Petroleiros do RN anunciam venda em Natal de botijão de gás(limitada) por R$ 40, na manhã desta sexta-feira, em frente à sede da Petrobras

Foto: Arquivo

O Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte anunciou a venda de botijão de gás (unidades limitadas*) por R$ 40, o equivalente à metade do preço cobrado atualmente. A ação será realizada na manhã da sexta-feira (14), em frente à sede da Petrobras em Natal, no bairro de Cidade da Esperança. A iniciativa vem sendo realizada em outros estados com sucesso. O objetivo é explicar à população as razões da greve da categoria iniciada em 1º de fevereiro. O movimento já paralisou 91 unidades de 13 estados do país.

A pauta local inclui entre as reivindicações a retomada dos investimentos da Petrobras para recuperar a produção e a capacidade de refino de petróleo e gás no Rio Grande do Norte. O Estado potiguar, que já foi o segundo maior produtor de petróleo no Brasil e teve pico de 110 mil barris por dia, hoje produz em torno de 36 mil.

“Os petroleiros inauguram uma inédita reivindicação que é ampliar a produção das unidades da Petrobras”, afirma o coordenador geral do Sindipetro-RN, Ivis Corsino.

O movimento também luta para reverter em nível nacional o desmonte da estatal e as transferências de trabalhadores em todo Sistema Petrobrás.

Anúncios

No Rio Grande do Norte, onde o setor respondeu, em 2018, por 45% do Produto Interno Bruto (PIB) industrial e contribuiu com R$ 437 milhões em royalties para o Estado e 97 municípios, as mobilizações atingem o campo terrestre do Alto do Rodrigues, o polo industrial de Guamaré e a base administrativa de Mossoró. Segundo o Sindipetro-RN, diariamente estão sendo realizadas atividades para manter a categoria organizada, alertar a população sobre os prejuízos causados pela política de privatização da Petrobras e conquistar o apoio da sociedade potiguar à greve.

Entre as atividades realizadas nos últimos dias para mobilizar os trabalhadores e esclarecer a população estão assembleias, controle do fluxo de carros nas rodovias a exemplo da ação do dia 7 de fevereiro na estrada do óleo (que escoa parte da produção no Estado), formação de comissão de trabalho para avaliar a segurança das atividades e o atraso de embarque para atualização do quadro nacional.

Além da suspensão das demissões em massa e o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho, os trabalhadores querem mudança na política de preços da Petrobras, que passou a acompanhar o valor internacional do barril do petróleo, e colocar freio na política econômica de privatização do governo de Jair Bolsonaro.

Com informações do SindIpetro-RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chico disse:

    Apareceu o Bento defensor ferrenho do governo e do Clã minios!

  2. Ivan disse:

    O medo da privatização e fim da mamata estatal faz os parasitas se mexerem…como, o de sempre, greve…parasita só sabem paralisar…nisso eles são bons!!!!!

  3. Paulo disse:

    BG
    Já tem autorização da SET(secretaria Estadual de tributação) para emitir nota fiscal da venda do gás???????

  4. Marcelo disse:

    Muita ignorância achar que meros funcionários sabiam que a Petrobras estava sendo roubada, são tão vítimas, quanto a Petrobras e a sociedade. Se alguém com Luciana Morais Gama e Antonio Barbosa Santos, sabiam, porque não denunciaram ao Ministério público? Saibam que é crime, saber de um crime contra a União e não denunciar.

  5. Antonio Barbosa Santos disse:

    Interessante esse ato.
    Faço duas observações:
    1 – na época do Petrolão, estavam bem caladinhos, pianinho, mansos, sonolentos, porque será? Porque não vimos, como protesto, nenhum ato como esse que estão divulgando? Pq?
    2 – vá eu inventar de vender gás de cozinha em qualquer lugar, de qualquer jeito, para ver se o Procon, não bate em cima, se o MP não bate em cima, se a PM não bate em cima, Delegacia do Consumidor chega com tudo, e eu levo uma multa de cada um desses Órgãos. Então, será que eles todos vão fingir que nada acontece?

  6. Luciana Morais Gama disse:

    O que até hoje não entendi foi o silêncio do SINDIPETRO quando os PTralhas roubavam a Petrobras, e nem assim deram um pio para preservar a então maior empresa do Brasil. A Petrobras quase quebrou….

    • Minion disse:

      Acho bonito a Srta minion acreditar nessa conversa que a Petrobrás quase quebrou!! Conversa para minios dormi!!! A Petrobrás nunca deixou de lucrar nem tão pouco de quebrar! Tá conversando e besteira, vá se informa pare de ver as lives e postagens do Clã bolzonaro!!

    • Bento disse:

      Tanto é prova de que sabiam e ficavam pianinhos que os seus defensores aqui vem aqui com nomes faikes rebater a verdade de quem quer ver um Brasil melhor.
      São mentirosos, levianos e cúmplices do líder de chiqueiro

Petrobras inicia venda de usinas eólicas no Rio Grande do Norte

Foto: Divulgação/Ari Versiani/PAC

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira(31) o início da venda de sua parte em duas usinas eólicas: Mangue Seco 1 e 2.

A primeira etapa é a chamada “divulgação de oportunidades”, em que a empresa divulga informações sobre as unidades e sobre os critérios de elegibilidade para os interessados em comprar as usinas localizadas em Guamaré no Rio Grande do Norte.

Cada usina tem capacidade de gerar 26 megawatts (MW) de energia elétrica através de turbinas acionadas pelo vento. Elas fazem parte do complexo Mangue Seco, que inclui mais duas usinas com a mesma capacidade.

A Petrobras detém 49% de Mangue Seco 1. Os outros 51% são da empresa Alubar Energia S.A. Já em Mangue Seco 2, a Petrobras é sócio majoritária, com 51%, enquanto a Eletrobras detém 49% do empreendimento.

Segundo informações do site da estatal, a empresa também detém participação nas outras duas usinas do complexo e na usina eólica de Macau.

Refinarias

A empresa também divulgou hoje o início da fase vinculante da venda de suas refinarias Isaac Sabbá (Reman), no Amazonas; Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), no Ceará; e Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), no Paraná.

As três têm capacidade de processar 60 mil barris de óleo por dia: Reman (46 mil), Lubnor (8 mil) e SIX (6 mil). Os potenciais compradores que foram habilitados para essa fase receberão uma carta-convite com informações sobre a venda e para o envio de suas propostas vinculantes de compra.

A venda dos ativos faz parte do projeto de desinvestimentos da estatal e está, segundo a empresa, alinhada “à otimização do portifólio e à melhora de alocação do capital da companhia, visando a maximização de valor para os seus acionistas”.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Verdade disse:

    Aonde que a venda dos nossos ativos e patrimônio é um bom negócio pro nosso país meu caro Ivan. Você tem alguma noção do fala? Olha esse artigo Brazil for sale de 27 Janeiro escrito por Afonso Costa.
    Esse artigo irá te esclarecer os reais interesses de Paulo Guedes nessa política de vender nosso patrimônio. Acesse esse link aqui https://aepet.org.br/w3/index.php/conteudo-geral/item/4188-brazil-for-sale

  2. Junior disse:

    Vendendo o patrimônio para comprar pêlo dobro a mesma energia aos amigos aliados, esse é o Brasil das mudanças.

  3. Ivan disse:

    Deviam acabar com esses "desinvestimentos" e privatizar logo, acho q arrecadaríamos mais!!!!

  4. Souzão disse:

    O desmonte é grande!!!

    • Manoel disse:

      O que você chama de desmonte é o fim da corrupção, acabou a mamata da turma vermelha.

    • Matematica disse:

      A odebrecht é uma empresa privada. Foi corrupta? Praticou corrupção.

    • Manoel disse:

      A Odebrecht era contratada da Petrobras e nesses contratos foi onde houve o maior esquema de corrupção da história mundial, entende? Quanto menos estatais o Estado tiver, menor a chance de corrupção e apadrinhamentos…

Fisco no RN alerta escolas sobre venda de material didático

O Fisco Estadual está monitorando escolas, cursos e outros estabelecimentos educacionais que cobram pelo material escolar e outros itens, prática que se configura como um tipo de comércio, mas não fornecem nota fiscal

Uma prática muito comum entre os estabelecimentos de ensino, sobretudo os do Ensino Fundamental, a cobrança de uma taxa referente ao material didático em substituição à lista, agora está na mira do Fisco Estadual. O que pode parecer uma comodidade para os pais esconde também uma prática irregular. A Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) alerta escolas e demais instituições educacionais que a venda de qualquer tipo de mercadoria por parte do estabelecimento requer a emissão de nota fiscal, o que na maioria dos casos isso não ocorre.

De acordo com o coordenador de Fiscalização da SET-RN, Álvaro Bezerra, como educação é um tipo de prestação de serviço, os colégios, cursos e demais entidades educacionais não são contribuintes do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). Porém, toda vez que o estabelecimento cobra pelo fornecimento de alimentos, livros, material escolar ou fardamento é preciso emitir documentação fiscal dessa comercialização, e por consequência recolher o tributo, no caso, ICMS.

“Estamos monitorando esse tipo de prática irregular entre os estabelecimentos de ensino. A não emissão de notas fiscais desses materiais adquiridos e repassados se configura uma sonegação”, explica o coordenador. Segundo ele, o comércio de qualquer item requer o cumprimento das obrigações tributárias exigidas e disciplinadas no Regulamento do ICMS do Estado do RN (Decreto nº 13.640/97), especialmente quanto à emissão da Nota Fiscal, ainda que se trate de mercadorias contempladas com benefício fiscal ou imunidade tributária.

O alerta foi feito pela SET-RN através de um comunicado direcionado aos estabelecimentos do setor e explica como o empresário pode proceder de forma correta. O primeiro passo é abrir a Inscrição Estadual, que permitirá a emissão da nota fiscal. No entanto, o CNPJ da empresa deverá obrigatoriamente ter como atividade fim as operações de comércio praticadas.

Goiás oficializa venda de Michael, revelação do Brasileirão, ao Flamengo; jogador de 23 anos não teve início de carreira convencional

Foto: O Popular

Acabou a novela! O Goiás oficializou, às 14h07 desta sexta-feira, a venda de Michael ao Flamengo. O atacante de 23 anos foi negociado em definitivo com o clube carioca, que pagará cerca de 7,5 milhões de euros por 80% dos direitos econômicos do atleta.

Michael vendido para o Flamengo. Agora depende de exames médicos e assinatura de contrato no clube carioca – afirmou o Goiás via assessoria de imprensa.

Inicialmente, o Flamengo ofereceu 7,5 milhões de euros, mas o Goiás teria que retirar os 5% referentes ao Goianésia deste montante. Representante esmeraldino na negociação, o conselheiro Edminho Pinheiro não aceitou, e a venda ficou travada.

Embora estivessem acertados entre si, Goiás e Flamengo estabeleceram um prazo para que a transferência fosse concretizada. Caso não houvesse acordo até as 12h desta sexta, os dois clubes encerrariam as conversas.

Michael chegou a ser liberado da apresentação do elenco do Verdão na última quarta-feira, porém, começou o período de treinos na quinta, enquanto seu futuro era definido.

Michael foi o artilheiro do Goiás na temporada passada com 16 gols, nove deles no Brasileirão, torneio em que ganhou holofote e despertou a atenção nacional. O atacante foi peça fundamental na campanha do clube esmeraldino, que terminou em 10° lugar, assegurando vaga na Copa Sul-Americana.

Ainda em dezembro, o Goiás recebeu proposta de 5 milhões de euros do Corinthians por 50% dos direitos econômicos de Michael, mas recusou. Pouco depois o Palmeiras entrou no circuito, buscou informações sobre o atacante com o presidente Marcelo Almeida, mas não chegou a formalizar uma oferta.

Em termos de conquista, Michael se despede do Goiás com o título do Campeonato Goiano de 2018 e o acesso na Série B do mesmo ano.

Carreira

Com 23 anos, Michael não teve um início de carreira convencional no futebol. Destaque nos campos de terra em Goiânia, ele não longa experiência em categorias de base e só jogou profissionalmente pela primeira vez em 2017, aos 20 anos, no Goianésia.

Na equipe do interior goiano, o atacante fez boa dupla de ataque com o experiente Nonato e chamou atenção do Goiás, que o contratou na mesma temporada. O início com a camisa esmeraldina foi tímido, e Michael foi entrando aos poucos ao longo das partidas da Série B.

Em 2018, depois da contratação de Ney Franco, o atacante se firmou e passou a ser um dos principais jogadores do elenco do Goiás, sendo fundamental na campanha do acesso para a Série A.

No ano passado, o nível de atuação de Michael subiu ainda mais e ele chamou atenção de grandes clubes, como Corinthians e Palmeiras. Ao todo, Michael disputou 54 jogos e marcou 16 gols em 2019, sendo nove no Campeonato Brasileiro.

Globo Esporte

 

ABC inicia venda de ingressos para jogo contra o Força e Luz no Frasqueirão nesta quinta; veja valores

Nesta quinta-feira (9), o alvinegro receberá a equipe do Força e Luz, às 20h, no Frasqueirão, jogo válido pela 2ª rodada do primeiro turno do Campeonato Potiguar 2020. A venda de ingressos para o jogo será iniciada nesta quarta-feira (8), a partir das 15h.

Os ingressos estarão à venda na Central do Sócio Mais Querido e demais pontos físicos distribuídos por Natal e Grande Natal.

Confira os valores:

ARQUIBANCADA:
R$ 30,00 / R$ 15,00
CADEIRA:
R$ 60,00 / R$ 30,00

Confira o horário de funcionamento dos pontos de venda:

Central do Sócio Mais Querido – Frasqueirão:
Quarta-feira: 15h às 17h

On Line For Men – Norte Shopping:
Quarta-feira: 15h às 22h
Quinta-feira: 10h às 13h

On Line For Men – Via Direta:
Quarta-feira: 15h às 21h
Quinta-feira: 09h às 13h

On Line For Men – Parnamirim:
Quarta-feira: 15h às 21h
Quinta-feira: 09h às 13h

Bazar São Paulo – Alecrim:
Quarta-feira: 15h às 17h
Quinta-feira: 8h às 12h

Livraria Câmara Cascudo – Parnamirim:
Quarta-feira: 15h às 18h
Quinta-feira:: 8h às 16h

Bilheteria – Frasqueirão:
No dia da partida, a partir das 9h

Informações: (84) 3346-9100

Com informações do site do ABC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Força galera
    Precisamos apoiar nossos clubes no maior campeonato do Estado.
    A falta de nosso incentivo os levou a série "D" vamos a série "A".
    Esqueçam de uma vez por todas do flamengo ele é do Rio de Janeiro.
    Nem sabe que nós existimos e ainda tiram onda conosto. (Nordestinos da cabeça chata)
    Isso precisa acabar

Apple quebra tradição e antecipa venda do iPhone 11 no Brasil

Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O iPhone 11, o iPhone 11 Pro e o iPhone 11 Pro Max vão desembarcar no Brasil antes do que se esperava: a Apple confirmou o lançamento dos produtos em 18 de outubro. Com o anúncio de hoje, revelado em primeira mão pelo TechTudo, a fabricante quebra a tradição de iniciar a comercialização da nova safra somente em novembro. Nos Estados Unidos, eles estão à venda desde 20 de setembro por preços a partir de US$ 699.

Em nota, a companhia disse estar “muito animada” em trazer para o mercado os celulares com câmera dupla ou tripla, a depender do modelo. Só faltou revelar os valores que serão cobrados dos consumidores brasileiros. Por ora, permanecem em segredo.

Os sucessores do iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max estarão disponíveis no site oficial, no aplicativo da Apple Store, nos parceiros varejistas, em operadoras selecionadas e nas lojas oficiais da Apple (são duas: no Morumbi Shopping, em São Paulo, e no VillageMall, no Rio). Não se sabe em que dia começará a fase de encomendas (a chamada pré-venda) dos aparelhos.

Enquanto as vendas não começam por aqui, alguns brasileiros aproveitam a venda internacional. Os novos iPhones saem pelos seguintes preços nos Estados Unidos:

iPhone 11 de 64 GB: US$ 699 (R$ 2.930 em conversão direta)
iPhone 11 Pro de 64 GB: US$ 999 (R$ 4.185)
iPhone 11 Pro Max de 64 GB: US$ 1.099 (R$ 4.600)

Vale lembrar, porém, que a edição americana não é compatível com todas as faixas do 4G nacional. O mais recomendável é trazê-lo da Europa.

A Apple aposta em diversas cores, com destaque para o Verde Meia-Noite (Midnight Green) dos modelos Pro. Ela se tornou a mais procurada nas vendas internacionais.

As novidades dos iPhones

Dá para dividir a linha 2019 em tradicional e Pro. A primeira conta com câmera dupla, inclusive uma ultra wide que consegue capturar parcela maior da paisagem ou número maior de pessoas. O recurso é tido como um dos principais diferenciais, junto com as esperadas melhorias no poder de processamento – agora com o chip A13 Bionic.

A linha Pro marca a chegada da câmera tripla aos telefones da maçã. O acréscimo em relação ao iPhone 11 regular está na lente teleobjetiva, capaz de um zoom de 2x. O smartphone consegue chegar mais perto da pessoa que está sendo fotografada. Os modelos Pro também têm tela em painel OLED, tecnologia superior ao LCD encontrado no modelo regular.

A bateria foi reforçada para durar entre uma e cinco horas a mais do que na geração passada. A Apple não chegou a divulgar a estimativa oficial de autonomia de uso, mas é sabido que o novo processador garante maior eficiência energética e os celulares também contam com mecanismos para que o desgaste da bateria seja mais lento.

Os criadores do telefone apostam tanto na robustez do equipamento que produziram um vídeo publicitário em que o iPhone 11 Pro resiste a pancadas de diversos objetos arremessados com o auxílio de um ventilador industrial. Até um bolo de casamento caiu sobre o produto certificado, que tem certificação contra água e poeira.[

O slofie também ganhou destaque na comunicação da empresa. Mistura de selfie e slow motion, a palavra indica os vídeos em câmera lenta capturados com o sensor frontal do aparelho. Gostaram tanto da ideia que pediram para registrar o nome.

Ficha técnica do iPhone 11

Tamanho da tela: 6,1 polegadas
Resolução da tela: 1792 x 828 pixels
Painel da tela: LCD
Câmera principal: dupla, 12 megapixels
Câmera frontal (selfie): 12 megapixels
Sistema: iOS 13
Processador: Apple A13 Bionic
Memória RAM: não informado
Armazenamento (memória interna): 64 GB, 128 GB e 256 GB
Cartão de memória: sem suporte
Capacidade da bateria: não informado
Dual SIM: sim (nano SIM e eSIM)
Peso: 194 gramas
Cores: preto, verde, amarelo, lilás, vermelho e branco
Anúncio: 10 de setembro de 2019
Lançamento: 20 de setembro de 2019
Preço de lançamento: a partir de US$ 699 (cerca de R$ 2.930 em conversão direta)

Ficha técnica do iPhone 11 Pro

Tamanho da tela: 5,8 polegadas
Resolução da tela: 2436 x 1125 pixels
Painel da tela: OLED
Câmera principal: tripla, 12 megapixels
Câmera frontal (selfie): 12 megapixels
Sistema: iOS 13
Processador: Apple A13 Bionic
Memória RAM: não informado
Armazenamento (memória interna): 64 GB, 256 GB e 512 GB
Cartão de memória: sem suporte
Capacidade da bateria: não informado
Dual SIM: sim (nano SIM e eSIM)
Peso: 188 gramas
Cores: dourado, cinza espacial, prata e Verde da Meia-Noite
Anúncio: 10 de setembro de 2019
Lançamento: 20 de setembro de 2019
Preço de lançamento: a partir de US$ 999 (cerca de R$ 4.185 em conversão direta)

Ficha técnica do iPhone 11 Pro Max

Tamanho da tela: 6,5 polegadas
Resolução da tela: 2688 x 1242 pixels
Painel da tela: OLED
Câmera principal: tripla, 12 megapixels
Câmera frontal (selfie): 12 megapixels
Sistema: iOS 13
Processador: Apple A13 Bionic
Memória RAM: não informado
Armazenamento (memória interna): 64 GB, 256 GB e 512 GB
Cartão de memória: sem suporte
Capacidade da bateria: não informado
Dual SIM: sim (nano SIM e eSIM)
Peso: 226 gramas
Cores: dourado, cinza espacial, prata e Verde da Meia-Noite
Anúncio: 10 de setembro de 2019
Lançamento: 20 de setembro de 2019
Preço de lançamento: a partir de 1.099 (cerca de R$ 4.600 em conversão direta)

Globo, via Techtudo

 

FOTOS: Armas & Bagagens agradece o apoio do Exército Brasileiro no controle da venda de armas e munições legalizadas

Fotos: cedidas

A empresa Armas & Bagagens agradece o apoio do Exército Brasileiro no controle da venda de armas e munições legalizadas.

Fiscalizada como todas as empresas do segmento na operação Alta Pressão 9, em ação realizada em toda a região Nordeste, com fiscais militares e apoio da Polícia Militar e Secretaria de Tributação, mais uma vez, a Armas & Bagagens com 74 anos de vida e referência, foi inspecionada e só recebeu elogios.

Para quem passou em frente ao estabelecimento e visualizou o forte aparato militar, não se preocupe, a terceira guerra não começou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bruno Milla Tech disse:

    Vamos aguardar que se abra mais e mais lojas de armas e munições no nosso estado!!! E que venha o porte se arma definitivo para nós atiradores desportistas!!!

  2. Shamu disse:

    Empresa top de verdade,parabéns👏👏👏

  3. Carlos Bastos disse:

    Isso é frescura

  4. Magnus Delgado disse:

    Extremamente louvável a atitude do nosso Glorioso Exército, na fiscalização dessa atividade que deve servir unicamente aos cidadãos de bem, como vem fazendo essa quase centenária Empresa, da qual sou feliz cliente há mais de 30 anos. Parabéns ao EB bem como à A&B, cada um deles desenvolvendo de forma segura e em rigorosa observância à legislação em vigor, as suas atividades. Só não vejo necessidade, muito pelo contrário, considerei totalmente desarrazoado o aparato bélico e a operação de guerra, dignos de uma batalha épica, que se posicionou na frente da Loja, assustando clientes como eu, que ia comprar com meu filho de 08 anos uma vara de pesca mas saí às pressas temeroso e sem efetuar a compra. Pensei que alguém de extrema periculosidade estava lá dentro fazendo reféns. Uma simples fiscalização burocrática não precisa de FAL´s e outros tantos exageros que presenciei.

  5. Luiz Souto disse:

    Meu amigo, passei la na frente e pensei que era Trump que tava em Natal!!! Nem no tempo da força nacional eu via tanta gente do exercito assim na rua!! Era bom que tivesse uma loja dessa em mais canto de Natal e essa fiscalização fosse o ano todo! Pense numa cidade que ia ser segura!!

Secretária de administração do Estado diz que governo deverá vender 49% da Caern em 2020

Em entrevista nesta terça-feira(03), ao programa Meio-Dia, com o BG, a secretaria de administração do estado do Rio Grande do Norte, Virgínia Ferreira, disse que o Governo do Estado deverá vender 49% da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte(Caern) em 2020.

A entrevista completa poderá ser conferida nesta tarde no vídeo completo do programa  Meio-Dia RN, via Youtube, e neste blog.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chagas disse:

    Isso é uma farsa.

  2. Morais disse:

    Alguns serviços são vitais para a população. É o caso do setor de saneamento que não pode ser encarado como algo meramente comercial. Não se trata de gerar lucros pra atender às necessidades do mercado ou do Estado, cobrindo déficits de outros setores. O sistema deve ser gerido, muito bem gerido, para melhorar a qualidade do que é oferecido e se manter ao longo dos anos. Água é vida! Deve ser retirada da natureza e devolvida em condições satisfatórias. Não se trata de um bem que se espera comercializar e ter retorno imediato do capital investido. Em um país como o Brasil e um estado como o RN, de grandes desigualdades sociais, qual parcela da população tem condições de pagar por um serviço privado que aguarda desde já pelo retorno do capital investido? Haja gente pegando água de fontes poluídas pra sobreviver…por menos tempo!

  3. Tarcísio Eimar disse:

    CAERN só dá prejuízo, tem município q a empresa atende por obrigação mas q não é viável financeiramente. Quero ver quando privatizar tudo se os "donos" vão querer atender esses pobres municípios.

  4. Rosi Sampaio disse:

    Tem que vender é tudo! Empresa ineficiente, que só serve de cabide de emprego. Não dá lucro pq é mal gerida. Foi a primeira empresa que eu vi uma pessoa externa tirar licença de um funcionário. Um absurdo!

  5. Carlos disse:

    Kkkkkkk… quem comprará uma empresa , que a administração ficará com o governo? Onde os salário são sem noção? Que dá prejuízo a muitos anos… piada

  6. Deb&Loide disse:

    O primeiro lote será de 49%, depois venderá o restante.

  7. Dilma disse:

    CANALHAS, votei porquê prometeram que não entregariam a caern. Isso é uma fraude eleitoral.

  8. Zanoni disse:

    PT de esquerda só tem a anedota. Já decidiu pir isso no primeiro ano de mandato. Oh partido escroto.

  9. Luciana Morais Gama disse:

    Quem é o investidor doido de comprar 49% e o estado continuar “administrando”.

  10. PAULO disse:

    BG
    E quem é o trouxa que vai comprar 49% e ficar a mercê da pelegagem??

Petrobras assina acordo com o Cade para venda de refinarias

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Petrobras assinou nesta quarta-feira (12) o Termo de Compromisso de Cessação (TCC) firmado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que prevê a venda de oito das 13 unidades de refino da empresa, o que corresponde a cerca de 50% da capacidade de refino da Petrobras. O acordo, aprovado ontem (11) pelo conselho, põe fim a uma investigação do órgão regulador sobre possível prática de abuso de posição dominante pela Petrobras no segmento de refino.

A proposta foi apresentada pela empresa no início do mês, após o Cade ter aberto inquérito para investigar se a Petrobras abusava de sua posição dominante no refino de petróleo, uma vez que a estatal detém 98% do mercado de refino do país. A investigação apuraria se empresa estaria usando de sua posição para determinar o preço dos combustíveis e evitar a entrada de novos concorrentes. A Petrobras tem até 2021 para realizar a venda das refinarias.

O plano prevê, além do desinvestimentos em ativos relacionados a transporte de combustíveis, na BR Distribuidora, a venda de oito refinarias: Abreu e Lima (RNEST), Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), Landulpho Alves (RLAM), Gabriel Passos (REGAP), Presidente Getúlio Vargas (REPAR), Alberto Pasqualini (RFAP), Isaac Sabbá (REMAN) e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (LUBNOR).

O acordo também prevê que as refinarias RLAM, RNEST, REPAR, REFAP e REGAP não poderão ser adquiridas por um mesmo comprador ou empresas de um mesmo grupo econômico por serem considerados como potencialmente concorrentes.

“O cronograma e o cumprimento dos compromissos assumidos junto ao CADE serão acompanhados por um agente externo, a ser contratado pela Petrobras, segundo especificações a serem estabelecidas em comum acordo”, disse a Petrobras em comunicado ao mercado.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Robert disse:

    O principal troféu da Lavajato sendo preparado para ser entregue aos patrocinadores de tudo isso que estamos assustimos: golpe tirando a presidente eleita Dilma por pedaladas fiscais, a prisao e impedimento da candidatura de Lula e a eleição desse lunatico incompetente .
    Desde o começo, o principal motivo era nosso petróleo que despertou a ganância do Tio San com a descoberta do Pré sal.
    Ou é só coincidência que o mesmo estrategista e marqueteiro de Trump e também o de Bozonaro?

ABC: zagueiro é anunciado como reforço, e clube abre venda de ingressos para duelo contra o Imperatriz/MA neste sábado no Frasqueirão

Nessa terça-feira (4), o presidente abecedista, Fernando Suassuna, anunciou a contratação do zagueiro Douglas, que estava na equipe do Atlético/GO.

O defensor, 24 anos, chega por indicação do treinador Sérgio Soares. Douglas vem por empréstimo e fechou contrato com o alvinegro até o término da disputa do Campeonato Brasileiro da Série C.

A chegada do zagueiro a Natal (RN) deve acontecer até a próxima sexta-feira (7). Conheça um pouco mais do reforço:

Douglas Matheus do Nascimento – Douglas
Posição: Zagueiro
Nascimento: 23/03/1995 (24 anos)
Naturalidade: Santa Cruz do Sul (RS)
Altura: 1m90 Peso: 89 kg
Clubes: Juventude/RS (2015), Veranópolis/RS (2016), Pelotas/RS (2016), Barra/SC (2016), Veranópolis/RS (2017), São Bernardo/SP (2017-2018), Red Bull Brasil/SP (2018) e Atlético/GO (2019).

ABC x Imperatriz-MA: ingressos já estão à venda

No próximo sábado (8), o alvinegro receberá a equipe do Imperatriz/MA, às 16h, no Frasqueirão. Os ingressos já estão à venda no Espaço Mais Querido e demais pontos físicos distribuídos por Natal e Grande Natal.

INGRESSOS

Os ingressos para o setor de arquibancada custam o valor de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Para o setor de cadeira, os valores são R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).

PONTOS DE VENDA
Espaço Mais Querido, ERK Sports, Livraria Câmara Cascudo (Parnamirim), On Line For Men (Norte Shopping, Via Direta e Parnamirim), Bazar São Paulo (Alecrim), Sport Master (Norte Shopping) e, no dia da partida, nas bilheterias do Frasqueirão.

ARQUIBANCADA:
R$ 30,00 / R$ 15,00

CADEIRA:
R$ 60,00 / R$ 30,00

Confira o horário de funcionamento dos pontos de venda:

Espaço Mais Querido – Frasqueirão:
Segunda-feira à sexta-feira: 9h às 17h30
Sábado: 9h às 13h

ERK Sports – Barro Vermelho:
Segunda-feira à sexta-feira: 9h às 18h
Sábado: 9h às 13h

Bazar São Paulo – Alecrim:
Segunda-feira à sexta-feira: 8h às 17h
Sábado: 8h às 12h

Livraria Câmara Cascudo – Parnamirim:
Segunda-feira à sexta-feira: 8h às 18h
Sábado: 8h às 16h

On Line For Men – Norte Shopping:
Segunda-feira à sábado: 10h às 22h

On Line For Men – Via Direta:
Segunda-feira à sábado: 9h às 21h

On Line For Men – Parnamirim:
Segunda-feira à sexta-feira: 8h às 18h
Sábado: 8h às 12h

Sport Master – Norte Shopping:
Segunda-feira à sábado: 10h às 22h

Bilheteria – Frasqueirão:
No dia da partida, a partir das 9h

Informações: (84) 3346-9100
www.abcfc.com.br

Com informações do ABC

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    Vamos ter calma, o treinador está conhecendo o time… Eu só espero que ele conheça logo esse time, pq já foram 3 derrotas em 3 jogos.

Ingressos para rodada dupla do Estadual neste domingo na Arena das Dunas estão à venda

Jogos acontecem neste domingo (27), com os confrontos entre Santa Cruz e Assu, às 15h, e América e Globo FC às 17h20. Partidas são válidas pela quinta rodada da Copa Cidade do Natal

Os ingressos para a rodada dupla do Campeonato Potiguar na Arena das Dunas, que acontece no próximo domingo (27), já estão à venda. O primeiro jogo será entre Santa Cruz e Assu, a partir das 15h. Na sequência, entram em campo América e Globo FC, às 17h20. As partidas são válidas pela quinta rodada da Copa Cidade do Natal, equivalente ao primeiro turno da competição.

Os portões da Arena das Dunas serão abertos às 14h. O acesso das torcidas de Santa Cruz, Assu e Globo FC será pelo portão A, enquanto que os torcedores do América terão entrada pelos portões M, N e Q. O portão D (área de hospitalidade da Arena) será reservado para a torcida mista e cadeiras premium. Até sábado (26), os ingressos serão vendidos ao preço de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia/convênios). No dia do jogo, os valores passam para R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia/convênios).

Além do site da Arena das Dunas, os ingressos podem ser comprados na loja Sport Master (Midway, Cidade Jardim e Zona Norte); na loja Gol Store (Avenida Prudente de Moraes); na loja ERK (Tirol) e na Sede do América. No dia do jogo, a bilheteria 1 do Portão T estará aberta, a partir das 13h, para a venda de ingressos destinados à torcida do Santa Cruz, Assu e Globo e a bilheteria 2 do portão L para os torcedores do América.

Confira os preços:

> Até sábado (26 de janeiro)

Arquibancadas: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia/convênios)

Cadeiras Premium: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia/convênios)

> No domingo (27 de janeiro)

Arquibancada: R$ 40 (inteira) e R$20 (meia/convênios)

Cadeiras Premium: R$ 80 (inteira) e R$40 (meia/convênios)

As informações são da FNF

Searh realiza leilões nesta sexta-feira em Natal para a venda de veículos, terreno e equipamentos

A Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos realiza dois leilões nesta sexta-feira (30), na Escola de Governo, no Centro Administrativo. No primeiro leilão, marcado para as 9h, em lote único, será leiloado um terreno localizado na Avenida Antônio Basílio, em Natal.

No segundo, marcado para as 10h, serão 162 lotes para a venda de carros, sucatas de veículos, motocicletas e equipamentos diversos (eletrônicos, móveis).

Os lances poderão ser realizados simultaneamente pela internet (para quem realizou o cadastramento prévio), no site de Leilões Araújo (realizador dos leilões), e presencialmente. Os editais e a composição dos lotes podem ser acessados no endereço eletrônico:http://www.leiloesaraujo.com.br/

CEI Romualdo vendeu 51% de sua composição e poderá mudar de nome; pais questionam se metodologia de ensino vai mudar

Pais e alunos do Centro Educacional Integrado (CEI) da Romualdo Galvão indagam se a venda do colégio terá implicações na metodologia e ensino atualmente ofertados.

Nessa quinta-feira (8), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra de 51% do capital social do Centro de Educação Integrada (CEI) pela Somos Operações Escolares, empresa do Grupo Tarpon.

A transação foi noticiada em primeira mão pelo BlogdoBG, que divulgou, contudo, que a venda era de 28%.

O parecer foi publicado no site do Cade. O controle do CEI, atualmente, é detido por pessoas físicas. Com a venda, o grupo majoritário poderá mudar o nome da instituição, mas nenhum dos colégios que ele adquiriu teve seu nome modificado.

Como desdobramento da negociação, o CEI passará a deter a integralidade do capital social da escola Infantil Primeiros Passos e da SL Noventa Centre Educacional.

A operação viabiliza a expansão de prestação de serviços de educação básica do Grupo Tarpon na região Nordeste, a partir do ingresso no mercado de educação em Natal, capital do Rio Grande do Norte, de acordo com informações do Cade.

A Somos é uma holding integrante do Grupo Tarpon, subsidiária integral da Editora Ática, que atua como prestadora de serviços educacionais.

Com informações do Globo

CEI Romualdo vende 28% de sua composição para maior grupo de educação básica do Brasil

por Dinarte Assunção

O Grupo Somos adquiriu 28% do CEI Romualdo Galvão. A transação foi fechada e ocorreu após longo período de negociação. Será a segunda unidade do grupo no Nordeste.

A Somos Educação é, hoje, o principal grupo privado de educação básica do Brasil. Ele se formou a partir do grupo Abril Educação. Além de escolas, tem produtos próprios de ensino, além de editoras.

Possui atualmente as seguintes escolas: Anglo 21 (SP), Centro Educação Sigma (Brasília), Colégio e Curso PH (RJ), Colégio Integrado (Goiânia), Colégio Maxi (Cuiabá), Colégio Motivo (Recife) e Escola Chave do Saber (Cuiabá). Todos são referência de excelência educacional em suas cidades.

O CEI surgiu em 1972. Em 2009, se dividiu em dois colégios, unidade Mirassol e Romualdo Galvão, que agora vendeu 28% de sua participação para o Grupo Somos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leitor assíduo disse:

    Pelo que li e recebi da escola, a parceria foi informada aos pais no começo de Fevereiro. Talvez Alldo não tenha filhos no CEI, ou não cheque seus emails.

  2. Alldo disse:

    Deveria ter sido informado aos pais que esta negociação estava ocorrendo.

FOTO: Casal vende tudo para viver navegando, mas barco afunda em dois dias

O casal americano Tanner Broadwell e Nikki Walsh decidiu abandonar tudo em busca de um sonho: navegar pelo mundo. Eles venderam todos os bens que possuíam para comprar um pequeno veleiro, com cerca de dez metros de comprimento. Na semana passada deram início à jornada, mas ela foi interrompida apenas dois dias após zarparem em direção à Key West.

Na noite de quarta-feira, o veleiro se chocou contra alguma estrutura submersa quando o casal passava por Madeira Beach, na Flórida.

— Nós batemos em alguma coisa que estava a cerca de 2 metros de profundidade e o barco parou completamente — contou Broadwell, à emissora WFTS.

A água começou a invadir a cabine e o sonho de Broadwell e Nikki se transformou num pesadelo. Eles enviaram um pedido de socorro e só tiveram tempo para pegar documentos, dinheiro, um celular e o cachorro de estimação Remy.

Segundo o “Tampa Bay Times”, o navio de resgate chegou cerca de uma hora depois, mas o local era muito raso para a aproximação. Então, o casal teve que se jogar ao mar, deixando para trás o barco naufragando.

— Tudo que eu trabalhei, tudo que juntei desde que era criança, eu trouxe comigo — lamentou Nikki. — Está tudo boiando indo embora e eu não posso fazer nada.

Broadwell e Nikki deixaram o Colorado ano passado após venderem todos os bens, incluindo um carro, para comprar o veleiro Lagniappe por US$ 5 mil. Eles investiram outros US$ 5 mil para deixar o barco pronto para a aventura de suas vidas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alexandre Magno disse:

    Parabéns pela coragem de largar tudo e ir em busca de um sonho. Com certeza, se nao ouver revolta, receberão de volta com juros

  2. Dr. Veneno disse:

    Rsrsrs.
    O q o cara conseguiu juntar na vida foi U$ 10.000 ??
    Mereceu ser naufragado mesmo.

  3. Feyb10 disse:

    esse casal me representa na vida…kkkkkkkkkk

Instituto de Radiologia está sendo vendido para gigante de medicina de imagem

Resultado de imagem para instituto de radiologia natalO Instituto de Radiologia, o maior centro de imagens do estado do RN com serviço de excelência, está sendo vendido para a Rede Fleury, uma das maiores de medicina de imagem do Brasil. O martelo definitivo deve ser batido nos primeiros dias de janeiro após o fechamento dos últimos detalhes.

A cifras bate na casa dos 9 dígitos, conforme apurou o Blog do BG.

Foram vários meses de negociação e auditoria até chegarem ao valor final, que será pago no decorrer de 2018

O Instituto de Radiologia foi fundado em 1967 pelos médicos radiologistas José Jorge Maciel, eleito diretor presidente, Paulo Frassinete Bezerra, diretor financeiro e pelo acadêmico de medicina Olímpio Maciel. No decorrer dos anos passou a ser sócio o médico Zeca Passos.

Já a rede Fleury foi fundada em 1926 em São Paulo pelo médico Gastão Fleury Silveira. Em 2015, médicos sócios concluíram a venda de suas ações, equivalentes a 13,0% do capital social da Grupo Fleury, para a Advent International. A partir dessa operação, a companhia passou a ter uma nova estrutura societária.

Segundo ranking da revista Exame, a Fleury fechou 2016 com valor de mercado de mais de R$ 6 bilhões.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Isaura amelia disse:

    Dr. Silvino Lamartine também esteve no Instituto de Radiologia de Natal,

  2. Isaura amelia disse:

    Esqueceram dr. Silvino Lamartine na formação do instituto de radiologia de Natal