Um em cada quatro desempregados procura trabalho há pelo menos 2 anos, diz IBGE

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Um contingente de 3,35 milhões de desempregados no país procura trabalho há pelo menos dois anos. Isso equivale a 26,2% (ou cerca de uma em cada quatro) pessoas no total de desocupados no Brasil. Os números do segundo trimestre deste ano são recorde desde o início da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), em 2012.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo os números, no segundo trimestre de 2018 o contingente de desempregados procurando trabalho há no mínimo dois anos tinha menos 196 mil pessoas, ou seja, era de 3,15 milhões.

No segundo trimestre de 2015, o total era de 1,43 milhão de pessoas, ou seja, menos da metade do segundo trimestre deste ano.

“A proporção de pessoas à procura de trabalho em períodos mais curtos está diminuindo, mas tem crescido nos mais longos. Parte delas pode ter conseguido emprego, mas outra aumentou seu tempo de procura para os dois anos”, avalia a analista da PNAD Contínua Adriana Beringuy.

Recuo

No segundo trimestre, a taxa de desemprego do país recuou para 12%, percentual inferior aos 12,7% do primeiro trimestre deste ano e aos 12,4% do segundo trimestre de 2018.

A taxa caiu em dez das 27 unidades da Federação na passagem do primeiro para o segundo trimestre deste ano, segundo os dados divulgados nessa quinta-feira. As maiores quedas ocorreram no Acre, de 18% para 13,6%, Amapá, de 20,2% para 16,9%, e em Rondônia, de 8,9% para 6,7%. Nas outras 17 unidades da Federação, a taxa se manteve.

Na comparação com o segundo trimestre de 2018, a taxa subiu em duas unidades, Roraima (de 11,2% para 14,9%) e Distrito Federal (de 12,2% para 13,7%), e caiu em três: Amapá (de 21,3% para 16,9%), Alagoas (de 17,3% para 14,6%) e Minas Gerais (de 10,8% para 9,6%). Nas demais unidades, a taxa ficou estável.

Agência Brasil

Homens armados invadem casas e matam quatro em Touros, no litoral Norte

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(08). Dois jovens e dois adolescentes foram assassinados a tiros na noite dessa quarta-feira (7) em um assentamento rural no município de Touros, no litoral Norte potiguar. Ninguém foi preso. Dois irmãos estão entre as vítimas, e todos eram primos. Segundo a Polícia Militar, a chacina aconteceu no assentamento Vila Israel, por volta das 21h30, onde os criminosos invadiram uma casa e mataram uma das vítimas. Em seguida, entraram em outra residência e executaram as outras três.

Veja notícia na íntegra clicando aqui

Quatro são mortos a tiros em praça de alimentação na região Oeste do RN

Um atentado a tiros em uma praça de alimentação no centro da cidade de João Dias, distante 372 km de Natal, na região Oeste potiguar, deixou quatro homens mortos na tarde desse domingo (13). De acordo com a Polícia, as vítimas estavam na praça, comendo no quiosque de uma churrascaria, quando foram atacadas . Informações de testemunhas dão conta que os disparos partiram de pelo menos cinco homens, que fugiram em uma Pajero.

Duas vítimas, de 39 e 44 anos, eram naturais de Catolé do Rocha, na Paraíba. Os outros dois mortos tinham 31 e 27 anos. A Polícia disse que ainda não há pistas dos assassinos nem da motivação do crime.