PF prende integrantes de quadrilha que confeccionava cédulas falsas de “ótima qualidade”

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) prendeu ontem (2), no interior de São Paulo, três pessoas que faziam parte de uma quadrilha responsável pela impressão de cédulas falsas de 10, 20, 50 e 100 reais. De acordo com a PF, a quadrilha, que fabricava essas notas com ótima qualidade, já vinha sendo investigada em Birigui e Araçatuba há mais de um ano na Operação Matriz 188. Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão nas duas cidades e todos os integrantes já tinham passagem criminal por esses e outros crimes.

Segundo a PF, a organização usava máquinas diversificadas e técnicas gráficas diversas para simular os itens de segurança das cédulas verdadeiras. “Há também suspeita de que possuam matrizes de cédulas de dólar, o que ainda está sendo objeto de investigação”, diz a PF.

As investigações da PF mostraram que nos últimos três anos, a quadrilha colocou em circulação milhares de cédulas falsas. As notas apreendidas e retiradas no comércio chegam a 996 exemplares de 10 reais; 58.738 de 20 reais; 15.234 de 50 reais; e 3.012 de 100 reais. Nesta soma não entram as notas apreendidas ontem. “No total foram produzidas até o momento, por esta organização criminosa, 77.980 cédulas falsas, somando mais de R$ 2 milhões em dinheiro falso retirado do mercado brasileiro”, esclareceu a Polícia Federal.

Um dos integrantes da quadrilha permanece foragido, porque não foi encontrado em sua casa. Emtretanto, no local foram encontradas notas que seriam vendidas pela internet e enviadas pelo correio. Segundo a PF, no laboratório encontrado na casa desse integrante havia cédulas prontas e em fase de confecção, impressão e acabamento. “Também foi apreendida grande quantidade de aparatos para falsificação de moeda, como papéis, impressoras, tintas, equipamento gráfico pesado e material de acabamento”.

Os detidos serão encaminhados para a Cadeia Pública de Penápolis, no interior de São Paulo e se julgados culpados responderão pelos crimes de moeda falsa, cuja pena é de 3 a 12 anos de reclusão e pelo delito de organização criminosa, com pena de 3 a 8 anos de reclusão.

Agência Brasil

Delegado diz que quadrilha de pistoleiros não participou das mortes de Marielle e Anderson

Leonardo Gouvea da Silva , o Mad, é conduzido por um agente logo após ser preso. Foto: Hermes de Paula / Agência O Globo

O delegado titular da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), Daniel Rosa, disse, nesta terça-feira, que a principal quadrilha de matadores de aluguel do Rio não participou dos assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes. O bando foi alvo de uma operação das Polícias Civil e do Ministério Público do Rio. A Polícia Civil só descobriu a existência de integrantes do grupo de matadores de aluguel que atuava no Rio, há mais de 10 anos, justamente por causa das investigações do Caso Marielle.

Ao tentar buscar os autores dos homicídios da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, os investigadores ouviram três deles, em agosto de 2018. No entanto, a partir de outubro daquele ano, após denúncia anônima para a DHC apontando o sargento reformado Ronnie Lessa como assassino da parlamentar, a atuação do bando foi descartada.

— Inicialmente, o Escritório do Crime foi a nossa primeira linha de investigação. A partir de uma apuração mais profunda, descobrimos que o grupo não participou do homicídio da Marielle. Além de termos provas de que Ronnie Lessa executou Marielle, momentos antes da morte dela, o grupo de Mad (Leonardo Gouvêa da Silva) assassinava outra vítima, Marcelo Diotti. Em razão deste confronto de horários, vimos que o grupo não poderia ser responsável por matá-la — esclareceu Daniel Rosa.

O empresário Marcelo Diotti foi morto na noite do dia 14 de março de 2018, quase ao mesmo tempo em que Marielle e Anderson eram assassinados. O delegado ressaltou ainda que o crime contra Diotti ocorreu num restaurante da Barra da Tijuca, enquanto o da vereadora foi no Estácio.

— Ronnie Lessa foi quem matou Marielle. Apesar de ele ter aproximação com o Escritório do Crime, nós nunca tivemos este dado concreto de ele ter integrado o grupo criminoso. O Escritório do Crime é um verdadeiro grupo de matadores de aluguel. Grupo muito perigoso contratado por outras organizações criminosas para matar seus desafetos — concluiu o delegado.

Prisão de Mad

Apontado pela polícia e pelo MP como o chefe da quadrilha, Leonardo Gouvea da Silva, o Mad, foi preso em casa, na Vila Valqueire, Zona Norte do Rio. Ele foi surpreendido pelos agentes quando estava dormindo. De acordo com as investigações, Mad herdou a chefia o grupo do ex-capitão do Batalhões de Operações Especiais (Bope) Adriano Magalhães da Nóbrega, morto em fevereiro deste ano. Adriano teria se afastado do bando para se dedicar a duas milícias na Zona Oeste do Rio.

As mortes ocorreram em 14 de março de 2018, na Rua Joaquim Palhares, no bairro do Estácio, na Zona Norte do Rio. Um Cobalt prata fechou o Agile branco onde estavam Marielle, Anderson e uma assessora parlamentar, que escapou com vida. Marielle tinha acabado de sair de um evento chamado “Jovens Negras Movendo as Estruturas”, realizado na Rua dos Inválidos, na Lapa, e seguia para a sua casa na Tijuca. Ela foi a quinta vereadora mais votada do Rio nas eleições de 2016.

Facção conta com informações privilegiadas

O quadrilha de pistoleiros se destaca das demais que praticam o mesmo tipo de crime pelo grau de sofisticação das ações. Seus integrantes jamais usam celulares pessoais, trocando de chip pré-pago do aparelho, constantemente. Outra característica da organização criminosa é planejar com cuidado as ações, mediante levantamento prévio, a partir de informações privilegiadas, para a escolha da melhor oportunidade. A opção geralmente recai sobre áreas sem câmeras de vigilância, pouco movimentadas e próximas à rotas de fuga.

Operação ‘Anjo’: Advogado de Queiroz é o mesmo que defendeu Adriano Nóbrega, acusado de chefiar milícia e morto em fevereiro

Por serem policiais e ex-PMs, conhecem bem a máquina administrativa e têm uma farta rede de informantes. Seus carros são cuidadosamente escolhidos e adulterados desde seus acessórios até as placas, que são clonadas para confundir o monitoramento por câmeras e despistar eventuais rastreamentos. Após essa etapa de preparo, os criminosos estudam os hábitos e as rotinas das vítimas.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Papa Jerry Moon disse:

    "Além de termos provas de que Ronnie Lessa executou Marielle, momentos antes da morte dela, …"
    Seria dificílimo executa-la após sua morte.

  2. PTêzinho disse:

    A delegação do vizinho e pai de uma namoradinha do filho do Naro pode esclarecer muita coisa.

  3. Ivone Freire disse:

    Não sei quantos anos se passaram do assassinato de Celso Daniel, prefeito de s. André, município da grande S. Paulo. As nove testemunhas do caso, morreram em acidentes nunca descobertos. Esse caso de Marielle e seu motorista Anderson, ainda vai ter alguns anos pela frente para ser apurado. Isso é o Brasil de todos os Brasileiros.

FOTO: Quadrilha usa explosivos durante ação criminosa no Banco do Brasil no interior do RN e ainda faz reféns durante fuga

Foto: Redes Sociais

A Polícia Militar registrou uma ação criminosa que teve sequência uma explosão em uma agência bancária em Umarizal, no Oeste potiguar, na madrugada desta sexta-feira (31). De acordo com a PM, pelo menos seis bandidos chegaram ao local em dois carros roubados, entraram pela porta da frente do banco, arrombaram portas e fizeram uma explosão para tentar abrir o cofre da agência. A polícia não informou se os criminosos conseguiram roubar dinheiro da agência. Aparentemente, os caixas eletrônicos da agência bancária não foram afetados.

Segundo a PM, diversas cápsulas de calibres 9 e 12 mm foram encontradas no chão em frente ao banco. Ainda na ação criminosa, duas pessoas que estavam em uma praça próxima ao local foram feitas de reféns e libertadas pelos criminosos após a quadrilha sair da cidade. A Polícia Militar ainda confirma que na fuga com destino desconhecido, os bandidos espalharam grampos pelas ruas da cidade para dificultar a perseguição.

A assessoria de comunicação do Banco do Brasil confirmou a ação de criminosos no estabelecimento e informou que a agência não abrirá nesta sexta. O banco disse que não informa valores roubados durante ataques às suas dependências e que vai colaborar com as autoridades policiais na apuração da ocorrência. Segundo a assessoria, não há previsão de reabertura da agência.

VÍDEO: PRF prende quadrilha de estelionatários em Mossoró

Foto: Divulgação/PRF-RN

Em Mossoró/RN, no Km 37 da BR 304, às 01:40 dessa quinta-feira (3), foram apreendidos 22 ingressos falsos, R$ 2.667,00 em espécie e uma máquina de cartão de crédito. Foram presos dois homens de 41 e 42 anos respectivamente, ocupantes de um veículo Novo Gol.

A dupla foi detida na saída de um show que estava sendo realizado na Arena Partage em Mossoró. Ocorrência encaminhada à Delegacia de Polícia Civil local.

Após a prisão da dupla e novas diligências feitas pela PRF em parceria com a Policia Civil, foram apreendidos mais material usado nas falsificações como impressoras e presos mais cinco homens com idades entre 33 e 58 anos, integrantes da quadrilha.

Eles encontravam-se hospedados em pousadas e hotéis, mas já haviam saído dos locais. Todos foram presos na estação rodoviária. Os detidos fazem parte de uma mesma quadrilha especializada em falsificação de ingressos para grandes shows.

Os estelionatários são oriundos de vários estados como, Ceará, Maranhão, Bahia, Rio Grande do Norte e São Paulo.

Quadrilha é presa em PE com carga de produtos eletrônicos roubada no RN; caminhão transportava TVs, celulares, videogames e mais

Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta sexta-feira(16) que quatro homens suspeitos de terem roubado uma carga de produtos eletrônicos foram presos na noite dessa quinta-feira (15) em Itapissuma, na região Metropolitana do Recife. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a mercadoria estava sendo transportada em um caminhão-baú, que foi interceptado pela quadrilha quando passava pela BR-304, no município de Caiçara do Rio do Vento, na região Central potiguar. O caminhão transportava TVs, celulares, videogames e brinquedos, e foi trancado por três carros na altura do km 222. Veja todas as informações em texto na íntegra aqui.

Operação Forró: MPF denuncia delegado da Polícia Civil no RN por envolvimento com quadrilha

Denúncia contra Sílvio Fernando já foi recebida pela Justiça Federal, que decretou indisponibilidade de bens no valor de R$ 58 mil

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o delegado aposentado da Polícia Civil Sílvio Fernando Nunes Silva por receber propina de dois grupos investigados pela Operação Forró, ligados à exploração de jogos de azar com uso de máquinas eletrônicas (os chamados caça-níqueis) montadas com componentes de importação proibida. Em troca, ele permitia a continuidade das atividades ilegais. Agora poderá responder pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha (art. 288, parágrafo único, do Código Penal, em sua redação originária).

O dinheiro – pelo menos R$ 58.170 – era recebido em espécie e acabava depositado em sua conta, de forma fracionada para tentar fugir aos mecanismos de controle. Os valores foram recebidos entre setembro de 2011 e abril de 2013, quando Sílvio Fernando era titular da Delegacia Especializada em Defesa do Consumidor (Decon), que incorporou as funções da Delegacia Especializada em Costumes (DEC), responsável pela repressão aos jogos de azar. A Justiça Federal já determinou a indisponibilidade de bens do réu, até a quantia de R$ 58.170.

Dos demais envolvidos, o MPF aponta a relação direta dele com, pelo menos, o policial militar reformado José Anselmo Soares Filho e o seu amigo Wagner Miguel de Araújo Galvão, conhecido como “Novinho do Gás”. Os dois ajudavam a dar proteção ao “grupo dos cariocas” e ao “grupo de Paulinho”, que mantinham diversos pontos de jogos de azar na capital potiguar.

Ambos serviam de intermediários do delegado e cobravam uma média de R$ 3 mil por semana de cada um dos grupos. “Em consequência das promessas e dos repasses de vantagens pecuniárias indevidas, ele (Sílvio) realmente se omitiu de seus deveres funcionais e viabilizou a contínua exploração de jogos de azar”, ressalta a denúncia. Em 2013, a movimentação financeira do delegado foi mais que o dobro de seus rendimentos líquidos recebidos formalmente da Polícia Civil.

Sacolinha – A participação do delegado no esquema foi apontado por um dos líderes do grupo dos cariocas, Eduardo Madureira, em acordo de colaboração premiada. Segundo ele, pelo recebimento das propinas o titular da Decon ficou conhecido como “Sílvio Sacolinha”. Foram autorizados, então, os afastamento dos sigilos fiscal e bancário e a análise dos dados revelou que Sílvio “efetivamente se associou, de modo estável e permanente” aos dois grupos criminosos.

Eduardo relatou um encontro no estacionamento de um shopping de Natal para tratar do pagamento de propina, do qual o próprio delegado participou. Na ocasião foram cobrados R$ 7 mil para a abertura de uma nova casa de jogos, além da quantia semanal. Somado a conversas telefônicas interceptadas pela Operação Forró (deflagrada em dezembro de 2013), Sílvio Fernando também é citado direta ou indiretamente em várias mensagens de celular trocadas pelos demais criminosos.

Operações fakes – Em uma dessas mensagens, eles falam de operações de combate promovidas por outras delegacias e indicam que as ações eram consideradas uma forma de “desmoralizar Sílvio”. Algumas vezes as ações eram da própria Decon, contudo serviam mais como forma de pressão para garantir que as propinas continuassem a ser repassadas. Nesses casos, não eram adotadas todas as providências devidas. O delegado lavrava simples termos circunstanciados de ocorrência e deixava de apurar a provável prática do crime de contrabando, não enviando os equipamentos para perícia e muito menos tomando medidas para remessa dos elementos à Polícia Federal ou à Justiça Federal

Os envolvidos chegaram a lamentar a saída de Sílvio da delegacia, em 2013, o que dificultou o andamento dos “negócios” dos dois grupos. Há conversações, inclusive, no sentido de buscar algum nome que permitisse a continuidade do esquema de propina, já que com o delegado que tomou o seu lugar não “teria esquema”. Os criminosos reclamam que o novo titular teria dito que “vai atrás de tudo” e “falou que vai moralizar a delegacia”. Também há diálogos lamentando os pedidos recorrentes para que a propina paga fosse aumentada. Chegou a se cobrar um valor de R$ 6 mil semanais de cada grupo, para que nenhuma casa de jogos fosse reprimida.

Moto – A proximidade de Sílvio com Wagner Miguel também ficou clara. Em um computador deste, apreendido pela “Operação Forró”, foi encontrado arquivo contendo planilhas de 2009 em que constam pagamentos ao lado da menção: “moto Dr. Silvio”. O delegado declarou que nunca teve uma motocicleta, porém as investigações do MPF demonstraram que, na época e até hoje, existia e existe uma cadastrada em seu nome. Diversos cheques de Sílvio, totalizando R$ 6 mil, também foram emitidos para a empresa de “Novinho do Gás”, mantido em nome de sua sobrinha.

Além da condenação pelos crimes, o MPF requer o pagamento de danos morais causados por suas condutas, “especialmente à imagem da Polícia Civil do Rio Grande do Norte”, em um valor mínimo de R$ 58 mil, atualizado com juros e correção monetária; assim como a decretação da perda de sua aposentadoria.

A ação penal irá tramitar na Justiça Federal sob o número 0802910-44.2019.4.05.8400.

 

FOTOS: Quadrilha tenta arrombar terminal 24 Horas em posto de combustíveis na Rota do Sol, na Zona Sul de Natal

Fotos: Foto: PMRN/Divulgação

Uma tentativa de arrombamento em um caixa eletrônico em um posto de combustíveis localizado na frente do estádio Frasqueirão, na Rota do Sol, na Zona Sul de Nata, foi registrada pela Polícia Militar.

Segundo a Polícia, os bandidos entraram pelo teto do estabelecimento, mas a ação foi frustrada graças ao patrulhamento da Polícia Militar, que chegou ao posto antes que os criminosos conseguissem violar o terminal. Em decorrência, os bandidos fugiram e deixaram para trás ferramentas, um cilindro de gás e um maçarico.

 

FOTOS: Quadrilha arromba agência do Santander na Zona Sul de Natal e tem roubo de cofre frustrada com chegada de PMs

Divulgação/PMRN

Viaturas 521, 531, 514 com apoio das VTR 305, VTR do CPM e VTRS do BP Choque evitaram um assalto ao Banco Santander na Avenida Roberto Freire em Natal na noite desse domingo(25). Na ocasião, a Polícia tomou conhecimento da ação criminosa ao  receber uma ligação da Central do Banco Santander que Informava a visualização de faíscas e maçarico no interior da agência. Em pouco tempo, diversas viaturas chegaram ao local. Os criminosos, empreenderam fuga pelos fundos do estabelecimento abandonando um vasto material que, por pouco, não colaborou para o sucesso dos bandidos.

Conforme imagens acima, algumas paredes foram violadas e faltavam apenas uma última camada do cofre central para o sucesso da ação criminosa. Felizmente, a rápida chegada dos policiais militares evitou o que poderia ter sido um dos maiores roubos a bancos na história da capital potiguar.

O material apreendido foi apresentado a Delegacia de Plantão para os procedimentos cabíveis. Nenhum valor em dinheiro foi levado do Banco Santander.

FOTOS E VÍDEOS: Quadrilha explode caixas de dois bancos no interior do RN e promove momentos de terror

O município de Parelhas, no Seridó potiguar, viveu momentos de terror na madrugada desta quinta-feira(13), em ação que durou cerca de 30 minutos. Na ocasião, os bandidos explodiram caixas eletrônicos das agências do Bradesco e Banco do Brasil.

A ação criminosa foi registrada por volta das 2h10.  A quadrilha, numerosa, chegou em pelo menos 5 carros. Destemidos, atearam fogo em um carro na frente do destacamento da Polícia Militar, impedindo a saída dos policiais de serviço. Não bastasse, disparos foram efetuados pela cidade, promovendo pânico aos moradores.

Logo após a ação criminosa, os bandidos espalharam grampos de ferro nas saídas da cidade. Ainda não se sabe a quantia roubada.

Fotos abaixo cedidas.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Wanderley disse:

    Será que esse caos foi construído por leis fracas, autoridades ingênuas e pela esquerda medíocre?

  2. Jacio Maranhão disse:

    Viva o governador da segurança

FOTO: Bandidos "tocam o terror" em Boa Saúde e Felipe Guerra em ações em caixas eletrônicos do Bradesco

Mais uma vez, criminosos violaram  caixa eletrônicos no interior do Rio Grande do Norte. Dessa vez, os alvos dos bandidos foram a cidade de Boa Saúde, situada a 69 km de Natal e Felipe Guerra. De acordo com informações preliminares, na madrugada desta quinta-feira, 06, por volta das 1h30, em Boa Saúde, homens armados explodiram o terminal do Bradesco local e levaram todo o dinheiro, quantia não revelada. Logo após a ação criminosa, fugiram em dois veículos tipo Amarok e Hillux de cores prata e branca, respectivamente. A quantia subtraída não foi revelada. A PM faz nesse momento o isolamento do local até a chegada dos peritos do ITEP.

PMFoto: Divulgação PM. (Terminal Felipe Guerra)

Segundo a Polícia, na cidade de Felipe Guerra, um outro terminal do Bradesco, uma quadrilha composta por cerca de 12 homens chegaram em uma Hilux, numa Pajero e em um caminhão-baú. Na ocasião, os veículos cercaram a delegacia da cidade para impedir a saída dos policiais. Na sequência, pasmem como nos filmes, o caminhão usado na ação criminosa se dirigiu até a agência dos Correios, no Centro da cidade. Os criminosos então usaram um cabo de aço para amarrar o caixa do Bradesco no veículo e puxaram de dentro do prédio. Contudo, o terminal foi encontrado abandonado. Não se sabe se dinheiro foi levado.

FOTOS: Motorista é rendido e amarrado, e trio "depena" carreta da Itaipava no RN

 

itaipava itaipava1 itaipava2Fotos: Focoelho

Uma carreta da empresa Itaipava foi levada de um posto de combustíveis de Fernando Pedroza,após três homens renderem o motorista. De acordo com o Blog Sentinelas do Apodi,  através do Blog Focoelho, o trio levou a carreta junto com o trabalhador para uma estrada carroçável, na direção da Pedra da Santa, na zona rural do município.

Segundo informações da Polícia, o assalto aconteceu de madrugada de domingo (6), por volta das 02h30s. Na ocasião, os assaltantes tiveram tempo para promover o desmonte das peças deixando a carreta depenada e o motorista amarrado no local.

O capitão Rabelo Fernandes, comandante da 2ª Companhia de Polícia de Angicos, estipula que se leva algo em torno de uma hora e meia a duas horas para roubar os pneus e outras peças dos veículos pesados. “Esses pneus custam em média entre 3 e 4 mil reais, e eles levaram pelo menos 10, o que dá mais de 30 mil reais de prejuízo, só ai”. Informou.

O comandante falou ainda que o grande problema no aumento da criminalidade na região é a falta cada vez maior de policiais, seja nas delegacias, seja na própria guarnição dos municípios. Ele aponta que em Fernando Pedroza, tem apenas um homem por turno, o que impossibilita qualquer reação quando se trata de ações imediatas para combater a criminalidade.

As investigações continuam, mas por enquanto, o crime deve ter o mesmo destino dos demais, que aconteceram recentemente e que não foram solucionados. Na região Central não existe nenhum investigador designado pelo estado, e a delegacia de polícia de Angicos está praticamente fechada e sem delegado.

Com informações do Sentinelas do Apodi via Focoelho

Homens e mulheres suspeitos de assaltos a agências dos Correios no RN são presos dentro de motel em Mossoró

O portal G1-RN noticiou no fim da manhã desta quinta-feira (13) as prisões de cinco homens e três mulheres dentro de um motel nesta manhã, na cidade de Mossoró. O grupo, segundo a Polícia Civil, é suspeito de envolvimento em assaltos a agências dos Correios no interior do estado. Com eles foram apreendidos coletes à prova de balas, armas e outros objetos.

Segundo o delegado Luiz Fernando, titular da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (Defur) de Mossoró, alguns dos detidos são foragidos da Justiça. O grupo foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal de Mossoró, onde serão autuados.

Notícia completa em http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2014/03/homens-e-mulheres-sao-presos-em-motel-suspeitos-de-assaltos-no-rn.html

FOTOS: Quadrilha explode agência do BB em Governador Dix-Sept Rosado-RN e foge com dinheiro de caixas eletrônicos

5994e15052a8040a320347586a95e55bf465d8def5318ed8f1f9de5fba985072A Polícia Militar confirmou que uma quadrilha explodiu na madrugada desta quarta-feira (26), a agência do Banco do Brasil de Governador Dix-Sept Rosado, município da região Oeste do Rio Grande do Norte. Informações dão conta que os criminosos eram pelo menos cinco e estavam fortemente armados.

Na ocasião, os bandidos usaram explosivos, explodiram os caixas eletrônicos e fugiram com uma quantidade em dinheiro a ser confirmada. Na fuga o grupo teria fugido em um Fiat Uno. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil de Governador Dix-Sept Rosado.

Quadrilha suspeita de roubo e desmanche de motos é presa pela PM na Grande Natal

Uma quadrilha suspeita de roubo e desmanche de veículos no município de Monte Alegre, na Grande Natal foi presa durante uma operação da Polícia Militar por volta das 21h30 dessa quinta-feira (20). Na ocasião, foram detidos quatro homens que atuavam em outras cidades da Grande Natal, como São José de Mipibu e Parnamirim. Os policiais apreenderam com eles um revólver calibre 38, uma pistola ponto 40, munições, motocicletas e ainda um fardamento da PM.

Segundo a PM, a prisão da quadrilha se deu a partir e informações e um conseqüente monitoramento. Assim, em meio a revistas que motociclistas eram submetidos, uma moto suspeita foi abordada e constatado que o condutor era um dos membros do grupo. Após voz de prisão, o homem indicou o local de desmanche. No ponto indicado, os outros três integrantes foram presos e o material apreendido.

Os suspeitos devem responder pelos crimes de receptação, desmanche de veículos e furto.

Por interino

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos Henrique disse:

    E os "meninos" que roubam estepe, o pneu de reserva dos carros a mais de 04 anos, por que não conseguem prendê-los? Eles atuam nos principais bairros de Natal todos os dias.

Quadrilha sitia Campo Grande-RN, mas se atrapalha com explosivos e falha em tentativa de violação de caixa do BB

Uma quadrilha bem armada e se deslocando em dois carros sitiaram a cidade de Campo Grande, no Médio Oeste do Rio Grande do Norte, e tentaram explodir os caixas eletrônicos do Banco do Brasil.

Segundo os primeiros relatos de testemunhas, homens armados ficaram nas imediações do Banco atirando para o alto, enquanto que outros entraram na agência arrombando a porta e colocaram explosivo nos caixas.

Os explosivos de um dos caixas explodiram, mas o outro não. Os assaltantes teriam ficado com medo de entrar na agência com o explosivo ameaçando explodir e fugiram sem levar dinheiro do caixa destruído.

O caso será investigado pelo delegado Rysklyft Factore, da Comarca de Campo Grande. O equipe de peritos do Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP), de Mossoró, foi solicitada ao local.

O Corpo de Bombeiros também foi solicitado para analisar o artefato explosivos que não explodiu dentro da agência. O atendimento ao público está suspenso até a conclusão do trabalho da Policia e a recuperação do sistema danificado.

Com informações do De Fato

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Daniel Oliveira disse:

    Pode solicitar quem quer que seja, sendo aqui do Estado a coordenação dessas investigações, sabe o que vai acontecer? Nada. E o motivo sabe qual é? Quem está à frente disso sabe. É sempre dessa forma o desfecho dos crimes que ocorrem naquela região (um Estado à parte, diga-se de passagem).

FOTOS: Polícia Civil prende na Grande Natal quatro homens acusados de desmanche de veículos‏

_Veículo _Veículo-1A Polícia Civil prendeu na tarde dessa quinta-feira (23), na cidade de Macaíba, quatro homens acusados de desmanchar veículos.

As investigações que levaram à prisão de Tercio Sabino de Medeiros, de 18 anos, Kellyson Guilherme da Silva, 18, Luis Antônio Felipe de Lima, 19, e Rodrigo Santos de Medeiros, 20, tiveram início do último mês de dezembro.

Na residência de Rodrigo, localizada na comunidade de Trairas, foi encontrado um Corsa prata desmontado, além de diversas peças de outro veículo. O Corsa encontrado no local havia sido tomado de assalto há dois dias na Avenida Jaguarari.

Os jovens serão investigados pelo roubo do veículo e responderão por receptação e formação de quadrilha.

Tercio Sabino de Medeiros, 18 anos _Luiz Kelisson Guilherme da Silva, 18 anos Rodrigues dos Santos de Medeiros, 20 anos

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Nogueira disse:

    Engraçado a ADEPOL defender, em nota, que esse tipo de notícia com a exposição das pessoas só seja feita depois que o MP e a Justiça, sabendo do fato, se omitam em fazer alguma coisa. Casa de ferreiro, espeto de pau?

  2. Valter disse:

    Se fosse a foto de um político ou pessoa com grande poder aquisitivo, não estariam mostrando.