    Político corrupto,rouba todo mundo ao mesmo tempo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil do RN prende quatro suspeitos por roubos em propriedades rurais

Policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), com apoio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), Delegacia Especializada de Assistência ao Turista (DEATUR) e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE), deflagraram, nesta sexta-feira (26), a Operação Herdade II.

A Operação teve como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva, em decorrência de roubos em propriedades rurais, cujo objetivo principal é a subtração de animais. Durante a ação, quatro pessoas foram detidas, sendo elas: Célio Batista de Medeiros, 42 anos, Diego da Silva Borges, 27 anos, Aliffyr da Silva Xavier, conhecido como “Pompeu”, e Gustavo Cunha Dantas, 38 anos.

Ainda durante as diligências, foram apreendidos: uma arma de fogo, dinheiro, além de diversos objetos oriundos das propriedades rurais que foram alvos da ação dos suspeitos. As investigações continuam no intuito de localizar e prender os demais integrantes do grupo criminoso. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

ANIMAIS ABATIDOS E REFÉNS: Polícia Civil deflagra operação e prende cinco pessoas suspeitas por roubos seguidos de ações violentas em propriedades rurais no interior do RN

Policiais civis da 1a Delegacia Regional de Polícia (DRP) de São Paulo do Potengi deflagraram, nesta quarta-feira (10), a Operação “Boi Zebu”, com o objetivo de prender um grupo criminoso que estava praticando diversos assaltos em propriedades rurais, nas cidades de Bom Jesus, Elói de Souza, Serra Caiada, Tangará, São Pedro do Potengi e Sítio Novo.

Durante as diligências, foram presos: Fábio Júnior Soares (“Sapeka”), Fernando da Silva Morais (“Bebê”), Francisco Alves Cavalcante Santa (“Calango”), Jefferson Soares Cavalcanti (“Gordo”) e Luís Ludegério da Silva (“Lula”).

De acordo com investigações, a quadrilha costumava praticar roubos sequenciados em propriedades rurais, onde na maioria das vezes os animais eram abatidos ainda no imóvel pelos criminosos, enquanto que os ocupantes das propriedades eram feitos reféns.

Foi constatado ainda que os criminosos agiam com violência e, em um dos assaltos, na cidade de Serra Caiada (RN), o caseiro da propriedade foi atingido com um disparo de arma de fogo, sendo socorrido após o roubo. Durante a apuração, o grupo criminoso foi reconhecido como responsável por cerca de oito assaltos ocorridos na região.

A ação policial realizada nessa quarta-feira (10) contou com o apoio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) e Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR), além da Guarda Municipal de Tangará e Polícia Militar de Bom Jesus.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Tem que arrochar esses vagabundos safados, pra eles descobrirem quem compra o gado.
    Deve ser machantes pra vender a carne nas feiras livres.
    Arrocha esses sem vergonha.
    Tem que ir presos e logo.

    1. Já fui vítima desse tipo de crime, o mais chocante é o envolvimento de grandes comércios e politicos. O que dificulta as ações políciais e ameaça os clientes.

  2. O Rio Grande do Norte está literalmente entregue aos bandidos.
    Temos uma governadora fraca que gasta 25 milhões de reais em propagandas onde mostra um RN inexistente.
    Pega a doida

  3. Devem agir em Macaiba também, bom seria o focinho desses trastes para que fossem reconhecidos por maior números de vítimas. Pena que nenhum CPF foi cancelado. Na Propriedade do meu Pai em Traíras, Distrito de Macaiba, roubaram 5 vacas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil realiza Força-Tarefa na Grande Natal para combater roubos em propriedades rurais

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte está realizando uma Força-Tarefa, durante toda esta sexta-feira (15), em propriedades rurais de São José do Mipibu, com o objetivo de colher depoimentos de vítimas de roubos, que aconteceram em sítios e granjas da região.

A Força-Tarefa é coordenada pelo delegado-geral adjunto, Odilon Teodósio e conta com o trabalho dos policiais civis da Delegacia Municipal de São José do Mipibu, sob a orientação da delegada municipal Michelle Alcântara. Para que as vítimas não se desloquem à delegacia da cidade, a Delegacia Móvel da Polícia Civil está instalada próxima aos imóveis rurais, para que os policiais civis colham os depoimentos. “Essa nossa ação com o uso da Delegacia Móvel é uma forma de contribuir para a prevenção da disseminação da covid-19”, destacou o delegado Odilon Teodósio.

A Força-Tarefa realizada em São José Mipibu, que tem o intuito de identificar suspeitos que estão agindo de forma criminosa em granjas, sítios e fazendas, já aconteceu no dia 03 de março nas áreas rurais de Ceará-Mirim e São Gonçalo do Amarante.

“O trabalho que fizemos nas duas primeiras cidades resultou na colheita de 50 depoimentos e na instauração de 15 inquéritos policiais. Pretendemos com a ação de São José Mipibu, instaurar mais dois inquéritos, apenas nesta sexta-feira (15). Destacamos que as investigações sobre os roubos que aconteceram na zona rural de São José do Mipibu continuarão após a colheita dos depoimentos, pois o intuito é identificar todos os suspeitos envolvidos e solicitar à Justiça a prisão de todos os envolvidos nos crimes”, detalhou o delegado Odilon Teodósio.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Opinião dos leitores

  1. Beleza, estava lá e aproveitei e dei meu depoimento sobre um assalto na minha chácara domingo dia das mães.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *