Tecnologia

Samsung ultrapassa Apple e se torna a maior fabricante de smartphones do mundo

Foto: Jorge Duenes/Reuters

A Samsung tomou de volta da Apple a coroa de maior fabricante de smartphones do mundo, respondendo por um quinto das vendas globais no primeiro trimestre, disse a empresa de pesquisa de mercado Canalys.

A chinesa Xiaomi teve seu melhor desempenho trimestral de sua história: as remessas subiram 62%, para 49 milhões de celulares, e a fatia de mercado para 14%, levando-a para a terceira posição – atrás apenas de Samsung e Apple.

No geral, as vendas globais aumentaram 27%, para 347 milhões de unidades no primeiro trimestre, com a economia chinesa se abrindo após a pandemia e o rápido lançamento da vacina nos Estados Unidos elevando as esperanças de recuperação econômica.

A sul-coreana Samsung vendeu 76,5 milhões de smartphones no trimestre, e abocanhou 22% do mercado, disse a Canalys. A empresa divulgou nesta quinta-feira (29) um aumento de 66% no lucro trimestral em seu negócio de dispositivos móveis, graças às vendas robustas de sua linha de smartphones Galaxy S21.

A Canalys afirmou que a Apple vendeu 52,4 milhões de iPhones de janeiro a março, caindo para a segunda posição, com 15% de participação no mercado.

Esse resultado veio após a empresa impressionar os consumidores chineses no trimestre de dezembro com seu novo iPhone 12 5G. A Apple afirmou na última quarta-feira (28) que as vendas totais para a China quase dobraram.

As vendas de smartphones no trimestre de março para as marcas chinesas Oppo e Vivo também aumentaram, disse a Canalys.

A Huawei, ex-número 1 e que segue acorrentada pelas sanções dos EUA, ficou em sétimo lugar, com 18,6 milhões de unidades, depois de vender sua marca Honor no ano passado.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Só besta mesmo para pagar absurdo em Iphones

    Os últimos lançamentos da Samsung são superiores aos concorrentes da Apple.

    Faz tempo que a maçã ta sendo amassada ….kkkkk

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Saiba como higienizar o celular e evitar a propagação do coronavírus

Foto: G1

Estudos apontam que os smartphones acumulam fungos, bactérias e vírus. E a preocupação sobre como fazer para limpar os celulares tem crescido com a pandemia de coronavírus.

Para o médico infectologista Caio Rosenthal, o celular pode, sim, ser um meio de transmissão do novo coronavírus, já que usamos os aparelhos com frequência e depois que tocamos em objetos como corrimãos, maçanetas.

“O aparelho pode ser um meio eficiente de transmissão, principalmente se emprestado a outras pessoas”.

Ao tossir, falar ou espirrar, por exemplo, o vírus se espalha por meio das gotículas, que são um “transporte”, e permitem ao vírus ficar em superfícies como maçanetas, apoios de transporte público, botões de elevadores, teclas de computador, celulares, entre outros.

A melhor maneira de se prevenir do novo coronavírus é usar água e sabão, ou limpar as mãos com álcool. Apesar disso, não é recomendável passar esses produtos diretamente nos celulares, por serem objetos eletrônicos.

O problema é que as telas sensíveis ao toque (touchscreen) dos aparelhos não são simplesmente vidro: elas contam com algumas tecnologias protetoras, como uma película oleofóbica, que permite manter o aparelho livre do óleo que nossas mãos geram normalmente.

Isso inclui ainda tablets e computadores com telas sensíveis ao toque. Esses equipamentos passam por processos químicos para garantir resistência e funcionamento do touchscreen.

Por causa disso, o uso de alguns produtos químicos, como cloro, água sanitária ou álcool líquido com alta concentração, podem danificar a tela do smartphone. Existem lenços específicos, que podem ser usados para limpeza dos celulares, mas eles não têm características capazes de destruir vírus e outros microorganismos.

Recentemente, Apple e Samsung divulgaram recomendações do que usar e o que não usar na hora de limpar smartphones. Veja as recomendações das empresas.

O que é ideal:

Desligue o aparelho. É também necessário retirar a capa e desconectar cabos e acessórios.

Use álcool isopropílico com concentração 70%: ele é conhecido por quem trabalha com manutenção de eletrônicos porque sua composição tem pouca água, o que impede a oxidação das peças. A Samsung afirma que álcool etílico nessa mesma concentração também pode ser usado. Não é recomendável jogar o produto direto sobre o aparelho ou submergir o smartphone. O ideal é colocar o produto em um pano apropriado, como descrito abaixo.
De acordo com infectologistas, ambos os tipos de álcool são eficientes para matar a grande maioria dos vírus, inclusive o coronavírus.

Use somente panos macios, que não soltem fiapos: evite toalhas, lenços abrasivos, papel-toalha e itens parecidos. A Samsung recomenda usar um pano de microfibra, como os usados para limpar câmeras fotográficas.

Limpe a capinha: as capas de proteção são notórias por acumular sujeira. Se elas forem feitas de plástico, silicone, ou algum material semelhante, é possível usar água e sabão e deixar secar. Outros materiais, como couro, devem ser limpos com produtos apropriados.

O que NÃO fazer:

Não coloque nem borrife o aparelho com líquidos: mesmo o álcool, que evapora rapidamente, pode danificar partes sensíveis do aparelho, como as entradas de energia, de fone de ouvido ou os alto-falantes.

Não limpe o dispositivo enquanto ele estiver conectado à energia elétrica: essa é mais uma recomendação da Apple. Umidade e energia elétrica não combinam e é bom evitar riscos.

G1

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Samsung anuncia Galaxy S4 mini, com tela de 4,3 polegadas, 4G e Android mais recente

A Samsung anunciou nesta quinta-feira (30) o Galaxy S4 mini, espécie de versão reduzida do smartphone que é atual topo de linha da empresa, o Galaxy S4, com tela de 4,3 polegadas (ante 5 polegadas do Galaxy S4 e 4 polegadas do iPhone 5) e a versão mais recente do Android (4.2 Jelly Bean).

Ainda não há detalhes sobre preço ou em que países deve ser lançado o aparelho. Mais detalhes serão divulgados no dia 20 de junho, durante evento, anunciou a Samsung.

13150450

Comparação entre o Galaxy S4 e o Galaxy S4 Mini

“Agradecemos a demanda sem precedentes que vem havendo pelo Galaxy S4”, escreveu J.K. Shin, presidente-executivo da Samsung, no post que anunciou a novidade. “Agora, queremos dar uma outra opção às pessoas, mais compacta e um uso mais prático, mas com aparência e toque similares aos do Galaxy S4.”

Com resolução de 940 x 540 pixels (contra 1.920 x 1.080 do Galaxy S4 e 1.136 x 640 do iPhone 5), a tela do Galaxy S 4 mini tem 252 pixels por polegada, taxa que pode ser considerada alta em nitidez entre celulares.

O celular é compatível com o LTE, padrão da quarta geração de redes celulares (4G) que também é usado no Brasil, apesar de haver diferentes frequências empregadas ao redor do mundo.

Da Folha

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Apple quer impedir venda do Samsung Galaxy S III nos EUA

A Samsung disse que vai lutar na Justiça contra a Apple que move um processo nos Estados Unidos para que a sul-coreana pare as vendas do seu mais novo Galaxy S III no último capítulo da batalha sobre propriedade intelectual entre as líderes mundiais do mercado de celulares.

A companhia, que acaba de lançar o S III na Europa com fila nas portas de lojas e operadoras, disse que vai se opor vigorosamente ao pedido da Apple para um tribunal americano banir o aparelho telefônico do país e disse que ainda planeja ir adiante com o lançamento do celular no mercado americano programado para dia 21 de junho. A fabricante sul-coreana afirmou em comunicado que vai “demonstrar ao tribunal que o Galaxy S III é inovador e totalmente diferente do iPhone”.

Na última terça-feira, a Apple – que acusa a Samsung de violar duas patentes – fez o pedido formal a um tribunal dos Estados Unidos para proibir, mesmo que temporariamente, as vendas do smartphone antes do seu lançamento em território americano.

O pedido, se aceito por um tribunal da Califórnia, pode prejudicar a Samsung na sua tentativa de se antecipar às vendas do próximo iPhone. O Galaxy S III começou a ser vendido na Europa em 29 de maio e será oferecido por cerca de 300 operadoras de telefonia móvel em 140 países, da Ásia a América do Norte, incluindo um lançamento para o Brasil. Já a Apple está mantendo segredo total sobre o novo iPhone 5, mas muitos analistas esperam que ele chegue em julho.

Samsung e Apple estão envolvidas em processos de patentes nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia desde que a Apple acusou a Samsung de copiar o iPhone e o iPad em abril de 2011. Os presidentes-executivos das duas empresas se reuniram em um tribunal de São Francisco no mês passado para negociar, mas não chegaram a nenhum acordo satisfatório.

Mas em plena batalha judicial, as duas empresas continuam a fazer negócios. A Samsung ainda conta com a Apple como uma de suas maiores compradoras de chips e telas, e a Apple com os componentes da coreana.

Fonte: O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *